• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 61
  • 10
  • 10
  • 10
  • 9
  • 8
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 63
  • 63
  • 18
  • 18
  • 18
  • 18
  • 17
  • 16
  • 13
  • 13
  • 13
  • 10
  • 10
  • 9
  • 8
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Analise de marcha : protocolo experimental a partir de variaveis cinematicas e antropometricas

Andrade, Luciana Meneghesso 06 July 2002 (has links)
Orientador : Ricardo Machado Leite de Barros / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Fisica / Made available in DSpace on 2018-08-02T06:47:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Andrade_LucianaMeneghesso_M.pdf: 3023849 bytes, checksum: 64106feed11ff4af860f60a49a646104 (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: A marcha humana é um movimento complexo e sua análise requer um modelo de representação do corpo humano a partir de um sistema de corpos rígidos articulados com muitos graus de liberdade. Diante da dificuldade de obtenção das variáveis cinemáticas e antropométricas necessárias à análise, é freqüente na literatura a utilização de um modelo de representação apenas dos membros inferiores do corpo e da pelve. Porém, o corpo humano é um sistema articulado, de maneira que qualquer movimento alterado em uma de suas partes afetará o resultado global da marcha. A análise de todo o corpo humano durante tal ciclo de movimento seria de grande importância para a compreensão de eventuais distúrbios do movimento durante a marcha. O objetivo deste trabalho é a proposição de um protocolo experimental para análise de marcha com orientação para cabeça, tronco, pelve, membros superiores e inferiores a partir de variáveis cinemáticas e antropométricas. Este protocolo foi implementado para o sistema Dvideow. O modelo de representação e orientação dos segmentos corporais proposto neste trabalho apresenta seis graus de liberdade para cada um dos segmentos, fator importante para uma completa análise de marcha, pois os segmentos do corpo todo podem ser analisados simultaneamente, conservando seus seis graus de liberdade. A qualidade dos resultados obtidos foi avaliada a partir de testes de acurácia, em variáveis cinemáticas e antropométricas, e comparando-se os ângulos articulares obtidos segundo o protocolo proposto com dados da literatura. A concordância na segmentação do modelo proposto para análise cinemática com a do modelo antropométrico permitiu a aquisição de medidas antropométricas concomitantemente, reduzindo o tempo para a coleta e flexibilizando as condições impostas para a medição direta. A integração dos dois tipos de análise, cinemática e antropométrica, com inclusão de segmentos como cabeça e membros superiores, facilita a interpretação de distúrbios do movimento. Portanto, este trabalho desenvolveu um protocolo para análise de marcha que integra a aquisição de parâmetros cinemáticos e antropométricos do corpo todo do indivíduo apresentando resultados compatíveis com a literatura e empregando um sistema de análise de movimento de baixo custo, o que viabiliza o emprego desta metodologia no estudo mais específico dos movimentos normais ou patológicos durante a marcha / Abstract: The human gait is a complex movement and its analysis requires a model of the human body based on a system of articulated rigid bodies with several degrees of freedom. Because of the difficulty in obtaining the anthropometric and kinematics variables needed for analysis, it is common in the biomechanics field to use a representative model only involving the inferior limbs of the body and the pelvis. However, the human body is an articulated system, and any alterated movement in one of its parts will affect the global result ofthe gait. The analysis ofthe whole human body during such a movement cycle would be of great importance for the understanding of eventual disturbances of the movement during the gait. The aim of this paper is to propose an experimental protocol for gait analysis with orientation of head, trunk, pelvis, superior and inferior members from kinematics and anthropometric variables. This protocol was implemented for the Dvideow system. The orientation and representation model of the corporal segments proposed in this work presents six degrees of freedom for each one of the segments, an important factor for a complete gait analysis, because ali the body segments can be analyzed simultaneously, preserving its six degrees of freedom during gait. The quality of the results obtained was evaluated by accuracy tests, kinematics and anthropometric variables, and comparing the joint angles obtained according to protocols proposed in the literature. The agreement in the segmentation of the proposed model for kinematics analysis and the anthropometric model allowed the acquisition of anthropometrics measures concomitantly, reducing the time for the collection of reliable data and easing the imposed conditions for direct measurement. The integration these two types of analysis, kinematics and anthropometric, including the segments like head and superior members, facilitates the interpretation of the movement disturbances. In conclusion, this study developed a protocol to analyze the human gait that integrates the acquisition of kinematics and anthropometric parameters of the whole body, results presented are compatible to findings in the literature, and represents a movement analysis system of low cost. What makes feasible the use of this methodology is a more accurate analysis 'of normal pathological movements during gait / Mestrado / Mestre em Educação Física
2

Estudo de alterações das variaveis biomecanicas na instabilidade patelofemoral durante a marcha humana no dominio temporal

Correa, João Carlos Ferrari 04 September 2002 (has links)
Orientador : Fausto Berzin / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-01T00:44:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Correa_JoaoCarlosFerrari_D.pdf: 2950038 bytes, checksum: 91d2a028e8fb55a8767c554850cea498 (MD5) Previous issue date: 2002 / Resumo: O joelho, a maior articulação sinovial do corpo humano combina consideráveis mobilidade e força com a estabilidade necessária para mantê-lo na posição ereta. O fato do joelho sustentar altas forças e situar-se entre dois braços longos de alavancas do corpo, o torna particularmente susceptível à injúria. Há uma crescente preocupação em se estudar a articulação do joelho durante atividades funcionais como a marcha humana. Embora existam estudos aprofundados e extensos sobre essa temática, existem poucos trabalhos na literatura sobre a análise eletromiográfica da articulação do joelho associando-a à instabilidade patelofemoral. O presente estudo teve como objetivo apresentar a atividade eletromiográfica dos músculos vasto medial oblíquo e vasto lateral, variação angular da articulação do joelho e variáveis da força reação do solo, durante a realização da marcha em aclive e declive, em 10 voluntários considerados saudáveis (grupo controle), e 10 voluntários com instabilidade patelofemoral (grupo patológico). Foram estudados, portanto o comportamento dessas variáveis durante a marcha em voluntários saudáveis e com instabilidade patelofemoral, onde os resultados, por meio da análise do coeficiente de variação e do teste estatístico de correlação cruzada, no domínio temporal, indicaram a existência de padrões semelhantes para as curvas eletromiográficas médias dos voluntários para os músculos supra citados; a variação angular manteve padrões de variação em função do tempo muito próximos; além de padrões dinâmicos da força reação do solo, nos voluntários analisados apresentarem-se de maneira muito parecidos entre o grupo saudável e o grupo com instabilidade patelofemoral. Concluiu-se portanto, ao considerar os resultados obtidos nesse estudo, que existe um padrão de ativação eletromiográfica comum, entre os músculos vasto medial oblíquo e vasto lateral, assim como não houveram diferenças estatisticamente significantes entre a análise da variação angular e da força reação do solo que demonstrassem qualquer quebra da estabilidade biomecânica nos voluntários com instabilidade patelofemoral quando comparado ao grupo com voluntários saudáveis / Abstract: The knee, the largest articulation sinovial of the human body combines considerable mobility and it forces with the necessary stability to maintain it in the erect position. The fact of the knee to sustain discharges forces and to locate among two long arms of levers of the body, it become particularly susceptible to the injury. There is a growing concern in to study the articulation of the knee during functional activities as the human gait; however deepened studies exist and extensive on that thematic, they are found few works in the literature on the electromyographic analysis of the articulation of the knee, associating to the patellofemoral instability. The present study had as objective presents the electromyographic activity of the muscles vastus medialis oblique and vastus lateralis, angular variation of the articulation of the knee, and variable of the ground reaction force, during the accomplishment of the gait in accent and slope, in 10 healthy volunteers (control group), and 10 volunteers with patellofemoral instability (pathological group). They were studied, therefore the behavior of those varied during the gait in healthy volunteers and with patellofemoral instability, where the results, through the analysis of the coefficient of variation and of the statistical test of crossed correlation, during time, indicated the existence of similar patterns for the electromyography's curves for the musdes supra mentioned; the angular variation maintained variation patterns in function of time very near; besides dynamic patterns of the ground reaction force, in the analyzed volunteers they be presented in way very seemed between the healthy group and the group with patellofemoral instability. It was concluded therefore, when considering the results obtained in that study, that a pattern of activation common exists, among the muscles vastus medialis oblique and vastus lateralis, as well as there were not differences among the analysis of the angular variation and of the ground reaction force significant that demonstrated any break of the stability biomechanics in the volunteers with patellofemoral instability when compared to the group with healthy volunteers / Doutorado / Doutor em Biologia Buco-Dental
3

Efeitos comportamentais e cognitivos da nicotina e do extrato etanólico de melissa officinalis na sepse experimental

Leite, Franco Batista 15 February 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde, 2012. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2012-05-17T15:22:14Z No. of bitstreams: 1 2012_FrancoBatistaLeite.pdf: 1939831 bytes, checksum: 6dabc818a6f5aa2d5d2a137f87cb98c4 (MD5) / Approved for entry into archive by Marília Freitas(marilia@bce.unb.br) on 2012-05-23T11:24:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_FrancoBatistaLeite.pdf: 1939831 bytes, checksum: 6dabc818a6f5aa2d5d2a137f87cb98c4 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-05-23T11:24:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_FrancoBatistaLeite.pdf: 1939831 bytes, checksum: 6dabc818a6f5aa2d5d2a137f87cb98c4 (MD5) / A sepse é uma das principais causas de morte do mundo em unidades de terapia intensiva. Modelos experimentais de sepse em animais tem sido úteis para entender sua patogênese, em especial no que se refere à deterioração do estado mental. Dessa forma, é possível gerar dados pré-clínicos para o tratamento de algumas das consequências dessa infecção sistêmica Com base nessas informações, o objetivo desta pesquisa foi investigar duas alternativas de tratamento para as respostas comportamentais decorrentes da sepse experimental: ativação colinérgica (nicotina) e medicina natural (Melissa officinalis). Para tal, foram usados ratos Wistar, divididos em dois grupos: Sepse experimental e Operação fictícia, que receberam dose diárias de nicotina (0,1 mg/kg, s.c.) ou extrato etanólico de Melissa officinalis (100 mg/kg, v.o.), uma semana antes e/ou uma semana pós-procedimentos cirúrgicos. Observou-se que a nicotina foi capaz de afetar a locomoção dos animais que sobreviveram à sepse no teste do campo aberto somente quando administrada pós- procedimentos cirúrgicos. Independente do tempo de tratamento, a nicotina aumentou a porcentagem de entradas e o tempo de permanência dos animais nos braços abertos do labirinto em cruz elevado (LCE), comportamento sugestivo de atividade ansiolítica. Quando a nicotina foi administrada durante duas semanas aumentou o tempo de latência dos animais no teste da esquiva inibitória, sugestivo de melhora de memória. Em contrapartida, esses resultados não foram observados nos animais sobreviventes à sepse quando a nicotina foi administrada somente pós-procedimentos cirúrgicos. Na segunda etapa dos experimentos o extrato de Melissa officinalis, da mesma forma que a nicotina, aumentou a porcentagem de entradas e o tempo de permanência dos animais nos braços abertos do LCE, resposta similar ao diazepam, sem afetar a locomoção. No teste da esquiva inibitória, o extrato melhorou a memória de curta e longa duração, fazendo com os animais permanecessem na plataforma por muito mais tempo quando comparados aos controles. De uma forma geral, a ativação colinérgica ou o uso de extrato de Melissa officinalis podem interferir de forma positiva na redução ou bloqueio das alterações comportamentais e cognitivas decorrentes da sepse experimental, ficando uma lacuna para a investigação dos mecanismos reguladores dessas respostas farmacológicas. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Sepsis is a major cause of death in the world in intensive care units. Experimental models of sepsis in animals have been useful in understanding its pathogenesis, particularly with regard to the deteriorating mental state. Thus, it is possible to generate preclinical data for the treatment of some of the consequences of systemic infection. Based on this information, the purpose of this study was to investigate two alternative treatments for the behavioral responses resulting from experimental sepsis: cholinergic activation (nicotine) and natural medicine (Melissa officinalis). To achieve this goal, Wistar rats were used divided into two groups: sham operation and experimental sepsis, who received daily doses of nicotine (0.1 mg / kg) or ethanolic extract of Melissa officinalis (100 mg/kg), one week before and/or one week post-surgical procedures. It was observed that nicotine was able to affect the locomotion of sepsis-surviving rats in the open field test only when administered post-surgical procedures. Regardless of treatment time, nicotine increased the percentage of entries and the time spent in the open arms of the EPM test, suggestive of anxiolytic activity. When nicotine was administered during two weeks increased the latency time of animals at the inhibitory avoidance test, suggestive of improvement of memory. However, these results were not observed in sepsis-surviving rats when nicotine was administered only post-surgical procedures. In the second step of the experiments the extract of Melissa officinalis, likewise the nicotine, increased the percentage of entries and time spent in the open arms of the EPM test, a response similar to diazepam without affecting locomotion. In the inhibitory avoidance test, the extract improved short and long-term memories, leading to the animals to remain on the platform much longer when compared to control groups. In general, the cholinergic activation or Melissa officinalis extract dministration may interfere positively in reducing or blocking of behavioral and cognitive disorders resulting from experimental sepsis, leaving a gap for the investigation of regulatory mechanisms of these pharmacological responses.
4

Biotel3M : sistema de biotelemetria multicanal para a monitoração da marcha

Leles, Andreia Damasio de 18 April 2000 (has links)
Orientador: Antonio Augusto Fasolo Quevedo / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Eletrica e de Computação / Made available in DSpace on 2018-07-26T21:54:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Leles_AndreiaDamasiode_M.pdf: 6331449 bytes, checksum: b79ee2aa21a6719ca076ec6ff12011f1 (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: A maioria dos equipamentos eletromédicos destinados a monitorar e medir os parâmetros fisiológicos relativos à locomoção humana, não permitem a livre movimentação, ocasionando incômodos ao indivíduo, além de comprometer a veracidade dos dados coletados. Portanto, o objetivo deste trabalho foi projetar um equipamento baseado em técnicas de biotelemetria que proporcione maior liberdade de movimento. Biotelemetria é a medida de parâmetros fisiológicos a distância, sendo sua principal característica a ausência de interface fisica (cabos) entre o sujeito e o instrumento de registro, permitindo maior liberdade durante a locomoção. Esta dissertação descreve o desenvolvimento de um sistema de biotelemetria multicanal para monitorar os parâmetros fisiológicos relativos à marcha humana. Este sistema é composto de duas partes principais: as unidades transmissora e receptora. A unidade transmissora, que será acoplada ao sujeito, tem por função digitalizar e transmitir, através de ondas de rádio, os sinais captados até a unidade receptora, situada a uma distância de no mínimo 10 metros. A unidade receptora tem por função recuperar os sinais e enviá-los a um microcomputador para que os dados relativos à marcha possam ser monitorados. Ensaios realizados em laboratório demonstraram um bom desempenho do protótipo construído, onde foram avaliadas as formas de ondas geradas pela unidade transmissora e o funcionamento do aplicativo de interação com o usuário, o qual avaliou a unidade receptora e o equipamento de biotelemetria como um todo / Abstract: Most eletromedical devices for monitoring and measuring physiological parameters of human locomotion do not allow free movement, which causes discomfort to the individual as well as compromising the veracity of the collected data. The objective of this work is to design an equipment based on biotelemetry technology which would give greater freedom of movement. Biotelemetry is a method for measuring physiological parameters remotely. The success of this type of method lies in the fact that there are no cables between the subject and recording equipment, allowing greater freedom during locomotion. This dissertation describes the development of a multichannel biotelemetry system for the monitoring of physiological parameters concerning the human gait. This system is composed of two main parts: transmitter unit and receptor unit. The transmitter unit, which is attached to the subject, digitizes and transmits the collected signal by radio waves to the receiver, which is located at a distance of 10 meters minimum. The receptor unit receives the signal and sends it to a microcomputer which will process the information related to the subject's gait. Tests carried out in a laboratory with the prototype presented good results: the shapes of the wave signals generated by the transmitter were assessed, as well as the functioning of the interacting software with the user, which evaluated the receptor unit and biotelemetry equipment as a whole / Mestrado / Engenharia Biomedica / Mestre em Engenharia Elétrica
5

Analise da marcha de individuos com insuficiencia do ligamento cruzado anterior

Grana, Tatiana Muzegante 18 December 2003 (has links)
Orientador: Alberto Cliquet Junior / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-08-03T20:29:57Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Grana_TatianaMuzegante_M.pdf: 5146360 bytes, checksum: 0b1528850efc119d4f36e22927a45a44 (MD5) Previous issue date: 2003 / Resumo: A lesão do ligamento cruzado anterior (LCA) é a mais freqüente lesão ligamentar do joelho, estando associada a alterações na locomoção. Evidencia-se que essa lesão influencie os mecanismos funcionais da articulação do joelho, reduzindo a flexibilidade e aumentando a instabilidade na articulação do joelho. O objetivo deste estudo foi avaliar as alterações biomecânicas decorrentes da lesão, através da variação angular, potência e momento da articulação do joelho. Dezesseis pacientes com deficiência no LCA e dez indivíduos sem a lesão, grupo controle, foram analisados durante a marcha. Dados cinemáticos e cinéticos foram obtidos através das articulações do quadril, joelho e tornozelo, bilateralmente, em todos os pacientes e no grupo controle. A análise da marcha foi instituída utilizando o software Q gait 2.0, sistema que inclui cinco câmeras de vídeo com amostragem de 60 Hz; marcadores reflexíveis foram aplicados em estruturas anatômicas, para a obtenção das coordenadas tridimensionais. Os achados cinemáticos e das forças de reação do solo foram coletados e combinados através do método da dinâmica inversa, a fim de calcular o momento e a potência. Os achados do presente estudo evidenciaram que pacientes com lesão do LCA modificam suas atividades extras ambulatoriais. Estas modificações incluem o "avoidance" do quadríceps, ocorrendo, assim, aumento do momento flexor a aproximadamente 30° de flexão. Existe tendência dos pacientes evitarem! reduzirem, a contração do quadríceps, estando o joelho próximo à extensão completa; a contração máxima do quadríceps ocorre quando o joelho está fletido entre 0° e 45°. Este estudo foi o primeiro passo quanto à identificação dos mecanismos envolvidos na adaptação funcional da marcha de pacientes com a lesão do LCA O desenvolvimento do processo de adaptação à lesão sugere a auto-seleção de fatores e respostas neuromusculares, podendo ser aprendidas como estratégia para um novo movimento. Presume-se que estas adaptações sejam subconscientemente realizadas, a fim de evitar o deslocamento proximal da tíbia, podendo ocorrer na ausência de função do ligamento cruzado anterior / Abstract: Anterior Cruciate Ligament (ACL) injury is one of the most frequent diseases induced by locomotion. it has been shown that ACL injuries do influence the knee joint functional mechanisms, decreasing the knee flexibility and increasing the knee instability. The purpose of this study was to evaluate the biomechanical alterations due to ACL; knee angular variation, power and knee torques were measured. Sixteen patients with unilateral deficiency of the anterior cruciate ligament and ten healthy control subjects were analyzed during walking. Kinematic and kinetic findings for the right and left hips, knees and ankles of all patients and control subjects were recorded during the activity (gait analysis was performed at our institution using software Q gait 2.0; this system includes a five camera-60Hz, marker reflex system applied to anatomical locations, for collection of the three-dimendional coordinate data). Kinematic and ground reaction data were collected and combined with inverse dynamics to calculate the joint torques and powers. The findings in the present study indicate that patients who have a cruciate deficient knee, modify the way that they carry out ambulatory activities. These modifications include an avoidance i.e., increase flexion moment about the knee wich was flexed approximately 30 degrees. The tendency of the patients to avoid contraction of the quadriceps as the cruciate deficient knee flexed while in near full extension, and the strain in the anterior cruciate ligament due to the contraction of the quadriceps reached a maximum when the knee was flexed between approximately O and 45 degrees. This study was a first step towards the identification of the mechanisms that are involved in the functional adaptations of the gait in patients who have ACL lesion. The developmental process of the adaptation to injury also suggess that factors other than self-selected, neuromuscular responses, may provide some impetus toward learning the new movement strategy. Presumably these adaptations are the patients' subconscious effort to avoid the excessive anterior displacemnt of the proximal part of the tibia that can occur in the absence offunction of the anterior cruciate ligamento / Mestrado / Pesquisa Experimental / Mestre em Cirurgia
6

Investigação de sensores para uso no controle de locomoção de tetra/paraplegicos com estimulação eletrica neuromuscular

Arantes, Ricardo Ferreira 20 May 1993 (has links)
Orientador : Alberto Cliquet Junior / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Eletrica / Made available in DSpace on 2018-07-18T14:09:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Arantes_RicardoFerreira_M.pdf: 7733501 bytes, checksum: c201c06b559a0242f452592e8d08a186 (MD5) Previous issue date: 1993 / Resumo: A reabilitação de portadores de lesão medular é baseada em Sistemas Híbridos (órteses mecânicas e Estimulação Elétrica Neuromuscular - EEN) com Sensores para o Controle Automático de Marcha (SCAM) : chaves externas nos pés,transdutor patelar. Durante o ciclo da marcha, os SCAM's detectam as fases de suporte e balanço, enquanto que uma Central de Controle Automático (CAC)permite a estimulação de uma perna para o passo, ao mesmo tempo em que habi1ita a outra para suporte.Esta estimulação ocorre logo que a posição espacial correta do paciente é detectada. O sistema consiste em três fases:DETECÇãO, PROCESSAMENTO e EXECUÇão Durante a DETECÇãO, ocorre a conversão do sinal mecânico de força dos pontos monitorados em um sinal elétrico ana16gico, através dos sensores (nicro-chaves e extensômetros); no PROCESSAMENTO, a análise comparativa entre os parâmetros teóricos e os físicos detectados,pré-estabelecidos para cada paciente, será capaz de produzir os comandos de controle para a próxima fase; a EXECUÇÂO, onde o estimulo do Arco reflexo Artificial na perna de suporte e a estimulação da perna livre irão restaurar a marcha para a reabilitação do paciente. A reabilitação do paciente usando o sistema foi feliz, mostrando Um futuro promissor para o uso de Sistemas H1bridos com EEN e SCAM na Engenharia de Reabilitação / Abstract: The rehabilitation of spinal cord injuried (SCl) subjects is based on Hybrid Systems (mechanical orthoses and Neuromuscular Electrical Stimulation - NMES)with Sensors for Automatic Gait Control (SCAG) external footswitches, patellar transducer. During the gait cycle the SCAGs detects the swing and the stance phases while a Central of Automatic Control(CAC)allows the stimulation of one leg for the step at the same time that enables the other to supporting. This stimulation occurs as soon as the correct spatial position of the patient is detected. The system consists of three phases:DETECTION,PROCESSING and EXECUTION. During detection,it occurs the conversion of a mechanical strengh signal of the monitored points to an analogical electric signal by means of the sensors (strain gages and m1cro-sw1tches); dur1_g the processing, the comparat1ve analysis between theoretical and detected physic parameters, pre-seted for each pat1ent, will be able to produce the control commands for the next phase;in the execution,the Artificial Arc-Reflex stimulus in the supporting leg and the stimulation on the free leg will restore the gait to the patient. The rehabilitation of patients using this technique was successfull, showing a promising future for the use of Hybrid Systems with NMES and SCAGs in Rehabilitation Engineering / Mestrado / Mestre em Engenharia Elétrica
7

Análise da marcha baseada em correlação multifactorial

Sousa, Andreia Sofia Pinheiro de January 2009 (has links)
Tese de mestrado. Engenharia Biomédica. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2009
8

Seguimento do movimento humano usando visão computacional : aplicação na análise da marcha

Sousa, Daniela Sofia Seixas January 2008 (has links)
Tese de mestrado. Engenharia Electrotécnica e de computadores (área de especialização em Informática e Automação). Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2008
9

Caracterização e análise do desempenho da locomoção realizada em suspensão no meio líquido

Sbaraini, Fabiana Letícia January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Desportos. Programa de Pós-Graduação em Educação Física. / Made available in DSpace on 2013-07-15T22:40:52Z (GMT). No. of bitstreams: 1 213760.pdf: 2083177 bytes, checksum: 517067f978d1f14d6760c93fd407fba8 (MD5) / O objetivo deste estudo foi de caracterizar e analisar o desempenho da locomoção realizada em suspensão no meio líquido, através da determinação dos ângulos articulares, bem como as medidas de desempenho em relação a freqüência cardíaca (FC) e velocidade média. A amostra foi composta por quatro homens na faixa etária entre 42 e 45 anos de idade que participaram do estudo voluntariamente. Como procedimentos metodológicos para caracterização dos sujeitos foram determinados o nível de atividade física habitual e prontidão para atividade física, medidas antropométricas e avaliação da capacidade funcional. Para análise do desempenho da locomoção foi utilizado o sistema de cinemetria bidimensional por filmagens subaquáticas com o auxílio de uma câmera digital com freqüência de aquisição de imagens de 30Hz. Também para o desempenho analisou-se simultaneamente o comportamento da FC e velocidade média. Foram realizadas quatro filmagens com intervalo de duas semanas entre elas e um programa instrucional de seis semanas para desenvolvimento da técnica do movimento estudado. Para análise dos dados foi utilizada a estatística descritiva referente a média, desvio padrão, coeficiente de variação, teste t para amostras emparelhadas (p<0,05) e correlação linear de Pearson (p<0,01). As estatísticas foram realizadas com o auxílio do pacote SPSS versão 10.0. Os resultados obtidos apresentaram uma melhora no desempenho através da diminuição de FC e aumento no VO2 máx. A caracterização do padrão da locomoção em suspensão foi realizada através da amplitude das articulações que apresentaram os seguintes resultados: 100 graus a 122 graus de amplitude para o joelho; 53 a 76 graus referente ao quadril; de 9 graus a 21 graus referentes a inclinação do tronco; 34 a 89 graus de amplitude para o cotovelo e de 97 graus a 166 graus referente ao movimento do ombro. A partir do modelo estabelecido foi possível concluir que o movimento analisado não pode ser denominado marcha ou caminhada, pois não há presença das forças contínuas de reação do solo, mas sim, das forças propulsivas dos membros superiores e inferiores.
10

Efeitos da experiência no andar na organização da passada durante a ultrapassagem sobre obstáculos em bebês

Bortolaia, Ana Paula [UNESP] 03 1900 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:22:51Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004-03Bitstream added on 2014-06-13T19:49:08Z : No. of bitstreams: 1 bortolaia_ap_me_rcla.pdf: 1695131 bytes, checksum: 3b8502e6f7817be294f35326f50bbdfe (MD5) / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) / O objetivo deste estudo foi examinar a organização das passadas do andar, em bebês com diferentes experiências no andar, durante a ultrapassagem de um obstáculo. Trinta bebês foram distribuídos de acordo com o tempo de aquisição do andar independente em 3 grupos: 1, 3 e 6 meses de experiência no andar. A tarefa consistiu em caminhar sobre uma passarela em 2 condições experimentais: sem e com um obstáculo de espuma com 2 cm de altura e 3 cm de largura. Marcas foram afixadas nos centros articulares dos membros inferiores dos bebês e o andar foi filmado no plano sagital para ambos os lados, simultaneamente. Três ciclos para o andar normal, três para a perna de abordagem e três para a perna de suporte foram digitalizados utilizando o sistema APAS. Com base nas informações espaciais e temporais, comprimento, duração, cadência, velocidade, duração das fases de suporte e de balanço e fase relativa entre os membros foram calculadas. Ainda, as distâncias horizontal e vertical entre pé e obstáculo foram calculadas para as pernas de abordagem e de suporte. Os resultados indicaram que os bebês do grupo 1 mostraram passadas mais curtas e mais lentas do que os bebês dos grupos 2 e 3. Ainda, bebês do grupo 1 mostraram fase de suporte maior do que bebês do grupo 2. Quando os bebês tiveram que ultrapassar o obstáculo, mostraram passadas mais curtas e mais lentas do que na situação sem obstáculo. Ainda, bebês dos grupos 2 e 3 apresentaram cadência menor durante a passada com obstáculo e fase de suporte e fase de suporte simples menores no momento da ultrapassagem e fase de segundo duplo suporte maior após a ultrapassagem do obstáculo para a perna de abordagem. Também diminuíram a porcentagem da fase relativa referente a coordenação intermembros para a perna de abordagem e mostraram pequenas alterações no padrão coordenativo... / The purpose of this study was to examine the step walking organization during obstacle avoidance in infants with different walking experience. Thirty infants were distributed into trree groups according with their independent walking experience: one, three and six months of walking experience. The task consisted of walking in a runway in two experimental conditions: without and with a foam obstacle with 2 cm high and 3 cm wide. Markers were placed on the joint centers in both infants' lower extremity and walking performances were videotaped in the sagittal plane for both sides, simultaneously. Three cycles for normal walking, three for supportive leg and three for approaching leg were digitized using the APAS system. Based on the espacial and temporal information, stride length, duration, cadence, velocity, duration of support and swing phases and relative phase between limb were calculated. The horizontal and vertical distances between foot and obstacle were also calculated for both supportive and approaching legs. The results indicated that the infants of group 1 walked with shorter stride length and slower velocity than the infants of group 2 and 3.The first group showed support phase greater than the second group. When infants had to step over the obstacle, they walked with shorter stride and slower velocity than when they did not have to step over the obstacle. Furthermore, the infants from group 2 and 3 showed lower cadence than infants from group 1 when stepping over the obstacle and smaller support and single support phases during stepping over the obstacle and second double support phase greater after stepping over the obstacle for the approaching leg. Also, the phase relative percentage regarding interlimb coordination for approaching limb was smaller and few variations in coordination pattern between the shank and thigh segments for approaching... (Complete abstract, click electronic address below)

Page generated in 0.087 seconds