• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1151
  • 44
  • 40
  • 39
  • 34
  • 27
  • 14
  • 12
  • 8
  • 8
  • 7
  • 5
  • 3
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1190
  • 595
  • 106
  • 98
  • 95
  • 95
  • 94
  • 87
  • 86
  • 85
  • 84
  • 73
  • 71
  • 70
  • 68
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Força de reação do solo (vertical) de indivíduos realizando exercício de hidroginástica em ambiente terrestre e aquático

Ribeiro, Maria Auxiliadora Andrade Pinto [UNESP] 06 1900 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:35Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2005-06Bitstream added on 2014-06-13T18:34:55Z : No. of bitstreams: 1 ribeiro_maap_me_guara.pdf: 879890 bytes, checksum: e1e2ef12c916d1c2e00a3eb25b5ee639 (MD5) / Universidade Estadual Paulista (UNESP) / Este trabalho teve por objetivo determinar e analisar as razões obtidas pela força de reação vertical e pelo impulso, gerados pelo exercício de hidroginástica Lagosta I, praticado fora d'água, e na profundidade de água na altura do processo xifóide em relação ao peso corporal das amostras, e também determinar e analisar as freqüências médias do exercício. O outro objetivo proposto foi determinar e analisar as razões obtidas pela força de reação vertical e pelo impulso, para este mesmo tipo de exercício, adicionando-se pesos de 5,0 N e 10 N, assim como determinar e analisar as freqüências médias. A amostra foi composta por dez (10) indivíduos, sendo cinco (05) do sexo masculino e cinco (05) do sexo feminino, com idade média de (22 2,13) anos, todos alunos de Educação Física e não praticantes de hidroginástica. O exercício Lagosta I foi escolhido por ser o mais utilizado nas aulas de hidroginástica no Brasil, de acordo com Morais (1998). O tempo de execução do exercício foi de 1 minuto, e o tempo de recuperação entre uma execução e outra foi de 3 minutos. Este experimento foi realizado no Laboratório de Biomecânica da FEG, onde o tanque de hidroginástica e a plataforma de força foram projetados e construídos. Através de softwares específicos, Catman 3.1 e do Excel, foram determinadas e analisadas as três (03) variáveis biomecânicas: a força de reação vertical; o impulso e a freqüência, provenientes do exercício Lagosta I, praticado no solo e na água, e com influência do peso. As forças médias de reação vertical registraram valores entre 2 a 3 vezes o peso corporal, enquanto na água, estes valores ficaram próximos do peso corporal no solo. As freqüências médias no solo ficaram entre 2,22 Hz e 2,81 Hz, e na água entre 1,36 Hz e 2,19 Hz. Os impulsos médios no solo foram superiores aos impulsos médios obtidos na água.... / The aim of this paper was to determine and analyse the ratios got from the vertical reaction power and from the impulse, produced by the hydrogymnastics exercise Lobster I, performed out of water and in the water, around the process xifóide, regarding the sample physical weight, and also to determine and analyse the average frequencies the exercise. Another aim was to determine and analyse the ratios got from the vertical reaction power and from the impulse, to the same kind of exercise, addition weight the 5,0 N and 10 N, as well as to determine and analyse the average frequency. The sample was formed by tem (10) people, five (5) men and five (5) women. The average age was (22 l 2,13) years old. All of them were Physical Education (P.E.) students and didn't practice hydrogymnastics. The Lobster I exercise was chosen because it was the most used in the hydrogymnastic classes, in Brazil, in agreement with Morais (1998). The exercise performance time was one minute and the resting time between the perfoemances was three minutes. This experiment was carried out in the Biomechanic Laboratory, at FEG, where the hidrogymnastics tank and the power plataform were drawn and built. Through specific softwares, Catman 3.1 and Excel, the three (3) biomechanical variables were determined and analysed: the vertical reaction power; the impulse and the frequency, which came from the Lobster I exercise, performed on the ground and in the water, with the influence of the water weight. The average powers of the vertical reaction registered values between two or three times the body weight, while, in the water, those values got near the body weight on the ground. The average frequencies on the ground were between 2,22 Hz and 2,81 Hz and, in the water they were between 1,36 Hz and 2,19 Hz. The average impulses on the ground were higher than the average impulses in the water ...(Complete abstract, click electronic address below).
2

Força de reação do solo (vertical) de indivíduos realizando exercício de hidroginástica em ambiente terrestre e aquático /

Ribeiro, Maria Auxiliadora Andrade Pinto. January 2005 (has links)
Orientador: João Alberto de Oliveira / Banca: Mauro Pedro Peres / Banca: Ulysses Fernandes Ervilha / Resumo: Este trabalho teve por objetivo determinar e analisar as razões obtidas pela força de reação vertical e pelo impulso, gerados pelo exercício de hidroginástica Lagosta I, praticado fora d'água, e na profundidade de água na altura do processo xifóide em relação ao peso corporal das amostras, e também determinar e analisar as freqüências médias do exercício. O outro objetivo proposto foi determinar e analisar as razões obtidas pela força de reação vertical e pelo impulso, para este mesmo tipo de exercício, adicionando-se pesos de 5,0 N e 10 N, assim como determinar e analisar as freqüências médias. A amostra foi composta por dez (10) indivíduos, sendo cinco (05) do sexo masculino e cinco (05) do sexo feminino, com idade média de (22 2,13) anos, todos alunos de Educação Física e não praticantes de hidroginástica. O exercício Lagosta I foi escolhido por ser o mais utilizado nas aulas de hidroginástica no Brasil, de acordo com Morais (1998). O tempo de execução do exercício foi de 1 minuto, e o tempo de recuperação entre uma execução e outra foi de 3 minutos. Este experimento foi realizado no Laboratório de Biomecânica da FEG, onde o tanque de hidroginástica e a plataforma de força foram projetados e construídos. Através de softwares específicos, Catman 3.1 e do Excel, foram determinadas e analisadas as três (03) variáveis biomecânicas: a força de reação vertical; o impulso e a freqüência, provenientes do exercício Lagosta I, praticado no solo e na água, e com influência do peso. As forças médias de reação vertical registraram valores entre 2 a 3 vezes o peso corporal, enquanto na água, estes valores ficaram próximos do peso corporal no solo. As freqüências médias no solo ficaram entre 2,22 Hz e 2,81 Hz, e na água entre 1,36 Hz e 2,19 Hz. Os impulsos médios no solo foram superiores aos impulsos médios obtidos na água ...(Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo). / Abstract: The aim of this paper was to determine and analyse the ratios got from the vertical reaction power and from the impulse, produced by the hydrogymnastics exercise "Lobster I", performed out of water and in the water, around the process xifóide, regarding the sample physical weight, and also to determine and analyse the average frequencies the exercise. Another aim was to determine and analyse the ratios got from the vertical reaction power and from the impulse, to the same kind of exercise, addition weight the 5,0 N and 10 N, as well as to determine and analyse the average frequency. The sample was formed by tem (10) people, five (5) men and five (5) women. The average age was (22 l 2,13) years old. All of them were Physical Education (P.E.) students and didn't practice hydrogymnastics. The "Lobster I" exercise was chosen because it was the most used in the hydrogymnastic classes, in Brazil, in agreement with Morais (1998). The exercise performance time was one minute and the resting time between the perfoemances was three minutes. This experiment was carried out in the Biomechanic Laboratory, at FEG, where the hidrogymnastics tank and the power plataform were drawn and built. Through specific softwares, Catman 3.1 and Excel, the three (3) biomechanical variables were determined and analysed: the vertical reaction power; the impulse and the frequency, which came from the "Lobster I" exercise, performed on the ground and in the water, with the influence of the water weight. The average powers of the vertical reaction registered values between two or three times the body weight, while, in the water, those values got near the body weight on the ground. The average frequencies on the ground were between 2,22 Hz and 2,81 Hz and, in the water they were between 1,36 Hz and 2,19 Hz. The average impulses on the ground were higher than the average impulses in the water ...(Complete abstract, click electronic address below). / Mestre
3

O Método de Kane aplicado a um modelo de corpo humano para obtenção da pressão intradiscal na coluna lombar /

Tomazini, José Elias. January 2009 (has links)
Resumo: Nos últimos anos tem surgido vários métodos para se estudar sistemas multicorpos. A vantagem destes métodos é a obtenção das equações do movimento de forma mais fácil e precisa. Robôs, manipuladores, mecanismos, satélites, máquinas em geral e sistemas biomcânicos, pelas suas características, podem ser vantajosamente tratados por formalismo multicorpo, mas precisamente, o método de Kane a um modelo do corpo humano, com a finalidade de se determinar a pressão intradiscal entre as vértebras L4/L5 da coluna lombar, em algumas atividades normais de vida diária, como: sentar, abaixar, pegar e elevar cargas, realizar movimentos de flexão e extensão. Pretendeu-se, também obter os esforços internos nas diversas articulações deste modelo. A pressão intradiscal representa um parâmetro importante para caracterizar a sobrecarga na coluna, podendo ter relação com a degeneração do disco intervertebral, o que produz muita dor em indivíduos. Inicialmente, o modelo foi proposto e o método de Kane foi aplicado para se obter as equações do movimento. Para resolvê-las, foi necessário realiza a filmagem de um sujeito realizando as atividades citadas, a fim de se obter as equações das trajetórias dos diversos segmentos do corpo humano. Após a simulação, os parâmetros desejados foram obtidos e comparados com valores experimentais citados na literatura. / Abstract: In the last year several methods have been proposed to study multibody systems. The great advantage of these methods is the easy and accurate way that the equations are obtained. Robots, manipulators, spacial devices, mechanisms, machines and biomechanical systems, by their own characteristics, can be treated with advantage by multibody formalisms. In this work, the aim was to apply a multibody formalism, the Kane method, to a body human model, to determine intradiscal pressure inside de L4/L5 vertebrae od the lumbar spine in some normal daily life actvities like: sitting, standing flexed forward, lifting a weigt, and so on. Another aim was to obtain the internal reactions in the several joints. The intradiscal pressure represents an important parameter tostudy the overload on spine and it can have relationship woth the degeneration of the intervertebral disc, what causes pain in people. In the beginning the model was proposed, the Kane method was applied an the motion equations were obtained. To solve the equations, it was necessary to make a film of a person performing the daily life activities to get que equations of the trajectory of the several parts of the human body. After the simulation, the pressures and the joints reactions were obtained and compared with experimental values in literature.
4

Estudo sobre o comportamento mecanico do colon integro e com anastomose : trabalho experimental em ratos

Nieri, Tamara Maria 20 October 1999 (has links)
Orientador : Raul Raposo de Medeiros / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-27T16:46:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Nieri_TamaraMaria_D.pdf: 6140383 bytes, checksum: b7adb914e925c5d1b421ccf7af43a015 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: A deiscência de uma anastomose colônica implica em complicação cirúrgica grave, cuja perfeita cicatrização dependerá de muitos fatores, dentre os quais, o preparo pré-operatório do cólon, a técnica cirúrgica empregada, o estado nutricional do paciente e as condições patológicas concomitantes, tais como infecções, isquemia e obstrução distal, entre outras. Visando contribuir para com as pesquisas científicas nesta área,foi analisado, nesta dissertação, o comportamento mecânico do cólon íntegro e com anastomose, de acordo com os conceitos de resistência dos materiais, incluídos na Mecânica dos Meios Contínuos. Para tanto, o experimento realizado contou com setenta e dois ratos Wistar machos, com peso em torno de trezentos e cinqüenta gramas cada um, divididos em seis grupos de doze animais. Destes, quarenta e oito animais foram submetidos a procedimento cirúrgico, que consistiu na secção transversal do cólon distal e anastomose término-terminal. O restante dos animais, somando um total de vinte e quatro, não foram submetidos a cirurgia para constituir os dois grupos de controle, cada um contendo doze animais. Em todos os experimentos foi realizado um ensaio uniaxial de resistência à tração, do cólon distal, ressecado no vigésimo ou no décimo dia pós-operatório, utilizando-se uma Prensa Universal, na direção longitudinal ou transversal, de acordo com o grupo a que pertencia o animal. A análise dos resultados obtidos permitiu-nos concluir que: 1. O comportamento mecânico do cólon (Energia de Ruptura, Coeficiente de Elasticidade, Tensão de Ruptura, Deformação Específica de Ruptura) altera-se após uma anastomose, acompanhando as mudanças em sua composição bioquímica que ocorrem durante o processo de cicatrização. 2. Os ensaios uniaxiais elásticos são válidos para o estudo da cicatrização de anastomoses colônicas / Abstract: The deiscense of an colonic anastomosis implys in a severe surgery, being its cicatrisation dependent on several factors, Among these factors one can mention the pre surgical preparation of the colon, the technique employed, the nutritional stateof the pacient as well as the overall contaminant patological conditions like infections, distal isquemia,etc. Since the anastomotic leaking is responsible for the major part of colorectal complications, the experimental basis to study the anastomosis cicatrization relies on the techniques employed to evaluate its integrity and cicatrzation . Due to that fact the intrinsic resistance to fai/ure, its mechanical resistance is considered of fundamental importance by the reseachers. Many experimental works were conducted considering that objective yelding interesting and usefull results, however,only the normal stress factor have been considered as failure criterea. Mechanical behaviour of colon material, together with some mathematical details is necessary to understand better that phenomena The present work considered the mechanical behaviour of the integral and pos-anastomosis colon , in accordance with the fundamental concepts of the mechanics of continuous media. The experimental procedure included the utilization of seventy two Wistar male rats, weighting around three hundred fifty grams each, divided into six groups of twelve animals each. Among these animals, fourty eight were submited to colon surgery consisting of a transversal sectioning of the dist colon and termino - terminal anastomosis in an unique sero ¿ muscular extramucous plan with juxtaposition of the edges with separated stitchs of seven zero polipropilene suture. The two control groups with twelve animaIs each were formed by twenty four not submited to the surgery . Uniaxial tension tests were conducted (in the transversal as well as in the longitudinal directios ) for the each considered of distal colon samples,ressectioned in the twentieth or tenth.pos surgical day according the animaIs group. These tests were carried in a universal testing machine. The analysis of the results allowed to concluded that : 1 - The mechanical behaviour of the colon (strain energy at failure, modulus of elasticity, normal stress at fai/ure, normal stain at failure) varies after an anastomosis, following the biochemical changes ocurring during the cicatrization processo 2 - Uniaxial elastic tests are. valid to study the cicatrization of experimental colonic anastomosis / Doutorado / Doutor em Cirurgia
5

Estudo de um sistema para análise da marcha humana utilizando sensores de contato

Gomes, Ronaldo de Campos [UNESP] 11 1900 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:34Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-11Bitstream added on 2014-06-13T18:57:58Z : No. of bitstreams: 1 gomes_rc_me_guara.pdf: 1511256 bytes, checksum: bc0195957d9fb0f95ad69191935e7359 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O objetivo deste trabalho foi estudar um sistema desenvolvido com sensores piezelétricos e um software para estudos da marcha humana. Participaram 10 voluntários, (5 mulheres e 5 homens): idade média de 32,6 anos, estatura média de 170,1 cm e peso corporal médio de 67,6 kgf. Para essa avaliação, dois sensores foram acoplados em cada palmilha dos calçados, em locais previamente estabelecidos (retro-pé e ante-pé) funcionando isoladamente. Foi solicitado aos participantes que eles caminhassem no solo com uma velocidade confortável, escolhida por eles, enquanto os sensores faziam as capturas, e os dados eram armazenados e analisados pelo software, desenvolvido para este estudo. Não foi objetivo deste trabalho comparar as médias dos valores da medição entre os sexos. Os resultados experimentais obtidos são coerentes com os da literatura afim, concluindo, desse modo, que o sistema, apesar de necessitar de algumas melhorias, proporciona condições adequadas para aplicação clínica em estudos sobre parâmetros temporais sobre a marcha. / This work aimed to study a system developed with a piezoelectric sensor and a software for human gait studies. 10 subjects volunteered to participate in the validation study, classified according to gender (5 female and 5 male): mean age of 32,6 years old, mean height of 170,1 cm and mean body weight of 67,6 kgf. For this evaluation, two sensors were attached in each insole, in places previously established (hindfoot and forefoot) working separately. Then, the subjects were asked to walk in a comfortable self selected speed while the sensors captured and the data were stored and analyzed by software developed for this study. This study didn’t aim to compare the values of averages between genders. The experimental results are consistent with the ones found in concerning literature, so that the system promotes proper conditions to clinical applications in temporal parameters gait studies, although it needs some improvements.
6

Análise computadorizada das cargas e deformações na utilização do fixador externo linear monoplanar nas fraturas instáveis da tíbia similar a tíbia humana

Silva, Orotavo Lopes da [UNESP] 13 December 2005 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:35Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2005-12-13Bitstream added on 2014-06-13T18:34:55Z : No. of bitstreams: 1 silva_ol_me_guara.pdf: 1738809 bytes, checksum: 238d52438edc344671acd1cf6f9a194a (MD5) / Universidade Estadual Paulista (UNESP) / Fixadores externos constituem um importante recurso dentro do arsenal terapêutico dos ortopedistas na reparação das fraturas. Estão disponíveis em diversos modelos e sistemas, sempre fixados ao osso do paciente e com suas estruturas de sustentação permanecendo externamente à pele. Dentro de suas inúmeras aplicações nos dias atuais, destacam-se no tratamento inicial das fraturas expostas, uma vez que conferem estabilidade ao osso fraturado deixando um mínimo de material de síntese interno, o que minimiza as infecções. Dessa forma, sua disposição espacial necessita se planejada e confeccionada rapidamente, uma vez que suas peças são disponibilizadas separadas, ficando o resultado final em sua grande parte na dependência da experiência do cirurgião ortopedista. Este projeto visa gerar conhecimentos a respeito da análise computadorizada da biomecânica do sistema osso-fixador, direcionando o uso dos fixadores externos a uma aplicação menos empírica e com maior previsibilidade de seu comportamento em função das cargas a que será submetido. / External fixation equipment is now an important part of the therapeutic arsenal of orthopedicians when setting and repairing fractures. They are available in various models and several systems, always fixed to the patient's skin. Among the innumerable ways that this equipment is used nowadays, the initial treatment of exposed fractures stands out since it provides stability to the fractured bone at the same time that it leaves a minimum of internal synthesis matter or material, thus minimizing infection. In this way, the equipment's spatial placement needs to be planned and it should be rapidly put together, since the different parts are available separately leaving the final result largely dependent on the orthopedic surgeon's experience. This project has as its goal the creation of knowledge in relation to the computarized analysis of the biomechanics of the bone setting system, moving the use of external fixation equipment towards a less empirical application and in the direction of a greater predictability of its behaviour in function of the loads to which it will be submitted.
7

Parâmetros biomecânicos do nado crawl apresentados por nadadores e triatletas

Castro, Flavio Antonio de Souza January 2002 (has links)
Os parâmetros biomecânicos do nado crawl: distância média percorrida por ciclo de braçadas (DC), freqüência média de ciclos (FC), velocidade média de na-do (VM) e ângulos médios de rolamento de corpo (RC) e parâmetros antropométri-cos: estatura, massa e envergadura de 16 nadadores competitivos (10 especialistas na prova de 50 m nado livre e 6 especialistas da prova de 1.500 m nado livre) e 8 tri-atletas foram mensurados em seis situações distintas de nado: 3 intensidades subjeti-vas específicas (aquecimento, 1.500 m e 50 m nado livre) com e sem respiração, a fim de se verificar e comparar o comportamento dessas variáveis nos três grupos em re-lação à variação da velocidade média de nado e em relação à presença ou ausência do movimento de respiração. Cada atleta realizou 6 repetições de 25 m nas condições já citadas, os quais foram gravados utilizando-se dois sistemas independentes de ví-deo, um para imagens frontais (uma haste de 0,70 m de PVC foi fixada às costas dos atletas para permitir a mensuração dos ângulos de rolamento de corpo) e outro para imagens laterais (uma fita reflexiva foi fixada ao punho direito dos atletas para per-mitir a mensuração de DC, FC e V). Adotando-se um nível de significância de 0,05, nadadores de 50 m nado livre apresentaram maior estatura e envergadura apenas que triatletas. Em relação às variáveis biomecânicas, os nadadores de 50 m nado livre apresentaram maiores VM do que nadadores de 1.500 m e do que triatletas, com maiores DC e similares FC. O RC diminuiu com o aumento da VM apenas para o grupo de nadadores de 50 m. Os nadadores de 50 m nado livre apresentaram similar RC em relação a triatletas e maior RC do que nadadores de 1.500 m em apenas duas (intensidade de aquecimento e intensidade de prova de 1.500 m nado livre, ambas com respiração) das seis situações de nado. Foram encontradas correlações significa-tivas entre os parâmetros biomecânicos FC e DC nos três grupos, entre VM e RC e entre DC e RC apenas no grupo de nadadores de 50 m nado livre. Os parâmetros na-tropométricos não limitaram a performance tanto quanto às técnicas de nado; e incre-mentos na DC, em paralelo a RC equilibrado entre os dois lados, devem ser incenti-vados em nadadores e triatletas competitivos.
8

Parâmetros biomecânicos do nado crawl apresentados por nadadores e triatletas

Castro, Flavio Antonio de Souza January 2002 (has links)
Os parâmetros biomecânicos do nado crawl: distância média percorrida por ciclo de braçadas (DC), freqüência média de ciclos (FC), velocidade média de na-do (VM) e ângulos médios de rolamento de corpo (RC) e parâmetros antropométri-cos: estatura, massa e envergadura de 16 nadadores competitivos (10 especialistas na prova de 50 m nado livre e 6 especialistas da prova de 1.500 m nado livre) e 8 tri-atletas foram mensurados em seis situações distintas de nado: 3 intensidades subjeti-vas específicas (aquecimento, 1.500 m e 50 m nado livre) com e sem respiração, a fim de se verificar e comparar o comportamento dessas variáveis nos três grupos em re-lação à variação da velocidade média de nado e em relação à presença ou ausência do movimento de respiração. Cada atleta realizou 6 repetições de 25 m nas condições já citadas, os quais foram gravados utilizando-se dois sistemas independentes de ví-deo, um para imagens frontais (uma haste de 0,70 m de PVC foi fixada às costas dos atletas para permitir a mensuração dos ângulos de rolamento de corpo) e outro para imagens laterais (uma fita reflexiva foi fixada ao punho direito dos atletas para per-mitir a mensuração de DC, FC e V). Adotando-se um nível de significância de 0,05, nadadores de 50 m nado livre apresentaram maior estatura e envergadura apenas que triatletas. Em relação às variáveis biomecânicas, os nadadores de 50 m nado livre apresentaram maiores VM do que nadadores de 1.500 m e do que triatletas, com maiores DC e similares FC. O RC diminuiu com o aumento da VM apenas para o grupo de nadadores de 50 m. Os nadadores de 50 m nado livre apresentaram similar RC em relação a triatletas e maior RC do que nadadores de 1.500 m em apenas duas (intensidade de aquecimento e intensidade de prova de 1.500 m nado livre, ambas com respiração) das seis situações de nado. Foram encontradas correlações significa-tivas entre os parâmetros biomecânicos FC e DC nos três grupos, entre VM e RC e entre DC e RC apenas no grupo de nadadores de 50 m nado livre. Os parâmetros na-tropométricos não limitaram a performance tanto quanto às técnicas de nado; e incre-mentos na DC, em paralelo a RC equilibrado entre os dois lados, devem ser incenti-vados em nadadores e triatletas competitivos.
9

Alterações morfologicas dos seios frontal e esfenoidal e do espaço aereo faringeo apos cirurgia ortognatica para correção de pacientes classe II / Morphologic changes of the frontal and sphenoid sinuses at pharyngeal airway space after orthognathic surgery for class II correction

Prado, Felippe Bevilacqua, 1980- 02 June 2009 (has links)
Orientador: Paulo Henrique Ferreira Caria / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-08-13T11:55:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Prado_FelippeBevilacqua_M.pdf: 928965 bytes, checksum: 7b8a3874dca04c49fac0489b248033a6 (MD5) Previous issue date: 2009 / Resumo: A cirurgia ortognática tem sido regularmente usada no tratamento das deformidades dentofaciais, porém, seus efeitos sobre os tecidos moles e duros adjacentes ainda não estão totalmente esclarecidos. O objetivo desse estudo é avaliar cefalometricamente as alterações morfológicas dos seios frontal e esfenoidal e do espaço aéreo faríngeo superior e inferior em indivíduos com maloclusão classe II, submetidos à cirurgia ortognática com avanço maxilomandibular. Foram avaliados 49 pacientes (98 telerradiografias laterais), nos períodos pré- operatório (01 semana antes da cirurgia) e pósoperatório (seis meses após a cirurgia). Foram realizadas as medidas lineares: Nasofaringe (TB-PhW1), Orofarínge (TU-PhW2), ENA-Me, N-Me e S-Go e as medidas angulares SNA, SNB e Gonial além das dimensões dos seios frontal e esfenoidal em cada telerradiografia lateral. Os resultados foram submetidos ao test t de Student para avaliar as diferenças entre os dois momentos operatórios. Todas as medidas mostraram replicabilidade excelente para o intraclass correlation coefficient (ICC) (ICC>0,9; p<0,0001). Houve aumento das medidas TB - PhW1 e TU - PhW2 e diminuição das dimensões dos seios frontal e esfenóide após a cirurgia ortognática (teste t, p<0.0001). A cirurgia ortognática com avanço maxilomandibular altera a morfologia do espaço aéreo faríngeo superior e inferior e dos seios frontal e esfenoidal em indivíduos com má oclusão classe II após seis meses de correção. / Abstract: Orthognathic surgery has been regularly used in the treatment of dentofacial deformities; however, their effects on adjacent structures are not completely clarified. The purpose of this study was to evaluate cephalometrically the morphologic alterations of the frontal and sphenoid sinuses and superior and inferior pharyngeal airway space in class II malocclusion patients, after maxillomandibular advancement. The study included 48 patients (96 lateral teleradiographs) analyzed in the preoperative (1 week before surgery) and postoperative (six months after surgery) periods. In each lateral teleradiography, the linear measurements made were TB-PhW1 (nasopharynx), TU-PhW2 (oropharynx), ANSMe, N-Me and S-Go, the angular measurements were SNA, SNB and gonial, and the dimensions of the frontal and sphenoid sinuses were determined. The results were submitted to Student's t-test to evaluate the differences between the two operative times. The intraclass correlation coefficient (ICC) showed excellent reproducibility (ICC>0.9; p<0.0001) for the measurements. There was an increase in the measurements TB - PhW1 and TU - PhW2 and decrease of the dimensions of the frontal and sphenoid sinuses after orthognathic surgery. In conclusion, the orthognathic surgery consisting of maxillomandibular advancement alters the morphology of the pharyngeal airway space, superior and inferior, and of the frontal and sphenoid sinuses in individuals with class II malocclusion after six months of correction. / Mestrado / Anatomia / Mestre em Biologia Buco-Dental
10

Parâmetros biomecânicos do nado crawl apresentados por nadadores e triatletas

Castro, Flavio Antonio de Souza January 2002 (has links)
Os parâmetros biomecânicos do nado crawl: distância média percorrida por ciclo de braçadas (DC), freqüência média de ciclos (FC), velocidade média de na-do (VM) e ângulos médios de rolamento de corpo (RC) e parâmetros antropométri-cos: estatura, massa e envergadura de 16 nadadores competitivos (10 especialistas na prova de 50 m nado livre e 6 especialistas da prova de 1.500 m nado livre) e 8 tri-atletas foram mensurados em seis situações distintas de nado: 3 intensidades subjeti-vas específicas (aquecimento, 1.500 m e 50 m nado livre) com e sem respiração, a fim de se verificar e comparar o comportamento dessas variáveis nos três grupos em re-lação à variação da velocidade média de nado e em relação à presença ou ausência do movimento de respiração. Cada atleta realizou 6 repetições de 25 m nas condições já citadas, os quais foram gravados utilizando-se dois sistemas independentes de ví-deo, um para imagens frontais (uma haste de 0,70 m de PVC foi fixada às costas dos atletas para permitir a mensuração dos ângulos de rolamento de corpo) e outro para imagens laterais (uma fita reflexiva foi fixada ao punho direito dos atletas para per-mitir a mensuração de DC, FC e V). Adotando-se um nível de significância de 0,05, nadadores de 50 m nado livre apresentaram maior estatura e envergadura apenas que triatletas. Em relação às variáveis biomecânicas, os nadadores de 50 m nado livre apresentaram maiores VM do que nadadores de 1.500 m e do que triatletas, com maiores DC e similares FC. O RC diminuiu com o aumento da VM apenas para o grupo de nadadores de 50 m. Os nadadores de 50 m nado livre apresentaram similar RC em relação a triatletas e maior RC do que nadadores de 1.500 m em apenas duas (intensidade de aquecimento e intensidade de prova de 1.500 m nado livre, ambas com respiração) das seis situações de nado. Foram encontradas correlações significa-tivas entre os parâmetros biomecânicos FC e DC nos três grupos, entre VM e RC e entre DC e RC apenas no grupo de nadadores de 50 m nado livre. Os parâmetros na-tropométricos não limitaram a performance tanto quanto às técnicas de nado; e incre-mentos na DC, em paralelo a RC equilibrado entre os dois lados, devem ser incenti-vados em nadadores e triatletas competitivos.

Page generated in 0.0328 seconds