• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 5030
  • 260
  • 259
  • 251
  • 240
  • 197
  • 61
  • 42
  • 42
  • 41
  • 38
  • 34
  • 33
  • 15
  • 15
  • Tagged with
  • 5215
  • 1621
  • 1559
  • 900
  • 739
  • 675
  • 639
  • 621
  • 568
  • 551
  • 512
  • 496
  • 465
  • 456
  • 428
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A infância espetacular sem criança e a criança sem infância espetacular

Peraci, Elisângela Moreira January 2009 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2009. / Submitted by Allan Wanick Motta (allan_wanick@hotmail.com) on 2010-03-15T19:15:43Z No. of bitstreams: 1 2009_ElisangelaMoreiraPeraci.pdf: 2420411 bytes, checksum: a488cbeb95037d618b492d4bc2a9b847 (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-04-06T20:47:17Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_ElisangelaMoreiraPeraci.pdf: 2420411 bytes, checksum: a488cbeb95037d618b492d4bc2a9b847 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-04-06T20:47:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_ElisangelaMoreiraPeraci.pdf: 2420411 bytes, checksum: a488cbeb95037d618b492d4bc2a9b847 (MD5) Previous issue date: 2009 / A instituição escolar tornou-se central na sociedade contemporânea e adotou o modelo das organizações econômicas do mundo capitalista, cujo caráter é puramente mercantil. Nesse sistema organizacional monocêntrico, imperam o espaço econômico e a dimensão de tempo serial. Esse espaço-tempo comporta uma visão teleológica de mundo e uma concepção funcional da razão, de caráter utilitário, que descreve o ordenamento das pessoas no nível pessoal ou social. Como reflexo desse enfoque, tem-se o espetáculo e a mercantilização do conhecimento bem como o espetáculo da infância. Considerando a escola como uma organização mercantil em que prevalece a idéia de tempo serial é possível admitir que as concepções de infância e de desenvolvimento infantil assumem um caráter linear e cronológico. Portanto, pode-se pensar que quanto mais escolarizada for uma coletividade, mais forte será a tendência a atribuir à infância e ao desenvolvimento o sentido da vida adulta. Em vista de tais argumentos, buscou-se examinar se as concepções de infância e de desenvolvimento infantil guardam relação com o grau de importância e penetração da escola na vida de uma comunidade. O sistema social e temporal hegemônico em nossa sociedade não é o único; outros sistemas coexistem com a economia e com o tempo serial, como a isonomia, cujo tempo característico é o convivial, e a fenonomia, com seu tempo de salto. Num sistema paraeconômico, os três tempos e os três espaços atuam simultaneamente na vida das pessoas. Foi esse sistema paraeconômico que encontramos em comunidades tradicionais do interior do Maranhão, cuja atividade principal é a quebra do coco babaçu e a agricultura. Nessas comunidades, a escola não é central na vida das pessoas. Os pais reconhecem a importância do conhecimento escolar, mas ele não define o lugar das pessoas e o futuro das crianças. Além disso, os pais não dissociam o desenvolvimento e a aprendizagem da criança. Na criação de cada filho, a concepção que os conduz contém idéias de autonomia e de responsabilidade da criança, seja com ela mesma ou com os demais. E isso acontece quando a criança convive com os pais na atividade do trabalho. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / In the contemporary society school became a central institution and has adopted the capitalist model of economical organizations, which is fundamentally mercantile. In this monocentric system of organization, there is a primacy of economical space and serial time which contains a teleological vision and a functional conception of reason, as an utilitarian tool that describes the ordered arrangement of people personally or socially. As a result of this conception, knowledge turns out to be a spectacle to be seen and a merchandise, as well as childhood. Assuming that school is a mercantile organization where the idea of serial time prevails, it is possible to admit that the conceptions of childhood and child development have a linear and chronologic characterization. Therefore, it is possible to believe that the stronger the influence the school has on people’s life in a community, the more the conception of childhood and child development will be directed towards adult’s life. Hence, the present work aimed to verify if childhood and child development conceptions are related to the intensity and force of influence of school in the way of life of people in a community. The current social and temporal system that is hegemonic in our society is not unique; there are others systems that coexist with it, such as the isonomy space, which is characterized by convivial time, and fenonomy space, characterized by a non-continuous time. In a paraeconomic system, the three times and three spaces play a role simultaneously in people’s life. This paraeconomic system was the one we found in traditional communities in the country side of Maranhão, where the main economic activity is agriculture and manual handling of babaçu coconut. In those communities, school does not play a central role in people’s life. Parents recognize the importance of school knowledge, but they do not agree that this knowledge defines or drives the social place of people and the future of their children. Moreover, parents do not separate child’s development from child’s learning. When raising their children, they are guided by the idea of promoting the autonomy and responsibility of the child with himself/herself and with others. For them, the work activity is a way of achieving this.
2

A mediação da fala, do desenho e da escrita na construção de conhecimento da criança de seis anos / The mediation of speech, drawing and writing in the construction of a six year old child knowledge

Cavaton, Maria Fernanda Farah 08 1900 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2010. / Submitted by Luanna Maia (luanna@bce.unb.br) on 2011-06-02T15:32:20Z No. of bitstreams: 1 2010_MariaFernandaFarahCavaton.pdf: 15771024 bytes, checksum: b4840099c66ca5060ed8df16dc35c476 (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2011-06-02T15:33:13Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_MariaFernandaFarahCavaton.pdf: 15771024 bytes, checksum: b4840099c66ca5060ed8df16dc35c476 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-06-02T15:33:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_MariaFernandaFarahCavaton.pdf: 15771024 bytes, checksum: b4840099c66ca5060ed8df16dc35c476 (MD5) / Neste estudo, descrevemos e analisamos os sistemas simbólicos: a fala, o desenho e a escrita de cinco crianças de seis anos, enquanto ferramentas culturais mediadoras para a construção de conhecimento, nas interações professora/crianças, criança/criança e criança/si mesma produzidas no contexto de sala de aula do 1º ano do ensino fundamental e em momentos individuais. Nossa pesquisa utilizou a abordagem qualitativa, para examinarmos os processos educativos a partir da psicologia considerando a criança em processo singular de desenvolvimento. Defendemos a tese que as produções gráficas livres, aquelas relativas a desenhos e escritas iniciais acompanhadas da fala, são utilizadas pela criança como ferramentas culturais mediadoras na construção de conhecimento e na avaliação do que já é conhecido. Obtivemos nossas informações empíricas por meio da observação do processo de construção de conhecimento nas interações ocorridas ao longo de oito meses em quatro sessões gravadas em áudio e vídeo, no contexto de sala de aula e em quatro sessões em momentos individuais com a pesquisadora. As atividades de letramento das sessões foram: cinco de reconto de livros de história, uma de escrita livre de palavras e outra sobre um tema discutido com as crianças e outra sobre desenho e escrita feita em casa. Entrevistamos as mães dessas crianças e a professora da sala para contextualizar as atividades infantis de desenho e escrita na escola e em casa. Nossos resultados indicam que os usos da fala, do desenho e da escrita exerceram diferentes funções; o uso da fala comunicativa entre crianças e com a professora em diálogos argumentativos com elaboração de conhecimento com a função de gerar ZDPs.; a fala egocêntrica com a função organizadora do desenho e de soletração da escrita livre. O uso das falas egocêntricas exerceu as seguintes funções geradoras de construção de conhecimento na intersubjetividade, como: a) comentário de outro social; b) comentário do próprio falante dirigido a outros sociais; c) falas egocêntricas em outros sociais; d) comentário de avaliação; e) falas egocêntricas de soletração coletivizada; f) comentário de concordância ou discordância. Além disso, os resultados indicaram o uso do desenho com a função de expressar conhecimento sobre a história ou outros temas enfocados durante as atividades, relacionando-o a outras informações prévias, desencadeadas pela história ou pelo próprio desenho, o cenário de uma narrativa, os elementos físicos e os personagens do conto. E em relação à escrita, o desenho exerceu a função de scaffolding, quando as cenas desenhadas serviam para a organização do texto escrito ou como dispositivo mnemônico desencadeando o conhecimento necessário para a escrita sobre o assunto desenhado. Em relação ao desenho, encontramos o uso da escrita livre com a função de nomeá-lo ou escrever a história desenhada e a função da escrita de mediar, com signos escritos, o conteúdo das atividades desenvolvidas. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / In this study, we describe and analyze six year old’s symbolic systems: speech, drawing and writing as mediational cultural tools for the construction of knowledge in teacher/children, child/child and child/self interactions produced in classroom contexts of the first year of elementary school and in individual sessions. Our research used a qualitative approach to examine the educational processes considering the child in his/her singular process of development. Our thesis is that the free graphic productions, those relating to drawings and initial writing, both accompanied by the speech, are used by children as mediating cultural tools in the construction of knowledge and assessment of what is already known. We obtained our empirical information by observing the knowledge building process in the teaching and learning experiences of reading and writing in the first year of elementary school along 8 months in four audio and video recorded sessions in classroom context and in four session at individual moments with the researcher. The literacy activities of the sessions were: five story books recount, two free writing and one drawing and writing at home. We interviewed the mothers of those children and the teacher of the classroom to contextualize the drawing and writing children’s activities at school and at home. The results indicated also that the use of speech, drawing and writing acquired different functions; that the use of communicative speech among children as well as between the teacher and children in argumentative dialogues with developing knowledge generated ZPDs; and that egocentric speech functioned in order to organizing drawing and spelling of free writing activities. The use of egocentric speech acquired the following functions directed to generate knowledge in the construction of intersubjectivity: a) as a commentary of the social other; b) a commentary of the speaker himself directed to the social other; c) egocentric speech of the social other; d) an assessment commentary; e) egocentric speeches of collective spelling; f) as commentaries of agreement or disagreement. In addition, results indicated the use of drawing with the function of expressing knowledge about stories or other subjects being focused during the activities, relating it/them to other prior information, triggered by the stories or by the drawings, the scenes of a narrative, the physical elements and characters of a tale. And regarding writing, drawing worked as a scaffolding, when the scenes drawn were meant for the organization of written texts or as a mnemonic device to trigger the necessary knowledge for the writing on the subject drawn. Regarding drawing, we found the use of free writing with the task of naming or writing a story drawn, as well as writing with the function of mediating the content of the developed activities.
3

Avaliação do crescimento e da composição corporal de crianças de 05 a 10 anos de idade de origem etnica germanica e brasileira

Roman, Everton Paulo 19 February 2004 (has links)
Orientador: Antonio de Azevedo Barros Filho / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-08-04T03:23:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Roman_EvertonPaulo_M.pdf: 5005675 bytes, checksum: 55da54a500b28cdc94c959c5b9a5b2b0 (MD5) Previous issue date: 2004 / Resumo: A avaliação das variáveis de crescimento e composição corporal tem se tornado cada vez mais um instrumento de aferição dos níveis de atividade fisica e saúde das populações. Este estudo teve como principal objetivo a avaliação do crescimento e da composição corporal de crianças de 5 a 10 anos de idade, das etnias gennânica e brasileira, realizado nas cidades de Foz do Iguaçu e Marechal Cândido Rondon, no estado do Paraná. Foram avaliadas 2.666 crianças, das quais 1.321 meninos e 1.345 meninas das duas' etnias. Mensurou-se o peso corporal, estatura, altura tronco cefálica, circunferência de braço e as dobras cutâneas tricipital (TR) e Subescapular (SE). Foram obtidas medidas derivadas do Índice de Massa Corporal (peso/estatura2), área de braço, área muscular de braço, área gorda de braço e soma das dobras (TR+SE). A análise estatística procedeu-se de forma descritiva, onde para a comparação das variáveis em cada idade e sexo foi utilizada a ANOVA. O nível de significância para o estudo foi de p < 0,05.0s resultados apresentaram-se semelhantes no peso corporal e na estatura quando comparados com outros estudos, porém quando comparados aos aspectos étnicos, as crianças de etnia germânica demonstraram serem mais altas quando comparadas às crianças de etnia brasileira. As meninas apresentaram maior quantidade de gordura acumulada nas regiões tricipital e subescapular e conseqüentemente na soma das dobras quando comparadas aos meninos e também a outros estudos. Nas medidas derivadas de circunferência de braço, as crianças de ambos os sexos das duas etnias apresentam maiores valores na Área gorda de Braço (AGB) quando comparadas aos valores da mediana do estudo de FRISANCHO (1990), porém menores valores na Área muscular de braço (AMB). O Índice de Massa Corporal (IMC) apresentou-se maior em ambos os sexos e etnias quando comparados a estudos de referência nacional e internacional, demonstrando que 10,9% das crianças de etnia brasileira estão acima do percentil95 em relação ao referencial de MUST, DALLAL e DIETZ (1991). Os resultados da ANOVA comparando o z escore corrigido para sexo independente da idade entre escola pública e particular demonstraram diferenças estatisticamente significativas entre as etnias apenas na estatura, e no fator escola (pública e particular) ocorreram diferenças estatisticamente significativas nas variáveis de peso, estatura e !MC, podendo-se concluir que houve maiores diferenças nos fatores ambientais do que em relação aos fatores étnicos / Abstract: The variety evaluation of the growing and body composition have became an checking instrument leveI in the physical activities and population health. This research had the principal evaluation goal the corporal growing and composition, in children with 5 and 10 years old, of Germany and Brazilian ethnics, in Foz do Iguaçu and Marechal Candido Rondon cities, in Parana State. 2.666 children had been evaluated, in which 1.321 boys and 1.345 girls in both ethics. Measured weight, stature, sitting height, arm circunference and the tricipital (TR) and Subscapular (SE) skinfolds. Had gotten derivated measuring the body mass index ( weight/height2),arm area, arm muscle area, arm fat area and the amount ofthe folders (TR+SE). The static's analysis procedure in the descriptive form, where to the variety comparation in which age and sex was utilized an ANOVA. The significance leveI for the study was p < 0,05. The results showed similar in the corporal weight and in the height when comparated with others research. Although they were compared in the ethnic aspects, the germany children showed been higher than the Brazilian children. The girls showed more fat quantity accumulate in the tricipital and sub scapular regions in consequence in the amount of the folders when compared with the boys and others research. In the derivates measuring of arm circunference, children the both sex and ethnic showed more values in the fat arm area ( FAA) when compared with the median value ofthe FRISANCHO (1990) research, although smaller values in the arm muscular area (AMA)The body mass index (BMI) showed bigger in both sex and ethnics when comparated with the national and international referential research, showing that 10,9% of the Brazilian children are above the perceptual 95 in relation ofthe MUST, DALLAL ÁND DIETZ (1991) referential. The ANOVA results comparing the % score correcting to sex independent the age between public and private school showed significant static' s differences between the ethnics only in the height, and in the factor school (public and private) occurred significant static's differences in the variable of fat, height and BMI, in this way concluded that there was more differences in the ambient factors than in relation the ethnic' s factors / Mestrado / Saude da Criança e do Adolescente / Mestre em Saude da Criança e do Adolescente
4

Transformando o olhar : as práticas educativas e introdução de alimentos na dieta de crianças

Santos, Ednamara Filomena dos January 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2007. / Submitted by Camila Mendes (camila@bce.unb.br) on 2010-01-14T19:06:32Z No. of bitstreams: 1 2007_EdnamaraFilomenadosSantos.pdf: 1367255 bytes, checksum: edcad4fb7afb0521be9bb871f93700af (MD5) / Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-01-18T23:12:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_EdnamaraFilomenadosSantos.pdf: 1367255 bytes, checksum: edcad4fb7afb0521be9bb871f93700af (MD5) / Made available in DSpace on 2010-01-18T23:12:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_EdnamaraFilomenadosSantos.pdf: 1367255 bytes, checksum: edcad4fb7afb0521be9bb871f93700af (MD5) Previous issue date: 2007 / Este estudo analisa práticas educativas e seu significado na construção do conhecimento sobre a introdução de alimentos não lácteos na dieta da criança. A introdução destes alimentos ocorre quando o paladar ainda não foi pervertido pelo excesso de sal e açúcar, de forma que, quando bem orientada, pode contribuir para uma alimentação saudável. A nutrição de uma população depende tanto de uma alimentação equilibrada quanto da sua educação e cultura. Assim, as práticas educativas em saúde têm passado por uma redefinição de seus objetivos na busca por uma renovação teórico-metodológica que incorpore o diálogo no processo educativo. Nesta perspectiva, o profissional de saúde deixa de ser o centro deste processo e assume o papel de mediador da relação usuárias-conhecimento, no qual o ponto de partida é a realidade dos sujeitos, suas percepções e visão de mundo, de onde uma reflexão crítica e sucessivas aproximações de realidades possibilitam a transformação dos envolvidos. Este estudo foi realizado em dois Centros de Saúde da Regional de Saúde de Sobradinho - DF. Foram analisados todos os prontuários das crianças que completaram sete meses de idade em janeiro de 2006.. Os prontuários foram organizados segundo a participação da mãe/usuária nas práticas educativas – coletiva (palestra e oficina) e/ou individual (consulta) – e dezesseis foram selecionados, aleatoriamente, oito crianças de cada centro de saúde. Em seguida, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com suas mães/cuidadoras. O recurso da observação direta, com auxílio de áudio e vídeo, foi também usado, além de questionário aplicado aos profissionais de saúde com o objetivo de caracterizar e comparar as práticas educativas. Os resultados apontaram que, no Centro de Saúde A, a palestra reflete a tendência pedagógica liberal tradicional, enquanto a estratégia da oficina se aproxima da tendência progressista libertadora no centro B. Ao contrastar as práticas educativas dos dois Centros, observa-se que as estratégias coletivas contribuíram mais para a construção do conhecimento das usuárias, especialmente no Centro de Saúde que utiliza a oficina como estratégia metodológica, possivelmente por permitir maior participação e troca de experiências. Desta forma, nas práticas em que as dimensões culturais e afetivas da alimentação não foram consideradas, as recomendações foram pouco incorporadas no cotidiano dos envolvidos. Além disso, as usuárias relataram que esta introdução representa ansiedade, estresse, demanda paciência e implica em ajustes que extrapolam a adaptação da criança ao alimento: ela demanda, sobretudo, a reorganização familiar e de papéis sociais. Elas apontaram que sofrem influências da família e outras pessoas nesta fase, especialmente quanto à alimentação e amamentação. Neste cenário, podemos considerar que as práticas educativas influenciam o comportamento das usuárias e do seu entorno em relação à alimentação, podendo promover transformações no seio familiar. Em suma, este estudo ratifica a importância da utilização de práticas educativas baseadas em metodologias ativas, uma vez que elas contribuem com a transformação das práticas educativas nos serviços de saúde e na construção de uma rede de apoio em direção à autonomia para uma alimentação saudável. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This study analyses educational practices and their importance in the building of knowledge about non-lacteous food introduction in the child’s diet. The introduction of these aliments occurs when the taste hasn’t been yet perverted by the excess of salt and sugar, which means that, when well oriented, it can contribute to a healthy diet. A population’s nutrition depends on its access to a well balanced diet, its education and its culture. Therefore, educational practices in health have been going through a redefinition of purposes, searching for a theoretical and methodological renovation that incorporates the idea of dialogue in the educational process. In this perspective, the health professional is no longer the center of this process, but a mediator in the caretakers-knowledge relation. The starting point is the individual’s reality, its perspectives and world vision, from where a transformation within those involved is possible through critical thinking and successive reality approximations. This study was developed in two health centers in the Health Region of Sobradinho – DF. All charts of children who had completed seven months old on January 2006, when the collection of data began, were analyzed. They were organized according to the mother’s/caretaker’s participation in the educational practices, which could be in groups (lecture and workshop) and/or individually (consult). After that, sixteen of them were randomly selected, eight from each health center. The mothers/caretakers of the selected children were interviewed, using a semi-structured script. Other methodological instruments of data collection were direct observation of the educational practices, using audio and video media, and a questionnaire answered by the health professionals of the centers, which was built with the purpose of characterizing and comparing the educational practices used. The obtained results indicated that, in health center A, the lectures reflect the liberal traditional pedagogical trend, as health center B showed that the workshop strategy is more similar to the progressive freeing tendency. When the educational practices from both centers were compared, it was noticed that the group strategies contributed more to the building of knowledge among the caretakers especially for the users who attended the health center that used the methodological strategy of the workshop, possibly because it allowed more participation and exchange of experiences between the caretakers. Therefore, the practices that did not consider the cultural and affective dimensions of eating were not well incorporated in the caretakers’ everyday life. Furthermore, the centers’ users have said that this introduction of food causes anxiety and stress, demanding patience and implicating adjustments that go beyond the child’s adaptation to the food: they demand, above all, reorganizing the family and their members’ social roles. They indicated that they suffer strong influences from their family and other people during this period, especially concerning the feeding and breastfeeding of their children. As a consequence, we can presume that educational practices influence not only their behavior but also of those around them, concerning the child’s diet and feeding, which implies that they can promote transformations in the familiar system. In summary, this study ratifies the importance of using educational practices based on active methodologies, once they contribute to transform educational practices in health services and to build a social network towards the autonomy for a healthy diet.
5

Desvios fonológicos em pré-escolares no município de Porto Velho - Rondônia : um estudo transversal

Ramalho, Marcia Suely Souza de Castro 15 April 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2011. / Submitted by Débora Amorim Romcy Pereira (deboraromcy@bce.unb.br) on 2011-06-29T13:10:10Z No. of bitstreams: 1 2011_MarciaSuelySouzaDeCastroRamalho.pdf: 1250921 bytes, checksum: 57c555611403bd7cbc8d7b1d433d64e6 (MD5) / Approved for entry into archive by Elna Araújo(elna@bce.unb.br) on 2011-07-04T16:34:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_MarciaSuelySouzaDeCastroRamalho.pdf: 1250921 bytes, checksum: 57c555611403bd7cbc8d7b1d433d64e6 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-07-04T16:34:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_MarciaSuelySouzaDeCastroRamalho.pdf: 1250921 bytes, checksum: 57c555611403bd7cbc8d7b1d433d64e6 (MD5) / Esta pesquisa teve por objetivos: verificar a prevalência de desvios fonológicos em crianças de 4 a 6 anos que freqüentam escolas municipais de Porto Velho - Rondônia; investigar possíveis influências das variáveis: idade, gênero e classe sócio-econômica sobre a prevalência; e determinar a maior incidência dos processos fonológicos apresentados pelas crianças. A amostra foi formada por 738 crianças de ambos os sexos, na faixa etária de 4:0 a 6:11, de níveis socioeconômicos baixo, médio e alto, que foram submetidas à triagens fonoaudiológicas e à avaliação fonológica. Utilizou-se o Teste Qui-quadrado de Pearson e Teste Exato de Fisher, com nível de significância de 5% (p<0,05), para análise estatística. A prevalência do desvio fonológico foi de 8,27% na população estudada e distribuída da seguinte forma: na variável gênero, 11,38% para o gênero masculino e 5,14% para o feminino; nas faixas etárias, 8,06% para as crianças de 4:0 a 4:11, 8,58% para as crianças de 5:0 a 5:11, e 8,16% para as crianças de 6:0 a 6:11; no aspecto sócio-econômico, 7,85% dos sujeitos de nível sócio-econômico baixo, 8,79% do nível médio, e 8,16% do nível alto. Os processos fonológicos mais prevalentes foram os de estruturação silábica, quando comparados aos de substituição, sendo que o processo fonológico mais tardiamente eliminado foi o de redução de encontro consonantal. Conclui-se, dessa forma, que há alta prevalência de desvio fonológico em crianças de 4:0 a 6:11, com variações na manifestação do desvio nas variáveis gênero e nível sócio-econômico, sendo diferentes quando analisada a idade da criança. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This study aimed to investigate the prevalence of phonological disorders in children 4 to 6 years old who attend schools of in Porto Velho - Rondônia, varying according to age, gender and socioeconomic class, and the to analyse the higher prevalence of phonological processes used by children. The sample comprised 738 children of both sexes, aged from 4:0 to 6:11, with low, medium, and high socioeconomic levels. All children were subjected to screening and speech-language phonological assessment. The chi-square test and Fisher's exact test, with significance level of 5% (p <0.05) comprised the statistical analysis. The 8,27% prevalence of phonological disorders in the studied population, was distributed according the variables as follows: 11.38% for males and 5.14% for females, 8.06% for 4:0 to 4:11 years old, 8.58% for children aged 5:0 to 5:11, and 8.16% for children aged 6:0 to 6:11. Regarding the socio-economic aspect, the phonological disorders reached the percentages of 7.85%, 8.79% and 8.16% at low, medium and high levels respectively. The most prevalent phonological processes were the syllabic structure, when compared to replacement, while the latest eliminated phonological process was the consonantal cluster. Therefore, we conclude that there is high prevalence of phonological disorders in children aged from 4:0 to 6:11, with variations in the manifestation of the deviation according to gender or socioeconomic status, when age is cogitated.
6

Evolução clinica e estado nutricional de crianças com pneumonia internadas no pronto-socorro de pediatria do hospital das clinicas da Universidade Estadual de Campinas

Riccetto, Adriana Gut Lopes, 1965- 31 July 2018 (has links)
Orientador : Andre Moreno Morcillo / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-31T20:09:01Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Riccetto_AdrianaGutLopes_M.pdf: 11422856 bytes, checksum: 97a33df3e8d65dcf353bcb13a00bb7f0 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: As infecções respiratórias agudas são responsáveis por cinco milhões de mortes a cada ano em crianças menores de cinco anos nos países em desenvolvimento. Setenta por cento desses óbitos são secundários à pneumonias. A desnutrição é considerada um dos fatores predisponentes à pneumonia e outras infecções. A relação entre a desnutrição e evolução desfavorável das pneumonias já foi estudada por vários autores assim como a associação entre desnutrição, resposta imunológica deficiente e ocorrência de infecções graves. No grupo de pacientes que necessitam de internação para tratamento da pneumonia, há a preocupação em encontrar fatores associados à pior evolução. A influência da desnutrição nos casos de pneumonia permite atribuir à avaliação antropométrica um papel importante no estabelecimento do prognóstico desta doença em crianças. Com o objetivo de avaliar a evolução de pacientes internados com pneumonia, no pronto-socorro de pediatria do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas, foram avaliadas 85 crianças maiores de 3 meses e menores de 5 anos de idade, no período de abril de 1999 a novembro de 2000. Nestas crianças foi estudada a associação entre a evolução de pneumonia com sexo, idade, etnia, peso ao nascer, idade e escolaridade maternas, renda familiar per capita e estado nutricional, avaliado pela classificação de Waterlow, distribuição dos escore z de peso/idade, altura/idade, peso/altura, perímetro braquial, prega cutânea tricipital, área de gordura braquial, área muscular braquial e índice de massacorporal. Em nossa casuística a distribuição quanto ao sexo mostrou predomínio de meninos; a faixa etária mais freqüente foi de crianças menores de um ano. Verificou-se a presença de desnutrição em 8,2% segundo a avaliação nutricional proposta por Waterlow, sendo que somente 3,5% apresentaram desnutrição aguda. Não encontramos associação entre desnutrição energético-protéica (DEP), verificada pela avaliação de peso/idade, altura/idade, peso/altura, perímetro braquial, prega cutânea tricipital, área muscular braquial, área de gordura braquial e índice de massa corporal e evolução para complicação. Entretanto, devemos levar em consideração que a prevalência de DEP encontrada foi muito menor que a relatada em outros estudos onde verificou-se esta relação. Houve uma maior quantidade de crianças nascidas com baixo peso em nossa casuística (10,6%) do que o esperado para a região (8,2%). Com relação à escolaridade materna, encontramos que 84,7% das mães completaram até 8 anos de estudo, enquanto o esperado para a região oeste do estado de São Paulo é de 59,1% de pessoas com esta escolaridade.A maior parte das mães (56,5%) tinham idade entre 20 e 30 anos; 22,4% eram menores de 20 anos. Quanto à renda familiar per capita, encontramos um menor percentual de famílias com renda per capita menor que 0,5 salário-mínimo do que o esperado para a região (7,6% contra 36,5%, respectivamente). Verificamos, também, que 75,3% das crianças eram anêmicas. Dados da Organização Mundial de Saúde mostram que 30% da população mundial têm anemia, sendo que este percentual pode variar de acordo com o país. Para crianças abaixo da idade escolar, a estimativa global de anemia é de 43%. Em diferentes estudos realizados no estado de São Paulo, encontrou-se anemia em 22,6 a 59,1% das crianças. As complicações ocorreram em 27 (31,8%) pacientes; dentre estes, 22 apresentaram uma e cinco apresentaram uma ou mais complicações. Derrames pleurais ocorreram em 12 pacientes (44,4%) e a atelectasias em seis (22,2%). Oito pacientes apresentaram insuficiência respiratória aguda, correspondendo a 9,4% do total de crianças estudadas. Em nossa casuística não houve óbitos. No grupo com complicações houve predomínio do sexo feminino / Abstract: Every year in developing countries, five million children under 5 years of age die as a result of respiratory infections and seventy percent of these deaths are secondary to pneumonia. Infection of the upper airways is considered a predisposing factor for pneumonia and is present in various strata of society. Malnutrition is also considered a predisposing factor for pneumonia and other infections. Many authors have studied the relationship between unfavorable evolution of pneumonia and malnutrition, as well the relationship between deficient immunological response and serious infections. In 1996, the World Health Organization introduced, in Brazil, a program for the verification of malnutrition and anemia as a strategy for evaluating pneumonia. When pneumonia patients are hospitalized there is a preoccupation concerning the factors that could help in an unfavorable evolution. Anthropometrical assessment plays an important role in establishing the prognosis of this disease in children as malnutrition is thought to influence pneumonia cases. From April1999 to November 2000, 85 children above the age of 3 months and below the age of 5 years, hospitalized with pneumonia at the pediatric emergency unit of the Hospital das Clinicas, UNlCAMP, were observed in order to assess their evolution. The relationship between pneumonia evolution and sex, age, ethnicity, birth weight, mother's age and education, per capita family income, nutritional condition was evaluated using the Waterlow classification and the z score for weight/age, height/age, weight/height, upperarm circurnference, triceps skinfold, brachial fat area, brachial muscle area and body mass index. The distribution of sex and age factors in this casuistic was similar to that of previous studies. Using the Waterlow classification, the degree of malnutrition found was 8.2% and 3.2% suffered from acute malnutrition. In this study, the number of children bom with a low birth weight was higher (10.6%) than expected. It was found that 84.7% of the mothers hand up to 8 years of schooling, while the percentage for the westem region of the São Paulo State was 59.1%. Most of the mothers (56.5%) were between 20 years to 30 years and 22.4% were below the age of 20 years. The number of families with a per capita family income of less than 50% of a minimum salary was lower (7.6%) than the percentage for the entire region (36.5%). It was also observed that 75.3% ofthe children in this sample were anemic. The World Health Organization reports show that 30% of the world population is anemic, but this percentage varies in accordance with the country. The estimate of global anemia for children below school going age is 43%. A survey conducted in the State of São Paulo found that 22.6% to 59.1% of the children were anemic. Complications occurred in 27 patients (31.8%) - 22 patients had 1 complication and 5 patients had more than one complication. Pleural effusions occurred in 12 patients (44.4%), 6 patients (22.2%) had atelectasis and 8 patients (9.4%) presented acute respiratory insufficiency (ARI). No deaths occurred in this casuistic. Females predominated in the group with complications but this factor was not compatible with the information in literature. As there were no other factors that contributed towards an unfavorable evolution of pneumonia, this factor could be considered accidental because of the number of patients in this study. On the whole, malnutrition did not prove to be a determining factor for complications. However, a similar study conducted with populations having a higher percentage of malnutrition may detect the differences found by other studies / Mestrado / Pediatria / Mestre em Saude da Criança e do Adolescente
7

Valores de referência de cortisol salivar para a avaliação adrenal em crianças menores de três anos, sem patologias /

Silva, Margarete Lopes da January 2002 (has links)
Resumo: Estabelecer nível de normalidade de cortisol salivar em crianças menores de três anos, saudáveis, assim como identificar período etário possível de maturidade do eixo hipotálamo-hipofisárioadrenal. Métodos: Dosagem de cortisol salivar por método de radioimunoensaio. Resultados: Não foram observadas diferenças significativas na dosagem de cortisol salivar entre as faixas etárias estudadas. Todos os grupos apresentaram uma produção elevada de cortisol pela manhã e reduzida à tarde. Conclusões: Considerou-se como valor de normalidade no percentil 50 para menores de três anos, sem patologias de 160ng/dl (cortisol salivar cedo) e de 101ng/dl (cortisol salivar tarde). A partir de 45 dias de vida, a criança tem a capacidade de produzir um ritmo circadiano normal. / Abstract: To establish normal salivary cortisol levels for healthy children under 3 years old, and to identifiy the possible age of maturity of the hypothalamo-pituitary-adrenal axis. Methods: Salivary cortisol dosage by radioimmunoassay. Results: There were no significant differences in salivary cortisol dosage between the age bands studied. All groups displayed higher cortisol production in mornings than afternoons. Conclusions: The normal value was considered as the median, and was 160ng/dl (early salivary cortisol) and 101ng/dl (late salivary cortisol). Starting at 45 days old, the child was able to produce in a normal circadian rhythm. / Orientador: Giesela Fleischer Ferrari / Coorientador: Márcia Carvalho Mallozi / Mestre
8

A influencia de diferentes níveis de atividade física e sexo sobre a aptidao aeróbia e anaeróbia de crianças pré-púberes da cidade de Curitiba/PR

Brum, Vilma Pinheiro da Cruz 05 September 2012 (has links)
No description available.
9

Valores de referência de cortisol salivar para a avaliação adrenal em crianças menores de três anos, sem patologias

Silva, Margarete Lopes da [UNESP] January 2002 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:01Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2002Bitstream added on 2014-06-13T19:07:04Z : No. of bitstreams: 1 silva_ml_me_botfm.pdf: 3821422 bytes, checksum: ddd0b98dc6e3716dc162cecee232bc0f (MD5) / Estabelecer nível de normalidade de cortisol salivar em crianças menores de três anos, saudáveis, assim como identificar período etário possível de maturidade do eixo hipotálamo-hipofisárioadrenal. Métodos: Dosagem de cortisol salivar por método de radioimunoensaio. Resultados: Não foram observadas diferenças significativas na dosagem de cortisol salivar entre as faixas etárias estudadas. Todos os grupos apresentaram uma produção elevada de cortisol pela manhã e reduzida à tarde. Conclusões: Considerou-se como valor de normalidade no percentil 50 para menores de três anos, sem patologias de 160ng/dl (cortisol salivar cedo) e de 101ng/dl (cortisol salivar tarde). A partir de 45 dias de vida, a criança tem a capacidade de produzir um ritmo circadiano normal. / To establish normal salivary cortisol levels for healthy children under 3 years old, and to identifiy the possible age of maturity of the hypothalamo-pituitary-adrenal axis. Methods: Salivary cortisol dosage by radioimmunoassay. Results: There were no significant differences in salivary cortisol dosage between the age bands studied. All groups displayed higher cortisol production in mornings than afternoons. Conclusions: The normal value was considered as the median, and was 160ng/dl (early salivary cortisol) and 101ng/dl (late salivary cortisol). Starting at 45 days old, the child was able to produce in a normal circadian rhythm.
10

A infância da pós-modernidade e o projeto moderno inconcluso /

Zadorosny, Keity Jeruska Alves dos Santos. January 2006 (has links)
Orientador: Carlota Boto / Banca: Amarílio Ferreira Junior / Banca: Marcus Vinicius da Cunha / Banca: José Vaidergorn / Banca: Roseli Fischmann / Doutor

Page generated in 0.1107 seconds