• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 2048
  • 527
  • 79
  • 18
  • 14
  • 3
  • 2
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 2770
  • 626
  • 600
  • 496
  • 459
  • 429
  • 325
  • 320
  • 319
  • 287
  • 239
  • 236
  • 228
  • 219
  • 209
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Brunetter och blondiner : om ungdom och sexualitet i det mångkulturella Sverige

Forsberg, Margareta Unknown Date (has links)
Avhandling--Sociologi--Göteborgs Universitet, 2005? Résumé en anglais. Bibliogr. p. 300-307.
2

Adolescent females' reproductive health in Nigeria : a study on the legislation and socio-cultural impediments to abortion and against female circumcision

Omoyibo, Kingsley Ufuoma 2002 (has links)
Texte remanié de: Diss. Ph. D.--Sociology--Berlin--Freie Universität, 2002. Bibliogr. p. 177-194.
3

Percepción de los factores asociados a la reincidencia del embarazo en adolescentes en el Instituto Nacional Materno Perinatal

Calle Salazar, Elaine Esperanza 22 August 2015 (has links)
La presente investigación corresponde al informe final del Estudio Cualitativo, que tiene como objetivo general analizar las percepciones de los factores asociados a la reincidencia del embarazo en adolescentes de 10 y 19 años de edad atendidas en el Instituto Nacional Materno Perinatal del Perú. Metodología El diseño metodológico Mixto Pragmático corresponde principalmente a la metodología cualitativa y cuantitativa. La prioridad del enfoque Prágmatico es brindar el mismo status o un área intermedia a ambas metodologías para ampliar las dimensiones de la investigación y proponer una solución realista y trabajable. No obstante se contó con una fase de proceso de análisis mixto, cualitativo el cual fue mediante el Software Atlas.Ti 6.2. y cuantitativo mediante el Software SPSS. El área de estudio fueron adolescentes con segundo parto atendidas en el Instituto Nacional Materno Perinatal, ente rector el Ministerio de Salud de Perú. Se realizó un total de 120 entrevistas-encuestas, además se contó con el consentimiento y asentimiento informado en base a las consideraciones éticas para la investigación clínica.
4

Le point de vue d'adolescentes adoptées à l'international sur leurs relations sociales, familiales et leur identité

Turbide, Catherine. 2007 (has links) (PDF)
Thèse (M.Serv.soc.)--Université Laval, 2007. Bibliogr.: f. [141]-148. Publié aussi en version électronique dans la Collection Mémoires et thèses électroniques.
5

Claridad del autoconcepto, autoestima y bienestar subjetivo en adolescentes de zonas urbano marginales

Barrientos Garate, Karina Estela del Socorro 2016 (has links)
Resumen: El presente estudio tuvo como objetivo analizar las relaciones entre Claridad del Autoconcepto, Autoestima y Bienestar Subjetivo en un grupo de adolescentes de zonas urbano-marginales. Para fines de la investigación, se aplicó la Escala de Claridad del Autoconcepto, la Escala de Autoestima y la Escala de Bienestar Subjetivo a 128 adolescentes entre 12 y 18 años. Se encontró correlaciones significativas entre Autoestima y los tres componentes del Bienestar Subjetivo para el grupo de mujeres, y tan solo una correlación significativa entre Autoestima y Afecto Negativo para el grupo de hombres. Además, las correlaciones parciales muestran que la Autoestima sostiene la relación entre Claridad del Autoconcepto y Bienestar Subjetivo para el total de participantes. Finalmente, no se hallaron diferencias significativas según género respecto a los puntajes obtenidos en las distintas escalas, y correlaciones significativas pero pequeñas, entre afecto positivo y edad. Abstract: This study aimed to analyze the relationship between Self-concept clarity, Selfesteem and Subjective Well-Being in a group of adolescents from urban-marginal areas. For research purposes the Self-Concept Clarity Scale, the Self-esteem Scale and the Subjective Well-Being Scale were applied to 128 adolescents between 12 and 18 years. Significant correlations were found between Self-esteem and the three components of the Subjective Well-Being in women’s group and just one significant correlation between Selfesteem and Negative Affect in men’s group. In addition, partial correlations show that Selfesteem maintained the relationship between Self-concept clarity and Subjective Well- Being for all participants. Finally, no significant differences were found by gender in respect of the scores obtained in the different scales, and significant but small correlations between positive affect and age. Tesis
6

Autoestima, claridad de autoconcepto y salud mental en adolescentes de Lima Metropolitana

Castañeda Díaz, Anna Kare 2013 (has links)
La presente investigación tuvo por objetivo analizar la relación entre autoestima, claridad de autoconcepto y salud mental en un grupo de adolescentes de Lima Metropolitana. Para ello, se aplicaron la Escala de Autoestima de Rosenberg (RSES), la Escala de Claridad de Autoconcepto (SCCS) y el Inventario de Problemas Conductuales (YSR) a 355 participantes (204 varones y 151 mujeres) entre 14 y 17 años. Los resultados obtenidos muestran diferencias significativas según sexo. Las adolescentes puntúan menos en autoestima y más en problemas de internalización que los varones, asimismo se han nivelado con ellos en comportamientos problemas globales. La claridad de autoconcepto es más relevante para los varones que para las mujeres en las escalas sindrómicas, y es clave en problemas externalizados para ambos sexos. Para el grupo de mujeres, la autoestima resulta ser importante para trastornos de internalización. The aim of this research was to analyze the relation between the self-esteem, selfconcept clarity and mental health in a group of adolescentsin Metropolitan Lima. To accomplish this purpose, the Rosenberg Self-Esteem Scale (RSE), Self-Concept Clarity Scale (SCCS) and Youth Self Report (YSR) were applied to 355 participants (204 men and 151 women) aged 14 to 17 years. The results show significant differences by sex. In male adolescent self-concept clarity is more relevant than in female adolescents for syndrome scales and is crucial for externalizing problems in both sexes. Female adolescent scored lower self-esteem and greater internalizing problems than the male ones and women have leveled in global behavior problems with men. For the same group of women, self-esteem is important in internalizing disorders. Tesis
7

Práticas musicais extra-escolares de adolescentes : um survey com estudantes de ensino médio na cidade de Londrina/PR

Rabaioli, Inácio 2002 (has links)
Esta pesquisa teve por objetivo investigar as práticas musicais extra-escolares de adolescentes que freqüentam ensino médio na cidade de Londrina/PR. Utilizando metodologia de survey, com uma amostra estratificada de 364 estudantes, procurou-se identificar regularidades e diferenças nas práticas musicais dessa população, a qual foi constituída a partir de uma estratificação por sexo e por diferentes níveis de status econômico. A partir da análise dos dados recolhidos através de um questionário auto-administrado com maioria de questões fechadas, descreve-se os hábitos musicais dos adolescentes pesquisados, em relação à quantidade e assiduidade das práticas de fruição e produção direta de música, bem como são identificados os lugares e recursos por eles utilizados para desenvolvê-las. A análise dos dados revela que a acessibilidade a determinados recursos e/ou práticas tende a evidenciar índices diferenciados de fazeres musicais realizados pelos diferentes estratos sociais. Revela ainda que, entre os diferentes estratos, existem similaridades nos índices de execução de algumas práticas, a exemplo do canto, e diferenças acentuadas em outras, como no caso da execução instrumental. A partir da análise da totalidade dos dados recolhidos, pode-se confirmar a intensa assiduidade com que a música é praticada pelos adolescentes fora do ambiente escolar, seja através de sua fruição, seja através de sua execução ou criação.
8

Práticas musicais extra-escolares de adolescentes : um survey com estudantes de ensino médio na cidade de Londrina/PR

Rabaioli, Inácio 2002 (has links)
Esta pesquisa teve por objetivo investigar as práticas musicais extra-escolares de adolescentes que freqüentam ensino médio na cidade de Londrina/PR. Utilizando metodologia de survey, com uma amostra estratificada de 364 estudantes, procurou-se identificar regularidades e diferenças nas práticas musicais dessa população, a qual foi constituída a partir de uma estratificação por sexo e por diferentes níveis de status econômico. A partir da análise dos dados recolhidos através de um questionário auto-administrado com maioria de questões fechadas, descreve-se os hábitos musicais dos adolescentes pesquisados, em relação à quantidade e assiduidade das práticas de fruição e produção direta de música, bem como são identificados os lugares e recursos por eles utilizados para desenvolvê-las. A análise dos dados revela que a acessibilidade a determinados recursos e/ou práticas tende a evidenciar índices diferenciados de fazeres musicais realizados pelos diferentes estratos sociais. Revela ainda que, entre os diferentes estratos, existem similaridades nos índices de execução de algumas práticas, a exemplo do canto, e diferenças acentuadas em outras, como no caso da execução instrumental. A partir da análise da totalidade dos dados recolhidos, pode-se confirmar a intensa assiduidade com que a música é praticada pelos adolescentes fora do ambiente escolar, seja através de sua fruição, seja através de sua execução ou criação.
9

Práticas musicais extra-escolares de adolescentes : um survey com estudantes de ensino médio na cidade de Londrina/PR

Rabaioli, Inácio 2002 (has links)
Esta pesquisa teve por objetivo investigar as práticas musicais extra-escolares de adolescentes que freqüentam ensino médio na cidade de Londrina/PR. Utilizando metodologia de survey, com uma amostra estratificada de 364 estudantes, procurou-se identificar regularidades e diferenças nas práticas musicais dessa população, a qual foi constituída a partir de uma estratificação por sexo e por diferentes níveis de status econômico. A partir da análise dos dados recolhidos através de um questionário auto-administrado com maioria de questões fechadas, descreve-se os hábitos musicais dos adolescentes pesquisados, em relação à quantidade e assiduidade das práticas de fruição e produção direta de música, bem como são identificados os lugares e recursos por eles utilizados para desenvolvê-las. A análise dos dados revela que a acessibilidade a determinados recursos e/ou práticas tende a evidenciar índices diferenciados de fazeres musicais realizados pelos diferentes estratos sociais. Revela ainda que, entre os diferentes estratos, existem similaridades nos índices de execução de algumas práticas, a exemplo do canto, e diferenças acentuadas em outras, como no caso da execução instrumental. A partir da análise da totalidade dos dados recolhidos, pode-se confirmar a intensa assiduidade com que a música é praticada pelos adolescentes fora do ambiente escolar, seja através de sua fruição, seja através de sua execução ou criação.
10

Prevalência de hipertensão arterial entre adolescentes escolares brasileiros : revisão sistemática e meta-análise Prevelance of hypertension in adolescent brazilian students : systematic review and meta-analysis

Gonçalves, Vivian Siqueira Santos 27 February 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Nutrição Humana, 2015. Submitted by Ana Cristina Barbosa da Silva (annabds@hotmail.com) on 2015-04-22T18:10:46Z No. of bitstreams: 1 2015_VivianSiqueiraSantosGonçalves_Parcial.pdf: 456980 bytes, checksum: d91fffd6f60264dfa5a4b284198a5ad0 (MD5) Approved for entry into archive by Ruthléa Nascimento(ruthleanascimento@bce.unb.br) on 2015-04-28T18:43:16Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_VivianSiqueiraSantosGonçalves_Parcial.pdf: 456980 bytes, checksum: d91fffd6f60264dfa5a4b284198a5ad0 (MD5) Made available in DSpace on 2015-04-28T18:43:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_VivianSiqueiraSantosGonçalves_Parcial.pdf: 456980 bytes, checksum: d91fffd6f60264dfa5a4b284198a5ad0 (MD5) Introdução: A hipertensão arterial sistêmica é sintetizada pelas Sociedades Brasileiras de Cardiologia, Hipertensão e Nefrologia como uma doença multifatorial caracterizada por níveis elevados e sustentados de pressão arterial. O sobrepeso e obesidade são fatores de risco para alterações na pressão arterial, assim como sedentarismo, ingestão excessiva de álcool e sal, dentre outros. A hipertensão tem sido descrita como cada vez mais prevalente na população adolescente. Objetivo: Avaliar a prevalência de hipertensão arterial em adolescentes escolares reportada em estudos com brasileiros. Métodos: Os artigos foram pesquisados nos bancos de dados MEDLINE, Scopus, Embase, Web of Science, Adolec, SciELO e LILACS. A literatura cinzenta foi consultada através das bases Tripdatabase e Banco de Dissertações e Teses da Capes. As listas de referências bibliográficas dos estudos relevantes foram consultadas para identificar artigos potencialmente elegíveis. Não foram aplicadas restrições em relação à data de publicação, idioma ou status de publicação. Os estudos foram selecionados por duas avaliadoras independentes que também extraíram os dados e avaliaram a qualidade metodológica seguindo oito critérios relacionados à amostragem, à mensuração da pressão arterial e à apresentação dos resultados. Calculou-se a meta-análise e foram realizadas análises de sensibilidade, do viés de publicação e investigação de heterogeneidade. Resultados: A triagem na literatura identificou 1.577 artigos, dos quais 22 foram incluídos, correspondendo a 17 estudos e abrangendo 14.115 adolescentes, sendo 51,2% (n=7.230) do sexo feminino. A prevalência de hipertensão arterial foi de 8% (IC 95%: 5,0-11; I2= 97,6%) e numericamente mais frequente no sexo masculino e na região Sul. A análise de sensibilidade pela estratificação em subgrupos não eliminou a heterogeneidade e a metarregressão não identificou as suas causas. Identificou-se efeito de estudos pequenos. Conclusão: Apesar das diferenças encontradas nas metodologias dos estudos incluídos, os resultados dessa revisão sistemática indicam que a hipertensão arterial é prevalente na população adolescente escolar no Brasil. Para investigações futuras sugere-se a padronização de técnicas, equipamentos e referências visando a melhoria da qualidade metodológica dos estudos. Introduction: Hypertension is described by the Brazilian Societies of Cardiology, Hypertension, and Nephrology as a multifactorial clinical condition characterized by sustained high blood pressure. Overweight and obesity are risk factors for blood pressure changes, as well as physical inactivity, and alcohol and salt abuse, among others. Hypertension has been described as increasingly prevalent in the adolescent population. Objective: To assess the prevalence of hypertension in adolescent Brazilian students. Methods: The articles were selected from the databases MEDLINE, Scopus, Embase, Web of Science, Adolec, SciELO, and LILACS. Grey literature articles were searched in the databases Tripdatabase and Capes Thesis and Dissertation Bank. The references of the selected studies were reviewed to identify possibly eligible studies. No restrictions were used with respect to publication date, language, or publication status. The studies were selected by two independent reviewers who also extracted the data and assessed the methodological quality according to eight criteria related to sampling, blood pressure measurement, and result presentation. The meta-analysis was calculated followed by analyses of sensitivity, publication bias, and heterogeneity. Results: Literature screening resulted in 1,577 articles of which 22 were included, corresponding to 17 studies with 14,115 adolescents, 51.2% (n=7,230) females. The prevalence of hypertension was 8% (95% confidence interval (95%CI): 5.0-11; I2 = 97.6%), numerically more frequent in males and in the Southern region. Sensitivity analysis by subgroup stratification did not eliminate heterogeneity and meta-regression did not identify its causes. The effect of small studies was identified. Conclusion: Despite the different methodologies used by the studies, the results of this systematic review indicate that hypertension is prevalent in adolescent Brazilian students. Future investigations should standardize the techniques, equipment, and references to improve their methodological quality.

Page generated in 0.0803 seconds