• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 680
  • 30
  • 30
  • 30
  • 30
  • 16
  • 8
  • 5
  • 3
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 701
  • 294
  • 127
  • 91
  • 68
  • 59
  • 59
  • 58
  • 52
  • 46
  • 46
  • 44
  • 43
  • 40
  • 40
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudo dos complexos dos ácidos 4-metoxibenzalpirúvico e cinamalpirúvico com os íons Cd(II) e Co(II)

Santos, Marcela Fonseca January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. / Made available in DSpace on 2012-10-18T00:49:12Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T18:38:19Z : No. of bitstreams: 1 175069.pdf: 5969349 bytes, checksum: 3613437121f42e3e88727e5ae27eda2c (MD5) / Neste trabalho, as sínteses do cinamalpiruvato de sódio e do 4-metoxibenzalpiruvato de sódio foram realizados com melhores rendimentos obtidos por ligeiras modificações no processo de síntese. Soluções desses compostos foram mantidas em diversos valores de p[H], indicando serem esses compostos estáveis. A análise termogravimétrica dos ligantes e do complexo Cd(4-MeOBP) e no estado sólido foi realizada em ambiente inerte (N2) e em atmosfera dinâmica de ar comprimido. As energias de ativação determinada pelo método de Fremann-Carrol sugerem que a decomposição ocorre com a variação do mecanismo com a fração de decomposição. As constantes de protonação do H-4 MeOBP e HCP e de complexação com os íons Co (II) e Cd (II) foram determinadas pelas técnicas de potenciometria e UV-visível em solução aquosa. O log das constantes de estabilidade são maiores para os complexos de Co(II), um elemento essencial, tanto para o 4-Me OBP como para o CP, quando comparados com o log K dos complexos de Cd(II), um elemento tóxico.
2

Obtenção e caracterização de filmes de PHB e de blendas de PHB com borracha natural /

Fuzari Junior, Gilberto de Campos. January 2008 (has links)
Resumo: Filmes de PHB puro e de blendas de PHB com borracha natural foram obtidos por prensagem a quente e por "casting" e foram avaliados segundo as propriedades morfológicas, estruturais, térmicas e mecânicas, além de sua suscetibilidade à biodegradação. As blendas mostraram-se imiscíveis. Verificou-se que o processamento e a presença de borracha provocaram mudanças na configuração cristalina do PHB. A presença de borracha aumentou o grau de cristalização do PHB. Filmes tratados termicamente entre 60 e 70oC, apresentaram menor grau de cristalinidade, os quais permanecem estáveis quando resfriados à temperatura ambiente. O processamento por prensagem garantiu certa estabilidade ao filme de PHB puro em relação à degradação isotérmica, por ocasionar a compactação das cadeias poliméricas, compactação essa que é influenciada pela presença de borracha. Para a degradação não isotérmica, um maior conteúdo de borracha elevou a temperatura de degradação efetiva. O aumento de borracha na blenda também ocasionou maior deformação das blendas, com decréscimo de rigidez. O processamento por prensagem garantiu uma maior deformação para filmes de PHB puro em relação ao processamento por casting, entretanto para blendas com grande quantidade de borracha o efeito mostrou-se contrário. Análises de biodegradação em solo mostraram um material potencialmente biodegradável, sendo que a presença de borracha não atrapalhou o ataque microbiano / Abstract: Pure PHB films and blends of PHB and natural rubber (in films form), were obtained by hot pressing and by casting and its morphological, structural, thermal and mechanical properties were studied using appropriated techniques. The susceptibility to the biodegradation was also analyzed. The blends did not show miscibility and crystallization degree of PHB in the blend showed to be dependent of rubber content and also film processing. Lower degree of crystallization was observed on films treated in the temperature range of 60oC to 70oC. This crystallization remains stable when the temperature drops to room temperature. Pure PHB films obtained by hot pressing showed stability regards to the isothermal degradation due to the polymer chain compaction, which is influenced by the rubber inclusion. The temperature degradation was increased as the rubber content was increased. The increasing content of rubber in the blend films also provide higher deformation with decreasing of stiff. Pure PHB films obtained by hot pressing showed higher deformation then those obtained by casting. However, for blend films with high rubber content, the effect was observed in the other way around. Furthermore, biodegradation analyzes in soil showed that the material is biodegradable and the rubber inclusion does not disturb the microbial attack / Orientador: José Antônio Malmonge / Coorientador: Luiz Francisco Malmonge / Banca: Walter Katsumi Sakamoto / Banca: Valtencir Zucolotto / Mestre
3

Estudo da biodegradação e do potencial de utilização de polilactato (pla) como embalagem para alimento fermentado /

Bueno, Roberto Lúcio Corrêa, Tavares, Lorena Benathar Ballod, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental. January 2010 (has links) (PDF)
Orientador: Lorena Benathar Ballod Tavares. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Tecnológicas, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental.
4

Estudo da biodegradação de penas por comunidades microbianas

Arruda, Danielle Campiol January 2010 (has links)
A alta produção avícola nacional gera milhares de toneladas de penas de aves como resíduo por ano. Considerando que este resíduo é composto por aproximadamente 90% de queratina, a busca pelo tratamento e reaproveitamento desta proteína torna-se de grande interesse ambiental e econômico. A biodegradação por diversos microrganismos tem sido abordada como uma alternativa ao atual tratamento termo-mecânico. Este trabalho tem como objetivo estudar a aplicação de diferentes bactérias em comunidades na degradação de dois resíduos provenientes da indústria aviária: penas de aves cruas e farinha de pena. Como ferramentas para montagem de comunidades microbianas foram avaliados dois planejamentos experimentais: Plackett-Burman e Fatorial Completo. O primeiro deles foi utilizado no rastreamento de bactérias importantes na degradação de penas de aves cruas, resultando na seleção de quatro bactérias (Bacillus subtilis S14, Bacillus cereus NP4, Bacillus subtilis NP5 e Macrococcus caseolyticus FCA7) e no incremento de 4% na degradação deste resíduo comparando os microrganismos isoladamente e em comunidades. Quando penas não autoclavadas foram utilizadas, a adição de Bacillus subtilis NP5 foi suficiente para aumentar a degradação de 14% para 33% O segundo planejamento avaliou a influência da presença de bactérias na degradação de farinha de penas. Assim como ocorre em penas de aves cruas, a bactéria Bacillus subtilis NP5 mostrou-se essencial para obtenção de alta degradação. Após observar a formação de biofilme sobre a superfície deste resíduo por microscopia eletrônica de varredura, foi avaliada a sua relação com a produção de queratinases e a degradação deste resíduo. Considerando as quatro bactérias isoladas e em comunidades, os resultados demonstram que não há uma relação direta entre os parâmetros avaliados. Porém, a maior degradação obtida pelo Bacillus subtilis NP5 parece envolver tanto a produção de queratinase quanto a alta formação de biofilme. / The high Brazilian poultry production generates thousands of tons of feathers as a waste, per year. Since its is composed of approximately 90% of keratin, the search for treatment and reuse of this protein becomes of great environmental and economic interest. The biodegradation by various microorganisms has been discussed as an alternative to replace the current thermo-mecanical treatment. This work aimed to investigate the application of different bacterial strains in communities during degradation of two keratin wastes from the poultry industry: raw feathers and feather meal. Two experimental designs were used as tools for microbial communities: Complete Factorial and Plackett-Burman. The first one was used to screen bacteria of importance in the degradation of raw feathers. It allowed the selection of four bacteria (Bacillus subtilis S14, NP4 Bacillus cereus, Bacillus subtilis NP5 and Macrococcus caseolyticus FCA7) and improved feather degradation in 4% by comparing the isolates and microbial communities. Using non-autoclaved feathers, the addition of Bacillus subtilis NP5 only was enough to increase the degradation of 14% to 33%. As occurs in raw feathers, the bacterium Bacillus subtilis NP5 was strongly involved and essential for obtaining high percentage of degradation. Biofilm formation in feather surface was demonstrated by scanning electron microscopy Whether this phenomenon was directly related to the production of keratinase and degradation of this waste was also evaluated. Considering the action of each bacterium strain alone or in communities, results show that there is not a direct relationship between the evaluated parameters. It was demonstrated that the highest degradation obtained by Bacillus subtilis NP5 appears to involve both the production of keratinase and high biofilm formation.
5

Biorremediação de sedimentos de manguezal contaminados com n-hexadecano por consórcio de actinobactérias imobilizado em esferas de quitosana

Aquino, Lyanderson Freitas de January 2015 (has links)
AQUINO, L. F. de. Biorremediação de sedimentos de manguezal contaminados com n-hexadecano por consórcio de actinobactérias imobilizado em esferas de quitosana. 2015. 54 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015. / Submitted by Geovane Uchoa (geovane@ufc.br) on 2016-06-22T14:07:01Z No. of bitstreams: 1 2015_dislfdeaquino.pdf: 1043349 bytes, checksum: caa0e71b81a94be9f97fb9ebec4c811a (MD5) / Approved for entry into archive by Nadsa Cid (nadsa@ufc.br) on 2016-06-22T18:08:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_dislfdeaquino.pdf: 1043349 bytes, checksum: caa0e71b81a94be9f97fb9ebec4c811a (MD5) / Made available in DSpace on 2016-06-22T18:08:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_dislfdeaquino.pdf: 1043349 bytes, checksum: caa0e71b81a94be9f97fb9ebec4c811a (MD5) Previous issue date: 2015 / Mangrove areas suffer from the direct impact of deforestation for aquiculture and/or urban development, as well as the impacts of pollution. Among the remediation technologies, bioremediation stands out as one of the most suitable for the recovery of contaminated mangrove areas, due to the complexity of this ecosystem. Bioremediation consists of a set of processes in which living organisms are employed, typically plants or microorganisms, aiming to remove or mitigate the effect of environmental pollutants. This study evaluated the capability of seven bacterial strains, previously isolated from mangrove sediment contaminated with nhexadecane, to degrade the aforementioned pollutant in sediment microcosms inoculated with those selected bacterial strains in suspension, free form, or as a consortium immobilized in chitosan beads. Was also evaluated the effects of native micro biota and the biodegradability of the chitosan beads in treatments. Biodegradation potential of the bacterial consortium was evaluated by monitoring the desidrogenasic activity (DHA), estimated by measurements of formazan concentration. Among the seven tested strains, 2 actinobacteria, Gordonia HEXBA05 and Micrococcus HEXBA06, have excelled and were gathered in a consortium CHB56 to be tested in sterilized and unsterilized sediment, both in free form and immobilized in chitosan beads. The consortium, immobilized at a concentration of 106 CFU/g of chitosan beads and inoculated in unsterilized mangrove sediment microcosms contaminated with 10 mg/g of n-hexadecane showed significantly different desidrogenasic activity from the control, demonstrating the capacity to metabolize the pollutant of the consortium. The chitosan beads were completely biodegraded by the native micro biota of mangrove sediment in 12 days. The results of this study point to the fact that the consortium CHB56 immobilized in chitosan beads represents a new option of bioremediation technology, and can be applied in mangroves contaminated with n-hexadecane, an alkane commonly found in oil spill areas, with the advantages of being an ecologically safe technology of easy application and handling. / As áreas de manguezais sofrem com os impactos diretos do seu desmatamento para atividade de aquicultura e/ou urbanização, bem como com os impactos da poluição. Dentre as tecnologias de remediação disponíveis, a biorremediação se destaca como a mais adequada para recuperação de áreas contaminadas de manguezais devido a complexidade desse ecossistema. A biorremediação consiste em um conjunto de processos nos quais são empregados organismos vivos, normalmente plantas ou micro-organismos, com intuito de remover ou atenuar poluentes ambientais. Neste estudo foi avaliado a capacidade de 7 estirpes de bactérias, previamente isoladas de sedimentos de manguezal contaminados com n-hexadecano, para degradar esse poluente em microcosmos de sedimentos inoculados com as estirpes de bactérias selecionadas na forma livre, em suspensão, ou na forma de um consórcio imobilizado em esferas de quitosana. Também foram avaliados os efeitos da microbiota nativa e a biodegradabilidade das esferas de quitosana nos tratamentos. O potencial biodegradativo do consórcio de bactérias foi avaliado pelo monitoramento da atividade desidrogenásica (DHA), estimada por medidas da concentração de formazan. Dentre as sete estirpes testadas, duas actinobactérias, Gordonia HEXBA05 e Micrococcus HEXBA06, se destacaram e foram reunidas em um consórcio CHB56 e testadas em sedimentos esterilizados e não esterilizados, na forma livre e imobilizada em esferas de quitosana. O consórcio imobilizado na concentração de 106 UFC/g de esfera de quitosana e inoculado em microcosmos de sedimento de manguezal não esterilizado contaminado com 10 mg/g de n-hexadecano, mostrou atividade desidrogenásica significativamente diferente do controle, demonstrando a capacidade do consórcio para metabolizar o poluente. As esferas de quitosana foram completamente biodegradadas pela microbiota nativa do sedimento de manguezal em 12 dias. Os resultados desse estudo apontam que o consórcio CHB56 imobilizado em esferas de quitosana representa uma nova opção de tecnologia de bioaumentação, podendo ser aplicada em manguezais contaminados com nhexadecano, um alcano comumente encontrado em áreas de derramamento de petróleo, com a vantagem de ser uma tecnologia ecologicamente segura, de fácil manejo e aplicação.
6

Estudo da biodegradação de penas por comunidades microbianas

Arruda, Danielle Campiol January 2010 (has links)
A alta produção avícola nacional gera milhares de toneladas de penas de aves como resíduo por ano. Considerando que este resíduo é composto por aproximadamente 90% de queratina, a busca pelo tratamento e reaproveitamento desta proteína torna-se de grande interesse ambiental e econômico. A biodegradação por diversos microrganismos tem sido abordada como uma alternativa ao atual tratamento termo-mecânico. Este trabalho tem como objetivo estudar a aplicação de diferentes bactérias em comunidades na degradação de dois resíduos provenientes da indústria aviária: penas de aves cruas e farinha de pena. Como ferramentas para montagem de comunidades microbianas foram avaliados dois planejamentos experimentais: Plackett-Burman e Fatorial Completo. O primeiro deles foi utilizado no rastreamento de bactérias importantes na degradação de penas de aves cruas, resultando na seleção de quatro bactérias (Bacillus subtilis S14, Bacillus cereus NP4, Bacillus subtilis NP5 e Macrococcus caseolyticus FCA7) e no incremento de 4% na degradação deste resíduo comparando os microrganismos isoladamente e em comunidades. Quando penas não autoclavadas foram utilizadas, a adição de Bacillus subtilis NP5 foi suficiente para aumentar a degradação de 14% para 33% O segundo planejamento avaliou a influência da presença de bactérias na degradação de farinha de penas. Assim como ocorre em penas de aves cruas, a bactéria Bacillus subtilis NP5 mostrou-se essencial para obtenção de alta degradação. Após observar a formação de biofilme sobre a superfície deste resíduo por microscopia eletrônica de varredura, foi avaliada a sua relação com a produção de queratinases e a degradação deste resíduo. Considerando as quatro bactérias isoladas e em comunidades, os resultados demonstram que não há uma relação direta entre os parâmetros avaliados. Porém, a maior degradação obtida pelo Bacillus subtilis NP5 parece envolver tanto a produção de queratinase quanto a alta formação de biofilme. / The high Brazilian poultry production generates thousands of tons of feathers as a waste, per year. Since its is composed of approximately 90% of keratin, the search for treatment and reuse of this protein becomes of great environmental and economic interest. The biodegradation by various microorganisms has been discussed as an alternative to replace the current thermo-mecanical treatment. This work aimed to investigate the application of different bacterial strains in communities during degradation of two keratin wastes from the poultry industry: raw feathers and feather meal. Two experimental designs were used as tools for microbial communities: Complete Factorial and Plackett-Burman. The first one was used to screen bacteria of importance in the degradation of raw feathers. It allowed the selection of four bacteria (Bacillus subtilis S14, NP4 Bacillus cereus, Bacillus subtilis NP5 and Macrococcus caseolyticus FCA7) and improved feather degradation in 4% by comparing the isolates and microbial communities. Using non-autoclaved feathers, the addition of Bacillus subtilis NP5 only was enough to increase the degradation of 14% to 33%. As occurs in raw feathers, the bacterium Bacillus subtilis NP5 was strongly involved and essential for obtaining high percentage of degradation. Biofilm formation in feather surface was demonstrated by scanning electron microscopy Whether this phenomenon was directly related to the production of keratinase and degradation of this waste was also evaluated. Considering the action of each bacterium strain alone or in communities, results show that there is not a direct relationship between the evaluated parameters. It was demonstrated that the highest degradation obtained by Bacillus subtilis NP5 appears to involve both the production of keratinase and high biofilm formation.
7

Estudo da biodegradação de penas por comunidades microbianas

Arruda, Danielle Campiol January 2010 (has links)
A alta produção avícola nacional gera milhares de toneladas de penas de aves como resíduo por ano. Considerando que este resíduo é composto por aproximadamente 90% de queratina, a busca pelo tratamento e reaproveitamento desta proteína torna-se de grande interesse ambiental e econômico. A biodegradação por diversos microrganismos tem sido abordada como uma alternativa ao atual tratamento termo-mecânico. Este trabalho tem como objetivo estudar a aplicação de diferentes bactérias em comunidades na degradação de dois resíduos provenientes da indústria aviária: penas de aves cruas e farinha de pena. Como ferramentas para montagem de comunidades microbianas foram avaliados dois planejamentos experimentais: Plackett-Burman e Fatorial Completo. O primeiro deles foi utilizado no rastreamento de bactérias importantes na degradação de penas de aves cruas, resultando na seleção de quatro bactérias (Bacillus subtilis S14, Bacillus cereus NP4, Bacillus subtilis NP5 e Macrococcus caseolyticus FCA7) e no incremento de 4% na degradação deste resíduo comparando os microrganismos isoladamente e em comunidades. Quando penas não autoclavadas foram utilizadas, a adição de Bacillus subtilis NP5 foi suficiente para aumentar a degradação de 14% para 33% O segundo planejamento avaliou a influência da presença de bactérias na degradação de farinha de penas. Assim como ocorre em penas de aves cruas, a bactéria Bacillus subtilis NP5 mostrou-se essencial para obtenção de alta degradação. Após observar a formação de biofilme sobre a superfície deste resíduo por microscopia eletrônica de varredura, foi avaliada a sua relação com a produção de queratinases e a degradação deste resíduo. Considerando as quatro bactérias isoladas e em comunidades, os resultados demonstram que não há uma relação direta entre os parâmetros avaliados. Porém, a maior degradação obtida pelo Bacillus subtilis NP5 parece envolver tanto a produção de queratinase quanto a alta formação de biofilme. / The high Brazilian poultry production generates thousands of tons of feathers as a waste, per year. Since its is composed of approximately 90% of keratin, the search for treatment and reuse of this protein becomes of great environmental and economic interest. The biodegradation by various microorganisms has been discussed as an alternative to replace the current thermo-mecanical treatment. This work aimed to investigate the application of different bacterial strains in communities during degradation of two keratin wastes from the poultry industry: raw feathers and feather meal. Two experimental designs were used as tools for microbial communities: Complete Factorial and Plackett-Burman. The first one was used to screen bacteria of importance in the degradation of raw feathers. It allowed the selection of four bacteria (Bacillus subtilis S14, NP4 Bacillus cereus, Bacillus subtilis NP5 and Macrococcus caseolyticus FCA7) and improved feather degradation in 4% by comparing the isolates and microbial communities. Using non-autoclaved feathers, the addition of Bacillus subtilis NP5 only was enough to increase the degradation of 14% to 33%. As occurs in raw feathers, the bacterium Bacillus subtilis NP5 was strongly involved and essential for obtaining high percentage of degradation. Biofilm formation in feather surface was demonstrated by scanning electron microscopy Whether this phenomenon was directly related to the production of keratinase and degradation of this waste was also evaluated. Considering the action of each bacterium strain alone or in communities, results show that there is not a direct relationship between the evaluated parameters. It was demonstrated that the highest degradation obtained by Bacillus subtilis NP5 appears to involve both the production of keratinase and high biofilm formation.
8

Biodegradabilidade de isômeros de xileno por bactérias isoladas do terminal portuário de SUAPE - PE

LIMA, Laureni Alves January 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:51:19Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo4488_1.pdf: 877722 bytes, checksum: aebb28bad5f7b64dcc8fe3c179caf4a9 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 / O xileno, também chamado de dimetilbenzeno, é um hidrocarboneto monoaromático existente sob as três formas isoméricas: orto, meta e para. Tem ampla utilização em tintas, colas, tintas de impressão, na formulação de pesticidas, nas indústrias do couro e da borracha, em laboratórios histológicos e como componente da gasolina. A constante introdução desse composto no ambiente pode ocasionar problemas ambientais e a saúde humana devido à sua toxicidade. Uma alternativa para eliminar ou minimizar esses problemas é a biorremediação, tecnologia que utiliza microrganismos para degradarem poluentes. Este trabalho objetiva estudar a biodegradabilidade de isômeros de xileno por bactérias isoladas do Terminal Portuário de Suape-PE. A partir de quarenta culturas bacterianas, previamente isoladas de ambiente poluído por petroderivado, foi realizada a seleção de linhagens degradadoras, isoladas e em consórcios, aplicando-se a técnica do indicador redox 2,6 diclorofenol indofenol, utilizando os isômeros de xileno isolados e a mistura deles. A linhagem selecionada foi identificada e aclimatada, variando-se a concentração da fonte oleosa (1%, 3% e 5% v/v) em meio mineral de Bushnell- Haas (BH). Os ensaios de biodegradação foram efetuados em frascos Erlenmeyer (500 mL), vedados com rolha de borracha, contendo 75% do meio BH, 20% de inóculo aclimatado e 5% da fonte de carbono, sob agitação de 200 rpm, temperatura de 30±1°C por 24h e 72h, sendo feitas as medidas da quantificação celular e do percentual de biodegradação nos referidos tempos. Das 40 linhagens testadas, a UFPEDA-816 apresentou potencial degradador para os três isômeros de xileno, enquanto que a UFPEDA-837 foi capaz de oxidar apenas os isômeros orto- e meta-xileno e o consórcio formado por essas duas linhagens não apresentou potencialidade para degradar os referidos isômeros. A linhagem UFPEDA-816 foi identificada como Bacillus megaterium. Na aclimatação, os valores de pH ficaram próximos da neutralidade; a cultura apresentou melhor crescimento na presença de orto-xileno e na mistura dos isômeros; houve uma maior redução na tensão superficial do meio quando para-xileno era a fonte oleosa. Nos ensaios de biodegradação, verificou-se, após 24h, um crescimento significativo do B. megaterium com orto-xileno e com a mistura dos isômeros; após 72h, houve uma redução do crescimento celular na presença de todas as fontes de carbono. O maior percentual de biodegradação ocorreu nas primeiras 24h, sendo significativo apenas para orto-xileno
9

Biodegradabilidade de n-Hexadecano por bactérias livres e imobilizadas em Quitosana

Pinheiro Ciro da Costa, Samantha January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:51:50Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo4523_1.pdf: 2042864 bytes, checksum: e4149401ae639bfaf33fe3ecbe13a976 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / Petróleo ou petroderivados são introduzidos nos ecossistemas através de vazamentos em reservatórios ou por atividade antropogênica relacionada com a extração, produção transporte, armazenamento, processamento, manipulação e distribuição aos usuários finais. Em geral estes compostos são prejudiciais à saúde dos organismos, podendo provocar um sério desequilíbrio ambiental. Diante desse quadro há um crescente interesse em se desenvolver métodos mais eficazes para a remoção desses poluentes do ambiente. As técnicas de biorremediação oferecem novas possibilidades para acelerar a degradação de poluentes e a utilização de microrganismos imobilizados desponta como uma alternativa vantajosa para recuperar áreas impactadas por petróleo ou seus derivados, bem como melhorar a eficiência de bioprocessos com compostos altamente recalcitrantes O n-Hexadecano é o componente majoritário do óleo Diesel e é considerado um composto-modelo para a biodegradação de hidrocarboentos de cadeia longa. Com base no exposto, este trabalho objetivou avaliar a biodegradabilidade do n-Hexadecano por linhagens de bactérias depositadas na coleção de microrganismos do Departamento de Antibióticos da UFPE. Especificamente, pretendeu-se selecionar linhagens com maior potencialidade para degradar n-Hexadecano, identificá-las e comparar a eficiência da biodegradação utilizando células livres e imobilizadas em quitosana, visando o desenvolvimento de um produto para a utilização em processos de biorremediação ou tratamento de efluentes contaminados com hidrocarbonetos alifáticos de cadeia longa. Inicialmente, foram testadas 41 linhagens de bactéria, sendo 40 provenientes da região portuária de Suape-PE, e uma linhagem isolada a partir de um frasco de n-Hexadecano contaminado. Com base nos estudos preliminares foram selecionadas duas linhagens com maior potencial para degradar n-Hexadecano, as quais foram identificadas como Bacillus pumilus (Gram-positiva) e Ochrobactrum anthropi (Gram-negativa). Estas duas linhagens foram submetidas a estudos de caracterização fisiológica, bioquímica e de resistência a antibióticos e a fatores físicos e químicos. As linhagens selecionadas cresceram melhor em concentrações de 1 a 5 % de n-Hexadecano, embora tenham sido capazes de crescer em até 15 % desse hidrocarboneto. Estas bactérias não demonstraram adesão à fase oleosa (1 a 20 %) e produziram emulsificação acima de 50 %, porém somente B. pumilus apresentou halos de hemólise, o que é indicativo da produção de biossurfactante. Nenhuma das linhagens selecionadas produziu quitosanase e apenas B. pumilus apresentou resistência a soluções de quitosana (GD 78%) de até 4 %, sendo eleita para ser imobilizada nesse suporte. Além disso, B. pumilus apresentou características desejáveis para aplicações ambientais, tais como: resistência a uma ampla faixa de pH (5-11), temperatura (16-50 oC), concentração de NaCl (> 10 %), irradiação UV (8 minutos) e sensibilidade a vários antibióticos. Os resultados, obtidos nos ensaios de biodegradação em 1 % de n-Hexadecano com células livres e imobilizadas de B. pumilus, mostraram uma degradação, em seis dias, de cerca de 98,4 % e 90,8 %, respectivamente. A organização ultraestrutural de B. pumillus imobilizado em quitosana foi visualizada por microscopia eletrônica de varredura. O conjunto desses resultados suporta a hipótese de que essa linhagem de B. pumillus é uma candidata em potencial para uso, seja na forma livre ou imobilizada em quitosana, para aplicações em biorremediação de ambientes poluídos por petroderivados
10

Biodegradação e fotocatálise de fenol em altas concentrações de cloreto

L'amour, Rogério José Araújo, Instituto de Engenharia Nuclear January 2001 (has links)
Submitted by Marcele Costal de Castro (costalcastro@gmail.com) on 2017-10-31T15:06:44Z No. of bitstreams: 1 ROGÉRIO JOSÉ ARAÚJO L´AMOUR M.pdf: 3684967 bytes, checksum: 922ea6e1c5d152976e796aa0a7b7aa3d (MD5) / Made available in DSpace on 2017-10-31T15:06:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 ROGÉRIO JOSÉ ARAÚJO L´AMOUR M.pdf: 3684967 bytes, checksum: 922ea6e1c5d152976e796aa0a7b7aa3d (MD5) Previous issue date: 2001 / Nos últimos anos tem sido freqüente a ocorrência de acidentes ambientais de grande porte, principalmente na área petroquímica. A contaminação de águas subterrâneas, manguezais e do litoral por poluentes orgânicos apresenta, além da complexidade dos efluentes, o empecilho da elevada concentração salina para os processos clássicos de bio-remediação. A fotocatálise heterogênea tem se mostrado uma técnica promissora para a destruição ou inativação de poluentes tóxicos ou recalcitrantes. O objetivo deste trabalho foi estudar o emprego de um sistema combinado de biodegradação e POA, nessa seqüência, utilizando lodos ativados e fotocatálise heterogênea para degradação de fenol, e de seus derivados gerados durante os processo de degradação,em meio a altas concentrações salinas (NaCl). Procurou-se relacionar a morfologia do floco, a microfauna existente e a degradação de fenol em função da salinidade do meio, no sistema de lodos ativados. Já na fotocatálise heterogênea, utilizando TiO2 como fotocatalisador, procurou-se trabalhar em condições de máxima remoção de fenol, previamente determinadas através de planejamento experimental.

Page generated in 0.0659 seconds