• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 3778
  • 732
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 4517
  • 4517
  • 3386
  • 3252
  • 3242
  • 3236
  • 159
  • 141
  • 133
  • 122
  • 90
  • 85
  • 74
  • 73
  • 64
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Análise de verosimilhança dos critérios e meios de diagnóstico utilizados em estudos epidemiológicos da cárie dentária

Azevedo, Álvaro January 2011 (has links)
No description available.
2

Doença periodontal, tabaco e risco de parto pré-termo e restrição de crescimento fetal

Marta Resende January 2011 (has links)
No description available.
3

Efeito da composição da saliva na prevalência da cárie dentária em crianças com trissomia 21

Cristina Areias January 2011 (has links)
No description available.
4

Estudo da saúde oral e necessidades de tratamento em idosos institucionalizados

Maria Braz January 2011 (has links)
No description available.
5

Alterações plasmáticas do cobre e do zinco em crianças submetidas a cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea

Cônsolo, Lourdes Zélia Zanoni January 2008 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008. / Submitted by Raquel Viana (tempestade_b@hotmail.com) on 2010-03-15T17:44:08Z No. of bitstreams: 1 2008_LourdesZeliaZanoniConsolo.pdf: 768213 bytes, checksum: 732674db7f742430e9850851bf3015c2 (MD5) / Approved for entry into archive by Carolina Campos(carolinacamposmaia@gmail.com) on 2010-04-09T14:46:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_LourdesZeliaZanoniConsolo.pdf: 768213 bytes, checksum: 732674db7f742430e9850851bf3015c2 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-04-09T14:46:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_LourdesZeliaZanoniConsolo.pdf: 768213 bytes, checksum: 732674db7f742430e9850851bf3015c2 (MD5) Previous issue date: 2008 / A cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea desencadeia importante estresse oxidativo devido à formação de espécies reativas de oxigênio e radicais livres produzidos durante o período de isquemia e reperfusão. Estes elementos são danosos para as células cardíacas e responsáveis pelo atordoamento miocárdico. Esse processo está intimamente associado com o metabolismo do cobre e do zinco. O cobre, na forma de íons livres participa na produção e transformação dos radicais livres, com consequente peroxidação lipídica e dano ao DNA. O zinco atua como antioxidante, por competição com o cobre, deslocando esse metal do sítio de ligação na proteína. O objetivo deste estudo foi analisar, na criança, a dinâmica das concentrações plasmáticas desses metais durante e após a cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea. Vinte e uma crianças de 2 a 14 anos foram incluídas no estudo. Amostras de sangue para dosagem de cobre, ceruloplasmina e zinco foram colhidas dos seguintes locais: cateter venoso central antes da cirurgia; do átrio direito; do oxigenador do circuito de circulação extracorpórea no 5° e 10° minutos após o início da CEC; do seio coronário e do oxigenador do circuito de CEC, concomitantemente, no 3º minuto após remoção da pinça da aorta e ao final do procedimento. Uma última amostra de sangue foi colhida após 24 horas. Os principais parâmetros hemodinâmicos, como a pressão arterial, freqüência cardíaca, bem como o ECG não tiveram alterações inesperadas. A concentração plasmática de cobre antes do procedimento cirúrgico foi mais alta do que a média da população pediátrica. Durante a CEC foi observada uma diminuição nas concentrações do cobre além daquela prevista para a hemodiluição, que retornou ao normal ao final da intervenção cirúrgica. As alterações da ceruloplasmina foram similares às do cobre. No grupo estudado, a concentração plasmática inicial do zinco foi menor do que a média na população pediátrica e não houve alterações significativas durante a CEC, confirmando que esse elemento não foi envolvido nas alterações metabólicas devidas a ela e sim ressaltou o papel chave do cobre nesses processos. As alterações do cobre e do zinco não foram correlacionadas. O estudo concluiu que as alterações do cobre e do zinco evidenciaram menor estresse oxidativo e consequentemente menor lesão celular. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The cardiac surgery, comprising extracorporeal circulation, is known to trigger oxidative stress due to the formation of reactive oxygen species and free radicals during the periods of ischemia and reperfusion. They are hazardous to the heart cell components and regarded as responsible for the myocardial stunned. These processes are intricately associated with the metabolism of the most important trace elements, copper and zinc. The former, in the form of weakly bonded or free ions, can easily provoke a massive sprout of free radicals, thus contributing to lipid peroxodation, DNA damage and other undesirable consequences. The latter acts as natural antioxidant, substitutes for copper in the active catalyst centers of major enzymes and carriers, and plays a significant role in the processes of cell and tissue proliferation. The purpose of the present work was to evaluate the alterations observed in the trace elements levels in children, which undergo cardiac surgery with cardiopulmonary bypass. Twenty one children of the age between 2 and 14 years took part in the study. The following blood samples were collected for copper, ceruloplasmin and zinc analysis: from venous line before the operation; from right atrium; from oxygenator of the extracorporeal circuit, on 5th and 10th minutes of bypass; from coronary sinus and oxygenator, simultaneously, on 3d minutes after the removal of aortic cross-clamp; at the end of the procedure and 24 hours after, that is in post-operative period. The main haemodynamic parameters, such as blood pressure, heart rate and ECG showed neither unexpected alterations, nor correlations with copper and zinc levels. Plasma concentration of copper before the operation in the group studied was higher than average in the children population. Its decrease was deeper than predicted by haemodilution and the values returned to normal and at the end of the surgical intervention. The changes in ceruloplasmin concentrations were similar to those of total copper, but showed lesser deviations. Its values returned to normal after 24 hours. Zinc concentrations before the operation in the group studied were lower than average for normal children, and there were no significant changes during the bypass, confirming that this element was not involved in the metabolic alterations, but corroborate the key role of copper in these processes. The variations in copper and zinc concentrations were not correlated. The study concluded that the changes of copper and zinc showed less oxidative stress and consequently less damage cell.
6

Da importancia da phisiologia em relação à therapeutica

Sampaio, Alvaro Moreira 09 October 3762 (has links)
24 p. / Inclui proposições / Submitted by jonas barreto (jonas_nb@hotmail.com) on 2016-03-08T17:35:16Z No. of bitstreams: 1 Àlvaro Moreira Sampaio (1862).pdf: 3555202 bytes, checksum: 21f83f060961b071dbafadf406ff984a (MD5) / Approved for entry into archive by Ana Lucia Albano (anaalbano@ufba.br) on 2016-03-09T14:09:40Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Àlvaro Moreira Sampaio (1862).pdf: 3555202 bytes, checksum: 21f83f060961b071dbafadf406ff984a (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-09T14:09:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Àlvaro Moreira Sampaio (1862).pdf: 3555202 bytes, checksum: 21f83f060961b071dbafadf406ff984a (MD5) / Tese de concurso apresentada a Faculdade de Medicina da Bahia. A fisiologia tem uma relação muito importante para com a terapêutica. Esta relação pode ser encontrada em várias situações, a exemplo da identificação dos diferentes estados mórbidos nos indivíduos e assim buscar um método de cura. Pois com os estudos fisiológicos podem ser observadas a ação do medicamento e obter um tratamento mais eficiente. Desta forma, a fisiologia age como o guia para a terapêutica.
7

Resposta imune a antígenos recombinantes de Leishmania e imuno-modulação na leishmaniose tegumentar

Passos, Sara Timóteo January 2006 (has links)
Submitted by Hiolanda Rêgo (hiolandarego@gmail.com) on 2016-08-05T14:56:00Z No. of bitstreams: 1 Tese_ICS_Sara Timóteo Passos.pdf: 542336 bytes, checksum: ad11eb9ab0a2f6a49dec1696235594ce (MD5) / Approved for entry into archive by Delba Rosa (delba@ufba.br) on 2016-08-23T14:59:18Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Tese_ICS_Sara Timóteo Passos.pdf: 542336 bytes, checksum: ad11eb9ab0a2f6a49dec1696235594ce (MD5) / Made available in DSpace on 2016-08-23T14:59:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tese_ICS_Sara Timóteo Passos.pdf: 542336 bytes, checksum: ad11eb9ab0a2f6a49dec1696235594ce (MD5) / CAPES; NIH – grant AI-30639 / A leishmaniose de modo geral vem sendo amplamente estudada e diversas questões relacionadas aos aspectos imunológicos têm sido abordadas como caracterização e modulação da resposta imune. A linha de pesquisa abordada nesta tese visa caracterizar a resposta imune a antígenos recombinantes de Leishmania em pacientes com leishmaniose visceral e leishmaniose tegumentar e, avaliar aspectos relacionados à modulação da resposta imune na leishmaniose tegumentar. No primeiro artigo, tendo em vista a dificuldade do diagnóstico precoce e correto da leishmaniose visceral, avaliamos a capacidade de três antígenos recombinantes (rH2A, KMP11 e Proteína “Q”) de Leishmania serem utilizados em teste sorológico e realizar o diagnóstico diferencial entre infecção subclínica por L. chagasi e doença. A sensibilidade e a especificidade do teste sorológico para diagnóstico da leishmaniose visceral foi de 100% para os três antígenos recombinantes estudados e em relação ao diagnóstico diferencial o KMP11 foi o antígeno que apresentou melhor capacidade de ser utilizado para distinguir entre a doença ativa e a infecção por L. chagasi. Prosseguindo o estudo com antígenos recombinantes de Leishmania, no segundo artigo, mas visando avaliar aspectos relacionados à modulação da resposta imune em pacientes com leishmaniose cutânea e leishmaniose mucosa, células mononucleares do sangue periférico destes pacientes foram estimuladas com antígeno solúvel de Leishmania e adicionados os antígenos recombinantes LACK e KMP11 – antígenos indutores de IL-10. Os resultados encontrados mostraram que na leishmaniose cutânea, ambos os antígenos foram capazes de suprimir a resposta de IFN- através da produção de IL-10, mas na leishmaniose mucosa essa supressão não foi observada, mesmo havendo produção de IL-10 pelos antígenos recombinantes. Visando aprofundar o conhecimento da resposta imune em pacientes com leishmaniose cutânea e com leishmaniose mucosa, no terceiro artigo, avaliamos o papel de moléculas co-estimulatórias, marcadores de ativação de células T na modulação da resposta imune, além de determinar a capacidade de citocinas (IL-2, IL-12, IL-15) e de CTLA-4 em modular a produção de IFN-. Observamos que a intensidade da resposta Th1 na leishmaniose mucosa está associada com o aumento do número de células T efetoras ativadas. E que, a modulação não apropriada dessas células e a manutenção de uma resposta inflamatória persistente leva ao dano tecidual observado na leishmaniose mucosa. Portanto, os resultados aqui apresentados contribuíram nas questões relacionadas aos aspectos imunológicos em grupos de pacientes com leishmaniose visceral, leishmaniose cutânea e leishmaniose mucosa no que se refere ao diagnóstico sorológico e modulação da resposta imune.
8

Potencial farmacológico da bergenina para o controle da dor inflamatória: Um estudo Pré - Clínico

Oliveira, Cristiane Metzker Santana de 01 April 2011 (has links)
Submitted by Pós graduação Farmácia (ppgfar@ufba.br) on 2017-05-15T18:40:10Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao_Cristiane_2a_versao_15112010.pdf: 1613352 bytes, checksum: 08e6291cc669a98e95b13ebbc18f00b0 (MD5) / Approved for entry into archive by Patricia Barroso (pbarroso@ufba.br) on 2017-05-23T21:16:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao_Cristiane_2a_versao_15112010.pdf: 1613352 bytes, checksum: 08e6291cc669a98e95b13ebbc18f00b0 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-05-23T21:16:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao_Cristiane_2a_versao_15112010.pdf: 1613352 bytes, checksum: 08e6291cc669a98e95b13ebbc18f00b0 (MD5) / CAPES / Bergenina, um C-glicosídeo de ácido gálico que tem sido isolado em vários gêneros de plantas, exibe atividade imunomoduladora através do balanço da produção de citocinas Th1/Th2. Inibidores da produção de citocinas podem exibir atividade modificadora da doença, representando uma melhor estratégia terapêutica para o controle das doenças inflamatórias. Considerando o papel chave das citocinas durante a hiperalgesia inflamatória, o presente estudo foi elaborado para avaliar se a bergenina, extraída de Cenostigma gardnerianum, possui propriedades antinociceptivas em modelos de dor inflamatória e investigar possíveis mecanismos envolvidos com esses efeitos. O pré-tratamento agudo dos camundongos com bergenina (12.5-100 mg/kg IP) produziu inibição dose-dependente das contorções abdominais induzidas por ácido acético. Do mesmo modo, o tratamento com bergenina (50 e 100 mg/kg) inibiu ambas as fases do teste de formalina. Em adição, a administração de bergenina (50 e 100 mg/kg IP) inibiu a hiperalgesia mecânica, edema de pata e produção local de citocinas hiperalgésicas (TNF-α e IL-1β) induzidos por Adjuvante Completo de Freund (CFA). Por outro lado, a produção local de IL-10, uma citocina antiinflamatória, não foi afetada pela bergenina (100 mg/kg IP). Descartando a contribuição de IL-10 para a antinocicepção da bergenina, sua administração produziu antinocicepção de similar padrão em camundongos selvagens e deficientes em IL-10. Em outra série de experimentos, demonstramos que camundongos tratados com bergenina (100 mg/kg IP) não mostraram nenhuma alteração do desempenho motor nos testes de rota rod e campo aberto. No ensaio de citotoxicidade in vitro, bergenina a 100 μg/ml não apresentou citotoxicidade. Do mesmo modo, a administração sub-crônica de bergenina não causa toxicidade sistêmica detectável, como evidenciada pela análise de padrões comportamentais, toxicidade gástrica, contagem de leucócitos e dosagens de uréia, creatinina, ALT e AST. Os resultados apresentados aqui demonstram que a bergenina tem consistentes propriedades antinociceptiva e antiinflamatória, atuando através da inibição da produção de IL-1β e TNF-a. O presente estudo indica o potencial terapêutico da bergenina para o controle da dor inflamatória, entretanto, o preciso mecanismo pelo qual esta molécula exerce sua ação farmacológica está ainda sob investigação. / Bergenin, a C-glucoside of 4-O-methylgallic acid that has been reported to occur naturally in several genera, exhibit immunomodulatory activity through balancing of Th1/Th2 cytokine production. Inhibitors of cytokine production can exhibit diseasemodifying activities, representing an improved therapeutic strategy for the control of inflammatory diseases. Considering the key role of cytokines during the inflammatory hyperalgesia, the present study was undertaken to evaluate whether bergenin has antinociceptive properties in models of inflammatory pain and to investigate possible mechanisms involved with its effects. Acute pretreatment of mice with bergenin (12.5- 100 mg/kg IP) produced a dose-related inhibition of acetic acid-induced writhing in mouse. Furthermore, treatment with bergenin (50 and 100 mg/kg) inhibited both the early and late phases of formalin test. Another set of experiments showed that bergenin (50 and 100 mg/kg IP) inhibited the mechanical hyperalgesia, edema and paw production of hyperalgesic cytokines (TNF-α and IL-1β) induced by complete Freund s adjuvant (CFA). On the other hand, the local production of IL-10, a antiinflammatory cytokine, was not altered by bergenin (100 mg/kg IP). Disproving the contribution of IL-10 to the bergenin antinociception, the bergenin treatment produced a similar profile of antinociception in wild-type and IL-10-deficient mice. Bergenin (100 mg/kg IP)-treated mice did not show any motor performance alterations. On the cytotoxicity assay, bergenin at 100 μg/ml did not present cytotoxicity. Moreover, the sub-chronic administration of bergenin did not cause any apparent systemic toxicity. The results present here demonstrate that bergenin has consistent antinociceptive and antiinflammatory properties, acting through the inhibition of IL-1β and TNF-α production. The present study supports the therapeutic potential of bergenin to control the inflammatory pain, however, the precise mechanisms through which bergenin exerts its action, are currently under investigation.
9

Variedades de soja e seus efeitos na regulação do metabolismo do colesterol em ratos / Soybean varieties and their effects on cholesterol metabolism control in rats

Esteves, Elizabethe Adriana 26 October 2000 (has links)
Submitted by Marco Antônio de Ramos Chagas (mchagas@ufv.br) on 2017-06-26T18:02:26Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 3159697 bytes, checksum: 5ce41b70a0c517e686238f4f67fde6a1 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-26T18:02:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 3159697 bytes, checksum: 5ce41b70a0c517e686238f4f67fde6a1 (MD5) Previous issue date: 2000-10-26 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de um novo cultivar de soja (UFV116), geneticamente melhorado para ausência das lipoxigenases 2 e 3, na regulação do metabolismo do colesterol. Utilizou-se uma variedade comercial (OCEPAR-19), para fins comparativos. Foram determinados os teores de proteínas e lipídios totais e a composição em aminoácidos, ácidos graxos e isoflavonas em farinhas obtidas dos grãos de ambos os cultivares. Não houve diferença significativa entre eles, com relação ao teor de proteína. O cultivar UFV116 apresentou maior teor de fenilalanina, treonina, tirosina, glicina, ácidos aspártico e glutâmico. O teor de lipídios totais foi menor para UFV116, que no entanto apresentou maiores teores de ácidos palmítico e linoléico e menores para esteárico, linolênico e oléico. Este cultivar apresentou maior teor de isoflavonas nas formas agliconas. Numa segunda etapa, grupos de ratos machos Wistar foram alimentados com dietas semipurificadas, nas quais as fontes protéicas foram provenientes dos cultivares UFV116 (UFV) e OCEPAR-19 (OCP) e da caseína (CAS), com ou sem a adição de colesterol dietético (0,25%), por 28 dias. O cultivar UFV116 foi mais eficaz na redução do colesterol sérico na dieta sem adição de colesterol que a variedade OCEPAR- 19. Contudo, não teve influência no acúmulo de colesterol no fígado, com e sem a adição de colesterol dietético. Ambos os cultivares reduziram o colesterol do sangue e seu acúmulo no fígado, em comparação à caseína, independente da adição de colesterol na dieta. Houve redução dos níveis de mRNA para 3-hidroxi-3-metilglutaril coenzima A redutase (HMGR) nas dietas de soja, quando comparadas com a caseína, independente da adição de colesterol dietético. As dietas de soja promoveram aumento nos níveis de mRNA para colesterol 7α-hidroxilase (CYP7A), com e sem a adição de colesterol dietético, em comparação à caseína. Isto foi acompanhado por maior excreção de ácidos biliares fecais, especificamente ácidos biliares secundários. Não houve diferença significativa entre os cultivares de soja nos parâmetros avaliados. A adição de colesterol às dietas experimentais provocou aumento da excreção de esteróides neutros. Estes resultados evidenciam que o colesterol hepático provavelmente foi convertido em esteróides e excretado nas fezes, primariamente como ácidos biliares. Adicionalmente, a síntese hepática de colesterol foi reduzida, contribuindo para a manutenção dos baixos níveis séricos. É importante ressaltar que os componentes não-protéicos dos cultivares podem ter influenciado os seus efeitos hipocolesterolemiantes. / The aim of this work was to determine the effects of a new Brazilian soybean variety (UFV116), lacking lypoxigenases 2 and 3, on cholesterol metabolism in rats. It was used a Brazilian commercial variety (OCEPAR-19) and casein to compare the results. The seeds of the two varieties were processed as soy flour. Analysis of protein, total lipids, aminoacids, fatty acids, and isoflavones were carried out on the soy flours. There was no statistical difference between the two varieties on protein content. The UFV116 variety showed higher amounts of phenylalanin, threonin, tyrosin, aspartic and glutamic acids and glycin. The OCEPAR-19 variety showed higher amounts of total lipids. The content of palmitic and linoleic acids was higher for UFV116, and OCEPAR-19 showed higher content for estearic, linolenic, and oleic acids. The UFV116 variety showed higher content of isoflavone aglicones. In a second step, the effect on cholesterol metabolism was determined in groups of male Wistar rats, fed semipurified diets (AIN93M) with protein from UFV116 (UFV) and OCEPAR-19 (OCP) and casein (CAS), with or without dietary cholesterol addition (0.25%) for 28 days. Total blood cholesterol-lowering effect was better for UFV when no cholesterol was added to the diet, compared to OCP. However, it did not affect liver cholesterol, despite dietary cholesterol added. Both varieties lowered total cholesterol levels and liver accumulation on a similar way, compared to casein, regardless the cholesterol addition. There were lower levels of 3-hydroxy-3-methylglutaryl coenzyme A reductase (HMGR) mRNA on groups fed soybean compared to CAS with or without cholesterol in the diet. Differently, soybean diets promoted higher levels of cholesterol 7-α- hydroxylase (CYP7A) mRNA, with or without dietary cholesterol, compared to casein. This was followed by a higher excretion of fecal bile acids, mainly secondary bile acids. No difference was observed between the two varieties in all parameters analyzed. There was higher fecal neutral steroid output when cholesterol was added to all diets. These results suggest that liver cholesterol was likely converted in steroids, increasing their fecal output, primarily, as bile acids. Additionally, liver cholesterol synthesis was reduced, so blood levels remained low. The non-protein compounds of the two soybeans studied may have influenced on their cholesterol-lowering effects.
10

Prevalência de excesso de peso e fatores associados em crianças do município de Medianeira - PR

Alexius, Sílvia Letícia 27 August 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2015-03-05T20:05:13Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 27 / Nenhuma / Dentre as doenças crônicas não transmissíveis, a obesidade é um dos mais preocupantes problemas de saúde pública do mundo, haja vista os agravos dela decorrentes e o conseqüente aumento nos custos sociais da atenção à saúde (GORTMAKER et al., 1993; ROSSNER, 2002). Segundo diagnóstico da Organização Mundial de Saúde (OMS), este problema de saúde é apontado como a segunda causa de todas as mortes que podem ser prevenidas em todo o mundo, só perdendo para o cigarro (WHO, 2000). Os riscos associados à obesidade em adultos estão bem estabelecidos e incluem taxas elevadas de morbidade e mortalidade por diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares e câncer (VILLAREAL et al., 2005; WHO, 2000). Do mesmo modo, as conseqüências da obesidade infantil são igualmente preocupantes. O excesso de peso em crianças tem sido relacionado a desordens psicológicas e orgânicas. No nível psicossocial, a obesidade infantil tem sido associada com baixa auto-estima, depressão e distúrbios alimentares. No nível orgânico, suas conseqüê

Page generated in 0.0674 seconds