• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 138
  • 12
  • 1
  • Tagged with
  • 151
  • 151
  • 57
  • 56
  • 47
  • 46
  • 38
  • 35
  • 29
  • 29
  • 28
  • 28
  • 27
  • 27
  • 18
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Labirinto de espelhos

Weschenfelder, Ricardo 2009 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunição e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2009. Procuramos compreender como se forma o discurso na trilogia cinematográfica. Qual o critério adotado por cineastas e pela crítica para que três filmes diferentes constituam uma mesma ordem discursiva. Desse modo, tentamos identificar quais os pontos de amarração entre enunciados dispersos no tempo e no espaço para que se configure uma trilogia cinematográfica. Analisamos diferenças no modo de produção e de narração em série, distinguindo entre trilogias no contexto da indústria cinematográfica e no âmbito do cinema autoral. Visamos compreender como a trilogia se relaciona com os demais textos do autor e, neste processo, como o cineasta se expõe e se comporta diante da organização do seu imaginário. Questionamos quem é autorizado, em nossa sociedade, a dizer que três obras de um determinado autor definem-se como trilogia. Concluímos, entre outras coisas, que a proposição de trilogia pode ser considerada muito mais como um gesto de controle do texto e do imaginário que a sua expansão.
2

O boneco de Alberto Cavalcanti

Zacchi, André Piazera 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2013. Em 1945, no filme Dead of night, Alberto Cavalcanti propõe o conceito de boneco. O boneco estabelece uma relação polar com seu mestre, ventríloquo, na qual ocorre uma gradual inversão de papéis. O conceito, proposto em imagens, é um paradigma a ser justaposto aos demais filmes do cineasta balizando a busca de uma poética. Um filme é uma articulação de partes, de movimentos que caracterizam uma montagem, que fazem uma ideia ganhar vida. Nas montagens de Cavalcanti predomina uma imagem-percepção que transita entre dois polos: a percepção num estado líquido, de um universo de imagens que interagem em todas as suas partes e em todas as suas faces, e um estado sólido da percepção, em que as imagens orbitam em torno de uma imagem especial, aglutinadora, de um centro de indeterminação.
Abstract : In 1945, in the film Dead of night, Alberto Cavalcanti proposes the concept of the puppet (dummy). The puppet establishes a polar relationship with its master, the ventriloquist, in which a gradual inversion of roles takes place. The concept, proposed in images, is a paradigm to be juxtaposed with the filmmaker's other films, beaconing the search for his poetic. One film is an articulation of its parts, movements that characterise the montage, which make an idea come to life. In Cavalcanti's montage, predominates an image-perception that transits between two poles: the perception in the liquid form, in an universe of images that interact in all its parts and in all its facets, and the perception in the solid form, in which the images orbit around one special agglutinating image, a center of indetermination.
3

Cozarinsky

Nunes, Maria Augusta Vilalba 2016 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2016. O cineasta e escritor argentino Edgardo Cozarinsky é um montador que reúne, na superfície de sua obra, os fragmentos do mundo, observando como esses elementos heterogêneos reagem ao serem colocados em contato. Cozarinsky debruça-se sobre os resíduos deixados pelo tempo, pois, como na alegoria do anjo de Walter Benjamin, ele sabe que o passado é um acúmulo de ruínas. Assim como o anjo, ele tem seu olhar voltado para trás e junta os fragmentos desse passado adormecido, despertando-os e remontando-os no presente. Desse modo, a memória é a substância que constrói sua obra, e ele a trabalha a partir de dois movimentos: um em direção à memória do mundo e o outro em direção à sua própria memória. Por isso, seu trabalho adquire um tom muito pessoal, que flerta com o autobiográfico. Portanto, a presente tese analisa a relação dos trabalhos de Cozarinsky com a memória, a história e o conceito de ruína, observando também como ele joga com a ideia de verdade, trabalhando no limiar entre realidade e ficção. Essas questões são trabalhadas ao longo de treze ensaios a partir dos conceitos de memória e inconsciente em Sigmund Freud; o pensamento sobre a imagem e a História em Walter Benjamin, Aby Warburg e Georges Didi-Huberman; bem como a noção de território e rosto em Gilles Deleuze e Felix Guatarri, que são lidos para pensar como os espaços ? e o rosto é aqui entendido também como um espaço ? são lugares de memória e subjetividade, e, por isso, um desencadeador de recordações e afetos. E, por fim, os conceitos de rastro e arquivo de Jacques Derrida são trabalhados para entender como a relação entre arquivo e memória opera nos trabalhos de Cozarinsky.
Abstract : The filmmaker and argentine writer Edgardo Cozarinsky is an editor that gathers on the surface of his work the world's fragments, observing how these heterogeneous elements react when placed in contact. Cozarinsky focuses on the residues left by the time, because as in Walter Benjamin's angel allegory, he knows that the past is an accumulation of ruins, and just as the angel he has his eyes looking back, and joins the fragments of this asleep past, awakening them and reassembling them in the present. Thus, the memory is the matter that build his work, and he works this from two movements: one that is directed toward the world's memory and the other toward his own memory. So his work takes on a very personal tone, which flirts with the autobiographical. Therefore, this thesis analyzes the relation of Cozarinsky work with memory, history and the concept of ruin, watching as he also plays with the concept of truth, working on the threshold between reality and fiction. These issues are worked over thirteen essays which intersect the concept of memory and unconscious in Sigmund Freud, and thought about the image and History in Walter Benjamin, Aby Warburg and Georges Didi-Huberman. Ass well we work with the notion of territory and face in Gilles Deleuze and Felix Guattari, which are worked in order to think how spaces - and the face is understood here as a space - are places of memory and subjectivity, and therefore a trigger of remembrances and affections. And finally, the concept of trail and file of Jacques Derrida are worked to understand how the relationship between file and memory operates in the work of Cozarinsky.
4

Excripta Cozarinsky

Olivo Júnior, Valdir 2015 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2015. A proposta desta tese é o estudo do exílio e seus desdobramentos em textos críticos, literários e fílmicos de Edgardo Cozarinsky (Buenos Aires, 1939). Tem como corpus central: uma seleção de seus primeiros textos críticos e entrevistas realizadas para as revistas Sur, Primera Plana, Panorama e Tiempo de cine, além dos dois únicos números da revista Flashback, criada por ele com o apoio do crítico de cinema Alberto Tabbia (Buenos Aires, 1939-1997); Puntos suspensivos, seu primeiro filme terminado em 1971 e Vudú urbano (1985), livro que reúne seus primeiros textos escritos após seu exílio em Paris iniciado em 1974. A primeira etapa deste trabalho consistiu em recuperar as primeiras publicações de Edgardo Cozarinsky nas revistas citadas anteriormente, além de outros textos importantes que permitissem rearmar parte do conjunto de forças políticas e culturais que atravessaram o período anterior ao seu exílio. Dentre os duzentos textos do autor que recuperei ?importante ressaltar que são textos que, em sua grande maioria, foram ignorados por ele e pela crítica? incorporei ao meu estudo apenas aqueles que são concernentes à proposta desta pesquisa. No trabalho de campo pude descobrir que o exílio enquanto estratégia textual já operava nos primeiros movimentos críticos de Cozarinsky. Através da leitura da obra de alguns escritores e cineastas como Vladimir Nabokov, Severo Sarduy, Roman Polanski, Jean-Marie Straub, entre outros, Cozarinsky havia chegado a uma concepção da literatura (e do cinema) como exílio. Dessa forma, este trabalho busca rastrear e inventariar os movimentos do exílio nessa primeira etapa de sua produção que vai dos textos críticos escritos na Argentina até os primeiros textos ficcionais compostos na França entre 1974 e 1981. Mas esse inventário importa principalmente na medida em que permite vislumbrar uma máquina muito mais ampla e sofisticada que trabalha na desconstrução de textos, conceitos e de si própria, a isso denomino excripta Cozarinsky. Pois o exílio é muito mais do que uma condição temporária ou causal, inscreve-se como engrenagem fundamental em seu trabalho criativo. A excripta Cozarinsky é o lugar do desvio e do deslocamento, mas também da cripta e do desencriptamento. Não se trata simplesmente de reconhecer o exílio como um tema recorrente em vidas e textos, mas elucubrar sua tensão, resistência e articulação, na maioria das vezes subterrânea, no desenvolvimento e na disposição de textos e imagens. O exílio em Cozarinsky é singular-plural, é o lugar da tradição (literária, cinematográfica e familiar), da literatura como exílio e da existência exilada. Esse tríplice movimento constitutivo do exílio faz do texto um constante devir enquanto ser-com o leitor naconstrução de um significado que nunca é completo. A excripta de Cozarinsky, como a de Jacques Derrida, constitui-se de pelo menos dois movimentos fundamentais: trata-se da inversão e do deslocamento que enxerta e dissolve conceitos da responsabilidade com a herança (necromancia), pois este trabalho depende de um compromisso com a memória e sua disseminação diferida. Por fim, a excripta Cozarinsky caracteriza-se ainda por seu constante exercício de reelaboração enquanto desconstrução de si mesma.
Resumen: Esta tesis se propone a estudiar el exilio y sus desdoblamientos en textos literarios y fílmicos de Edgardo Cozarinsky (Buenos Aires, 1939). Su corpus central se compone de: una selección de sus primeros textos críticos y entrevistas realizadas para las revistas Sur, Primera Plana, Panorama y Tiempo de cine, además cuenta con los dos únicos números de la revista Flashback, creada por él con el apoyo del crítico de cine Alberto Tabbia (Buenos Aires, 1939-1997); Puntos Suspensivos, su primer film concluido en 1971 y Vudú urbano (1985), libro que reúne sus primeros textos escritos después de su exilio en París que se inicia en 1974. La primera etapa de este trabajo consistió en recuperar las primeras publicaciones de Edgardo Cozarinsky en las revistas citadas anteriormente, además de otros textos importantes que permitieron rearmar parte del conjunto de fuerzas políticas y culturales que atravesaron el periodo anterior a su exilio. Entre los doscientos textos del autor que pude reunir  importante subrayar que son textos que, en su gran mayoría, fueron ignorados por él y por la crítica incorporé a mi estudio solamente aquellos que están directamente relacionados a la propuesta de esta investigación. A partir de mi trabajo de campo pude descubrir que el exilio como estrategia textual ya operaba en los primeros movimientos críticos de Cozarinsky. A través de su lectura de la obra de algunos escritores y cineastas como Vladimir Nabokov, Severo Sarduy, Roman Polanski, Jean-Marie Straub, entre otros, Cozarinsky había llegado a una concepción de la literatura (y del cine) como exilio. De esa manera, este trabajo busca rastrear e inventariar los movimientos del exilio en esa primera etapa de su producción que va de los textos críticos escritos en Argentina hasta sus primeros textos ficcionales compuestos en Francia entre 1974 y 1981. Sin embargo, ese inventario importa principalmente por lo que permite en el sentido de vislumbrar una máquina mucho más amplia y sofisticada que trabaja en la deconstrucción de textos, conceptos y de sí misma, a esa máquina la llamo excripta Cozarinsky. Pues el exilio va mucho más allá de una condición temporal o causal. Este se inscribe como engranaje esencial en su trabajo creativo. La excripta Cozarinsky es el lugar del desvío y del desplazamiento, pero también de la cripta y de la desencriptación. No se trata simplemente de reconocer el exilio como un tema recurrente en vidas y textos, sino buscar su tensión, resistencia y articulación, muchas veces subterránea, en el desarrollo y en la disposición de textos e imágenes. El exilio en Cozarinsky es singular-plural, es el lugar de la tradición (literaria, cinematográfica y familiar), de la literatura como exilio y de la existencia exiliada. Este movimiento triple, que constituye el exilio, hace de los textos un devenir constante en tanto ser-con el lector en la construcción de un significado que nunca es completo. La excripta Cozarinsky, como la de Jacques Derrida, se constituye de por lo menos dos movimientos fundamentales: se trata de la inversión y del desplazamiento que injerta y disuelve conceptos; y de la responsabilidad para con la herencia (necromancia), pues este trabajo depende de un compromiso con la memoria y su diseminación diferida. Por fin, la excripta Cozarinsky se caracteriza aún por su ejercicio constante de reelaboración en tanto deconstrucción de sí misma.
5

Two different looks at the past

Collares, Maria Teresa 2006 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Letras/Inglês e Literatura Correspondente Esta pesquisa investiga as diferenças entre os filmes A Missão e Hábito Negro, focando em como cada um deles representa a história. A análise se baseia, principalmente, nos conceitos de texto realista clássico e revolucionário formulada por MacCabe, na discussão de White sobre relatos ficcionais de eventos históricos, na definição do gênero de filmes ficcionais históricos de Grindon e na fenomenologia do épico desenvolvida por Sobchack. A importância da pesquisa está calcada na idéia de que a cada representação da história corresponde um sentido, ou seja, uma maneira diferente de ver o presente e como ele é influenciado pelo passado. A dissertação apresenta um capítulo introdutório teórico, dois capítulos com uma análise cuidadosa de cada filme separadamente e, após isso, a comparação dos resultados. A tese é que A Missão se trata de um filme progressista que tem suas origens no épico e apresenta distinção entre elementos ficcionais e históricos. Além disso, propõe um argumento histórico universal. Já Hábito Negro trata-se de um filme revolucionário que foca nos detalhes e representa o evento histórico à semelhança de um trauma. Além do mais, convida o/a espectador/a a olhar para as especificidades da situação que narra. In this research, I investigate the differences between the films The Mission and Black Robe focusing in their representation of history. I analyze those films drawing mainly on the concepts of the classic realist and revolutionary texts formulated by MacCabe, on White's discussion about fictional accounts of history, on the definition of the historical fiction film genre by Grindon, and on Sobchack's phenomenology of the epic. The importance of the research is based on the idea that each representation of history implies a particular meaning, that is, a particular way to see the present and how it is influenced by the past. The thesis presents a theoretical introductory chapter, two separate chapters with a close analysis of each film separately and, afterwards, a comparison of the results. My thesis is that The Mission is a progressive film that stems from the epic and presents a distinction between fictional and historical elements. Moreover, it proposes a more universal historical argument. Black Robe, on the other hand, is a volutionary film that focuses on detail and represents the historical event as analogous to a trauma. Furthermore, it invites the spectator to look at the specificities of the situation it narrates.
6

Tempo, espaço, espectador e leitor: o Abril Despedaçado de Ismail Kadaré e de Walter Salles

Guimarães, Lara Maringoni 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 2014. Este trabalho apresenta a discussão de minha pesquisa para a obtenção do mestrado em Linguística. Nesta pesquisa, abordo algumas das questões relativas à representação da passagem temporal no romance Abril despedaçado, de Ismail Kadaré (1982/2006), e de que forma essa passagem de tempo é representada na sua tradução intersemiótica cinematográfica, homônima, dirigida por Walter Salles (2001). Discuto, também, a relação que se estabelece entre o elemento temporal e o elemento espacial, com foco na tradução intersemiótica. Por fim, a partir de teorias de leitura expostas por Leffa (1996) e Souza (2012) e de espectatorialidade apresentadas por Stam (2000; 2005; 2006), Luz (2002) e Aumont (2005), debato o papel do leitor e do espectador como cocriadores da trama proposta pelos autor/diretor e roteirista, discutindo teoricamente de que maneira se pode processar a leitura dos diferentes tipos textuais e algumas das habilidades necessárias para que o ato de leitura se efetive, tanto no texto de natureza verbal quando no audiovisual.
7

Sound and language in discourse

Bastos, Maíza de Lavenère 2007 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Inglês e Literatura Correspondente. Tendo em vista o crescente interesse por análises multimodais de diferentes tipos de mídia, meu objetivo neste trabalho é investigar como as relações e representações entre alguns dos personagens do filme "Cidade dos Sonhos", de David Lynch, são estabelecidos através de elementos não-verbais e verbais. Os elementos analisados são aspectos da trilha sonora e as escolhas lingüísticas dos personagens em quatro cenas do filme. Para isso, base teórica para a análise de trilha sonora desenvolvida neste trabalho se situa na área de multimodalidade, mais especificamente na área de semiótica do som proposta por van Leeuwen (1999). Somados à análise de elementos da trilha sonora, a perspectiva teórica aplicada à analise dos elementos verbais tem como base aspectos da Gramática Sistêmica Funcional proposta por Halliday (1984; Halliday & Matthiessen, 2004). Os resultados possibilitam o entendimento da construção de relações entre os personagens e classificação de detalhes importantes no filme, que são evidenciados pelo uso de qualidade de voz, juntamente com as escolhas lingüísticas dos personagens. Tais conclusões podem contribuir para o entendimento de como uma comunicação não-verbal e verbal pode construir relações e representações. Bearing in mind the increasing interest for multimodal analysis of different types of media, my objective in this study is to investigate how relationships and representations among some of the characters of the film Mulholland Drive, by David Lynch, are established through non-verbal and verbal modes. The analysis focuses on elements of the soundtrack and the linguistic choices of specific characters in four scenes of the film. The theoretical basis for the analysis of the elements of the soundtrack derives from the area of multimodality according to the semiotic of sound as proposed by van Leeuwen (1999). And the theoretical perspective for the analysis of the verbal elements draws on aspects of Systemic Functional Linguistics as proposed by Halliday (1984; Halliday & Matthiessen, 2004). Results enable the understanding of the establishment of relationships among characters and classification of important details in the film, which are evidenced by the use of voice quality together with their linguistic choices. Such findings may contribute to the understanding of how representations and relationships may be built through non-verbal and verbal communication.
8

SHAKESPEARE RECICLADO: UMA ADAPTAÇÃO CINEMATOGRÁFICA DE A MEGERA DOMADA NO FILME 10 COISAS QUE EU ODEIO EM VOCÊ

CARVALHO, L. M. 24 April 2015 (has links)
Este trabalho analisa a adaptação cinematográfica do teatro shakespeariano, mais especificamente da obra A Megera Domada, no filme 10 coisas que eu odeio em você, a partir de uma reflexão de tradução intersemiótica, inspirada pelas definições peirceanas de signo e a entendendo como uma forma de hipertextualidade criativa. O estudo aborda as relações dialógicas entre o texto fonte e seu hipertexto, considerando seus respectivos contextos. Discutem-se questões referentes à adaptação e apropriação (cientes de que o cinema, como meio de reprodução da arte, se configura como uma das formas mais efetivas de adaptação literária ou não), que trazem à baila questionamentos sobre a perpetuação da canonicidade de Shakespeare ou a sua resistência, sob a forma de reciclagem. Discutimos ainda o conceito de intermidialidade, como forma indispensável de suporte para as releituras realizadas até o momento.
9

Meshes of the afternoon

Moraes, Rafaela do Nascimento de 2004 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Letras/Inglês e Literatura Correspondente, Florianópolis, 2004 Abstract : This thesis examines the work of the filmmaker Maya Deren in the light of the aesthetics proposed by her main writings -"An Anagram of Ideas on Art, Form and Film"(1946), "Cinema as an Independent Art Form" (1946), "Cinematography: The Creative Use of Reality"(1960) -, as well as its relations to her first short film Meshes of the Afternoon, placing it among the numerous aesthetic and film trends in which it figured. Her writings depict a solid theoretic background, as well as her attempt to construct what she called "poetic cinema," through the conjunction of various forms of artistic expression. Such an attempt is made no less evident in the analysis of Meshes of the Afternoon, whose dream-like narrative evolves from the peculiar combination of symbolic elements and is responsible for the poetic effect coveted by the filmmaker.
Esta dissertação tem como objetivo examinar o trabalho da cineasta Maya Deren, principalmente no que se refere à estética proposta por ela em seus principais escritos: "An Anagram of Ideas on Art, Film and Form" (1946), "Cinema as an Independent Art Form" (1946) "Cinematography: The Creative Use of Reality" (1960) - e à relação que estes estabelecem com seu primeiro curta-metragem Meshes of the Afternoon, situando-o em meio às inúmeras correntes estéticas e cinematográficas com as quais se relacionou. Seus escritos evidenciam uma formação teórica sólida, bem como sua tentativa de elaborar o que denominou de "poetic cinema,"através do encontro das diversas formas de expressão artística. Esta tentativa fica não menos evidente ao se analisar Meshes of the Afternoon, cuja narrativa de caráter onírico se desenvolve a partir de uma combinação peculiar de elementos simbólicos, responsável pelo efeito poético almejado pela cineasta.
10

Cidade de Deus e a violência através dos espaços

Vieira, Claudia de Souza da Natividade 2011 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2011 Esta dissertação de mestrado propõe uma análise do livro, roteiro e filme Cidade de Deus, com o objetivo de observar a representação da violência nos três objetos de estudo, concentrando o olhar em como a violência atua no (s) espaço (s) e em quais espaços se dá essa atuação. A partir dessa perspectiva, será possível evidenciar como a representação da violência e a sua atuação em determinados espaços pode contribuir para a (des) construção dos indivíduos inseridos neles. Além disso, se tentará demonstrar os efeitos alcançados com alguns elementos que persistiram do livro para o roteiro, e deste para o filme, bem como, os resultados obtidos com a inserção de novos elementos na montagem final da produção cinematográfica. Para alcançar os objetivos desejados a pesquisa se concentrará nas relações existentes entre literatura, cinema e estudos culturais. Portanto, alguns conceitos serão discutidos e, se possível, esclarecidos. Entre eles, os conceitos de cultura, representação, tradução cultural e adaptação, que serão de fundamental importância para as discussões que esta dissertação pretende estabelecer. Além dos conceitos citados, a pesquisa fará uso de uma leitura atenta das imagens do filme e, para isso, contará com um estudo dos elementos intersemióticos peculiares a ele.

Page generated in 0.1408 seconds