• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 7083
  • 1308
  • 507
  • 397
  • 152
  • 67
  • 47
  • 33
  • 8
  • 5
  • 5
  • 4
  • 2
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 10096
  • 3522
  • 2070
  • 2041
  • 1442
  • 1133
  • 1055
  • 884
  • 838
  • 838
  • 825
  • 771
  • 741
  • 730
  • 620
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

El fenómeno del best seller en México e Hispanoamérica en la actualidad

Landaburu Portilla, Carmen 9 May 2012 (has links)
No description available.
2

Héctor Manjarrez y la literatura de la "Onda"

Gorráez Puga, Alejandra 16 June 2010 (has links)
No description available.
3

La experimentación como recurso: encuentros y desencuentros del concepto de experimentación en Inventando que sueño de José Agustín y El hipogeo secreto de Salvador Elizondo. Análisis a partir del concepto de posmodernidad de Raymond L. Williams

Ramírez Dillanes, Julieta Angélica 22 May 2013 (has links)
No description available.
4

Viejas, sirvientas, brujas: subversión neobarroca en El obsceno pájaro de la noche

Ramírez Aguilera, Natalia 2012 (has links)
Leer y escribir acerca de El Obsceno pájaro de la noche de José Donoso implica, inevitablemente, la desestabilización esquemática y productiva de su exégeta. Encontrar alguna conjetura, idea, figuración o hipótesis, para asir coherentemente el inmenso delirio que significa la lectura e interpretación de esta obra, parece una tarea de gran complejidad, sobre todo si tomamos en cuenta el gran corpus crítico que posiciona su novelística y la novela aquí tratada como la gran obra de Donoso y como referente en la tradición literaria de nuestro país y continente. Si bien estas constataciones desalentaron varios intentos de lectura, gracias a insistentes búsquedas, exámenes, y discriminaciones de diversas perspectivas críticas, más consecutivas relecturas de la obra, permitieron que esta prematura parálisis productiva pudiese transformase en una estrategia interpretativa que decide tomar uno de los principales temas considerados por la crítica como fundamentales en el universo donosiano, me refiero al binomio entre patrón y sirviente, relación que se instrumentalizará como filtro que discrimina y establece mi eje de análisis. Pero, además, el desarrollo particular de esta en El Obsceno… me permitió asumir su lectura bajo el enfoque interpretativo del Barroco y su actual manifestación latinoamericana, el Neobarroco.
5

“Legalización del discurso del poder mediante un simulacro de transparencia”: Análisis del corpus fotográfico Apertura Y Transparencia. “Urbanismo, Arquitectura, Paisajismo Militar”

Salvo Epullanca, Maura Daniela 2006 (has links)
En el presente trabajo se busca evidenciar de qué manera, al igual como ocurre en el Barroco, se legaliza el discurso del poder militar en Chile a través de una “imagen vaciada”. Para ello se analizará un corpus seleccionado de fotografías pertenecientes al libro titulado Apertura Y Transparencia. “Urbanismo, Arquitectura Paisajismo Militar”, publicado en Marzo del 2006, que se enmarca dentro de las políticas de apertura e integración que el Ejército de Chile ha debido llevar a cabo en los últimos años. Será necesario dar cuenta en primer lugar del contexto de producción de dicho texto, dentro del cual se incluirá un análisis de los paratextos que se encuentran en el libro (presentación I, II, Prólogo e Epílogo).
6

LA ILUSTRACIÓN EUROPEA: EL RACIONALISMO DE LAS LETRAS EN EL SIGLO XVIII

Quiroga, Víctor 2007 (has links)
Los relatos de viaje de los que el presente estudio se hace cargo están inmersos en un siglo prolijo en este género y que posee, asimismo, características y visiones que, según se verá, no están presentes en ninguno de los siglos anteriores. Me refiero por supuesto al siglo XVIII europeo. Dentro de la gran gama de posibilidades que el género me brinda para abordarlo como objeto de estudio, he decidido escoger una de las obras más representativas de la época: Breve Relación de un viaje al interior de la América Meridional (publicado por primera vez en 1745), escrito por el científico francés Carlos María de la Condamine. Ya notará el lector que el relato de viaje escogido para llevar a cabo esta investigación obedece a un muy especial tipo de relato: el científico. Dicho tipo de viaje se enmarca dentro de una tradición de relatos que viene desde antiguo.
7

Prelúdio de uma voz oculta

Nunes, Zilma Gesser 2002 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Curso de Pós-Graduação em Literatura Made available in DSpace on 2012-10-19T19:06:58Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Este trabalho apresenta a edição crítica da obra de Ernani Rosas (Nossa Senhora do Desterro, 1886 - Rio de Janeiro, 1955). A tese foi estruturada em duas grandes partes: a primeira apresenta um estudo a respeito do autor e da retórica da edição crítica, as noções da Crítica Genética e da Filologia. A segunda parte apresenta a transcrição de 578 poemas manuscritos inéditos de Ernani Rosas, acompanhados de notas laterais que descrevem todas as rasuras, vacilações, acréscimos e substituições procedidas pelo escritor, proporcionando uma leitura simultânea dos percursos da escrita, desde sua concepção até a última versão, à guisa de hipertexto. O trabalho de transcrição é seguido da fortuna crítica do autor e de um glossário (com nomes de pessoas, lugares e personagens citados nos poemas) que permitem uma leitura do conjunto da obra de Ernani Rosas.
8

Glauber Rocha

Panarotto, Demétrio 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2012 Made available in DSpace on 2013-06-25T22:08:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 314259.pdf: 1080827 bytes, checksum: 7e0a35ad7a88ec487b69ad8db958ecec (MD5) Esta tese sobre a produção cinematográfica de Glauber Rocha visa mostrar como o sertão euclidiano, reconhecido no trabalho do cineasta durante a década de 1960, retorna durante a década de 1970 por intermédio do historiador grego Xenofonte a partir do roteiro La nascita degli dei, escrito na Itália, durante o período de exílio, e publicado no mesmo ano de sua morte. O sertão como fio condutor, ao ser lido também na década de setenta, distanciado de seu poder de representação, permite, com Badiou e Deleuze, outra possibilidade de leitura, anabática e palimpséstica, que se estende pelo corpo da obra de Glauber.
Abstract : This thesis on Glauber Rocha's cinematographic production has the objective to show in which ways the wilderness (sertão) in Euclides da Cunha's works acknowledged into the film-maker work during the 60's decade, returns in the 70's by the Greek historian Xenofonte with the script La nascita degli dei written in Italy during his exile, and published in the same year of his death. The wilderness (sertão) consider as a conductor image to the script, when read also in the 70's away from its representation power, allows other reading possibilities anabatic and palimsestic, for instance, via Badiu and Deleuze, which spreads itself throughout Glauber's work.
9

Sujeito, discurso e delinquência

Galarça,Sandro Lauri da Silva 24 October 2012 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunição e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, Florianópolis, 2010 Made available in DSpace on 2012-10-24T23:36:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 288529.pdf: 829003 bytes, checksum: 28fe9dd7086364bc02549777c69e8e12 (MD5) Sujeito, discurso e delinquência uma cartografia de A Sangue Frio apresenta uma descrição que se debruça sobre os signos narrativos que constroem a instituição da prisão e seu reflexo na produção dos sujeitos. Não se leva em consideração somente o universo semântico em que se dá a instituição da prisão, assim como a punição e também o controle o ambiente, o comportamento, as vestes, as características destas personagens ou, a rigor, a personalidade dos envolvidos mas também como é constituído o sujeito que emerge deste discurso em A sangue Frio, de Truman Capote. Para isso, esta obra será lida pela lente do pensamento de Michel Foucault e de seu entendimento sobre a construção dos sujeitos a partir da narrativa que se forma sobre ele. Torna-se necessário aceitar que Foucault não só pensa, mas parte da existência de uma dualidade que põe, de um lado, a forma representada pela visibilidade da prisão; e de outro, o conteúdo composto pelos enunciados, que dão sustentação às punições em si, pela autenticidade encontrada no direito penal e pela legitimação de um sistema de punições por meio de um discurso oficial sobre a delinquência. Vale lembrar que não se trata de focar a observação no crime ou no criminoso, muito menos nos motivos ou nas consequências dos atos praticados por cada um de seus atores, mas no universo de significados usados por Truman Capote em A Sangue Frio na construção cênica, tanto do ambiente quanto nas relações de tempo e espaço; na construção dos próprios personagens apresentados; e, por extensão, no próprio discurso ficcional que constrói o sujeito. A presente tese de doutoramento está sustentada por um questionamento central: quem é esse sujeito constituído não a partir de seu ato, mas pelos enunciados que narram as causas e consequências deste ato, que o tornam público e lhe dão autenticidade? Subject, discourse and delinquency a cartography of In Cold Blood presents a description about the narrative signs which construct the institution of prison and its reflex in the production of the subject. Not only takes into account the semantic universe in which it is formed the institution of prison, as well as punishment and control the surrounding, behavior, the vests, the characteristics of these characters or, indeed, the personality of those involved but also comprises the subject that emerges from In Cold Blood discourse, by Truman Capote. Thus, this piece will be read through the lens of Michel Foucault studies and his comprehension about the construction of the subjects from the narrative that produce this subject. It becomes necessary to accept that Foucault not only thinks, but assumes the duality of two sides, one is the way to represent the visibility of prison; and the other is the contents consisted by statements that sustains its punishment, by the authenticity found in penal law and the legitimacy of a system of punishment that uses an "official" discourse about delinquency. It is also important to say that the focus is not the observation of the crime or the criminal, neither the reasons nor the consequences of the acts performed by each actor, but the focus is on the universe of meanings used by Truman Capote#s In Cold Blood in the scenic construction of both, the surrounding and the relations of time and space; in the construction of his own characters presented; and, for extension, his own fictional discourse that constructs the subject. This thesis is sustained by a main question: who is this subject constructed not based on his acts, but by the narrative about causes and consequences of his acts, which make him public and give him authenticity?
10

Um qorpo santo na província

Menna, André da Silva 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Literatura. Made available in DSpace on 2012-10-21T05:21:16Z (GMT). No. of bitstreams: 1 198617.pdf: 298219 bytes, checksum: caf2a48971d0f4fba254669ac6b9bed4 (MD5) A inserção de personagens e acontecimentos, oriundos não só da História oficial, mas também da história literária, tem sido uma tendência bastante explorada por inúmeros escritores. Essas obras se caracterizam pela oscilação entre o discurso histórico e o ficcional, motivo para muitos debates entre historiadores e críticos literários em torno da seguinte questão: a História deve ser entendida como uma simples e organizada aglutinação cronológica de fatos pretéritos ou pode ser vista como uma narrativa intencionalmente subjetiva, em que a História emerge principalmente em função da verossimilhança?

Page generated in 0.0724 seconds