• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 3487
  • 78
  • 74
  • 74
  • 64
  • 52
  • 49
  • 45
  • 21
  • 13
  • 12
  • 11
  • 3
  • 3
  • 3
  • Tagged with
  • 3672
  • 1478
  • 709
  • 602
  • 445
  • 437
  • 403
  • 370
  • 346
  • 293
  • 288
  • 286
  • 285
  • 245
  • 235
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Ecologia reprodutiva e conservação de Virola surinamensis (Rol.) Warb. na região do estuario amazonico

Pina-Rodrigues, Fatima Conceição Marquez 05 June 1999 (has links)
Orientador: Paulo Yoshio Kageyama / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-25T04:46:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Pina-Rodrigues_FatimaConceicaoMarquez_D.pdf: 15426637 bytes, checksum: 3d5972286734296aa398a954d803ab0e (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Com o objetivo de contribuir para a conservação e manejo de Virola surinamensis (Rol.) Warb.-virola, esse trabalho estudou aspectos referentes à fenologia, polinização, dispersão de sementes, germinação e padrão de distribuição espacial. Levantamentos realizados nas regiões das Ihas de Gurupá e de Marajó permitiram verificar que o sistema de exploração florestal atualmente empregado poderá eliminar as últimas reservas remanescentes de virola no estuário. Na exploração as grandes clareiras abertas na mata podem impedir a regeneração natural de virola. Os danos causados não são computados nos planos de manejo para fins de reposição florestal. Em relação aos padrões fenológicos, durante 4 anos, foram selecionadas 28 árvores em população eqüiana localizada em Belém (PA). Quinzenalmente foram efetuadas observações anotando-se o sexo, número de plantas florescendo, frutificando ou em estádio vegetativo. Foi observada proporção de 39% de plantas femininas, 29% de masculinas e 32% que não apresentaram florescimento ao longo do período estudado. Os maiores picos de florescimento e frutificação ocorreram durante a estação seca Gulho-setembro). Nas plantas masculinas registrou-se maior intensidade de florescimento, podendo apresentar até dois eventos no mesmo ano. No período das chuvas (dezembro-março) ocorre florescimento de outro grupo de plantas, originando um pico de menor intensidade. Foi constatado que existem plantas femininas e masculinas que apresentam florescimento simultâneo e único, com a formação de grupos de subpopulações de indivíduos que trocam fluxo gênieo apenas entre si. Isto poderia levar ao seu isolamento reprodutivo. A nível de espécie, o padrão floração e frutificação foi anual à irregular. Porém, a nível de indivíduo foi regular. O estudo da biologia de polinização da espécie demonstrou não haver especificidade de polinizador, tendo sido observados como prováveis polinizadores microhymenopteros e dípteros, vespas, abelhas do gênero l'rigona, podendo também formigas do gênero Camponotus atuarem como eventuais polinizadores. Em relação à dispersão das sementes, foi testada a hipótese da hidrocoria também exercer papel na disseminação das sementes da espécie no estuário amazônico, além da ornitocoria. Os estudos abrangeram 3 anos e várias fases ( a) observações naturalísticas no campo; (b) observações do comportamento do tucano Ramphastos vitellinus em cativeiro, alimentando-se de sementes e frutos de virola; ( c) distância de dispersão de sementes pela água; (d) determinação da época de maturação das sementes; (e) desenvolvimento do embrião da semente e (f) ecologia da germinação. Em condições naturais cerca de 60-80% das sementes produzidas caem na água dos rios quando estas apresentam o arilo vermelho. A distância média percorrida pelas sementes em área de várzea baixa foi de 50 m/dia. Cerca de 20% das sementes transportadas pela água chegaram a atingir os rios e igarapés principais, percorrendo uma distância média de 500 m. As demais fixaram-se em locais próximos às margens e em raízes de outras plantas. Os tucanos, em área natural, visitam as árvores quando suas sementes apresentam o arilo vermelho. Permanecem cerca de 15-20 minutos em cada árvore e podem, a seguir, voar para outra vizinha ou para longe do grupamento de plantas. Em cativeiro foi observado que, entre a ingestão e regurgitação das sementes de virola, transcorrem em média 8,6 minutos. O tempo inferior ao dispendido nas árvores poderia possibilitar a dispersão próxima ou entre os grupamentos de plantas. A sua permanência em água foi um importante fator para completar o seu desenvolvimento do embrião da semente de viro Ia. Nas condições do estuário, o tucano poderia ser um dispersor de curta distância, enquanto a água, o seria a maiores distâncias. Com base nos resultados obtidos sugere-se que a espécie apresenta evidências de adaptações ecológicas para a hidrocoria, sendo que a água exerce também importante papel como promotor da germinação. Para testar a hipótese do arilo atuar como inibidor da germinação, sementes recém-colhidas, com e sem arilo foram semeadas em viveiro, imediatamente após a colheita e após permanecerem 7 dias em água corrente, seguindo-se o delineamento experimental fatorial inteiramente ao acaso. Não houve efeito significativo da presença do arilo sobre a germinação, obtendo-se 70% para as com arilo e 70,5% para sementes sem arilo. No entanto, a permanência em água promoveu aumento significativo da germinação. As sementes plantadas imediatamente após a colheita apresentaram germinação tardia, aos 15 dias, e continuou lenta e irregular, tanto com arilo (50%), quanto sem (53%). A estratificação em água corrente promoveu a aceleração e uniformização da germinação, iniciada aos 7 dias e com alta percentagem para sementes com e sem arilo (90%). O fato de não se obter efeito negativo da presença do arilo sobre a germinação sugere que as substâncias presentes no arilo não exerceriam atividade inibitória à germinação. Estudos realizados anteriormente, demonstraram que as sementes de virola apresentam indícios de dormência por imaturidade do embrião. Assim, a aceleração da germinação promovida pela água poderia estar ligada à lixiviação de inibidores ou em consequência da estratificação modificando as relações promotores/inibidores, induzindo à germinação e ativando o crescimento do embrião. Em relação à germinação das sementes, testes efetuados com diferentes qualidades de luz (branca, escuro, vermelha e vermelho-longo) e teor de umidade do substrato (seco, médio e encharcado) comprovaram o potencial da espécie para germinar em áreas com condições semelhantes à que ocorrem em pequenas clareiras na mata, tendo demonstrado sensibilidade ao ressecamento e encharcamento do substrato. Para avaliar em condições naturais o estabelecimento das mudas, foi estuado o padrão de distribuição espacial da espécie. Foram efetuados estudos em áreas de várzea alta, com adaptações ecológicas para a hidrocoria, sendo que a água exerce também importante papel como promotor da germinação. Para testar a hipótese de arilo atuar como inibidor da germinação, sementes recém-colhidas, com e sem arilo foram semeadas e viveiro, imediatamente após a colheita e após permanecerem 7 dias em água corrente, seguindo-se o delineamente experimental fatorial inteiramente ao acaso. Não houve efeito significativo da presença do arilo sobre a germinação, obtendo-se 70% para as com arilo e 70,5% para sementes sem arilo. No entanto, a permanência em água promoveu aumento significativo da germinação. As sementes plantadas imediatamente após a colheita apresentaram germinação tardia, aos 15 dias, e continuou lenta e irregular, tanto com arilo (50%), quanto sem (53%). A estratificação em água corrente promoveu a aceleração e uniformização da germinação, iniciada aos 7 dias e com alta percentagem para sementes com e sem arilo (90%). O fato de não se obter efeito negativo da presença do arilo sobre a germinação sugere que as substâncias presentes no arilo não exerceriam atividade inibitória à germinação. Estudos realizados anteriormente, demonstraram que as sementes de virola apresentam indícios de dormência por imaturidade do embrião. Assim, a aceleração da germinação promovida pela água poderia estar ligada à lixiviação de inibidores ou em conseqüência da estratificação modificando as relações promotores/inibidores, induzindo à germinação e ativando o crescimento do embrião. Em relação à germinação das sementes, testes efetuados com diferentes qualidades de luz (branca, escuro, vermelha e vermelho-longo) e teor de umidade do substrato (seco, médio e encharcado) comprovaram o potencial da espécie para germinar em áreas com condições semelhantes à que ocorrem em pequenas clareiras na mata, tendo demonstrado sensibilidade ao ressecamento e encharcamento do substrato. Para avaliar em condições naturais o estabelecimento das mudas, foi estuado o padrão de distribuição espacial da espécie. Foram efetuados estudos em áreas de várzea alta, com (Ilha de Marajó-PA) e sem exploração recente (Lábrea-AM) e várzea baixa explorada (Ilha de Marajó) e sem exploração (Ilha de Gurupá-PA. A distribuição espacial da população foi mais determinada pela distribuição dos grupamentos de plantas ou colônias. Em várzea baixa os grupamentos apresentaram dispersão homogênea na área. Em várzea alta a tendência foi a formação de grupamentos compostos por conjuntos de colônias, definidas como subpopulações, constituídas por conjuntos de colônias com alto padrão de agregação entre elas. A exploração causou efeito sobre a sua distribuição espacial. A virola apresentou um padrão ecológico de polinização à curta distância e dispersão de sementes à curta (ornitocoria e hidrocoria em várzea alta) e longa distância (hidrocoria). Para a conservação nas áreas onde a virola softeu intensa exploração, como os rios Preto, Laguna e a região da ilha de Gurupá, deve ser efetuada de forma ex-situ, coletando-se o máximo possível das populações remanescentes. A conservação in-situ, com a criação de áreas de reserva, poderia ser viável nas regiões ainda em fase de exploração como os rios Anajás, Jurará e Mapuá. No entanto, devido ao crescimento da intensidade da exploração mecanizada e manual, paralelamente deve ser efetuada a conservação ex-situ. Considerando o volume/árvore obtido para estas regiões, a conservação deve aliar a finalidade de aproveitar o potencial local para o melhoramento e manejo florestal / Abstract: To contribute for the conservation and management of Virola surinamensis (Rol.) Warb. -virola, were studied aspects of phenology, pollination, seed dispersion, germination and patterns of spacial distribution. Studies developed in Gurupá and of Marajó's Islands allowed to verify that the used system of forest exploration can eliminate natural population of virola remainders in the amazon estuary. During exploration gaps can reduce natural regeneration of virola. Phenological data were obtained during 4 years, from 28 selected trees in a population located in Belém (Pará-Brazil). Each 15 days were observed frequency of flowering of individual plants. About 39% of female plants flowered, 29% of masculine and 32% didn't present flowering. The largest flowering and frutification picks was in the dry period (July-September). Masculine plants presented larger flowering intensity than females, and could present up to two events in the same year. In the wet season (December-March) another group of plants flowered originating a pick of smaller intensity. Female and male plants present simultaneous flowering but with formation of groups of individuals' subpopulations with a restricted gene flow, that could take to their reproductive isolation. Flowering in the population was annual to irregular, but at individual's leveI went regular. Pollination was not specific having been observed as probable pollinators microhymenopteros, wasps and Trigona, also being able to pollinate Camponotus ants like eventual pollinator. Dispersion and seed germination studies were realized along 3 years. In natural conditions about 60-80% of the produced seeds drop in the rivers with a exposed red aril. Water average distance of transport in area of low floodplain forest was 50 m/dia. About 20% of the seeds were transported by the water and got to reach the rivers, with a average distance of distance of 500 m. Toucans, in natural area, visit the trees when their seeds present the red arilo. They stay about 15-20 minutes in each tree and they cannot, to proceed, to fly for another neighbor or for far away from the grouping of plants. Elapse time between the virola's seed ingestion and regurgitation is an average of 8,6 minutes, lower than the time spent in the trees by toucans. This could facilitate short distance dispersion or beteween close groups of plants. Seed maintainance in water was an important factor to complete embryo development. In natural conditions in the amazon estuary, toucan could be a dispersor of short distance, while the water, could be a larger distance dispersor. Virola demonstrated evidence of ecological adaptations for hidrocory, and water also is an important promoter of seed germination. To test the hypothesis of the aril inhibit of the germination, seeds with and without aril were sowed in nursery, immediately after the crop and after they stay 7 days in water, There was not significant effect of the presence of the arilo on the germination, being obtained 70% for the with arilo and 70,5% for seeds without arilo. However, the permanence in water promoted significant increase on germination. The seeds sowed immediately after the crop presented late germination, to the 15 days, and it continued slow and irregular, 50 much with aril (50%), as without (53%). Seed imersion in water promoted acceleration and uniform germination, begun to the 7 days and with high percentage for seeds with and without arilo (90%). Previously studies, demonstrated that virola seeds could present dormancy probably due embryo immaturity. Thus, the acceleration of the germination promoted by the water could be estimulated by lixiviation of inhibitors, inducing germination and activating embryo growth. Virola seed germination was estimulated by far-red light and inhibited by red one, indicating its sensibility to the light conditions of large gaps in the forest. High intensity exploration could create larger gaps and reduce virola's seed germination and seedling establisment. In natural areas spacial distribution of the population was more determined by the distribution of grouping plants or colonies. ln low floodplain forest groupments dispersion were homogeneous, while in high floodplain there were composed groups formed by colonies, defined as subpopulations, constituted by groups of colonies with high aggregation pattern among them. Virola presented an ecologica1 pattern of short distance pollination and short seed dispersion by ornitocory and hidrocory in high floodplain forest) and long distance (hidrocory). Conservation in the areas where the virola suífered intense exploration, as rio Preto and Laguna and the area of the island of Gurupá, it should be made ex-situ conservation, being collected the possible maximum of remaining populations. In-situ conservation, with the creation of reservation areas, could still be viable in the areas in exploration phase as the rivers Anajás, Jurará and Mapuá. However, due to the growth intensity and mechanica1 and manual exploration, parallelly the conservation should be made ex-situ. Considering the volume/tree obtained for these areas, conservation should ally the purpose of taking advantage of the local potential for the improvement and forest management / Doutorado / Ecologia / Doutor em Ciências
2

A transformação da igualdade por correspondência temporal um-a- um como mediador da conservação

TARGA, Daianne Araújo Costa January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:03:20Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8949_1.pdf: 592048 bytes, checksum: 291adf2c5d9c9318a38b847f1d6d205c (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2007 / A habilidade de conservação é alcançada por volta dos 6 anos, quando a criança apresenta o conceito de reversibilidade. Dentre as habilidades de conservação, encontra-se a correspondência um-a-um que possibilita à criança comparar o número de elementos de dois conjuntos, e que é considerada como pré-requisito para a construção do número pela criança. Estudos anteriores demonstram que a correspondência um-a-um tipo temporal é compreendida mais precocemente do que a correspondência um-a-um do tipo espacial e que, na tarefa de conservação de quantidades discretas, pelo procedimento da tarefa, a criança precisa possuir a noção de correspondência um-a-um tipo espacial. O presente estudo apresentou como objetivo, analisar se na tarefa de conservação de quantidades discretas, a utilização de um procedimento que utilize conjuntamente a correspondência um-a-um de tipo espacial e a correspondência um-a-um do tipo temporal possa tornar mais fácil a resolução da tarefa por crianças pequenas, levando-as a apresentar níveis mais elevados de desempenho do que na condição tradicional. Os resultados encontrados demonstraram que na condição modificada (emparelhamento), as crianças pequenas (4 e 5 anos) apresentaram um desempenho elevado na realização da tarefa, em uma idade em que ainda não possuem a habilidade de conservação de acordo com a Teoria de Jean Piaget
3

Estudo da conversão de fatias de manga utilizando tecnicas combinadas : pre-secagem e congelamento

Resende, Eder Dutra de 23 February 1995 (has links)
Orientador: Theo Guenter Kieckbush / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadul de Campinas. Faculdade de Engenharia de Alimentos / Made available in DSpace on 2018-07-19T23:35:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Resende_EderDutrade_M.pdf: 4284583 bytes, checksum: b98fcdaf81388ab6132fb68d009dbb55 (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: Frutas apresentam normalmente um alto conteúdo de umidade e nesta condição, sua estrutura celular é drasticamente afetada durante processos comerciais de congelamento/descongelamento, quando ocorre uma notável alteração de volume de sua fração aquosa. Uma técnica de desidratação parcial ("Dehydrofreezing") tem sido proposta para minimizar os efeitos adversos do processo de congelamento de frutas. O presente trabalho desenvolve um estudo com três variedades de manga (Mangífera indica L.): Keitt, Tommy Atkins e Haden, submetidas a uma pré- secagem com evaporação a níveis pré-determinados, e a três velocidades de congelamento. O pré-tratamento mostrou-se muito efetivo na redução do "dripping" durante o descongelamento, obtendo-se um produto de qualidade superior ao natural. Uma pré-secagem até níveis de 30% de água evaporada (relativo ao peso total) promove drástica redução na fração de líquido exsudada. A exsudação diminui com o aumento da taxa de congelamento, porém esse efeito só se mostra significante a níveis menores de 20% de água evaporada. Cada cultivar responde de maneira diferenciada ao tratamento de pré- secagem e congelamento, sendo que a variedade Keitt é a mais sensível a este tipo de processamento. Um ensaio calorimétrico com esse cultivar identificou uma redução de 10% no conteúdo de gelo do produto desidratado a 30% de água evaporada / Abstract: Fruits usualy show a high moisture content and as a consequence, their celular structure is drastically affected by commercial freezing-thawing processes, due to considerable volume change of their aqueous fraction. Dehydrofreezing, a partial pre-dehydration technique, has been used in order to minimize the adverse affects generated during fruits freezing. This work concerns a study of three variets of mangoes (Mangifera indica L.), Keitt, Tommy Atkins and Haden, submitted to pre-dehydration at different levels of water evaporation and also three freezing rates. The pre-treatment was effective in the reduction of dripping loss during thawing and a product of better quality than the original one was obtained. A pre- dehydration of the order of 30% water evaporation (relative to initial weight) produced a drastic reduction in exuded liquid. The exudation decreases with an increase in freezing rate, but only at evaporation levels inferior to 20%. Each mango variety reacted differently to the pre-treatment process, and the Keitt cultivar showed the most sensitive behavior. Calorimetric measurements with Keitt mango quantified a 10%; reduction in ice formation with a 30% water evaporation / Mestrado / Mestre em Engenharia de Alimentos
4

Espectrofotometria de absorção na região ultravioleta para detecção de atividade proteolitica em leite e derivados

Prata, Luiz Francisco 24 October 1991 (has links)
Orientador: Jose Satiro de Oliveira / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia de Alimentos / Made available in DSpace on 2018-07-14T01:02:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Prata_LuizFrancisco_D.pdf: 2794308 bytes, checksum: ba697c9e99668a4e19f5946cba282897 (MD5) Previous issue date: 1991 / Resumo: A proteólise afeta adversamente a qualidade do leite e de seus sub-produtos, limitando a estocagem e levando à degradação dos seus constituintes, principalmente em leite submetido a tratamento por UHT (ultra hight temperature). Disso resulta a necessidade de métodos simples e sensíveis para estimar e demonstrar essa atividade proteolítica, que possam ser aplicados ao leite e seus derivados. A diálise do leite contra água e o espectro de absorção de proteínas e peptídios devido à ligação peptídica na faixa do ultravioleta, constituíram os elementos iniciais para as hipóteses testadas, objetivando o desenvolvimento de um método espectrofotométrico na região dos 200-230 nm para essa finalidade. Neste trabalho descreve-se o desenvolvimento e a padronização desse método, partindo-se da diálise comparativa de leite e derivados, da definição espectrofotométrica para proteínas e oligopeptídios puros, da associação da diálise à determinação espectrofotométrica e à demonstração de proteólise enzimática "in vitro". O método foi comparado ao de HULL na avaliação da atividade proteolítica original de leite recém­ordenado ( r = 0,9962 ) e à estimativa da proteólise em amostras variadas de leite e derivados ( r = 0,9296 - t** ). A aplicação do método desenvolvido mostrou a inexistência de correlação significativa entre a qualidade microbiológica original do leite cru e sua atividade proteolítica. Para a estimativa da evolução proteolítica, em queijo tipo "Minas frescal" durante a estocagem refrigerada, correlacionou-se muito bem com o aparecimento e evolução de características indesejáveis possivelmente decorrentes da proteólise. Em leite longa-vida (UHT) mostrou-se também adequado, embora nas amostras analisadas a proteólise tenha sido muito discreta. Os resultados obtidos foram promissores, evidenciando que o método é mais apropriada e de maior sensibilidade que o de HULL para a determinação de proteólise, constituindo-se numa alternativa simples, rápida e barata. / Abstract: It's well known that proteolysis affects adversely the milk quality and of their by-products, limiting the shelflife and leading to a degradation of their constituints, mainly in milk submitted to ultra-hight temperature treatment, like UHT milk. It is well known too, the need for simple and sensitive methods to estimate and demonstrate this proteolytic activity, applied to milk and milk products. The dialysis of milk against water and the absorption spectra of proteins and peptides due to the peptide bonds in the ultraviolet range were the start-points for the hypothesis to be tested in this research. This research describes the development and standartization of a spectrophotometric method in the UV-range (200-230 nm) with the aim to supply a want. It was compared to the HULL method ( r = 0,9296 -t** ) and applied to quantitation and monitoring proteolysis in raw milk, UHT-mi1k and "Minas Frescal" cheese, a Brazilian kind of cheese with hight moisture and not submitted to ageing. The results was very promising, showing higher sensitivity and being more suitable than the Hull method to detect proteolysis. Still showed that the method is very simple, rapid and unexpensive. / Doutorado / Doutor em Tecnologia de Alimentos
5

Proposta de metodologia para análise de eficiência hidro-energética e ambiental: estudo de caso da agroindústria

Martins, Marcia Viana Lisboa [UNESP] 10 May 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:40Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-05-10Bitstream added on 2014-06-13T18:47:04Z : No. of bitstreams: 1 martins_mvl_dr_guara.pdf: 2080821 bytes, checksum: a693ba4f47d482db5e6545837d253771 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O crescimento industrial acelerado associado ao crescimento populacional tem como principal consequência o aumento excessivo do uso dos recursos naturais e a degradação do meio ambiente. A adoção de medidas de conservação é uma alternativa que atende o aumento da demanda de água e energia, minimiza o impacto das atividades industriais sobre o meio ambiente, e ainda aumenta a competitividade da indústria. Mas para que estas medidas sejam eficazes elas devem ser estruturadas dentro de um sistema de gestão ambiental associado a indicadores ambientais. O objetivo deste trabalho é o desenvolvimento de uma metodologia para análise da eficiência hidro-energética e ambiental de uma indústria. Diversas medidas de conservação de recursos hídricos e energéticos são apresentadas e analisadas sob o ponto de vista técnico, econômico e ambiental. É proposto um indicador energético-ambiental capaz de sintetizar os ganhos ambientais de medidas de conservação hídrica e energética, refletidas no nível de emissões de gases poluentes associadas ao uso de energia por unidade de seu principal insumo. O indicador energético-ambiental é função do indicador de poluição, o que possibilita avaliar as emissões de gases poluentes das diversas tecnologias de geração de energia calorífica/elétrica, sejam estas internas ou externas a planta industrial. No caso da geração externa são consideradas as emissões devido à geração de energia elétrica, seja esta produzida exclusivamente por uma termoelétrica ou hidrelétrica ou sistema de cogeração. Assim, é também desenvolvido o equacionamento do indicador de poluição de uma usina hidrelétrica. A metodologia é aplicada a uma agroindústria de abatedouro e frigorífico. A escolha deste setor industrial deve-se as suas características de consumidor de água... / The fast industrial growth associated with population growth results massive use of natural resources and environmental degradation. The adoption of conservative measures is an alternative that meets the increasing demand of water and energy, minimizing the impact of industrial activities on the environment, and increases the competitiveness of industry. But for these measures to be effective they must be structured within the environmental management system associated with environmental indicators. The objective of this work is to develop a methodology for analysis of hydro-energy efficiency and environmental performance of an industry. Several conservation measures for water and energy resources are presented and analyzed from the technical, economic and environmental point of view. The proposed energy-environmental indicator is able to summarize the environmental benefits of water conservation measures and energy, reflected on the level of greenhouse gas emissions associated with energy use per unit of its main product. The energy-environmental indicator is a function of pollution indicator which allows to evaluate the polluted gas emissions of the various technologies for generating heat energy / power, whether internal or external plant. In the case of generation are considered external emissions due to generation of electricity that is produced exclusively by a thermal or hydro or cogeneration system. Thus, the equation is also derived indicator of pollution of a hydroelectric plant. The methodology is applied to an agribusiness abattoir and refrigerator. The choice of this industrial sector due to the characteristics of consumers of water and energy and its importance in the country economy. The results demonstrate the effectiveness of the model used and show the adequacy of the... (Complete abstract click electronic access below)
6

Proposta de metodologia para análise de eficiência hidro-energética e ambiental : estudo de caso da agroindústria /

Martins, Marcia Viana Lisboa. January 2012 (has links)
Orientador: Oscar Armando Maldonado Astorga / Coorientador: José Luz Silveira / Banca: Pedro Magalhães Sobrinho / Banca: Agnelo Marotta Cassula / Banca: Carlos Barreira Martinez / Banca: Marcelo Giulian Marques / Resumo: O crescimento industrial acelerado associado ao crescimento populacional tem como principal consequência o aumento excessivo do uso dos recursos naturais e a degradação do meio ambiente. A adoção de medidas de conservação é uma alternativa que atende o aumento da demanda de água e energia, minimiza o impacto das atividades industriais sobre o meio ambiente, e ainda aumenta a competitividade da indústria. Mas para que estas medidas sejam eficazes elas devem ser estruturadas dentro de um sistema de gestão ambiental associado a indicadores ambientais. O objetivo deste trabalho é o desenvolvimento de uma metodologia para análise da eficiência hidro-energética e ambiental de uma indústria. Diversas medidas de conservação de recursos hídricos e energéticos são apresentadas e analisadas sob o ponto de vista técnico, econômico e ambiental. É proposto um indicador energético-ambiental capaz de sintetizar os ganhos ambientais de medidas de conservação hídrica e energética, refletidas no nível de emissões de gases poluentes associadas ao uso de energia por unidade de seu principal insumo. O indicador energético-ambiental é função do indicador de poluição, o que possibilita avaliar as emissões de gases poluentes das diversas tecnologias de geração de energia calorífica/elétrica, sejam estas internas ou externas a planta industrial. No caso da geração externa são consideradas as emissões devido à geração de energia elétrica, seja esta produzida exclusivamente por uma termoelétrica ou hidrelétrica ou sistema de cogeração. Assim, é também desenvolvido o equacionamento do indicador de poluição de uma usina hidrelétrica. A metodologia é aplicada a uma agroindústria de abatedouro e frigorífico. A escolha deste setor industrial deve-se as suas características de consumidor de água... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract:The fast industrial growth associated with population growth results massive use of natural resources and environmental degradation. The adoption of conservative measures is an alternative that meets the increasing demand of water and energy, minimizing the impact of industrial activities on the environment, and increases the competitiveness of industry. But for these measures to be effective they must be structured within the environmental management system associated with environmental indicators. The objective of this work is to develop a methodology for analysis of hydro-energy efficiency and environmental performance of an industry. Several conservation measures for water and energy resources are presented and analyzed from the technical, economic and environmental point of view. The proposed energy-environmental indicator is able to summarize the environmental benefits of water conservation measures and energy, reflected on the level of greenhouse gas emissions associated with energy use per unit of its main product. The energy-environmental indicator is a function of pollution indicator which allows to evaluate the polluted gas emissions of the various technologies for generating heat energy / power, whether internal or external plant. In the case of generation are considered external emissions due to generation of electricity that is produced exclusively by a thermal or hydro or cogeneration system. Thus, the equation is also derived indicator of pollution of a hydroelectric plant. The methodology is applied to an agribusiness abattoir and refrigerator. The choice of this industrial sector due to the characteristics of consumers of water and energy and its importance in the country economy. The results demonstrate the effectiveness of the model used and show the adequacy of the... (Complete abstract click electronic access below) / Doutor
7

Ecologia dos falconiformes de Areas Abertas do Parque Nacional das Eman (Mineiros-GO)

Baumgarten, Leandro Claudio, 1973- 24 August 1998 (has links)
Orientador: Wesley Rodrigues Silva / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-24T09:58:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Baumgarten_LeandroClaudio_M.pdf: 3431570 bytes, checksum: 245d96c9538a6aebb496e22bf9b33779 (MD5) Previous issue date: 1998 / Resumo: Este estudo teve como objetivo levantar dados básicos sobre a ecologia de Falconiformes em uma área de Cerrado no Brasil Central. Para isso, entre março de 1996 e fevereiro de 1997 foram percorridos 7033 km em linhas de censo distribuídas pelo Parque Nacional das Emas (PNE), nos quais foram avistados 3162 indivíduos de 18 espécies de aves de rapina. Outras duas espécies também foram registradas fora dos censos. As contagens por espécie variaram de um (Buteo brachyurus) até 663 indivíduos (Elanus leucurus) e as densidades calculadas variaram de 0,1 ind./km2 (Coragyps atratus) a 12,7 ind./km2 (Falco femoralis). Três espécies apresentaram variações temporais de abundância significativas: Buteogallus meridionalis (menos registros em agosto - setembro), Falco sparverius e Elanus leucurus (ambas com diminuição dos registros de novembro a janeiro). Todos os registros das aves de rapina mais comuns foram separados em trechos de 5 km de estrada e contados para se avaliar a distribuição dos rapineiros dentro do Parque. O número médio de registros por trecho variou de 0,13 (B. meridionalis) a 0,46 (E. leucurus). As distribuições da maioria das espécies apresentaram correlações positivas significativas entre si, com exceção de Buteo albicaudatus. Este fato aparentemente indica que existem áreas dentro do PNE que são mais adequadas para Falconiformes, ou pelo menos para as espécies mais comuns, do que outras, embora não haja diferenças fisionômicas marcantes entre elas. Finalmente, a distribuição das aves no PNE entre a estação seca e a chuvosa não diferiu, exceto no caso de E. leucurus. Também foram coletados dados sobre a biologia reprodutiva das espécies mais abundantes de Falconiformes. Foram acompanhados 38 ninhos de sete espécies de aves de rapina (Coragyps atratus, Elanus leucurus, Buteogallus meridionalis, Buteo albicaudatus, Polyborus plancus, Falco femoralis e Falco sparverius). A maioria das espécies reproduziu entre agosto (final da estação seca) e novembro, exceto C. atratus (abril junho) e E. leucurus Ganeiro - junho). Apesar do maior número dos ninhos de P. plancus ter sido encontrado após o final da estação seca, também foram registrados ninhos a partir de maio. Todos os ninhos foram medidos e caracterizados. Das sete espécies, cinco fazem ninhos em árvores, uma em afloramentos rochosos (C. atratus) e outra em cavidades em cupinzeiros (F sparverius). Não foram encontradas diferenças significativas entre as características dos ninhos que tiveram sucesso e aqueles que falharam, exceto a maior profundidade da cavidade para ninhadas de F sparverius que conseguiram concluir a reprodução. Foi possível identificar duas causas principais de mortalidade: tempestades (quatro ninhos) e predação (dois ninhos). Nos demais (nove ninhos), não foi possível identificar a causa da falha na reprodução. Foram calculadas as probabilidades de sucesso de Mayfield para B. albicaudatus (p=O,26), P. plancus (p=O,55), F sparverius (p=O,45) e F femoralis (p=O,52). São discutidos a utilização de ninhos por mais de uma espécie e a possível redução de ninhada em B. albicaudatus e em P. plancus / Abstract: Ecology of Falconiformes in open areas in Emas National Park (Mineiros GO). In this study we colIected basic ecological data of Falconiformes in a Cerrado area in Central Brazil. We rode, between March 1996 and February 1997, 7033 km in census lines distributed within Emas National Park, where we registered 3162 individuaIs of 18 raptor species. Two another species were also registered out of census. Counts for each species varied from one (Buteo brachyurus) to 663 individuaIs (Elanus leucurus) and estimated densities varied from 0.1 ind./km2 (Coragyps atratus) to 12.7 ind.1km2 (Falco femoralis). Three species showed significant temporal variation in abundance, Buteogallus meridionalis (less individuaIs in August-September), Falco sparverius and Elanus leucurus (both with less individuaIs between November and February). AlI the records for the most comnmon raptors were arranged in five km road-sections and counted in order to evalute the spatial distribuiton of the birds of prey inside th Park. Mean number of records varied from de 0.13 (B. meridionalis) to 0.46 (E. leucurus). The distribution of most species showed a significant positive correlation between them, except for Buteo albicaudatus. This fact probably indicates that there are areas inside ENP that are suitable for Falconiformes, or , at least for the most common species, than others, although there is no sharp difference in vegetation types between them. Finnaly, raptor distribution did not differ between dry and wet season, except for E. leucurus We, also, colIected data about the breeding biology of the most common diurnal raptors. We folIowed 38 nests of seven species of birds of prey (Coragyps atratus, Elanus leucurus, Buteogallus meridionalis, Buteo albicaudatus, Polyborus plancus, Falco femoralis e Falco sparverius). Most of the species bred between August (end of dry season) and November (beginning of wet season), except C. atratus (April - June) and E. leucurus (January - July). Although we found several P. plancus nests after the end of the dry season, we also registered a few after May. We mesured and characterized alI nests. Five species nested in tree, one nested in a rock outcrop (C. atratus), and another used holes in termite mounds (F sparverius). We did not found siginificant differences between succesfulI and failed nests, except a deeper nest chamber in successfulI F sparverius nests. We identified two main mortality causes: storms (four nests) and predation (two nests). We were unable to identify mortality causes in nine nests. We estimated Mayfield survival probabilities for B. albicaudatus (p=0,26), P. plancus (p=0,55), F sparverius (p=0,45) and F femoralis (p=O,52). We discussed nest use for more than one species and possible brood reduction in B. albicaudatus and P. plancus / Mestrado / Ecologia / Mestre em Ciências Biológicas
8

Condições de Habitabilidade no Centro Histórico de São Luís-MA: Estudo das atividades comerciais e de serviços necessárias e das atividades incompatíveis

Tereza Campos Marques, Marcia January 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:30:39Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5312_1.pdf: 1370131 bytes, checksum: 2d768897f2b148e53a01df73cf910de3 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2002 / Esta pesquisa busca compreender como os incômodos de vizinhança, gerados por atividades incompatíveis com o uso residencial, podem influenciar no processo de conservação do Centro Histórico de São Luís. Então, para este estudo, parte-se do pressuposto de que a permanência do uso residencial no Centro Histórico é um aspecto importante para a sua conservação. E com as intervenções propostas pelo Prodetur-MA e pelo Governo do Estado as condições de habitabilidade dos moradores remanescentes podem ficar comprometidas, pois não estão sendo previstos usos compatíveis para os imóveis. Para tanto foram desenvolvidas duas etapas de investigação: a primeira voltada para uma aproximação teórica e conceitual do tema e a segunda para um estudo sobre os usos atuais do patrimônio cultural edificado e um estudo sobre a população remanescente no que se refere à atual situação, em que se encontram enquanto moradores desse centro histórico. Estes estudos deram origem a uma classificação das atividades (usos) compatíveis com o uso residencial, de acordo com o grau de incômodo gerado pelas mesmas
9

A participação social como fator para a conservação e a sustentabilidade urbana: o caso de Igarassu-PE

Pereira, José Adriano January 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:30:52Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5338_1.pdf: 2772515 bytes, checksum: f7bdcd5fb608c32e6161194573e088ca (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2003 / Esta dissertação avaliou a participação da população no plano elaborado pelos técnicos da FIDEM e das quatorze prefeituras dos municípios que compõem a área de estudo, intitulado de Litoral de Pernambuco: um Estudo Propositivo. O estudo trabalhou com o pressuposto de que se não houver uma efetiva participação da população no processo de planejamento, a conservação e a sustentabilidade do patrimônio estarão comprometidas. Aplicaram-se dois métodos: 1) qualitativo - a análise de documentos oficiais (atas de reuniões, depoimentos de participantes); e 2) quantitativo - a análise das listas de presença dos participantes envolvidos nesse processo. Procurou-se avaliar a intensidade e a qualidade da participação através de uma investigação empírica. A Cidade de Igarassu foi selecionada entre os municípios por sua importância histórica e por suas características de patrimônio natural, construído e cultural
10

Proposta de norma certificável para gestão da conservação de sítios históricos

GUSMÃO, Mariana Buarque Ribeiro De January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T16:32:03Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5472_1.pdf: 1030774 bytes, checksum: 553b7e9260d9bb0378fd965fb23a8c86 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / O objetivo geral desta Dissertação foi introduzir o conceito Qualidade na discussão sobre a Gestão da Conservação de sítios históricos, e os específicos foram: elaborar uma Proposta de Norma para a gestão desses sítios, baseada nas Normas ISO, e, avaliar abordagens de gestão da Conservação baseados na metodologia do CECI. Primeiramente, houve a definição dos termos Qualidade e Conservação , depois do conceito de Qualidade para a gestão da Conservação. Em seguida, houve a conexão entre formato e lógica da Qualidade contidos nas normas NBR ISO 9001 e 14001, e as recomendações relativas à gestão da Conservação presentes nas Cartas Patrimoniais, no Modelo CECI e no livro Management Guidelines for World Cultural Heritage Sites . Assim, foi elaborada a versão preliminar da Proposta de Norma. Análises comparativas entre essa e uma proposta de modelo de gestão para o Sítio Histórico de Olinda, bem como entre ela e a situação atual do sistema de gestão do Sítio Histórico do Bairro do Recife, possibilitaram sua revisão, e a elaboração da versão final da mesma. Com base na aplicação da Proposta de Norma nos dois sítios históricos, foi possível concluir que o conceito da Qualidade foi introduzido no campo da Gestão da Conservação, que foi elaborada uma Proposta de Norma para a gestão que é específica para Conservação de sítios históricos, e que a Proposta de Norma é viável operacionalmente

Page generated in 0.0398 seconds