• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 4440
  • 51
  • 23
  • 20
  • 20
  • 18
  • 17
  • 15
  • 13
  • 12
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • Tagged with
  • 4587
  • 1901
  • 842
  • 816
  • 771
  • 701
  • 468
  • 455
  • 449
  • 390
  • 381
  • 328
  • 288
  • 282
  • 276
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Abandono à terapêutica da tuberculose em um centro de saúde de Fortaleza no período de 1995/1996 / Abandoning the treatment of tuberculosis in a health center in Fortaleza period 1995/1996

Lima, Mary Braga de January 1997 (has links)
LIMA, Mary Braga de. Abandono a terapêutica da tuberculose em um centro de saúde de Fortaleza no período de 1995 a 1996. 1997. 103 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 1997. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-01-06T16:35:42Z No. of bitstreams: 1 1997_dis_mblima.pdf: 17001932 bytes, checksum: 60a9b820510568e54010576d7439fb5a (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-01-06T16:36:24Z (GMT) No. of bitstreams: 1 1997_dis_mblima.pdf: 17001932 bytes, checksum: 60a9b820510568e54010576d7439fb5a (MD5) / Made available in DSpace on 2014-01-06T16:36:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1997_dis_mblima.pdf: 17001932 bytes, checksum: 60a9b820510568e54010576d7439fb5a (MD5) Previous issue date: 1997 / The tuberculosis is still one of the main priorities in public health because it is one disease determined by cultural and social economic of the population and it gets wose by the association of tuberculosis with AIDS. In Fortaleza the incidence present in the last few years as also the problem around the no adherence of therapy are the main reasons of this worry. This research aimed to analyse the factors that determined the no adherence of tuberculosis treatment by the patients in the Health Center Oliveira Pombo - HCOP, in Fortaleza from 1995 to 1996. We use two methodological approaches; the quantitative to develop a descriptive study about an epidemiological situation of tuberculosis in Fortaleza and to clarify the reasons of no adherence to treatment in HCOP; the other qualitative with the aim to understand the problem we are studying. So we interview fifteen patients who had on adherence to treatment and which evidences permitus to analyse the knowledge and the perception of themselves related to the disease and treatment. In short, we conclude that tuberculosis brings serious individual and social consequences due to the stigma as the disease is seen not only by the society but, by the own patient ; the comprehension of the disease and treatment was understood through the changes in behaviour and expression of feelings caused by the impact of diagnosis . The causes reasons of this no adherence were pointed out as one personal decision, however we think that the health service was a partner ship in this process. In this point of view in order to minimize the problem, we build a proposal of measures to be used not only by the HCOP but that can be used at any other unity of health. / A tuberculose continua sendo uma prioridade em saúde pública, por tratar-se de uma doença determinada pelas condições socioeconômicas e culturais das populações, situação essa que atualmente se agrava pela associação da tuberculose com a AIDS. Em Fortaleza, a incidência apresentada nos últimos anos, bem como, o problema em torno do abandono à terapêutica constituem-se motivos de preocupação. Esta investigação objetivou analisar os fatores que determinaram o abandono ao tratamento da tuberculose, pelos pacientes do Centro de Saúde Oliveira Pombo - CSOP, Iocalizado em Fortaleza, no período de 1995 e 1996. Utilizamos duas abordagens metodológicas: uma quantitativa, visando desenvolver um estudo descritivo sobre a situação epidemiológica da tuberculose em Fortaleza e, contextualizar a tuberculose e o abandono ao tratamento no CSOP ; outra, qualitativa, com o propósito de compreender o tema em estudo. Para tal, foram entrevistadas quinze pessoas que abandonaram o tratamento e cujos depoimentos permitiram analisar o conhecimento e a percepção dos entrevistados em relação à doença e ao tratamento. Em suma, concluímos que: a tuberculose traz sérias consequências sociais ao individuo, em decorrência da forma estigmatizada como a doença é vista, não só pela sociedade como também pelo próprio doente; a compreensão da doença e do tratamento foi entendida através de mudanças no comportamento e expressão de sentimentos devido ao impacto do diagnóstico; as causas do abandono foram apontadas como decisão pessoal; todavia, entendemos que o serviço de saúde teve papel de co-participante nesse processo. Na perspectiva de minimizar essa conjunção de problemas citados, elaboramos uma proposta de medidas, aplicáveis não só ao CSOP como a qualquer unidade de saúde.
22

Padrões epidemiológicos e operacionais da hanseníase em Fortaleza-CE – 2001 a 2011 / Epidemiological and operational patterns of leprosy in Fortaleza-CE - 2001-2011

Souza, Laura Brito de January 2013 (has links)
SOUZA, Laura Brito de. Padrões epidemiológicos e operacionais da hanseníase em Fortaleza-CE : 2001 a 2011. 2013. 79 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2013. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-02-06T11:19:45Z No. of bitstreams: 1 2013_dis_lbsouza.pdf: 1555964 bytes, checksum: 6deaf319d70ee728975c4af95647f054 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-02-06T11:21:09Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_dis_lbsouza.pdf: 1555964 bytes, checksum: 6deaf319d70ee728975c4af95647f054 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-02-06T11:21:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_dis_lbsouza.pdf: 1555964 bytes, checksum: 6deaf319d70ee728975c4af95647f054 (MD5) Previous issue date: 2013 / Leprosy remains with high magnitude in most states. Objectives: To characterize the epidemiological situation of leprosy, temporal trends and spatial distribution of the indicators by district of residence in Fortaleza 2001-2011. Methodology: Analytical study of the ecological type using secondary data obtained from SINAN (National System for Notifiable Diseases) and obtained population data from IBGE. Conducted a univariate analysis of temporal trends and spatial distribution, where several epidemiological and operational indicators were calculated for all neighborhoods in Fortaleza, was also compared the area of the Regional Executive Secretary (SER) III with the rest of Fortaleza. Results: A total of 9,104 new cases (mean: 43,3 years) were included in the study. Although high detection rate, considered “very high” according to definitions of the Ministry of Health, the tendency in the general population was significant decline over the period (p = 0,001 and R ² = 0,7191). The detection rate in children under 15 remained stable, indicating the existence of active foci (p = 0,917 and R ² = 0,0013) and grade II disability in the population remained constant with no statistically significant association (p = 0,068 and R ² = 0,3224). Multibacillary operating classes were more frequent (5.628; 61,8 %) and clinical dimorphous (3.939; 44,8 %). The SER III presents similar values for epidemiological and operational indicators of leprosy than the rest of Fortaleza. The detection rate in the general population shows an increase in the detection of new cases in the whole county, but with different levels of transmission of leprosy and by regional variations, favoring the emergence of clusters of cases by neighborhoods. Conclusion: Leprosy remains high load in Fortaleza, despite advances in the control. The spatial distribution helped to identify possible areas for greater detection, and active transmission of leprosy among neighborhoods. / Introdução: A hanseníase se mantém com elevada magnitude na maioria dos estados brasileiros. Objetivos: Caracterizar a situação epidemiológica da hanseníase, tendência temporal e padrões de distribuição espacial dos indicadores por bairro de residência, em Fortaleza de 2001 a 2011. Metodologia: Estudo analítico do tipo ecológico, realizado com dados secundários obtidos do SINAN (Sistema Nacional de Agravos de Notificação) e dados populacionais obtidos do IBGE. Realizou-se análise univariada, de tendência temporal e distribuição espacial, onde os diversos indicadores epidemiológicos e operacionais foram calculados para todos os bairros de Fortaleza, foi também comparado a área da Secretaria Executiva Regional III com o restante de Fortaleza. Resultados: Um total de 9.104 casos novos (média: 43,3 anos) foi incluído no estudo. Apesar de elevado coeficiente de detecção, considerado “muito alto” segundo definições do Ministério da Saúde, sua tendência na população geral foi de declínio significante ao longo do período (p=0,001 e R²=0,7191). O coeficiente de detecção nos menores de 15 anos apresentou estabilidade, indicando a existência de focos ativos (p=0,917 e R²=0,0013) e o grau II de incapacidade física na população se manteve constante com associação estatisticamente não significante (p=0,068 e R²=0,3224). As classes operacionais multibacilares foram mais frequentes (5.628; 61,8%) e forma clínica dimorfa (3.939; 44,8%). A SER III apresenta valores equiparados aos indicadores epidemiológicos e operacionais da hanseníase que o restante de Fortaleza. O coeficiente de detecção na população geral mostra um aumento na detecção de casos novos no município inteiro, porém com diferentes níveis de transmissibilidade da hanseníase e variações por regionais, favorecendo o surgimento de aglomerados de casos por bairros. Conclusão: A hanseníase se mantém com elevada carga no município de Fortaleza, apesar dos avanços alcançados para o controle. A análise da distribuição espacial ajudou a identificar possíveis áreas de maior detecção, e transmissão ativa da hanseníase entre os bairros da cidade.
23

Incidência de eventos adversos em uma coorte de hipertensos / Adverse events incidence in a hypertensive cohort

Gonçalves, Carla Beatrice Crivelaro January 2005 (has links)
Introdução: A hipertensão é fator de risco importante para doenças cardiovasculares, mas o controle da pressão arterial é insatisfatório. Um dos motivos para o controle inadequado é a fraca adesão entre os pacientes que recebem antihipertensivos, parcialmente explicada pela ocorrência de eventos adversos. A incidência de eventos adversos chega a 28% em ensaios clínicos, mas a real magnitude do problema na prática assistencial é pouco conhecida. Métodos: Realizou-se um estudo de coorte prospectivamente planejado, acompanhada de 1989 a 2000, no ambulatório de hipertensão arterial do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (Divisão de Cardiologia e Farmacologia Clínica do HCPA). Os objetivos foram, determinar a incidência de eventos adversos (EA) relacionadas à terapia anti-hipertensiva, referidos por pacientes hipertensos, descrever os EA mais freqüentes e os fatores de risco para ocorrência de EA. Em cada consulta, os pacientes eram indagados sobre a presença de evento adverso e, no caso de resposta positiva, era aplicada uma lista dirigida a eventos adversos específicos. Resultados: De 1957 pacientes da coorte, 1508 preencheram os critérios de inclusão e foram seguidos por 12,3 ± 12,2 meses (mediana, 10 meses), resultando em 18548 pacientes/mês. Entre todos os pacientes incluídos, 534 (35,4%) apresentaram pelo menos uma queixa de evento adverso durante o acompanhamento, resultando em 28,8 pacientes com EA /1000 pacientes/mês (IC 95% 26,4 a 31,3). Entre os pacientes em tratamento farmacológico (1366), a incidência foi de 31,3 pacientes com EA /1000 pacientes/mês (IC 95% 28,6 a 33,9) e, entre aqueles em uso de monoterapia, de 29,6 pacientes com EA /1000 pacientes / mês ( IC 95% 22,3 a 36,9). Os pacientes em uso de mais de um anti-hipertensivo apresentaram risco relativo bruto para eventos adversos de 2,10 (IC 95% 1,67 a 2,63). Houve associação entre a classe do anti-hipertensivo usado em monoterapia e a ocorrência de eventos adversos em algum momento do seguimento (P < 0,001), os quais foram mais freqüentes com bloqueadores dos canais de cálcio comparados aos tiazídicos e betabloqueadores. Entre as queixas específicas, tontura (P = 0,007), cefaléia (P = 0,003) e problemas sexuais (P= 0,045) foram mais freqüentes no primeiro grupo. Conclusões: O presente estudo descreveu a incidência de eventos adversos em uma coorte de pacientes hipertensos de um ambulatório especializado, confirmando dados de estudos observacionais e ensaios clínicos que indicam que estes são problemas freqüentes. O uso de mais de um anti-hipertensivo aumenta significativamente o risco de eventos adversos e, entre as classes de antihipertensivos usados em monoterapia, os tiazídicos mostram-se os mais seguros. / Background: Hypertension is an important risk factor for cardiovascular diseases, but the control of high blood pressure is insufficient. One reason for the unsuitable control is the poor adhesion among patients who receive antihypertensive agents, parcially explained by the occurrence of adverse events. The incidence of these events gets to 28% on clinical trials, but the real magnitude of the problem on the assistant practice is little known. Methods: We underwent a prospectively planned cohort study followed up from 1989 to 2000, from the outpatient hypertension clinic of the Hospital de Clínicas of Porto Alegre (Cardiology and Clinical Pharmacology Divisions of HCPA). The objectives were to determine the incidence of adverse events (AE) related to antihypertensive therapy, referred by the hypertensive patients, to describe the more frequents AE and the risk factors to AE. In each visit, patients were asked for the presence of AE and in case of positive response it was applied one list directed towards specific adverse events. Results: From 1,957 patients in the cohort, 1,508 met criterions of inclusion. They were followed by 12.3 ± 12.2 months (median 10 months) resulting in 18.548 patients / month. From all patients included, 534 (35.4%) patients showed at least one complain of adverse event, resulting in the incidence of 28.8 patients with AE /1,000 patients/month (CI 95% 26.4 – 31.3). Among the subjects in pharmacological treatment (1366), the incidence of patients that refered AE was of 31.3 patients/1,000 patients / month (CI 95% 28.6-33.9) and, between those that used only monotherapy, 29.6 patients with AE /1,000 patients / month (CI 95% 22.3 – 36.9). The patients who were using more than one antihypertensive drug had a crude relative risk for presenting adverse event of 2.10 (C 95% 1.67 – 2.63). There was association between the antihypertensive class used in monotherapy and the occurrence of adverse event in some moment of the segment (P < 0.001), which were more frequent with calcium channel blockers compared to thiazides. Among specific complains, dizziness (P = 0.007). headache (P = 0.003) and sexual disfunction (P= 0.045) were more frequent in the first group. Conclusions: The present study described the incidence of adverse events in one cohort of hypertensive patients of a specialized outpatient service, confirming data of observacional studies and clinical trials indicateing that these problems are frequent. The use of more than one antihypertensive agent increases the risk of adverse event significantly and, among the groups of antihypertensives used in monotherapy, the thiazide diuretics turned out to be the safest.
24

Aborto Induzido : fatores de risco e preditores. Pelotas, RS

Olinto, Maria Teresa Anselmo 15 December 1998 (has links)
Orientador: Djalma de Carvalho Moreira Filho / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-25T08:46:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Olinto_MariaTeresaAnselmo_D.pdf: 3067777 bytes, checksum: 255fe0f856d194f49420f5f6126632a7 (MD5) Previous issue date: 1998 / Resumo: O presente estudo pretendeu estimar a freqüência de aborto induzido, aSSIm principais fatores de risco e preditores. Em 1995, foi realizado um estudo transversal de base populacional com uma amostra representativa de 3002 mulheres de 15 a 49 anos residentes na zona urbana da cidade de Pelotas, RS, Brasil. Para responder às questões de aborto induzido as mulheres foram alocadas para uma de duas metodologias: Método da Urna ou Método das Questões Indiretas. Informações socioeconômicas demo gráficas e reprodutivas foram obtidas através de um questionário geral pré-codificado. As mulheres da amostra apresentaram razoável níveis de escolaridade e de renda familiar comparadas com o Brasil como um todo. Entre as mulheres alocadas para o Método da Urna, 7,2% relataram ter induzido pelo menos um aborto, enquanto que entre. aquelas alocadas para o Método das Questões Indiretas esse valor foi de 3,8%, com uma razão de 1,9. Ao final da vida reprodutiva (45 a 49 anos) as mulheres tinham em média 2,4 filhos, 26% delas eram esterilizadas e 12% haviam induzido aborto segundo o Método da Urna. Gravidez indesejada foi mais presente nos grupos extremos de idade (15 a 19 anos e 45 a 49 anos ), sendo que 41 % das adolescentes haviam enfrentado este problema. Abortos induzidos estiveram fortemente relacionados com relatos de perda fetal. Através dessa informação a priori foi possível identificar os principais fatores de risco e preditores para aborto induzido. Entre as adolescentes, os principais preditores foram: ser provenientes de f~rrlílias de baixa renda, ter baixa escolaridade e alta evasão escolar, além de conhecer um número maior de métodos contraceptivos. Para as mulheres de idade de 20 a 29 anos, apenas o estado civil esteve associado com aborto induzido: as mulheres separadas ou divorciadas relataram mais abortos. Entre as mulheres de 30 a 39 anos, viver em união consensual ou ter companheiro, ter tido problemas com métodos contraceptivos, conhecer em média um maior número de métodos contraceptivos e ser esterilizada foram os principais fatores de risco e preditores. Para a idade acima de 40 anos, apenas conhecimento de maior número de métodos contraceptivos esteve associado com o aborto induzido. Em todos as faixas etárias houve maior relato de perda fetal entre as mulheres que abortaram comparadas com o restante da amostra. Também foi possível observar associações entre religião e aborto. Através deste estudo foi possível perceber a importância da combinação de metodologias para o estudo de temas de difícil abordagem como é o caso do aborto induzido / Abstract: The objective of this study was to estimate thc frequency of induced abortion, as well as to idcntify major risk factors and predictors for those health outcome. In 1995 a cross-sectional population-based study was conducted with a representative sample of 3002 women between 15 and 49 years of age. These women were residents of the urban area of Pelotas, RS, Brazil. Women were randomly assigned to respond to questions on induced abortion with one of two methods: the Ballot-box Method or the Indirect Questioning Method. Socioeconomic, demographic and rcproductive data were obtained through a general precodified questionnaire. The women from this sample had reasonable levels of schooling and income compared with Brazilian women as a whole. Among the women assigned to the Ballot-box Method, 7.2% responded that they had induced at least one abortion, where as 3.8% of those women assigned to the Indirect Questioning Method reported having induced at least one abortion. Women between 45 and 49 years of age had a mean number of 2.4 children, 26% were sterilized and 12% had had an induced abortion as found with the Ballotbox Method. Unwanted pregnancies were more common in the youngest (;l'nd oldest women (from 15 to 19 years and 45 to 49 years of age). In addition, 41 % of the adolescents had experienced an unwanted pregnancy. Induced abortion was strongly associated with fetalloss. Using this information a priori, it was possible to identify the principal risk factors and predictors for induced abortion. Amopg ad.Qlescents, the principal predictors were: low socioeconomic leveI, low schooling and elevated school drop-out, and knowledge of a high number of contraceptive methods. For women between 20 and 29 years of age, only marital status was found to be associated: women who were separated or divorced reported more induced abortion. Among women between the ages of 30 and 39, risk factors and predictors were: to be living with a partner or to have a partner, to have had previous problems with contraceptive methods, to know about a greater humber of contraceptive methods and to be sterilized. For women above 40 years or age, only knowledge of a higher number of contraceptive methods was associated with induced abortion. In ali age groups there was a higher proportion oí reported fetal loss for women who had aborted when comparing with those that had noto An association between religion and abortion was also observed. This study shows the importance of using a combination af methods for studying themes that are sensitive and difficult ta approach, as is the case of induced abortion / Doutorado / Doutor em Saude Coletiva
25

Intoxicações agudas por praguicidas nos centros de toxicologia de seis hospitais universitarios do Brasil em 1994

Alonzo, Herling Gregorio Aguilar, 1961- 23 August 1995 (has links)
Orientador: Flavio Ailton Duque Zambrone / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas / Made available in DSpace on 2018-07-20T13:53:49Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Alonzo_HerlingGregorioAguilar_M.pdf: 3759249 bytes, checksum: f9bea8d7575cbe04b4de7b91035646c5 (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: Os praguicidas são uma tecnologia amplamente utilizada na agricultura, saúde pública, veterinária e silvicultura. O Brasil é o seu maior consumidor da América Latina, estando a população geral e os trabalhadores expostos direta ou indiretamente, e as intoxicações agudas se apresentam como um problema decorrente do uso destes produtos. Descrevem-se as características epidemiológicas das intoxicações agudas acidentais, ocupacionais e tentativas de suicídio por praguicidas atendidas em 1994 nos Centros de Toxicologia de Londrina, Maringá, Belo Horizonte, Florianópolis, Campinas e Ribeirão Preto. Foi criado um banco de dados partindo-se de uma ficha pré-codificada, padronizada e testada nos seis Centros. Foram registrados 15.024 atendimentos em 1994, sendo que 1.527 destes eram casos de intoxicação aguda por praguicidas. Os casos acidentais foram mais fi"eqüentes em Belo Horizonte e Maringá, os ocupacionais em Londrina, Campinas e Maringá e os por tentativa de suicídio em Ribeirão Preto e Belo Horizonte. O gênero em 59,2% dos pacientes era masculino e 40,8% feminino. A taxa de intoxicados foi de 15 por 100 mil habitantes nos seis municípios. Setenta por cento dos pacientes estavam na faixa dos 15 a 49 anos e 13,3% eram' crianças com até cinco anos. A ocupação em 18,2% era agropecuária. Foram atendidos, em média, 127 casos por mês, sendo 32,1% na primavera e 28,3% no verão. Os tóxicos mais fi"eqüentes foram os inseticidas (72,7%), raticidas (16,0%) e herbicidas (7,1 %). A metade dos casos foi atendida nos próprios Centros e 42,1% em outros Hospitais. Cerca de 86,5% dos casos acidentais e 79,5% das tentativas de suicídio ocorreram na residência urbana e 63,0% e 37,0% dos ocupacionais nos locais de trabalho rural e urbano, respectivamente. As vias de exposição mais fi"eqüentes foram: a oral ((f/3), nos casos acidentais, a cutânea (53,1%), nos ocupacionais e a oral (99,3%) nas tentativas de suicídio, Foram internados 36,6% dos pacientes, sendo que 75% dos casos acidentais e ocupacionais ficaram três dias e os por tentativa de suicídio quatro dias. A condição de saída do Hospital em 64,7% dos pacientes foi alta com cura, 13,12% alta e encaminhamento ambulatorial e 2,5% (37) óbitos. Destes, 1 caso foi acidental, 29 suicídios e 7 em outras circunstâncias. As proporções de óbitos por Centro foram: 5,4% em Londrina, 2,7% em Florianópolis e em Campinas, 2,4% em Ribeirão Preto, 0,9% em Belo Horizonte e 0,7% em Maringá. Os dados registrados sistematicamente nos Centros, ainda que com limitações, permitem definir o perfil da situação e as características das intoxicações nas regiões, que constituem uma importante fonte de informação e de pesquisa / Abstract: Pesticides are a technology widely used in agriculture, public health, veterinary and sylviculture. The biggest Latin American consumer is Brazil, consequently its general population and workers are directly or indirectly exposed, and the acute poisonings occur due to the use of these products. Here are described the epidemiologic characteristics of the acute poisonings for accidental and occupational circumstances or by suicide attempts attended in 1994 at the Poison Control Centers of Londrina, Maringá, Belo Horizonte, Florianópolis, Campinas and Ribeirão Preto. A data base was created ftom a standard, tested and pre-coditied datasheet. Fifteen thousand twenty four cases were registered in 1994, of which 1.527 were a.cute poisonings due to pesticides. The accidental cases were more ftequent in Belo Horizonte and Maringá; the occupational ones in Londrina, Campinas and Maringá and the suicide attempts in Ribeirão Preto and Belo Horizonte. By gender 59,2% of patients were males and 40,8% females. The rate of poisoned people was 15 per 100 thousand inhabitants in the six cities. Seventy percent of the patients aged ftom 15 to 49 years and 13,3% were clii1dren ftom zero to tive years oId. Agricultural workers were 18,2%. ApproximateIy 127 cases per month were assisted, ofthose 32,1% in the springtime and 28,3% in summertime. The most ftequent toxicants were insecticides (72,7%), rodenticides (16,0%) and herbicides (7,1%). A half of cases were assisted in the Centers and 42,1% in other hospitals. Eighty six and half percent of the accidental cases and 79,5% of the suicide attempts occurred at home and 63,0% and 37,0% of the occupational at rural and urban workplaces, respectively. The móst ftequent exposure ways were: oral' in, 2/3 of accidental cases; cutaneous in 53,1 % of occupational and oral in 99,3% of suicide attempts. Thirty six point six percent of the patients were admitted to the hospital. Seventy tive percent of the accidental and occupational cases stayed three days and those by suicide a attempts four days. The discharge reason in 64,7% ofthe patients was cure, in 13,12% cure and Outpatient Department follow-up and 2,5% (37) died, ofwhich, one was accidental, 29 suicides and seven by other circumstances. The proportion of deaths per Center was: 5,4% in Londrina, 2,7% in Florianópolis and Campinas, 2,4% in Ribeirão Preto, 0,9% in Belo Horizonte and 0,7% in Nfaringá. The data systematically registered by alI Centers, even presenting limitations allow that the regional profile and the poisoning characteristics may be defined. In additional, they are an important source of information and research / Mestrado / Mestre em Saude Coletiva
26

Aspectos epidemiologicos da Pediculosis capitis : estudo entre pre-escolares de Paulinia, SP

Madureira, Paulo Roberto de, 1952- 23 October 1992 (has links)
Orientador : Luiz Jacintho da Silva / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-16T01:05:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Madureira_PauloRobertode_D.pdf: 1871889 bytes, checksum: 920c39650a12dfc3b80365f8ecc4239a (MD5) Previous issue date: 1992 / Resumo: Analisa- se a biologia, epidemiologia e tratamento da infestação pelo Pediculus capitis,. discutindo a recrudecência rnundial, ocorrida a partir dos anos sessenta, suas possíveis causas e consequências. Para dimensionar sua ocorrência e estudar variáveis epidemioógicas: entre crianças brasileiras, examInaram-se 1596 pré-escolares da cidade de Paulínia, SP, no período de rmarço a julho de 1989. o coeficiente de prevalência da amostra foi de 35,75%, sendo de 27, 50 % entre as crianças do sexo masculino e de 43, 13% no sexo feminino (p<O,001). A taxa de' infestação não foi estatisticamente diferente entre as diversas origens raciais das crianças, sendo de 35, 70% entre os de origem branca, de 37,28% entre os de origem negra e de 25,08 % entre os de descendência asiática (p>0, 57) . A taxa de infestação não foi estatisticamente diferente entre os diversos comprimentos de cabelo, sendo de 33,30% nos: curtos, 39,44% nos médios e de 40,53 % nos longos (p > 0,03). Baseado na literatura e dados da investigação, conclui-se que a pediculosis capitis é um problema de saúde pública no Brasil, semelhante ao que ocorre em muitos outros países. Enfatiza-se a necessidade de se ter uma visão epidemológica da infestação, incorporando conceitos da interação parasita-hospedeiro, e se investir em tratamentos coletivos nas comunidades afetadas, para que possamos conseguir seu controle. / Abstract: The biology, epidemiology and treatment of Pediculus capitis infestation is reviewed, as well as the consequences and possible causes of its worldwide increase recognized in the sixties. A survey of 1696 preschool children was done in Paulínia, SP, Brazil, from March to July 1989. The prevalence coeficient of the sample 'was 35, 75% - 27,60% in boys and 43,13% in girls (p<O,001). The difference of the infestation rate between different racial groups was not statistically significant 35,70% in caucasian, 37,28% in blacks and 26,08% in asians (P>O,57). There are no significant difference in regard to hair length - 33,30% among those, with long hair, 39,44% with median and 40,53% w'ith short hair (p>O,03) . The results of the survey and a review of current and past literature, lead to the conclusion that pediculosis capitis as a public health problem In Brazil is similar to other countries, industrialized or not. Emphasis 1S given to an epidemiological understanding of the infestation and the need of colletive approaches to treatment as the only way to attain its control. / Doutorado / Saude Coletiva / Doutor em Saude Coletiva
27

Análise espaço-temporal na estimação de taxas de incidência/ mortalidade

Vieira, Diego de Matos January 2006 (has links)
A análise de dados espaciais, aplicada ao contexto epidemiológico, também conhecida como Epidemiologia Espacial, vem apresentando crescente utilização por parte dos pesquisadores da área da saúde como uma das ferramentas de estudos de mapeamento e comportamento de doenças e de construção de indicadores de saúde. O presente trabalho apresenta uma revisão bibliográfica sobre a análise espacial de dados agregados por área, aplicada ao Mapeamento de Doenças, relatando os principais problemas da utilização das taxas de mortalidade brutas na construção dos mapas. Como as taxas brutas são estimativas de pequena precisão em regiões onde a população em risco tem tamanho reduzido, e o número de casos é raro, os modelos Bayesianos Hierárquicos são apresentados como alternativas na estimação destas taxas, através da suavização das estimativas produzidas pela incorporação de um componente espacialmente estruturado ao modelo. Nos modelos apresentados podese incorporar o fator temporal ao modelo espacial, através de diferentes formas de especificação. No artigo são analisadas as taxas de mortalidade infantil nos 496 municípios do Rio Grande do Sul no período de 2001 a 2004. Foram comparados três modelos com diferentes especificações dos componentes espaciais e temporais. Verificou-se que o modelo que utiliza a configuração espacial dos municípios na estimação das taxas obteve maior adequação aos dados quando comparado ao modelo onde as taxas são estimadas sem a utilização do componente espacialmente estruturado. Pode-se observar uma melhora sensível na interpretação dos mapas das taxas de mortalidade estimadas, através dos modelos apresentados, em relação aos mapas que utilizam as taxas brutas de mortalidade, podendo-se observar diferentes padrões de evolução temporal em diferentes regiões do Estado. / Spatial data analysis applied to the context of Epidemiology, also known as Spatial Epidemiology, has been used by health researchers as one of the tools for understand the behavior of the disease and for disease mapping studies. This paper presents a bibliographic revision about spatial analysis of data aggregated by area applied to Disease Mapping. The major problems about using gross mortality rates in the map construction are related here, as those rates are poor-precision estimates on areas with reduced population at risk. In this paper, Hierarchical Bayesian model are presented as an alternative in the estimation of those rates, through estimate smoothing produced by inserting a spatially structured component to the model, in addition to the temporal factor, using a different model specifications. Infant mortality rates from 2001 to 2004 in all 496 cities in Rio Grande do Sul were analyzed and three models with different specifications of spatial and temporal components were compared. Noticeably, the model that uses the spatial configuration of the cities for estimating the rates was the best, in comparison to the model where rates are estimated without the spatially-structured component. Considerable improvement is noted in the interpretation of mortality rate maps in relation to maps that use gross mortality rates, allowing the observation of different infant mortality patterns in different areas of the State.
28

Apresentação e avaliação de aspectos clínico-epidemiológicos e histopatológicos de lesões em pacientes com Leishmaniose tegumentar americana (LTA), forma ulcerada, provenientes de áreas endêmicas da região do Cariri. 1990-2003 / Histopathological evaluation of lesions in patients with American Tegumentar Leishmaniasis (ATL), ulcer form, from Cariri region an endemic area of Ceará

Silva, Claúdio Gleidiston Lima da January 2004 (has links)
SILVA, Claúdio Gleidiston Lima da. Apresentação e avaliação de aspectos clínico-epidemiológicos e histopatológicos de lesões em pacientes com Leishmaniose tegumentar americana (LTA), forma ulcerada, provenientes de áreas endêmicas da Região do Cariri. 1990-2003. 2004. 95 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2004. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2011-12-20T16:07:03Z No. of bitstreams: 1 2004_dis_cglsilva.pdf: 1843667 bytes, checksum: 39eb739a26430b34f0b7a7503d60415c (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-02-01T16:05:36Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2004_dis_cglsilva.pdf: 1843667 bytes, checksum: 39eb739a26430b34f0b7a7503d60415c (MD5) / Made available in DSpace on 2012-02-01T16:05:36Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2004_dis_cglsilva.pdf: 1843667 bytes, checksum: 39eb739a26430b34f0b7a7503d60415c (MD5) Previous issue date: 2004 / American Cutaneous Leishmaniasis (ACL) is an endemic disease in the Brazil. In spite of the measures employed to the control the disease continues in expansion and with tendency to urbanization. The northeast of Brazil excels with foci of this zoonosis, especially in the mountains and foothills around Ceará state. Cariri in the south of Ceará close to plateau of Araripe that reaches 900m, bordering the states of the Pernambuco, Piauí and Paraíba is kind of this place with scarce studies. The present work evaluated the clinical and epidemiological aspects of the ACL in the Cariri, especially emphasizing study histopathologic material originating from borders of the ulcers of 64 patients with ACL. The material studied came from APACIC histopatology laboratory (1990-2003), and Pathology laboratory of the Juazeiro do Norte Medicine School (Tropical Medicine Nucleus, 2000-2003). The archived material was constituted of the patient’s records, slides and paraffin blocks. The clinical and epidemiological informations were collected in the specific protocol. The histological material was examine by microscopic routine of the HE and Giemsa, sometimes others histotecnologies techniques were performed. The results revealed Barbalha with highest number of the ACL (n=30); ACL was predominantly rural (n= 38); urbanization of the ACL in the Juazeiro do Norte; male sex (n=39), brown skin (n= 43) and farmer’s (n= 13) prevailed; the ulcerated simple form (n= 63) was most common involving mainly the legs; the nonspecific chronic inflammatory reaction with repair response prevailed in the cases of the ACL; Montenegro skin test, serology and histopathology without identification of the parasites in the absence of the clinical and epidemiological setting should not be used separately to diagnosis ACL. / A Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA) é doença endêmica no Brasil. Apesar das medidas empregadas para seu controle, a doença continua em expansão com tendência a urbanização. No nordeste o Ceará se destaca com focos desta zoonose, particularmente nos sopés das chapadas e serras que circundam o Estado. O Cariri é um destes, sendo ralos os estudos sobre LTA nesta região, situada no sul do estado do Ceará, em intimidade com a chapada do Araripe com cerca de 900 metros de altitude; fronteira com os estado de Pernambuco, Piauí e Paraíba. O presente trabalho avalia aspectos clínicos, epidemiológicos e, especialmente, enfatiza estudo histopatológico de material oriundo da borda de úlcera de 64 pacientes portadores de LTA provenientes do Cariri. Trata-se de material de arquivo disponibilizado no laboratório de Anatomia Patológica APACIC de 1990 a 2003; e do arquivo da Patologia do Núcleo de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte de 2000 a 2003. O material arquivado constitui-se de prontuário com dados clínicos e epidemiológicos dos pacientes; blocos e lâminas das biópsias realizadas nas bordas das lesões. Protocolo foi elaborado para a coleta de dados. Lâminas e blocos foram reprocessados, corados pela HE e Giemsa, quando necessárias outras colorações histoquímicas. Os histopatológicos foram estudados ao microscópio óptico de rotina. Os resultados encontrados mostraram maior freqüência de casos em Barbalha (n= 30). Nos municípios estudados a LTA é rural (n= 38), urbanizada em Juazeiro do Norte e com tendência a urbanização em Barbalha. O sexo masculino (n=39), cor de pele parda (n= 43) e a categoria profissional agricultor (n= 13) predominaram. A forma ulcerada simples é mais comum (n= 63), envolvendo em particular os membros inferiores. A reação inflamatória crônica inespecífica com resposta reparativa, predomina nos municípios estudados. O Montenegro, sorologia e histopatológico sem identificação do parasito, na ausência de contexto clínico e epidemiológico, não devem ser utilizados isoladamente para firmar diagnóstico de LTA.
29

Leishmaniose tegumentar americana (lta) nos municípios de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, Estado do Ceará, Brasil, 2003 – 2005 / Cutaneous Leishmaniasis (ACL) in the municipalities of Crato, Juazeiro do Norte and Barbalha, State of Ceará, BRAZIL, 2003 - 2005

Silva, Júlio César Ferreira da January 2009 (has links)
SILVA, Júlio César Ferreira da. Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA), nos municípios de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, estado do Ceará, Brasil, 2003-2005. 2009. 67 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2009. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2011-12-21T15:37:47Z No. of bitstreams: 1 2009_dis_jcfsilva.pdf: 967602 bytes, checksum: e2b02970971a5ccf120a52b7d388d30b (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-02-02T16:11:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dis_jcfsilva.pdf: 967602 bytes, checksum: e2b02970971a5ccf120a52b7d388d30b (MD5) / Made available in DSpace on 2012-02-02T16:11:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dis_jcfsilva.pdf: 967602 bytes, checksum: e2b02970971a5ccf120a52b7d388d30b (MD5) Previous issue date: 2009 / Leishmaniasis is a protozoal disease caused by different species of Leishmania ROSS 1903. In Brazil, American Tegumentary Leishmaniasis (ATL) is no longer predominantly a rural phenomenon, due to the proximity of man to nature, where the disease occurs naturally as a zoonosis, but is now spreading to periurban areas. ATl occurs frequently in the cutaneous form with mostly painless soresor may be asymptomatic or subclinical. The objective of the present study was to describe the main clinical and epidemiological aspects of ATL, in three municipalities in Northeastern Brazil on records of the SINAN disease reporting system covering the period 2003 – 2005. The records of 300 patients were included in the study ( Crato n=136; Juazeiro do Norte n=66; Barbalha n=98). On the average, 53,7% ( 137/300) of the cases Were from the rural zone, with only 12,2% (8/66) registered for Juazeiro do Norte. Autochthonous cases accounted for 99% (295/300). Fifty-one percent (153/300) of the patients were male. Overall, 23% (69/300) were students, 16% (48/300) were formers and 16% (48/300) were retirees. The most common clinical presentations was cutaneous (97%; 291/300), sixty-nine records registered the vector, 51 of wich collected in patients home. In conclusion, ATL is a important endemie pathology in the region. / As Leishmanioses são protozooses determinadas por protozoários de diferentes espécies do gênero Leishmania Ross 1903. A Leishmaniose Tegumentar Americana-LTA tem largo espectro de manifestações. A LTA no Brasil mostra-se com um padrão não mais predominantemente rural, resultado do contato íntimo do homem com o ambiente silvestre onde a doença existe naturalmente como zoonose. Atualmente a urbanização da LTA tem mostrado freqüentemente um aumento da distribuição periurbana. A forma cutânea é a mais comum dentre as manifestações da LTA, as lesões produzidas são em geral indolores, podendo apresentar-se de forma assintomática ou sub-clínica. Este estudo teve como objetivo geral descrever os principais aspectos clínicos e epidemiológicos da LTA nos municípios de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha a partir das fichas de investigação do Sistema Nacional de Agravos de Notificação (SINAN), geradas no período de 2003 a 2005. Desse período, selecionamos 300 fichas de pacientes segundo critérios de inclusão e exclusão definidos na metodologia, sendo 136 do município do Crato, 98 do município de Barbalha e 66 do município de Juazeiro do Norte. A maioria, 53,7 % (137/300) era procedente da zona Rural, porém quando analisados isoladamente o município de Juazeiro do Norte mostrou somente12,2 % ( 8/66 ) dos casos na zona rural. Nessa pesquisa os casos autóctones foram 99 % (295/300). Prevaleceu o sexo masculino, 51 % (153/300), novamente, de forma isolada o município de Juazeiro do Norte apresentou uma inversão dessa relação. A ocupação/ramo de atividade dominante em 23 % (69/300) foi de estudantes, seguido de aposentados e agricultores com 16 % (48/300) cada um. A forma clínica em destaque foi a cutânea com 97 % (291/300). Registramos 69 ocorrências do vetor, dessas, 51 foram no intradomicilio. Para diagnóstico foram utilizados os exames: parasitológico direto da lesão, a intradermorreação de Montenegro (IDR) e o histopatológico. O exame parasitológico direto apresentou-se positivo em 19 % (57/300), negativo em 2 % (6/300). A IDR foi reativa em 41 % (123/300), e não reativa em 2 % (6/300). O histopatológico 16 % (49/300) mostrou-se positivo, 3,3 %(10/300) dos casos eram compatíveis com LTA. Concluímos que a LTA é uma patologia importante no Cariri, comportando-se de forma endêmica e com características.
30

Estudo das ocorrencias de enfermidades encaminhadas ao Orocentro/FOP-UNICAMP entre os anos de 1980-1998

Kamei, Newton Cesar 04 December 2000 (has links)
Orientador: Oswaldo Di Hipolito Junior / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-27T14:15:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Kamei_NewtonCesar_M.pdf: 2254957 bytes, checksum: 901f5018f685f43a972712d72f3f4560 (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: As patologias diagnosticadas no OROCENTRO/FOP-UNICAMP, tanto clínica quanto histologicamente, foram distribuídas em grupos, permitindo estudo comparativo entre elas. Além disso, foi possível verificar a prevalência de cada enfermidade em seu grupo e a distribuição geral de todas as enfermidades de acordo com suas incidências. Foram analisados 3096 diagnósticos, dentro de um período de 18 anos, levando em consideração a queixa principal dos pacientes e o resultado histopatológico. Os resultados foram subdividos em 17 grupos, de acordo com as características clínicas ou histológicas. Dentro deste estudo, pudemos concluir que dentre as patologias mais comuns, as hiperplasias papilares inflamatórias e as hiperplasias fibrosas inflamatórias, representaram, juntas, 13,40% (415) dos diagnósticos, sendo, respectivamente a primeira e a quarta patologia mais freqüente da cavidade bucal. A mucocele, patologia comuns de glândula salivar menor foi a segunda lesão em incidência, com 5,58% (173) dos casos. Foi importante verificar também a ocoITência dos carcinomas espinocelulares, terceira patologia mais comum com 5,55% (172) dos casos e a lesão mais comum entre as lesões malignas. Foi possível analisar algumas particularidades como a incidência relativamente alta da paracoccidioidomicose (1,87%) (58), que obteve índices elevados em comparação com alguns dados da literatura / Abstract: The pathologies diagnosed, clinically and by histopathology, at OROCENTRO/FOP-UNICAMP, were arranged in groups, that allowed comparative studies among them. Further, it was possible to verify the prevalence of each of the diseases in their own group and the general distribuition of all the diseases relative to their incidences. During a period of 18 years, 3096 diagnoses were analysed considering the main patients complaint and the corresponding histopathologic results. These results were subdiveded in 17 groups based on their clinical or histologic characteristics. In this research , we concluded that among the most common pathologies, inflammatory papillary hyperplasia and inflammatory fibrous hyperplasia, together represented, 13,40% (415) ofthe diagnoses made, being the first and forth most common oral pathology diagnosed, respectively. The mucocele, a common pathology of the minor salivary glands, was the second most freqüent lesion occuring in 5,58% (173) of the cases examined. It was also important to verify the incidence of squamous cell carcinoma, the third most common pathology occuring in 5,55% (172) of the cases, this alteration being the most common of the malignant lesions. It was possible to analyse some particularities, such as the high incidence of paracoccidioidomycosi, this lesion represented 1,87% (58) of the cases examined, demonstrating higher levels of incidences than has being described in the literature / Mestrado / Mestre em Biologia e Patologia Buco-Dental

Page generated in 0.082 seconds