• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 19
  • Tagged with
  • 19
  • 19
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • 3
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Características epidemiológicas da febre amarela no Brasil no período de 2000 a 2012

Cavalcante, Karina Ribeiro Leite Jardim 25 June 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2014. / Submitted by Ana Cristina Barbosa da Silva (annabds@hotmail.com) on 2014-11-28T18:02:28Z No. of bitstreams: 1 2014_KarinaRibeiroLeiteJardimCavalcante.pdf: 407439 bytes, checksum: 185c2ba08542ed5e847a086b51787c40 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2014-12-01T11:43:08Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_KarinaRibeiroLeiteJardimCavalcante.pdf: 407439 bytes, checksum: 185c2ba08542ed5e847a086b51787c40 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-12-01T11:43:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_KarinaRibeiroLeiteJardimCavalcante.pdf: 407439 bytes, checksum: 185c2ba08542ed5e847a086b51787c40 (MD5) / Introdução: A febre amarela é uma doença infecciosa aguda, febril, não contagiosa, de curta duração e de gravidade variável, transmitida ao homem por meio da picada de mosquito infectado. São reconhecidos dois ciclos básicos de circulação do vírus da febre amarela: um urbano e outro silvestre. Objetivo: o estudo visa analisar as características epidemiológicas da febre amarela no Brasil no período de 2000 a 2012. Métodos: estudo epidemiológico, ecológico, descritivo do tipo série temporal, utilizando informações dos bancos de dados do Ministério da Saúde. Resultados: Foram confirmados 326 casos de febre amarela no país, neste período, com um total de 156 óbitos e uma taxa de letalidade de 47,8%. Foi observado que o grupo de adultos masculinos jovens foi o mais acometido. A doença incidiu principalmente nos meses de dezembro a abril. Nas epizootias, foi identificado um total de 2.856 primatas notificados com suspeita de febre amarela, sendo que 31,1% foram positivos. Conclusão: No período estudado, foi identificado um grande número de casos de febre amarela silvestre em regiões densamente povoadas, como a região Sudeste e Centro Oeste, fato que preocupa as autoridades de saúde pública por se tratar de áreas povoadas e com alta densidade do vetor doméstico, o Aedes aegypti. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Introduction: Yellow fever is a febrile, non-contagious acute infectious disease of short duration and varying severity is transmitted to humans through the bite of an infected mosquito. One urban and one wild: two basic cycles of movement of the yellow fever virus are recognized. Objective: This study aims to analyze the epidemiological characteristics of yellow fever in Brazil in the period 2000-2012. Methods: epidemiological, descriptive study of the time series type, using information from the databases of the Ministry of Health Results: There were 326 cases of yellow fever reported in the country during this period, 156 deaths and a case fatality rate of 47.8%. The group of young male adults was the most affected. The incidence of cases were mainly in the months of December to April. In epidemics, a total of 2,856 primates reported with suspected yellow fever has been identified, 31.1% of which were positive. Conclusion: During the study period, a large number of cases of yellow fever in densely populated regions such as the Southeast and Midwest region, a fact that worries public health officials because they are populated areas where high density of the urban vector Aedes aegypti was identified.
2

Freqüência dos auto-anticorpos antinucleares e suas associações com manifestações clínico-laboratoriais, numa população de pacientes com lúpus eritematoso sistêmico do Rio Grande do Sul

Brenol, João Carlos Tavares January 1994 (has links)
Com o objetivo de determinar a freqüência dos auto-anticorpos antinucleares e suas associações com manifestações clínico-laboratoriais e entre si, no Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), foi elaborado o presente estudo numa população de 120 pacientes do Rio Grande do Sul. / In arder to determine the frequency of antinuclear autoantibodies, their relationships between themselves and with different clinical and laboratory features, 120 patients with Systemic Lupus Rrytbematosus (SLE) from the state of Rio Grande do Sul were studied.
3

Freqüência dos auto-anticorpos antinucleares e suas associações com manifestações clínico-laboratoriais, numa população de pacientes com lúpus eritematoso sistêmico do Rio Grande do Sul

Brenol, João Carlos Tavares January 1994 (has links)
Com o objetivo de determinar a freqüência dos auto-anticorpos antinucleares e suas associações com manifestações clínico-laboratoriais e entre si, no Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), foi elaborado o presente estudo numa população de 120 pacientes do Rio Grande do Sul. / In arder to determine the frequency of antinuclear autoantibodies, their relationships between themselves and with different clinical and laboratory features, 120 patients with Systemic Lupus Rrytbematosus (SLE) from the state of Rio Grande do Sul were studied.
4

Febre maculosa no Brasil : situação epidemiológica atual e a distribuição geográfica de carrapatos em cenários de mudanças climáticas

Oliveira, Stefan Vilges de 20 February 2017 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical, 2017. / Texto parcialmente liberado pelo autor. Conteúdo restrito: Capítulo 3 / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-06-02T20:24:04Z No. of bitstreams: 1 2017_StefanVilgesdeOliveira.pdf: 12446465 bytes, checksum: 9748db968748c5e16823e9c23091faf6 (MD5) / Rejected by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br), reason: Boa noite, Trata-se de uma publicação parcial. Por favor, seguir as normas da publicação. Atenciosamente, on 2017-06-21T21:20:51Z (GMT) / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-06-28T21:13:19Z No. of bitstreams: 1 2017_StefanVilgesdeOliveira_PARCIAL.pdf: 12260679 bytes, checksum: 3a6683430fe5df9cf89dfe4f747cc8b7 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-08-12T00:00:27Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_StefanVilgesdeOliveira_PARCIAL.pdf: 12260679 bytes, checksum: 3a6683430fe5df9cf89dfe4f747cc8b7 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-08-12T00:00:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_StefanVilgesdeOliveira_PARCIAL.pdf: 12260679 bytes, checksum: 3a6683430fe5df9cf89dfe4f747cc8b7 (MD5) Previous issue date: 2017-08-11 / No Brasil os quadros clínicos da febre maculosa (FM) podem ser resultantes da infecção por duas espécies de riquétsias. Rickettsia rickettsii é registrada na região Sul e Sudeste e está relacionada a casos graves da doença. Rickettsia sp. cepa Mata Atlântica foi identificada no sul, sudeste e nordeste causando FM mais branda. FM é doença de notificação compulsória ao Ministério da Saúde que promove ações de vigilância epidemiológica e assistência médica com objetivo de reduzir a morbimortalidade. No entanto, a doença ainda é pouco conhecida. Sabe-se que os carrapatos do gênero Amblyomma atuam como vetores, podendo parasitar hospedeiros silvestres, domésticos e eventualmente o homem. O conhecimento da distribuição geográfica potencial destes vetores torna-se importante nas ações de vigilância epidemiológica. Desta forma, o presente estudo tem os seguintes objetivos: 1) Atualizar o perfil epidemiológico da FM no Brasil; 2) Avaliar preditores de evolução fatal por febre maculosa; 3) Analisar a distribuição geográfica potencial de carrapatos do Complexo Amblyomma cajennese em cenário atual e futuro sob influência das mudanças climáticas. Métodos: Estudos epidemiológicos (descritivo e analítico) e modelagem de nicho ecológico. Resultados e Conclusões: Na primeira abordagem verificamos o crescente número de registros da doença nos últimos anos e observamos a expansão espacial da FM no país com uma ascendente taxa de letalidade. A partir destes registros, um estudo do tipo caso-controle avaliou fatores preditores de evolução fatal por FM. Neste, verificou-se que residir em área urbana, relatar a presença de carrapato e apresentar quadro clínico com presença de linfadenopatia são fatores protetores. Enquanto os sinais de gravidade como hipotensão, choque, estupor, coma e convulsão estão associados as maiores chances de morte. Quando analisamos a distribuição geográfica potencial de carrapatos do Complexo Amblyoma cajenennese utilizando a modelagem de nicho ecológico, verificamos que áreas do Cerrado, Amazônia, Pantanal e Mata Atlântica apresentam ampla adequabilidade para manutenção destas espécies. No entanto, em cenários de mudanças climáticas verificamos uma tendência de redução destas áreas (nos anos de 2050 e 2070). Nossos dados indicam que a presença do vetor pode ser restringida (e consequentemente a doença), se considerarmos a não adaptação dos carrapatos aos novos climas. Os métodos empregados neste estudo buscam de forma complementar o entendimento epidemiológico da FM e poderão ser utilizados para predição, prevenção e consequentemente para redução da morbimortalidade desta importante doença no Brasil. / In Brazil, two species of rickettsiae are responsible for the clinical manifestations of spotted fever (SF). Rickettsia rickettsii is registered in the South and Southeast region and is related to severe cases of the disease. Rickettsia sp. Strain Atlantic Forest was identified in the south, southeast and northeast causing milder SF. SF is a notifiable disease to the Ministry of Health that promotes actions of epidemiological surveillance and medical assistance aimed at reducing morbidity and mortality. However, the disease is still poorly understood. It is known that the ticks of the genus Amblyomma act as vectors, being able to parasitize wild hosts, domestic and eventually man. Knowledge of the potential geographical distribution of these vectors becomes important in epidemiological surveillance actions. Thus, the present study has the following objectives: 1) Update the epidemiological profile of SF in Brazil; 2) Evaluate predictors of fatal evolution due to spotted fever; 3) Analyze the potential geographic distribution of ticks of the Amblyomma cajennese Complex in current and future scenarios under the influence of climate changes. Methods: Epidemiological studies (descriptive and analytical) and ecological niche modeling. Results and Conclusions: In the first approach, we verified the increasing number of records of the disease in recent years and observed the spatial expansion of SF in the country with an ascending lethality rate. From these records, a case-control study evaluated predictors of fatal SF progression. In this study, it was verified that residing in urban areas, reporting the presence of ticks and presenting clinical features with presence of lymphadenopathy are protective factors. While signs of severity such as hypotension, shock, stupor, coma, and seizure, were strongly associated with the risk of death. When analyzing the potential geographic distribution of ticks from the Amblyoma cajenennese Complex using ecological niche modeling, we found that areas of the Cerrado, Amazon, Pantanal and Atlantic Forest present wide suitability for the maintenance of these species. However, in climate change scenarios we have seen a tendency to reduce these areas (in the years 2050 and 2070). Our data indicate that the presence of the vector may be restricted (and consequently the disease) if we consider the non-adaptation of ticks to the new climates. The methods used in this study seek to complement the epidemiological understanding of SF and can be used for prediction, prevention and consequently to reduce the morbimortality of this important disease in Brazil.
5

Tuberculose drogarresistente no Brasil : perfil de casos, distribuição territorial e fatores associados

Jacobs, Marina Gasino 07 March 2017 (has links)
Mestrado (dissertação)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-08-08T21:18:01Z No. of bitstreams: 1 2017_MarinaGasinoJacobs_PARCIAL.pdf: 1319847 bytes, checksum: eb03a86e69bf6797d448c7ed1bcb5dbf (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-10-06T21:49:02Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_MarinaGasinoJacobs_PARCIAL.pdf: 1319847 bytes, checksum: eb03a86e69bf6797d448c7ed1bcb5dbf (MD5) / Made available in DSpace on 2017-10-06T21:49:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_MarinaGasinoJacobs_PARCIAL.pdf: 1319847 bytes, checksum: eb03a86e69bf6797d448c7ed1bcb5dbf (MD5) Previous issue date: 2017-10-06 / A tuberculose é uma doença infecciosa de transmissão aérea, causada pelo Mycobacterium tuberculosis. Acomete mais frequentemente os pulmões, mas pode também afetar outros órgãos. Apesar do advento da quimioterapia nos anos 40, a tuberculose continua sendo uma das mais importantes doenças infecciosas da atualidade. Um dos desafios para o seu controle é a tuberculose drogarresistente (TB-DR), a qual é resultado do uso inadequado de drogas antituberculose. O tratamento da TB-DR é mais caro, longo, tóxico e com pior prognóstico quando comparado ao da tuberculose sensível. Na presente dissertação foi realizado o descritivo dos casos de TB-DR no Brasil, de sua distribuição territorial, e feita a análise de fatores individuais e dos municípios de residência associados à incidência de TBDR. Foram realizados três estudos observacionais, sendo um estudo de série de casos para caracterizar os indivíduos com TB-DR notificados no Brasil no ano de 2014; outro caracterizando os municípios; e por fim, um estudo ecológico para encontrar fatores associados à incidência de TB-DR em 2014 a partir de variáveis individuais e dos municípios de residência. O Brasil registrou 1574 casos de TB-DR em 2014. Os casos encontrados de tuberculose pulmonar multirresistente primária e adquirida representaram respectivamente 19,4% e 64,7% do estimado pela Organização Mundial da Saúde para o Brasil naquele ano, sugerindo provável subdiagnóstico no Brasil. O perfil individual dos casos aponta predominância de homens, negros, jovens e de baixa escolaridade. Abuso de álcool, uso de drogas ilícitas e tabaco estiveram presentes em ao menos 20% dos casos. A TB-DR foi registrada em residentes de 327 municípios, os quais tinham mais habitantes e melhores indicadores socioeconômicos, apesar de maior coeficiente de Gini e taxa de desemprego que os outros municípios. No estudo analítico, permaneceram no modelo múltiplo como associados à incidência de TB-DR: fatores individuais, fatores socioeconômicos municipais e das condições de saúde nos municípios. Pessoas entre 15 e 59 anos, os homens e as pessoas negras apresentaram risco acrescido de TB-DR. As variáveis de contexto que tiveram associação com a incidência de TB-DR no modelo multinível foram: percentual de retratamentos entre o total de casos de TB, taxa de detecção de aids, índice de desenvolvimento humano e coeficiente de Gini. Os resultados dão subsídio para o aprimoramento do acompanhamento dos casos de TB sensível e resistente de acordo com o perfil dos grupos mais acometidos, e indicam a necessidade de ampliação do acesso ao diagnóstico da TB-DR suprindo iniquidades. Por fim, é evidenciada a complexidade da incidência de TB-DR e a necessidade de ações integradas mais amplas, para além do setor saúde, em busca do fim da tuberculose no Brasil. / Tuberculosis (TB) is an infectious and airborne disease caused by the alcohol-resistant bacillus Mycobacterium tuberculosis. It affects more often the lungs, but it can also affect other organs. Although chemotherapy is available since the 1940s, tuberculosis is one of the most important infectious diseases nowadays. One of the challenges of controlling tuberculosis is the drug-resistant tuberculosis (DR-TB), which results from the inappropriate use of antituberculosis drugs. The treatment of DR-TB is more expensive, long and toxic, with worse prognosis when compared to the sensitive tuberculosis. This study describes the DRTB cases in Brazil, its territorial distribution and analyses individual and contextual factors associated to the incidence of DR-TB. Three observational studies were conducted. The first being a case series study to characterize individuals with DR-TB reported in Brazil in 2014. The second characterized the cities. The last was an ecological study to find individual and contextual factors from the cities associated with the incidence of DR-TB in 2014. Brazil had 1574 DR-TB cases in 2014. Of the multidrug-resistant pulmonary tuberculosis cases estimated by the World Health Organization for Brazil that year, only 19.4% of the primary and 64.7% of the acquired were diagnosed, which suggests underdiagnosis in Brazil. Most part of the DR-TB cases were men, with black ethnicity, at young age and undereducated people. More than 20% of the cases were alcohol abusers, illicit drug or tobacco users. DRTB was registered in 327 cities in the country. Compared to the other Brazilian cities, the ones with DR-TB cases had more inhabitants and better socioeconomic indicators, despite a higher Gini coefficient and unemployment rate. In the analytical study, the multiple model demonstrated that individual factors, the cities’ socioeconomical factors, and those related to health in these cities were associated with DR-TB incidence. People between 15 and 59 years old, men and black people had increased risk of DR-TB. The contextual variables that had association with DR-TB incidence in the multilevel model were: the percentage of retreatment cases among the TB cases, AIDS detection rate, human development index and Gini coefficient. This study shows the most affected groups by DR-TB and it could support the improvement of the follow-up of sensitive TB and DR-TB cases according to their profile. More effort should be placed to increase the access to the DR-TB diagnosis. Finally, the results demonstrate the complexity of DR-TB incidence and the need for broader integrated actions, beyond the health sector, aiming towards the end of tuberculosis in Brazil.
6

Freqüência dos auto-anticorpos antinucleares e suas associações com manifestações clínico-laboratoriais, numa população de pacientes com lúpus eritematoso sistêmico do Rio Grande do Sul

Brenol, João Carlos Tavares January 1994 (has links)
Com o objetivo de determinar a freqüência dos auto-anticorpos antinucleares e suas associações com manifestações clínico-laboratoriais e entre si, no Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), foi elaborado o presente estudo numa população de 120 pacientes do Rio Grande do Sul. / In arder to determine the frequency of antinuclear autoantibodies, their relationships between themselves and with different clinical and laboratory features, 120 patients with Systemic Lupus Rrytbematosus (SLE) from the state of Rio Grande do Sul were studied.
7

Alterações hipertensivas na gravidez em mulheres brasileiras : frequência e fatores associados

Gaio, Dea Suzana Miranda January 2000 (has links)
Resumo não disponível
8

Análise epidemiológica da Leishmaniose visceral humana no Brasil : contribuição as políticas de controle

Lane, Viviane Fragoso de Moura 26 February 2016 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Pós-Graduação em Ciências Médicas da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília. 2016. / Submitted by Camila Duarte (camiladias@bce.unb.br) on 2016-07-26T15:23:17Z No. of bitstreams: 1 2016_VivianeFragosodeMouraLane.pdf: 1949901 bytes, checksum: f80753bb17ef36abbe6db644e4af4156 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2016-09-08T18:10:30Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2016_VivianeFragosodeMouraLane.pdf: 1949901 bytes, checksum: f80753bb17ef36abbe6db644e4af4156 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-09-08T18:10:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2016_VivianeFragosodeMouraLane.pdf: 1949901 bytes, checksum: f80753bb17ef36abbe6db644e4af4156 (MD5) / Esta tese tem como objetivo contribuir para o entendimento dos aspectos determinantes da Leishmaniose visceral como problema de saúde pública no Brasil. Para este fim, foram delineados quatro estudos: o primeiro se propôs a descrever a judicialização das ações direcionadas ao reservatório canino, um dos pilares de controle da LV no Brasil. Analisou-se Termos de Ajustamento de Conduta e de Ações Judiciais relativas à LV. Constatou-se um comportamento hiperendêmico da LV nas capitais de Belo Horizonte, Campo Grande, Fortaleza e Palmas. Além disso, verificou-se que a interferência do Ministério Público direcionadas ao reservatório doméstico, colabora para a descontinuidade das ações de controle da doença. No segundo estudo, analisou-se o conhecimento e práticas profissionais no âmbito da atenção primária e a atenção aos casos diagnosticados em um território endêmico do Distrito Federal. Realizou-se um descritivo exploratório e quantitativo. Aplicou-se um questionário estruturado aos profissionais de saúde pertencentes às unidades de atenção básica. Apesar dos participantes revelarem a importância epidemiológica da LVH na região, demonstrou-se que essas regiões apresentam dificuldades operacionais, as quais dificultam a execução de ações direcionadas aos casos de LV. No terceiro estudo realizou-se uma série de casos, entre 2011 a 2014, em um território endêmico do Distrito Federal, cuja finalidade foi acompanhar a evolução da doença em pacientes com teste Montenegro positivo, além de analisar a dinâmica de transmissão no local. Conclui-se, portanto, que o entendimento acerca da progressão de indivíduos assintomáticos, em áreas endêmicas, não depende apenas da confirmação de casos por meio de testes diagnósticos, mas também da dinâmica de transmissão no local. Por fim, o último estudo teve o intuito de compreender o processo que consolidou a urbanização da LV no Brasil, criou-se uma narrativa histórica da epidemiologia da doença agregando informações que possam criar hipóteses para o entendimento da LV urbana e também medidas de controle mais efetivas. O advento da industrialização no país motivou o êxodo rural permitindo mudanças demográficas com o crescimento populacional. O fenômeno atual deveu-se a criação de condições ideais para a manutenção do ciclo de transmissão nas cidades brasileiras. Além deste fato, a descontinuidade das ações de controle foi relevante para a determinação de epidemias urbanas. Ao considerar o cenário epidemiológico atual da LV, é necessário que seja considerado um planejamento urbano nas cidades e não apenas estratégias centradas na dinâmica de transmissão da doença para que se tenha um impacto positivo na epidemiologia da LV. _______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / This thesis aims to contribute to the understanding of the determinants of the Visceral leishmaniasis as a public health problem in Brazil. To this end, four studies were outlined: the first proposed to describe the legalization of actions directed to the canine reservoir, one of the LV control pillars in Brazil. It analyzed Terms of Conduct Adjustment and lawsuits related to LV. It found a hyperendemic behavior of LV in the cities of Belo Horizonte, Campo Grande, Fortaleza and Palmas. Moreover, it was found that the interference of the prosecution aimed at the domestic reservoir, contributes to the discontinuance of the disease control measures. In the second study, we analyzed the professional knowledge and practice within primary care and attention to cases diagnosed in an endemic area of the Federal District. We conducted an exploratory and quantitative descriptive. Applied a structured questionnaire for health professionals belonging to the primary care units. Although the participants reveal the epidemiological importance of LVH in the region, it was shown that these regions present operational difficulties, which hinder the implementation of actions directed to cases of VL. In the third study a number of cases took place between 2011 to 2014 in an endemic area of the Federal District, whose purpose was to monitor the evolution of the disease in patients with positive Montenegro test, and analyze the dynamics of transmission in place. It follows therefore that the understanding of the progression of asymptomatic individuals in endemic areas, not only dependent on the confirmation of cases by diagnostic tests, but also the dynamic transmission on site. Finally, the latest study aimed to understand the process that consolidated the urbanization of VL in Brazil, created a historical narrative of the epidemiology of the disease adding information that can create hypotheses for understanding the urban LV and also control measures more effective. The advent of industrialization in the country motivated the rural exodus allowing demographic changes with population growth. The current phenomenon was due to the creation of ideal conditions for maintaining the transmission cycle in Brazilian cities. In addition to this fact, the discontinuity of control actions was relevant to the determination of urban epidemics. When considering the current epidemiological situation of the LV, it must be considered an urban planning in cities and not just centered strategies in the transmission dynamics of the disease in order to have a positive impact on the epidemiology of VL.
9

Alterações hipertensivas na gravidez em mulheres brasileiras : frequência e fatores associados

Gaio, Dea Suzana Miranda January 2000 (has links)
Resumo não disponível
10

Tratamento da infecção por Helicobacter pylori: estudo de uma coorte de pacientes da Zona da Mata de Minas Gerais, utilizando técnicas de inteligência artificial / Helicobacter pylori infection eradication: study of a cohort of patients in Minas Gerais inlands using artificial intelligence techniques.

Silva, Alessandro Lisboa da 18 June 2018 (has links)
Submitted by Marco Antônio de Ramos Chagas (mchagas@ufv.br) on 2018-09-25T16:51:04Z No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 950177 bytes, checksum: b83dd272b596a399531e767b4a5521e6 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-09-25T16:51:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 texto completo.pdf: 950177 bytes, checksum: b83dd272b596a399531e767b4a5521e6 (MD5) Previous issue date: 2018-06-18 / A infecção gástrica pelo Helicobacter pylori afeta até 50% da população mundial e está fortemente associada à doença ulcerosa péptica e ao câncer gástrico. Já existe evidência de que a terapia de erradicação desse patógeno diminua a incidência dessas duas doenças. O segundo e o terceiro Consensos Brasileiros sobre H. pylori indicam a combinação de um inibidor de bomba de prótons (IBP) com amoxicilina e claritromicina como terapia de primeira escolha para o primeiro tratamento e a combinação de IBP com amoxicilina e levofloxacino como alternativa preferencial para o segundo tratamento, mas esses protocolos têm sido criticados pela diminuição recente de sua efetividade em vários pontos do globo. Como existem poucos dados sobre a efetividade dos esquemas de erradicação de H. pylori no Brasil, este estudo buscou por meio de análise de uma coorte retrospectiva composta de pacientes da zona da mata de Minas Gerais, descrever os tratamentos prescritos para erradicação de H. pylori com suas respectivas efetividades e suas correlações com características sociodemográficas. Foram analisados 5.010 prontuários, tendo sido encontrados 314 pacientes com informações completas sobre os tratamentos para erradicação de H. pylori, repartidos em dois períodos (2007 a 2011 e 2013 a 2016). Foram encontradas 264 prescrições de primeiros tratamentos para erradicação de H. pylori, com uso de IBP associado a amoxicilina e claritromicina por sete dias em 88,25% dos casos, com uma taxa de efetividade deste esquema de 54,07%. Não foram encontradas diferenças de efetividade conforme a escolha do IBP e entre os dois períodos analisados. Foram realizadas análises univariada e multivariada e por mineração de dados buscando correlacionar as variáveis idade, sexo, escolaridade, estado civil, naturalidade, local de residência e profissão com a efetividade dos primeiros e segundos tratamentos. Não foram encontradas associações consistentes entre a efetividade dos tratamentos e as variáveis mencionadas. Os dados apresentados demonstraram que, nessa coorte, as taxas de efetividade dos esquemas recomendados pelos Consensos Brasileiros sobre Helicobacter pylori foram inferiores às anteriormente descritas pela literatura brasileira. Mais estudos são necessários para aprimoramento dos esquemas terapêuticos empregados, considerando inclusive a emergência da resistência antimicrobiana do H. pylori. / Helicobacter pylori gastric infection affects almost 50% of the population worldwide. It is strongly associated to peptic ulcer disease and gastric cancer. There is evidence that H. pylori eradication reduces the incidence of both conditions. The second and third Brazilian Consensus on H. pylori indicate the combination of a proton pump inhibitor (PPI) with amoxicillin and clarithromycin as first line therapy for the first treatment and the combination of PPI with amoxicillin and levofloxacin as a preferred alternative for the second treatment. However, these protocols have been criticized recently because a decrease in their effectiveness has been observed worldwide. As we have little data on the H. pylori eradication therapy effectiveness in Brazil, this study has analyzed retrospectively a cohort composed by patients living in southeast Minas Gerais State, southeast Brazil, to describe the rate of H. pylori eradication and its correlation to sociodemographic characteristics. Five thousand and ten medical records were analyzed and 314 patients with complete information on H. pylori eradication therapy, from two periods (2007 to 2011 and 2013 to 2016), were included. Two hundred sixty-four prescriptions were found for first attempt to eradicate H. pylori with an effectivity rate of 54.07% for the scheme using PPIs associated with amoxicillin and clarithromycin for seven days. No statistical differences were observed about treatment effectiveness according to the choice of IBP and between the two analyzed periods. Univariate, multivariate and data mining analyses correlating age, gender, schooling, marital status, naturality, place of residence and profession with the effectiveness of the first and second treatments were performed. No correlations among these features were found. In this cohort, H. pylori eradication rate using the protocols recommended by the Brazilian consensus on Helicobacter pylori were inferior to those previously described by Brazilian literature. More studies are needed to find the best protocols, considering the emerging H. pylori drug resistance.

Page generated in 0.0931 seconds