• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 2937
  • 154
  • 130
  • 117
  • 117
  • 109
  • 77
  • 76
  • 41
  • 18
  • 6
  • 4
  • 3
  • 3
  • 3
  • Tagged with
  • 3256
  • 503
  • 501
  • 382
  • 362
  • 335
  • 333
  • 312
  • 306
  • 291
  • 279
  • 276
  • 257
  • 252
  • 236
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Simulação geologico-geotécnica para avalização de estabilidade de taludes a partir de técnicas de geoprocessamento

González Acevedo, Andrés Miguel January 2017 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Alberto Pio Fiori / Coorientador : Prof. Dr. Claudinei Taborda da Silveira / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geologia. Defesa: Curitiba, 29/09/2017 / Inclui referências : f. 236-243 / Resumo: A análise de estabilidade de taludes é um estudo que permite identificar as condições de estabilidade em áreas de relevo irregular, principalmente as encostas susceptíveis a movimentos de massa gravitacionais. Estes estudos são realizados para garantir a segurança e operacionalidade de obras como as rodovias que cruzam relevos acidentados. O conhecimento das características geológicas locais e parâmetros geotécnicos dos solos ou rochas são importantes por constituírem variáveis a serem consideradas na análise de estabilidade. Por este motivo, considera-se necessário realizar, inicialmente, a caracterização e avaliação geológico-geotécnica dos locais de interesse, com a finalidade de obter valores ajustados à realidade para serem utilizados nos modelos. O objetivo deste estudo consistiu na avaliação, por médio de diferentes cenários, do potencial dos métodos de equilíbrio limite e seu alcance, assim como vantagens e limitações de seu uso para estudos de grandes regiões e ainda, com possibilidade de aplicações atreladas a sistemas de informações geográficas (SIG). O método de equilíbrio limite de vertentes infinitas com superfície de ruptura sob o sistema solo-raiz mostrou-se o mais adequado para ser aplicado nas encostas naturais encontradas na Serra do Mar Paranaense. As vertentes foram tratadas como sendo infinitas, com uma massa homogênea de solo definida por suas características granulométricas previamente determinadas em ensaios de caracterização realizados em amostras de solo e com superfície de ruptura paralela à superfície da encosta. Os parâmetros e variáveis envolvidas na análise consistiram no equilíbrio das forças mobilizantes e das forças resistentes que atuam na massa de solo. Cabe salientar que, entre as variáveis que devem ser tomadas em consideração para a elaboração do modelo se encontra a resolução da base de dados a utilizar para a geração dos modelos digitais do terreno (MDT) e demais atributos topográficos e morfológicos que são gerados. Como conclusão se teve que o método de equilíbrio limite para vertentes infinitas mostrou-se bastante adequado para a análise da estabilidade de taludes naturais, tratando-se de um método determinístico com grande poder de previsão e, além disso, com possibilidades de ser aplicado a estudos de caráter regional. Também pode-se definir que cenários com baixos valores de interceptos coesivos influenciaram de maneira negativa nos resultados do índice de fator de segurança, aumentando a suscetibilidade a movimentos de massa. Foi observado também que, estes mapas são variáveis e não estáticos, pelo que variáveis como as precipitações sazonais podem reduzir os valores de sucção dos materiais, gerando aumento nas poropressões e diminuição do intercepto coesivo e até do ângulo de atrito interno dos solos. Palavras-chave: Serra do Mar. Equilíbrio limite. Áreas de contribuição. Fator de segurança / Abstract: Slope stability analysis is a study that allows identifying the stability conditions in areas of irregular topography, mainly the landslide's susceptible slopes. These researches are realized to guarantee the safety and operability of constructions as highways that cross hilly reliefs. The knowledge of the local geological features and the geotechnical parameters of soil or rocks, are important because they constitute variables to be considered in the slope stability analysis. For this reason, it is considered necessary to do, initially, the geological and geotechnical characterization and evaluation of the place of interest, in order to obtain values adjusted to reality to be used in the models. The main objective of this research was to evaluate, by doing different scenarios, the potential of the limit equilibrium methods and their scope, as well as advantages and limitations of their use for large regions researches, and with the possibility of applications linked to Geographic Information Systems (GIS). The limit equilibrium method of infinitive slope with rupture surface under the root-soil system proved to be the most adequate to be applied to the natural slopes founded in the Serra do Mar Paranaense. The slopes were treated as being infinite, with a homogeneous soil mass defined by their granulometric characteristics previously determined in characterization test carried out in soil samples and with a rupture surface parallel to the surface of the slope. The parameters and variables involved in the analysis consisted in the equilibrium limit mobilizing forces and the resistive forces acting on the soil mass. It should be noted that among the variables that must be taken into account for the elaboration of the model is the resolution of the database to be used for the generation of digital terrain models (DTM) and other topographic and morphological attributes that are generated. It was concluded that the limit equilibrium method for infinite slopes was very adequate for the analysis of the stability of natural slopes, being a deterministic method with great predictive power and, in addition, with possibilities of being applied to regional studies. It can be also defined that scenarios with low values oh cohesive intercepts influenced in a negative way the results of the index of safety factor, increasing the susceptibility areas to mass movements. It was also observed that these maps are variable and not statics, so parameters such as seasonal rainfall can reduce the suction values of the materials, generating an increase in the porepressure and decrease of the cohesive intercept and even the shear strength of soils. Keywords: Serra do Mar, Limit equilibrium, Contribution áreas, Safety fator.
2

Cálculo da probabilidade e quantificação do volume de material suscetível a escorregamentos : Bacia do Rio Jacareí, Morretes - PR

Folador, Rodrigo Marques January 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Alberto Pio Fiori / Co-orientador : Prof. Dr. Claudinei Taborda da Silveira / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geologia. Defesa: Curitiba, 31/03/2015 / Inclui referências : fls. 65-67 / Área de concentração: Geologia ambiental / Resumo: No dia 11 de março do ano de 2011, nos municípios de Morretes e Paranaguá, ocorreram diversos movimentos de massa que destruíram casas, pontes e inclusive vidas de moradores locais. Após o evento foram realizadas uma série de tentativas para entender os processos e gerar os produtos que auxiliassem na prevenção de tais catástrofes, resultando em muitos projetos satisfatórios, muitas informações e mapas adquiridos, porém sempre com a necessidade de aperfeiçoamento. O objetivo do trabalho é quantificar o volume de material suscetível a escorregamentos, através de um método que sirva de auxílio na prevenção de movimentos de massa. É uma técnica que permite a quantificação do volume de massa movimentada a partir do cálculo da probabilidade de ocorrência dos escorregamentos. Utilizando a bacia hidrográfica do Rio Jacareí como exemplo, foi gerado em ambiente SIG um modelo digital de elevação e a partir deste, realizados os processamentos dos atributos topográficos utilizados para atribuir valores a um mapa de solos por meio de álgebra de mapas. A partir dos tipos de solo, foram extraídos os parâmetros físicos do solo, através de ensaios de cisalhamento direto e de análises de trabalhos anteriores. O cálculo do Fator de Segurança foi realizado em ferramenta SIG, que possibilita calcular equações aplicadas a grids espacializadas. Para o cálculo da probabilidade de escorregamentos, foi utilizado o desvio padrão do Fator de Segurança. O volume de solo desmoronado é dado pelo produto da área da cunha instável de solo, pelo comprimento linear do sulco propenso ao desmoronamento, estimado pela probabilidade encontrada. Como resultados, foi possível observar os principais focos de risco na área da bacia, nos relevos mais acidentados. Calculado o desvio padrão do Fator de Segurança, foram obtidos os valores do coeficiente de segurança e reclassificados com base em uma tabela de distribuição normal, resultando na probabilidade. Os valores mostraram áreas com alta probabilidade principalmente ao Sul da bacia. A partir dos valores encontrados, as áreas mais suscetíveis foram separadas por classes referentes às probabilidades determinadas e posteriormente utilizadas para o cálculo do volume de material suscetível a escorregamentos. Palavras chave: probabilidade de escorregamentos, SIG, bacia do Jacareí, quantificação do volume / Abstract: On March 11 of 2011, in the cities of Morretes and Paranaguá, there were several mass movements that destroyed homes, bridges and even lives of locals. After the event a number of attempts were made, to understand the processes and generate products that would help in the prevention of such disasters, resulting in very satisfactory projects, many acquired information and maps, but always with the need for improvement. The objective is to quantify the volume of material susceptible to landslides, by a method that serves to aid in the prevention of mass movements. It is a technique that allows the quantification of the heaving mass volume by calculating the probability of occurrence of landslides. Using the watershed of the Rio Jacarei for the study, was generated in SIG a digital elevation model and from this, made the processing of topographic attributes that were used to assign values to the soil map by map algebra. From the types of classified soil were extracted from each class the physical parameters of the soil through direct shear tests and literature analyzes, which are needed to calculate the safety factor of the strands, using the limit equilibrium method. Calculation of Safety Factor was conducted in GIS tool, which allows calculating equations applied to spacialized grids. To calculate the landslides probability, the standard deviation of the safety factor was used. The volume of collapsed soil is given by the product of the area of unstable soil wedge, the linear length of the groove prone to landslide, estimated by the probability found. As a result, we observed the main risk of outbreaks in the area of the basin, in the most rugged terrain parties. Calculated the standard deviation of the safety factor, the Zc values were obtained and reclassified based on the normal distribution table, which showed areas with high probability the southern basin outbreaks, close to the areas of landslide March 11, 2011. From the found probability values, susceptible areas are separated by equal percentages classes relating to certain probabilities, and higher were used to calculate the volume of material susceptible to landslides. Keywords: probability of landslides, GIS, basin Jacarei, quantifying the volume
3

Análise morfotectônica e estrutural da região centro-leste de Santa Catarina (SC)

Santos, Jéssica Miranda dos January 2017 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Eduardo Salamuni / Coorientadores : Prof. Dr. Clauzionor Lima da Silva / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geologia. Defesa: Curitiba, 22/08/2017 / Inclui referências : f. 90-99 / Resumo: As bacias hidrográficas dos rios Lava-Tudo e Pelotas estão situadas na borda leste da Bacia do Paraná, centro-leste de Santa Catarina. Nessa região predominam derrames basálticos e riodacíticos da Província Magmática do Paraná (133 ± 1 Ma) bastante fraturados, com juntas e falhas notáveis. A partir da análise morfométrica obtida a partir de produtos de sensores remotos e dados estruturais foi possível determinar a influência dos processos morfotectônicos e tectônicos nessa área, que controlam o arcabouço geomorfológico das bacias hidrográficas dos rios Lava-tudo e Pelotas. O relevo é caracterizado por forte dissecação e feições de escarpamento que marcam as bordas das bacias. As escarpas foram desenvolvidas a partir de falhas transtensivas NE-SW, herança do arcabouço estrutural proterozoico, com uma inicial reativação sinistral superimposta por um segundo pulso de movimentação destral. As quais promoveram a rotação dos blocos e basculamento do relevo para WNW, e consequente assimetria das bacias e reorganização da drenagem. A rede de drenagem apresenta forte controle estrutural evidenciado pelo padrão treliça, segmentos retilíneos dos rios e formação de knickpoints associados às falhas, principalmente de direção NE-SW e NW-SE. Os perfis longitudinais dos rios mostram convexidades que foram associadas a esses sistemas de falhas, representadas por cachoeiras e cascatas, como as encontradas na bacia do rio Pelotas (cachoeiras da Barrinha e da Rondinha), que mostram que o relevo é transicional, em pleno processo de rebaixamento moderno. As estruturas NNE-SSW e NNW-SSE não estão ligadas a planos de falhas antigas do embasamento, podendo ser interpretadas como falhas nucleadas provavelmente entre o Paleógeno e o Neógeno, que controlam parte da rede de drenagem na geração de vales fluviais profundos e retilíneos. O condicionamento tectônico da drenagem e do relevo da região vem ocorrendo desde o Paleoceno até o Holoceno a partir de diferentes pulsos deformacionais. O pulso deformacional mais antigo foi atuante possivelmente entre o Paleógeno e o Mioceno, com SHMax NE-SW e Shmin NW-SE, que gerou falhas transcorrentes destrais N-S e sinistrais E-W e reativou falhas NE-SW do embasamento proterozoico, porém com cinemática sinistral. No Plio-Pleistoceno a deformação gerada pelo paleostress SHmax NNW-SSE e Shmin ENE-WSW, foi responsável pela reativação das falhas transcorrentes destrais (NW-SE) e formação das falhas sinistrais (N-S). O pulso tectônico no Holoceno apresenta compressão SHmax E-W e extensão Shmin N-S que reativou falhas transcorrentes destrais NE-SW, influenciando fortemente a modificação do relevo. Palavras-chaves: Neotectônica, morfotectônica. / Abstract: The hydrographic basins of Lava-Tudo and Pelotas are located on the eastern border of Paraná Basin, center-east of Santa Catarina. The region is marked by the occurence of highly fractured basaltic and riodacitic flows associated to the Paraná Magmatic Province (133 ± 1 Ma), showing notable structural joints and faults. Through the morphometric analysis obtained from remote sensing results and structural data it was possible to determine the influence of morphotectonic and tectonic processes in the area, which controls the geomorphological framework of Lava-Tudo and Pelotas drainage basins. The relief is characterized by strong dissecation and escarpment features which delimitate the drainage basin borders. The scarps were developed by the activation of NE-SW transtensive shear faults inherited from the proterozoic structural framework, with an initial sinistral reactivation superimposed by a second pulse of dextral movement. Those faults promoted the rotation and tilting of blocks to WNW, followed by increased hydrographic basin assymetry and drainage reorganization. The drainage network is strongly controlled by structural features, showing frequent trellis patterns, rectilinear river segments and formation of knickpoints associated to the fault systems, especially to the NE-SW and NW-SE trends. The longitudinal profiles of rivers show convexities which correspond in field to waterfalls and cascades such as the ones found in the Pelotas river (Barrinha and Rondinha waterfalls). Those geomorphological features were associated to the mentioned fault systems, showing that the relief is in a transitional state of modern demotion. The NNE-SSW and NNW-SSE structures are not related to ancient basement faults and were interpreted as neoformed faults associated to the Paleogene and Neogene periods which controlled portions of the drainage network by generating steep and rectilineal fluvial valleys. The tectonic shaping of the drainage basins and relief morphology in the area is probably occuring from Paleocene to Holocene through a series of different deformation pulses. The most ancient pulse was possibly active from Paleogene to Miocene, showing a compressive NE-SW SHmax and distensive NW-SE Shmin which developed dextral N-S and sinistral E-W strike-slip faults and reactivated NE-SW structures from the proterozoic basement as sinistral strike-slip faults. In the Plio-Pleistocene, the deformation associated to the NNW-SSE compressive SHmax and ENE-WSW distensive Shmin paleostresses was responsible for the reactivation of dextral NW-SE and formation of sinistral N-S strike-slip faults. The Holocene's tectonic pulse is related to an E-W compressive SHmax and N-S distensive Shmin which reactivated dextral NE-SW strike-slip faults and strongly influenced relief modification in the area. Keywords: neotectonics, morphotectonics.
4

Arcabouço geofísico estrutural da porção meridional do Cinturão Ribeira e regiões adjacentes

Castro, Luis Gustavo de January 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Francisco J. Fonseca Ferreira / Co-orientadore : Prof. Dr. Alberto Pio Fiori / Anexo Cd-Rom com o titulo de Interpretação qualitativa e semiquantitativa dos dados aeromagnéticos sobre a Zona de Cisalhamento Lancinha, porção meridional do Cinturão Ribeira no Estado do Paraná, Sul do Brasil Qualitative and semiquantitative interpretation of aeromagnetic data over the Lancinha Shear Zone, Southern Ribeira Belt, in Paraná State, Southern Brazil / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geologia. Defesa: Curitiba, 21/07/2014 / Inclui bibliografias / Área de concentração: Geologia exploratória / Resumo: A diversidade de estudos apresentados para explicar a configuração atual e evolução do Pré-cambriano paranaense refletem a complexidade dos processos envolvidos na formação e disposição destes terrenos. Com base na análise qualitativa (realce de anomalias), semiquantitativa (determinação de profundidades de fontes) e quantitativa (modelagem), o presente trabalho apresenta modelos geofísicos-geológicos-estruturais da porção meridional do Cinturão Ribeira. A integração da análise qualitativa com a semiquantitativa, balizada pelos dados geológicos, constituiu a base para elaboração dos modelos. A aplicação de métodos de realce de anomalias (análise qualitativa) mostrou que os lineamentos correspondentes à Zona de Falha de Taxaquara, às zonas de cisalhamento Itapirapuã, Morro Agudo e Lancinha aflorantes na região do Cinturão Ribeira, se propagam sob a cobertura sedimentar da Bacia do Paraná, sugerindo uma conexão em subsuperfície entre estas estruturas com padrão sigmoidal. Tal interpretação foi validada pelas Soluções de Euler, as quais localizaram fontes com profundidade superiores a 2000 m, relacionadas à Zona de Falha Taxaquara, para as zonas de cisalhamento Lancinha, Morro Agudo, Itapirapuã e Mandirituba-Piên, tanto no embasamento adjacente como em seu prolongamento sob a Bacia do Paraná. O mapa de fontes profundas, resultante da análise espectral atesta sua continuidade. O mapa gravimétrico multifonte da área de estudo delineou a região central do Arco de Ponta Grossa e os lineamentos que o limitam, além de individualizar o Terreno Luis Alves na porção Sul da área de estudo. Os dados das transectas gravimétricas foram submetidos a análise espectral, possibilitando a separação do sinal regional referente a feições de maior profundidade dos sinais intermediário e raso, possibilitando a modelagem por níveis distintos. Os modelos gravimétricos construídos sobre o Cinturão Ribeira indicam, de forma geral, um afinamento crustal de NW para SE, com as zonas de cisalhamento Itapirapuã, Lancinha, e Morro Agudo limitando porções de espessura crustal distintas. Com base em suas respostas gravimétricas e magnéticas, em associação a dados geoquímicos, isotópicos e geocronológicos da bibliografia, os resultados apresentados corroboram com a proposta de que a Zona de Cisalhamento Lancinha (ZCL) representa a progressão do cisalhamento sobre uma zona de sutura Neoproterozoica. Palavras-chave: Arcabouço geofísico estrutural; Cinturão Ribeira meridional; zonas de cisalhamento. / Abstract: The diversity of works and models presented to explain the current evolution of Paraná Precambrian setting reflects the complexity of the processes involved in the formation and disposition of such terrains. Based on qualitative (anomalies enhancement), semi-quantitative (source depths detection) and quantitative analysis (modeling), this thesis presents geophysical-geological-structural models of the southern portion of the Ribeira Belt. The integration of qualitative and semi-quantitative analysis, constrained by the geological data, formed the basis for the elaboration of models. The application of methods of anomalies enhancement (qualitative analysis) showed that the lineaments of Taxaquara Fault Zone, and Itapirapuã, Morro Agudo and Lancinha shear zones, which outcrop in the adjacent basement, spread under the sedimentary cover of the Paraná Basin suggesting a connection between the subsurface structures in a sigmoidal pattern. This interpretation was validated by Euler solutions, which located sources with depth greater than 2000 m, related to Taxaquara Fault Zone and Lancinha, Morro Agudo, Itapirapuã and Mandirituba - Piên shear zones in both the basement and in its extension under the Paraná Basin. The deep sources map, resulting of the spectral analysis attests to its continuity. The multisource gravity map of the study area outlines the central region of Ponta Grossa Arch and guidelines that limit, in addition to individualize the Luis Alves Terrain in the southern portion of the study area. The gravimetric transects were subjected to spectral analysis that enables the separation of the regional and residual signals, enabling the modeling in different levels. The gravity models of the Ribeira Belt generally indicates a crustal thinning from NW to SE, where Itapirapuã and Lancinha shear zones limit portions of distinct crustal thickness. Based on gravity and magnetic responses, in combination with geochemical, isotopic and geochronological data from the literature, the results corroborate the proposal that the Lancinha Shear Zone (LSZ) is the progression of the shear over a Neoproterozoic suture zone. Keywords: Geophysical structural framework; southern Ribeira Belt; shear zones.
5

Proveniência de zircões detríticos e implicações para a paleogeografia da formação furnas no noroeste da Bacia do Paraná

Santos, Thais Borba January 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Francisco José Fonseca Ferreira / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Geologia. Defesa: Curitiba, 26/05/2014 / Inclui bibliografias / Área de concentração: Geologia exploratória / Resumo: No noroeste da Bacia do Paraná, próximo ao limite dos estados de Mato Grosso e Goiás, ocorrem exposições da Formação Furnas, onde também é reconhecido o Lineamento Transbrasiliano. O arcabouço estrutural do embasamento da Bacia do Paraná apresenta estruturas alinhadas, que provavelmente controlaram a deposição das unidades ordovicianas, silurianas e devonianas da Bacia do Paraná. Para a definição e reconhecimento do arcabouço estratigráfico e estrutural da área de estudo foram aplicados os métodos da análise de mapas magnéticos com interpretação do arcabouço geológico-geofísico do embasamento, levantamento de seções estratigráficas e estruturais da Formação Furnas, estudo de proveniência de zircões detríticos da Formação Furnas com determinação de idades U-Pb e comparação dos resultados obtidos com dados paleogeológicos. Para a definição do arcabouço estrutural do embasamento foram analisadas as principais unidades geológicas identificadas na região (Faixa Paraguai, Arco Magmático de Goiás, Cratón do Amazonas e intrusões e derrames nas rochas da Bacia do Paraná e embasamento adjacente) e comparadas às interpretações dos mapas de anomalias magnéticas. Neste trabalho, foram caracterizados seis principais domínios magnéticos: domínios I e II representam a Faixa Paraguai, III o Arco Magmático de Goiás, IV a Província Alcalina de Goiás, V a Formação Serra Geral (derrames basálticos) e VI o Cratón do Amazonas. Os domínios são separados por 5 lineamentos, o primeiro deles separa os domínios I/II do III e é coincidente com a principal direção do Lineamento Transbrasiliano (N45E), enquanto os outros lineamentos (2, 3, 4 e 5) seguem a orientação principal da Faixa Paraguai de N60E, bem como o limite da faixa a norte com o Cráton do Amazonas, e podem representar uma componente secundária (antitética) do Lineamento Transbrasiliano. A descrição de afloramentos ao longo da borda noroeste da Bacia do Paraná permitiu o reconhecimento das unidades I, II e III da Formação Furnas. A partir destes afloramentos foram selecionadas 5 amostras para datação U-Pb nos zircões detríticos. Os dados geocronológicos indicam idade máxima de deposição de 526 Ma, predomínio de grãos com idades neoproterozóicos (560-790 Ma) e ocorrência de grãos com idades paleoproterozóicas (~1700 / 2100 Ma) e arqueanas (~2600 - 3200 Ma). Os dados de paleocorrente obtidos para Formação Furnas na porção norte da Bacia do Paraná indicam fluxo de deposição principal para noroeste, fornecendo subsídios para interpretação de proveniência dos zircões neoproterozóicos oriundos das rochas do Arco Magmático de Goiás. Estes resultados permitiram avaliar a paleogeografia da porção noroeste da Bacia do Paraná durante o início do Devoniano, baseado principalmente nas informações de paleocorrentes e análise de proveniência em zircões detríticos da Formação Furnas, e também associada ao arcabouço estrutural do embasamento da bacia. Neste contexto, as rochas do Arco Magmático de Goiás constituiriam terrenos elevados, orientados segundo a direção NE-SW, servindo de área fonte para os sedimentos da Formação Furnas durante o Devoniano. Palavras-chave: Formação Furnas; Datação U-Pb; Bacia paleozoica. / Abstract: Outcrops of Furnas Formation at northwest of Paraná Basin where the Transbrasilian Lineament is also recognized, close to Mato Grosso and Goias States. The deposition of Ordovician, Silurian and Devonian units of the basin were probably controlled by the basement framework of the basin, aligned to NE-SW. The stratigraphy and structural framework of the study area were defined based on magnetic anomaly maps analysis, former stratigraphic and structural geologic sections, zircon detrital provenance with U-Pb analysis and paleogeological data comparison. To define the basement framework, main geological units were (Paraguai Belt, Goias Magmatic Arc, Amazon Craton, intrusive and spilled rocks) were compared to magnetic anomaly maps. From this compilation, six main magnetic domains have been defined (separated by five major lineaments): domains I and II represents Paraguai Belt, III the Goias Magmatic Arc, IV the Goias Alkaline Province, V the Serra Geral Formation (basaltic spills) and VI the Amazon Craton. The first lineament separates the domain I/II from the III and it is coincident to the main direction of the Transbrasilian Lineament (N45E). The others magnetics lineaments (2, 3, 4 and 5) follows the main orientation of Paraguai Belt (N60E) as well the north limit of the belt with the Amazon Craton and could be interpreted as a secondary component (antithetic) of Transbrasilian Lineament. Units I, II and III of Furnas Formation have been recognized in northwest of Paraná Basin and from its outcrops five samples were analyzed by U-Pb in detrital zircon method. These geochronological data shows a maximum of 526Ma deposition age, Neoproterozoic grain predominance (560 – 790 Ma) and Paleoproterozoic (~1700 / 2100 Ma) and Archean (~2600 – 3200 Ma) grain occurrence. The paleocurrent data obtained from Furnas Formation in the northern part of Paraná Basin indicates a main depositional direction to northwest and allowed the provenience interpretation of the Neoproterozoic detrital zircons from Goias Magmatic Arc rocks. These results allowed the paleogeography evaluation of the northwest of Paraná Basin during the beginning Devonian age, based on paleocurrent information and provenience analysis of Furnas Formation detrital zircons, also related to the structural framework of the basin basement. In this context, we can assume that the Goias Magmatic Arc rocks were a paleohigh structure during Devonian ages, aligned to NE-SW, and also served as source rock to Furnas Formation unit. Keywords: Furnas Formation, U-Pb geochronology, Paleozoic basin.
6

Geochemistry of the laterites of the domÃnio mÃdio Coreaà - Northwestern state of CearÃ. / GeoquÃmica das lateritas do domÃnio mÃdio Coreaà nordeste do estado do CearÃ

Ana Claudia de Abreu Siqueira 17 August 2012 (has links)
Conselho Nacional de Desenvolvimento CientÃfico e TecnolÃgico / This paper makes an assessment of the geochemical signature of the lateritic rocks that occur near the towns of Granja, MartinÃpole and Parazinho northwest of the state of Ceara. Geologically the area is located in MÃdio Coreaà Domain, located in the northwestern portion of the Borborema Province, is characterized by the Granja Complex representing the basement of the region, composed of gneisses, granulites and migmatites, and supracrustal sequences composed by quartizitos, phyllites and schists of the Group MartinÃpole and Ubajara. The laterites occur forming a layer of weathering associated with phyllites, quartzites and gneisses and stand out to be an uncommon occurrence in areas considered semi-arid regions, where the most common would be associated with more humid climates (seasonal or not), so it is more likely that the process that led to the generation of these robes is due to different climatic conditions of the current old. The samples for geochemical analysis were collected at different points, where in each sample was collected from the source rock, the rock in the process of weathering and lateritic concretions in different lithologies in which the process is associated lateritization. The overall results show that in all the points considered, the contents of the oxides of iron and aluminum is higher, and the silica are lower than the bedrock, typical of a laterite profile. The H2O values also increased during the process and lateritization elements such as chromium, manganese, magnesium, sodium and phosphorus are stable. Taking into account the phyllite as source rock, it is observed that the enrichment in Al and Fe were found in the early stages of weathering, remaining stable during the process, as depletion of Si also followed this pattern of behavior. Iron was enriched in content of approximately 40% higher compared to the values shown in source rock. Considering the quartzite and gneiss in the increase of Fe content has become even more significant during the weathering process, with values greater than 70% of the rock in the process of change and of lateritic concretions. Results of X-ray diffraction show that the major oxides and hydroxides of the process are hematite and goethite in the oxidized sample stages silica is not present, in section 3 it is contained within the limit of concretionary nodules in training, this on a ledge mucking up the center. It can be considered by enriching the possibility of Fe mineralization, even though the enrichment of high-Al considered at all points where the contents of this element approximately estimated 6-7% of the rock in the process of change. However enrichment values are very significant Fe in the operation. / Este trabalho faz uma avaliaÃÃo sobre as a assinatura geoquÃmica de rochas laterÃticas que ocorrem nas imediaÃÃes dos municÃpios de Granja, MartinÃpole e Parazinho a noroeste do Estado do Ceara. Geologicamente a Ãrea està localizada no DomÃnio MÃdio CoreaÃ, situado na porÃÃo noroeste da ProvÃncia Borborema, à caracterizada, pelo Complexo Granja representando o embasamento da regiÃo, composto por gnaisses, granulitos e migmatitos, e por sequÃncias supracrustais compostas pelos quartzitos e filitos do Grupo MartinÃpole e Ubajara. As lateritas ocorrem formando uma capa de intemperismo associada aos filitos, quartzitos e gnaisses e se destacam por serem uma ocorrÃncia incomum em Ãreas consideradas semi-Ãridas, quando o mais comum seria estarem associadas a climas mais Ãmidos (sazonais ou nÃo), portanto à mais provÃvel que o processo que levou à geraÃÃo desses mantos seja decorrente de condiÃÃes climÃticas antigas diferenciadas das atuais. As amostras para anÃlise geoquÃmica foram coletadas em pontos distintos, onde em cada um deles foi coletado amostra da rocha fonte, da rocha em processo de intemperismo e das concreÃÃes laterÃticas nas diferentes litologias em que o processo de laterizaÃÃo està associado. Os resultados gerais mostram que, em todos os pontos considerados, os teores dos Ãxidos de ferro e alumÃnio sÃo superiores, e os de sÃlica sÃo inferiores aos da rocha-mÃe, caracterÃstica tÃpica de um perfil laterÃtico. Os valores de H2O tambÃm aumentam no decorrer do processo de laterizaÃÃo e elementos como o Cr, Mn, Mg, Na e P apresentam-se estÃveis. No filito como rocha fonte, à possÃvel observar que o enriquecimento em Al e Fe se deram nos primeiros estÃgios de intemperismo, permanecendo estÃvel no decorrer do processo, assim como empobrecimento em Si tambÃm seguiu esse padrÃo de comportamento. O Fe foi enriquecido em teores de aproximadamente 40% maiores em relaÃÃo aos teores apresentados na rocha fonte. Jà no Complexo Granja e Grupo MartinÃlpole o aumento dos teores em Fe se tornou ainda mais significativo no decorrer do processo de intemperismo, apresentando valores maiores que 70% na rocha em processo de alteraÃÃo e nas concreÃÃes de lateritas. Resultados de difraÃÃo de raios X mostram que o principais Ãxi-hidrÃxidos envolvidos no processo sÃo a hematita e goethita, nas fases mais oxidadas da amostra a sÃlica nÃo està presente, no ponto 3 ela fica retida atà o limite do nÃdulo concrecionÃrio em formaÃÃo, presente em uma borda zoneando o centro. à possÃvel considerar que mesmo sendo alto o enriquecimento do Al em todos os pontos considerados, onde os teores desse elemento estimam aproximadamente 6 a 7% na rocha em processo de alteraÃÃo, os valores de enriquecimento em Fe sÃo muito significativos para exploraÃÃo.
7

Investigação dos processos formadores de bandamento composicional em formações ferríferas do Quadrilátero Ferrífero.

Barbosa, Paola Ferreira January 2012 (has links)
Programa de Pós-Graduação em Evolução Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia. Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. / Submitted by Oliveira Flávia (flavia@sisbin.ufop.br) on 2014-12-03T17:13:05Z No. of bitstreams: 1 TESE_InvestigaçãoProcessosFormadores.pdf: 97579368 bytes, checksum: cf07f363e161904252615af8d4d0c6bc (MD5) / Approved for entry into archive by Gracilene Carvalho (gracilene@sisbin.ufop.br) on 2014-12-03T18:30:00Z (GMT) No. of bitstreams: 1 TESE_InvestigaçãoProcessosFormadores.pdf: 97579368 bytes, checksum: cf07f363e161904252615af8d4d0c6bc (MD5) / Made available in DSpace on 2014-12-03T18:30:00Z (GMT). No. of bitstreams: 1 TESE_InvestigaçãoProcessosFormadores.pdf: 97579368 bytes, checksum: cf07f363e161904252615af8d4d0c6bc (MD5) Previous issue date: 2012 / O debate sobre a origem do bandamento das formações-ferríferas sempre se centrou no modelo de deposição sedimentar atribuído a cada uma delas. No entanto, em terrenos bastante deformados e metamorfizados como o Quadrilátero Ferrífero, a alternância entre bandas ricas em óxidos de ferro e bandas ricas em quartzo não mais retém um elo irreprochável somente com o processo sedimentar anterior. Dessa forma, seria mais óbvio que se estudasse o bandamento composicional das formações ferríferas do Quadrilátero Ferrífero como o resultado de um processo também deformacional, e não somente sedimentar. Assim, diferentes microestruturas representantes da evolução do bandamento das formações-ferríferas foram texturalmente analisadas. Tanto métodos óticos (platina universal, polarizadores giratórios) quanto eletrônicos (difração de elétrons retro-espalhados) de análises texturais e cristalográficas serviram de base para a observação dessas microestruturas. Foram escolhidos veios de quartzo como representantes de bandas silicosas; grãos de magnetita parcialmente transformados em hematita relacionados às bandas predominantemente ferruginosas e sombras de pressão de quartzo em volta de grãos de óxido de ferro refletindo camadas mais ou menos equilibradas composicionalmente entre óxidos de ferro e quartzo. Como o vestígio das estruturas sedimentares é raramente observado nessas rochas do Quadrilátero Ferrífero, não se estabeleceu a contribuição do estado sin- a pós-diagenético da rocha para a geração das microestruturas registradas. Portanto, esse estudo textural evidenciou que o bandamento composicional das formações-ferríferas do Quadrilátero Ferrífero observado hoje é proporcional à atuação de diversos mecanismos de deformação (e.g. dissolução-precipitação, recristalização, cristalização), em diferentes intensidades, com ou sem participação de fluidos. ______________________________________________________________________________________________ / ABSTRACT: The debate about the banding origin of banded iron-formations was always focused on the sedimentary deposition model assigned to each of them. However, on terranes that are greatly deformed and metamorphosed as the Quadrilátero Ferrífero, the alternation between iron oxide rich bands and quartzrich bands can not hold a faultless link only with the previous sedimentary process. Thus, it is more obvious to study the compositional banding of iron-formations from Quadrilátero Ferrífero as the result of a deformation process, and not only as a sedimentary process. Then, different microstructures that represent the evolution of banded iron-formations were analyzed texturally. Both optical (platinum universal, rotary polarizers) and electronic methods (electron backscattered diffraction) textural were applied for the textural observation of the microstructures. Quartz veins were chosen as examples of siliceous bands; grains of magnetite partially transformed into hematite are related mainly with the ferruginous layers and the pressure shadows of quartz reflected the layers that the composition is more or less balanced between iron oxide and quartz . As the sedimentary structures are rarely observed in these rocks, we did not establish the contribution of the syn- to post-diagenetic processes for the generation of the recorded microstructures. Therefore, this study showed that the texture of the compositional banding observed today is proportional to the activity of various deformation mechanisms (e.g. dissolution precipitation, recrystallization, crystallization), at different intensities, with or without fluid activity.
8

Processos morfodinâmicos e sedimentológicos na plataforma continental rasa paranaense

Veiga, Fernando Alvim January 2006 (has links)
Orientador: Rodolfo José Angulo / Co-orientador: Eduardo Marone / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias da Terra, Programa de Pós-Graduaçao em Geologia. Defesa: Curitiba, 2005 / Inclui bibliografia / Área de concentraçao: Geologia ambiental / Resumo: Este trabalho constitui-se no primeiro levantamento das características sedimentológicas da porçao central da plataforma continental interna rasa paranaense, que foi aqui definida como a regiao imediatamente posterior r zona de surf em direçao ao mar até a profundidade em que as ondas frequentemente interagem com o fundo. Dados batimétricos, sedimentológicos, estratigráficos, morfológicos e hidrodinâmicos foram utilizados para caracterizar a plataforma interna em uma área de aproximadamente 350 km2 no litoral central paranaense. A batimetria da área indica gradientes suaves: entre o nível médio do mar e 7 m de profundidade o gradiente fica em torno de 1/65, entre 7 e 12 m de profundidade o gradiente fica em torno de 1/300 e entre 12 e 15 m de profundidade o gradiente suaviza para 1/700. Altos fundos estao associados a depósitos palimpséticos. A distribuiçao dos sedimentos superficiais é controlada tanto pela dinâmica quanto pela herança geológica, ocorrendo cinco tipos de sedimentos distintos com texturas classificadas como areia muito fina até areia grossa. As feiçoes de fundo indicam regimes de correntes uni ou bidirecionais, geradas por trens de ondas principais provenientes dos quadrantes NE e SE, sendo seu tamanho diretamente proporcional ao tamanho dos graos. As estruturas sedimentares indicam um ambiente controlado por variaçoes de energia de caráter episódico, com frequentes eventos remobilizadores de sedimentos. Ocorrem ainda, depósitos originados em períodos de baixa energia de ondas, com teores de finos entre 10 e 40% que, por coesao, resistem r força das correntes quando a energia aumenta. Sondagens demonstram, além da variabilidade vertical dos depósitos na plataforma interna, que nas areias é frequente a gradaçao normal. A profundidade de fechamento do perfil (Dc) foi estabelecida próxima a isóbata de 10 m, sugerindo-se adotar o termo setor de fechamento de perfil (Sc) que estaria entre 9 e 11 metros por causa da natureza mutável da hidrodinâmica local. A ocorrencia de sedimentos pleistocenicos a 30 cm abaixo da superfície do fundo, indica que o suprimento de sedimento na plataforma é pequeno quando comparado com a planície costeira adjacente. Recifes de arenito encontrados em cinco diferentes profundidades, marcam paleo níveis da zona intermarés e poderao auxiliar na determinaçao da curva do nível relativo do mar no Holoceno. Neste trabalho, a plataforma interna paranaense foi classificada como dominada por tempestades
9

Geologia, petrologia e estudos isotópicos dos depositos de níquel-cobre sulfetados santa rita e peri-peri, Nordeste do Brasil

Lazarin, Fausto de Almeida 25 November 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, 2011. / Submitted by Jaqueline Ferreira de Souza (jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-06-18T10:37:52Z No. of bitstreams: 1 2011_FaustodeAlmeidaLazarin.pdf: 4450628 bytes, checksum: 938c8915306584de90c87b31ac4d3b83 (MD5) / Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-06-18T10:38:04Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_FaustodeAlmeidaLazarin.pdf: 4450628 bytes, checksum: 938c8915306584de90c87b31ac4d3b83 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-06-18T10:38:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_FaustodeAlmeidaLazarin.pdf: 4450628 bytes, checksum: 938c8915306584de90c87b31ac4d3b83 (MD5) / O Complexo Máfico-Ultramáfico Fazenda Mirabela é uma intrusão Paleoproterozóica localizada no sudeste do Estado da Bahia, próximo à cidade de Ipiaú. Caracteriza-se por mineralizações de Ni-Cu associadas às rochas máficas e ultramáficas, cujos depósitos são denominados de Santa Rita e Peri-Peri. Geologicamente, Mirabela situa-se no sudeste do Cráton do São Francisco, intrusiva em rochas arqueanas na porção sul do Cinturão Itabuna-Salvador-Curaçá. A intrusão acamadada tem filiação basalto-toleítica, que consiste em uma associação máfica-ultramáfica diferenciada na base sobreposta por uma fase gabronorítica. O Complexo Mirabela foi subdividido de acordo com parâmetros litológicos e petrográficos em cinco zonas: Grupo de Borda Inferior - gabronoritos e ortopiroxenitos; Zona Inferior – dunitos; Zona Intermediária – harzburgitos, olivina ortopiroxenitos, ortopiroxenitos e websteritos; Zona Superior - gabronoritos; e Grupo de Borda Superior - websteritos, ortopiroxenitos, harzburgitos e gabronoritos. Análises geoquímicas em furos de sondagem do depósito Peri-Peri demonstram que a distribuição dos conteúdos de Ni, Cu, Pt e Pd está associada aos horizontes máficos-ultramáficos com predominância de sulfetos disseminados. Estudos petrográficos da Intrusão Mirabela indicam que os agregados policristalinos de sulfetos de Ni-Cu ocorrem disseminados associados a um forte controle litoestratigráfico, dos harzburgitos até os websteritos em Santa Rita, e websteritos aos harzburgitos em Peri-Peri, sugerindo a ocorrência de rochas mais primitivas no topo da câmara magmática. Análises isotópicas δ34S na Intrusão Mirabela indicam uma sulfetação associada a um magmatismo mantélico mineralizado, entretanto, os resultados Sm-Nd para o complexo máfico-ultramáfico corroboram com uma contaminação crustal do magma por rochas encaixantes, e a ocorrência de um pulso magmático que fracionou e originou o corpo acamadado. As datações geocronológicas U-Pb obtidas pelas análises em zircões definiram idades Paleoproterozóicas para o Complexo Mirabela (1990 ±28 Ma) e a Intrusão Palestina (2079 ±14 Ma), e Arqueana para a rocha encaixante (2541 ±15 Ma) à Intrusão Mirabela. Dados consistentes com a geologia regional da porção sul do Cinturão Itabuna-Salvador-Curaçá. As mineralizações sulfetadas de Ni-Cu dos depósitos Santa Rita e Peri-Peri têm origem mantélica e ocorrem em concentrações econômicas associadas aos horizontes ultramáficos da intrusão, abrindo novas possibilidades de estudos de outros corpos máficos-ultramáficos intrusivos com características semelhantes ao longo do Cinturão Itabuna-Salvador-Curaçá. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / . The Fazenda Mirabela Mafic-Ultramafic Complex is a Paleoproterozoic intrusion located in the southeast of the Bahia State, near of the Ipiaú town. It is characterized by Ni-Cu mineralization associated with mafic and ultramafic rocks, whose deposits are called Santa Rita and Peri-Peri. Geologically, Mirabela is located in southeastern of São Francisco Craton, intrusive in archean rocks in the southern portion of the Itabuna-Salvador-Curaçá Belt. The layered intrusion has a basalt-tholeiitic filiation, which consists in a differentiated mafic-ultramafic association in the base superimposed for a gabbronoritic phase. The Mirabela Complex was subdivided according with lithological and petrographical parameters in five zones: Lower Border Group – gabbronorites and orthopyroxenites; Lower Zone – dunites; Intermediate Zone: harzburgites, olivine orthopyroxenites, orthopyroxenites and websterites; Upper Zone: gabbronorites; and Upper Border Group: websterites, orthopyroxenites, harzburgites and gabbronorites. Geochemical analyses in Peri-Peri diamond drill holes show that the distribution of Ni, Cu, Pt and Pd contents is associated with the mafic-ultramafic horizons with predominance of disseminated sulfides. Petrographic studies of the Mirabela Intrusion indicate occurrences of polycrystalline aggregates of Ni-Cu disseminated sulfides associated with a strong lithostratigraphic control, from the harzburgites to websterites in Santa Rita, and the websterites to harzburgites in Peri-Peri, suggesting the occurrence of primitive rocks on the top of the magmatic camara. δ34S isotopic analyses in the Mirabela Intrusion indicate a magmatic sulfidation associated with a mineralized mantle magmatism, however, the Sm-Nd results for the mafic-ultramafic complex corroborate with a crustal contamination of the magma for the country rocks, and the occurrence of a magmatic pulse that was fractionated and originated the layered body. The U-Pb geochronological ages obtained by the zircon analyses defined the Paloproterozoic ages for the Mirabela Complex (1990 ±28 Ma) and the Palestina Intrusion (2079 ±14 Ma), and Archean for the country rock (2541 ±15Ma) of the Mirabela Intrusion. Consistent data with the regional geology of the southern portion of the Itabuna-Salvador-Curaçá Belt. The Ni-Cu sulfides mineralizations of the Santa Rita and Peri-Peri deposits have mantle origin and occur in economic concentrations associated with the ultramafic horizons of the intrusion, opening up new possibilities for studies of other mafic-ultramafic intrusive bodies with similar characteristics along the Itabuna-Salvador-Curaçá Belt.
10

Caracterização das estruturas geológicas e estimativa da resistência ao cisalhamento das descontinuidades na mineração de cobre de Tintaya, Perú

Neyra, Arturo Fausto Maldonado 06 June 2006 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Geociências, 2006. / Submitted by Diogo Trindade Fóis (diogo_fois@hotmail.com) on 2009-10-22T16:39:55Z No. of bitstreams: 1 Dissertacao_Arturo Fausto Maldonado Neyra.pdf: 25803344 bytes, checksum: 320458993ebb4fc0d0c693f2c9b26304 (MD5) / Approved for entry into archive by Gomes Neide(nagomes2005@gmail.com) on 2010-10-15T13:41:54Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertacao_Arturo Fausto Maldonado Neyra.pdf: 25803344 bytes, checksum: 320458993ebb4fc0d0c693f2c9b26304 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-10-15T13:41:54Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertacao_Arturo Fausto Maldonado Neyra.pdf: 25803344 bytes, checksum: 320458993ebb4fc0d0c693f2c9b26304 (MD5) Previous issue date: 2006-06-06 / No sul do Perú, sob o extremo sudoeste da Cordilheira Ocidental Andina, localiza-se o Distrito Mineiro de Tintaya, no qual ocorrem vários depósitos de escarnito de Cobre, sendo um deles o depósito de Tintaya, onde atualmente desenvolve-se a operação mineira e centraliza-se a pesquisa desta dissertação. No Contexto Geológico, tanto na área do Distrito quanto na Mina Tintaya, identificam-se unidades litológicas sedimentarias e ígneas, cujas idades abrangem o período Cretáceo até Quaternário, assim também estruturas geológicas rúpteis e dúcteis com características geométricas e cinemáticas próprias de uma histôria estrutural complexa. Neste cenário geológico definiram-se quatro domínios lito-estructurais maiores, estabelecendo, com base nos lineamentos e no mapeamento estrutural da área do Distrito e redores, que existe repetição dos padrões estruturais de dobras, falhas e juntas, desde uma escala regional do Distrito até uma escala de detalhe na mina, destacando entre eles: os padrões NNW - NW e NS, por serem próprios de dobras e cavalgamentos associados, e os padrões NE e ~EW como próprios de estruturas rúpteis, mas também ocorrem estruturas rúpteis nas tendências NW e NS assim como algumas dobras de orientação EW na área. Concluindo que a historia geológica pelo menos deve incluir quatro fases de deformação coerentes com a evolução Andina. Já no Contexto Geotécnico, dentro da área da mina, as unidades litológicas e a geologia estrutural conformam diferentes Domínios, os quais têm problemas de estabilidade de taludes com um alto controle estrutural. Esses antecedentes motivaram a realização de um mapeamento geotécnico, com base na descrição do Sistema - Q (Barton, et al., 1974), permitindo, através da análise estereográfica e estatística, determinar as famílias de descontinuidades (juntas, falhas e acamamentos), e definir as características geomecânicas de cada família e a sua influência na estabilidade dos taludes, isso último foi avaliado através de uma análise cinemática simples (Goodman, 1989). Assim, na caracterização se define, de modo genérico, que as juntas ocorrem como superfícies sub-verticais muito persistentes e pouco espaçadas, com paredes planas fechadas e lisas; que os planos de acamamento ocorrem com persistência considerável e espaçamentos moderados, com paredes lisas e ligeiramente fechadas e com preenchimentos de material suave; que as falhas ocorrem com persistências consideráveis e têm superfícies estriadas e amplos preenchimentos de rocha triturada. Além, a análise cinemática revelou que os planos de acamamento não influem na estabilidade dos taludes, entretanto, as juntas e as falhas podem produzir rupturas habituais, nos diferentes domínios da mina. A dissertação culmina com a estimativa da resistência ao cisalhamento das descontinuidades, estimativa que se fundamenta na caracterização geomecânica, em alguns ensaios de inclinação e em valores de resistência sugeridos na literatura geotécnica. Nesta estimativa se determinam os ângulos de atrito básico por unidade de rocha, e se propõem envoltórias de resistência para cada tipo de descontinuidade, constituindo uma importante contribuição para futuras avaliações de estabilidade de taludes na Mina Tintaya. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / In southern Peru, on the southwesternmost portion of the eastern Andean Range there lies Tintaya Mining district, where many copper skarn deposits occur, one of which being Tintaya, where mining operations take course nowadays and that constitutes the focus of this research. Within the geological context, both in the district and in the mining operations area, occur sedimentary and igneous lithotypes, whose ages range from the Cretaceous period to the Quaternary period. Fragile and ductile geological structures, with geometrical and kinematic characteristics, identify a complex structural history. Four major lithological structural domains exist, based on the interpretation of baselines and structural mappings of the district area and its surroundings, displaying a replication of the structural patterns of faults, folds and joints, ranging from the regional district scale to the detail scale of the mine with the following predominant patterns: NNW – NW and NS, due to being typical of folds and associated thrusts and of NE and ~EW-trending of typical fragile structures. However, there also occurs NW and NS-trending fragile structures as well as EW-trending folds in the area. All this leads to the conclusion that geological history should include at least four deformational phases, in accordance with the Andean evolution. The geotechnical context, which includes the mining area proper, lithological units and structural geology make up different sectors, where slopes stability problems, with strong structural control, exist. These characteristics led to the development of geotechnical mappings based on the Q-System description (Barton, et al., 1974), allowing to identify, through stereographic and statistical analysis, the families of discontinuities (joints, faults and beddings). Geomechanical characterization of each family and its influence on the stability of the slopes was also evaluated by a simple kinematic analysis (Goodman, 1989). Thus, a generic characterization define the joints as very persistent and frequent sub-vertical surfaces with closed soft flat walls. The beddings have considerable persistency and moderate frequency with slightly closed smooth walls with soft material fills. Faults occur with considerable persistency and have striated surfaces and intensely crushed rock fills. Furthermore, the kinematic analysis revealed that the stratification planes do not have influence on the slopes stability, but the joints and faults can produce usual failures in different domains of the mine. Final conclusions consider shear strength estimation of the discontinuities based on geomechanical characterization, a few tilt tests, and strength values considered by the geotechnical literature. Estimations consider the friction angles for each determined rock unit and shear strength envelope for each type of discontinuity, which means a very important contribution for future slope stability analysis in Tintaya. __________________________________________________________________________________ RESUMEN / En el sur del Perú, sobre el extremo sudoeste de la Cordillera Occidental Andina, se localiza el Distrito Minero de Tintaya, dentro del cual ocurren varios depósitos de skarn de Cobre, siendo uno de ellos el depósito de Tintaya, donde actualmente se desarrolla la operación minera y se centraliza la investigación de esta tesis. En el Contexto Geológico, tanto en el área del Distrito como en la Mina Tintaya, se identifican unidades litológicas sedimentarias e ígneas, con edades que abarcan del periodo Cretácico al Cuaternario, así como estructuras geológicas frágiles y dúctiles con características geométricas y cinemáticas propias de una historia estructural compleja. En este escenario geológico, se definen cuatro dominios lito-estructurales mayores, y se entáblese, con base en la interpretación de lineamientos y el mapeo estructural del área distrital, que existe repetición en los patrones estructurales de pliegues, fallas y juntas, partiendo de la escala regional del Distrito a la escala de detalle en la mina, destacando los patrones NNW – NW y NS como propios de pliegues y cabalgamientos asociados, y los patrones NE y ~EW como propios de estructuras frágiles. Sin embargo, también ocurren estructuras frágiles en las tendencias NW y NS, así como algunos pliegues de orientación EW en el área. Concluyendo que la historia geológica al menos debe incluir cuatro fases de deformación, coherentes con la evolución Andina. Por otro lado, en el Contexto Geotécnico, dentro del área de la mina, las unidades litológicas y la geología estructural conforman diferentes Sectores, en los cuales se reconocen problemas de estabilidad de taludes con alto control estructural. Estos antecedentes motivaron la realización de un mapeo geotécnico, con base en la descripción del Sistema - Q (Barton, et al., 1974), permitiendo, a través del análisis estereográfico y estadístico, determinar las familias de discontinuidades (juntas, fallas y estratos), así como definir, las características geomecánicas de cada familia y su influencia en la estabilidad de los taludes. Esto último fue evaluado a través de un análisis cinemático simple (Goodman, 1989). Así, en la caracterización se define, de modo genérico, que las juntas ocurren como superficies sub-verticales muy persistentes y poco espaciadas, con paredes planas cerradas y suaves; que los estratos ocurren con persistencia considerable y espaciamientos moderados, cuyas paredes lisas y ligeramente cerradas presentan rellenos de material suave; que las fallas ocurren con persistencias considerables y tienen superficies estriadas y amplios rellenos de roca triturada. Además, el análisis cinemática reveló que los planos de estratificación no influyen en la estabilidad de los taludes, entretanto, las juntas y las fallas pueden producir rupturas habituales, en los diferentes dominios de la mina. La tesis culmina con la estimación de la resistencia al corte de las discontinuidades, estimación que se fundamenta en la caracterización geomecánica, en algunos ensayos de inclinación y en valores de resistencia sugeridos en la literatura geotécnica. Esta estimación incluye la definición de los ángulos de fricción básico por unidad de roca, y propone envoltorias de resistencia para cada tipo de discontinuidad, constituyendo una importante contribución para futuras evaluaciones de estabilidad de taludes en la Mina Tintaya.

Page generated in 0.0481 seconds