• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 17214
  • 598
  • 597
  • 578
  • 512
  • 474
  • 185
  • 185
  • 86
  • 81
  • 69
  • 64
  • 61
  • 59
  • 41
  • Tagged with
  • 17681
  • 7960
  • 3342
  • 2487
  • 2233
  • 2232
  • 2218
  • 1982
  • 1981
  • 1942
  • 1661
  • 1611
  • 1392
  • 1370
  • 1326
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

A vaga sombra do poder : vida associativa e cultura política na Porto Alegre da década de 1920

Pacheco, Ricardo de Aguiar January 2004 (has links)
A partir da investigação das atividades de campanha eleitoral promovidas pelas associações existentes no cenário urbano da cidade de Porto Alegre da década de 1920 percebemos o código operado por essa comunidade para agir, codificar e interpretar o campo político. Através deste conceito de cultura política rearticulamos os significados atribuídos às associações, a sua dinâmica burocrática, às atividades de mobilização e arregimentação eleitoral. Identificando as regularidades desse espaço de sociabilidade e apontamos como esses agentes coletivos e outros personagens atribuem significados às representações e práticas sociais deste campo enquanto estratégia de projeção e legitimação de seus interesses individuais e coletivos.
12

Por uma lógica camponesa : caboclos e imigrantes na formação do agro do planalto rio-grandense - 1850-1900

Silva, Marcio Antônio Both da January 2004 (has links)
Este trabalho trata de analisar o modo como aconteceu, no processo de ocupação e povoamento do espaço na região do Planalto do Rio Grande do Sul durante a segunda metade do século XIX, o encontro entre imigrantes europeus e lavradores nacionais, principais agentes envolvidos no processo de povoamento. Para realizar a pesquisa foram utilizados pressupostos teóricos relacionados as questões ligadas à etnicidade, ao campesinato e aos estudos de história agrária. O objetivo foi compreender o encontro entre caboclos e imigrantes, no sentido de especificar aspectos gerais vinculados ao modo de vida de cada grupo, assim como as alterações provocadas nos mesmos a partir do encontro e da inserção do Rio Grande do Sul no processo de constituição do capitalismo.
13

Pontes para o futuro : relações de poder e cultura urbana Florianópolis, 1950 a 1970

Lohn, Reinaldo Lindolfo January 2002 (has links)
Este trabalho tem por objeto efetuar uma análise das projeções e dos horizontes de expectativas em relação ao futuro, encontradas na cidade de Florianópolis (SC), nas décadas de 1950 e 1960. Procura demonstrar que a idéia de futuro, em diversas expressões presentes no imaginário aqui investigado, tornou-se uma questão política, servindo como instrumento para as intervenções que foram promovidas no espaço urbano. Os jornais, os projetos urbanísticos, as obras literárias e as iconografias do artista plástico Franklin Cascaes, forneceram o conjunto de documentos necessários para o desenvolvimento da tese. É uma História cultural que procura ressaltar os projetos e planos que pretenderam construir uma certa representação simbólica do porvir em Florianópolis. Este estudo procura então demonstrar que as imagens e, mesmo, as utopias construídas na Capital de Santa Catarina interferiram tanto na configuração urbana como um todo, quanto nas práticas cotidianas dos habitantes da cidade. Uma certa postura diante do futuro surgiu naquele momento como recurso político fundamental, norteando as disputas sobre os rumos a serem estabelecidos para a cidade. Procura-se evidenciar os diversos segmentos sociais que detiveram poder material e simbólico para fazer prevalecer suas imagens ideais da futura Florianópolis. No período posterior à Segunda Guerra Mundial as precárias condições materiais e econômicas da cidade começaram a chamar a atenção de diversos produtores e emissores de discursos. É quando começam a surgir propostas que elegeram o turismo como praticamente a única opção de desenvolvimento possível, em propostas que partiam dos setores mais influentes da política e da economia de Florianópolis. Nesse momento em que a cidade aparece como a expressão do atraso e do anacronismo, surgem em profusão imagens e representações que tinham como referencial a projeção de futuros possíveis, lotados das novidades tecnológicas que começavam a encantar as camadas médias em ascensão social. / This essay has the objective of accomplishing an analysis of the projections and horizons of the expectations in relation to the future, found in the city of Florianópolis (SC), during the 50's and 60's. I wish to demonstrate that the idea of the future, in various expressions present within the imaginary here investigated, became a political question, acting as an instrument for interventions promoted in urban space. Newspapers, urban projects, literary works and the iconographies of the visual artist Franklin Cascaes provided the necessary body of documents for the development of this thesis. It is a cultural history which seeks to emphasize the plans and projects which intended to construct a certain symbolic representation of that which was yet to come in Florianópolis. This study thusseeks to demonstrate that the images and, even, the utopias constructed in the capital of Santa Catarina interfered as much in the urban configuration as a whole as in the daily practices of the city habitants. A certain attitude towards the future came about in that moment as a fundamental political resource, shaping the course of disputes on the directions to be established for the city. I wish to make the diverse social segments, which withheld the material and symbolic power to make their ideal images of future Florianópolis prevail, apparent. In the period after the Second World War, the precarious material and economic conditions of the city started to call the attention of various discourse promoters and broadcasters. This is when proposals, which elected tourism as practically the only option for possible development, began to appear, coming from the most influent political and economical sectors of Florianópolis. In this moment, in which the city appears as the expression of backwardness and anachronism, a profusion of images and representations which had as their reference the projection of possible futures appeared, charged by the technological innovations which were beginning to enchant the ascending middle classes.
14

O teatro no Centro Popular de Cultura da União Nacional dos Estudantes : o povo, a nação, o imperialismo e a revolução (1961-1964)

Sousa, Alexandre Ricardo Lobo de January 2001 (has links)
Nos anos 50 e 60 a vontade de superação do arcaico rumo ao moderno, no Brasil, ganhou expressão na Ideologia do Desenvolvimento. Tratava-se de acreditar que através das idéias e da divulgação destas seria possível promover no povo brasileiro uma mentalidade que fosse compatível com a modernidade. Ainda no governo de Café Filho, foi criado o Instituto Superior de Estudos Brasileiros (ISEB), órgão financiado pelo Ministério da Educação para tecer e debater esta ideologia. Mas, entre a ideologia do governo e a dos setores da sociedade brasileira que de algum modo foram influenciados por ela, havia uma diferença no uso de conceitos. Os conceitos chaves da Ideologia do Desenvolvimento são nação, povo, revolução e imperialismo. Na presente dissertação, procurei mostrar como estes conceitos eram usados em peças de teatro do Centro Popular de Cultura da União Nacional dos Estudantes (CPC da UNE). Mesmo não assumindo diretamente a Ideologia do Desenvolvimento, o CPC da UNE fez uso de seus conceitos em suas peças. Houve mesmo uma aproximação entre o CPC e o ISEB, proporcionado pela publicação dos Cadernos do Povo Brasileiro, distribuídos pelo primeiro que os encomendou ao segundo. Entretanto, as peças cepecistas, embora influenciadas pela idéia de desenvolvimento e pelo clima de progresso industrial, nem por isso foram reprodutoras dos conceitos de povo, nação, revolução e imperialismo do ISEB. Ao contrário, significaram muitas vezes uma ruptura. No conceito de revolução brasileira, por exemplo, no geral, os isebianos acreditavam na necessidade de uma revolução burguesa pacífica a partir da aliança das classes operaria e burguesia nacional. Em contraste, no CPC, através de peças 6 como A mais valia vai acabar, seu Edgar, a aliança entre burguesia e operariado é contestada, vide a incompatibilidade de interesses.
15

Da cruz à bandeira : a construção do imaginário do Movimento Sem Terra/RS, 1985-1991

Hoffmann, Leandro Sidinei Nunes January 2002 (has links)
Nas duas últimas décadas, a luta pela terra constituiu-se no movimento social mais visível e de maior abrangência, tanto pela ocupação espacial, como pelo envolvimento de diversos setores da sociedade gaúcha, chegando a formar um comitê subscrito por mais de trezentas entidades da sociedade civil, em apoio ao acampamento de Encruzilhada Natalino. Na Assembléia Nacional Constituinte, a reforma agrária foi o projeto popular que recebeu o maior número de assinaturas: um milhão e duzentas mil. O MST, entre os novos atores sociais, ocupa um espaço destacado no cenário político. Isto, tanto pelo conteúdo do Movimento quanto por suas formas de organização e, especialmente, pelas mudanças no universo mental dos seus atores, necessárias para uma adesão e resistência prolongada e conflituosa, rompendo com muitos valores arraigados na cultura camponesa. Nos primeiros anos do Movimento, a utilização de representações religiosas pelos sem-terra é constante e intensa, como a tradução de sua luta, por agentes religiosos, em um discurso ético/ religioso. No decorrer do processo, as orientações do Movimento e as representações da luta alteram-se profundamente. As representações religiosas vão paulatinamente cedendo lugar a um discurso político/ classista. No final dos anos oitenta, o MST apresenta-se como um movimento essencialmente político de luta pela terra e sua simbologia traduz essa transformação. As representações político-classistas da luta pela terra têm como “sustentação” o modelo organizacional leninista adotado pelo MST, possibilitando que a “linha do Movimento” seja reproduzida e adotada, ainda que se verifiquem descontentamentos e dissidências.
16

A esquerda brasileira no contexto do fim da guerra fria

Dias, Rodrigo January 2002 (has links)
Esta pesquisa surgiu a partir das novas questões postas com o fim da Guerra Fria e a necessidade de desvendar suas relações com o processo histórico brasileiro. Tendo em vista que o fim da Guerra Fria pode ser considerado como o divisor de águas de uma nova conjuntura internacional, partimos de um recorte que acreditamos ser bastante significativo para a compreensão nacional desta problemática. “Os partidos de esquerda brasileiros no contexto do fim da Guerra Fria” apresenta-se como um objeto capaz de estabelecer um diálogo necessário com um dos processos históricos mais significativos do século XX: o colapso do comunismo na União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), que representou uma verdadeira crise de valores no conjunto das práticas sociais e nos principais paradigmas dos partidos de esquerda no Brasil. Esta dissertação analisa as transformações ocorridas no período de 1989 a 1993 no Partido Comunista Brasileiro, Partido Comunista do Brasil e Partido dos Trabalhadores , a partir desta nova conjuntura internacional.
17

Da cruz à bandeira : a construção do imaginário do Movimento Sem Terra/RS, 1985-1991

Hoffmann, Leandro Sidinei Nunes January 2002 (has links)
Nas duas últimas décadas, a luta pela terra constituiu-se no movimento social mais visível e de maior abrangência, tanto pela ocupação espacial, como pelo envolvimento de diversos setores da sociedade gaúcha, chegando a formar um comitê subscrito por mais de trezentas entidades da sociedade civil, em apoio ao acampamento de Encruzilhada Natalino. Na Assembléia Nacional Constituinte, a reforma agrária foi o projeto popular que recebeu o maior número de assinaturas: um milhão e duzentas mil. O MST, entre os novos atores sociais, ocupa um espaço destacado no cenário político. Isto, tanto pelo conteúdo do Movimento quanto por suas formas de organização e, especialmente, pelas mudanças no universo mental dos seus atores, necessárias para uma adesão e resistência prolongada e conflituosa, rompendo com muitos valores arraigados na cultura camponesa. Nos primeiros anos do Movimento, a utilização de representações religiosas pelos sem-terra é constante e intensa, como a tradução de sua luta, por agentes religiosos, em um discurso ético/ religioso. No decorrer do processo, as orientações do Movimento e as representações da luta alteram-se profundamente. As representações religiosas vão paulatinamente cedendo lugar a um discurso político/ classista. No final dos anos oitenta, o MST apresenta-se como um movimento essencialmente político de luta pela terra e sua simbologia traduz essa transformação. As representações político-classistas da luta pela terra têm como “sustentação” o modelo organizacional leninista adotado pelo MST, possibilitando que a “linha do Movimento” seja reproduzida e adotada, ainda que se verifiquem descontentamentos e dissidências.
18

As dinâmicas político-territoriais de uma comunidade periférica no sul da América Portuguesa

Cardoso, Vitor Hugo Bastos January 2013 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 2013. / Made available in DSpace on 2014-08-06T17:47:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 324067.pdf: 15730501 bytes, checksum: b4f780f422ea12452b98d5b34718b6ac (MD5) Previous issue date: 2013 / Este trabalho tem como objetivo principal analisar o processo político da ocupação luso-brasileira do espaço da Ilha de Santa Catarina e do litoral próximo entre finais do século XVII e a primeira metade do XVIII. Nesse período este território ultramarino passou por inúmeras transformações que culminaram a criação da Vila do Desterro, no ano de 1726, e a instalação da capitania de Santa Catarina, em 1738. Para isso, procurou-se enfatizar aqui a trajetória social e política da elite local recém-constituída, que a partir dos seus postos de governança intermediava junto ao Estado luso o processo territorialização da fronteira sul da América portuguesa. <br> / Abstract : This work takes as its principal objective to analyze the political process of Portuguese-Brazilian occupation of the island of Santa Catarina and the nearby coat at the end of the 17th and beginning of the 18th century. During this time, this overseas Portuguese territory passed through many transformations, ending with the creation of the Vila de Desterro in 1726 and the installation of the Capitania of Santa Catarina in 1738. In order to achieve this analysis, the author emphasizes the social and political trajectory of the recently constituted local elite which, through positions of governance, worked with Lisbon to territorialize of the southern frontier of Portuguese America.
19

Entre o eucronimo e o anacronismo

Campos, Daniela Queiroz January 2014 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T21:00:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 327581.pdf: 3606096 bytes, checksum: ae1824cbfa8d75d52e47f97fbdf82b35 (MD5) Previous issue date: 2014 / O trabalha aborda as temporalidades da imagem da coluna Garotas do Alceu da revista O Cruzeiro. Coluna de humor e comportamento que foi editada de 1938 à 1964 em uma das revistas brasileiras de maior circulação do século XX. A coluna marcou-se por suas ilustrações assinadas por Alceu Penna. As percepções eucrônica da imagem perpassam questões referentes a seu tempo de produção, sua reprodutibilidade, a indústria gráfica. Foram imagens envoltas a publicidades, comportamentos, morais e modas em voga em seu tempo histórico de produção. Contudo, segundo Georges Didi-Huberman, a imagem pertence ao tempo. Tempos múltiplos, impuros, heterogêneos, dialéticos, anacrônicos também perpassam a imagem em questão. As Garotas do Alceu, as pin-ups, foram também analisadas como ninfas. As pin-ups foram uma das marcas da imprensa do século XX e dividiram as páginas de periódicos com a guerra. As Garotas como a ninfa moderna que associa o belo ao trauma.<br> / Abstract : The paper addresses the image temporalities of the column Girls of Alceu in the O Cruzeiro magazine. The mood and behavior column was edited from 1938 to1964 and was one of Brazil's largest circulation magazines of the XXth Century.The column was recognized by its illustrations signed by Alceu Penna. The eucronical image perceptions permeate issues regarding their production time, reproducibility, the printing industry. Those images were surrounded by advertisement, behavior, morals and fashion in vogue in their historical production time. However, according to Georges Didi-Huberman, the image belongs to time. Multiple times, impure, heterogeneous, dialectic, anachronous also pervade the image in concern. The Girls of Alceu, pin- ups, were also analyzed as nymphs. The pin- ups were a hallmark of the XXth Century pressand divided journal pages with the war. The Girls as a modern nymph that combines the beauty and trauma.
20

Vida literária e desencantos: uma história da formação intelectual de Lima Barreto (1881-1922)

Azevedo Neto, Joachin January 2015 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2015-09-22T04:10:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 334749.pdf: 9117468 bytes, checksum: 3e4a3343fea1a9d2fec0ce22b98d35b1 (MD5) Previous issue date: 2015 / O pensamento  conceito abordado aqui enquanto um processo vinculado à formação intelectual do sujeito  pode ser um fenômeno multifacetado e permanecer em aberto. Com base nessa premissa, os diagnósticos elaborados por Lima Barreto (1881-1922) sobre a modernidade serão mapeados a partir das mediações culturais que estabeleceram com ícones bastante representativos das letras modernas, como, por exemplo, Anatole France, Tolstói, Dostoievski, Thomas Carlyle e Jules Gaultier. É preciso esclarecer, de antemão, que esse trabalho constitui um ponto de vista, entre muitos possíveis, sobre as relações mantidas por Lima Barreto e a cultura escrita que circulou em seu tempo. Buscar compreender alguns nuances do processo de maturação intelectual desse escritor, a partir das influências que recebeu das literaturas estrangeiras, não significa crer no argumento de que a criatividade barretiana foi um tipo de reflexo das ideias europeias. A partir, principalmente, das impressões de leitura de Lima Barreto e do catálogo de sua biblioteca particular, pretendo comparar as ideias literárias desse escritor com as de outros homens de letras que fizeram parte de sua geração. Por meio desse procedimento, é possível trabalhar com a perspectiva de que os diagnósticos de Afonso Henriques sobre a política, a modernidade brasileira e a vida intelectual, na Primeira República, podem dialogar com contextos documentais bem mais amplos do que o da história nacional.<br> / Abstract : The thought - a concept discussed here as a process linked to the intellectual formation of the subject - can be a multifaceted phenomenon and still remain open. Starting from this premise, the diagnoses elaborated by Lima Barreto (1881-1922) about modernity will be mapped starting from the cultural mediations that have established quite representative icons of modern letters, for example, Anatole France, Tolstoy, Dostoyevsky, Thomas Carlyle and Jules Gaultier. We must clarify in advance that this work is a point of view, among many possible, on relations maintained by Lima Barreto and the written culture that circulated in his time. Search to understand some nuances of intellectual maturation process of this writer, starting from the influences received from foreign literature, does not mean believing in the argument that the creativity of Barreto was a kind of reflection of European ideas. From mainly of Lima Barreto s reading impressions and his personal library catalog, want to compare the literary ideas of this writer with the other brazilian authors that were part of his generation. Through this procedure, is possible work with the perspective that the diagnostics about politic, brazilian modernity and the intellectual life, in the First Republic, made by Lima Barreto, be able to inserteds in documentary contexts more extensive than the local history.

Page generated in 0.0486 seconds