• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1868
  • 23
  • 7
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1917
  • 587
  • 567
  • 454
  • 434
  • 417
  • 408
  • 402
  • 287
  • 269
  • 234
  • 207
  • 200
  • 160
  • 153
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudo semântico/pragmático do E n'a relíquia

Dias, Ana Maria Grund 1995 (has links)
No description available.
2

Questões de coesão gramatical e lexical em texto dissertativo-argumentativos de alunos do ENEM

Freitas, Jesuane Lucas de, Silva, Fátima 2009 (has links)
No description available.
3

Variação na concordância nominal de número na fala dos habitantes do Alto Solimões (Amazonas)

Martins, Flávia Santos 2013 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 2013. Made available in DSpace on 2014-08-06T17:34:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 326292.pdf: 3329348 bytes, checksum: c099931f3e828ab51e52dcb8fa07caac (MD5) Previous issue date: 2013 Esta pesquisa teve como objetivo geral investigar o fenômeno da concordância nominal de número no falar dos habitantes do alto Solimões a fim de contribuir para o conhecimento das áreas dialetais brasileiras através de um registro sistematizado do falar amazonense, à luz da Teoria da Variação e Mudança e da Dialetologia Pluridimensional. A fim de entendermos o funcionamento do objeto em estudo controlamos, nesta pesquisa, as seguintes variáveis independentes linguísticas: posição em relação ao núcleo/núcleo, posição linear, classe gramatical, processos morfofonológicos de formação de plural e tonicidade dos itens lexicais, marcas precedentes, contexto fonético-fonológico subsequente e características dos itens lexicais; e as seguintes variáveis independentes extralinguísticas: idade, escolaridade, sexo/gênero, diatopia, ocupação, mobilidade e localismo. Quanto à amostra, foram entrevistados 57 informantes em cinco das nove localidades pertencentes à microrregião do alto Solimões (São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tonantins, Jutaí e Fonte Boa). Foram transcritos das entrevistas um total de 4.458 SNs plurais dos cinco municípios investigados, resultando, após a devida categorização de cada elemento do SN, em um total de 7.270 dados submetidos ao programa estatístico Goldvarb 2001. Desses dados, 4.264 foram da variante "presença de marcas formais/informais de plural", correspondendo a 58% dos dados, e 3006 foram da variante "ausência de marcas formais/informais de plural", correspondendo a 42% dos dados. Quanto às variáveis independentes linguísticas e extralinguísticas controladas, considerando a rodada estatística sem a variável classe gramatical, todas se mostraram significativas na regra de funcionamento da concordância nominal de número na microrregião do alto Solimões. Também foram realizadas rodadas estatísticas para cada cidade investigada, mostrando que a maioria delas, de maneira geral, apresentam os mesmos efeitos restritivos, principalmente no que diz respeito às variáveis independentes linguísticas. Elas se diferenciam mais quanto à hierarquia de atuação dos fatores de cada variável. Esperamos com esta pesquisa ter mostrado como é realizada a concordância nominal de número na fala dos amazonenses entrevistados, assim como ter evidenciado a partir da análise das variáveis independentes quais delas condicionam o uso da variante "presença de marcas formais/informais de plural".
Abstract : This research had as main objective to investigate the phenomenon of nominal number agreement in alto Solimões inhabitants? speech in order to contribute to the knowledge on Brazilian dialect areas through a systematic record of the Amazon speech, according to the Theory of Variation and Change and to the Pluridimensional Dialectology. In order to understand the functioning of the object studied, we controlled in this research the following linguistic independent variables: position relative to the core/core, linear position, grammatical class, morphophonological processes of plural formation and stress of lexical items, previous marks, phonetic/phonological subsequent context and lexical items characteristics; and the following extralinguistic independent variables: age, education, sex, diatopy, occupation, mobility and localism. Regarding the sample, 57 informants were interviewed in five of the nine localities belonging to the alto Solimões micro-region (São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá, Tonantins, Jutaí e Fonte Boa). A total of 4.458 plural Noun Phrases (NPs) were transcribed from the interviews in the five municipalities investigated, resulting, after proper categorization of each element in the NP, a total of 7.270 data submitted to Goldvarb 2001 statistical program. Among these data, 4.264 were the variant "presence of formal/informal plural marks", corresponding to 58% of the data, and 3.006 were the variant "absence of formal/informal plural marks", corresponding to 42% of the data. In regard to the linguistic and extralinguistic independent variables controlled, considering the statistical round without grammatical class variable, all variables were statistically significant at the operating rule of nominal number agreement in alto Solimões micro-region. Statistical rounds for each municipality investigated were also carried out, what showed that most of them, in general, have the same restrictive effects, especially with regard to the linguistic independent variables. They differ more on the hierarchy of action of the factors of each variable. We hope this research have shown how it is made the nominal number agreement in the speech of amazon people interviewed, as well as having evidenced, from the analysis of the independent variables, which of them condition the use of the variant "presence of formal/informal plural marks".
4

O sintagma preposicional na função de adjunto adnominal ou complemento nominal

Souza, Isolde de 1975 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 1975. Made available in DSpace on 2016-01-08T13:07:09Z (GMT). No. of bitstreams: 1 326665.pdf: 5418262 bytes, checksum: dd20e75ce96d6c9759be6aa10c5239ad (MD5) Previous issue date: 1975
5

Transitividade verbal

Oliveira, Maria Marta Laus Pereira 1978 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 1978. Made available in DSpace on 2016-01-08T13:22:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 326667.pdf: 3525501 bytes, checksum: d2c73244277c613dc4c21683d42cafbd (MD5) Previous issue date: 1978
6

Variação do objeto anafórico acusativo na fala de Florianópolis

Pinto, Cecília Augusta Vieira 2015 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Linguística, Florianópolis, 2015. Made available in DSpace on 2016-01-15T14:48:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 336823.pdf: 1717578 bytes, checksum: 9aa11d8b63dde7d50dda9d97c06326ca (MD5) Previous issue date: 2015 A presente dissertação objetiva descrever e analisar os fatores internos e externos que condicionam os usos variados do objeto anafórico acusativo de terceira pessoa do discurso, partindo do modelo da Sociolinguística Variacionista Quantitativa (WEINREICH, LABOV e HERZOG, 2006 [1968]; LABOV, 2008 [1972]). O corpus utilizado na análise desse fenômeno é formado por 16 entrevistas de informantes nativos de Florianópolis-SC, oito delas da década de 1990 - oriundas do Banco Base do Núcleo VARSUL (Amostra 1990) - e outras oito entrevistas coletadas na década de 2010 ? provenientes da Amostra Floripa, pertencente ao mesmo Núcleo de pesquisa (Amostra 2010). A variável dependente, objeto anafórico acusativo ? realizada através de duas diferentes variantes: objeto preenchido e objeto nulo ? é relacionada às variáveis independentes: (i) forma de realização do constituinte retomado; (ii) função sintática do constituinte retomado; (iii) traço de animacidade do constituinte retomado; (iv) forma verbal; (v) transitividade verbal e estrutura projetada pelo verbo; (vi) especificidade do constituinte retomado; (vii) topicalização do constituinte retomado; (viii) sexo dos informantes; (ix) idade; (x) escolaridade; (xi) década da amostra; e (xii) indivíduo. Com base nos trabalhos de Omena (1978), Duarte (1986; 1989), Cyrino (1997), Marafoni (2004), Oliveira (2007), Pereira (2011) e Costa (2011), realizamos a presente análise e atestamos que os condicionadores mais significativos para o uso de objeto nulo são ?escolaridade? e ?idade? dos informantes, ?transitividade verbal e estrutura projetada pelo verbo?, ?função sintática do constituinte retomado? e ?animacidade do constituinte retomado?. O objeto nulo de nosso corpus é mais frequente na fala de informantes mais jovens e menos escolarizados quando o seu referente é oracional. Nos dados com referente de SN, o objeto nulo ocorre mais quando está em uma estrutura complexa, quando seu referente tem função sintática diferente da de objeto direto e possui o traço [- animado]. Uma das importantes propostas deste trabalho diz respeito à comparação dos resultados das duas amostras empíricas, com o objetivo de verificar se há indicativos de dois perfis de mudança linguística em curso, a saber: (i) mudança em tempo real (no confronto entre as duas amostras) e (ii) mudança em tempo aparente (no confronto entre as faixas etárias em cada uma das amostras). Pudemos constatar que, de uma década para a outra, houve um leve aumento de objetos nulos de SN e estabilidade de uso de objetos nulos oracionais. E, em cada uma das duas sincronias, constatamos que os indivíduos jovens se10utilizaram mais do apagamento do objeto (tanto oracionais, quanto de SN) do que os mais velhos. Isso atesta a implementação, mesmo que lenta, da variante objeto direto anafórico nulo na fala dos informantes de Florianópolis do corpus investigado.
Abstract : This study aims at describing and analyzing the internal and external factors that constraint the variation in anaphoric third-person direct object, based on Theory of Language Variation and Change (WEINREICH, LABOV e HERZOG, 2006 [1968]; LABOV, 2008 [1972]). The corpus consists of 16 interviews with speakers born and raised in Florianópolis-SC: eight interviews were collected in the 1990s (VARSUL base-sample) and eight were collected in the 2010s (Floripa sample). Both samples belong to VARSUL Database. The dependent variableis expressed by two variants: filled object and null object. The independent constraints controlled are: (i) realization of the co-referential constituent; (ii) syntactic function of the co-referential constituent; (iii) trace of animacity of the co-referential constituent; (iv) verbal form; (v) verbal transitivity and structure projected by the verb; (vi) specificity of co-referential constituent; (vii) topicalization of the co-referential constituent; (viii) sex; (ix) age; (x) educational level; (xi) sample; and (xii) speaker. As it was pointed out in Omena (1978), Duarte (1986; 1989), Cyrino (1997), Marafoni (2004), Oliveira (2007), Pereira (2011) and Costa (2011), we conducted this analysis and we attested that the most significant factors to the variation are: ?educational level?, ?age?, ?verbal transitivity and structure projected by the verb?, ?syntactic function of the co-referential constituent? and ?trace of animacity of the co-referential constituent?. The null object variant is more common: (1) in the speech of less educated informants and younger informants, when its referent is a clause. With respect to noun phrase (NP) data, the null object occurs more often: (1) when it is located in a complex structure, (2) when its referent has a different syntactic function and (3) when it presents [- animated] feature. One of the most important contributions of this work is the comparison of two empirical samples in order to seek evidences of a linguistic change in progress, based on two approaches: (i) real time (confrontation between data from different periods of time), and (ii) apparent time (comparison between data from different age groups in the same sample).We have observed, in real time analysis, that there was a small increase of null NP objects and a stability of null clausal objects. Moreover, in apparent time analysis, we have found that the youngers tend to use the elliptical object (clausal and NP) more often than the olders. These results attest the implementation, even slowly, of the null variant of the anaphoric third-person direct object in the speech of informants from Florianópolis.
7

Estudo dos parâmetros acústicos relacionados à produção das plosivas do português brasileiro na fala adulta

Alves, Mariane Antero 2015 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Lingüistica, Florianópolis, 2015 Made available in DSpace on 2016-04-19T04:16:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 338144.pdf: 17334914 bytes, checksum: 4d218e581f095b2a4ada7b9a69670559 (MD5) Previous issue date: 2015 Esta pesquisa tem como objetivo investigar a produção de plosivas vozeadas e não-vozeadas de uma variedade do português brasileiro, com o intuito de verificar os principais parâmetros acústico-articulatórios envolvidos na produção desses segmentos, estejam eles relacionados ao próprio segmento ou a contextos adjacentes. Os dados foram coletados em seções de leitura de frases com cinco informantes do sexo feminino, com idades entre 21-29 anos, oriundas da região de Criciúma, no sul de estado de Santa Catarina. Os parâmetros analisados, a partir de experimentos de produção, são: (i) duração da oclusão; (ii) duração do segmento; (iii) VOT; (iv) duração das vogais adjacentes; (v) características espectrais de burst; (vi) transição formântica; (vii) qualidade vocálica; (viii) tonicidade e (ix) posição na palavra e (x) especificidades acústicas. A duração da oclusão e da consoante se mostraram maiores para as plosivas não-vozeadas. O VOT das plosivas não-vozeadas inseriu-se na categoria de retardo curto e a plosiva velar [k] apresentou valores acima de 35 ms, que apontam para uma leve aspiração. O VOT das plosivas vozeadas enquadrou-se na categoria de pré-sonorização. Os parâmetros relacionados à frequência, burst e transição vocálica, apesar de apresentarem características já apontadas por outros estudos, não apresentaram resultados sistemáticos entre si. A transição de F1 não foi estatisticamente distinta entre plosivas com diferente vozeamento, apesar de as curvas apresentarem direção ascendente em todos os casos. Para F2, os valores de frequência de onset foram significativamente menores para as bilabiais [p] e [b] quando seguidas pela vogal [?]. As demais plosivas não-vozeadas não apresentaram diferença entre si e, dentre as vozeadas, a velar [?] foi a única que apresentou menor valor significativo quando seguida por [?]. Todas as curvas de transição de F2 se mostraram descendentes. A vogal [?] atenuou significativamente o valor de frequência de onset de F2 para [k] e [?]. Encontramos resultados que apontam para o locus consonantal de F2 para as bilabiais em 1400 Hz e de 1800 Hz para as alveolares. Quanto à influência das plosivas na duração das vogais adjacentes, observamos que as vogais sempre apresentaram valores de duração maiores quando eram seguidas ou antecedidas por plosivas vozeadas. A duração da consoante e do VOT se mostraram maiores quando a consoante era seguida pela vogal alta [?] em comparação à vogal baixa [?], especialmente para [p], [k], [d] e [?]. O contexto tônico propiciou o aumento da duração da consoante de todas as plosivas analisadas. A posição inicial favoreceu o aumento da duração da consoante e do VOT das plosivas vozeadas. Encontramos especificidades acústicas em uma parte considerável dos dados (24%), fato que denota a gradiência da fala e que esta apresenta nuanças que nem sempre estão de acordo com o esperado pela teoria. Os resultados aqui obtidos mostram que alguns parâmetros, especialmente aqueles relacionados a aspectos duracionais, dão conta de caracterizar as plosivas do português brasileiro no que tange a sua produção e podem ser indícios de que serão também relevantes para a percepção desses segmentos.
Abstract : The present research is aimed at investigating the production of voiced and voiceless stops in a variety of Brazilian Portuguese, in order to verify the main articulatory and acoustic parameters involved in the production of such segments, being related to the segment itself or to adjacent contexts. Data was collected in sentence-reading sections with five female participants, with ages varying from 21-29 years of age, all of them from Criciúma, a city in the south region of Santa Catarina state in Brazil. The parameters that were analyzed in this investigation were: (i) duration of the segment; (ii) duration of closure interval; (iii) VOT; (iv) duration of adjacent vowels; (v) spectral characteristics of burst; (vi) formant transition; (vii) vowel quality; (viii) lexical tone; (ix) position within the word and (x) acoustic specificity. Both consonant and closure duration were longer for the voiceless stops. VOT of all voiceless stops were considered short lag but [k] presented values higher than 35 ms, which signalizes slight aspiration. VOT of voiced stops were considered as voicing lead. The parameters related to frequency, i.e., burst and transition, were non-systematic to indicate differences among stops, although they have shown some characteristics already stated by other studies. F1 transition was not statistically different between stops with different kinds of voicing, although the transition curves were all in an ascending direction. In relation to F2, the onset values were significantly lower for [p] and [b] when followed by [?]. The other voiceless stops did not show significant differences between them, and, among the voiced ones, [g?] was the only one that showed lower significant values. All the F2 transition curves were descending. The vowel [?] significantly lowered the onset F2 values for [k] and [?]. The results point to the F2 consonant locus of bilabial stops at 1400 Hz and of alveolar stops at 1800 Hz. Regarding the influence of stops on vowel duration, we observed longer values when vowels were preceding or following voiced stops. The consonant duration and the VOT were longer when followed by the high vowel [?] rather than the low vowel [?], especially in the case of [p], [k], [d], [?]. Also, the consonant duration were enhanced when the stop was inserted in a stressed position. We found acoustic specificities among a considerable part of our data (24%), which shows that speech is a continuum and presents nuances that not always comply with what is stated by the literature. The results obtained by this research point out that some parameters are able to characterize the stops in Brazilian Portuguese, especially those related to durational aspects. This fact can raise evidence that these parameters might be relevant to the perception of these stops.
8

Polissemia nos usos do verbo ter : arbitrariedade ou iconicidade?

Peixoto, Cleiliane Sisi. 2012 (has links)
Orientador: Vânia Cristina Casseb Galvão Coorientador: Sanderléia Roberta Longhin Thomazi Banca: Vânia Cristina Casseb Galvão Banca: Cristina dos Santos Carvalho Banca: Edson Rosa Francisco de Souza Banca: Gisele Cássia de Sousa Resumo: O objetivo desta pesquisa é descrever e analisar os usos do verbo ter no português brasileiro, de um ponto de vista diacrônico. De um ponto de vista funcionalista da linguagem, os usos auxiliares de ter teriam se desenvolvido um do outro mediante processos cognitivos como a metáfora e/ou a metonímia, a partir da noção de posse do verbo. Mais especificamente, o cline de mudança dos usos seria: ter pleno > ter auxiliar aspectual > ter auxiliar temporal > ter auxiliar modal. Como a mudança é lenta e gradativa, ela geraria a polissemia, num recorte sincrônico. A hipótese é que, na língua portuguesa brasileira, esse desenvolvimento não ocorreria; não haveria iconicidade entre a forma ter e as suas funções. Seguindo uma orientação funcionalista da linguagem, a pesquisa se baseia nos pressupostos teóricos de: i) Dik (1989; 1997) e Neves (2001; 2002), a respeito da gramática de orientação funcional; ii) Croft e Cruse (2004), Haiman (1980; 1985) e Langacker (1985), sobre a iconicidade e os mecanismos cognitivos de abstratização de sentido mencionados acima, a metáfora e a metonímia; e iii) Heine et alii (1991), Heine (1993) e Hopper (1991), a respeito da gramaticalização e dos princípios e propriedades inerentes a esse processo de mudança linguística. O universo de pesquisa compreende a adoção do "Corpus do Português" (disponível em: www.corpusdoportugues.org.br), que contém registros da língua do século XVI ao XX, provenientes de fontes textuais diversas. A escolha desse corpus se justifica pela hipótese de que os usos de ter seriam favorecidos por diferentes gêneros textuais. Os usos de ter são descritos em termos do cruzamento entre o estatuto categorial e o valor semântico do verbo, e analisados segundo a tipologia de Estado de Coisas de Dik (op. cit.) e os pressupostos teóricos que norteiam este estudo... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) Abstract: The aim of the current research is to describe and to analyze the uses of the verb ter in Brazilian Portuguese from a diachronic point of view. From a functional point of view, the auxiliaries uses of the verb would have developed from one another through cognitive processes such as metaphor and/or metonymic, from the possession meaning of the verb. More specifically, the cline of change would be: ter full verb > ter aspect auxiliary > ter tense auxiliary > ter mood auxiliary. As change process in language is slow and gradual, it would result in polysemy, from a synchronic point of view. The hypothesis is that this development would not occur in Brazilian Portuguese; there would not be iconicity between the form ter and their functions. According to a functional perspective of language, the research is based on theoretical assumptions of: i) Dik (1989; 1997) and Neves (2001; 2002), concerning functional grammar; ii) Croft and Cruse (2004), Haiman (1980; 1985) and Langacker (1985), concerning iconicity and cognitive mechanisms of meaning abstraction such as metaphor and metonymic; and iii) Heine et alii (1991), Heine (1993) and Hopper (1991), concerning grammaticalization and its properties and principles. The research is based on "Corpus do Português" (available in: www.corpusdoportugues.org.br), which contains language data from the sixteenth to the twentieth century. The data were collect from different text sources. The choice of this corpus is based on the hypothesis that the uses of ter woud be favored by different kinds of texts. The uses of ter are described in terms of the crossing between categorical status and semantic of the verb, and analyzed according to Dik's State of Affairs typology and the theoretical assumptions of the authors described above. The results of the analysis show existence of uses of ter with categorical status which... (Complete abstract click electronic access below) Doutor
9

As operações de linguagem com a marca "quando"

Gomes, Antônio Carlos. 2007 (has links)
Orientador: Letícia Marcondes Rezende Banca: Marília Blundi Onofre Banca: Marcia Cristina Romero Lopes Banca: Silvia Dinicci Fernandes Banca: Sebastião Expedito Ignácio Resumo: Esta pesquisa é uma análise da marca quando, apoiada na Teoria das Operações Enunciativas, de Antoine Culioli, para quem a linguagem é uma atividade de regulação, referenciação e representação do pensamento pelos sujeitos enunciadores. Tal estudo é um exercício que pretende ir além do domínio do imediatamente observável, para tentar descrever os processos de produção (e de reconhecimento) subjacentes a uma seqüência de signos. A marca quando aparece em enunciados com verbos nos tempos presente, passado e futuro. Ela não só torna mais evidente a noção de tempo, como também opera uma (in)determinação no enunciado, influenciando diretamente as categorias de aspecto e de modalidade. Quando ela conecta duas léxis, pode haver a propriedade de voz, verificada na relação de causalidade. Após as análises, pudemos entender que a regulação de um enunciado e da relação semântica entre as léxis que o compõem, não depende só do conector, mas do sentido já imbricado a sua direita e esquerda. A marca quando é usada em variados contextos, sustentada por uma invariante. Ela pode ter valores referenciais denso, compacto ou discreto. Esses valores são aferidos pelas operações de localização, pela determinação ou não da noção, pelo intervalo de tempo, pelo espaço de referência e pela configuração da marca no domínio nocional do tempo. Abstract: This research paper is the analyses of the linguistic make when based upon the Enunciative Operations Theory by Antoine Culioli to whom language is an activity of regulation, reference and representation of thought by the enunciator subject. The referred study is an exercise which intends to go further than the promptly observed in order to describe the process of production (and also recognition) beyond a sign sequence. The make when appears in sentences with verbs in the present, past and future tenses. It not only makes evidence of the notion of time but also works as an undetermined term of the enunciation, directly influencing both the aspect and modality. Whether it connects two lexis a voice property may occur verified in the relation of causality. Through the analyses we could understand that the regulation of the enunciate and the semantic aspects between the lexis which form them, depend not only on the connector but also on the meaning already existent on its right or its left. The make when is used in the most varied contexts supported by an invariable word. It may have dense referred values or also compact or discrete ones. Such values are determined by its location, the determination or not of its notion, the interval, the reference space and by the configuration of the make in the notional domain of the time. Doutor
10

As operações de linguagem com a marca quando

Gomes, Antônio Carlos [UNESP] 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:32:47Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007Bitstream added on 2014-06-13T19:22:23Z : No. of bitstreams: 1 gomes_ac_dr_arafcl.pdf: 528773 bytes, checksum: 3fb21998dac974c421efb0b4e678e87d (MD5) Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) Esta pesquisa é uma análise da marca quando, apoiada na Teoria das Operações Enunciativas, de Antoine Culioli, para quem a linguagem é uma atividade de regulação, referenciação e representação do pensamento pelos sujeitos enunciadores. Tal estudo é um exercício que pretende ir além do domínio do imediatamente observável, para tentar descrever os processos de produção (e de reconhecimento) subjacentes a uma seqüência de signos. A marca quando aparece em enunciados com verbos nos tempos presente, passado e futuro. Ela não só torna mais evidente a noção de tempo, como também opera uma (in)determinação no enunciado, influenciando diretamente as categorias de aspecto e de modalidade. Quando ela conecta duas léxis, pode haver a propriedade de voz, verificada na relação de causalidade. Após as análises, pudemos entender que a regulação de um enunciado e da relação semântica entre as léxis que o compõem, não depende só do conector, mas do sentido já imbricado a sua direita e esquerda. A marca quando é usada em variados contextos, sustentada por uma invariante. Ela pode ter valores referenciais denso, compacto ou discreto. Esses valores são aferidos pelas operações de localização, pela determinação ou não da noção, pelo intervalo de tempo, pelo espaço de referência e pela configuração da marca no domínio nocional do tempo. This research paper is the analyses of the linguistic make when based upon the Enunciative Operations Theory by Antoine Culioli to whom language is an activity of regulation, reference and representation of thought by the enunciator subject. The referred study is an exercise which intends to go further than the promptly observed in order to describe the process of production (and also recognition) beyond a sign sequence. The make when appears in sentences with verbs in the present, past and future tenses. It not only makes evidence of the notion of time but also works as an undetermined term of the enunciation, directly influencing both the aspect and modality. Whether it connects two lexis a voice property may occur verified in the relation of causality. Through the analyses we could understand that the regulation of the enunciate and the semantic aspects between the lexis which form them, depend not only on the connector but also on the meaning already existent on its right or its left. The make when is used in the most varied contexts supported by an invariable word. It may have dense referred values or also compact or discrete ones. Such values are determined by its location, the determination or not of its notion, the interval, the reference space and by the configuration of the make in the notional domain of the time.

Page generated in 0.0565 seconds