• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 984
  • 34
  • 34
  • 34
  • 34
  • 29
  • 29
  • 18
  • 14
  • 14
  • 6
  • 4
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1004
  • 450
  • 288
  • 190
  • 188
  • 167
  • 158
  • 156
  • 150
  • 145
  • 127
  • 111
  • 106
  • 94
  • 93
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Estudo comparativo da reabsorção radicular apical, decorrente do tratamento ortodôntico, em pacientes tratados com a técnica do arco de canto simplificada, do arco reto e com a terapia bioeficiente.

Canto, Graziela de Luca 05 December 1997 (has links)
A reabsorção radicular apical constitui um efeito indesejável, porém freqüente, do tratamento ortodôntico e por este motivo, várias técnicas e materiais têm sido desenvolvidos visando diminuir esse efeito deletério. Uma das mais recentes técnicas desenvolvidas é a Terapia Bioeficiente, que utiliza materiais ortodônticos contemporâneos. O objetivo principal deste estudo foi comparar a quantidade de reabsorção radicular pós-tratamento, em pacientes tratados com a técnica do Arco de Canto Simplificada (grupo 1), do Arco Reto (grupo 2) e com a Terapia Bioeficiente (grupo 3). Buscou ainda, comparar o tempo de tratamento entre as técnicas, avaliar a quantidade de reabsorção radicular apical decorrente do tratamento ortodôntico e a prevalência da reabsorção nos incisivos superiores e inferiores. Deste modo, foram obtidas radiografias periapicais, pela técnica do paralelismo, dos incisivos superiores e inferiores de 90 pacientes, divididos em 3 grupos, os quais apresentavam uma média de idade ao início do tratamento de 13,92, 14,18 e 14,29 anos nos grupos 1, 2 e 3 , respectivamente. A reabsorção foi classificada por escores, por 2 examinadores, de acordo com o método proposto por LEVANDER; MALMGREN76. A calibração intra e interexaminadores foi considerada excelente pelo coeficiente de concordância de Kendall. Os resultados do teste de Kruskal-Wallis demonstraram que o grupo 3 (Terapia Bioeficiente) apresentou menos reabsorção que os demais. O teste de Scheffé revelou que o tempo de tratamento foi maior para o grupo 1 (Arco de Canto Simplificada) do que para os demais. Considerando toda a amostra, não se encontrou reabsorção radicular em 2,25% dos dentes analisados. Foi observada reabsorção leve em 42,56% dos dentes, reabsorção moderada em 53,37%, reabsorção acentuada em 1,40% e em somente 0,42% dos dentes, a reabsorção foi classificada como extrema. A prevalência de reabsorção para cada incisivo indicou maior reabsorção para os incisivos centrais superiores, seguidos dos incisivos laterais superiores, incisivos centrais inferiores e, por último, os incisivos laterais inferiores. / Apical root resorption is an undesirable, but frequent side effect of orthodontic treatment, and therefore improvements in orthodontic materials and techniques are in constant development to decrease it. One of the most recently developed orthodontic techniques is the Bioefficient Therapy, that utilizes the most contemporary orthodontic materials. Therefore, the primary objective of this study was to compare the amount of root resorption after orthodontic treatment between the simplified standard edgewise technique (group 1), the edgewise straight wire system (group 2) and the Bioefficient Therapy (group 3). It was also the purpose of this investigation to compare the treatment time between these techniques, as well as the amount of root resorption in the whole sample studied, and the prevalence of root resorption in the upper and lower incisors. Thus, periapical radiographs using the long cone paralleling technique were obtained for the upper and lower incisors from 30 patients for each group. The mean ages of the patients at the beginning of treatment were 13.92, 14.18 and 14.29 for groups 1, 2, and 3, respectively. Root resorption was ranked by scores, according to the method of LEVANDER; MALMGREN76, by 2 examiners, that presented an excellent intra and interexaminer calibration by Kendall concordance coefficient. Results of the Kruskal-Wallis test demonstrated that group 3 (Bioefficient Therapy) presented less root resorption than the others. The Scheffé test demonstrated that treatment time was longer for group 1 (simplified standard edgewise technique) as compared to the others. Considering the whole sample, there was no root resorption in 2.25% of the analyzed teeth. There was only a slight resorption in 42.56%, a moderate resorption in 53.37%, an accentuated resorption in 1.40% and an extreme root resorption in only 0.42% of the teeth. The prevalence of resorption for each incisor indicated, in decreasing order, a larger resorption for the upper centrals, followed by the upper laterals, lower centrals and lastly, the lower lateral incisors.
2

Estudo comparativo da reabsorção radicular apical, decorrente do tratamento ortodôntico, em pacientes tratados com a técnica do arco de canto simplificada, do arco reto e com a terapia bioeficiente.

Graziela de Luca Canto 05 December 1997 (has links)
A reabsorção radicular apical constitui um efeito indesejável, porém freqüente, do tratamento ortodôntico e por este motivo, várias técnicas e materiais têm sido desenvolvidos visando diminuir esse efeito deletério. Uma das mais recentes técnicas desenvolvidas é a Terapia Bioeficiente, que utiliza materiais ortodônticos contemporâneos. O objetivo principal deste estudo foi comparar a quantidade de reabsorção radicular pós-tratamento, em pacientes tratados com a técnica do Arco de Canto Simplificada (grupo 1), do Arco Reto (grupo 2) e com a Terapia Bioeficiente (grupo 3). Buscou ainda, comparar o tempo de tratamento entre as técnicas, avaliar a quantidade de reabsorção radicular apical decorrente do tratamento ortodôntico e a prevalência da reabsorção nos incisivos superiores e inferiores. Deste modo, foram obtidas radiografias periapicais, pela técnica do paralelismo, dos incisivos superiores e inferiores de 90 pacientes, divididos em 3 grupos, os quais apresentavam uma média de idade ao início do tratamento de 13,92, 14,18 e 14,29 anos nos grupos 1, 2 e 3 , respectivamente. A reabsorção foi classificada por escores, por 2 examinadores, de acordo com o método proposto por LEVANDER; MALMGREN76. A calibração intra e interexaminadores foi considerada excelente pelo coeficiente de concordância de Kendall. Os resultados do teste de Kruskal-Wallis demonstraram que o grupo 3 (Terapia Bioeficiente) apresentou menos reabsorção que os demais. O teste de Scheffé revelou que o tempo de tratamento foi maior para o grupo 1 (Arco de Canto Simplificada) do que para os demais. Considerando toda a amostra, não se encontrou reabsorção radicular em 2,25% dos dentes analisados. Foi observada reabsorção leve em 42,56% dos dentes, reabsorção moderada em 53,37%, reabsorção acentuada em 1,40% e em somente 0,42% dos dentes, a reabsorção foi classificada como extrema. A prevalência de reabsorção para cada incisivo indicou maior reabsorção para os incisivos centrais superiores, seguidos dos incisivos laterais superiores, incisivos centrais inferiores e, por último, os incisivos laterais inferiores. / Apical root resorption is an undesirable, but frequent side effect of orthodontic treatment, and therefore improvements in orthodontic materials and techniques are in constant development to decrease it. One of the most recently developed orthodontic techniques is the Bioefficient Therapy, that utilizes the most contemporary orthodontic materials. Therefore, the primary objective of this study was to compare the amount of root resorption after orthodontic treatment between the simplified standard edgewise technique (group 1), the edgewise straight wire system (group 2) and the Bioefficient Therapy (group 3). It was also the purpose of this investigation to compare the treatment time between these techniques, as well as the amount of root resorption in the whole sample studied, and the prevalence of root resorption in the upper and lower incisors. Thus, periapical radiographs using the long cone paralleling technique were obtained for the upper and lower incisors from 30 patients for each group. The mean ages of the patients at the beginning of treatment were 13.92, 14.18 and 14.29 for groups 1, 2, and 3, respectively. Root resorption was ranked by scores, according to the method of LEVANDER; MALMGREN76, by 2 examiners, that presented an excellent intra and interexaminer calibration by Kendall concordance coefficient. Results of the Kruskal-Wallis test demonstrated that group 3 (Bioefficient Therapy) presented less root resorption than the others. The Scheffé test demonstrated that treatment time was longer for group 1 (simplified standard edgewise technique) as compared to the others. Considering the whole sample, there was no root resorption in 2.25% of the analyzed teeth. There was only a slight resorption in 42.56%, a moderate resorption in 53.37%, an accentuated resorption in 1.40% and an extreme root resorption in only 0.42% of the teeth. The prevalence of resorption for each incisor indicated, in decreasing order, a larger resorption for the upper centrals, followed by the upper laterals, lower centrals and lastly, the lower lateral incisors.
3

ParÃmetros fotoantropomÃtricos faciais em indivÃduos com osteogÃnese imperfeita / PARÃMETROS FOTOANTROPOMÃTRICOS FACIAIS EM INDIVÃDUOS COM OSTEOGÃNESE IMPERFEITA

Felipe Franco MarÃal 17 February 2017 (has links)
FundaÃÃo Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Cientifico e TecnolÃgico / OsteogÃnese imperfeita (OI) à uma nomenclatura representativa de um conjunto de sÃndromes com mutaÃÃes para falhas no colÃgeno tipo I com repercussÃes qualitativas e quantitativas da estruura Ãssea, onde podemos citar alteraÃÃes morfolÃgicas craniofaciais. Objetiva-se avaliar parÃmetros fotoantropomÃtricos faciais em pacientes com OI. Para isso, foram selecionados 20 brasileiros com diagnÃstico de OI do projeto SEMENTE (Fortaleza, Brasil), ambos os sexos, em qualquer idade e capazes de entender e assinar o termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE), e 38 brasileiros nÃo-sindrÃmicos, como grupo controle, ASA I, capazes de entender e assinar o TCLE e pareados por sexo, idade e perfil facial de Burstone. Como critÃrios de exclusÃo dos grupos: tratamento ortodÃntico finalizado ou iniciado, trauma e/ou cirurgia em regiÃo craniofacial e presenÃa de qualquer outra doenÃa sistÃmica. Serà realizada anÃlise fotoantropomÃtrica dos 18 parÃmetros faciais de STENGEL-RUTKOWSKI et al. (1984), previamente estabelecida na literatura para sÃndromes. Um Ãnico examinador realizou todas as medidas efetivas e angulares virtualmente pelo CorelDRAWX7. Orelhas encurtadas horizontalmente em relaÃÃo a largura auricular (p=0,003), mais longos em relaÃÃo à face (p<0.001) e narizes mais inclinados para baixo (p=0,020) mostram-se como alteraÃÃes relacionadas ao grupo de indivÃduos com OI. A etiopatogÃnese dessas alteraÃÃos encontradas e de suas relaÃÃes fenotÃpicas ainda precisam ser alvo de futuros trabalhos para validaÃÃo desses resultados. / OsteogÃnese imperfeita (OI) à uma nomenclatura representativa de um conjunto de sÃndromes com mutaÃÃes para falhas no colÃgeno tipo I com repercussÃes qualitativas e quantitativas da estruura Ãssea, onde podemos citar alteraÃÃes morfolÃgicas craniofaciais. Objetiva-se avaliar parÃmetros fotoantropomÃtricos faciais em pacientes com OI. Para isso, foram selecionados 20 brasileiros com diagnÃstico de OI do projeto SEMENTE (Fortaleza, Brasil), ambos os sexos, em qualquer idade e capazes de entender e assinar o termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE), e 38 brasileiros nÃo-sindrÃmicos, como grupo controle, ASA I, capazes de entender e assinar o TCLE e pareados por sexo, idade e perfil facial de Burstone. Como critÃrios de exclusÃo dos grupos: tratamento ortodÃntico finalizado ou iniciado, trauma e/ou cirurgia em regiÃo craniofacial e presenÃa de qualquer outra doenÃa sistÃmica. Serà realizada anÃlise fotoantropomÃtrica dos 18 parÃmetros faciais de STENGEL-RUTKOWSKI et al. (1984), previamente estabelecida na literatura para sÃndromes. Um Ãnico examinador realizou todas as medidas efetivas e angulares virtualmente pelo CorelDRAWX7. Orelhas encurtadas horizontalmente em relaÃÃo a largura auricular (p=0,003), mais longos em relaÃÃo à face (p<0.001) e narizes mais inclinados para baixo (p=0,020) mostram-se como alteraÃÃes relacionadas ao grupo de indivÃduos com OI. A etiopatogÃnese dessas alteraÃÃos encontradas e de suas relaÃÃes fenotÃpicas ainda precisam ser alvo de futuros trabalhos para validaÃÃo desses resultados.
4

Avaliação da influência do espaço negativo na estética, durante o sorriso /

Ritter, Daltro Enéas. January 2003 (has links)
Orientador: Luiz Gonzaga Gandini Junior / Banca: Luciane Macedo de Menezes / Banca: Arno Locks / Banca: Ary dos Santos Pinto / Banca: Dirceu Barnabé Raveli / Resumo: Foram medidos os espaços bilaterais existentes entre os dentes da arcada superior e as comissuras labiais, chamados de espaço negativo, e verificada sua influência na estética durante o sorriso. A amostra constituiu-se de 60 fotografias de sorriso forçado, de 30 indivíduos do sexo masculino e 30 do sexo feminino, entre 18 e 25 anos de idade. Essas fotos foram avaliadas, quanto à estética, por dois ortodontistas e dois leigos à odontologia, através de uma escala visual análoga. Mediu-se, em cada fotografia de sorriso, os espaços negativos direito e esquerdo, em milímetros e em proporção em relação à amplitude do sorriso. Os dados foram verificados quanto à significância estatística (p=0,05). Verificou-se que o espaço negativo médio da amostra foi de 6,68l1,99mm e de 9,6l2,56% em relação à amplitude do sorriso, para cada lado da arcada, não havendo assimetrias significativas estatisticamente entre os lados direito e esquerdo. O espaço negativo apresentou-se maior estatisticamente nos indivíduos do sexo masculino quando medido em milímetros (7,08l2,24mm- masculino; 6,28l1,62mm- feminino) (p=0,028), mas igual estatisticamente ao sexo feminino quando medido em proporção à amplitude do sorriso (9,94l2,24%- masculino; 9,26l1,61%- feminino). Os doze indivíduos com menores espaços negativos (G1), em proporção à amplitude do sorriso, comparados com os doze de maiores espaços negativos (G2), não apresentaram diferença estatística quanto à avaliação estética (p=0,110). Concluiu-se que o espaço negativo isoladamente não influenciou na avaliação estética das fotografias de sorriso na presente amostra, tanto para os ortodontistas como para os leigos. / Abstract: The purpose of this study was to measure and verify the esthetic influence during smile of the bilateral space between the upper posterior teeth and the corner of the lips, known as the negative space. The sample was constituted of 60 forced smile pictures, obtained from 60 individuals (30 males and 30 females), with age ranging from 18 to 25 years. Two orthodontists and two lay people esthetically evaluated these pictures using a visual analogue scale. In each picture the right and left negative spaces were measured in millimeters and in proportion related to smile width. Data was analyzed for statistical significance (p=0.05). The sample's medium negative space was 6.68 l 1.99 mm and the proportion related to smile width was 9.6 l 2.56 %, for each side of the arch. No statistically significant asymmetries were observed between right and left sides. The mean negative space was significantly bigger in males than in females (p=0,28) (7.08 l 2.24 mm in males vs. 6.28 l 1.62 mm in females), but the proportion related to smile width was similar in males and females (9.94 l 2.24 % in males vs. 9.26 l 1.61 % in females). No significant differences were detected in the visual analogue scale esthetic analysis between the orthodontists and lay people. When the twelve individuals with smaller negative spaces in proportion to smile width where compared to the twelve individuals with bigger negative spaces in proportion to smile width, no statistical difference related to esthetical evaluation was noted (p=0,110). In conclusion, the negative space did not influence the smile esthetics in the present sample. / Doutor
5

Effectiveness of Thurow modified in orthopedic treatment of Class II division 1. / AvaliaÃÃo da efetividade do Thurow modificado no tratamento ortopÃdico da Classe II divisÃo 1

Maria Walderez Andrade de AraÃjo 21 May 2013 (has links)
The treatment of Class II division 1 by jaw upper disorder is a controversial subject in the literature. This study aims to evaluate, through the PAR Index (Peer Assessment Rating), orthopedic treatment of Class II malocclusion division 1 in 15 patients of both sexes who have made growing use of the appliance Thurow modified. This study consisted of a retrospective longitudinal clinical study with no control group. The average age of patients at the start of treatment was 9.3 years for females and 9.4 years for males. The PAR index was obtained from pre and post treatment of each patient. An improvement of 31% or more was considered effective treatment. After descriptive analysis, it was observed that the initial average PAR index of 33 was reduced to 18.5 at the end of treatment, featuring an improved occlusion averaged 43.9%. The treatment was effective in 86.7% of patients, no statistical difference was observed in relation to sex and age at start of treatment (p> 0.05). It was also found that the apparatus provided significant changes in overjet correction (p <0.05). From this study it can be concluded that the orthopedic treatment of Class II division 1 with modified Thurow appliance in growing patients presented a viable alternative, and we observed an improvement of occlusal relationships primarily with respect to overjet and molar relationship towards anteroposterior. / O tratamento da Classe II divisÃo 1 por alteraÃÃo maxilar à um assunto controverso na literatura. Este trabalho tem como objetivo avaliar, por meio do Ãndice PAR (Peer Assessment Rating), o tratamento ortopÃdico da mà oclusÃo de Classe II divisÃo 1 em 15 pacientes, de ambos os sexos e em fase de crescimento, que fizeram o uso do aparelho Thurow modificado. Esta pesquisa consistiu de um estudo clÃnico longitudinal retrospectivo, sem grupo controle. A idade mÃdia dos pacientes no inÃcio do tratamento foi de 9,3 anos para o sexo feminino e 9,4 anos para o sexo masculino. O Ãndice PAR foi obtido dos modelos prà e pÃs-tratamento de cada um dos pacientes. Uma melhora de 31% ou mais foi considerada como tratamento efetivo. ApÃs a realizaÃÃo da anÃlise descritiva, observou-se que o Ãndice PAR inicial mÃdio de 33 foi reduzido para 18,5 ao final do tratamento, caracterizando uma melhora da oclusÃo em mÃdia de 43,9%. O tratamento foi efetivo em 86,7% dos pacientes, nÃo sendo observada diferenÃa estatÃstica em relaÃÃo ao sexo e à idade de inÃcio do tratamento (p>0,05). Verificou-se tambÃm que o aparelho proporcionou mudanÃas significativas na correÃÃo do overjet (p<0,05). A partir deste trabalho, pode-se concluir que o tratamento ortopÃdico da Classe II divisÃo 1 com o aparelho Thurow modificado em pacientes em crescimento apresentou-se uma alternativa viÃvel, sendo observada uma melhora das relaÃÃes oclusais, principalmente em relaÃÃo ao overjet e à relaÃÃo molar no sentido anteroposterior.
6

Avaliação das posições de maxima intercuspidação habitual e de relação centrica, em individuos com oclusão clinicamente normal e individuos tratados ortodonticamente

Arnesen, Desiree Saddi 19 November 1984 (has links)
Orientador: Manoel Carlos Muller de Araujo / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-14T03:32:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Arnesen_DesireeSaddi_M.pdf: 1311388 bytes, checksum: cccdefe042928600f86893fe3da91755 (MD5) Previous issue date: 1984 / Resumo: Foi realizado um estudo comparativo em 10 in- dividuos portadores de oclusão clinicamente normal e 10 in- dividuos tratados ortodonticamente, cujos modelos foram montados em articulador semi-ajustável (Whip-Mix), a fim de que se pudesse medir as diferenças entre as posições de rellação cêntrica (RC) e de máxima intercuspidação habitual (MIH). A montagem dos modelos mandibulares foi basea da em tecnica preconizada por Lucia para a determinação da RC e que consta essencialmente do emprego de um guia-interferência incisal que atua como fulcro-anterior para conduzir os côndilos à sua posição mais posterior, superior e mediana e como interferência para evitar fechamentos habituais e reflexos. Os resultados obtidos nos levaram às seguintes conclusões: 1 - a diferença media entre as duas posições e de 0,494+0,406mm e de 0,359 ± 0,272 mm no sentido ântero-posterior, e de 0,739 ± 0,310 mm no sentido lateral, no grupo com oclusão normal e no grupo de individuos tratados ortodonticamente, respectivamente; 2 - a distância real do deslize e, em media,de 0,67 ± 0,39lmm para o grupo de oclusão normal e de 1 ,011 ± 0,570 mm para ra o grupo de indivíduos tratados ortodonticamente; 3 - nos dois grupos estudados, nenhum caso apresentou concordância entre a RC e a MIH, nos dois sentidos observados; 4 - não foi estatisticamente significante a diferença entre RC e MIH no sentido ântero-posterior, assim como tam bem não o foi a distância real do deslize nos dois grupos de pacientes estudados / Abstract: A comparativestudy betwen 10 subjects with clinical normal occlusion and 10 orthodontically treated subjects was performed in order to measure the discrepancies between the centric relation position (RC) and intercuspal habitual position. the maximal The study casts belonging to each subject we re mounted on an adjustable articulator (Whip-Mix), and the results led us to the following conclusions: 1 - the mean differences between the two positions were 0.493 mm and 0,359 mm in the antero-posterior direction, and 0,738 mm and in the no rma 1 occlusion group and orthodontically treated group, respectivelly; 2 - in both groups the centric relation position (RC) and maximal intercuspidal habitual position (MIH) did not coin cide in both directions examined; 3 - the mean distance between the RC and MIH was 0,671 ± 391 for the normal occlusion group and 1,011 ± 0,570 for the orthodontically treated group; 4 - there was no significante statistical difference between RC and MIH in the antero-posterior direction / Mestrado / Ortodontia / Mestre em Ciências
7

Avaliação da reabsorção radicular externa, consecutiva ao tratamento ortodontico

Arnesen, Finn Andreas 27 November 1984 (has links)
Orientador: Darcy Flavio Nouer / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-14T03:31:58Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Arnesen_FinnAndreas_M.pdf: 1593123 bytes, checksum: 6c0f862418a4674128a730242a1e0af1 (MD5) Previous issue date: 1984 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed. / Mestrado / Ortodontia / Mestre em Ciências
8

Ocorrencia de fenomenos imunologicos na polpa dental humana e sua correlação com os aspectos clinicos e histologicos

D'Angelo, Maria das Graças Baltieri 14 July 2018 (has links)
Orientador: Lourenço Bozzo / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-14T11:02:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 D'Angelo_MariadasGracasBaltieri_M.pdf: 2494888 bytes, checksum: b50f390ca9b0f5f049f83c6ad224327d (MD5) Previous issue date: 1982 / Resumo: Pelo presente trabalho se propôs a estudar a resposta da polpa dental humana à cárie, procurando estabelecer uma correlação entre as alterações histopatológicas, imunológicas, e as características clínicas do processo de cárie. A ocorrência de fenómenos imunológicos, na resposta pulpar; foi analisada através da quantificação das células empenhadas na síntese de IgG, IgA, IgM e IgGAM. Para esse estudo foram selecionadas 49 polpas dentais humanas de pacientes com idades entre 10 e 40 anos, que foram agrupadas em polpas de dentes íntegros, polpas de dentes com cárie superficial, média e profunda. As amostras foram fixadas em etanol 95% a 4°c por 16-24 h. e incluidas em parafina de baixo ponto de fusão (Sainte-Marie, 1962). Colorações em H.E. foram empregadas para as análises histológicas e os aspéctos imunológicos foram observados nas amostras coradas com anti-soros humanos conjugados com f1uoresceína, respectivamente para as imunoglobulinas G, A, M e GAM. A quantificação de IgG, IgA, IgM e IgGAM foi executada através da contagem dos pontos de uma ocular integradora Zeiss que incidiram sobre áreas fluorescentes do tecido em estudo. Nas polpas dos dentes íntegros, foram observados aspéctos de normalidade compatíveis com as idades. Em algumas polpas de dentes com cárie superficial, havia características de normalidade enquanto que em outras apareceram areas focais de inflamação aguda. Infiltração difusa de linfócitos, plasmócitos e macrófagos foi o quadro dominante das polpas relacionadas com cárie média, enquanto que nas profundas, além de eosinófilos, linfócitos e plasmócitos, foram encontradas áreas focais de desintegração do tecido com acúmulo de leucócitos polimorfonucleares. Através da imunofluorescência, as polpas normais não apresentaram imunoglobulinas. Nas polpas inflamadas, embora tenha havido uma variação significante tanto do número de células fluorescentes como também do tipo de imunoglobulina detectada em uma ou outra polpa, foi verificado que na contagem total, IgG apareceu em maiór número de células do que IgA e esta em maior número que IgM. As contagens de IgGAM foram altas, porém não corresponderam à soma de IgG, IgA e IgM observadas isoladamente. O número de células contendo IgG aumentou à medida que a cárie progrediu, coincidindo com a maior extensão da inflamação pulpar. IgA predominou nas cáries superficiais enquanto IgM aumentou com a progressão da cárie. IgGAM apareceu em mafor número nas polpas de dentes com cárie profunda. Tornou-se difícil estabelecer uma correlação entre os achados clínicos e imunopatológicos, devido à grande variabilidade do número de células contendo um ou outro tipo de imunoglobulina numa mesma profundidade de cárie. A presença dessas células imunocompetentes, nas polpas humanas inflamadas, confirma a ocorrência de fenômenos imunológicos nas pulpites, sem contudo permitir que se estabeleça a priori qual dos tipos de imunoglobulinas que estarão presentes nesta ou naquela polpa / Abstract: Not informed. / Mestrado / Mestre em Biologia e Patologia Buco-Dental
9

Estudo da força produzida pela mola helicoidal quando ativada por carregamento axial de tração

Colosio, Flavio 15 July 2018 (has links)
Orientador: Luiz Antonio Ruhnke / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-15T10:41:10Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Colosio_Flavio_M.pdf: 642673 bytes, checksum: 18d55435b2009975723ea03f3b3de783 (MD5) Previous issue date: 1981 / Resumo: A finalidade desta investigação foi verificar a carga produzida pela mola helicoidal usada no sistema de movimentação dos dentes, quando ativada por carregamento continuo de tração. Os corpos de prova (6 mm de haste, espiral de uma volta com 2 mm de diâmetro) foram confeccionados com fios de 0,381 mm , 0,457 mm e 0,533 mm de diâmetros, das marcas comerciais Rock Mountain , Unitek , Australiano TP e Dentaurum. Cinco amostras foram feitas para cada tipo de fio e os testes de tração foram efetuados num aparelho Instron, modelo 1130. O limite proporcional da mola helicoidal foi determinado no gráfico, considerando as variáveis cargas de tração versus deformação. Os resultados indicam que: A- Não existe diferença significativa entre as marcas estu¬dadas, quando se considerou o fio de 0,381 mm de diâmetro; B- Para o fio 0,547 mm de diâmetro, a marca Unitek,mostrou-se superior aos apresentados pelas Australiano TP , Rock Mountain e Dentaurum; Com respeito ao fio 0,533 mm de diâmetro, verificou - se que a Unitek e a Rock Mountain são maiores do que as Dentaurum e Australiano TP / Abstract: Not informed. / Mestrado / Ortodontia / Mestre em Odontologia
10

Fidelidade de adaptação dos anéis ortodônticos confeccionados pela técnicas: direta, indireta, e de pré-fabricação

Freitas, Arlete Juliana de January 1976 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Odontologia / Made available in DSpace on 2013-07-15T20:15:07Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2016-01-08T13:12:21Z : No. of bitstreams: 1 312369.pdf: 2455670 bytes, checksum: dda588fdf0e61249391bc3b37a80e44d (MD5)

Page generated in 0.106 seconds