• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 117
  • 13
  • 13
  • 13
  • 13
  • 7
  • 5
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 120
  • 44
  • 21
  • 18
  • 17
  • 17
  • 17
  • 13
  • 13
  • 13
  • 11
  • 11
  • 11
  • 9
  • 9
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Caracterização histoquímica e determinação do ciclo secretor da glândula salivar do tórax de Polistes versicolor (Olivier, 1791) (Hymenoptera: vespidae) /

Rocha, Thalita. January 2004 (has links)
Orientador: Flávio Henrique Caetano / Banca: Maeli Dal Pai Silva / Banca: Mary Anne Heidi Dolder / Resumo: A glândula salivar do tórax de Polistes versicolor apresenta-se formada por pseudoácinos, constituídos de uma célula central (TA) envolta por células periféricas (TB). Os dutos são formados inicialmente pela união dos canalículos projetados dos psendoácinos. A fusão dos dutos 1 leva a formação dos dutos 2, e a união destes ao duto 3. As células TC constituem o epitélio destes dutos e apresentam-se diferenciada em cada um. A secreção é produzida pelas células TA e modificada pelas células TB, TC nos dutos 1 e TD, apresentam a membrana plasmática invaginada e com muitas mitocôndrias associadas, que auxiliam na captura de material da hemolinfa. Quando submetidas a reações enzimológicas, para os processos oxidativos, as células TB e TD mostram-se atuando na regulação do volume celular e na concentração de solutos. As células TD também podem atuar acrescentando glicoconjugados à secreção uma vez que apresentam grânulos PAS positivos em seu citoplasma. As células TA por sua vez não apresentam tais aspectos. Porém quando submetidas aos testes histoquímicos mostram resultados positivos a glicoconjugados e proteínas, revelando-se rica em glicoconjugados e proteínas. A ausência de reservatório sugere que a secreção é conduzida pelos dutos e eliminada ao exterior de forma contínua, sem que seja previamente armazenada. O desenvolvimento da glândula salivar do tórax não depende do grau de desenvolvimento ovariano. As vespas subordinadas são responsáveis pela manutenção da estrutura física do ninho, defesa e também na alimentação dos imaturos e imagos. Já às dominantes cabe a reprodução e a fundação de novas colônias. Dados comportamentais sugerem que a glândula salivar do tórax em P. versicolor está relacionada às atividades de forrageamento... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: The Polistes versicolor thoracic salivary gland is composed by pseudoacini, constituted by a central cell (TA) surrounded by peripheral cells (TB). The ducts are initially formed through the union of the canaliculi that project from the pseudoacini. The of ducts 1 leads to the formation of ducts 2 and the fusion from these, the duct 3 is formed. The TC cells constitute the epithelium of these ducts and they appear differentiated in each one of the ducts. The secretion is produced by the TA cells and modified by the TB cells, by the TC cells in the ducts 1, and also by the TD cells. The latter type of cells present a plasma membrane with numerous infoldings containing many mitochondria, which aid in the uptake of diverse materials from the haemolymph that are added to the secretion. When subjected to enzymatic reactions, these cells (TB and TD cells) react positively to reactions related to oxidative processes, thus indicating that they act in the regulation of cell volume and in the concentration of solutes. The TD cells may also add glycoconjugates to the secretion, since these cells present granules positives to PAS reaction in their cytoplasm. The TA cells differ from the TB adn TD cells in the aspects mentioned above. However, when the TA cells were subjected to the histochemical tests, they reacted positively to the tests for the detection of glycoconjugates and proteins, thus indicating that the secretion consists of glycoproteins. Since the thoracic salivary gland of this species lacks a reservoir the secretion is conducted by the ducts toward the exterior and eliminated continuously, without being stored. The development of the thoracic salivary glands is not dependant on the degree of ovarian development. In the dominant females, the ovary appears well developed, while in the subordinate females it appears filamentous, under development, or poorly... (Complete abstract, click electronic address below) / Mestre
2

Glândula ectomandibular e comportamento de Polistes versicolor (Olivier) (Hymenoptera, vespidae) /

Pietrobon, Thiago Augusto Ortega. January 2005 (has links)
Orientador: Flávio Henrique Caetano / Banca: Fernando José Zara / Banca: Vera Nisaka Solferini / Banca: Angela Maria Ferreira Falleiros / Banca: Sulene Noriko Shima / A espécie Polistes versicolor tem se mostrado um excelente modelo para o estudo com vespas eussociais primitivas neotropicais, pela distribuição ampla, número de trabalhos já realizados com ela, tipo de organização social e por pertencer a um gênero considerado chave na compreensão da evolução do comportamento social. O presente trabalho apresenta os resultados do estudo comportamental, associado à análise histoquímica da glândula ectomandibular e à descrição do processo de morte celular programada desta glândula. Apresenta também nota a respeito de infecção viral nas células epiteliais próximas à glândula ectomandibular desta vespa. Polistes versicolor apresenta colônia monogínica, em qualquer fase do desenvolvimento colonial. As subordinadas apresentam especialização momentânea, sendo que todos os indivíduos são capazes de desenvolver qualquer atividade, independente de idade ou casta. Os machos apresentam comportamentos de cuidado com a prole e manutenção do ninho, porém em freqüências bastante baixas. Os indivíduos de uma colônia podem ser divididos em 3 grupos de acordo com a função que desempenham. Estes grupos são variáveis de acordo com a fase do desenvolvimento da colônia. A glândula ectomandibular de P. versicolor apresenta proteínas, lipídios e glicoconjugados neutros, tanto em sua constituição, quanto no produto sintetizado, porém em concentrações que variavam individualmente, de acordo com a fase do desenvolvimento da colônia. A variação dos compostos da secreção pode estar relacionada a 2 densidade populacional no ninho, de adultas e/ou imaturos. Esta glândula apresenta sinais de início do processo de morte celular em indivíduos entre 20 e 25 dias de idade, apesar de observar-se muitas variações, indicando não haver um ciclo etário rígido. A morte celular programada desta glândula apresenta características apoptóticas... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo). / The species Polistes versicolor is known as an excellent model for the study of neotropical wasps because of its wide distribution, number of papers on it, kind of social organization and also because the genus Polistes is considered essential to the understanding of the evolution of the social behaviour. This work shows the results of behavioural study, associated to histochemical analysis of the ectal mandibular gland and the description of its programmed cell death process. It also presents a note on a viral infection found in the epithelial cells of this wasp. In any phase of its colonial development, P. versicolor, shows monoginic colonies. The subordinates present momentary specialization, being all individuals able to develop any activity, independently of their age or caste. The males extend a care behaviour towards the progeny and the nest, however this behaviour is not so frequent. Copulation between possible siblings were observed. The histochemical pattern of ectal mandibular gland evidenced the presence of proteins, lipids and neutral glicoconjugates in concentrations that vary according to the colony development. The variation in the secretion compounds may be related to the population density of adults and/or immature individuals in the nest. Signs of the programmed cell death process were observed in individuals among 20 and 25 days old, although many variations were observed, indicating that there was not a strict age cycle. The programmed cell death characteristic found in this gland renders apoptotical and non-apoptotical features, like observed in different adult insects. Finally, a case of viral infection by Nucleopolyhedrovirus in epithelial 4 cells, near the ectal mandibular gland, and haemocytes, probably derived from its preys, was described with a discussion about probable infection ways. / Doutor
3

Determinação e diferenciação de castas em Mischocyttarus (Mischocyttarus) drewseni Saussure, 1857 (Hymenoptera, Vespidae) de acordo com a perspectiva nutricional e aspectos relacionados /

Noda, Sílvia Cristina Mari. January 2005 (has links)
Orientador: Sulene Noriko Shima / Banca: Fabio Prezoto / Banca: Nivar Gobbi / Banca: Edilberto Giannotti / Banca: Fabio Santos do Nascimento / Nas espécies eusociais primitivas, como nas vespas Polistinae de fundação independente, evidências de determinação pré-imaginal de castas têm se acumulado. Os principais objetivos deste estudo foram verificar, na vespa eusocial primitiva Mischocyttarus drewseni, a influência da nutrição na determinação pré-imaginal e imaginal de castas, de acordo com o desenvolvimento colonial, e a relação de hierarquia social e alimentação do adulto com a morfofisiologia das castas. Os resultados mostraram que existe forte tendência das castas desta espécie não serem determinadas pré-imaginalmente, já que a grande maioria das colônias não mostrou relação entre a quantidade de alimento ingerido pelas larvas e o posicionamento ocupado pelos respectivos adultos na hierarquia social. A determinação de castas, sob a forma de castração nutricional, ocorreu em uma das colônias, com incidência maior desta castração no início do ciclo colonial. As fêmeas dominantes foram as que ingeriram maior quantidade de alimento e as que mais solicitaram doação de saliva larval. Estas ingeriram mais alimento líquido (carboidratos) do que sólido (proteínas), mas considerando somente sólido, foram as que mais receberam este tipo de alimento em relação às fêmeas das posições inferiores. A alta capacidade reprodutiva das dominantes foi confirmada pelo maior desenvolvimento ovariano observado nestas fêmeas, que também apresentaram mais tecido gorduroso do que as subordinadas. As dominantes também apresentaram maior comprimento do mesoscuto e largura do 3º tergito. Em relação à qualificação do alimento ingerido ocorreu variação intercolonial e intracolonial. As interações de dominância nesta espécie estão principalmente associadas ao estabelecimento da hierarquia, e ocorrem no sentido de manter uma única poedeira, com as interações ocorrendo das fêmeas dominantes... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / In the primitively eusocial species, as the independent-founding polistine wasps evidences for pre-imaginal caste determination have been accumulated. The main objectives of this study were to verify, in the primitively eusocial wasp Mischocyttarus drewseni, the nourishment influence on pre-imaginal and imaginal caste determination according to the colony development, and the relation of social hierarchy and adult nourishment with caste morpho-physiology. The results showed a strong tendency of castes to be no determined pre-imaginally once on most colonies there was no relation between food quantity ingested by the larvae and their respective adult positions on social hierarchy. The caste determination by nutritional castration occurred on one of the colonies with major incidence in the beginning of the colony cycle. The dominant females were those who ingested most of the food and who ingested most of larval saliva. They ingested more liquid food (carbohydrates) than solid (proteins) but considering only solid food, they received more the latter one in relation to the low-ranked females. The high reproductive capacity of dominant females was confirmed by the higher ovary development observed in these females who showed higher fat body than the subordinates. The dominant females also showed too bigger mesoscutum length and third tergite width. Considering the quality of food ingested there was intra and inter-colonial variation. The dominance interactions in this species were mainly associated with hierarchy establishment and they occur, in the sense of to maintain a single egg layer, with the interactions occurring from dominant females to subordinates, in only one direction. However, this structure did not continue as in the period just after to foundation as much in the later stages of colony... (Complete abstract, click electronic address below) / Doutor
4

Determinação e diferenciação de castas em Mischocyttarus (Mischocyttarus) drewseni Saussure, 1857 (Hymenoptera, Vespidae) de acordo com a perspectiva nutricional e aspectos relacionados

Noda, Sílvia Cristina Mari [UNESP] 20 May 2005 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:44Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2005-05-20Bitstream added on 2014-06-13T18:47:12Z : No. of bitstreams: 1 noda_scm_dr_rcla.pdf: 893305 bytes, checksum: e612bd39c32bf6c6d887c412e7485ba7 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Nas espécies eusociais primitivas, como nas vespas Polistinae de fundação independente, evidências de determinação pré-imaginal de castas têm se acumulado. Os principais objetivos deste estudo foram verificar, na vespa eusocial primitiva Mischocyttarus drewseni, a influência da nutrição na determinação pré-imaginal e imaginal de castas, de acordo com o desenvolvimento colonial, e a relação de hierarquia social e alimentação do adulto com a morfofisiologia das castas. Os resultados mostraram que existe forte tendência das castas desta espécie não serem determinadas pré-imaginalmente, já que a grande maioria das colônias não mostrou relação entre a quantidade de alimento ingerido pelas larvas e o posicionamento ocupado pelos respectivos adultos na hierarquia social. A determinação de castas, sob a forma de castração nutricional, ocorreu em uma das colônias, com incidência maior desta castração no início do ciclo colonial. As fêmeas dominantes foram as que ingeriram maior quantidade de alimento e as que mais solicitaram doação de saliva larval. Estas ingeriram mais alimento líquido (carboidratos) do que sólido (proteínas), mas considerando somente sólido, foram as que mais receberam este tipo de alimento em relação às fêmeas das posições inferiores. A alta capacidade reprodutiva das dominantes foi confirmada pelo maior desenvolvimento ovariano observado nestas fêmeas, que também apresentaram mais tecido gorduroso do que as subordinadas. As dominantes também apresentaram maior comprimento do mesoscuto e largura do 3º tergito. Em relação à qualificação do alimento ingerido ocorreu variação intercolonial e intracolonial. As interações de dominância nesta espécie estão principalmente associadas ao estabelecimento da hierarquia, e ocorrem no sentido de manter uma única poedeira, com as interações ocorrendo das fêmeas dominantes... .
5

Efeito das interações peptídeo-peptídeo e peptídeo-membrana nas atividades funcionais de toxinas peptídicas do veneno da vespa social Agelaia pallipes pallipes (Hymenoptera, Vespidae) /

Baptista-Saidemberg, Nicoli Barão. January 2007 (has links)
Orientador: Mário Sérgio Palma / Banca: Maria Anita Mendes / Banca: Valmir Fadel / Os venenos de Vespidae são importantes ferramentas para a defesa dos ninhos. Acidentes com ferroadas de vespas sociais são muito comuns e podem causar diversos sintomas nas vitimas. Esses venenos são ricos em peptídeos policatiônicos, geralmente envolvidos em processos inflamatórios. Os peptídeos mais abundantes encontrados nos venenos das vespas são os peptídeos quimiotáticos e mastoparanos, porém dentre os diversos componentes encontrados no veneno da vespa social A. p. pallipes ainda existem algumas toxinas pouco caracterizadas farmacologicamente. Entre elas encontrou-se os peptídeos Protonectina e Protonectina (1-6) com massas moleculares de 1209 Da (I-L-G-T-I-L-G-L-L-K-G-L-NH2) e 628 Da (I-L-G-T-I-L-NH2), respectivamente. Ao nível molecular, esses peptídeos interagem entre si, resultando na potenciação das atividades funcionais da Protonectina. Considerando-se a importância deste tipo de interação molecular para a indução de processos inflamatórios, os objetivos deste estudo foram: caracterizar a estrutura secundária desses peptídeos individualmente e também a estrutura supramolecular resultante de suas interações, observando os efeitos da mesma sobre as ações de degranulação de mastócitos, quimiotaxia e hemólise. Ambos os peptídeos foram sintetizados manualmente em fase sólida por química Fmoc. A Protonectina é um peptídeo anfifílico, enquanto que a Protonectina (1-6) é muito pequena para assumir estrutura secundária anfifílica. Análises de Dicroísmo Circular, revelaram que na presença de TFE, a Protonectina e Protonectina (1-6) tendem a apresentar estrutura secundária constituída de 36.7% e 17.6% na forma de hélicea, respectivamente. Entretanto, a mistura de ambos peptídeos na proporção de 1:1 resultou em uma estrutura supramolecular que apresentou 48.3% de hélice-a sugerindo, assim, uma possível interação entre esses dois peptídeos... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / The venoms of Vespidae are important tools for nest defense. Social wasp stinging accidents are very common and can cause diverse symptoms to the victims. These venoms are rich in policationic peptides, generally involved in inflamatory proccesses. The most abundant peptides found in wasp venoms are the mastoparans and chemotactic peptides. However, among the diverse peptidic components found in the venom of A. p. pallipes there are some toxins still not well characterized. Among them were found the Protonectin (MW 1209 Da; I-L-G-T-I-L-G-L-L-K-G-L-NH2) and Protonectin(1-6) ( MW 628 Da; IL- G-T-I-L-NH2) peptides. These peptídes interact to each other at molecular level potentiating the activities of Protonectin. Considering the importance of this interaction, the objectives of this study were: to characterize the secondary structure of these peptides individually and also the supramolecular structure resulting from their interaction, observing the biological effects of this supramolecular structure on mast cell degranulation, hemolysis and chemotaxis. Both peptides were manually synthesized by using manual solid phase Fmoc Chemistry. The Protonectin is probably an amphiphilic peptide, while Protonnectin (1-6) is too small to assume this conformation. Circular Dichroism analysis, in presence of TFE, revealed that Protonectin and Protonectin (1-6) tend to form 36.7% and 17.6% of a-helix, respectively. However, the mixture of both peptides at the proportion 1:1 resulted in a supramolecular structure presenting 48.3% of a-helix, suggesting an interaction betwen the peptides mentioned above. The results and conclusions obtained in this study were: (1) the Protonectin presented hemolytic activity; caused mast cell degranulating, LDH release from mast cells and presented high chemotactic activity (characteristic of G-protein interaction); (2) the Protonectin (1-6) only presented chemotactic activity ...(Complete abstract click electronic access below) / Mestre
6

Caracterização histoquímica e determinação do ciclo secretor da glândula salivar do tórax de Polistes versicolor (Olivier, 1791) (Hymenoptera: vespidae)

Rocha, Thalita [UNESP] 31 March 2004 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:22:58Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004-03-31Bitstream added on 2014-06-13T18:08:59Z : No. of bitstreams: 1 rocha_t_me_rcla.pdf: 2783708 bytes, checksum: 3f4047f15ceab8969bc8777c20425315 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / A glândula salivar do tórax de Polistes versicolor apresenta-se formada por pseudoácinos, constituídos de uma célula central (TA) envolta por células periféricas (TB). Os dutos são formados inicialmente pela união dos canalículos projetados dos psendoácinos. A fusão dos dutos 1 leva a formação dos dutos 2, e a união destes ao duto 3. As células TC constituem o epitélio destes dutos e apresentam-se diferenciada em cada um. A secreção é produzida pelas células TA e modificada pelas células TB, TC nos dutos 1 e TD, apresentam a membrana plasmática invaginada e com muitas mitocôndrias associadas, que auxiliam na captura de material da hemolinfa. Quando submetidas a reações enzimológicas, para os processos oxidativos, as células TB e TD mostram-se atuando na regulação do volume celular e na concentração de solutos. As células TD também podem atuar acrescentando glicoconjugados à secreção uma vez que apresentam grânulos PAS positivos em seu citoplasma. As células TA por sua vez não apresentam tais aspectos. Porém quando submetidas aos testes histoquímicos mostram resultados positivos a glicoconjugados e proteínas, revelando-se rica em glicoconjugados e proteínas. A ausência de reservatório sugere que a secreção é conduzida pelos dutos e eliminada ao exterior de forma contínua, sem que seja previamente armazenada. O desenvolvimento da glândula salivar do tórax não depende do grau de desenvolvimento ovariano. As vespas subordinadas são responsáveis pela manutenção da estrutura física do ninho, defesa e também na alimentação dos imaturos e imagos. Já às dominantes cabe a reprodução e a fundação de novas colônias. Dados comportamentais sugerem que a glândula salivar do tórax em P. versicolor está relacionada às atividades de forrageamento... / The Polistes versicolor thoracic salivary gland is composed by pseudoacini, constituted by a central cell (TA) surrounded by peripheral cells (TB). The ducts are initially formed through the union of the canaliculi that project from the pseudoacini. The of ducts 1 leads to the formation of ducts 2 and the fusion from these, the duct 3 is formed. The TC cells constitute the epithelium of these ducts and they appear differentiated in each one of the ducts. The secretion is produced by the TA cells and modified by the TB cells, by the TC cells in the ducts 1, and also by the TD cells. The latter type of cells present a plasma membrane with numerous infoldings containing many mitochondria, which aid in the uptake of diverse materials from the haemolymph that are added to the secretion. When subjected to enzymatic reactions, these cells (TB and TD cells) react positively to reactions related to oxidative processes, thus indicating that they act in the regulation of cell volume and in the concentration of solutes. The TD cells may also add glycoconjugates to the secretion, since these cells present granules positives to PAS reaction in their cytoplasm. The TA cells differ from the TB adn TD cells in the aspects mentioned above. However, when the TA cells were subjected to the histochemical tests, they reacted positively to the tests for the detection of glycoconjugates and proteins, thus indicating that the secretion consists of glycoproteins. Since the thoracic salivary gland of this species lacks a reservoir the secretion is conducted by the ducts toward the exterior and eliminated continuously, without being stored. The development of the thoracic salivary glands is not dependant on the degree of ovarian development. In the dominant females, the ovary appears well developed, while in the subordinate females it appears filamentous, under development, or poorly... (Complete abstract, click electronic address below)
7

Diferenciação etológica e morfofisiológica das castas de Mischocyttarus (Monogynoecus) montei, Zikán, 1949 (Hymenoptera, vespidae, mischocyttarini), com especial referência à regulação social das colônias

Oliveira, Vanessa Cristina de [UNESP] 22 June 2007 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:30:16Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-06-22Bitstream added on 2014-06-13T19:18:46Z : No. of bitstreams: 1 oliveira_vc_me_rcla.pdf: 2151688 bytes, checksum: 544a8f0c3a68d21030ad183c4096e7bb (MD5) / Universidade Estadual Paulista (UNESP) / As vespas, devido à característica difilética do grupo, são um excelente modelo para se tentar compreender a evolução do comportamento social nos Hymenoptera. A biologia e a organização social das vespas eussociais primitivas, em especial o gênero Mischocyttarus, são pouco conhecidas, apesar da grande diversidade de espécies desse gênero nos trópicos. Com o objetivo de identificar os mecanismos envolvidos na regulação social de Mischocyttarus (M.) montei, foram coletadas 9 colônias para a análise da morfofisiologia dos indivíduos, sendo que destas, 6 foram previamente observadas em condições naturais no Campus da Unesp de Rio Claro, SP. Foi verificado que a dinâmica hierárquica desta espécie é regulada através de três estratégias principais: a) interações agonísticas moderadas entre os indivíduos de maneira a permitir que fundadoras se associem, estabelecendo uma hierarquia de dominância mas ao mesmo tempo garantindo a viabilidade da colônia no início do ciclo; b) alimentação e gasto energético diferencial dos adultos, onde os mais dominantes ingerem maiores quantidades de alimento, em especial fontes de proteína, ao mesmo tempo em que realizam tarefas de baixo custo energético e comportamentos relacionados à dominância; e c) utilização da oofagia diferencial como forma indireta de competição e monopolização da postura de ovos. Através desses mecanismos, a hierarquia é regulada de forma dinâmica, de maneira a permitir que 2 qualquer indivíduo possa ocupar diferentes papéis dentro da colônia, uma vez que, como verificado, os adultos emergem com capacidades reprodutivas similares e não apresentam diferenças morfológicas significativas entre as castas. A determinação de suas funções na colônia dependerá, portanto, das estratégias acima descritas. / The wasps, due to their monophyletic characteristics, are an excellent model to explain the evolutionary scenario of the social behavior in the Hymenoptera. The biology and social organization of primitively eusocial wasps, especially of Mischocyttarus genera, are relatively poor studied, despite of its marked diversity in Neotropical regions. With the aim of identify the traits involved in social regulation of M. (Monogynoecus) montei nine colonies were collected and used in morphological and physiological analysis, from these six were monitored in natural conditions at UNESP, in Rio Claro, SP. The results showed that the hierarchical dynamics of this specie is regulated based on three main strategies: a) moderated agonistics interactions among nestmates, which leads to foundress associations foundations and assure the establishment of a dominance hierarchy and the success of the colony in initial phases of development; b) different feeding and energetic cost tasking of adults, whereas the dominant females feed on higher quantities of food, especially protein, and perform tasks with low energetic cost, mainly those related to dominance; and c) differential oophagy as an indirect strategy of competition, avoiding the subordinate oviposition. Through these mechanisms the hierarchy is regulated in a dynamical way, in which any female can assume different tasks in the colony, once the adults emerge with similar reproductive potential and a marked morphological caste differentiation is absent. The role of each nestmate, therefore, will depend on the strategies previously described.
8

Biogeografia histórica do gênero Brachygastra Perty, 1833 (Hymenoptera: Vespidae: Polistinae: Epiponini)/

Silva, Marjorie da. January 2012 (has links)
Orientador: Fernando Barbosa Noll / Banca: Eduardo Andrade Botelho de Almeida / Banca: Charles Morphy Dias dos Santos / Resumo: A Biogeografia é a porção das ciências biológicas encarregada de explicar como a distribuição geográfica dos organismos se formou. A aceitação da dinâmica das placas tectônicas e o desenvolvimento de novos métodos filogenéticos foram dois importantes fatores que revitalizaram a biogeografia nos últimos 40 anos. Este estudo apresenta em três capítulos algumas respostas para questões inerentes à história biogeográfica do gênero Brachygastra. No capítulo I é apresentada uma descrição da atual distribuição das 17 espécies deste gênero de vespas sociais, enquanto uma análise cladística visando estabelecer as relações históricas entre as áreas em que as espécies ocorrem foi realizada no capítulo II e por fim, no capítulo III, uma síntese dos eventos geológicos que tem afetado a região Neotropical e que possivelmente influenciaram a cladogênese e moldaram a distribuição das espécies foi realizada com a finalidade de se identificar a provável origem do gênero. Foram obtidos registros para todas as espécies de Brachygastra.e, a maioria delas está na América do Sul e possui ampla distribuição. Observou-se que a altitude constitui uma barreira para as espécies. Os métodos de biogeografia cladística mostraram dois componentes principais, um Neártico e um Neotropical, onde a América Central é a região mais basal e a Amazônia está mais proximamente relacionada à floresta Atlântica. DIVA mostra um cenário que requer diversos eventos de dispersão para os táxons terminais, que podem representar na verdade, eventos de expansão. A provável origem do gênero é Neotropical, no Cretáceo tardio e início do Terciário. As análises vão de encontro à hipótese de Amorim & Pires (1996) para o relacionamento entre as áreas do Neotrópico, com a América Central mais basal às demais áreas do Neotrópico e Amazônia dividida em ao menos dois componentes / Abstract: The Biogeography is the part of Biological sciences in charge to explain how the geographical distribution of species was formed. The acceptance of the tectonic drift and the development of new phylogenetic methods were two important factors that revitalized the biogeography in the last 40 years. This work presents in three chapters some answers related to the biogeographical history of the genus Brachygastra. In chapter I was presented a description of present distribution of the 17 Brachygastra's species, while a cladistic analysis with aimed to establish the historical relationship among the areas that species occur was performed in the chapter II and lastly, in the chapter III, a synthesis of the geological events that have been affected the Neotropical region and possibly influenced the cladogenesis and shaped the species distribution were raised in order to identify the period and the place of probable origin of the genus. Record for all the species of Brachygastra were obtained, the most of them are in South America and are widespread. It was observed that the height is a barrier to the species. The methods of cladistc biogeography showed two main components, a Nearctic and Neotropical, where the Central America is the basal region and the Amazonia is more closely related to Atlantic forest. DIVA presents a setting that requires several dispersal events for the terminal taxa that can represent in fact, expansion events. The origin of the genus is Neotropical, in late Cretaceous and beginning of Tertiary. The analysis corroborate the hypothesis of Amorim & Pires (1996) for relations among the Neotropical áreas, with de Central América most basal to the other ares of Neotropics and Amazonia divided into, at least two components / Mestre
9

Mediadores comportamentais e comunicação química da vespa eussocial basal Mischocyttarus (Monocyttarus) cassununga Von Ihering, 1903 (Hymenoptera, Vespidae, Mischocyttarini)

Murakami, André Sunao Nishiuchi [UNESP] 23 March 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:43Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-03-23Bitstream added on 2014-06-13T19:05:57Z : No. of bitstreams: 1 murakami_asn_dr_rcla.pdf: 2029619 bytes, checksum: 68bc49e9e0e7c915697bd55c5a090f06 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Mischocyttarus cassununga é uma vespa eussocial basal ou de fundação independente, endêmica de região neotropical e que apresenta características particulares na organização social e outros aspectos bionômicos relacionados às castas comportamentais. O objetivo do trabalho foi investigar a importância dos hidrocarbonetos cuticulares na comunicação química de uma população dessa espécie. Através de observações comportamentais, verificação do estado morfofisiológico (dissecção) e análise química (Cromatografia Gasosa acoplada à Espectrometria de Massa ) foi possível estudar a relação entre o perfil químico do indivíduo e seu status social na colônia. Os resultados mostraram a presença de um grande número de compostos cuticulares (88 substâncias), de cadeia longa que variaram de 16 a 36 átomos de carbono. Dentre estes compostos que puderam ser detectados e identificados, os predominantes foram os alcanos ramificados (metilalcanos e dimetilalcanos), seguidos pelos alcanos lineares e etilalcanos, o que sugere uma alta complexidade dos hidrocarbonetos na espécie em estudo. Os hidrocarbonetos encontrados nos perfis cuticulares das fêmeas estudadas aparentemente apresentam uma função colônia-específica, assim comoprovavelmente devem estar sinalizando o estado reprodutivo do indivíduos na colônia. As análises realizadas de diversas maneiras também mostraram que os parâmetros tais como inseminação e desenvolvimento ovariano provavelmente justificam melhor as diferenças nas proporções de determinadas substâncias no perfil cuticular dentro da organização social de Mischocyttarus cassununga. Analisar as possíveis diferenças dos perfis cuticulares considerando a influência conjunta de todos parâmetros fisiológicos também possibilita o entendimento da função... / Mischocyttarus cassununga is a eusocial basal wasp with independent foundation from Neotropical areas, and which displays peculiar characteristics about the social organization and other bionomic aspects related to behavioral castes. In this study, we investigated the importance of cuticular hydrocarbons in the chemical communication for one population of this species. through behavioural observation, morphophysiological verification and chemical analysis (Gas Chromatography - Mass Spectrometry = GC MS) it was possible to study the relation between the cuticular profile of the individuals and their social status in colony. The results showed the presence of a large number of long-chain cuticular compouds (88 substances) ranging from 16 to 36 carbon atoms. Among the compounds which were found, the predominant were branched alkanes (methylalkanes and dimethylalkanes), followed by linear alkanes and ethylalkanes, suggesting a complex mixtures of hydrocarbon. The cuticular hydrocarbon profile of females showed a colony-specific function, and should probably signal the reproductive status of individuals in the colony. The analysis that was carried out in various ways, also showed that parameters such as insemination and ovarian development are probably explaining better the differences in the proportions of certain substances in the cuticular profile within the social organization of Mischocyttarus cassununga. To analyze the possible differences of cuticular profiles, considering the combined influence of all physiological parameters, also allows understanding the function of hydrocarbon chemistry, as well as closer study of the situation in reality, since control such physiological variables is difficult or almost impossible. Furthermore, little is known about how social insects perceive the differences of... (Complete abstract click electronic access below)
10

Biogeografia histórica do gênero Brachygastra Perty, 1833 (Hymenoptera: Vespidae: Polistinae: Epiponini)

Silva, Marjorie da [UNESP] 10 February 2012 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:22:56Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2012-02-10Bitstream added on 2014-06-13T20:29:24Z : No. of bitstreams: 1 silva_m_me_sjrp.pdf: 547840 bytes, checksum: aef3e977380951a1c6b36fea992d016b (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / A Biogeografia é a porção das ciências biológicas encarregada de explicar como a distribuição geográfica dos organismos se formou. A aceitação da dinâmica das placas tectônicas e o desenvolvimento de novos métodos filogenéticos foram dois importantes fatores que revitalizaram a biogeografia nos últimos 40 anos. Este estudo apresenta em três capítulos algumas respostas para questões inerentes à história biogeográfica do gênero Brachygastra. No capítulo I é apresentada uma descrição da atual distribuição das 17 espécies deste gênero de vespas sociais, enquanto uma análise cladística visando estabelecer as relações históricas entre as áreas em que as espécies ocorrem foi realizada no capítulo II e por fim, no capítulo III, uma síntese dos eventos geológicos que tem afetado a região Neotropical e que possivelmente influenciaram a cladogênese e moldaram a distribuição das espécies foi realizada com a finalidade de se identificar a provável origem do gênero. Foram obtidos registros para todas as espécies de Brachygastra.e, a maioria delas está na América do Sul e possui ampla distribuição. Observou-se que a altitude constitui uma barreira para as espécies. Os métodos de biogeografia cladística mostraram dois componentes principais, um Neártico e um Neotropical, onde a América Central é a região mais basal e a Amazônia está mais proximamente relacionada à floresta Atlântica. DIVA mostra um cenário que requer diversos eventos de dispersão para os táxons terminais, que podem representar na verdade, eventos de expansão. A provável origem do gênero é Neotropical, no Cretáceo tardio e início do Terciário. As análises vão de encontro à hipótese de Amorim & Pires (1996) para o relacionamento entre as áreas do Neotrópico, com a América Central mais basal às demais áreas do Neotrópico e Amazônia dividida em ao menos dois componentes / The Biogeography is the part of Biological sciences in charge to explain how the geographical distribution of species was formed. The acceptance of the tectonic drift and the development of new phylogenetic methods were two important factors that revitalized the biogeography in the last 40 years. This work presents in three chapters some answers related to the biogeographical history of the genus Brachygastra. In chapter I was presented a description of present distribution of the 17 Brachygastra’s species, while a cladistic analysis with aimed to establish the historical relationship among the areas that species occur was performed in the chapter II and lastly, in the chapter III, a synthesis of the geological events that have been affected the Neotropical region and possibly influenced the cladogenesis and shaped the species distribution were raised in order to identify the period and the place of probable origin of the genus. Record for all the species of Brachygastra were obtained, the most of them are in South America and are widespread. It was observed that the height is a barrier to the species. The methods of cladistc biogeography showed two main components, a Nearctic and Neotropical, where the Central America is the basal region and the Amazonia is more closely related to Atlantic forest. DIVA presents a setting that requires several dispersal events for the terminal taxa that can represent in fact, expansion events. The origin of the genus is Neotropical, in late Cretaceous and beginning of Tertiary. The analysis corroborate the hypothesis of Amorim & Pires (1996) for relations among the Neotropical áreas, with de Central América most basal to the other ares of Neotropics and Amazonia divided into, at least two components

Page generated in 0.0446 seconds