• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 8715
  • 124
  • 119
  • 119
  • 108
  • 69
  • 46
  • 45
  • 45
  • 44
  • 42
  • 39
  • 10
  • 6
  • 6
  • Tagged with
  • 8888
  • 2114
  • 1098
  • 828
  • 783
  • 757
  • 664
  • 657
  • 654
  • 617
  • 556
  • 539
  • 509
  • 487
  • 480
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Desenvolvimento corporal e sua relação com o número de ovos de ciatostomíneos nas fezes em equinos jovens da raça puro sangue inglês

Abrahão, Carolina Lorena Hohl January 2016 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Marcelo Beltrão Molento / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 30/05/2016 / Inclui referências : f. 24-27;42-43;64-66;67-70 / Área de concentraçao: Ciências veterinárias / Resumo: Os equinos são acometidos por infecções parasitárias e existe grande preocupação com o impacto dos parasitos na saúde e no bem-estar dos animais. Parasitos gastrintestinais (PGI), grandes (ex: Strongylus vulgaris) e pequenos estrôngilos (ciatostomíneos) causam perdas econômicas, com a perda de condição física dos animais. O controle dos PGI é realizado de forma preventiva-supressiva com produtos antiparasitários de largo espectro (benzimidazóis, piperazinas, praziquantel e lactonas macrocíclicas); e embora o uso destas drogas seja seguro, o aparecimento de resistência dos PGI contra estes produtos já foi descrita mundialmente. Além disto, existe pouco conhecimento sobre o comprometimento dos PGI no desempenho de animais criados em fazendas de alta qualidade nutricional e sanitária. O objetivo geral deste estudo foi determinar o desenvolvimento de potros Puro Sangue Inglês (PSI), avaliados quanto ao sexo, idade, altura e peso, correlacionando com a contagem de ovos por grama de fezes (OPG), provenientes de uma propriedade em São José dos Pinhais, PR, Brasil. O estudo foi dividido em três capítulos: (I) introdução geral; (II) desenvolvimento corporal de equinos do nascimento aos 24 meses de idade; e (III) desenvolvimento de potros PSI foram avaliados quanto ao sexo, idade, altura e peso e sua correlação com a contagem de OPG de ciatostomíneos. A introdução (I) apresenta as características dos animais, seus parasitos e problemas no controle de parasitos. Para o capítulo II, os dados de peso corporal e altura da cernelha dos potros nascidos entre 2008 a 2012 foram obtidos mensalmente, desde o primeiro dia até o 24o mês do animal no Haras, utilizando balança mecânica e trena de profundidade. Nos resultados obtidos, as fêmeas foram mais altas e mais pesadas que os machos, ocorrendo diferença significativa apenas no peso ao nascer (p=0,0091) e na altura ao nascer (p=0,0065). Foi observado que aos seis meses de idade, os animais nascidos em novembro foram mais leves que os nascidos nos meses anteriores (p=0,0002). Ao observar a altura da cernelha, não ocorreu diferença significativa para nenhum dos meses e para ambos os gêneros. No capítulo III, a OPG foi dividida em 5 categorias: zero; 25 - 500; 525 - 1000; 1025 - 1500; e acima de 1500, sendo a frequência de animais em cada categoria foi de 17,7; 42,25; 18,9; 10,55 e 10,55% respectivamente. A análise estatística foi realizada usando o modelo ajustado binomial negativo inflacionado de zero (ZINB). Nos resultados, não foi encontrada forte correlação entre as variáveis, indicando que a OPG pode não influenciar no desempenho corporal dos potros, devido o excelente sistema de criação, incluindo boa nutrição com aveia, pastagem e suplementação mineral. Com as estimativas do modelo ZINB relativas ao peso (-0,0156) e altura (0,1118) há indícios que potros de menor peso, tenham maior OPG; e que potros mais altos apresentem uma OPG maior, independentemente do sexo. Estes dados indicam a importância de realizar o exame de OPG junto com a avaliação do crescimento corporal dos animais como auxílio do diagnóstico clínico parasitário, possibilitando a avaliação individual do animal para o tratamento anti-helmíntico (terapia seletiva). Palavras-chave: Ciatostomíneos. Equinos. OPG. / Abstract: Horses harbor parasitic diseases and there is great concern for the parasite impact in the health and welfare of these animals. Gastrointestinal parasites (GIP), large (i.e. Strongylus vulgaris) and small strongyles (cyathostomins) cause economic loses with the loss of physical conditions of the animals. The control of the GIP is done by preventive-suppressive with large spectrum antiparasitic products (benzimidazoles, praziquantel and the macrocyclic lactones); and although the use of these drugs is secure, the development of drug resistance from the GIP to these drugs has been reported worldwide. Furthermore, there is little knowledge about the GIP involvement in the development of the animals raised in high sanitary and nutrition quality farms. The overall objective of this dissertation was to determine the body development of Thoroughbred foals, evaluating sex, age, height and weight factors, correlated with the parasite faecal egg count per gram (EPG) from a farm from Sao Jose dos Pinhais, PR, Brazil. The study was divided in three chapters: (I) general introduction; (II) body development of horses from birth to 24 months old; and (III) Thoroughbred foal development was evaluated about sex, age, height and weight in relation to cyathostomins EPG counts. The introduction (I) presents the animals characteristic, their parasites and the parasite control problems. Chapter II shows the data from body weight and withers height of the foals born from 2008 to 2012, monthly from birth to the 24o months of age in the farm, using mechanical scale and a depth measuring tape. From the data, females were statistically taller and higher from males at birth (P=0,0091 for height and P=0,0065 for weight). It was observed that at six months of age, the animals born in November were lighter than those born in the other months (P=0,0002). When observing the withers height, there was no difference for any of the months, nor the gender. At Chapter III, EPG was divided in five categories: zero; 25 - 500; 525 - 1000; 1025 - 1500; above 1500, with frequency of 17.7; 42.25; 18.9; 10.55; 10.55, respectively. The statistical analysis used the zero inflated negative binomial adjusted model (ZINB). There were no strong correlation results among the variables, indicating that the EPG did not interfere with the foals' body development. This was possible due to the excellent farming system, including proper nutrition with oats, grazing and mineral supplementation. The estimates from the ZINB model relate to weight (-0,0156) and the height (0,1118) suggest that lighter foals may have higher EPG counts, and that taller foals may show higher EPG, independently of their gender. The data suggests that is important that the EPG exam are associated with the body development evaluation, assisting the parasite clinical diagnostic making it possible individual animal evaluation for anthelmintic treatment (selective therapy). Key-words: Cyathostomins. Horses. EPG.
2

Desenvolvimento e padronização de teste para diagnóstico de mormo por soroaglutinação em placa

Oliveira, Rubens Chaguri de January 2016 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Peterson Triches Dornbusch / Co-orientadora : Profª. Drª. Cybelle de Souza / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 29/03/2016 / Inclui referências : f. 27-28;49-51-53 / Área de concentração : Ciências Veterinárias / Resumo: O mormo é uma zoonose, causada pela bactéria Burkholderia mallei, que afeta principalmente equídeos. No Brasil, a doença é endêmica e traz prejuízos sanitários e consequentemente econômicos. Há necessidade de ampliar as discussões, o fomento à pesquisa e aprimoramento das normas atuais acerca do tema, em ordem de se estabelecer e alcançar definitivamente um objetivo final, qual seja a erradicação da enfermidade do país. Os objetivos do presente trabalho incluem a realização de uma discussão acerca dos principais métodos e técnicas utilizados no diagnóstico de mormo, bem como demonstrar o desenvolvimento de um teste para diagnóstico de mormo pelo método de soroaglutinação em placas, em que foram testados 52 soros positivos para mormo no teste FC e 24 negativos. Os resultados mostraram que o teste desenvolvido é promissor, obtendo 87% de sensibilidade, 83% de especificidade e 86% de acurácia em relação ao FC, além de ser um ensaio rápido, de simples execução e baixo custo. PALAVRAS-CHAVE: Zoonose, Diagnóstico, Mormo, Equídeos / Abstract: Glanders is a zoonosis caused by Burkholderia mallei, affecting mainly equids. The disease is endemic in Brazil and is responsible for sanitary and consequently economic losses. There is the need to amplify the discussions, the research promotion and improvement of current regulation on the subject, in order to establish and definitely reach a final goal, which is the eradication of the disease in Brazil. The objectives of this work include conducting a discussion of the main methods and techniques used in the diagnosis of glanders, as well as demonstrate the development of a test for the diagnosis of glanders by plate seroagglutination method, where 52 FC positive sera and 24 FC negative sera were tested. Results shows that the developed test is promising, obtaining 87% sensitivity, 83% specificity and 86% accuracy when compared to FC, besides being a fast, simple to implement and low cost assay. KEY-WORDS: Zoonosis, Diagnosis, Glanders, Equids.
3

Repercussões da hipertensão portopulmonar nas propriedades mecânicas do sistema respiratório de ratos

Carvalho, Rodrigo Storck 30 September 2013 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-graduação em Ciências Médicas, 2013. / Submitted by Larissa Stefane Vieira Rodrigues (larissarodrigues@bce.unb.br) on 2014-11-13T17:00:03Z No. of bitstreams: 1 2013_RodrigoStorckCarvalho.pdf: 3203879 bytes, checksum: 61c4e10b0c62b5e55952e9ff8e6432b0 (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2014-11-19T13:33:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_RodrigoStorckCarvalho.pdf: 3203879 bytes, checksum: 61c4e10b0c62b5e55952e9ff8e6432b0 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-11-19T13:33:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_RodrigoStorckCarvalho.pdf: 3203879 bytes, checksum: 61c4e10b0c62b5e55952e9ff8e6432b0 (MD5) / Introdução: A associação entre doença hepática e alterações vasculares pulmonares é conhecida desde 1884 quando Fluckiger descreveu o caso de uma paciente. Uma das síndromes pulmonares causadas por alterações vasculares em doença hepática é a síndrome portopulmonar (SPP), caracterizada por vasoconstrição e aumento da resistência vascular pulmonar. Hipertensão portopulmonar (HPP) é uma complicação da hipertensão portal cirrótica ou não cirrótica e tem uma prevalência de 5 a 6% entre os pacientes com doença hepática descompensada. É verdade que os fatores hemodinâmicos, juntamente com a tensão de superfície da interface ar-líquido e da tensão dada pelo tecido elástico e fibras de colágeno que compõe o tecido pulmonar são responsáveis para a estabilidade mecânica do parênquima pulmonar. Então, será que as repercussões estruturais e hemodinâmicas causadas por HPP são capazes de alterar a impedância do sistema respiratório? Métodos: O estudo foi divido em duas fases, onde foram utilizados dezesseis ratos Wistar machos em cada uma das fases, e divididos em dois grupos: CTRL (n = 8) e LVP (n = 8). O modelo de HPP foi induzido por ligadura da veia porta (LVP). As variáveis ventilatórias foram registradas em ventilação espontânea por 10 minutos, a mecânica da parede torácica, dos pulmões e do sistema respiratório foram medidas por meio do método de oclusão rápida das vias aéreas ao final inspiração e a proporção de fibras colágenas e elásticas no parênquima e artérias pulmonares foram medidas duas semanas após a indução HPP. Em ambos os grupos as variáveis ventilatórias volume corrente (VT), tempo inspiratório (TI), tempo expiratório (TE), tempo total do ciclo ventilatório (Ttot), relação entre o tempo inspiratório e o tempo total do ciclo ventilatório (TI/Ttot), o fluxo aéreo médio (VT/TI), a frequência ventilatória e o volume minuto foram estudadas, bem como as variáveis mecânicas variação de pressão no componente resistivo (_P1), variação de pressão no componente viscoelástico (_P2), variação total de pressão (_Ptot), elastância dinâmica (Edyn), elastância estática (Est) e resistência (R). Os dados foram analisados por meio do teste t de Student. Resultados: Quando analisamos as variáveis ventilatórias observamos no grupo LVP em relação ao grupo controle: queda de 17% no VT (p = 0,003); aumento de 47% do TI (p < 0,0001); queda de 24% na frequência respiratória (p < 0,0001); queda de 37% no volume minuto (p < 0,0001); aumento de 30% no Ttot (p < 0,0001); queda de 44% no VT/TI (p < 0,0001); e aumento de 13% na TI/Ttot (p = 0,0005). Já nas propriedades mecânicas do sistema respiratório observamos no grupo LVP em relação ao grupo controle: aumento de 9% no _P2 (p = 0,016); aumento de 11% na Est (p = 0,0008); e aumento de 10% na Edyn (p = 0,0001). Nos pulmões observamos: aumento de 45% no _P2 (p = 0,04); aumento de 24% na Est (p = 0,0001); e aumento de 26% na Edyn (p < 0,0001). E na parede torácica observamos: aumento de 53% no _P1 (p < 0,0001); e aumento de 52% na R (p < 0,0001). Na análise morfométrica do parênquima pulmonar, observamos um incremento de 31,19% na proporção de fibras elásticas (p < 0,0001) no grupo LVP quando comparado ao grupo controle, no entanto não houve diferença entre os grupos quando analisada a proporção de fibras colágenas. Ao analisar morfometricamente, as artérias pulmonares, observamos um incremento de 23,36% e 25,66% na proporção de fibras elásticas (p < 0,0001) e colágenas (p < 0,0001), respectivamente, do grupo LVP em relação ao grupo controle. Conclusão: a sobrecarga hemodinâmica causada pela HPP foi capaz de provocar alterações nas propriedades resistivas da parede torácica, nas propriedades viscoelásticas e elásticas dos pulmões e do sistema respiratório. _____________________________________________________________________________ ABSTRACT / Rationale: The association between liver disease and pulmonary vascular changes is known since 1884 when Fluckiger described the case of a patient. One of the syndromes caused by pulmonary vascular disorders in liver disease is Portopulmonary Syndrome (PPS), characterized by vasoconstriction and increased pulmonary vascular resistance. Portopulmonary hypertension (PPH) is a complication of cirrhotic and non-cirrhotic portal hypertension and has a prevalence of 5-6% among patients with decompensated liver disease. It is true that hemodynamic factors with the surface tension of the air-liquid interface and the elastic recoil given by elastic tissue and collagen fibers that compose the lung tissue are responsible for the mechanical stability of the lung parenchyma. So, will the structural and hemodynamic effects caused by PPH are able to alter the impedance of the respiratory system? Methods: The study was divided into two stages, which were used sixteen male Wistar rats in each of the stages and divided into two groups: CTRL (n = 8) and LVP (n = 8). The PPH model was induced by ligation of the portal vein. The ventilatory variables were recorded in spontaneous breathing for 10 minutes, the mechanics of the chest, lungs and respiratory system were measured by the end-inflation occlusion method and the proportion of collagen and elastic fibers in the parenchyma and lungs arteries were measured two weeks after PPH induced. In both groups the ventilatory variables tidal volume (VT), inspiratory time (TI), expiratory time (TE), duty cycle (Ttot), inspiratory time and duty cycle ratio (TI/Ttot), mean airway flow (VT/TI), respiratory rate and minute volume were studied, as well as mechanical variables resistive component pressure variation (_P1), viscoelastic component pressure variation (_P2), total pressure variation (_Ptot), dy namic elastance (Edyn), static elastance (Est) and resistance (R). Data were analyzed using the student t test. Results: Ventilatory variables observed in the LVP group compared to the control group: 17% reduction in VT (p = 0.003), increase of 47% of TI (p < 0,0001), 24% decrease in respiratory rate (p < 0,0001) 37% decrease in minute volume (p < 0,0001), a 30% increase in Ttot (p < 0,0001) 44% decrease in VT/TI (p < 0,0001) and a 13% increase in the TI/Ttot (p = 0,0005). The mechanical properties of the respiratory system observed in the LVP group compared to the control group: 9% increase in _P2 (p = 0,016), 11% increase in Est (p = 0,0008) and 10% increase in Edyn (p = 0,0001). In the lungs observed: 45% increase in _P2 (p = 0,04) 24% increase in Est (p = 0,0001) and 26% increase in Edyn (p < 0,0001). The chest observed: 53% increase in _P1 (p <0,0001) and 52% increase in R (p < 0,0001). Morphometric analysis of the pulmonary parenchyma showed an increase of 31,19% in the proportion of elastic fibers (p < 0,0001) in LVP compared to the control group, however there was no difference between the groups when analyzing the proportion of collagen fibers. By analyzing morphometrically the pulmonary arteries, we observed an increase of 23,36% and 25,66% at a proportion of elastic fibers (p < 0,0001) and collagen fibers (p < 0,0001), respectively, in LVP to the control group. Conclusion: The hemodynamic overload caused by PPH was able to cause changes in the chest resistance, elastic and viscoelastic properties of the lungs and respiratory system.
4

Prevalência de mormo e anemia infecciosa equina em equídeos de tração do Distrito Federal / Glanders and equine infectious anemia prevalence in traction equids from distrito federal

Moraes, Daniella Dianese Alves de 13 September 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal, 2011. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2012-04-10T11:46:01Z No. of bitstreams: 1 2011_DaniellaDianeseAlvesdeMoraes.pdf: 948329 bytes, checksum: 48ce88962110a955caecab530d5bb914 (MD5) / Approved for entry into archive by Leila Fernandes (leilabiblio@yahoo.com.br) on 2012-04-10T14:40:24Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_DaniellaDianeseAlvesdeMoraes.pdf: 948329 bytes, checksum: 48ce88962110a955caecab530d5bb914 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-04-10T14:40:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_DaniellaDianeseAlvesdeMoraes.pdf: 948329 bytes, checksum: 48ce88962110a955caecab530d5bb914 (MD5) / A equideocultura possui grande importância econômica e social no Brasil e algumas doenças causam prejuízos consideráveis aos proprietários, principalmente, aquelas onde é obrigatória a eutanásia dos animais positivos, como o mormo e a anemia infecciosa equina. Com o objetivo de se conhecer a situação epidemiológica dessas doenças em equídeos de tração do Distrito Federal, foi estimada a prevalência e realizada a identificação de possíveis fatores de risco associados a elas. Foram sorteados aleatoriamente 350 proprietários e foram amostrados todos os equídeos de cada proprietário sorteado, totalizando 496 animais. Para o diagnóstico do mormo, foi realizada a triagem com o teste de fixação de complemento (FC) e os animais reagentes foram submetidos a dois testes da maleína consecutivos com intervalo de 45 dias. Nenhum animal apresentou resultado positivo ao teste da maleína e estes resultados permitiram concluir com 95% de confiança que, se a doença estiver presente no DF, a sua prevalência é inferior a 0,85%. O diagnóstico da AIE foi realizado por meio da técnica de imunodifusão em ágar gel (IDGA). A prevalência de AIE estimada para proprietários foi de 2,29% intervalo de confiança (IC) 95% = [1,01% - 4,2%] e, para animais, a prevalência foi de 1,81% intervalo de confiança (IC) 95% = [0,55% - 3,07%]. Este estudo demonstra que ambas as doenças estão controladas na população de equídeos de tração, porém, o serviço oficial deve manter a vigilância ativa a fim de evitar novos focos de mormo e não deve medir esforços para reduzir a prevalência da AIE no DF por meio da exigência de exames periódicos dos animais e melhor controle da entrada de equídeos provenientes de áreas onde é desconhecida a prevalência da AIE. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Horse breeding has a great economical and social importance in Brasil and some diseases cause economic losses to the owners, mainly, because of the obligation to eliminate the test positive animals, like glanders and equine infectious anemia (EIA). With a view to determining the epidemiological situation of these diseases in traction equids from Distrito Federal, it was estimate the prevalence and identified possible potential risk factors associated to them. Three hundred and fifty owners were randomly sampled and all equids from each random owner were sampled, totalizing 496 animals. Glander’s diagnostic was based in a screening with complement fixation test (CFT) and the positive animals were submitted to two consecutives mallein tests with the interval of 45 days. None of the animals was glanders positive and was observed that, if the disease exists in DF, there is a probability of 95% that the prevalence is lower than 0,85%. The EIA’s diagnostic was realized using the agar gel immunodiffusion test (AGID). The prevalence was estimated at 2.29% confidence interval (CI) 95% = [1.01% - 4.2%] for owners testing positive and 1.81% confidence interval (CI) 95% = [0.55% - 3.07%] for horses. This study demonstrated that both diseases are controlled in traction equids population, however, the official service should keep active vigilance with the objective of prevent new glander’s focus and should effort to reduce the EIA’s prevalence in DF demanding periodic tests of these animals and improving the entrance control of equídeos originary from areas where the EIA’s prevalence is not known.
5

Prevalência de enteroparasitoses em uma comunidade carente de Fortaleza - CE : comparação entre duas décadas / Prevalence revalence of intestinal parasitiosis in a poor community Fortaleza-CE a comparison between two decades

Oliveira, Maria Aparecida Alves de January 2011 (has links)
OLIVEIRA, Maria Aparecida Alves de. Prevalência de enteroparasitoses em uma comunidade carente de Fortaleza - CE : comparação entre duas décadas. 2011. 73 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2011. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2011-12-22T12:15:56Z No. of bitstreams: 1 2011_dis_maaoliveira.pdf: 1074915 bytes, checksum: 3cb181ba93e8c031e06e09364fe94410 (MD5) / Approved for entry into archive by Eliene Nascimento(elienegvn@hotmail.com) on 2012-02-02T16:18:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dis_maaoliveira.pdf: 1074915 bytes, checksum: 3cb181ba93e8c031e06e09364fe94410 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-02-02T16:18:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dis_maaoliveira.pdf: 1074915 bytes, checksum: 3cb181ba93e8c031e06e09364fe94410 (MD5) Previous issue date: 2011 / In the 1990’s, copro-parasitological questionnaires were conducted with families of poor communities in Fortaleza-CE by the Parasitology Sector of the Pathology and Legal Medicine Department of Universidade Federal do Ceará. Recent studies in the same community show a clear change in intestinal parasitosis prevalence, however, without identifying the nature and importance of the interventions that occurred there. This present research assessed the current prevalence of intestinal parasites in that community and analyzed the factors that might have contributed to promote changes in the prevalence and that had a reflection on the health of the population. Home visits were made in Panamericano neighborhood, with interviews (semi-structured questionnaires) with those in charge for the families to obtain the sanitary and socio-economical data, and fecal samples were collected from children (from 0 through 12) for parasitological exams. Comparative analyses have been made through the same methods between the two periods: prior (1992-1996) and posterior (2010) to sanitary interventions. The results were found: in 1992-1996 (n=367), 16% of exams tested negative and 84% tested positive with Ascaris lumbricoides-53,7%, Trichuris trichiura-45,5%, hookworms-7,4%, Strongiloydes stercoralis-8,4%, Enterobius vermicularis – 2,5%, Hymenolepis nana – 12,5 %, Schistosoma mansoni – 0,5%, Giardia duodenalis – 22,1%, Entamoeba histolytica / E. dispar – 9,3%. The visits and interviews revealed sanitary and socio-economical features that favored the high prevalence of intestinal parasites. In 2010, 75% (354) tested negative and 25% tested positive with A. lumbricoides – 13,6%, T. trichiura – 9,3%, G. duodenalis – 4%, E. histolytica / dispar – 3%. The current time has lower prevalence and an improvement in the sanitary and socio-economical features in the community, with a correct destination to waste and an enhancement in water treatment and supply with lower exposal of children to intestinal parasites. So, we conclude that the improvement of sanitary conditions in the neighborhood reflect a clear change in the prevalence of intestinal parasites. / Nos anos 1990 realizaram-se no Setor de Parasitologia do Departamento de Patologia e Medicina Legal da Universidade Federal do Ceará, inquéritos copro-parasitológicos em famílias de uma comunidade carente de Fortaleza-Ce. Estudos recentes na mesma comunidade mostraram nítida modificação na prevalência de enteroparasitoses, no entanto, sem identificar a natureza e importância das intervenções ocorridas na área. O presente estudo avaliou a prevalência atual de enteroparasitos nesta comunidade e analisou os fatores que contribuíram para promover mudanças na prevalência e que tiveram reflexos no nível de saúde da população. Realizaram-se visitas domiciliares no bairro Panamericano, com entrevistas (questionários semi-estruturados) aos responsáveis pelas famílias para obtenção de dados sócio-econômico-sanitários, e coletaram-se amostras fecais das crianças (0 a 12 anos) para realização de exames parasitológicos de fezes (EPFs). Foram feitas análises comparativas, através dos mesmos métodos, entre dois períodos: anterior (1992-1996) e posterior (2010) à implementação de intervenções sanitárias. Os resultados encontrados foram: em 1992-1996 (n=367), 16% dos EPFs negativos e 84% positivos com Ascaris lumbricoides- 53,7%, Trichuris thichiura- 45,5%, Ancilostomídeos- 7,4%, Strongiloydes stercoralis- 8,4%, Enterobius vermicularis- 2,5%, Hymenolepis nana- 12,5%, Schistosoma mansoni- 0,5%, Giardia duodenalis- 22,1%, Entamoeba histolytica/ E. díspar- 9,3%. As visitas e entrevistas revelaram perfil sócio-econômico-sanitário favorável à alta prevalência de enteroparasitos. Em 2010 (354), 75% com EPFs negativos e 25% positivos com A. lumbricoides- 13,6%, T. trichiura- 9,3%, G. duodenalis- 4%, E. histolytica/díspar-3%; o período atual tem menores prevalências e melhora no perfil sócio-econômico sanitário da comunidade,com destino adequado dos dejeto e melhorias no tratamento e abastecimento de água, com menor exposição das crianças aos enteroparasitos. Conclui-se que as melhorias nas condições sanitárias da área refletem a nítida modificação na prevalência de enteroparasitos.
6

Análise computacional e gênica de fatores de transcrição da família Kruppel-like Factors associados a cardiopatias

FERREIRA, Katyana Kaline Silva 18 July 2017 (has links)
Submitted by Pedro Barros (pedro.silvabarros@ufpe.br) on 2018-09-28T21:27:09Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Katyana Kaline Silva Ferreira .pdf: 3133336 bytes, checksum: f2d15ed963f026232b2e2420ba4f4030 (MD5) / Approved for entry into archive by Alice Araujo (alice.caraujo@ufpe.br) on 2018-11-20T20:39:19Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Katyana Kaline Silva Ferreira .pdf: 3133336 bytes, checksum: f2d15ed963f026232b2e2420ba4f4030 (MD5) / Made available in DSpace on 2018-11-20T20:39:19Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 811 bytes, checksum: e39d27027a6cc9cb039ad269a5db8e34 (MD5) DISSERTAÇÃO Katyana Kaline Silva Ferreira .pdf: 3133336 bytes, checksum: f2d15ed963f026232b2e2420ba4f4030 (MD5) Previous issue date: 2017-07-18 / CAPES / Os fatores Kruppel-like (KLF) são responsáveis pela ativação e repressão de diversos genes envolvidos em processos fisiológicos e patológicos, como desenvolvimento cardíaco, adipogênese e diabetes. A família KLF possui um domínio conservado de ligação ao DNA contendo no qual mutações missense podem afetar a eficiência de ligação e regulação da transcrição. Apesar de alguns fatores de transcrição já serem conhecidos por estarem relacionados a síndrome de Down (SD), o papel das KLFs ainda é desconhecido para o desenvolvimento de defeitos cardíacos congênitos (DCC) na SD. O objetivo do estudo foi realizar análises de bioinformática dos efeitos funcionais e estruturais de mutações missense em KLFs envolvidas no desenvolvimento cardíaco e doenças cardíacas, assim como, avaliar o perfil de expressão gênica da KLF2 e KLF10 em crianças com SD e DCC. Dezessete algoritmos foram utilizados para predizer o efeito das mutações sobre a estrutura e função de sete KLFs. Foram selecionadas as mutações Top3 em cada categoria: mutações no domínio dedo de zinco em resíduos conservados e não-conservados. Um total de 850 mutações missense foram encontradas em sete KLFs envolvidas no desenvolvimento cardíaco e doenças cardíacas. Apenas a KLF5 p.Cys410Phe, mutação de resíduo conservado de interação ao zinco, foi predita como deletéria em todos os algoritmos, enquanto apenas a KLF15 p.Arg364Pro afeta a ligação ao DNA. Para a análise de expressão da KLF2 e KLF10, amostras de sangue de 42 crianças de João Pessoa e Recife, com e sem SD e DDC, foram coletadas e analisadas por qPCR. A expressão relativa da KLF2 mostrou uma menor expressão em todos os grupos estudados, enquanto a KLF10 não mostrou expressão em crianças saudáveis, porém, foi expressa em crianças com SD e crianças com SD/DCC, mostrando uma diferença significativa (p=0.0111). Nossos resultados reforçam a importância da avaliação computacional através de diferentes algoritmos para determinar as mutações KLF mais importantes a serem estudadas in vitro e in vivo. Além disso, sugerem a KLF2 e KLF10 como fatores de transcrição que podem estar envolvidos não apenas em DCC, bem como em SD/DCC, destacando a importância do entendimento desses defeitos na SD. / Kruppel-like Factors (KLF) are responsible for activating and repressing many genes involved in physiologic and pathological processes, like cardiac development, adipogenesis, and diabetes. KLF family shows three conserved zinc-fingers, so non-synonymous variants in this domain can affect the binding efficiency and transcription regulation. Although some transcription factors have already been known related to Down syndrome (DS), the role of KLFs in the congenital heart defects (CHD) development in DS has not yet known. The aim of this study was to perform a computational evaluation of the structural and functional effects of non-synonymous variants in KLFs involved in cardiac development and diseases, as well as, to evaluate the expression profile of KLF2 and KLF10 in DS children with CHD. Seventeen algorithms were used to predict the effect of the non-synonymous variants over the structure and function of seven KLFs. The Top3 variants were selected from each category: conserved and non-conserved residues in the zinc-finger domain. A total of 850 non-synonymous variants were found in KLFs involved in the cardiac development and diseases. Only KLF5 p.Cys410Phe, mutation of conserved residue of zinc interaction, was predicted as deleterious in all algorithms, and only KLF15 p.Arg364Pro affects DNA-binding. For analysis of KLF2 and KLF10 expression, blood samples of 42 children from Pernambuco and Paraíba, with and without DS and CHD, were collected and analyzed by qPCR. The relative expression showed KLF2 downregulated in all groups studied, while KLF10 showed no expression in healthy children, however, was expressed in DS and in DS/CHD with a significant difference (p=0.0111). Our results reinforce the importance of performing computational evaluations through different algorithms to determine the most important KLF variants to be studied in vitro and in vivo. In addition, suggest KLF2 and KLF10 as transcription factors involved not only in CHD as well as in DS/CHD, highlighting the importance of understanding these congenital defects in DS.
7

Os problemas osteomusculares e o trabalho docente : a realidade da rede municipal de Jataí - Goiás

Souza, Ana Lúcia Rezende 08 March 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2007. / Submitted by Larissa Ferreira dos Angelos (ferreirangelos@gmail.com) on 2009-12-08T16:07:36Z No. of bitstreams: 1 2007_AnaLuciaRezendeSouza.PDF: 2293600 bytes, checksum: 57df68d9c38f183be32b9fdf84433183 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2009-12-23T21:53:32Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_AnaLuciaRezendeSouza.PDF: 2293600 bytes, checksum: 57df68d9c38f183be32b9fdf84433183 (MD5) / Made available in DSpace on 2009-12-23T21:53:32Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_AnaLuciaRezendeSouza.PDF: 2293600 bytes, checksum: 57df68d9c38f183be32b9fdf84433183 (MD5) Previous issue date: 2007-03-08 / A natureza do trabalho e a forma como ele está organizado, em geral determinam os processos de desgaste do corpo, contribuindo para o aparecimento ou agravamento dos problemas osteomusculares. Este estudo lançou um olhar sobre o corpo do profissional docente, na rede pública municipal de Jataí – Goiás. Trata-se de uma pesquisa qualitativa descritiva e tem como objetivos: realizar um levantamento das causas de afastamento do trabalho em docentes da rede municipal, identificando a ocorrência dos problemas osteomusculares; verificar as situações de trabalho que exigem mais esforço físico percebido; identificar os sintomas musculoesquelético e averiguar a relação entre a atividade docente e os problemas osteomusculares. A metodologia compôs-se de três etapas distintas: a primeira consistiu na análise documental nos arquivos de perícia médica da Secretária Municipal de Educação de Jataí Goiás; A segunda, a aplicação de três instrumentos: questionário misto; mapa de distúrbio musculoesquelético (adaptação do questionário nórdico) e quadro de esforço físico percebido (com escala RPE de Borg) e a terceira, observação em sala de aula (registro protocolo de LEST). Os dados foram analisados por meio de estatísticas descritiva simples. Os resultados apresentaram alta incidência de problemas osteomusculares, principalmente na coluna vertebral, região lombar. O excesso de aulas, a baixa remuneração e o não cumprimento da hora atividade, estendendo o trabalho para casa, são fatores de risco da condição docente. As atividades: “permanecer de pé durante toda aula”; “corrigir caderno na carteira do aluno com inclinação do tronco” e “escrever na lousa” foram as atividades que demandaram maior esforço físico percebido, e coincidiram com as posturas mais adotadas em sala de aula: de pé, com o tronco ereto ou inclinado e/ou com elevação do membro superior. As regiões corporais mais referidas com sintomas foram as regiões dorsal, lombar e a perna. Os resultados sugerem que as posturas da atividade e as condições do trabalho docente na rede municipal de Jataí podem estar contribuindo para o surgimento dos problemas osteomusculares e reforça a necessidade de novos estudos. __________________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The nature of labor and its organizational form generally determine the processes regarding the wastage of the body, thus contributing to the commencement or worsening of osteomusculares problems. The current study has analyzed the body of the teaching professional in the realm of the public educational sector of the county of Jataí – Goiás, Brazil. It stands for a qualitative-descriptive research with the following objectives: investigate the causes of labor dismissal of teaching professionals of the municipal system, identifying the occurrence of osteomusculares problems; verify the labor situations that demand more perceived physical effort; identify the musculoskeletal symptoms and check the relation between teaching activity and osteomusculares problems. The methodology took into consideration three distinct phases: (1) the documental analysis of the medical files from the Municipal Secretary of Education of Jataí – Goiás; (2) the application of three instruments: mixed questionnaire; map of musculoskeletal disturb (adaptation of the Nordic questionnaire); and table of perceived physical effort (with RPE scale of Borg); and (3) the observation inside the classroom (LEST protocol registration). The data was analyzed through simple descriptive statistics. The results showed a high incidence of osteomusculares problems, principally on the vertebral column, lumbar region. The excess of classes, the low wages, and the violation of the hour-activity, with the extension of labor to the home domain, are factors of risk inherent to the condition of the teaching professional. The activities “remain standing during all the class”; “correct notebooks over the students' desks with body inclination”; and “write on the blackboard” were the activities that demanded higher perceived physical effort, and coincided with the postures most adopted in the classroom: standing, with the body erect or inclined and/or with elevation of the superior member. The corporal regions with the most references were the dorsal regions, lumbar and leg. The results suggest that the postures of the activity and the labor conditions of the teaching profession within the municipal system of Jataí - Goiás may be contributing to the manifestation of osteomusculares problems and reinforces the necessity of new studies.
8

Caracterização biológica de isolados e distribuição das lesões no encéfalo de camundongos Balb/c experiementalmente infectados por Neospora caninum e infecção natural em ovinos no Paraná

Gonçalves, Kamila Alcalá January 2016 (has links)
Orientadora : Profª. Drª. Rosangela Locatelli Dittrich / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias. Defesa: Curitiba, 22/03/2016 / Inclui referências ao final de cada capítulo / Área de concentração : Patologia veterinária / Resumo: A neosporose é causada pelo parasito coccídeo, intracelular obrigatório, Neospora caninum. A doença acomete principalmente bovinos e cães, e ocasionalmente ovinos e caprinos. O protozoário infecta os tecidos dos animais, sendo o sistema nervoso central o principal local da infecção. Contudo, há poucos estudos que descrevem a distribuição e intensidade das lesões causadas pelo N. caninum neste tecido. No mundo diferentes tipos de cepas de Neospora caninum estão sendo isoladas e caracterizadas, assim como no Brasil, verificando que há diferenças de patogenicidade entre os isolados. A importância econômica da doença está associada a problemas reprodutivos, como abortos, principal sinal clínico observado na espécie bovina. As ovelhas também podem apresentar distúrbios reprodutivos quando infectadas com o protozoário e apesar do Brasil ser o maior produtor de ovinos da América Latina, as informações sobre neosporose em ovinos são escassas no país. O objetivo do primeiro capítulo deste estudo foi realizar a caracterização biológica de duas cepas de Neospora caninum (BNc-1 e BNc4-PR), isoladas no Paraná (Brasil) e mapear a distribuição e a intensidade das lesões causadas pela cepa NC-1 de N. caninum, no encéfalo de camundongos BALB/c experimentalmente infectados. Para tanto, foram utilizados 45 camundongos da raça BALB/c, separados em três grupos principais, de acordo com a cepa inoculada (NC-1, BNc-1 e BNc4-PR), sendo avaliados em períodos distintos (30, 60, 90, 120 e 180 dias) pós-inoculação (p.i). Em relação ao mapeamento das lesões encefálicas, causadas pelo parasito N. caninum (cepa NC-1) em camundongos BALB/c, observou-se que a região mais frequentemente afetada foi o mesencéfalo e que a intensidade das lesões diminuiu de acordo com a evolução da doença. A caracterização biológica das cepas BNc-1 e BNc4-PR, isoladas no Paraná, revelou que a cepa BNc4-PR causa encefalite não supurativa, discreta, no lobo frontal de camundongo BALB/c avaliado no período de 30 dias (p.i). Porém a cepa BNc4-PR, assim como a cepa BNc-1 demonstrou ser menos patogênica que a cepa NC-1, utilizada como controle, um vez que não foram visualizadas lesões histopatológicas no encéfalo dos camundongos inoculados com a cepa BNc-1. Através da caracterização biológica de isolados, da análise da distribuição e intensidade das lesões causadas por N. caninum no encéfalo de modelos experimentais, foi verificada a patogênese da doença e as variações de patogenicidade entre os isolados. Estes resultados contribuem para o diagnóstico da doença. No segundo capítulo deste trabalho, o objetivo foi relatar casos de infecção natural por N. caninum em cordeiros natimorto e recém-nascido doente, no estado do Paraná - Brasil. Foi realizado em amostras encefálicas do cordeiro natimorto e recém-nascido doente, exame histopatológico, imuno-histoquímico (IHQ) e a reação em cadeia da polimerase (PCR). O exame histopatológico do encéfalo dos cordeiros natimorto e recém-nascido doente, demonstrou lesões típicas da infecção por N. caninum no tecido. Cistos intraneuronais de N. caninum foram evidenciados pela IHQ, e a PCR das amostras encefálicas foi positiva para N. caninum, confirmando a infecção natural dos cordeiros pelo protozoário. Este estudo demonstrou que ovinos infectados naturalmente com o protozoário Neospora caninum, podem apresentar alterações similares as observadas em bovinos. Este é o primeiro trabalho no Brasil que relata caso de nascimento de cordeiros natimorto e doente por neosporose. Palavras-chaves: neosporose; infecção experimental; transmissão vertical; ovino. / Abstract: Neosporosis is caused by the coccidian intracellular parasite, Neospora caninum. The disease affects mainly cattle and dogs and, occasionally, sheep and goats. The parasite has the capacity to migrate into the tissues of animals and the central nervous system (CNS) is the principal site of infection. However, there are very few studies aimed at describing the distribution and intensity of the lesions caused by N. caninum in this tissue. Different Neospora caninum strains have been isolated and characterized worldwide, as well as in Brazil, and a variation in pathogenicity among isolates has been observed. The economic impact of this disease is related to reproductive problems, such as abortions, the major clinical sign observed in cows. Sheep may show reproductive disorders when affected by the protozoan infection and although Brazil is the largest sheep-producing country of Latin America, information on Neospora caninum infections in sheep are scarce in the country. The goals of the first chapter of this study are the biological characterization of two N. caninum strains (BNc-1 and BNc4-PR) isolated in Paraná (Southern Brazil) and to map the distribution and intensity of the lesions caused by the coccidian parasite N. caninum (NC-1 strain) in the brain of experimentally infected BALB/c mice. To this end, we used 45 BALB/c mice separated into three main groups, according to the inoculated strain (NC-1, BNc-1 and BNc4-PR) and they were assessed at different post-inoculation periods (30, 60, 90 120 and 180 days). While mapping the brain lesions caused by the parasite N. caninum (NC-1 strain) in BALB/c mice, it was observed that the midbrain is the most commonly affected site and the intensity of the lesions decreased as the disease progressed. The biological characterization of the strains BNc-1 and BNc4-PR isolated in Paraná revealed that BNc4-PR strain caused discreet non-suppurative encephalitis in the frontal lobe of BALB/c mice, evaluated at the 30-day p.i. period. However, the BNc4-PR strain as well as BNc-1 strain, proved to be less pathogenic than NC-1 strain used as control, since no histopathological lesion was seen in the brain of the mice inoculated with BNc-1 strain. The pathogenesis of the disease and pathogenic variations among the isolates was verified using biological characterization of isolates and the analysis of distribution and intensity of the lesions caused by N. caninum in the brain of experimental models. These results contribute to the diagnosis of the disease. The second chapter of this work presents a report of natural infection by N. caninum in a stillborn lamb and a sick newborn lamb in the state of Paraná - Brazil. Histopathological examination, immunohistochemistry (IHC) and polymerase chain reaction (PCR) were performed on the lambs' brain samples. Histopathology of the brain tissue from the stillborn lamb and the sick newborn lamb showed typical lesions of N. caninum infection. Intraneuronal cysts of N. caninum were found by IHC, and the PCR of brain samples were positive for N. caninum, confirming natural protozoan infection in sheep. This study demonstrated that sheep naturally infected with Neospora caninum can develop similar changes to those observed in cattle. This study is the first to report the birth of stillborn and sick newborn sheep infected with N. caninum in Brazil. Keywords: neosporosis; experimental infection; vertical transmission; ovine.
9

Avaliação da utilização da termografia na região umbilical de bezerros holandeses com ou sem sinais clínicos de enterite

Morelli, Fernando Christiano Gabriel [UNESP] 02 September 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:27:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-09-02Bitstream added on 2014-06-13T18:55:55Z : No. of bitstreams: 1 morelli_fcg_me_araca.pdf: 255177 bytes, checksum: afa36e1a6501a653204bb20581a174f2 (MD5) / Foram utilizados 20 bezerros holandeses de propriedades produtoras de leite Tipo A na região de Araçatuba-SP, divididos em dois grupos: sem (Grupo controle) e com sintomas clínicos de enterite (Grupo experimental). Os animais foram submetidos a aferição da temperatura nas faces esquerda e direita do umbigo por termografia infravermelha, exame físico (freqüência cardíaca, freqüência respiratória, temperatura retal) e coleta de sangue em tubos com EDTA, para realização de exames laboratoriais (leucócitos, linfócitos, neutrófilos, hematócrito, hemoglobina, proteína plasmática total, fibrinogênio). Os animais foram avaliados no dia do nascimento e 1, 3, 5 e 7 dias após nascimento. Os objetivos foram estabelecer o padrão da temperatura infravermelha na região umbilical de bezerros holandeses sem ou com sinais clínicos de enterite entre 0 e 7 dias de idade; verificar se existe alteração na temperatura na região umbilical de bezerros holandeses sem ou com sinais clínicos de enterite antes e 15 minutos após a imersão do coto umbilical em tintura de iodo a 10%; e observar se bezerros com sinais clínicos de enterite apresentam elevação da temperatura da região umbilical em comparação com bezerros saudáveis. Os valores de referência para temperatura umbilical (faces direita e esquerda) foram estabelecidos para cada grupo. Não houve diferença na temperatura retal entre os grupos (P = 0,6190). Em ambos os grupos, a imersão do coto umbilical em solução de iodo a 10% não alterou significativamente a temperatura das faces esquerda (P = 0,8887) e direita (P = 0,8270) do umbigo em animais do Grupo controle ou experimental 15 minutos após a primeira avaliação. Em ambos os grupos, não houve diferença significativa... / Twenty Holstein calves, from two dairy farms in the region of Araçatuba-SP, were divided into two groups: without (control group) and with clinical signs of enteritis (experimental group). The animals were subjected to measurement of temperature in the left and right sides of the navel by infrared thermography, physical examination (heart and respiratory rates, and rectal temperature) and blood sampling for laboratory tests (leukocyte, lymphocyte, and neutrophil counts; and hematocrit, hemoglobin, total plasma protein, and fibrinogen concentrations). The animals were evaluated at birth and 1, 3, 5 and 7 days after birth. The goals of this study were to establish the pattern of infrared temperature in the umbilical region of Holstein calves with or without clinical signs of enteritis between 0 and 7 days old; determine if there is a difference in temperature in the umbilical region of Holstein calves with or without clinical signs of enteritis before and 15 minutes after dipping the umbilical stump in 10% iodine solution; and observe whether calves with clinical signs of enteritis have elevated temperature in the umbilical region compared with the healthy calves. The reference values for umbilical temperature (right and left sides) were established for each group. There was no difference in rectal temperature between groups (P = 0.6190). In both groups, the dipping of the umbilical stump in 10% iodine solution did not significantly change the temperature of the umbilical left side (P = 0.8887) or right side (P = 0.8270) of calves in the control or experimental groups 15 minutes after the first evaluation. In both groups, there was no significant difference between the temperature in the umbilical left side (P = 0.8541) or right side (P = 0.6828) over 7 days of evaluation. Thus we conclude that the reference values for infrared... (Complete abstract click electronic access below)
10

Pressões respiratórias máximas em crianças portadoras de mielomeningocele /

Ronchi, Carlos Fernando. January 2007 (has links)
Orientador: José Roberto Fioretto / Banca: Victor Zuniga Dourado / Banca: Mário Ferreira Carpi / Resumo: A mielomeningocele é uma malformação freqüente do tubo neural, sendo suas conseqüências sobre a musculatura respiratória pouco estudadas. Objetivo: Avaliar a força dos músculos respiratórios em crianças portadoras de mielomeningocele por meio do estudo das pressões respiratórias máximas. No ano de 2006, foram avaliadas crianças portadoras de mielomeningocele, (GM; n=20), em acompanhamento fisioterapêutico no setor de reabilitação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de BotucatuUNESP e da Clínica de Fisioterapia da Universidade do Sagrado Coração (USC), e crianças sem doença provenientes de uma escola de nível primário (grupo controle; GC, n=20). Foi utilizado o manuvacuômetro para a mensuração da pressão inspiratória máxima (Pimax) e da pressão expiratória máxima (Pemax), sendo a Pimax aferida a partir do volume residual e a Pemax a partir da capacidade pulmonar total. As crianças foram posicionadas sentadas, as narinas obstruídas com pinça nasal e o manuvacuômetro conectado diretamente à boca com um adaptador. Os testes estatísticos utilizados foram o teste-t de Student, Student-Newman-Keuls, Qui-quadrado e o teste U de Mann Whitney, considerando um nível de significância de 5%. / Abstract: Myelomeningocele is a common spinal cord malformation with limitations linked to central nervous system lesions and abnormalities in respiratory movements. Despite this, little attention has Been given to evaluating respiratory musc1e force in these patients. Objective: To évaluate respiratory musc1e force in children with myelomeningocele. Methods: children with myelomeningocele aged between 4 and 14 years (myelomeningocele group; MG, n=20) were studied and compared with healthy children (control group; CG, n=20) matched for age and gender. Respiratory muscular force was evaluated by maximum inspiratory (Pimax) and expiratory (pemax) pressures. Results: Groups were similar for age [CG= 8 (6 - 13) x MG- 8 (4 - 14), p>O.05]; gender, and body mass index [CG= 17.4 (14.1 - 24.7) x MG= 19.2 (12.6 - 31.9), p>0.05]. The lumbosacral region was predominantly affected (45%). Maximum respiratory pressures were significant1y higher in CG than MG (pimax = CG: -83 ± 21.75 > MG: -54.1 ± 23.66; p<O.OOIand Pemax = CG: + 87.4 ± 26.28 > MG: + 64.6 ± 26.97; p= 0.01). Patients with upper spinal lesion (UL) had lower maximum respiratory pressure values than those with lower spinal lesion (LL), [Pimax (UL= -38.33 ± 11.20cmH20 x LL= - 60.85 ± 24.62cmH20), p<0.041 and Pemax (UL= +48 ± 20.82cmH20 x LL +71.71 ± 26.73cmH20), p=O.067].) / Mestre

Page generated in 0.0562 seconds