• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 203
  • 50
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 257
  • 125
  • 99
  • 79
  • 58
  • 47
  • 34
  • 32
  • 31
  • 30
  • 26
  • 25
  • 24
  • 24
  • 22
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
21

Transmissão dos efeitos de política fiscal : uma análise "New Open Economy Macroeconomics"

Schlögl, Bruno January 2016 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Fernando Motta Correia / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa : Curitiba, 14/03/2016 / Inclui referências : f. 55-56 / Resumo: O objetivo desta dissertação é apresentar um modelo para análise de política fiscal em economias abertas, considerando que o choque fiscal desencadeia não apenas um efeito de demanda, mas paralelamente altera as condições de oferta. A partir do artigo seminal "Exchange rate dynamics redux" de Obstfeld & Rogoff (1995) uma extensa literatura que combina rigidez nominal no curto-prazo, imperfeições de mercado, num modelo de equilíbrio geral, desenvolveu-se procurando analisar os impactos de políticas econômicas em economias abertas e seus efeitos spillover. Esta literatura, tradicionalmente conhecido como "New Open Economy Macroeconomics" deu muita importância para análises de política monetária, mas relegou as análises de política fiscal para segundo plano. A despeito disto, estes modelos têm muito potencial para analisar as implicações tanto positivas quanto normativas de política fiscal. Estas análises contemplaram algumas variantes do modelo redux alterando algumas de suas hipóteses e demonstraram grande sensibilidade relacionada às especificações microeconômicas do modelo. Dentre estas, a possibilidade dos gastos públicos gerarem ganhos de produtividade, influenciando a oferta, não foi levada em consideração nesta literatura. Alguns trabalhos de crescimento endógeno e Real Business Cycle, por exemplo, incorporam esta hipótese e apresentaram resultados muito interessantes. O modelo desenvolvido nesta dissertação incorpora esta hipótese seguindo de forma muito próxima o modelo redux, e, permitindo considerar este como um caso particular de nosso modelo. As análises positivas sugerem que os efeitos de choques fiscais descritos no modelo redux têm o mesmo sentido, mas são menos intensas que as variações observadas naquele modelo, por exemplo, para as taxas de câmbio, variação no consumo, efeitos sobre transações correntes, taxas de juros, etc. Este resultado está intimamente relacionado a assunção de que o choque fiscal afeta também as condições de oferta, desencadeando um efeito que se sobrepõe ao choque de demanda do modelo redux. Do ponto de vista normativo, o modelo de Obstfeld & Rogoff (1995) sugere que a política fiscal é beggar-thyself e prosper-thyneighbor. No modelo aqui apresentado, estes efeitos são atenuados na medida em que inserimos algum potencial para os gastos públicos influenciarem a produtividade dos agentes privados. Palavras-chave: "New Open Economy Macroeconomics", Política fiscal, Gasto público produtivo. / Abstract: The main purpose of this dissertation is to present a model to analyze fiscal policy in open economies, considering that the fiscal shock triggers not just an demand effect, but parallel to this effect alters the offer conditions. From Obstfeld & Rogoff (1995) seminal paper "Exchange rate dynamics redux" on, a literature which combines market imperfections, nominal rigidities, in a general equilibrium framework, launched to analyze policies in an open economy setting considering the spillover effects involved. This literature usually known as "New Open Economy Macroeconomics", gave lots of attention to monetary policy, putting aside fiscal policy. Despite of that, these models have a huge potential to analyze the positive and normative implications of fiscal policy. The fiscal policy in the "New Open Economy Macroeconomics" framework studied some changes in the baseline redux model, showing that the results of the models are of great sensibility to the hypothesis considered. Between these, the possibility that public sector expenditures give rise to a improvement in the private productivity was not considered. Some endogenous growth models and Real Business Cycle, for example, incorporate this hypothesis showing interesting results. The model developed in this dissertation incorporate this hypothesis following narrowly the redux model and allowing us to consider that model, in which public expenditure is considered pure waste, a special case of our work. The positive analysis suggest that the effects of fiscal policy described in our model have the same qualitative results as the redux model, but are less sensitive that the results of the original model. This result is linked with the fact that the fiscal shock also changes the supply side of the economy, differently of the redux model. In a normative point of view, Obstfeld & Rogoff (1995) suggest that fiscal policy is beggar-thyself and prosper-the neighbor. In the model that we present here, these effects are attenuated as the public expenditure has the capacity to influence the private productivity. Key-words: "New Open Economy Macroeconomics", Fiscal policy, Productive public expenditure.
22

Perspectivas para o crescimento econômico do Brasil em diferentes cenários

Pedott, Marcelo January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:48:59Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000405243-Texto+Completo-0.pdf: 1037886 bytes, checksum: e5acc77c771e5011858ef8069e4fed67 (MD5) Previous issue date: 2008 / The purpose of this dissertation is to analyze the impacts of different scenarios on the perspectives of the Brazilian economic growth using a computable general equilibrium model form the ORANI family. These scenarios allow investigating the impacts of different international contexts in Brazil. The first one analyzes the effects of an adverse external context. It affects negatively the consumption and investment decisions by households and firms. After commenting its impacts, a complementary scenario is suggested in which there is a reduction of the indirect tributes on intermediate goods in order to stimulate growth. The second one studies the effects of a favorable external context, in which the world economy has a growth tendency without macroeconomic instability. It affects positively the decisions of consumption and investment. The reduction of the indirect tributes on intermediate goods would improve the growth performance of the Brazilian economy. The results indicate that in an external adverse context, Brazil would be negatively affected, presenting lower growth rates. However, stimulations of the productive sector through public politics could allow better performance even in the negative external context. In the favorable external context a high growth rates are observed, where the use of public politics through the reduction of indirect tributes would sped up the growth performance of the Brazilian economy. / O objetivo deste trabalho é verificar os impactos de diferentes cenários sobre as perspectivas de crescimento econômico do Brasil. Os cenários elaborados nesta dissertação permitem observar diferentes contextos para a economia mundial. Para construção de tais cenários é utilizado um modelo padrão de equilíbrio geral, da família de modelos ORANI de tradição australiana, com dados para economia brasileira. O primeiro cenário proposto sugere um contexto externo adverso, no qual a instabilidade provocada por tal contexto afeta negativamente as tomadas de decisão em relação ao consumo e investimento. Após a observação de seus impactos, um cenário complementar é sugerido. Desta forma, uma política de redução de tributos indiretos sobre bens intermediários é posta em ação na tentativa de estimular o crescimento. No segundo cenário proposto sugere-se um contexto externo favorável, sem a existência de nenhum tipo de "perturbação", em que a economia mundial apresenta uma tendência de crescimento sem desequilíbrios macroeconômicos. Neste contexto as decisões de consumo e investimento seguem uma trajetória de elevação. De forma análoga, um cenário complementar é proposto a este, no intuito de possibilitar que o desempenho de crescimento econômico comporte-se de forma acelerada. Os resultados obtidos indicam que em um contexto externo adverso a economia brasileira seria negativamente afetada, apresentando uma tendência menor de crescimento. No entanto, estímulos ao setor produtivo feitos através de políticas públicas poderiam permitir um desempenho significativo de crescimento. No cenário de contexto externo favorável observa-se uma relevante tendência de crescimento, em que o uso de políticas públicas, de redução de tributos indiretos, poderia representar uma performance de crescimento econômico acelerado.
23

Relação entre volatilidade e crescimento econômico de longo prazo : por que e como utilizar o Fundo Soberano do Brasil para mitigar efeitos dos ciclos econômicos?

Curi, Eduardo Brandão 30 July 2014 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Economia, Mestrado em Economia do Setor Público, 2014. / Submitted by Ana Cristina Barbosa da Silva (annabds@hotmail.com) on 2014-11-05T16:51:05Z No. of bitstreams: 1 2014_EduardoBrandaoCuri.pdf: 2368181 bytes, checksum: a9fd885703332c5000e9484a981f3401 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-11-14T10:37:46Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2014_EduardoBrandaoCuri.pdf: 2368181 bytes, checksum: a9fd885703332c5000e9484a981f3401 (MD5) / Made available in DSpace on 2014-11-14T10:37:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2014_EduardoBrandaoCuri.pdf: 2368181 bytes, checksum: a9fd885703332c5000e9484a981f3401 (MD5) / Esta dissertação de mestrado busca analisar as relações entre a volatilidade dos ciclos econômicos e o crescimento de longo prazo da economia brasileira e como utilizar o Fundo Soberano do Brasil para mitigar esses efeitos cíclicos. No primeiro capítulo do trabalho será feita uma análise histórica das relações entre crescimento e volatilidade para o caso brasileiro e se verificará se as relações encontradas possuem paralelo com uma amostra de 143 países. Posteriormente, será testado um modelo mais robusto por meio de uma análise de cortes transversais e de dados em painel. A volatilidade foi calculada como o desvio-padrão do crescimento econômico e também como o hiato de produto encontrado por meio de um filtro HP. Os resultados em relação ao ciclo econômico de longo prazo mostram uma correlação negativa entre a volatilidade e o crescimento econômico. Tendo em vista os benefícios de uma menor volatilidade cíclica para o crescimento de longo prazo, será apresentado no segundo capítulo desta dissertação uma proposta para suavização dos ciclos econômicos através da fixação de regras de aportes e resgates de recursos ao Fundo Soberano do Brasil com base no conceito de resultado fiscal primário estrutural, o qual busca realizar uma poupança em momentos de crescimento econômico, com a finalidade de amenizar os efeitos econômico-sociais nos períodos recessivos. Serão utilizadas séries mensais de PIB e de receitas e despesas governamentais, estimando os resultados fiscais estruturais do governo federal de janeiro de 1997 a agosto de 2013, e posteriormente serão comparados os resultados primários efetivo e o estrutural, calculado pela metodologia do FMI e utilizada uma suavização para a série de produto por meio de um filtro HP. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / This master’s thesis analyses the relationships between business cycle volatility and long-term growth of the Brazilian economy and how to use the Sovereign Fund of Brazil to mitigate this economic cycle´s volatility. In the first part of the thesis will be presented a historical analysis of the relationship between growth and volatility for Brazil and it will be checked if the relationships found have parallel with a sample of 143 countries. Subsequently, a more robust model through an analysis of cross sectional and panel data will be tested. Volatility was calculated as the standard deviation of the economic growth as well as the output gap found by an HP filter. The results in relation to long-term economic cycle show a negative correlation between volatility and economic growth. Considering the benefits of a lower cyclical volatility for long-term growth, a proposal to smoothing the business cycle by setting rules for contributions and withdrawals of funds to the Sovereign Fund of Brazil will be presented in the second part of this master’s thesis based on the concept of structural primary fiscal surplus, which seeks to make savings during the economic growth, in order to mitigate the economic and social effects during the recessions. Monthly series of GDP and government revenues and expenditures will be used, estimating the structural fiscal results of the federal government from January 1997 to August 2013, and subsequently the primary structural and effective results will be compared, calculated by the IMF methodology used and the GDP series will be smoothed by an HP filter.
24

Gestão da dívida pública e política econômica : uma análise a partir de um modelo pós-keynesiano macrodinâmico de simulação com consistência entre estoques e fluxos / Public debt management and economic policy : an analysis from a stock-flow consistent post-keynesian macrodynamic simulation model

Lobo, Breno Santana 11 April 2012 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Economia, 2012. / Submitted by Elna Araújo (elna@bce.unb.br) on 2012-07-06T22:12:09Z No. of bitstreams: 1 2012_BrenoSantanaLobo.pdf: 1191454 bytes, checksum: ae5ec38235b4ee95391f1a1f00aef855 (MD5) / Approved for entry into archive by Jaqueline Ferreira de Souza(jaquefs.braz@gmail.com) on 2012-07-09T12:28:23Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_BrenoSantanaLobo.pdf: 1191454 bytes, checksum: ae5ec38235b4ee95391f1a1f00aef855 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-07-09T12:28:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_BrenoSantanaLobo.pdf: 1191454 bytes, checksum: ae5ec38235b4ee95391f1a1f00aef855 (MD5) / A existência de títulos pós-fixados na composição da dívida pública está associada a alguns fatores que tendem a afetar negativamente a trajetória da economia. Em primeiro lugar, pode haver uma sobreposição de objetivos entre a gestão da dívida e a execução da política monetária. Em segundo lugar, pode haver um entupimento de importantes canais de transmissão da política monetária, como o canal da taxa de juros e o canal do preço dos ativos. A interferência dos títulos pós-fixados nesse último se daria em razão de eles não exibirem efeito-riqueza. O principal objetivo do presente trabalho é analisar as modificações causadas por uma mudança na política de gestão da dívida pública sobre a dinâmica de uma determinada economia. Para tanto, constrói-se um modelo pós-keynesiano macrodinâmico de simulação com consistência entre estoques e fluxos, no qual o mercado de títulos públicos é modelado de forma a refletir as principais características do mercado brasileiro. Os parâmetros e as condições iniciais do modelo são calibrados a fim de se formar um cenário base que reflita de forma satisfatória os principais fatos estilizados das economias modernas. Os resultados das simulações indicam que uma diminuição paulatina da participação de títulos pós-fixados na composição da dívida não tem efeitos negativos sobre a economia no curto prazo. No longo prazo, porém, o descontrole dos gastos públicos decorrente de um aumento do serviço da dívida leva a economia a uma trajetória de instabilidade. Os mesmos resultados foram encontrados no exercício que simulou a extinção dos títulos pós-fixados. Para reestabilizar a economia, o governo deve ajustar sua política econômica à sua política de gestão da dívida. A política fiscal, a política monetária e a política de rendas podem ser utilizadas pelo governo, sendo que essa última tende a ter os melhores resultados, caso se admita que o processo inflacionário da economia seja causado principalmente pelo conflito distributivo entre trabalhadores e capitalistas. As simulações indicaram, ainda, que o efeito-riqueza tende a ser irrelevante para a dinâmica da economia. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The existence of variable-interest rate bonds in the composition of public debt is associated with some factors that tend to negatively affect the trajectory of the economy. Firstly, there may be an overlap between the objectives of debt management and monetary policy. Secondly, there may be a blockage of important transmission channels of monetary policy, such as the interest rate channel and the asset price channel. The interference of variable-interest rate bonds in the latter would occur because they do not exhibit wealth effect. The main objective of this study is to analyze the changes caused by a change in the public debt management on the dynamics of a given economy. To this end, we construct a stock-flow consistent post-keynesian macrodynamic simulation model, in which the government bond market is modeled to reflect the main features of the Brazilian market. The parameters and initial conditions of the model are calibrated in order to form a baseline scenario that reflects satisfactorily the main stylized facts of modern economies. The simulation results indicate that a steady decline participation of variable-interest rate bonds in the public debt does not have negative effects on the economy in the short run. In the long run, however, uncontrolled public spending due to an increase in the debt service takes the economy to a path of instability. The same results were found in the exercise that simulated the extinction of the variable-interest rate bonds. To re-stabilize the economy, the government should adjust its economic policy to its debt management policy. Fiscal policy, monetary policy and income policy may be used by the government. The latter tends to have better results if it is accepted that inflation is mainly caused by the distributional conflict between workers and capitalists. The simulations also indicated that the wealth effect tends to be irrelevant to the dynamics of the economy.
25

Aspectos macro e microeconômicos da inflação

Oliveira, Carlos Ernesto de January 1982 (has links)
Submitted by Cristiane Oliveira (cristiane.oliveira@fgv.br) on 2013-05-13T18:05:16Z No. of bitstreams: 1 1198501711.pdf: 5649148 bytes, checksum: 8359539eb345f76f2f48d1d38ace2121 (MD5) / Approved for entry into archive by Suzinei Teles Garcia Garcia (suzinei.garcia@fgv.br) on 2013-05-13T18:14:43Z (GMT) No. of bitstreams: 1 1198501711.pdf: 5649148 bytes, checksum: 8359539eb345f76f2f48d1d38ace2121 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-05-13T18:30:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 1198501711.pdf: 5649148 bytes, checksum: 8359539eb345f76f2f48d1d38ace2121 (MD5) Previous issue date: 1982 / Julgamos adequado traçar um painel rápido dos mecanismos macroeconômicos da inflação, de forma a ligar mais concretamente as políticas financeiras em ambiente inflacionário, ao nível das empresas, com as políticas traçada pelas autoridades governamentais. Acreditamos que esta seja uma ligação importante, na medida em que o administrador financeiro poderá tornar, assim, decisões melhores melhor embasadas, e também porque com a crescente intervenção dos governos na regulamentação dos mercados, muitas vezes de forma a violar as leis básicas disse mercados, o entendimento desses mecanismos é cada vez mais necessário e importante, Como corolário, e acentuada importância dessa ligação, a crença e a verificação de que a Economia, como ciência não exata, não resolve por si os problemas econômicos, entrelaçada que está com as decisões políticas tomadas tanto a nível governamental, como pelo legislativo e pelos demais órgãos de representação, como sindicatos, entidades corporativas e etc.
26

Impactos das variáveis macroeconômicas sobre o desempenho das cooperativas de café no Estado de Minas Gerais / not available

Franco, Claudia Goncalves Silva 31 January 2003 (has links)
As cooperativas, assim como as demais empresas do país atuam em um contexto econômico-financeiro submetido a transformações rápidas e profundas. De um ambiente marcado pela alta inflação, diversos planos de estabilização econômica, com alto grau de intervenção e economia fechada, caminhou-se para uma economia inserida no contexto global e com relativa estabilidade macroeconômica. Estas transformações promoveram considerável impacto sobre a agricultura, e agravam-se mediante o alto grau de protecionismo dos países desenvolvidos aos seus produtores. As políticas econômicas, de modo geral, e aquelas direcionadas ao setor agrícola impactaram, de forma diferenciada, os diversos setores da economia. O presente trabalho teve como objetivo geral analisar o impacto das variáveis macroeconômicas sobre o desempenho das cooperativas de café do estado de Minas Gerais, durante o período de 1980 a 2000. E, especificamente, analisar o comportamento dos indicadores financeiros dessas cooperativas, ao longo da série de anos estudados. Para o alcance dos objetivos propostos foram utilizados como métodos dois instrumentos, modelo analítico (Logit) em que a variável dependente admite valores discretos, zero e um - variável binária; e apresentação gráfica do comportamento dos indicadores financeiros ao longo dos anos estudados. Os resultados do modelo ajustado identificou quatro variáveis estatisticamente significativas, quais sejam, valor dos Contratos do Crédito para custeio em Minas Gerais, (CCMG), Taxa de Câmbio (TXCAM), Preço pago ao produtor da saca de café em dólar (PRSCUS), e Liquidez Corrente (LIQCOR). O volume de crédito para o custeio do café em Minas Gerais influenciou positivamente a ocorrência das sobras, mostrando a importância da política de crédito com disponibilidade de recursos. A variável Taxa de Câmbio (TXCAM), também mostrou-se importante e com efeito positivo na ocorrência de sobras nas cooperativas. Isto significa que desvalorizações do câmbio favoreceram o desempenho financeiro dessas cooperativas exportadoras de café. O Preço pago ao produtor da saca de café em dólar (PRSCUS), apresentou impacto negativo da ocorrência de sobras nas cooperativas. Quando a PRSCUS estava crescendo, ou seja, quando a cooperativa pagou mais pela saca de café ao associado, as sobras decresceram. Assim, conclui-se pela importância da consideração destas variáveis macroeconômicas para a análise do desempenho de cooperativas. / not available
27

Exploiting diversity in macroeconomic modeling : a comparative study between Agent-Based and DSGE macroeconomic models /

Silva, Thiago Cordeiro da January 2019 (has links)
Orientador: Mario Augusto Bertella / Banca: Alexandre Sartoris Neto / Banca: Roseli da Silva / Resumo: A modelagem macroeconômica tem estado sob intenso escrutínio desde a Crise Financeira de 2007-2008, quando graves deficiências foram expostas na metodologia DSGE. Embora muitas dessas críticas tenham sido injustas ou desinformadas, elas enfatizaram a necessidade de considerar formas alternativas de modelagem macroeconômica e aprimorar abordagens estabelecidas, a fim de torná-las mais úteis para a compreensão de um mundo em recessão. Nesse sentido, argumentamos que explorar a diversidade na modelagem macroeconômica pode beneficiar a profissão e produzir resultados importantes em relação à formulação de políticas macroeconômicas. Uma maneira de explorar a diversidade na macroeconomia é investigar sistematicamente tanto os modelos DSGE quanto os modelos baseados em agentes, revelando suas forças e limitações relativas, e combinando essas duas abordagens diferentes, a fim de que possamos aprender uma com a outra e talvez produzir um modelo híbrido. Este trabalho dá o primeiro passo rumo a esse desafio. Acreditamos que uma abordagem interdisciplinar pode ajudar não só toda a agenda da pesquisa macroeconômica, mas também beneficiar a sociedade como um todo, permitindo a implementação de medidas políticas mais eficazes e aumentando a capacidade dos economistas em modelar a heterogeneidade social em um mundo complexo e em constante evolução. / Abstract: Macroeconomic modelling has been under intense scrutiny since the Financial Crisis of 2007-2008, when serious shortcomings were exposed in the DSGE methodology. Although many of these criticisms were unfair or uninformed, they did highlight the need of considering alternative forms of macroeconomic modelling and enhancing established approaches in order to make them more useful for understanding a world in recession. In this sense, we argue that exploiting diversity in macroeconomic modelling can benefit the profession and yield more fruitful developments regarding the formulation of macroeconomic policy. One way of exploring diversity in macroeconomics is by investigating systematically both the DSGE and the Agent-Based models, revealing their relative strengths and limitations, and combining these two different approaches, so that we can explore what one can learn from the other and perhaps yield a hybrid model. This work takes the first step towards this ultimate achievement. We believe that an interdisciplinary approach may help not only the entire macroeconomic research agenda, but also benefit society as a whole, allowing the implementation of more effective policy measures and by increasing the ability of economists to model social heterogeneity in a complex-evolving world. / Mestre
28

Fundamentos, características e resultados do Regime de Metas de Inflação no Brasil e no mundo /

Correia, Ederson Souza. January 2018 (has links)
Orientador: Eduardo Strachman / Banca: André Luiz Correa / Banca: Marcos Roberto Vasconcelos / Resumo: Dentre os vários trabalhos publicados sobre o Regime de Metas de Inflação (RMI), poucos procuram comparar o desenho do arranjo institucional escolhido pelos países que usam este regime com os resultados e impactos sobre as principais variáveis macroeconômicas. Deste modo, o objetivo central desse trabalho consistiu em identificar, analisar e comparar o desenho institucional do quadro de metas de inflação com os resultados obtidos pelos países que usam o Regime de Metas de Inflação, com ênfase no desempenho brasileiro em relação aos seus pares emergentes e da América do Sul que usam esse regime de política monetária. Foi realizada uma breve apresentação dos principais fundamentos teóricos e empíricos do RMI e das principais críticas feitas a este regime. Em seguida, foram identificados os diversos formatos que o regime pode assumir e as escolhas feitas pelos países na formatação do arranjo em relação a quatro elementos fundamentais: o nível da meta, o tipo da meta, o índice de preços oficial usado e o horizonte alvo. A combinação desses elementos determina o grau de rigidez do arranjo institucional. Foram comparados os resultados obtidos por países desenvolvidos e emergentes em relação ao nível e volatilidade da inflação e cumprimento da meta. Também foi comparado o desempenho do Brasil em relação às principais variáveis macroeconômicas com o desempenho de outros países que usam este regime há pelo menos uma década e encontram-se no mesmo estágio de desenvolvimento - emergente... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Among several works published about Inflation Targeting regime (IT), a few of them attempt to compare the design of the institutional settlement chosen by countries which use this strategy with results and impacts over the main macroeconomic variables. Therefore, the main purpose of this study consists of identifying, analyzing and comparing the institutional design from the inflation targeting table with the results obtained by countries that apply the Inflation Targeting Regime, focused on Brazil's performance compared with its emerging counterparts in South America which use this monetary policy. A brief presentation of the main theoretical and empirical foundations on IT and the primary critics to this system. Secondly, the various formats this system may assume were identified, as well as the choices made by countries for the settings of the system related with four essential elements: target level, target type, the official price index and the target perspective. The combination of these elements determines the level of rigidity for the institutional design. Results obtained by emerging and developed countries were compared in relation with the level and volatility of inflation and target achievement. In addition, in relation with the main macroeconomic variables, Brazil's performance was compared to other countries that apply this system for at least ten years and which are currently in the same development stage (emerging). The obtained data indicate significant diffe... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre
29

Voter turnout, inflation, and the politics of macroeconomic policy: an empirical essay

Campos, Otávio 27 December 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T13:16:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2206.pdf: 286343 bytes, checksum: 3334942fd70e420fb3d237e8653f400c (MD5) Previous issue date: 2006-12-27 / This thesis tests some hypotheses regarding the impact of voter turnout on inflation on the assumption that macroeconomic policies depend on voters’ and politicians’ preferences. The work’s empirical basis includes data from 111 nations from the developing world, covering the period from 1978 to 2000. Its main finding indicates that increases in voter turnout co-vary with higher inflation rates, all else held constant.
30

Ensaios em macroeconometria

Salvato, Márcio Antônio January 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2008-05-13T15:52:52Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2003-12-19 / Este trabalho, no capítulo um, investiga amplamente a evolução do consumo de bens duráveis no Brasil a partir da decisão de consumo individual e da possibilidade de existir restrição ao crédito. A contribuição mais relevante consiste na não rejeição da hipótese de separabilidade nas decisões de consumo de bens duráveis e não duráveis, já que tal hipótese é implicitamente utilizada por vários artigos que trataram a questão do consumo agregado no Brasil. Os resultados, aqui encontrados, sugerem que uma grande parcela dos consumidores está restrita ao crédito, existindo restrições de curto prazo e longo prazo sobre a evolução do consumo de bens duráveis, não duráveis e renda. O capítulo dois investiga o impacto da escolaridade sobre a distribuição de renda do trabalho de estados/regiões do Brasil. Usando um método semi-paramétrico, discutido em DiNardo, Fortin & Lemieux (1996), mensuramos o quanto dos diferenciais de renda entre as Regiões Nordeste e Sudeste do Brasil – a mais pobre e a mais rica do país – e entre os Estados do Ceará e São Paulo, podem ser explicados pelas diferenças de escolaridade da população residente. Usando dados da PNAD construímos densidades contrafactuais reponderando a distribuição da região/estado mais pobre pelo perfil de escolaridade da mais rica. Concluímos que: (i) mais de 50% do diferencial de renda é explicado pelo diferencial de escolaridade; (ii) os decis mais elevados da distribuição de renda têm maior ganho com o aumento da escolaridade, se aproximando muito da distribuição de renda do trabalho da região/estado mais rica e; (iii) o aumento da escolaridade, mantendo-se a estrutura de salários, agrava a desigualdade de renda nas regiões/estados mais pobres. No capítulo três, se propõe avaliar o efeito dos diferentes choques econômicos a partir do uso da função de bem-estar. Para tanto, usa-se o conceito de funções impulso-resposta não convencionais, onde o bem-estar é função do valor presente da utilidade do consumo. Essa técnica permite avaliar a importância relativa de diferentes choques sob um novo prisma, o que se constitui em sua maior contribuição. Decompõe-se a função impulso- esposta não convencional em choques transitórios e permanentes. Identifica-se choques 'de produtividade' e 'de preferências' usando Decomposição de Cholesky e método generalizado para as funções impulso-resposta não convencionais. O resultado permite questionar a adequação da hipótese de identificação de que a única fonte de choques permanentes seja a produtividade: não há um matching perfeito entre a decomposição permanente/transitório e a identificação de tipos de choques.

Page generated in 0.0858 seconds