Return to search

Efeitos da erupção alterada, por desimpedimento e pela vimblastina, nos fibroblastos de regiões e compartimentos do ligamento periodontal de incisivos de ratos, estudo morfometrico ultraestrutural

Orientador: Jose Merzel / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-21T11:24:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1
Novaes_PedroDuarte_D.pdf: 2205146 bytes, checksum: d897b9dd1a4486951091014408089991 (MD5)
Previous issue date: 1996 / Resumo: As densidades volumétricas (Vv) de estruturas da face mesial do ligamento periodontal (LPD) de incisivos inferiores de ratos foram analisadas em dentes em condições de erupção: impedida (CI), que serviu de controle, desimpedida (CD), cuja erupção é acelerada, e sob a ação da vimblastina (VI e VD), que retarda a erupção. Seis ratos machos tiveram seus incisivos inferiores esquerdos seccionados a cada dois dias e mantidos em erupção desimpedida, enquanto que os contralaterais erupcionaram em oc1usão com os superiores. No 72 dia, três animais foram injetados, intraperitonealmente, com uma dose única de vimblastina (2 mg/Kg de peso) e os três restantes receberam volume equivalente de salina. Os animais, foram perfundidos, por via intracardíaca, com solução de Karnovsky e as hemimandíbulas dissecadas e imersas no mesmo fixador por mais 3 horas. As hemimandíbulas, após descalcificação em EDT A, foram divididas em cinco regiões transversais~ a porção entre a crista alveolar do ,incisivo e a face mesial do primeiro molar foi dividida em dois segmentos de igual extensão (RI e R2)~ os três segmentos restantes foram relacionados a cada um dos molares (R3, R4 e R5). O material foi pós-fixado em tetróxido de
ósmio e processado para microscopia eletrônica de transmissão e cortes ultrafinos, no sentido transversal, foram obtidos de cada região. Para avaliação morfométrica foram usadas três eletronmicrografias no aumento final de 6. OOOx e três no aumento final de 47.730x, dos compartimentos junto ao dente, junto ao osso alveolar e um intermediário entre os dois, de cada região do LPD. No aumento de 6.000x, utilizando-se um retículo de 100 pontos, foram determinadas as V v de fibroblastos (V vf) e da matriz extracelular (Vvme). No aumento de 47.730 x, utilizando-se um retículo de 400 pontos, as Vv em relação a Vvf de: mitocôndrias, Golgi, lisosomas, retículo endoplasmático granular, microtúbulos, junções celulares e vesículas de colágeno. Nos animais controle com erupção impedida (CI), a Vvf e Vvme não se alteraram ao longo do dente, com exceção do compartimento intermediário, onde, em R2 e R3, Vvf foi maior e a Vvme menor que nas demais regiões. O desimpedimento aumentou a Vvf e diminuiu a Vvme , ificativamente, nos compartimentos intermediário e junto ao osso das regiões 4 e 5 (e.g., no compartimento intermediário da R4, a Vvf de CI foi de 0,322 e de CD, 0,532; a Vvme de CI foi 0,678 e de CD, 0,468). A vimblastina provocou algumas diferenças opostas entre dentes impedidos e desimpedidos em relação aos controles. Onde, por exemplo, a Vv aumentou nos primeiros, diminuiu nos últimos (e.g., no compartimento junto ao dente da RI, a Vvme em CI foi 0,623 e em VI, 0,718, enquanto que, em CD foi 0,746 e em VD, 0,440). Entre as estruturas citoplasmáticas, a alteração mais marcante foi a relacionada aos microtúbulos, cuja Vv aumentou nos dentes desimpedidos, principalmente, nos compartimentos junto ao dente e junto ao osso da R 1 e R2 e diminuiu, de modo generalizado, nos dois grupos (impedidos e desimpedidos) tratados com vimblastina (e.g., no compartimento junto ao dente da RI, a Vvmt de CI foi 0,0014 e em CD, 0,0073; e em VI foi 0,00 e em VD, 0,0018. Estes resultados parecem indicar que o ligamento periodontal do incisivo de rato não se comporta por igual em relação a fatores que alteram o processo de erupção, tanto nos compartimentos como nas regiões em que foi dividido / Abstract: The volume density (Vv) of structures at the mesial face of the rat lower incisor periodontal ligament (PDL) were determined in control and vimblastine treated, impeded (CI and VI) and unimpeded teeth (CD and VD). Six adult male rats had their left lower incisors shortened at every other day to erupt in an unimpeded condition, while the right ones erupted impeded. On the ih day, three animais were injected, intraperitoneally, with a single dose of vinblastine (2mg/K of b.w.) while the other three received an injection of an equivalent volume of saline. Under ether anesthesia, the animaIs were perfused, through the left ventricle, with Karnovsky's solution; the hemimandibles were dissected out, and left in the same solution for 3 more hours. After decalcification with EDT A, each hemimandible was divided in five transversal regions: between th~ alveolar crest and the mesial face of the 1st M, it was divided in two halves - RI and R2; the three folloWing Iregions, R3, R4 and Rs were related to each of the lower molar teeth. The pieces were pos-fixed with osmium tetroxide, processed for electron microscopy and transversal ultrathin sections were made from each region. For morphometric analysis, three electronmicroghaphs, at fmal magnification of 6.000x and three at 47.300x, were taken from the toothrelated compartment, alveolar bone-related compartment and from a midle one, between the former two, of each PDL region.
At 6. OOOx, using a test system oí 100 points, the Vv oí fibroblasts (V vr) and extracellular matrix (Vvme) were determined. At 47.7 30x, using a test system of a 400 points, the Vv related to V vf oí mitochondria, Golgi, lysosomes, rough ER, microtubules, intercelIular junctions and intracelIular colIagen vesic1es, were determined. In control impeded teeth (CI), Vvf and Vvme were similar in alI regions, except in the midle compartment, where in R2 and R3, Vvf was higher and Vvme lower than the other regions. In unimped teeth, Vvf increased and Vvme decreased in the midle and alveolar bone-related parts of R4 and R5 (e.g. in midle compartment of R4, Vvf of CI was 0.322 and of CD, 0.532; Vvme of CI was 0.678 and of CD, 0.468). Vinblastine induced some opposite effects between impeded and unimped teeth: where for instance the Vv increased in the fonner, decreased in the latler or vice-versa (e.g. in the tooth-re1ated compartment of R1, Vvme. of CI was 0.632 and of VI, 0.718, while of CD was 0.746 and ofVD, 0.440). Among fibroblast cytoplasmic structures the most evident effect was related to microtubules. Their V vmt showed a significant increase in unimpeded teeth, mainly in the tooth-related and alveolar bone~related compartments and a general decrease i~ both vinblastine-treated groups (e.g. in tooth-related compartment ofRI, Vvmt ofCI was 0.0014 and ofCD 0.Oq73; ofVI was 0.00 and ofVD 0.0018).
These results seem to indicate that different regions and compartments of PDL did not show a similar behaviour in relation to factors that alter the eruption processo / Doutorado / Biologia e Patologia Buco-Dental / Doutor em Ciências

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/289380
Date19 August 1996
CreatorsNovaes, Pedro Duarte, 1960-
ContributorsUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, Merzel, José, 1933-, Marchi, Fausto, Bauer, Jarbas Arruda, Almeida, Oslei Paes de, Bozzo, Lourenço
Publisher[s.n.], Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Odontologia de Piracicaba, Programa de Pós-Graduação em Biologia e Patologia Buco-Dental
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguageEnglish
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
Format88f. : il., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da Unicamp, instname:Universidade Estadual de Campinas, instacron:UNICAMP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0056 seconds