Return to search

Caracterização das AgNORs no hepatocarcinoma : analise morfologica e quantitativa e comparação com a graduação de Edmondson-Steiner

Orientadores : Cecilia Amelia Fazzio Escanhoela, Konradin Metze / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-29T01:39:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1
ValencaJunior_JoseTelmo_D.pdf: 28370748 bytes, checksum: 97a3a43d4fde9649cb1decb45f7661e9 (MD5)
Previous issue date: 2001 / Resumo: O objetivo deste trabalho foi avaliar o prognóstico e o valor diagnóstico dos parâmetros AgNOR e do PCNA em biópsias hepáticas de 34 casos de pacientes portadores de carcinoma hepatocelular,através da análise de imagem assistida por computador. O númerode AgNOR por núcleo e a percentagem da área AgNOR por área nuclear, mas não o índice PCNA (PCNA-i), mostram correlação significativa com a graduação histológica de Edmondson-Steiner(1954) e com a modificada por Nzeako et al (1995). A graduação de Edmondson-Steiner clássica (1954) foi o único fator com valor prognóstico em análise multivariada. Os parâmetros sexo, idade, diâmetro tumoral máximo, média de AgNORs, área AgNOR total e sua relação com a área nuclear, área nuclear, PCNA-i e a graduação histológica modificada de Edmondson-Steiner não apresentaram importância prognóstica na sobrevida dos pacientes. Através da análise fatorial, dois fatores puderam ser criados, podendo explicar, juntos, 72% da variância de todos os nove parâmetros incluídos neste estudo. Na análise discriminante linear, os parâmetros AgNOR puderam separar células hepáticas normais e células de tumores de baixo e alto graus em 83,7% dos casos. Portanto, a técnica de coloração para as NORs pode ser aplicada em biópsias hepáticas para o diagnóstico diferenciale a graduação histológica do CHC / Abstract: The aim of this study was to evaluate the prognostic and diagnostic value of AgNOR and PCNA staining in biopsies of 34 liver cell carcinomas using an image analyzing system. The AgNOR number per nucleus and the relative AgNOR area, but not the PCNA index, showed a significant correlation with the histological tumor grade according to the classical and the modifiedEdmondson-Steiner's classification. Regarding univariate survival, only the grade of the classical Edmondson-Steiner's classification was of prognostic significance. The parameters sex, age, maximum tumor diameter, mean AgNOR number, total nuclear area and relative AgNOR area, nuclear area, PCNA index or the grade of the modified
Edmondson-Steiner's classificationdid not reach statistical significanceregarding survival. By a factor analysis, two factors could be created, which could expIain together 72% of the variance of ali nine parameters included in the study. In a linear discriminate analysis, the AgNOR variabIes could separate between normalliver cells and cells ITomhigh grade or Iow grade carcinomas in 83,7% ofthe cases. Therefore, we think that the AgNOR technique can be usefully applied in biopsies of liver
carcinomas for the differentialdiagnosis and tumor grading / Doutorado / Anatomia Patologica / Doutor em Ciências Médicas

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/308671
Date15 October 2001
CreatorsValença Junior, Jose Telmo
ContributorsUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, Metze, Konradin, 1956-, Escanhoela, Cecília Amélia Fazzio, 1958-, Lanzoni, Valeria Pereira, Leitão, Regina Maria, Altemani, Albina Messias de Almeida Milani, Trevisan, Miriam Aparecida da Silva
Publisher[s.n.], Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
Format186p. : il., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da Unicamp, instname:Universidade Estadual de Campinas, instacron:UNICAMP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0265 seconds