Return to search

Prevenção primaria em saude mental com adolescentes trabalhadores da Unicamp

Orientadores: Joel Sales Giglio, Carlos Alberto Vidal França

Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciências Médicas

Made available in DSpace on 2017-03-20T17:08:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Yoshida,Luzia A. Martins.pdf: 7727969 bytes, checksum: 66cf2cdfbea9718eaefeaa4a36dcf221 (MD5) Previous issue date: 1995

Made available in DSpace on 2017-07-20T12:44:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Yoshida_LuziaAparecidaMartins_M.pdf: 7727969 bytes, checksum: 66cf2cdfbea9718eaefeaa4a36dcf221 (MD5) Previous issue date: 1995

Resumo: O presente estudo busca avaliar a viabilidade da prevenção primária em saúde mental com adolescentes trabalhadores da U nicamp, a partir de depoimentos dos próprios adolescentes, a respeito do programa preventivo aplicado em 1987. A partir de um levantamento dos interesses e necessidades dos jovens, elaboramos tal programa que abordou os seguintes temas: Sexualidade, Relacionamentos Familiares, Estudos e Profissões e Tóxicos. Para embasar as ações preventivas foram levantados pontos teóricos sobre Saúde Mental, Prevenção, Grupos e Aspectos Psicodinâmicos da Adolescência. Esse programa preventivo teve como sua atividade principal os Grupos Preventivos de Orientação [ G.P.O.(s)] e foi um trabalho empírico que confirmou os dados da literatura científica sobre adolescência e prevenção primária em saúde mental. A avaliação dos depoimentos dos adolescentes, que mostrou ser altamente adequada e que enriqueceu a nossa compreensão sobre os mesmos, foi realizada através da Análise de Conteúdo, proposta por Berelson, Bardin, Mynaio e outros autores. Dessa análise de conteúdo obtivemos as seguintes conclusões: 1 - Os adolescentes fizeram uma avaliação positiva do programa preventivo, percebendo-o como um momento propício à reflexão, à orientação, e à convivência grupal 2 - Nossos sujeitos sentiram nos G.P.O.(s), predominantemente, continência afetiva, desenvolvendo, então, novos posicionarilentos e conscientização de seus papéis na comunidade. 3 - Apresentaram uma percepção de grupo como um espaço adequado para elaborarem seus conflitos. 4 - Vivenciaram mecanismos primitivos de defesa do ego, entre eles a cisão. Projetaram nos pais (aqueles que lhes faziam restrições e davam ordens) a imagem do pai mau e, no profissional (que oferecia oportunidades de convivência grupal), a imagem do pai bom. 5 - Os sentimentos de amor e ódio também estavam cindidos e, através da continência afetiva presente na situação do G.P.O., puderam ser elaborados, favorecendo que os adolescentes se voltassem para as figuras parentais e para novos relacionamentos mais integrados e restaurados. 6 - As informações sobre os temas, transmitidas através do G.P.O., abriram espaço para reflexões e possibilitaram a integração. dos objetos bom e mau, até então cindidos. 7 - Os adolescentes sentiram-se atendidos em suas necessidades e interesses e responderam maciçamente terem obtido alguma vantagem na vivência do G.P.O.. 8 - Consideraram a vivência grupal com outros jovens como o fator de maior',,¬relevância na vivência do G.P.O., confirmando a importância da "identidade grupal" na adolescência. 9 ¿ O Fato do agente de saúde mental ser membro da mesma comunidade que os adolescentes é um importante fator para o estabelecimento de uma relação horizontal, harmoniosa e eficaz. 10 - Consideramos adequado que a prevenção primária seja aplicada num momento mais precoce da adolescência. Após a avaliação do programa preventivo, esperamos contribuir para um maior conhecimento sobre como adequar, ao nosso jovem, ações preventivas que possam efetivamente promover maior saúde mental, maior capacidade de reflexão, de escolhas e de decisões, capacidades estas que promovam o bem-estar do jovem e da comunidade. Almejamos também possibilitar aos demais profissionais um incentivo para trabalharem nas diversas comunidades e estruturas organizacionais, em nível de prevenção

Abstract: This thesis demands an evaluation of primary prevention practicability in the area of mental health with Unicarnp working adolescents, who have been taking part of the preventive prograrn aplied in 1987. After a survey about their interest and necessities, we elaborated a prograrn with the chosen themes: sexuality, relationships in the family, studying and careers to take and drugs. As a foundation to preventive actions theoric items were raised upon mental health, prevention, groups and psicodinamic aspects from adolescence. The evaluation of the ado1escents testimony was done through the content analysis, proposed by Berelson, Bardin, Mynaio and others authors, which tumed out to be highly switable and contributed a lot for our comprehension of the adolescents. From this analysis we carne to confIrm the adolescents capacities and characteristics, which have presented theirselves,sometimes doubtful, arnbivalent, omnipotent, but ab1e to openings, flexibility and affection. It has also confmned the fItness of the professional as someone dose to adolescent and taking part with him in the sarne comunity. After the evaluation of the preventive prograrn, we hope to contribute to a large know1edgement in how to fit, to our adolescent, preventive actions which may efectively promote better mental health, better reflexion, chosing and deciding capacities. And that these capacities can promote the adolescent an the comunity well-being. We long for providing to other professionals an encouragement to work in many comunities and organanizational structures, at the leveI of prevention

Mestrado

Mestre em Saude Mental

Identiferoai:union.ndltd.org:IBICT/oai:repositorio.unicamp.br:REPOSIP/309895
Date1995
ContributorsUNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS, França, Carlos Alberto Vidal, 1945-, Yoshida, Luzia Aparecida Martins, Giglio, Joel Sales, 1941-
Publisher[s.n.], Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas, Programa de Pós-Graduação em Saúde Mental
Source SetsIBICT Brazilian ETDs
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion, info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
Format160f. : il., application/pdf
Sourcereponame:Repositório Institucional da Unicamp, instname:Universidade Estadual de Campinas, instacron:UNICAMP
Rightsinfo:eu-repo/semantics/openAccess

Page generated in 0.0966 seconds