• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 95
  • Tagged with
  • 99
  • 99
  • 99
  • 73
  • 61
  • 21
  • 18
  • 17
  • 16
  • 15
  • 14
  • 14
  • 13
  • 12
  • 12
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Micropolítica e processos de trabalho de um centro de atenção psicossocial : experiências intersubjetivas dos trabalhadores Micropolitics and work processes of a psychosocial care center : intersubjective experiences of workers

Godoy, Maria Gabriela Curubeto 2009 (has links)
GODOY, Maria Gabriela Curubeto. Micropolítica e processos de trabalho de um centro de atenção psicossocial : experiências intersubjetivas dos trabalhadores. 2009. 252 f. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2009. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-01-09T16:14:49Z No. of bitstreams: 1 2009_tese_mgcgodoy.pdf: 1226461 bytes, checksum: a02dc7004ca6c2ad817f69568c659722 (MD5) Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-01-09T16:15:03Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_tese_mgcgodoy.pdf: 1226461 bytes, checksum: a02dc7004ca6c2ad817f69568c659722 (MD5) Made available in DSpace on 2014-01-09T16:15:03Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_tese_mgcgodoy.pdf: 1226461 bytes, checksum: a02dc7004ca6c2ad817f69568c659722 (MD5) Previous issue date: 2009 This reasearch investigates the intersubjective experiences of work in the cotidiane micropolitical processes of a community mental health service. We tried to understand the experiences in articulation to the dispositions and positions of the workers. This process conducted us to the identification of some relevant relational configurations considering the perspective of the workers. We established a dialogue with several authors that investigate the health work in Brazil and the mental health community work in other countries. The national literature presents a propositive tendency that contributes to the elaboration of some principles for the health work. However, new empirical studies are necessary to understand the ambivalences and contraditions that appear in the cotidiane between the health workers. Thus, we decided to study this subject considering the historic process of health work and profissionalization, in order to understand interprofessional interactions and conflicts that affect conceptions and establishe possibilities and restrictionas for the constitution of a collective multiprofessional work in mental health. We used a critical hermeneutic approach presenting the multiple versions of the workers experiences relating them to different contexts. Ambivalences and contradictions are relevant in the intersubjective experiences of work and they represent restrictions and possibilities for the constitution of a new praxis among the workers. Ethical and political dimensions of the health work may be associated to affective dimensions, understanding the affect as a potent agent in the mobilization of positions and dispositions that may conduct to reconfigurations of established relations. Esta investigação discorre sobre as experiências intersubjetivas de trabalho situando-as na micropolítica cotidiana de um CAPS que vem reorganizando algumas de suas ações. Buscamos compreender tais experiências articulando-as às posições e disposições dos agentes que as vivenciam, o que nos levou a identificar algumas configurações relacionais relevantes entre os trabalhadores. Dialogamos com diversos autores que vem abordando a temática do trabalho em saúde no Brasil e em equipes comunitárias de saúde mental na literatura estrangeira. A literatura nacional neste campo, caracterizada por uma propositividade importante para a constituição de um ideário sobre o trabalho em saúde, apresenta, no entanto, lacunas em relação a estudos empíricos que enfoquem ambivalências e contradições emergentes nos microprocessos cotidianos. Isto nos levou a trilhar uma trajetória alternativa, referenciada no percurso histórico da constituição do trabalho em saúde e dos processos de profissionalização, de maneira a enfocar as interações estabelecidas entre os trabalhadores considerando as relações e conflitos interprofissionais, bem como as concepções, dificuldades e limites do trabalho coletivo e multiprofissional em saúde mental. Utilizamos um referencial metodológico fundamentado na hermenêutica crítica, de maneira a compreender as experiências intersubjetivas de trabalho nas suas diferentes versões emergentes entre os trabalhadores. Apresentamos uma contextualização de âmbitos sócio-históricos, locais e singulares de maneira a inscrever processual e dialeticamente tais experiências, dotando-as de múltiplos sentidos. As experiências intersubjetivas de trabalho são permeadas por ambivalências e contradições emergentes no cotidiano que representam limites e possibilidades para a constituição de uma nova práxis coletiva entre os trabalhadores. Às dimensões éticas e políticas que referenciam o trabalho em saúde, devem associar-se dimensões afetivas, por compreender o afeto como uma potência mobilizadora de disposições e de posições que permitem reconfigurações em relações de saber/fazer/poder estabelecidas.
2

Estudos sobre intervenção familiar na esquizofrenia: subsídios para sua implantação nos centros de atenção psicossocial Studies on family intervention in schizophrenia: subsidies for their implementation at the psychosocial care

Rodrigues, Maria Goretti Andrade 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2012-09-05T18:24:17Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) 330.pdf: 851254 bytes, checksum: 0967677d9415a8a491a1c6784447d15d (MD5) Previous issue date: 2008 Frente à necessidade de construir subsídios para a prática da atenção comunitária, a partir dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), que devem funcionar como sustentáculo para o processo da Reforma Psiquiátrica no Brasil, esse trabalho de tese dedoutorado em Saúde Pública teve como objetivo a avaliação das conseqüências sociais da intervenção familiar (IF) na condição esquizofrenia, com base em evidências científicas, a partir de estudos feitos no exterior, e, no caso de resultados favoráveis à sua eficácia, introduzir a discussão sobre sua utilização no cenário brasileiro. Asconseqüências adversas do transtorno psiquiátrico para familiares, conhecidas como sobrecarga familiar, têm sido estudadas no contexto da reforma psiquiátrica; a análise dos trabalhos disponíveis resultou em um trabalho introdutório sobre esse conceito. Aleitura preliminar das propostas de IF testadas por ensaios clínicos permitiu perceber mudanças ao longo do tempo nos objetivos, conteúdo / extensão e métodos / técnicas da Intervenção Familiar, bem como no tipo de pacientes / famílias incluídos nos estudos e nos desfechos estudados, o que reforçou a necessidade de estudo mais aprofundado das teorias, métodos e técnicas desenvolvidas e aplicadas nos procedimentos de IF pelospesquisadores. Esse estudo resultou na produção de trabalho sobre a definição dos modelos gerais de técnicas de IF comportamental e cognitivo -comportamental _ a serem considerados pela revisão sistemática a ser feita. A Revisão Sistemática efetuadaacrescentou, às revisões disponíveis, a especificação, em termos de métodos e técnicas, do procedimento avaliado (IF). Essa especificação significa um subsídio mais operacional para o tomador de decisão na eventual incorporação do procedimento IF em nossos Centros de Atenção Psicossocial. As conclusões da revisão sistemática foram de que as intervenções familiares de base comportamental e cognitivo -comportamental apresentam eficácia de cerca de 60 por cento (IC: 50 por cento - 70 por cento) para reduzir a probabilidade do desfecho recaída em pacientes esquizofrênicos e esquizoafetivos assistidosambulatorialmente, o que resulta numa diminuição absoluta próxima a 30 por cento da incidência de recaídas no primeiro ano de tratamento. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os subgrupos de ensaios que utilizaram métodos pragmáticos (constituídos de fragmentos das técnicas estudadas), comportamentais ecognitivo-comportamentais, embora a forma de análise dos ensaios pragmáticos tenha sido, em geral, por tratamento efetivo. Quanto ao desfecho sobrecarga familiar, os resultados dos estudos individuais foram, em geral, favoráveis à Intervenção Familiar.
3

Rede de bibliotecas em ambientes de saúde mental

Chagas, Ricardo de Lima 2017 (has links)
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Centro de Ciências Humanas e da Educação, Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação, Florianópolis, 2017. Made available in DSpace on 2017-09-26T04:20:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 350488.pdf: 6353273 bytes, checksum: 75ad6d58155f3735901e6b2585a32154 (MD5) Previous issue date: 2017 O objetivo geral desta pesquisa consistiu em apresentar uma proposta de implantação de uma rede de bibliotecas nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de Florianópolis (SC), pautada no potencial social e cultural das atividades da instituição biblioteca, para a promoção à saúde mental de pessoas em sofrimento psíquico. Na fundamentação conceitual abordou-se a história da loucura e o deslocamento da atenção em saúde mental dos modelos manicomiais para as novas abordagens dos serviços em saúde mental baseada na comunidade. Enfatizou-se a importância da interdisciplinaridade como possibilidade da criação do diálogo entre os campos da Biblioteconomia e da Saúde Mental. Discutiu-se a relação entre bibliotecas, sociedade e a atuação ético-política do bibliotecário. Tratou-se do conceito de redes e dos serviços de biblioteca, tais como: formação e desenvolvimento da coleção, tratamento técnico da coleção, disseminação e mediação da informação, a ação cultural e a biblioterapia. Na fundamentação teórico-metodológica abordou-se a fenomenologia do mundo da vida de Edmund Husserl e a fenomenologia social de Alfred Schütz. Tratou-se, também, do construtivismo social de Norbert Elias, Berger e Luckmann, além da teoria das representações sociais de Serge Moscovici. A pesquisa é do tipo qualitativa e foram entrevistados profissionais e usuários dos CAPS, mediante roteiro de entrevista e questionário de caracterização. Para a análise dos discursos utilizou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). A partir dos discursos coletados nas entrevistas e das representações sociais resumidas nos DSCs, constatou-se a necessidade da criação de uma rede de bibliotecas nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), com o intuito de potencializar a rede de Saúde Mental do Município de Florianópolis (SC). Apresentou-se, por fim, uma proposta teórico-metodológica para a implantação da Rede de bibliotecas CAPS com a atuação e presença de um profissional bibliotecário.
Abstract : The general objective of this research was to present a proposal for the implementation of a network of libraries in the Centers for Psychosocial Attention (CAPS) in Florianópolis (SC), based on the social and cultural potential of the activities of the library institution in promoting the mental health of people in psychological distress. In the conceptual basis, the history of madness and the displacement of the attention in mental health of the manicomial models for the new approaches of the services in mental health based on the community were approached. It was emphasized the importance of interdisciplinarity as a possibility for the creation of dialogue between the fields of Librarianship and Mental Health. The relationship between libraries, society and the librarian's ethical-political action was discussed. It was the concept of library networks and services, such as: collection training and development, collection technical treatment, information dissemination and mediation, cultural action and bibliotherapy. In the theoretical-methodological foundations the phenomenology of the world of the life of Edmund Husserl and the social phenomenology of Alfred Schütz was approached. It was also the social constructivism of Norbert Elias, Berger and Luckmann, as well as Serge Moscovici's theory of social representations. The research is of the qualitative type and interviewed professionals and users of the CAPS, through interview script and characterization questionnaire. For the analysis of the speeches the technique of the Collective Subject Discourse (DSC) was used. From the discourses collected in interviews and social representations summarized in the DSCs, it was verified the need to create a network of libraries in the Center for Psychosocial Attention (CAPS), with the aim of strengthening the Mental Health Network of the Municipality of Florianópolis (SC). Finally, a theoretical-methodological proposal for the implementation of the "Network of CAPS libraries" was presented, with the presence and presence of a professional librarian.
4

Ambiência e Saúde Mental: Um Estudo no Capsi de Vitória-es

RONCHI, J. P. 30 March 2012 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T14:10:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_5547_.pdf: 917981 bytes, checksum: 2a3c611234d991af980605d56192cfd0 (MD5) Previous issue date: 2012-03-30 O Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi) organiza-se como um ambulatório diário para crianças e adolescentes com transtornos mentais graves, configurando-se como um modelo de atenção pautado em bases territoriais e comunitárias. Por ser um novo serviço direcionado a crianças e adolescentes com transtornos mentais graves e entendendo que a saúde engloba os aspectos do ambiente, o objetivo deste trabalho foi conhecer e descrever a ambiência, no atendimento de crianças e adolescentes com transtornos mentais graves no Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil da cidade de Vitória-ES. Ainda, a fim de agregar maior possibilidade de reflexão sobre a ambiência, utilizou-se neste estudo o referencial teórico de Donald Woods Winnicott, pois esse autor enfatiza em seus escritos a importância do ambiente na estruturação psíquica da pessoa. O trabalho apresenta três artigos. No primeiro, o objetivo foi conhecer e descrever a ambiência no atendimento de crianças e adolescentes com transtornos mentais graves no CAPSi da cidade de Vitória-ES, priorizando os aspectos físicos. Utilizando o Método Clínico-Qualitativo com a técnica de coleta de dados da Observação Participante, os resultados evidenciaram que as constituições espaciais de um serviço de saúde podem influenciar suas práticas, pois em alguns momentos a ambiência no CAPSi, em seus elementos físicos, possibilitavam comunicações significativas de crianças e adolescentes. O segundo artigo apresentou por objetivo conhecer e descrever a ambiência no atendimento de crianças e adolescentes com transtornos mentais graves no CAPSi da cidade de Vitória-ES, priorizando os componentes expressos na forma da atenção dispensada ao usuário e da interação estabelecida entre profissionais e usuários. Empregou-se o Método Clínico-Qualitativo e a técnica de coleta de dados da Observação Participante. Verificou-se que a presença, a atenção aos materiais disponíveis nos espaços, a sustentação e o manejo das atividades, são aspectos importantes na constituição da ambiência na atenção psicossocial, pois podem facilitar o oferecimento de um ambiente seguro e adequado às necessidades de crianças e adolescentes com transtornos mentais graves. Por fim, no terceiro artigo, apresentou-se a metodologia utilizada na construção dessa dissertação de mestrado, uma vez que a investigação científica no campo da atenção psicossocial infanto-juvenil guarda peculiaridades, pois a articulação entre o social, a clínica, as políticas de assistência em saúde e a pesquisa fazem-se presente como uma realidade complexa. Evidenciou-se que o Método Clínico-Qualitativo com a técnica de coleta de dados da Observação Participante e a técnica de Análise de Conteúdo adaptada ao Método Clínico-Qualitativo, mostraram-se apropriados à compreensão da construção da ambiência em um serviço de saúde mental infanto-juvenil. Conhecer e descrever a ambiência em um CAPSi exigiu um instrumental teórico e técnico capaz de captar suas especificidades em um serviço de saúde mental e possibilitou evidenciar que a ambiência, na atenção psicossocial infanto-juvenil, não se constitui apenas pelo ambiente físico adequado à atividade proposta aos usuários, mas também se compõe na sustentação fornecida pelo profissional à atividade em um tempo, espaço e no manejo fornecido através de uma adaptação ambiental adequada às necessidades dos pacientes. Palavras-chave:Winnicott. Pesquisa Qualitativa.
5

Efeitos subjetivos do processo de trabalho vivenciados por profissionais em um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas

Wandekoken, Kallen Dettmann 2015 (has links)
Submitted by Elizabete Silva (elizabete.silva@ufes.br) on 2015-10-19T18:37:10Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) EFEITOS SUBJETIVOS DO PROCESSO DE TRABALHO.pdf: 1312351 bytes, checksum: 6a716a74d38a0f863d89cbe4d49573fb (MD5) Approved for entry into archive by Elizabete Silva (elizabete.silva@ufes.br) on 2016-02-25T15:46:15Z (GMT) No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) EFEITOS SUBJETIVOS DO PROCESSO DE TRABALHO.pdf: 1312351 bytes, checksum: 6a716a74d38a0f863d89cbe4d49573fb (MD5) Made available in DSpace on 2016-02-25T15:46:15Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 23148 bytes, checksum: 9da0b6dfac957114c6a7714714b86306 (MD5) EFEITOS SUBJETIVOS DO PROCESSO DE TRABALHO.pdf: 1312351 bytes, checksum: 6a716a74d38a0f863d89cbe4d49573fb (MD5) Previous issue date: 2015 Esta tese apresenta os resultados da pesquisa que teve como objetivo analisar como os trabalhadores vivenciam os efeitos subjetivos produzidos pelo processo de trabalho de um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPSad). A pesquisa foi realizada sob uma abordagem qualitativa, em um CAPSad do município de Vila Velha, Espírito Santo. A coleta de dados se deu por meio de cinco etapas: 1. Análise documental das políticas vigentes sobre uso de drogas; 2. Análise de prontuários; 3. Entrevista coletiva com dez trabalhadores; 4. Oitenta horas de observação do cotidiano de trabalho; 5. Entrevista em profundidade com treze trabalhadores. Para análise de dados foi utilizada a técnica da Análise Temática. Constatamos que no plano das políticas sobre o assunto,há prevalência de ideias relacionadas à repressão dos usuários, apesar da tentativa do Ministério da Saúde (MS) em abordar a redução de danos como uma estratégia que valoriza o sujeito e sua singularidade. A análise ainda apontou as dificuldades que os profissionais enfrentam neste município para atuar segundo as diretrizes do MS, uma vez que as ações municipais dão ênfase à repressão, à religiosidade e ao amedrontamento como estratégia de prevenção, com apoio da justiça e da polícia. Enfatizamos que tais ambiguidades repercutem no trabalho e para o trabalhador. Apontamos ainda outros aspectos que geram efeitos para os trabalhadores: condições de trabalho precárias (devido à estrutura do serviço, baixos salários e rede de atenção inexistente), falta de reconhecimento (devido à omissão da gerência e à ausência de normas) e sobrecarga (devido à falta de profissionais e aos conflitos nas divisões de tarefas). Essas situações levam a efeitos subjetivos como: desgaste, adoecimento, medo, incapacidade de agir, apatia, desvalorização, desmotivação e no aprisionamento do trabalhador. Notamos que estes efeitos são todos negativos e que os profissionais os vivenciam por meio do distanciamento afetivo no processo de trabalho, o que repercute negativamente na possibilidade de produção de um cuidado efetivo. Sugerimos que haja investimentos na formação de todos os trabalhadores que atuam nesse local, com foco na educação permanente, uma vez que por meio desta há o incentivo da aprendizagem e o enfrentamento criativo dos efeitos vivenciados no cotidiano.É preciso que haja diálogo, seja entre os trabalhadores e a gestão, entre os próprios trabalhadores e entre trabalhadores e usuários. This thesis presents the results of a research that aimed to analyze how workers experience the subjective effects produced by the work process in a Psychosocial Care Center Alcohol and Drugs (CAPSad in Portuguese). The research was conducted under a qualitative approach, in a service of Vila Velha, Espírito Santo State, Brazil . The data was collected through five steps: 1. Desk review of existing policies about drug use; 2. Analysis of medical records; 3. group interview with ten employees; 4. Eighty hours of observation of daily work; 5. In-depth interview with thirteen workers. For data analysis, we used the thematic analysis technique.We conclude that in the analyzed policies, has prevailed ideas related to the users repression, despite the attempt of the Ministry of Health (MS in Portuguese), which considers the harm reduction as a strategy that values the person and their uniqueness.The analysis also pointed out the difficulties faced by workers from that city to act in accordance to the MS guidelines, since the municipal actions has emphasized repression, religious approach and intimidation as a prevention strategy, with the agreement of justice and police. We emphasize that the ambiguities have repercussions at work and for the worker. We also point out other aspects that generate effects on workers: poor working conditions (due to the service structure, low wages and non-existent care network), lack of recognition (due to management failure and the lack of standards) and work overload (due the lack of professionals and conflicts in the activities division).These situations lead to subjective effects such as exhaustion, illness, fear, inability to act, apathy, devaluation, lack of motivation and worker's imprisonment.These effects are all negative and workers has experienced them through emotional detachment in work process, which negatively affects the possibility of producing an effective care.We suggest investments in employee training, with a focus on permanent education, since it causes learning encouragement and creative positioning in face of experienced effects in daily life.There is the needfor dialogue, between workers and management, between the workers themselves and between workers and users.
6

Transtornos mentais no Hospital Geral: percepções elaboradas por enfermeiros

Camargo, Raquel Mori Pires de [UNESP] 24 August 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:28:20Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-08-24Bitstream added on 2014-06-13T19:57:37Z : No. of bitstreams: 1 camargo_rmp_me_botfm.pdf: 510710 bytes, checksum: 338938b2dc2c2feff469bca850f24f40 (MD5) Ministério da Saúde Considerando que, além do sofrimento psíquico, as pessoas portadoras de transtorno mental também podem padecer de doenças físicas, e, portanto, podem ser atendidas em serviços não específicos, como o hospital geral, este trabalho teve como objetivo Identificar as percepções dos enfermeiros de um hospital geral acerca dos transtornos mentais ao lidarem com os pacientes psiquiátricos em seu cotidiano de trabalho. Trata-se de uma pesquisa com abordagem qualitativa, as narrativas foram analisadas embasadas na análise temática e o referencial teórico de Benedetto Saraceno e Emerson Elias Merhy, autores que abordam a reabilitação psicossocial e o processo de cuidar, respectivamente. Foram entrevistados dez enfermeiros e da análise dos discursos produzidos emergiram três temas: o preconceito, a carência de conhecimento na área de saúde mental e a deficiência no cuidado. A discussão dos temas demonstrou que o preconceito sobre os portadores de transtorno mentais ainda é presente na percepção dos enfermeiros, aparecendo de diversas maneiras, como mecanismos de defesa, formas de poder e atitudes de exclusão e discriminação. A carência de conhecimento foi evidenciada, tendo como fatores importantes a formação acadêmica e as condições pessoais internas dos sujeitos. Já a deficiência no cuidado apontou a prevalência do modelo biologicista, pautado na medicalização, que tem como consequência a dicotomia no cuidado. A partir destas reflexões, vê-se a importância de haver uma cultura institucional de valorização do cuidado e das pessoas, evidencia-se a necessidade de modificar conceitos antigos, como também, torna-se necessário a articulação da rede de atenção à saúde mental, da qual faz parte o hospital geral, como ferramenta fundamental para uma assistência completa à pessoa portadora de transtorno mental Considering that besides the psychological distress, people with mental disorders may also suffer from physical illnesses, and therefore, they can be treated in not specific services, such as the general hospital. This study aimed to identify the perceptions of nurses in a general hospital about mental disorders when dealing with psychiatric patients in their daily work. It is a qualitative approach and the narratives were analyzed based on thematic analysis and theoretical of Benedetto Saraceno and Emerson Elias Merhy, authors who address the psychosocial rehabilitation and care process, respectively. Ten nurses were interviewed and the analysis of their speeches came across three themes: prejudice, lack of knowledge on mental health and deficiencies in care. The discussion of the issues showed that prejudice on people with mental disorder is still present in the perception of nurses, appearing in several ways, such as mechanisms of defense, forms of power and attitudes of exclusion and discrimination. The lack of knowledge was evident having as important factors the academic and personal internal conditions of the participants of this study. The deficiency in care, however, showed the prevalence of biological model, ruled by medicalization, which causes the dichotomy in the care. From these reflections, we see the importance of having an institutional culture of appreciation of care and people, showing the need to change old concepts. The articulation of the network of mental health care, witch the general hospital is part of it, is also important, and works as a fundamental tool for expanded and complete assistance to people with mental disorders as well
7

O dispositivo intercessor como modo de produção do conhecimento : construção do saber na práxis de um Centro de Atenção Psicossocial de álcool e outras drogas

Galiego, Anuncia Heloisa Bortoletto. 2013 (has links)
Orientador: Abílio da Costa-Rosa Banca: Sueli Terezinha Ferreira Martins Banca: Silvio José Benelli Resumo: O presente trabalho é resultado de um processo de intercessão realizado em um Centro de Atenção Psicossocial que atende os sujeitos dos impasses decorrentes do uso de álcool e outras drogas (CAPSad II). Trabalhou-se com o Dispositivo Intercessor (DI), uma ferramenta para a práxis da Atenção e para a produção do conhecimento, que tem como seus pilares epistemológicos o Materialismo Histórico, a Análise Institucional, a Psicanálise do campo de Freud e Lacan e a Filosofia de Deleuze. Entre seus objetivos estão: a superação micropolítica da divisão social do trabalho no Modo Capitalista de Produção, entre os que sabem (identificados nos acadêmicos/pesquisadores) e os que fazem (identificados nos "técnicos", trabalhadores da Atenção), objetivando a recuperação da "práxis" e a produção do conhecimento fora do laço social Discurso Universitário (como proposto por Lacan). O objetivo do intercessor é dar vazão aos movimentos já em curso na instituição, ocupando as brechas do instituído para, a partir daí, possibilitar que construções singulares sejam feitas pelos sujeitos da práxis. Salienta-se que, na construção da reflexão acerca da experiência vivenciada, não se trabalha com a pretensão de produzir um saber que seja generalizante e "sirva para todos", objetiva-se ampliar as possibilidades de intercessão e instrumentalizar outros sujeitos/trabalhadores que queiram se posicionar como intercessores em suas práticas Abstract: This work is the result of a process of mediation conducted in a Psychosocial Care Center serving the subjects of impasses arising from the use of alcohol and other drugs (CAPSad II). Worked with the Intercessor Device (ID), a tool for the practice of Attention and the production of knowledge, which has as its pillars the epistemological Historical Materialism, Institutional Analysis, Psychoanalysis field Freud and Lacan and Philosophy Deleuze. Among its objectives are: overcoming micropolitics of the social division of labor in The Capitalist Mode of Production, between those who know (identified in academics / researchers) and those that do (identified in the "technical" Care workers), aiming at the recovery of practice and the production of knowledge outside of the social bond speech University (as proposed by Lacan). The goal of the intercessor is to give vent to movements already underway in the institution, occupying the gaps established to, from there, enabling unique buildings are made by the subjects of praxis. Stresses that, in the construction of reflection on lived experience, not working with the intention of producing knowledge that is generalizing and "fits all", the objective is to expand the possibilities of intercession and tool for other subjects / workers who want position themselves as intercessors in their practices Mestre
8

Suicídio no Brasil e os contextos geográficos : contribuições para política pública de saúde mental

Mota, Adeir Archanjo da. 2014 (has links)
Orientador: Raul Borges Guimarães Banca: Luisa Iniguez Rojas Banca: Eduardo Augusto Werneck Ribeiro Banca: Ligia Vizeu Barrozo Resumo: O objetivo desta pesquisa foi analisar os contextos geográficos de mortalidade por suicídio no Brasil e a capacidade de resposta dos serviços de saúde mental. No Brasil, em um período de quinze anos (1997 a 2011), foram registrados mais de cento e vinte mil suicídios; quantidade muito superior a outros tipos de mortalidades com maior evidência nas políticas públicas e na mídia. A abordagem metodológica foi predominantemente quantitativa, tanto pelas limitações da pesquisa na escala nacional quanto pela disponibilidade de dados oficiais e atualizados, como, por exemplo, os dados de morbimortalidade no DATASUS (Ministério da Saúde), e sócio-demográficos no IBGE. A construção de um banco de dados geográfico da saúde mental brasileira e o emprego de técnicas bioestatísticas foram fundamentais para etapa analítica e para elaboração dos mapas, dos gráficos e das tabelas. A revisão sistemática da literatura possibilitou a identificação dos fatores protetores e predisponentes ao suicídio, a análise comparativa e o desenvolvimento teórico-metodológico do trabalho. A interdisciplinaridade, a análise multiescalar e o emprego da estatística espacial viabilizaram a identificação de contextos geográficos com mal-estar/ bem-estar psicossociais.... Abstract: The aim of this study was to analyze the geographic contexts of suicide mortality in Brazil and the response level of mental health services. In Brazil, in a period of fifteen years (1997-2011), there were more than one hundred twenty thousand suicides, is much higher than other types of mortality in higher evidence in public policy and the media. The methodological approach was predominantly quantitative, both by the limitations of the research on the national scale as the availability of official and updated data, for example, morbimortality data of DATASUS (Ministry of Health), and socio-demographic from the IBGE. The construction of a database of georeferenced Brazilian mental health and the use of biostatistical techniques were essential for the analytical phase and preparation of maps, graphics and tables. A systematic literature review enabled the identification of protective and predisposing factors to suicide, comparative analysis and theoretical and methodological development of the study. Interdisciplinarity, the multiscale analysis and the use of geostatistics enabled the identification of geographic contexts with discomfort / psychosocial well-being... Doutor
9

Desvelando as compreensões dos usuários dos CAPS de Fortaleza sobre a atenção em saúde mental Unveiling the comprehension of CAPS users of Fortaleza on mental health care

Oliveira, Raimunda Félix de 2011 (has links)
OLIVEIRA, Raimunda Félix de. Desvelando as compreensões dos usuários dos CAPS de Fortaleza sobre a atenção em saúde mental. 2011. 99 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2011. Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2014-06-05T13:34:30Z No. of bitstreams: 1 2011_dis_rfoliveira.pdf: 724187 bytes, checksum: 4b8ec07c570f57f26760d72689550747 (MD5) Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2014-06-05T13:34:48Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dis_rfoliveira.pdf: 724187 bytes, checksum: 4b8ec07c570f57f26760d72689550747 (MD5) Made available in DSpace on 2014-06-05T13:34:48Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dis_rfoliveira.pdf: 724187 bytes, checksum: 4b8ec07c570f57f26760d72689550747 (MD5) Previous issue date: 2011 This dissertation analyzes the understandings of psychosocial care centers (CAPS) users on mental health care, in Fortaleza Ceará, Municipality Health System, between 2005 and 2010. It outlines the understandings of psychosocial care centers users on mental health care, their trajectories in the Municipality Health System of Fortaleza, as well as the relationship among several points of the system and networks of community support. This study is based on the qualitative approach, in which the analytical framework, are the points of view of Paul Ricoeur´s Hermeneutics, grounded by the four essays evidenced in the Theory of Interpretation: the language as a discourse, the speech and the writing, metaphor and symbol, the explanation and understanding. It is grounded also on the mental health field theorists especially those implicated on mental health reform movement. The contents after the interviews, in the form of narrative texts. Were applied as well the Dialectical Hermeneutic Circle technique from the pluralistic constructivist method or the fourth generation; Guba e Lincoln (1989) with 12 respondents who participated in that intertwined as the circularity of the procedure takes place. The thematic categories used were: pathways to the theme of mental health care; the broken times, conflicts offerings and subjective needs of receiving, approximations and distances, between the tutelage and autonomy, absence and belonging – Opened and community closed CAPS; between stigma and care humanization. The main findings: CAPS are seen as living space able to establish emotional and social networks; stigma, prejudice and tutelage are still present in the services the families and the community; asylum based practices persist in the substitutives services; humanization of care increases access and connection to services; the trajectory of users in the SUS is due to their social and health needs; There is a distance between the understanding of users on mental health care and mental health policy proposed by the city of Fortaleza. A presente dissertação analisa as compreensões dos usuários dos centros de atenção psicossocial – CAPS sobre atenção em saúde mental, no Sistema Municipal de Saúde de Fortaleza, Ceará, no período de 2005 a 2010. Delineia as compreensões dos usuários dos centros de atenção psicossocial sobre a atenção em saúde mental, as trajetórias no Sistema Municipal de Saúde de Fortaleza, assim como a articulação entre os vários pontos dos sistemas e das redes de apoio comunitária. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, que tem como referencial de análise os pontos de vista da Hermenêutica, de Paul Ricoeur, balizada por meio dos quatro ensaios evidenciados pela Teoria de Interpretação: a linguagem como discurso, a fala e a escrita, a metáfora e o símbolo, a explicação e a compreensão; os teóricos do campo da saúde mental, especialmente os implicados com o movimento da Reforma Psiquiátrica. Os conteúdos para constituição das unidades temáticas foram escolhidos após as entrevistas, em forma de textos narrativos. Aplicou-se, também, a técnica do Círculo Hermenêutico Dialético (CHD), do método pluralista construtivista ou de quarta geração, de Guba e Lincoln (1989), do que participaram 12 entrevistados que se entrelaçam à medida que transcorre a circularidade do procedimento. As categorias temáticas trabalhadas foram: percursos para temática da atenção em saúde mental; os tempos quebrados: conflitos entre as ofertas e as necessidades subjetivas de receber; aproximações e distanciamentos, entre a tutela e a autonomia; ausência e pertença – CAPS aberto e não comunitário; entre o estigma e a humanização do cuidado. Os principais achados: os CAPS são vistos como espaço de convivência capaz de estabelecer redes afetivas e sociais; estigmas, preconceitos e tutela estão presentes nos serviços, nas famílias e na comunidade; as práticas manicomiais persistem nos serviços substitutivos; a humanização do cuidado amplia o acesso e o vínculo com os serviços; a trajetória dos usuários no SUS ocorre devido às suas necessidades sociais e de saúde; ocorre um distanciamento entre a compreensão dos usuários sobre a atenção em saúde mental e política de saúde mental proposta pelo o município de Fortaleza.
10

Os significados atribuídos pelos profissionais desaúde mental aos atos violentos e agressivosmanifestados por pacientes de um dispositivo de atençãopsicossocial do estado do Rio de Janeiro Os significados atribuídos pelos profissionais de saúde mental aos atos violentos e agressivos manifestados por pacientes de um dispositivo de atenção psicossocial do estado do Rio de Janeiro

Ferreira, Paula Santos 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2016-04-04T12:31:22Z (GMT). No. of bitstreams: 2 141.pdf: 1111000 bytes, checksum: b503ad350a096917a906e5ca8293a390 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2015 Existe grande dificuldade entre profissionais de saúde mental em lidar com atos agressivos e violentos manifestados pelos pacientes. Isso pode ocorrer em função do escasso conhecimento sobre esse tema e suas possibilidades de manejo. A presente pesquisa objetivou investigar a percepção e a compreensão dos profissionais de saúde mental sobre os conceitos de violência e agressividade e a forma com tais profissionais lidam com atos violentos e agressivos quando são apresentados por pacientes de um CAPS II do Estado do Rio de Janeiro. A metodologia usada neste foi do tipo qualitativa descritivo-analítica e sua abordagem foi o estudo de caso de uma instituição de saúde mental no Estado do Rio de Janeiro. Foram analisados 10 prontuários de pacientes que ingressaram no serviço em 2013 para identificar a ocorrência dos termos violência e agressividade e, se apareciam de forma distinta ou equivalente. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas em profundidade com profissionais que atuam no CAPS, abordando tópicos norteadores previamente construídos. O estudo dos prontuários revelou um não dito sobre acontecimentos que envolvem violência. A análise das entrevistas sugeriu que os profissionais puderam interpretar situações de agressividade e violência respeitando a singularidade dos sujeitos e tomando os atos como mensagem que lhes são endereçadas com fins construtivos, tal qual propõe a teoria psicanalítica sobre agressividade. Espera-se que os resultados da presente pesquisa possam contribuir para as intervenções em saúde mental quando estas envolvem agressividade e violência por parte pacientes. There is a substantial difficulty among mental health professionals to deal withaggressive and violent acts expressed by their patients. This difficulty can be explained by lack of knowledge on the subject and its management possibilities. This research aimed to investigate theperception and understanding of mental health professionals over the concepts of violence andaggression as well as how such professionals deal with violent and aggressive attitudes when they a represented by patients of Social and Psychological Care Center, Centro de Atenção Psicossocial II (CAPS II) of Rio de Janeiro state. The chosen methodology was the qualitative descriptive-analytical pattern and the approach was the study case of a CAPS II from Rio de Janeiro state. Ten madical records of patients who entered the service in 2013 were analyzed in order to identify theoccurrence of the specific expressions violence and aggressiveness, and if these words appeared in different or equivalent meanings. Also, semi- structured interviews were conducted in depth envolving professionals who work in CAPSII. Guiding topics previously builtwere used. The analysis of the records revealed unspoken events related to violence. The analysis ofthe interviews underpinned the theory that the professionals could interpret situations of aggressionand violence regarding the uniqueness of the subject and assimilating such acts as messages addressed to them with constructive purposes, as suggested by the psychoanalytic theoryof aggression. It is expected that the results of this research could contribute to mental health interventions when related to patient´s aggression and violence. (AU)^ien

Page generated in 0.3948 seconds