• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 10622
  • 140
  • 137
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 11131
  • 2787
  • 1402
  • 1397
  • 1384
  • 1340
  • 1278
  • 1248
  • 1217
  • 990
  • 927
  • 916
  • 817
  • 806
  • 790
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A avaliação da aprendizagem : o formal e o informal

Guedes-Pinto, Ana Lúcia, 1969- 1994 (has links)
Orientador: Luiz Carlos de Freitas Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Made available in DSpace on 2018-07-19T21:49:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Guedes-Pinto_AnaLucia_M.pdf: 8750952 bytes, checksum: bbc24244f2f3be715d94451133887103 (MD5) Previous issue date: 1994 Resumo: Este estudo analisa a prática da avaliação através de um estudo de caso realizado em uma escola da rede de ensino pública de Campinas no transcorrer do ano escolar de 1993. Para isto, foi observada semanalmente uma classe de Ia. série do 10. grau. Primeiramente foi utilizado como recurso apenas o registro cursivo. A partir do segundo semestre as observações manuscritas foram intercaladas por gravações feitas com câmera filmadora. Também foram realizadas entrevistas no decorrer do ano letivo. A prática da avaliação foi vista como um possível fator de contribuição ao fenômeno do fracasso escolar, pois é a partir da avaliação final de cada bimestre letivo, encaminhada pelo professor, que o aluno é aprovado ou não ao final do ano. -Considerou-se que esta prática pedagógica está articulada ao modo de organização sócio-econômico da sociedade em que está inserida. Levantou-se a hipótese da avaliação ser realizada, aparentemente, de maneira apenas formal, seguindo as regulamentações de cada programa escolar estabelecido para cada escola, mas, simultaneamente a essa formalidade, ser também realizada uma avaliação informal, via imagens, expectativas e modelos que os professores criam de seus alunos. Esta última condicionando a primeira. Concluiu-se que a prática de avaliação realiza-se formal e informalmente, sendo que o professor, em alguns momentos, até percebe essa duplicidade, mas não chega a problematizá-Ia. A informalidade concretizava-se por vários meios: interferências da direção da escola no trabalho pedagógico do professor, poder da hierarquia dentro do grupo de professores, crenças sobre alunos-padrão divulgadas entre professores, imagens e expectativas do professor com relação ao comportamento esperado de seus alunos. Notou-se que os alunos que não se "encaixavam" no quadro de referência do professor foram rotulados e estigmatizados no decorrer do ano e, por mais que apresentassem melhoras em seu desempenho escolar, não conseguiam sair do rótulo que lhes fora dado. Com este trabalho, conseguiu-se acompanhar o processo de construção desses rótulos em relação a alguns alunos durante o período letivo. Rótulos esses, elaborados paulatinamente pelo professor, que iam sendo confirmados pela realidade do cotidiano escolar. Percebeu-se que a avaliação foi uma prática que selecionava os alunos através de seu desempenho escolar apresentado em aula, estando nela embutida a avaliação de seus comportamentos. Os alunos que se adequassem ao esperado, em termos de correspondência de atitudes almejadas pelo professor e apresentassem um desempenho satisfatório na aprendizagem, seriam aprovados e os que apresentassem um desempenho também satisfatório, mas que não correspondessem ao modelo esperado por ele, seríam rotulados e estigmatizados, sendo retidos ao final do ano. Pareceu existir uma parceria da escola e da prática da avaliação com a organização do trabalho em nossa sociedade quando notou-se que os alunos que se "rendiam" ao modelo de aluno esperado pelo professor, modelo este que se caracterizava pela conformidade e obediência às determinações do mesmo, conseguiam o êxito escolar, e os que não se mostravam obedientes e passivos foram "punidos" com a reprovação Mestrado Metodologia do Ensino Mestre em Educação
2

Explorando a pratica da avaliação em uma 5. serie do 1. grau

Sobierajski, Maria Stela 1992 (has links)
Orientador : Luiz Carlos Freitas Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Made available in DSpace on 2018-07-16T00:22:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Sobierajski_MariaStela_M.pdf: 8272644 bytes, checksum: 577cea31b7b531ab01f11f0be3e827da (MD5) Previous issue date: 1992 Resumo: Este trabalho apresenta uma pesquisa realizada em uma 5º série do 1º grau da escola pública. O objetivo foi descrever o processo da avaliação da aprendizagem no interior da sala de aula e analisá-Io. Para tanto. estivemos durante um ano letivo na sala de aula. observando diariamente a prática avaliativa dos professores. Além das observações fizemos entrevistas com professores, alunos e com a direQão da escola. Compreendemos a avaliação como uma das categorias do processo ensino-aprendizagem e a analisamos, no bojo da prática pedagógica dos professores, a partir da metodologia adotada e dos objetivos de cada professor. Interpretamos a prática avaliativa através de um enfoque sociológico, conforme Ludke(1987) e Broadfoot(1979) nos mostram em seus trabalhos. Tais autoras explicitam relações entre a avaliação e a sociedade, e mostram que o processo de avaliação é permeado pelos valores que aquela sociedade impõe e adota. Para alcançarmos nosso objetivo, respondemos a três questões. A primeira: "como a avaliação acontece no fluxo do desenvolvimento da atividade educacional, proposto pelos professores em sala de aula?; a segunda questão: "que relações mantém a avaliação que ocorre na sala de aula com a instituição como um todo?"; e a última questão: "como os professores e alunos entendem a avaliaçao e que lugar ocupam nesse processo?". A avaliaçao, nessa escola, cumpria uma funçao seletiva e modeladora de comportamentos. Fica evidente que o processo avaliativo é um poderoso instrumento de controle de "qualidade" em qualquer instituição capitalista, influenciado pela "expectativa subjetiva" e pela "imagem" que o professor tem de seus alunos Mestrado Administração e Supervisão Educacional Mestre em Educação
3

Avaliação patrimonial de imóveis para habitação

Couto, Paula Margarida Carvalho Marques 2007 (has links)
Tese elaborada no LNEC no âmbito do protocolo entre a FEUP e o LNEC Tese de doutoramento. Engenharia Civil. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto, Laboratório Nacional de Engenharia Civil. 2007
4

O efeito da magnitude e da natureza de consequências individuais e culturais sobre metacontingências

Baia, Fábio Henrique 26 July 2013 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Comportamento, 2013. Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2014-01-07T10:01:09Z No. of bitstreams: 1 2013_FabioHenriqueBaia.pdf: 1545339 bytes, checksum: 480675cc108d995bc37d980e198c4c7f (MD5) Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2014-02-03T10:42:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_FabioHenriqueBaia.pdf: 1545339 bytes, checksum: 480675cc108d995bc37d980e198c4c7f (MD5) Made available in DSpace on 2014-02-03T10:42:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_FabioHenriqueBaia.pdf: 1545339 bytes, checksum: 480675cc108d995bc37d980e198c4c7f (MD5) Este trabalho objetivou investigar variáveis determinantes da seleção de metacontingências. No Experimento 1 manipulou-se as diferenças de magnitude entre consequências individuais e consequências culturais. Dois grupos foram utilizados, o Grupo Culturante recebeu maiores magnitudes para consequências culturais. Já o Grupo Operante recebeu maiores magnitudes para consequências individuais. Os resultados sugerem a possibilidade de que as diferentes magnitudes produzem padrões aquisição de operantes e culturantes. Porém não se observa qualquer diferença entre os desempenhos dos Grupos sob Extinção. O Experimento 2 teve como objetivo investigar se a utilização de consequências individuais e culturais de diferentes naturezas e qualidade produziriam algum efeito na seleção de operantes e culturantes. Foram formados dois grupos, o Grupo Bens para si trocava pontos e bônus por fotocópias, o que configurou “bens para sí”. O Grupo Bem para outros recebeu fotocópias como consequências individuais (bem para si) e materiais escolares doáveis (bem para outro), como consequências culturais,. Os resultados indicam que apenas a manutenção é afetada por essa manipulação. O Grupo Bem para outros apresentou maior sensibilidade a extinção operante-cultural. Conclui-se que as variáveis investigadas podem ser importantes para compreensão na seleção de culturantes e sugere-se novos estudos. Além disso, são discutidos cuidados metodológicos e problemas enfrentados na área de investigação de metacontingências. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT This study aimed to investigate the variables determining metacontingencies selection. In Experiment 1 it was manipulated the magnitude differences between reinforcing consequences versus cultural consequences. Two groups were used; the Metacontingency Group received larger magnitudes for cultural consequences. The Operant Group received larger magnitudes for reinforcements. The results indicate that different magnitudes produce different acquisition speed in the investigated units, but do not affect the maintenance of these units. Experiment 2 aimed to investigate whether the use of cultural consequences of different natures produce any effect on the metacontingencies selection. Two groups were formed; the Goods for onself exchanged points and bonuses for photocopies, which set up "goods for oneself". The Group Goods for Others received photocopies as reinforcements, and school supplies to donate, which set up "good for others" as cultural consequences. The results indicate that only maintenance is affected by this manipulation. The Group Goods for others showed greater sensitivity to cultural-operative extinction. We conclude that the investigated variables are important for understanding metacontingencies selecting and suggest further studies.
5

Barreiras à inovação educacional : as dificuldades em utilizar a auto-avaliação como expressão de inovação

Fonseca, Edilberto Moura da 2007 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2007. Submitted by wesley oliveira leite (leite.wesley@yahoo.com.br) on 2009-12-10T19:00:47Z No. of bitstreams: 1 2007_EdilbertoMouradaFonseca.pdf: 429993 bytes, checksum: 7fd180583abda5042c2215b6fe17f950 (MD5) Approved for entry into archive by Lucila Saraiva(lucilasaraiva1@gmail.com) on 2010-01-13T22:28:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2007_EdilbertoMouradaFonseca.pdf: 429993 bytes, checksum: 7fd180583abda5042c2215b6fe17f950 (MD5) Made available in DSpace on 2010-01-13T22:28:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2007_EdilbertoMouradaFonseca.pdf: 429993 bytes, checksum: 7fd180583abda5042c2215b6fe17f950 (MD5) Previous issue date: 2007 Devido à relevante importância que a inovação alcança no mundo atual e principalmente para a educação, essa pesquisa tem por objetivo compreender as barreiras à inovação educacional a partir, especificamente, da análise das dificuldades que impedem os professores de utilizarem a auto-avaliação pelo aluno como elemento inovador. Na parte empírica da pesquisa, optamos pela Epistemologia Qualitativa de Fernando González Rey, que oferece, por meio de seus princípios, elementos fundamentais para viabilizar o estudo dos fenômenos humanos complexos. Foi realizado um estudo de caso em uma escola privada de ensino médio do DF. Participaram da pesquisa seis professores com ampla experiência docente, o diretor pedagógico da instituição na época e um grupo de alunos. Foram utilizados instrumentos abertos e semi-abertos, tais como a técnica de exploração múltipla, entrevistas, questionário, análise documental e grupo focal. Como resultado do estudo, foram encontradas na instituição pesquisada algumas barreiras à inovação. Barreiras institucionais: representadas pela falta de mobilização da escola no sentido de promover as condições tecnológicas, reduzido número de encontros pedagógicos com vistas ao esclarecimento e orientação dos docentes e ausência de um trabalho consistente de coordenação pedagógica para dar suporte às práticas docentes inovadoras, além das dificuldades financeiras enfrentadas pela instituição. Barreiras individuais ou atitudinais: materializadas na insegurança docente diante do novo; na sobrecarga de trabalho, tornando o tempo um fator que restringe as possibilidades de inovar; na persistente desconfiança dos professores em relação à realização, pelos alunos, de uma auto-avaliação criteriosa; nas dificuldades relacionadas à descentralização do processo avaliativo que simboliza poder no inconsciente coletivo docente e nas resistências dos alunos à inovação. Barreiras no sistema educacional: representadas pelas grades curriculares que não permitem muita mobilidade na prática docente e pelas exigências dos processos seletivos das universidades que determinam os conteúdos a serem trabalhados, impondo prazos que dificultam ações inovadoras, pois estas costumam demandar um tempo maior que as aulas expositivas e práticas avaliativas tradicionais. Esse estudo permitiu também propor algumas sugestões para o aprimoramento do trabalho da instituição. _________________________________________________________________________________________ ABSTRACT Due to the major relevance that innovative processes have in the world nowadays and mainly in the educational field, the main goal of the present research paper is to understand the barriers to educational innovation, through the analysis of the difficulties faced by teachers that prevent them from using self-evaluation as an innovating element. On the empirical side of the research, we have opted for the Gonzalez Reys’ Qualitative Epistemology principles, as a means of making the study of complex human phenomena possible. A study case was carried out in a private high school in Brasília. Six very experienced teachers, the Academic Director at the time, and a group of nine students took part in the study. A varied array of open and semi-open instruments was used during the analysis, such as multiple exploration techniques, interviews, questionnaire, document analysis and focus groups. The result of the analysis showed that the barriers to innovation were: Institutional Barriers: those were represented by the school lack of coordinated efforts with views to promoting the necessary technological environment, the academic meetings in order to coach teachers and clarify possible difficult aspects, and the academic coordination to give support and back up innovative teaching procedures and processes, as well as financial constraints. Individual or Attitudinal Barriers: those were reflected on the teachers’ insecurity towards the new, on excessive workloads, which makes time management a relevant aspect to take into consideration when talking about the possibilities to innovate; the persistent teachers suspicion in relation to students carrying out and being responsible for their own assessment, which symbolizes loss of power in the collective subconscious of teachers. Apart from all that, there is some resistance within the body of students. The Educational System Barriers: The content that has to be delivered does not allow for flexibility in the teaching practice, and the university entrance selection processes impose what is to be taught, which limits the time slotted for innovative actions, since they frequently require more time if compared to more traditional assessment methods and teaching routines. This research paper has also contributed with some suggestions for the betterment of the work at the mentioned high school.
6

ENADE 2006 : determinantes do desempenho dos cursos de ciências contábeis

Souza, Emerson Santana de 7 November 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2008. Submitted by Natália Cristina Ramos dos Santos (nataliaguilera3@hotmail.com) on 2009-09-22T12:30:04Z No. of bitstreams: 1 2008_EmersonSantanaSouza.pdf: 670267 bytes, checksum: c10a3ed5cbea28e783e38d8b03d6db0d (MD5) Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2010-03-10T13:27:45Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_EmersonSantanaSouza.pdf: 670267 bytes, checksum: c10a3ed5cbea28e783e38d8b03d6db0d (MD5) Made available in DSpace on 2010-03-10T13:27:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_EmersonSantanaSouza.pdf: 670267 bytes, checksum: c10a3ed5cbea28e783e38d8b03d6db0d (MD5) Previous issue date: 2008-11-07 Dos 772 cursos de Ciências contábeis avaliados pelo ENADE/2006, apenas seis obtiveram conceito máximo. A questão central desta investigação é a identificação de algumas variáveis determinantes do desempenho dos cursos de Ciências Contábeis no citado exame. Utilizou-se a metodologia empírico-analítica, tendo como instrumento a análise de regressão multivariada com o objetivo de identificar a relação entre o desempenho dos alunos e sua situação socioeconômica. Para tanto, utilizou-se dos conceitos dos cursos, bem como das informações socioeconômicas obtidas junto ao banco de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep). Os resultados indicaram que o nível de formação do aluno anterior ao seu ingresso em uma instituição de ensino superior é a variável de maior influência no desempenho dos cursos. Em seguida, em ordem decrescente, surgem a escolaridade do pai, o esforço pessoal no curso e a renda familiar como as variáveis mais influentes do modelo econométrico desenvolvido. Por outro lado, mostrou-se pouco significativa a variável que capta em que tipo de instituição o discente cursou o ensino médio. Sobre a questão de o aluno trabalhar ou não, também não se verificou correlação significativa. A escolaridade da mãe mostrou-se negativamente correlacionada com o desempenho do curso, porém, se tomada em conjunto com a escolaridade do pai, verifica-se que a escolaridade dos pais possuem influência positiva na predição do desempenho dos cursos de ciências contábeis no Enade. _________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT Only six out of 772 Accounting Undergraduate Courses got the maximum score perfomance in the ENADE/2006. The central issue of this research is to identify some variables that could explain Accounting Undergraduate Courses performance in that exam. It was used multiple regression to grasp the association between students performance with some of their socio-economic conditions. For such, databases with courses score as well as socio-economic information of each student, both obtained at INEP – Anísio Teixeira National Institute of Studies and Researches had been accessed. The findings show that student educational background prior to his or her entrance in a Superior Teaching Institute accounts is the most influential variable for explaining student and, therefore, accounting course performance. The next variable in terms of statistics significance explanation power is student’s father formal education level, and following it, in decreasing order, comes student own effort during the course, and household income. On the other hand, it was not found significance for the variable that indicates the capital origin of student high school educational institution, whether it is public or private. The same occurs with the fact of the student being engaged or not in a work in parallel to his or her undergraduate course. This variable is shown not statistically significative. Surprisingly, student’s mother educational level is shown negatively correlated with course performance, but when such variable is taken together with father education level, there is a net direct positive effect in course performance for ENADE/2006 purpose.
7

Efeitos de instruções na aquisição de supertição sensorial em humanos

Matos-Costa, Maíra dos Santos Gomes de 2011 (has links)
Dissertação (Mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Comportamento, 2011. Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2011-10-28T15:26:13Z No. of bitstreams: 1 2011_MairaSantosGomesMatosCosta.pdf: 237868 bytes, checksum: e3e89937829d3a04d9689ad421dcaff6 (MD5) Approved for entry into archive by Elzi Bittencourt(elzi@bce.unb.br) on 2011-11-05T18:03:26Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_MairaSantosGomesMatosCosta.pdf: 237868 bytes, checksum: e3e89937829d3a04d9689ad421dcaff6 (MD5) Made available in DSpace on 2011-11-05T18:03:26Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_MairaSantosGomesMatosCosta.pdf: 237868 bytes, checksum: e3e89937829d3a04d9689ad421dcaff6 (MD5) O conceito de comportamento “supersticioso” vem sendo tema recorrente em pesquisas da Análise do Comportamento. A Superstição Sensorial se caracteriza por um controle de estímulos em situações em que não há reforço diferencial com base nos estímulos antecedentes, porém, ainda assim, esses estímulos podem assumir controle diferencial sobre as respostas. O presente trabalho procurou avaliar o efeito de instruções na aquisição de Superstição Sensorial em humanos. Oito crianças participaram de uma atividade de computador em que dois estímulos eram apresentados em esquemas de reforçamento idênticos. Instruções antes das sessões eram mínimas ou incorretas. Instruções incorretas sugeriam a existência de uma relação entre estímulos e respostas. Metade dos participantes apresentou comportamentos “supersticiosos”, principalmente os que iniciaram o procedimento com a instrução incorreta. Os resultados sugerem que a instrução pode ser uma variável crítica na aquisição de Superstição Sensorial em humanos. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT The concept of "superstitious" behavior has been a recurring theme in research of Behavior Analysis. The Sensory Superstition is characterized by a stimulus control in situations where there is no differential reinforcement on the basis of antecedent stimuli. However, these stimuli can still take control over responses. This study sought to evaluate the effect of instructions on the acquisition of Sensory Superstition in humans. Eight children participated in a computer activity in which two stimuli were presented in identical schedules of reinforcement. Instructions before the sessions were minimal or incorrect. Incorrect instruction suggests the existence of a relationship between stimuli and responses. Half of the participants showed "superstitious" behaviors (especially those who started the procedure with the incorrect instruction).The results suggests that instruction might be a controlling variable of Sensory Superstition in humans.
8

Homogeneidade geométrica entre levantamentos fotogrametricos externos e internos em edificações

Gardiol, Mario Ruben 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Made available in DSpace on 2012-10-17T11:22:47Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T16:02:42Z : No. of bitstreams: 1 173587.pdf: 50846028 bytes, checksum: a8fb3c3605f7e68d56e4d4de90d9060d (MD5) Nesta pesquisa desenvolveu-se um procedimento fotogramétrico para o registro e o relacionamento entre as partes externa e interna de um edifício. Foram estabelecidas as precauções que devem ser consideradas no levantamento com o fim de conseguir uma homogeneidade em precisão entre o levantamento interno e externo do edifício. Os passos seguidos no referido levantamento fotogramétrico foram: levantamento topográfico interno e externo, levantamento fotográfico, processamento dos dados, restituição e análise do procedimento empregado bem como da precisão encontrada na conexão da parte externa e interna do edificio. Para o procedimento foram aplicados os conhecimentos topográficos tradicionais, dando ênfase ao procedimento do levantamento da informação, além dos equipamentos topogrdficos (estaqao total e nivel), fotográficos (câmara digital de baixa resolução) e de computação (softwares de baixo custo) que podem ser considerados acessíveis a todos os profissionais interessados nas aplicações fotogramétricas.
9

Os parâmetros de avaliação do sinaes na percepção dos estudantes do curso de graduação em administração

Guimarães, Ana Paula 2015 (has links)
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária, Florianópolis, 2015 Made available in DSpace on 2015-06-02T04:07:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 333750.pdf: 1051529 bytes, checksum: 30001b0ed7e9bbef913d58019aa0ac41 (MD5) Previous issue date: 2015 A garantia da qualidade dos cursos de graduação é feita no Brasil a partir de regulação por parte do Estado que deve (1) autorizar seu funcionamento, (2) reconhecê-los oficialmente e (3) renovar seu reconhecimento. Tais processos são definidos no âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES). A dinamicidade do campo da educação superior se reflete em mudanças nos dispositivos da avaliação, que precisam aprofundar o diálogo com todas as partes envolvidas no processo. Assim, se os formulários de avaliação externa do SINAES trazem critérios de verificação da qualidade dos cursos, as instituições de ensino também não podem se furtar a essa verificação. Ao fazê-lo, precisam estar cientes das transformações nos modelos de ensino e de elementos de qualidade. Esta pesquisa tem por objetivo geral analisar a percepção dos estudantes do curso graduação de Administração com relação aos referenciais de qualidade para a educação superior de acordo com SINAES. Foram aplicadosquestionários aos estudantes de duas instituições de Apucarana sendo tratados qualitativamente, com o auxílio de instrumentos estatísticos. O instrumento foi dividido nas dimensões corpo docente, organização didático-pedagógica e insfraestrutrura, tal qual está previsto no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES).Os resultados apurados demonstram que, na percepção dos alunos, o Curso de Graduação de Administração das instituições estudadas atende ao disposto nas diretrizes dos Referenciais de Qualidade para a Educação Superior, no tocante aos aspectos didático-pedagógicos, quanto ao corpo docente e infraestrutura.
Abstract: This doctoral thesis has been carried out from a twofold overriding perspective: Translation Studies and Theatre Studies, which, combined, provide a framework for a working model of theatre translation, focusing on the dramaturgical agency of the translator. In this thesis, the translator is seen as a dramaturg who translates into the complex system of the receiving theatre equipped with awareness of both the local and the foreign theatrical practices, and with the ability to adapt her/his translation according to the contingencies of the receiving theatre group and receiving audience. A careful examination of theatre translation theory culminates in the need to bring theoretical reflection to the actual theatre practice, where practice, in turn, informs theory. The praxis that informs and sheds light upon epistemological questions derived from the act of translation takes the form of a case study that consists of my dramaturgical translation of contemporary Irish playwright Marina Carr's By the Bog of Cats' (1998). This dramaturgical translation, as opposed to literary drama translation, takes place in three main stages, which can be spelt out, chronologically, as: (i) the individual stage, in which the dramaturgical translator works on the first drafts; (ii) the collaborative stage, in which the dramaturgical translator works with a theatre group and provides the necessary information on specific cultural aspects of the play; and (iii) the reflective and observational stage.
10

As praticas avaliativas e a organização do trabalho pedagogico

Villas Boas, Benigna Maria de Freitas 1993 (has links)
Orientador : Luiz Carlos de Freitas Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação Made available in DSpace on 2018-07-18T13:46:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 VillasBoas_BenignaMariadeFreitas_D.pdf: 14685148 bytes, checksum: 11a947b4c6ab38ae6fa0efc798696ead (MD5) Previous issue date: 1993 Resumo: As articulações entre as práticas de avaliação e a organização do trabalho pedagógico foram analisadas a partir de revisão de literatura e de pesquisa etnográfica realizada durante todo um ano letivo em turmas de 1º a 4º séries do ensino de 1º grau, em uma escola pública do Distrito Federal. A divisão entre trabalho manual e intelectual, A fragmentação/desqualificação e o controle hierárquico, características básicas da organização capitalista do processo de trabalho, foram adotadas como categorias de análise dessas articulações, destacando-se, preliminarmente, as implicações da relação educação-sociedade para a avaliação escolar, por se considerar que esta se realiza segundo valores impostos pela sociedade. A investigação realizada permitiu concluir que, independentemente do trabalho pedagógico poder ou nao ser considerado "capitalista" em sua essência, as três características citadas estão presentes na organização do trabalho pedagógico da escola e da sala de aula; que as práticas avaliativas, nas suas modalidades formal e informal, são fortemente influenciadas pela organização capitalista do processo de trabalho, contribuindo para a formação dos alunos para a ordem capitalista; que o controle hierárquico foi a categoria mais enfatizada nas práticas avaliativas da escola estudada; e que a série escolar parece ser uma variável importante para a compreensao da avaliação. A avaliação revelou-se um potente instrumento de sustentação da "versão escolar" da organização capitalista do trabalho no interior da escola e da sala de aula. Os resultados apontam para a existência de interação das práticas avaliativas com a organização do trabalho pedagógico na escola e na sala de aula, indicando que a avaliação afeta e é afetada pela organização do trabalho pedagógico. Abstract: The relationships between evaluation practices and pedagogic work organization were analysed through literature review and anetnographic research conducted during a whole academic year in elementary school classes from first to fourth grades, in a public school in the Federal District, Brazil. The division between manual and intelectual work, the fragmentation/deskilling and the hierarchical control, which are the basic characteristics of the capitalist organization of the working process, were adópted as analysis categories. The implications of the education-society relationship to school evaluation were stressed because it is considered that school evaluation is accomplished according to values imposed by society. The research found that: 1 - wether or not the pedagogic work is considered capitalist in its essence, the three characteristics mentioned are present in the pedagogic work organization in the school and in the classroom; 2 - both the formal and informal evaluation practices are strongly influenced by the capitalist organization of the working process, contributing to the students' preparation for the capitalist order; 3 - the hierarchical control was the most emphasized category in the examined evaluation practices; 4 - the school grade leveI seems to be an important variable to understand evaluation. The evaluation revealed itself to be a powerful supporting instrument to the "school version" of the capitalist work organization, inside the school and the classroom. The results show the existence of an interaction between evaluation practices and the organization of pedagogic work in the school and in the classroom. They indicate that evaluation affects and is affected by the pedagogic work organization. Doutorado Metodologia de Ensino Doutor em Educação

Page generated in 0.0633 seconds