Return to search

Relação entre a expressão de miRNAs em células mononucleares de sangue periférico e carga parasitária na leishmaniose visceral canina. /

Orientador: Valéria Marçal Felix de Lima / Banca: Flávia Lombardi Lopes / Banca: Alexandra Ivo Medeiros / Resumo: A Leishmaniose Visceral (LV) no homem é uma doença crônica e frequentemente fatal se não tratada. A doença possui alta taxa de mortalidade e a região de Araçatuba concentra grande número de casos no estado de São Paulo. A Leishmaniose Visceral Canina (LVC) constitui um grave problema de Saúde Pública, pois os animais infectados são potentes transmissores do parasita para humanos pelo vetor flebotomínio. O cão é, portanto, um alvo importante nas medidas de controle. A progressão da infecção canina é acompanhada por falha na imunidade celular com redução de linfócitos circulantes e citocinas que suprimem a função dos macrófagos. A função da célula T na indução da resposta celular é determinante para a eliminação do parasita no interior dos macrófagos. Embora a supressão imunológica já esteja caracterizada, os fatores determinantes são pouco conhecidos. Recentes estudos mostraram que a regulação da função efetora dos macrófagos e células T parece depender de microRNAs (miRNAs). Existem muitas evidências da função dos miRNAs na regulação da expressão de proteínas que são fundamentais para o desenvolvimento, função e diferenciação de vários tipos celulares do sistema imunológico. Uma desregulação da atividade dos miRNAs está envolvida em diversas doenças, incluindo a LV. Na LVC, devido a supressão imunológica celular ser determinante para a progressão da doença, o conhecimento de miRNAs associados a regulação imunológica pode ser importante para a mudança do padrão de resposta. / Abstract: Visceral Leishmaniasis (VL) in humans is a chronic and often fatal disease if left untreated. The disease has high mortality rate, and the region of Araçatuba concentrates a large number of cases in São Paulo state. Canine VL (CVL) is a serious public health problem, because infected animals are potent transmitters of the parasite to humans by the vector phlebotomine. Therefore, dogs are important targets in the control measures. The progression of canine infection is accompanied by a failure of cellular immunity with reducing of circulating lymphocytes and cytokines that suppress the macrophage function. The role of T cells in the induction of cellular response is crucial to the elimination of the parasite in macrophages. Although immunosuppression is already characterized, the determining factors are not well known. In the last decade studies have shown that regulation of effector function of macrophages and T cells appears to depend on microRNAs (miRNAs). There are many evidences of function of miRNA in regulating of the expression of proteins that are primordial for the development, function and differentiation of various cell types of the immune system. A deregulation of miRNA expression is involved in a variety of disorders including VL. In CVL, due to cell immune suppression be determinant of disease progression, knowledge of miRNAs associated with immune regulation may be important for change the response pattern. / Mestre

Identiferoai:union.ndltd.org:UNESP/oai:www.athena.biblioteca.unesp.br:UEP01-000895732
Date January 2017
CreatorsBragato, Jaqueline Poleto
ContributorsUniversidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina Veterinária.
PublisherAraçatuba,
Source SetsSao Paulo State University, Sao Paulo - Brazil.
LanguagePortuguese
Detected LanguagePortuguese
Typetext
Format63 f.
RelationSistema requerido: Adobe Acrobat Reader

Page generated in 0.0013 seconds