• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 311
  • 32
  • 16
  • 8
  • 3
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 375
  • 59
  • 42
  • 33
  • 30
  • 28
  • 23
  • 23
  • 23
  • 22
  • 22
  • 22
  • 22
  • 22
  • 20
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
11

Uso do habitat pelo boto-cinza (Sotalia guianensis) no entorno de unidades de conservação no complexo estuarino de Paranaguá, Paraná, sul do Brasil

Moura, Stephane Polyane Gomes de January 2017 (has links)
Orientadora : Dra. Camila Domit / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 25/05/2017 / Inclui referências : f. 49-57 / Resumo: Este trabalho avaliou aspectos do uso do espaço por animais residentes e transientes, e determinou os fatores intrínsecos (comportamentais) e extrínsecos (ambientais) que influenciaram a distribuição espacial e dinâmica de uso do espaço de botos-cinza, Sotalia guianensis, no entorno de Unidades de Conservação no litoral do Paraná. Dados foram coletados entre 2013-2015, usando amostragens em ponto-fixo e embarcada, onde foram registrados 351 grupos de S. guianensis, com ~50% dos grupos com infantes. Foram identificados 107 indivíduos através de marcas naturais. Entre os identificados durante as amostragens embarcadas (n=105), 7% foram residentes, 4% parcialmente-residentes, 3% pouco-residentes e 86% não-residentes. O comportamento mais frequente foi de alimentação (Setor 1: 90% / Setor 2: 76%), e os grupos variaram de 1 a 23 indivíduos com média de 3,4 (SD±2,7) no Setor 1 e 3,6 (SD±2,0) no Setor 2 indivíduos/grupo. O uso do habitat pelos botos foi regulado por parâmetros físicos (heterogeneidade de fundo, profundidade, pluviosidade), biológicos (recursos alimentares) e sociais (presença de infantes). Houveram diferenças no uso do espaço por animais residentes e transientes. Estes resultados sugerem que animais residentes tem maior dependência com áreas específicas de alimentação e para cuidado de infantes, por isso apresentam pequenas áreas de uso. Por outro lado, animais transientes possuem uso do espaço oportunista, sendo diretamente influenciados pelo alimento. As informações obtidas contribuem com o conhecimento ecológico da espécie e podem subsidiar tomadas de decisão para ordenamento de atividades antrópicas, visando a conservação dos cetáceos e seu ambiente Palavras-chave: Cetáceos, Cetáceos - distribuição espacial, Cetáceos - comportamento, Cetáceos - conservação, Cetáceos - padrão de residência, Complexo estuarino - Paranaguá, Baía de (PR). / Abstract: We examined the spatial use of resident and transient dolphins, and determined the intrinsic (behavioral) and extrinsic (environmental) factors that influenced the distribution and spatial use dynamics of Guiana dolphin, Sotalia guianensis, at a World Heritage Site in southern Brazil. From 2013 to 2015, data were collected through land- and boat-based surveys, during which 351 groups of S. guianensis were found, about half of groups had calves. 107 individuals were identified through natural marks. Out of the dolphins identified during boat surveys (n = 105), 7% were residents, 4% partially-residents, 3% few-residents and 8.6% transients. Foraging was the most frequent behavior (Sector 1: 90%; Sector 2: 76%), and the group size ranged from 1 to 23 individuals with a mean of 3.4 (SD ± 2.7) individuals/group in Sector 1 and 3.6 (SD ± 2.0) individuals/group in Sector 2. S. guianensis' habitat use was driven by physical (slope, depth, rainfall), biological (food resources) and social parameters (presence of calves). Differences in the spatial use of resident and transient dolphins were observed. The small home ranges of resident dolphins suggest that they are more dependent on specific areas for foraging and parental care. On the other hand, transient dolphins use the space in an opportunistic way, being directly influenced by food resources. Our findings contribute to the ecological knowledge of this species and can inform decision making aimed at the management of anthropic activities, consequently improving conservation of cetaceans and their environment. Key words: Cetaceans, Cetaceans - spatial distribution, Cetaceans - behavior, Cetaceans - conservation, Cetaceans - residence patterns, Paranaguá Estuarine Complex - (PR) Bay.
12

Sangradouros em praias arenosas : estruturas da macrofauna, morfodinâmica e impactos

Martins, Ana Luiza Gandara January 2017 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Carlos Alberto Borzone / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 31/03/2015 / Inclui referências : f. 129-134 / Resumo: Os sangradouros são formados pela drenagem natural das planícies costeiras e escoamento de águas pluviais em direção ao mar, coletadas nas depressões e banhados localizados entre cordões litorâneos. A presente tese avaliou a influência espaço-temporal do aporte de água doce, via sangradouros, nas características físicas, químicas, sedimentológicas e biológicas na região entre-marés do ecossistema praial. Além disso, a presença de esgoto de origem doméstica foi verificada em diversos sangradouros, e sua influência sobre a fauna testada. Para isso, 3 capítulos foram desenvolvidos. O primeiro capítulo avaliou os efeitos espaciais da presença de um sangradouro (Barrancos) na praia. Observou-se a redução da inclinação do perfil praial, homogeneização da distribuição do sedimento ao longo de seu percurso e redução da salinidade do lençol freático, resultando em mudanças no padrão de zonação da macrofauna e nos descritores da comunidade. Verificou-se também que apenas espécies adaptadas a uma grande amplitude de variação de salinidade (eurialinas) e com alta mobilidade (como os isópodos Tholozodium rhombofrontalis e Excirolana armata) podem viver em um número substancial perto e dentro deste sangradouro. No segundo capítulo, a escala temporal foi adicionada a esta combinação dinâmica no mesmo sangradouro (Barrancos), considerando as condições meteorológicas e oceanográficas. Observou-se que a variabilidade inter-anual foi o principal fator a afetar a distribuição espacial de riqueza. Em contrapartida, a abundância total não apresentou um padrão espaço-temporal claro. Quando consideramos uma abordagem desconstrutivista, crustáceos e insetos foram mais abundantes em transectos próximos ao sangradouro, enquanto que poliquetas e moluscos foram mais abundantes no transecto distante. Concluimos que o sangradouro pode beneficiar espécies de praia residentes adaptadas a este habitat desfavorável, como isópodos e coleópteras, os quais possivelmente são mantidos pela alta produção do microfitobentos no entorno do sangradouro e possuem um importante papel na base da teia trófica. Apesar disso, eventos extremos de precipitação praticamente excluiram espécies da macrofauna adaptados a viver perto ou mesmo dentro destes corpos d'água. Ainda, se o aquecimento global e a elevação do nível do mar forem levados em conta, outras alterações na dinâmica e frequência dos sangradouros poderiam ser esperadas. No terceiro capítulo, a balneabilidade em sangradouros e região de afloramento de águas subterrâneas, e possíveis efeitos da contaminação de sangradouros por esgoto doméstico sobre a estrutura e composição da comunidade macrobêntica foram avaliadas. As amostragens foram realizadas durante a alta temporada de verão de 2013. De nove sangradouros avaliados, quatro apresentaram valores de Escherichia coli e fósforo total muito acima do permitido pela legislação brasileira. Os efeitos da contaminação sobre a riqueza e abundância total da macrofauna foram mais evidentes em dois sangradouros históricamente contaminados por drenarem extensas áreas urbanas no litoral do Paraná (Olho D'água e Caiobá). Apesar da variabilidade natural esperada entre as praias, observou-se que a contaminação por esgoto doméstico dos sangradouros promove uma redução ainda maior de organismos, mesmo daqueles adaptados a este ambiente instável, como os isópodes. As práticas de gestão de resíduos, assim como o planejamento de uso e ocupação da orla, são considerados indispensáveis para a manutenção da qualidade da água dos sangradouros localizados em áreas urbanas, especialmente no cenário atual de mudanças climáticas. Palavras-Chave: sangradouros, salinidade, erosão, espécies eurihalinas, dinâmica espaço-temporal, eventos extremos, microfitobentos, balneabilidade, esgoto doméstico. / Abstract: Washouts are originated from high water table levels combined with rainwater collected in swamp areas behind the foredunes. The present thesis evaluated the spatial-temporal influence of the freshwater contribution, via washouts, on the physical, chemical, sedimentological and biological characteristics in the inter-tidal region of the sandy beach ecosystem. In addition, the presence of sewage of domestic origin was verified in several washouts, and its influence on the fauna tested. For this, 3 chapters were developed. The first chapter evaluated the spatial effects of the presence of a washout (Barrancos) on the beach. It was observed the reduction of beach slope profile, sediment distribution homogenization along its course and water table salinity reduction, resulting in changes of macrofauna zonation pattern and community descriptors. It was also verified that only species adapted to a high salinity variability (eurialinas) and with high mobility (like the isópodos Tholozodium rhombofrontalis and Excirolana armata) can live in a substantial number near and within this washout. In the second chapter, temporal scale was added to this dynamic combination in the same washout (Barrancos), considering meteorological and oceanographic conditions. It was observed that interannual variability was the main factor affecting the spatial distribution of richness. In contrast, total abundance did not present a clear spatio-temporal pattern. When a deconstructive approach was considered, crustaceans and insects were more abundant in transects near the washout, while polychaetes and molluscs were more abundant in the distant transect. We conclude that the washout may benefit resident beach species adapted to this unfavorable habitat, such as isopods and coleóptera. They are possibly maintained by the high production of microphytobenthos around the washout area, which also may play an important role in the base of trophic web. Nevertheless extreme precipitation events practically excluded macrofauna species adapted to live near or even within these water bodies. Also, if global warming and sea level rise are taken into account, other changes in the dynamics and frequency of washouts could be expected. In the third chapter, the balneability of washouts and groundwater outcropping region, and possible effects of washouts contamination by domestic sewage on the structure and composition of macrobenthic community were evaluated. Samplings were carried out during the high Summer season of 2013. Four of nine washouts evaluated presented values of Escherichia coli and total phosphorus far above that allowed by Brazilian legislation. The effects of contamination on richness and total abundance of macrofauna were more evident in two washouts historically contaminated by draining large urban areas along the Paraná coast (Olho D'água and Caiobá). Despite the expected natural variability between beaches, it was observed that the domestic sewage contamination of the washouts promotes an even greater reduction of organisms, even of those adapted to this unstable environment, such as isopods. The waste management practices, as well as coast use and occupation planning are considered indispensable for water quality maintenance of washouts located in urban areas, especially in the current climate change scenario. Key-words: washouts, salinity, erosion, eurihaline species, spatio-temporal dynamics, extreme events, microphytobents, balneability, domestic sewage.
13

Hidrozoários planctônicos do complexo estuarino de Paranaguá - Brasil

Nascimento, Lorena Silva do January 2016 (has links)
Orientador : Drª Erica A. G. Vidal / Coorientador : Dr. Miodeli Nogueira Júnior / Coorientador : Dr J. Guilherme Bersano F.o / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 30/03/2016 / Inclui referências: f. 87-99 / Resumo: Este estudo é o primeiro levantamento faunístico de hidrozoários planctônicos (hidromedusas e sifonóforos) do Complexo Estuarino de Paranaguá (CEP; Paraná, 25º S). Amostragens foram realizadas em 37 estações nos diferentes setores do estuário (Baía de Paranaguá, Laranjeiras e Pinheiros, e desembocaduras norte e sul) em dois anos de amostragens sazonais (verão e inverno de 2012 e 2013). Foram identificadas 37 espécies; 34 hidromedusas e 3 sifonóforos. Oito espécies são novos registros para o estado do Paraná, entre elas Cnidostoma fallax. Evidências indicam que C. fallax é uma espécie potencialmente invasora no CEP e em outros estuários próximos, como: 1) Comportamento oportunista; 2) Recente registro na costa do Brasil; 3) Ocorrência em regiões próximas a portos ao redor do mundo; 4) Recente ocorrência em alguns estuários brasileiros com grandes portos e intenso fluxo de embarcação. Cnidostoma fallax ainda foi a responsável pelo maior pico de abundância registrado neste estudo: > 2300 ind.m-3 no verão de 2012, com maiores abundâncias principalmente nas porções mais internas e rasas do estuário devido à incidência de ventos de leste e menores taxas de precipitação. Outro pico de abundância dominado por C.fallax, Clytia spp., Obelia spp. e L. tetraphylla ocorreu no verão de 2013: ~1100 ind.m-3. O verão é a estação do ano com maior produtividade no CEP e, provavelmente, a alta disponibilidade de alimento aliada às maiores temperaturas favoreceram estes picos de abundância. As maiores riquezas ocorreram nas porções mais externas, principalmente devido à ocorrêcia esporádica (FO < 5%) de sifonóforos (Muggiaea kochii, Nanomia bijuga e Abylopsis tetragona) e hidromedusas comumente encontradas na plataforma interna, como Proboscydactila ornata e Ectopleura dumortieri (FO < 15%). Os resultados aqui apresentados contribuem para o conhecimento da distribuição bio-geográfica de cnidários planctônicos ao longo da costa brasileira, bem como, reforçam a importância do CEP para a conservação da biodiversidade. Palavras - chave: hidromedusas, sifonóforos, biodiversidade, espécies invasoras, variação temporal e espacial / Abstract: The present study is the first comprehensive surveys on planktonic hydrozoans fauna (hydromedusae and Siphonophorae) for the Paranaguá Estuarine System (PES) (Southern Brazil, 25º S), a World Heritage Listed Brazilian estuary. Collections were based in stations arranged throughout the estuary over four sampling campaigns during summer and winter in 2012 and 2013. A total of 148 samples were analyzed. More than 45,000 organisms were counted, totaled 37 species, including literature records: 34 hydromedusae and 3 siphonophores. Eight are new records for Paraná coast. The most abundant and frequent species were Cnidostoma fallax (relative abundance (RA) - 52.5 % and frequency of occurrence (FO) - 58.8 %), Clytia spp. (RA - 18 % and FO - 83.8 %), Obelia spp. (RA - 13.6 % and FO - 80.4 %) and Liriope tetraphylla (RA - 6.5 % and FO - 71.6 %). Some evidences indicate that C. fallax was recently introduced in PES and nearby estuaries, as: 1) Its opportunistic behavior; 2) The fact that it was only recently been found on Brazilian coast; 3) Its occurrence in coastal regions near ports around the world; and 4) Its recent occurrence in some Brazilian estuaries with big ports and/or heavy flow vessel. Futhermore, this is the first record of C. fallax dominance (> 19,000 specimens captured) which warns about potential negative impacts over the pelagic community. Planktonic hydrozoas were more abundant in the summer, with a abundande peak in 2012 (> 2300 ind.m-3) and 2013 (>1100 ind.m-3). High temperatures associated with high food availability in the summer campaigns may have favored the abundance of these species in the PES. Highest richness were recorded in outer portions, mainly due to the sporadic occurrence (FO <5%) of siphonophores (Muggiaea kochii, Nanomia bijuga and Abylopsis tetragona), along with the occurrence of other hydromedusae commonly found on the adjacent shelf, as Proboscydactila ornata, Ectopleura dumortieri and actinula larvae (FO <15%).The results presented herein are a useful baseline for subsequent assessments and contribute to the knowledge of the bio-geographical distribution of planktonic cnidarians along Brazilian coast, as well as, strengthens the importance of the PES as a key role for regional biodiversity conservation. Keywords: hydromedusae, siphonophores, invasive jellyfish, seasonal and spatial distribution, biodiversity.
14

Efeitos da contaminação por metais na macrofauna bêntica de ambientes estuarinos

Souza, Fernanda Maria de January 2016 (has links)
Orientador : Dr. Maurício G. Camargo / Coorientadora : Dra. Eunice C. Machado / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 30/09/2016 / Inclui referências ao final de cada capítulo / Resumo: A contaminação por espécies metálicas no ambiente marinho tem se tornado um problema recorrente em muitos países. Uma vez no ambiente aquático, os metais são depositados nos sedimentos, gerando uma fonte potencial de contaminantes, mesmo após a desativação da fonte primária de poluição. Se biodisponíveis, os compostos metálicos podem ser absorvidos pelos organismos através de suas mucosas e membranas, impedindo o funcionamento metabólico normal de proteínas e moléculas. As consequências da exposição de organismos marinhos a altos teores de metais incluem alterações fisiológicas e genéticas, dependendo do grau de toxicidade do elemento contaminante. Este trabalho busca aplicar uma abordagem integrada para avaliação da contaminação por metais nos sedimentos de ambientes estuarinos e seus efeitos sobre as associações macrobênticas. Os objetivos deste trabalho são: (i) determinar o grau e a extensão da contaminação por metais em um estuário subtropical (ii) analisar a estrutura das associações macrobênticas em ambientes submetidos a diferentes estressores ambientais; (iii) estabelecer relações de causalidade entre a contaminação por metais e alterações na estrutura associações bênticas. O estudo consiste em três capítulos: 1- Geospatial assessment of trace metal pollution in surface sediments of a subtropical estuary; 2- Relações entre a estrutura das comunidades macrobênticas estuarinas e múltiplos estressores ambientais; 3- Efeitos da contaminação por Cobre e Zinco na macrofauna bêntica de baixios entremarés: um experimento manipulativo de campo. Com os resultados deste trabalho pudemos concluir que a Baía da Babitonga está sob um grau moderado de contaminação por Cromo, Cobre, Níquel e Zinco, que apresentaram valores entre TEL e PEL principalmente nas áreas internas, com baixa hidrodinâmica e maiores taxas de sedimentação, fatores que favorecem a acumulação de contaminantes associados ao material particulado em suspensão. Para a macrofauna bêntica, concluímos que tanto as características hidrodinâmicas e os teores de nutrientes como o gradiente de contaminação por metais pesados são importantes estruturadores da comunidade. Espécies reconhecidamente tolerantes ao enriquecimento orgânico, como o poliqueta Prionospio steenstrupi, e Oligochaetas apresentaram sensibilidade ao aumento das concentrações de metais, mostrando que os mecanismos de danos causados pela contaminação por metais podem ser muito diferentes dos mecanismos ativados pela contaminação orgânica. Ao final deste trabalho, foi possível identificar os efeitos do aumento das concentrações de metais, em especial de cobre e zinco sobre a estrutura das comunidades sublitorais da Baía da Babitonga e sobre a abundância de organismos em baixios entremarés, especialmente poliquetas e oligoquetas. Estas observações podem ser utilizadas para demonstrar a causalidade entre a contaminação dos sedimentos estuarinos por metais pesados e efeitos negativos sobre a abundância de organismos bênticos, mesmo aqueles considerados tolerantes à poluição. Palavras-chave: Sedimentos; poluição; metais traço; qualidade ambiental; estressores ambientais; experimento manipulativo de campo. / Abstract: Metal contamination in marine environment has become a common issue in several countries. Once in the aquatic environment, metals are deposited in the sediments, becoming a potential contamination source, even after the primary source of pollution is deactivated. When bioavailable, metal compounds can be absorbed by organisms through their mucous and membranes, interfering with the metabolic functioning of proteins and molecules. High metal exposure may lead to physiological and genetic alterations, depending on the element toxicity. In this work we applied an integrated approach to evaluate metal contamination in estuarine sediments and the effects on macrobenthic organisms. The aim of this study was: (i) establish the degree and extent of metal contamination at Babitonga Bay, a subtropical estuary; (ii) assess the structure of macrobenthic assemblages under multiple environmental stressors; (iii) establish the causal relationships between metal contamination and structural changes in benthic assemblages. This thesis contains three chapters: 1- Geospatial assessment of trace metal pollution in surface sediments of a subtropical estuary; 2- Relations between estuarine macrobenthic communities structure and environmental stressors; 3- Effects of Copper and Zinc contamination on tidal flats benthic macrofauna: a field manipulative experiment. Our results suggest that Babitonga Bay is under a moderate contamination by Chromium, Copper, Nickel and Zinc, with sediment concentrations between TEL and PEL especially at internal areas, which presents low hydrodynamics and higher sedimentation rates, favoring deposition and accumulation of contaminants associated with suspended particulate. For the benthic macrofauna, we concluded that hydrodynamics, organic matter and trace metals contamination gradients are important community structurers. Widely known organic enrichment tolerant species, as the polychaete Prionospio steenstrupi and Oligochaetes appears to be sensitive to increasing concentrations of metals, an indicative that damage mechanisms linked to metal contamination might be very different from the ones triggered by organic contamination. We were also able to identify the effects of increasing concentrations of metals, particularly copper and zinc on the structure of subtidal communities of Babitonga Bay and on the abundance of intertidal organisms, especially polychaetes and oligochaetes. Our observations highlight the causal link between contamination of estuarine sediments by trace metals and the negative effects on abundance of benthic organisms, even those considered tolerant to pollution. Key words: sediments; trace metal pollution; benthic estuarine health; environmental stressors; manipulative field experiment.
15

Influência de eventos meteorológicos e oceanográficos em pequena escala temporal da deposição de resíduos sólidos em praias de gradiente estuarino

Bettim, Marina January 2017 (has links)
Orientador : Dr. Alexander Turra / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 30/05/2017 / Inclui referências : f. 28-34 / Resumo: O presente estudo tem como objetivo estabelecer relações entre deposição de detritos marinhos e eventos meteorológicos e oceanográficos em pequena escala (precipitação, vento, maré e fluxo de rio). As amostras foram coletadas durante 60 dias consecutivos em duas praias brasileiras em Pontal do Paraná. O primeiro local (Assenodi) está em uma área mais externa do estuário, exposto à ação das ondas e ventos sul, sudeste e leste. O segundo ponto (Canto das Pedras) é protegido da ação direta de ondas e está localizado em uma desembocadura estuarina. O Assenodi representou 29% do total de detritos coletados, enquanto o Canto das Pedras representou 71%. A maior influência de detritos plásticos domésticos foi observada em ambos os locais, sugerindo a influência dos resíduos provenientes dos municípios internos do estuário para toda a região. As menores taxas de deposição de itens são precedidas por maiores eventos de precipitação para ambos os pontos. A deposição de detritos também variou entre as praias de acordo com as condições do vento. A varredura de detritos aumentou após eventos de ventos intensos (velocidades de vento de 2 a 4 m / s), variando espacialmente: após um período de ação de 2 dias no Assenodi e um período de 3 dias no Canto das Pedras. As marés também influenciaram a deposição em ambos os locais e o modelo explicativo indicou uma relação linear de chegada de lixo no Assenodi e um comportamento unimodal no Canto das Pedras. O fluxo do rio influenciou positivamente o acúmulo de detritos no Canto das Pedras. Sendo assim, a dinâmica diária de eventos meteorológicos e oceanográficos expressa variações na chegada de lixo marinho em escalas temporais e espaciais. Palavras-chave: Resíduos sólidos, Fatores ambientais, Lixo marinho, Complexo estuarino. / Abstract: The present study aims at establishing relationships between debris deposition and small-scale meteorological and oceanographic events (precipitation, wind, tide, and river flow). The samples were collected during 60 consecutive days in two Brazilian beaches in Pontal do Paraná. The first site (Assenodi) is at the outermost area of an estuary, which is exposed to the action of waves and to southern, southeastern, and easterly winds. The second site (Canto das Pedras) is sheltered from direct wave action and is located at an estuarine outlet. Assenodi accounted for 29% of the total debris collected, while Canto das Pedras accounted for 71%. The higher influence of domestic plastic debris was observed in both sites, suggesting the influence of waste coming from the estuary's inner municipalities for the whole region. The lower depositional rates of items are preceded by higher precipitation events for both sites. The strand of debris also varied among beaches according to wind conditions. Stranding of debris increased after events of intense winds (wind speeds of 2 to 4 m/s), varying spatially: after a 2-day action period in Assenodi and a 3-day period in Canto das Pedras. Tides also influenced deposition in both sites and the explanatory model indicated a linear relation in Assenodi and a unimodal behavior in Canto das Pedras. The river flow influenced positively debris accumulation in Canto das Pedras. Thus, the daily dynamics of meteorological and oceanographic events express variations in the arrival of marine litter in temporal and spatial scales. Key words: Marine Debris, Environmental factors, Marine litter, Estuarine complex.
16

Uso de habitat e ecologia alimentar de Lontra longicaudis (Olfers, 1818) em corpos d'água da bacia hidrográfica litorânea, Paraná, Brasil

Straub, Laura Maria January 2017 (has links)
Orientadora : Dra. Camila Domit / Coorientadora : Dra. Juliana Quadros / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 29/03/2017 / Inclui referências : f. 90-100 / Resumo: Lontra longicaudis é um carnívoro semiaquático que utiliza diversos tipos de habitats, incluindo as zonas costeiras, áreas com rica biodiversidade, mas em crescente expansão urbana e industrial. O presente estudo analisou a distribuição e a dieta de L. longicaudis, em três cursos d'água da bacia hidrográfica litorânea paranaense (rio Guaraguaçu, gamboa do Maciel e canal do Departamento Nacional de Obras e Saneamento - DNOS), com objetivo de compreender a forma como a espécie utiliza a área, incluindo a avaliação do habitat e o hábito alimentar. Foram realizadas 26 expedições embarcadas (julho de 2015 a abril de 2016) em busca de vestígios de lontras (abrigos, fezes, muco anal, pegadas e arranhões) e caracterização das áreas de uso quanto a variáveis ambientais. Os vestígios foram quantificados e os abrigos monitorados ao longo do estudo para avaliar a suas frequências de utilização (FUA). O uso da área pelas lontras e a distribuição espacial foram analisadas pela FUA e pela análise de densidade de Kernel (95% e 50%). As áreas de concentração de uso pelas lontras (Kernel 50%) foram avaliadas quanto ao cenário de sobreposição espacial com as áreas propostas para o desenvolvimento sócio-econômico na região (c.f. Zoneamento Ecológico Econômico do litoral do Paraná) por meio da projeção de mascaras georreferenciadas. Um total de 96 amostras de fezes foram coletadas para análise da dieta, e os 186 itens registrados foram identificados quanto à taxonomia, habitat e hábito das presas, além da avaliação pela "Frequência de ocorrência alimentar" e "Porcentagem de ocorrência alimentar" para cada curso d'água, assim como para a bacia hidrográfica como um todo. Ainda, foram utilizados os índices de Levins e Morisita para avaliar a amplitude e a similaridade da dieta entre as áreas. As frequências de uso dos abrigos variaram entre 6% e 100%, diferenças provavelmente relacionadas às variações na disponibilidade de recursos alimentares e espaciais entre as áreas. A análise espacial evidenciou que o zoneamento planejado para o litoral do Paraná não contempla de forma adequada as áreas necessárias para a manutenção a longo prazo da população de lontras, tornando inviável a manutenção dos abrigos do canal do DNOS e restringindo a comunicação do rio Guaraguaçu e da gamboa do Maciel com outras áreas preservadas, influenciando na dinâmica ecológica e na vulnerabilidade da população. Quanto à dieta, peixes e crustáceos foram os itens mais ocorrentes, destacando entre os peixes a família Carangidae e a Portunidae entre os crustáceos. Aves e répteis foram presas ocasionais. As informações obtidas no estudo permitem identificar a situação atual de uso da região pela lontra neotropical e o incremento de ameaças para sua conservação frente às alterações ambientais previstas para a região. Recomenda-se que o planejamento da conservação se concentre na ampliação da conectividade entre as áreas preservadas, a fim de garantir à população regional a estrutura ecológica necessária para manutenção da sua diversidade genética. Palavras chave: lontra neotropical, distribuição espacial, conservação, zonas costeiras, Paraná. / Abstract: Lontra longicaudis is a semi-aquatic carnivore that uses several habitats types, including coastal regions, characterized by rich biodiversity but with large urban and industrial areas. This work focused on analyzing L. londicaudis habitat-use patterns in three different watercourses along the Paranás coastal watershed (Guaraguaçu river, Maciel's gamboa and National Department of Sanitation - DNOS), to quantify spatial distribution and feeding ecology. From July 2015 to April 2016, 26 field expeditions were carried out to search for otter traces (shelters, feces, anal mucus, footprints and scratches). Known shelters were monitored for usage frequencies (SUF). The associated distribution and spatial use of otters were analyzed using Kernel density analysis (95% and 50%). In addition, the spatial overlap between the concentrated areas used by otters (Kernel 50%) and the proposed areas for socioeconomic development in the region (e.g. 'economic ecological zoning of Parana coast') were evaluated. The feces were collected for diet analysis purposes, and determined by the existing items found in the fecal content through taxonomic identification. A quantitative analysis was done evaluating the food occurrence frequency and percentage of food occurrence for each watercourse, as well as for the entire watershed. Both Levins and Morisita indexes, were used to estimate the extent and similarity of the diet among the areas. The usage frequencies fluctuated between 6 and 100%, and probably reflect environmental characteristic variations among the areas, including the availability of food and spatial resources. The spatial analysis highlighted that the important areas for otter's population in terms of long-term maintenance were not considered in the zones proposed by the economic, social, and environmental planning for the Paraná coast. The implied consequence would render the DNOS waterway shelters unfeasible to be used by the otters, and restrict the connection between Guaraguaçu River and Maciel's Gamboa with other preserved areas. The impacts would increase the L. longicaudis population's vulnerability. With respect to the diet analysis, 96 samples of feces were evaluated, resulting in 186 food items. Fish and crustaceans were the most frequent food items, particularly the Carangidae family for fishes and Portunidae family for crustaceans. Birds and reptiles were occasional preys as well. The information obtained in this study facilitates identifying the spatial use and habitat selection by L. longicaudis evaluating the increase in threats to conservation against environmental changes. It is recommended that conservation planning should focus on expanding connectivity between preserved areas in order to guarantee the necessary structure to maintain the genetic and ecological diversity of the regional population. Key words: neotropical otter, spatial distribution, conservation, coastal zones, Paraná.
17

Desenvolvimento de polvos Octopus spp. durante a fase planctônica : subsídios para o cultivo

Lenz, Tiago de Moraes January 2015 (has links)
Orientadora : Dra. Érica Alves González Vidal / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 27/03/2015 / Inclui referências / Área de concentração : Biologia e ecologia dos sistemas costeiros e oceânicos / Resumo: Os polvos tem despertado crescente interesse para a aquicultura mundial devido à sua boa adaptabilidade ao cativeiro, à aceitação de alimento congelado, altas taxas de crescimento e de conversão alimentar, além de elevados preços de mercado. No entanto, a baixa sobrevivência na fase paralarval é atualmente o principal gargalo para o desenvolvimento do cultivo integral em nível comercial. Este estudo foi realizado nesta fase crítica e buscou descrever aspectos gerais do desenvolvimento embrionário e das paralarvas de uma espécie recém-descrita de polvo (Octopus insularis), avaliar o efeito de variáveis ambientais (disponibilidade de alimento) sobre o conteúdo de vitelo e o potencial de sobrevivência de paralarvas do polvo comum (Octopus vulgaris) após a eclosão. Objetivou também, observar pela histologia as mudanças teciduais e morfológicas no trato digestivo decorrentes da primeira alimentação e do desenvolvimento planctônico, além de avaliar o crescimento e a sobrevivência de paralarvas de O. vulgaris durante o inicio da fase planctônica, com a oferta de dieta inerte encapsulada com quitosano e enriquecida com fluoesferas como marcadores de ingestão. Este trabalho visa contribuir com informações que auxiliem no aprimoramento do cultivo de polvos na fase planctônica. Palavras-chave: Octopus, ovos, paralarvas, vitelo, quitosano, marcador de ingestão. / Abstract: The octopus has aroused the interest for world aquaculture, due to its good adaptability to captivity, the acceptance of frozen food, high growth rates and feed conversion, and high market prices. However, the low survival is currently in phase paralarval main bottleneck for the development of full-cultivation on a commercial level. This study was conducted in this critical phase and sought to describe general aspects of embryonic development and paralarvae of a newly described species of octopus (Octopus insularis), and also evaluate the effect of environmental variables (food availability) on the yolk contents and the potential paralarvae of survival of the common octopus hatchling (Octopus vulgaris). Aimed also observe through the tissue histology and morphologic changes in the digestive tract resulting from the first feeding and planktonic development, and to evaluate the growth and O. vulgaris paralarvae survival during early planktonic phase with the diet offer inert encapsulated with chitosan and enriched with fluospheres as intake markers. The results of these findings will contribute information for the efforts to improve the octopus cultivation in planktonic phase. Key words: Octopus, eggs, paralarvae, yolk, chitosan, intake marker.
18

Influência de um sangradouro na distribuição espaço-temporal do isópode Tholozodium rhombofrontalis (Giambiagi, 1922) numa praia arenosa exposta do Estado do Paraná

Pinto, Larissa Regina January 2017 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Carlos Alberto Borzone / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 31/03/2017 / Inclui referências : f. 45-54 / Resumo: A presença de descargas de água doce permanentes no ambiente praial promovem alterações em diferentes escalas espaciais e temporais sobre as características ambientais, e consequentemente sobre as populações macrobentônicas. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência espacial e temporal de um sangradouro permanente sobre a abundância, distribuição e estrutura da população do isópode Tholozodium rhombofrontalis. Para isso, os parâmetros ambientais e biológicos foram amostrados no balneário Barrancos, no estado do Paraná, em locais dentro, perto (30 m) e distante (150 m) do sangradouro. Doze amostras distribuídas em níveis equidistantes foram coletadas ao longo de cada um dos três transectos perpendiculares a linha d'água, durante as quatro estações dos anos de 2012 e de 2013. O balneário foi caracterizado como uma praia intermediária, composta de sedimentos finos e bem selecionados. No local sangradouro os perfis praiais foram mais suaves e extensos, e o lençol freático mais raso e doce; no distante os perfis foram mais íngremes e curtos, e o lençol freático mais profundo e salino. O local intermediário apresentou características similares ao do sangradouro. O teor de umidade do sedimento foi maior no local sangradouro e menor no distante, sendo mais úmido em todas as estações do ano de 2013. Houve uma variabilidade espacial e temporal na abundância e distribuição do isópode, estando as maiores abundâncias nos locais intermediário e sangradouro, com picos nas estações primavera e verão, e sendo superiores no ano de 2013. Essas variações foram relacionadas à presença de águas salobras e altos valores de clorofila a. As características na estrutura populacional mostraram que a proporção de juvenis foi a maior dentre todas as classes, e manteve-se regular temporalmente, indicando um recrutamento contínuo. Os juvenis estiveram em menor presença no local sangradouro, apontando uma limitação da espécie ao ambiente límnico, e também nos níveis inferiores dos três locais, devido à reduzida tolerância a altas salinidades. As proporções de fêmeas adultas foram maiores nos locais distante e sangradouro, mantendo-se similares temporalmente, confirmando a estabilidade da população. A proporção de machos adultos foi baixa em todos os locais e durante todas as coletas, sendo maior nos locais distante e sangradouro. A baixa representatividade desta classe não afetou negativamente o estabelecimento da população. As fêmeas adultas ovígeras estiveram presentes em todos os locais e em todas as coletas, contudo, sempre em baixas proporções. As maiores proporções no inverno dos dois anos no local distante, e no inverno de 2012 nos locais intermediário e sangradouro, mostram uma preferência por uma estação mais fria para a reprodução. A presença de um sangradouro permanente proporcionou ao balneário características de ambiente estuarino, e assim, favoreceu o estabelecimento da população. Ambientes salobros são ideais para esta espécie eurialina, contudo, extremos de salinidade afetam negativamente a abundância, distribuição e estrutura da população. Palavras-chave: Sphaeromatidae. Descarga de água doce. Fatores ambientais. Espécie eurialina. / Abstract: The presence of permanent freshwater discharges in beach environment promotes changes in different spatial and temporal scales on the environmental characteristics, and consequently on macrobenthic populations. The objective of this study was to evaluate the spatial and temporal influence of a permanent washout on the abundance, distribution and structure of the population of the isopod Tholozodium rhombofrontalis. For this, the environmental and biological parameters were sampled in the Barrancos balneary, in the state of Paraná, in places inside, near (30 m) and distant (150 m) of the washout. Twelve samples distributed at equidistant levels were collected along each of the three transects perpendicular to the water line, during the four seasons of years 2012 and 2013. The balneary was characterized as an intermediate beach, composed of fine and well sorted sediments. At the washout site the beach profiles were smoother and longer, and the water table shallowed and fresh; in the distant the profiles were steeper and shorter, and the water table deeper and saline. The intermediate site presented characteristics similar to that of the washout. The moisture content of sediment was higher in the washout site and smaller in the distant, being wetter in all seasons of the year 2013. There was a spatial and temporal variability in the abundance and distribution of the isopod, being the greater abundances in the intermediate and washout sites, with peaks in the spring and summer seasons, and being higher in the year 2013. These variations were related to the presence of brackish water and high values of chlorophyll a. The characteristics in the population structure showed that the proportion of juveniles was the highest among all classes, and remained regularly temporally, indicating a continuous recruitment. The juveniles were less present in the washout site, indicating a limitation of the species to the limnic environment, and also in the inferior levels of the three sites, due to reduced tolerance to high salinities. The proportions of adult females were higher in the distant and washout sites, remaining similar temporally, confirming the population stability. The proportion of adult males was low at all sites and during all samplings, being higher at distant and washout sites. The low representativeness of this class did not negatively affect the establishment of the population. The adult ovigerous females were present in all sites and in all samplings, however, always in low proportions. The highest proportions in the winter of the two years at the distant site, and in the winter of 2012 at the intermediate and washout sites, show a preference for a colder season for reproduction. The presence of a permanent washout provided to the balneary characteristics of estuarine environment, and thus, favored the establishment of the population. Brackish environments are ideal for this euryhaline species, however, extremes of salinity negatively affect the abundance, distribution and structure of the population. Key-words: Sphaeromatidae. Freshwater discharge. Environmental factors. Euryhaline specie.
19

Modificações tecnológicas nas redes de arrasto de camarões : implicações e aplicações para gestão em uma área marinha protegida

Portella, Guilherme Dórey Gavião January 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Rodrigo Pereira Medeiros / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 24/03/2015 / Inclui referências : f. 30-34 / Resumo: O artigo compreende uma análise das percepções dos pescadores sobre adotar modificações estruturais para a redução do bycatch (BRD) numa Área Marinha Protegida (AMP) do sul do Brasil. Coleta de dados incluiu arrastos demonstrativos com pescadores de média escala (acima de 45 HP), oficinas devolutivas e entrevistas sobre a dinâmica da pesca e eficiência dos BRDs. As oficinas devolutivas compreenderam uma análise participativa do desempenho do BRD e possibilidades e obstáculos para a sua adoção. Pescadores concordaram com os resultados do BRD, bem como com a continuidade de pesquisa para melhorar a redução de juvenis na fauna acompanhante. Percepções negativas da redução do bycatch comercializável afetaram a aceitação e são desafios à gestão pesqueira. Contudo, a abordagem participativa estimulou iniciativas colaborativas para melhorar a gestão, a aprendizagem institucional e o engajamento dos pescadores para pesca artesanal responsável. A experiência analisada pode servir de piloto para pesquisas futuras e gestão em outras AMPs. Palavras-chave: cogestão; enfoque ecossistêmico aplicado a pesca; dispositivos redutores de fauna acompanhante; BRDs; Santa Catarina. / Abstract: This paper comprises an analysis on fisher's perceptions about using bycatch modification devices (BRD) as fishery management tools in a south Brazilian Marine Protected Area. Data collection included demonstration hauls with medium-sized trawling fishers (over 45HP), workshops and interviews about perceptions on fishery dynamics and BRD efficiency. Workshops encompassed a participatory analysis on BRDs' performance and potential and constraints for adopting them. Fishers agreed on BRD perfomance results as well as to continue reseach and knowledge sharing to improve juvenile fishes and shrimp in bycatch. Otherwise, negative perceptions on reducing bycatch for sale and consumption were considered constraints and challenged fisheries management strategies. Despite perceived constraints, participatory approach was a conduit for using BRD as "triggers" for continued collaboration to improve fishery management performance, to foster institutional learning and fisher's engagement to promote responsible small-scale fisheries. Experience can work as pilot site for future research and management in other MPA. Keywords: co-management; bycatch reduction devices; ecosystem approach to fisheries; BRDs.
20

Variação espaço-temporal da ictiofauna demersal e influências antrópicas em um estuários subtropical

Possatto, Fernanda Eria January 2015 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Henry Louis Spach / Orientador : Dr. Matt Kenyon Broadhurst / Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 28/05/2015 / Inclui referências : f. 74-77 / Linha de pesquisa: Biologia e ecologia / Resumo: Nesse estudo, foram investigadas a variação espacial e temporal de espécies de peixes telósteos e batóides, assim como a variação do lixo marinho no complexo estuarino de Paranaguá, sul do Brasil. As coletas foram realizadas utilizando uma rede de arrasto com portas, mensalmente entre Novembro de 2012 e Setembro de 2013 nos diferentes setores dos eixos leste-oeste e norte-sul do complexo estuarino de Paranaguá. Neste contexto, o presente estudo é dividido em 3 capítulos: O capítulo 1 tem como objetivo compreender os padrões de distribuição da ictiofauna demersal temporalmente e espacialmente em diferentes setores dos eixos leste-oeste e norte-sul do complexo estuarino de Paranaguá, assim como identificar quaisquer associações com os parâmetros abióticos e bióticos. No total foram realizados trezentos e noventa e seis arrastos, em uma área total de 46 hectares. Um total de 52119 teleósteos foram capturados, distribuídos em 75 espécies e 30 famílias. Dessas espécies residentes contabilizaram apenas 36%, no entanto, representaram 61 % do número total de indivíduos capturados. Somente onze espécies contribuíram mais de 1% no número total de individuos amostrados. Quatro residentes e um transiente dominaram a assembleia. Cathorops spixii foi a espécie mais abundante representando 40 e 44% do total amostrado em número e em peso. Stellifer rastrifer, Aspistor luniscutis, Sphoeroides greeleyi e S. testudineus coletivamente contribuíram em 37% do número e 34% da biomassa. A alta dominância de poucas espécies em abundância e peso encontrados neste estudo corrobora o padrão de assembléia de peixes nos estuários subtropicais. No geral, 51% dos peixes amostrados eram juvenis, enfatizando a importância de estuários como berçários. A estrutura da assembléia mostrou uma complexa relação espaço temporal, com salinidade, temperatura e profundidade explicando a variabilidade da maioria das espécies. O capítulo 2 tem como objetivo documentar os batóideos encontrados no complexo estuarino de Paranaguá e identificar qualquer variabilidade temporal e espacial (com foco em áreas marinhas protegidas) e usar essas informações para propor mecanismos para a conservação dessas espécies. Um total 68 indivíduos, distribuídos em 4 espécies de batoides foram capturados: Gymnura altavela, Narcine brasiliensis, Dasyatis guttata e Rhinobatos percellens. Análises mostraram que o fator que mais influenciou na distribuição dessas espécies foi a posição dentro de cada eixo do complexo estuarino de Paranaguá, com mais individuos capturados nos setores intermediários e internos do eixo norte-sul que no do eixo leste-oeste. Essa distribuição pode ser explicada por duas hipóteses, o eixo norte-sul comparado ao leste-oeste é mais curto e largo, o que permite salinidades mais altas, mas com um gradiente mais ameno, favorencendo a presença de batóides. Além disso, os setores internos do eixo leste-oeste estão próximos a áreas densamente populosas (cidade e porto de Paranaguá) e com grande fluxo de embarcações, já o eixo norte-sul é cercado por uma área de proteção ambiental. O capítulo 3 tem como objetivo quantificar a variabilidade tempo-espacial na densidade do lixo marinho no complexo estuarino de Paranaguá e usar as essas informações para a construção de estratégias de conservação adequadas a este importante hotspot da biodiversidade marinha. Um total de 291 itens foram coletados, 92% dos itens coletados foram plástico, mais especificamente sacolas plásticas e itens maiores que 21mm. Os setores mais contaminados foram o intermediário e interno do eixo leste-oeste, próximos ao porto e a cidade de Paranaguá. A contaminação por lixo marinho não variou durante as estações do ano, demonstrando que a disposição urbana é o maior fator influenciando na distribuição do lixo no complexo estuarino de Paranaguá. Apesar desse estuário ainda ser considerando como um dos mais conservados estuários no Brasil, a influência antrópica nesse estuário é ainda muito alta, principalmente relacionado ao eixo leste-oeste. Embora seja evidente a área de protecão ambiental de Guaraqueçaba é melhor preservada do que os setores internos do eixo lesteoeste, há uma necessidade urgente de controlar e reduzir a perda de detritos de plástico a partir de sua origem urbana. Essa redução somente quando hover integração entre o governo e a sociedade civil. Palavras-chave: complexo estuarino de Paranaguá; função do estuário; distribuição de peixes; batoids; impactos antrópicos; lixo marinho / Abstract: In this study, we investigated spatio-temporal variation in icthyofauna and marine debris in the Paranaguá estuarine complex (PEC), southern Brazil. Samples were collected each month, between November 2012 and September 2013 using penaeid trawls (total of 396 deployments across 46 ha) in each of three different sectors (inner, middle and outer) of two axes: east-west and north-south. In this context, this study is divided into three chapters: Chapter 1 aimed to understand the distribution patterns of demersal teleosts and identify any associations with the abiotic and biotic parameters. A total of 52119 teleosts were captured, comprising 75 species and 30 families. Of the teleosts, residents accounted for 36 and 61% of the total species and individuals sampled. Only eleven species contributed >1% to the total number of fish sampled. Four residents and one transient dominated the assemblage. Cathorops spixii was the most abundant, accounting for 40 and 44% by number and weight of the total samples. Stellifer rastrifer, Aspistor luniscutis, Sphoeroides greeleyi and S. testudineus collectively contributed towards a further 37 34% of the total number and biomass, while Ariidae represented 46 and 62%, respectively. The high dominance of few species corroborates patterns observed other subtropical estuaries. Overall, 51% of the fish sampled were juveniles, emphasizing the importance of estuaries as nurseries areas. The structure of assemblages exhibited complex spatio-temporal relationships, with salinity, temperature and depth explaining variability in the distributions of most species. Chapter 2 aims to document the batoids found in the Paranaguá estuarine complex and identify any temporal and spatial variability (focusing on marine protected areas) and use this information to propose mechanisms for the conservation of these species. A total of 68 individuals, divided into four batoid species were captured: Gymnura altavela, Narcine brasiliensis, Dasyatis guttata and Rhinobatos percellens. Analysis showed that the factor that most influenced the distribution of these species was the position within each axis of the Paranaguá estuarine complex, with more individuals typically caught in the middle and inner sectors of the north-south than the east-west axis. This result could be explained by two hypotheses: compared to the east-west gradient, the shorter north-south gradient had greater salinity that was less variable and more favoured by batoids; and/or unlike the inner sectors of the eastwest gradient which are near densely populated areas (two cities and a port and large flow of vessels), those of the north-south are surrounded by an environmental protected area with better habitat quality. Both hypotheses support the utility of regulating anthropogenic activities for conserving local batoid populations. And Chapter 3 aims to quantify the spatio temporal variability in the density of marine debris in the Paranaguá estuarine complex and use this information to build appropriate conservation strategies for this important hotspot of marine biodiversity. A total of 291 items were collected, 92% of the collected items were plastic, more specifically plastic bags and items larger than 21mm. The most contaminated areas were the middle and inner sectors in east-west axis, close to the port and Paranaguá city. Contamination by marine debris did not vary during the seasons, demonstrating that urban disposal is the most important factor influencing marine debris distribution in Paranaguá estuarine complex. Despite this estuary still be considering as one of the most preserved estuaries in Brazil, the anthropogenic influence in this estuary is still very high, primarily related to the east-west axis. While it is clear the environmental protected areas surrounding Guaraqueçaba is better preserved than the urbanized inner sectors of east-west axis, there is an urgent need to control and reduce the loss of plastic debris from the urban source. The key mechanism for minimizing plastic marine debris in the Paranaguá estuarine complex requires integration between government and civil society, with the former responsible for regular bulk collection and disposal, and the latter for local disposal at clearly identified locations Key words: Paranaguá estuarine complex; Estuary function; Fish distribution; batoids; anthropogenic impacts; Marine litter.

Page generated in 0.0678 seconds