• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 311
  • 32
  • 16
  • 8
  • 3
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 375
  • 59
  • 42
  • 33
  • 30
  • 28
  • 23
  • 23
  • 23
  • 22
  • 22
  • 22
  • 22
  • 22
  • 20
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
31

Desenvolvimento do procedimento metodológico da oceanografia sísmica em dados da indústria do petróleo

Barão, Marcus Vinícius Carpes January 2017 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Oceanografia, Florianópolis, 2017. / Made available in DSpace on 2017-12-12T03:26:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 349367.pdf: 53088853 bytes, checksum: f8e344e8c26d73ad6e602e8256dca2b9 (MD5) Previous issue date: 2017 / A Oceanografia Sísmica (OS) vem se tornando uma ferramenta auxiliar na oceanografia convencional para identificar e monitorar as feições oceanográficas. O objetivo do presente trabalho foi aplicar o processamento sísmico nos dados industriais, cedidos pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), na região oceânica do estado de Santa Catarina para determinar as feições oceanográficas e correlacioná-las com dados in situ, selecionado do World Ocean Database (WOD), assim como explorar e confirmar a efetividade do método. Foi aplicado o processamento convencional para dados sísmicos adaptado para evidenciar os eventos na porção do sismograma que contempla a coluna d água. Para auxiliar a interpretação dos eventos de reflexão, os dados de estações oceanográficas perto das linhas sísmicas foram processados com o objetivo de caracterizar as massas d água na região. O processamento dos dados sísmicos indicaram três principais limitações de aplicabilidade: o volume total da fonte, a profundidade do levantamento e a disponibilidade de informações no registro do observador. Entre todas as linhas solicitadas, apenas duas mostraram viabilidade para a análise. Apesar das limitações, o processamento sísmico dos acervos da indústria do petróleo adequado permitiu visualizar eventos reflexivos na coluna d água. Os dados oceanográficos indicaram a presença da Água Tropical (AT), Água Central do Atlântico Sul (ACAS) e Água Intermediária da Antártica (AIA). Comparando com os dados sísmicos e oceanográficos, é possível situar as reflexões dentro da região da ACAS. Essas reflexões possuem diferentes padrões quando as porções do centro da massa d água e próximo ao fundo são comparadas. Indicando uma interação da massa d água com o assoalho oceânico, resultado da intrusão da ACAS sobre quebra de plataforma. A utilização dos dados sísmicos industriais representa um novo uso para esses dados e confirma a aplicabilidade da OS. O presente método, quando associado às técnicas convencionais, possibilita a visualização das estruturas oceanográficas e processos oceanográficos em mesoescala. / Abstract : Seismic Oceanography (SO) has been an auxiliary tool in conventional oceanography to identify and monitor oceanographic features. The objective of this present paper was to apply the seismic processing in industrial data, given by the National Petroleum Agency (ANP in Portuguese), in the oceanic region of Santa Catarina to determine the oceanographic features and correlate them with in situ data selected from the World Ocean Database (WOD) in order to explore and confirm the effectivity of the method. Conventional processing was applied to adapted seismic data in order to evidence the events in the portion of the seismogram that contemplates the water column. To assist the interpretation of the reflection events, the data of oceanographic seasons close to the seismic lines have been processed with the scope of characterising the water masses in the region. The seismic data processing has indicated three main applicability limitations: the total volume of the source, the depth of survey and the availability of the information in the observer register. Among all the solicited lines, only two showed viability for the analysis. Despite the limitations, seismic processing of the adequate dataset of the petroleum industry allowed to visualize reflexive events on the water column. The oceanographic data indicated the presence of the Tropical Water (TW), the South Atlantic Central Water (SACW) and the Antarctic Intermediate Water (AIW). Comparing to the seismic and oceanographic data, it is possible to situate the reflections within the SACW region. These reflections have different patterns when portions at the centre of the water masses and close to the bottom are compared. Indicating an interaction of the water mass with the ocean floor, resulting into the intrusion of the SACW on the shelf break. The use of industrial seismic data represents a new use for the data and confirms the applicability of the SO. The present method, when associated to conventional techniques, allows the visualization of the oceanographic structures and oceanographic processes in mesoscale.
32

Comportamento morfodinâmico e sedimentológico da Praia dos Ingleses - Ilha de Santa Catarina - SC, durante o período de 1996 - 2001

Faraco, Katia Regina January 2003 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Geografia. / Made available in DSpace on 2012-10-21T02:43:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 204217.pdf: 3539671 bytes, checksum: 5bdf890e97360c3454f81757f6c9f3ca (MD5) / O presente estudo teve como principal objetivo comparar as variações morfodinâmicas ocorridas na praia dos Ingleses, Ilha de Santa Catarina # SC, em dois períodos distintos, buscando identificar os fatores responsáveis por essas mudanças. Através do monitoramento de perfis praiais e do levantamento de informações climáticas e oceanográficas foi possível estabelecer as principais relações entre as variações dos perfis e seus agentes modificadores. As maiores variações do perfil estiveram associadas às ondulações de leste e a fortes e constantes ventos do quadrante norte, mostrando a forte relação entre a forma e orientação da praia e a incidência desses agentes. Por sua vez, fases de estabilidade/acresção estiveram associadas às ondulações de sul e sudeste, assim como a menor energia de ondas. O primeiro período da pesquisa (outubro/1996 a setembro/1997), teve como característica a alternância de episódios erosivos/acrescivos, resultando na maior variação dos perfis e conseqüentemente maior mobilização do material sedimentar da praia (444 m³/m). O segundo período (setembro/2000 a outubro/2001) foi caracterizado pelo predomínio de uma fase deposicional, resultando na menor mobilidade dos perfis (290 m³/m).
33

Utilização da ictiofauna como ferramenta para avaliar impacto causado por dragagem no complexo estuarino de Paranaguá, Paraná, BR.

Parizotti, Tuan Duarte January 2014 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Henry Louis Spach / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 27/03/2014 / Inclui bibliografia e anexos / Resumo: Os estuários são ambientes que atuam como importante área de reprodução e berçário para diversas espécies de peixes. Estes ambientes estão sendo constantemente impactados por atividades antrópicas. A dragagem para aprofundamento do canal de acesso e a ampliação do pátio de obras da TECHINT S/A, localizada às margens do Complexo Estuarino da Paranaguá, se apresentam como atividades potencialmente impactantes ao ecossistema local e uma excelente oportunidade para avaliar a resposta da ictiofauna aos efeitos causados por essas atividades. Foram realizados arrastos utilizando rede com portas para a coleta de peixes em 18 pontos divididos em setor Impacto e setor Controle. As amostragens ocorreram uma vez por mês, entre março de 2012 e agosto de 2013, quando também foram coletados dados de salinidade e temperatura da água. Foram capturados 3283 peixes pertencentes a 27 famílias e 63 espécies. A espécie mais abundante foi P. corvinaeformis, que representou 46,5% da captura total, sendo capturados 1524 indivíduos no setor Controle e apenas 4 no setor Impacto. O setor Controle apresentou maiores valores de abundância (Ctr. = 2808; Imp. = 475), biomassa (Ctr. = 66 kg; Imp. = 27 kg), riqueza de espécies (Ctr. = 51; Imp. = 45) e dominância do que o setor Impacto. A análise das guildas tróficas indicou as espécies zoobentivoras como as principais responsáveis pelas diferenças entre os dois setores. Segundo os valores de distinção taxonômica o setor Impacto se apresenta mais impactado do que o setor controle, mesmo se comparados com dados anteriores à dragagem. A comparação entre abundância e biomassa indica que os dois setores são moderadamente impactados. Não foi possível afirmar se o empreendimento foi o responsável por alterar a comunidade de peixes no local, ou se as diferenças em relação ao setor controle já existiam mesmo antes das obras de dragagem, principalmente devido à falta de conhecimento sobre os padrões naturais da região. Palavras-chave: ictiofauna, estuário, avaliação de impacto, dragagem / Abstract: The estuarine environment is an important reproduction and nursery area for many species of fish. This environment is under constant impact by human activities, dredging, harbors, fisheries, tourism, among others. The dredging of the harbor’s access channel and TECHINT's plant augmentation, in Paranaguá Estuary (south Brazil), become an opportunity to evaluate the response of the ictiofauna to these disturbances. The ictiofauna were collected using bottom trawl net in two sectors, Control and Impact with nine sampling spots in each sector. The samplings occurred monthly from March 2012 to August 2013. Before each trawl, the salinity and temperature of superficial water were recorded. In total, 3283 fish – belonging to 63 species and 27 families – were collected. P. corvinaeformis was the most abundant species and represents 46,5% of the total capture. The Control sector presented higher values of abundance (Ctr. = 2808; Imp. = 475), biomass (Ctr. = 66 kg; Imp. = 27 kg), diversity (Ctr. = 51; Imp. = 45) and dominance than the Impact sector. The abundance and biomass comparison show that the two sectors have a moderated impact. The guilds analyses, the taxonomic similarity and the taxonomic distinction show differences between the two sectors. Despite of the differences, it was not possible to say whether the activities in TECHINT was responsible for altering the fish community locally, mainly due to the lack of knowledge about the natural patterns of the region. Keywords: ictiofauna, estuary, impact assessment, dredging.
34

Interações oceano-atmosfera nos últimos 300 mil anos : o mar sul da China e o sistema de monção do leste asiático

Gerotto, Amanda January 2017 (has links)
Orientadora : Drª Renata Hanae Nagai / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 23/05/2017 / Inclui referências : f. 61-71 / Resumo: A evolução dos padrões oceanográficos e climáticos do nosso planeta está diretamente ligada à alternância de ciclos glaciais e interglaciais que ocorreram durante o Quaternário associados à diversos atores da regulação climática. Os oceanos tropicais, como o Mar Sul da China (SCS), têm papel fundamental dentro desses processos, como uma importante região de comunicação entre altas e baixas latitudes. Analogamente, na atmosfera, o Sistema de Monção do Leste Asiático (EAM), permite esta comunicação. O EAM influencia significativamente os padrões oceanográficos sazonais do SCS, e suas interações estão intimamente ligados aos principais eventos climáticos registrados no Quaternário Superior. A presente dissertação investigou mudanças nas interações oceano-atmosfera entre o SCS e o EAM através de foraminíferos planctônicos de registros sedimentares marinhos, uma vez que este proxy permite inferir mudanças na estrutura da coluna d'água, no que diz respeito à produtividade primária e temperatura. A porcentagem de foraminíferos subsuperficiais/termoclina obtida em 11 registros sedimentares marinhos permitiu avaliar a variação espacial e temporal da camada de mistura (MLD) do SCS nos últimos 25 mil anos. Nesse período, variações da MLD estão relacionadas a variações na intensidade do EAM de inverno, em resposta a teleconecções atmosféricas de alta e baixas latitudes. A caracterização das assembleias de foraminíferos planctônicos do testemunho U1431D, retirado da região de mar profundo da porção leste do SCS durante o International Ocean Discovery Program (IODP) Expedition 349, foi aplicada no entendimento das condições ambientais (temperatura da superfície do mar e produtividade primária) no SCS nos últimos 300 mil anos. A evolução dos padrões hidrográficos do SCS apresenta forte relação com a mudanças na intensidade do EAM, especialmente nos eventos glaciais mais recentes. Nossos resultados apontam para a existência de gradientes latitudinais e longitudinais no SCS em resposta ao EAM e a entrada de águas do Pacífico, pela Corrente de Kuroshio. Palavras-chave: Interações oceano-atmosfera; Mar Sul da China; Sistema de Monção do Leste Asiático; Foraminíferos planctônicos; Quaternário Superior. / Abstract: Earth's oceanographic and climatic evolution is directly linked to Quaternary glacial and interglacial cycles driven by multiple climate regulation actors. Tropical oceans, as the South China Sea (SCS), play a key role in these processes as an important region of communication between high and low latitudes. Analogous, in the atmosphere, the East Asian Monsoon system (EAM) allows this communication. The EAM significantly influences the seasonal oceanographic patterns of the SCS, and the air-sea coupling between them are closely related to the major glacial/interglacial events recorded in the Late Quaternary. The present dissertation investigated changes in these air-sea interactions by examining planktonic foraminifera (PF) from marine sedimentary records, as this proxy allows the inference of water column conditions, particularly concerning primary productivity (PP) and upper thermal structure. The percentage of deep-dwellers PF obtained in 11 marine sedimentary records allowed to evaluate the spatial and temporal variation of the SCS mixed layer depth (MLD) in the last 25 thousand years. During this period, MLD variations are related to variations in EAM winter intensity in response to atmospheric teleconnections between high and low latitudes. The planktonic foraminifera assemblages from hole U1431D, taken from deep sea floor in the eastern SCS portion during the International Ocean Discovery Program (IODP) Expedition 349, was applied in understanding the SCS environmental conditions (sea surface temperature and primary productivity) in the last 300 thousand years. The SCS hydrographic patterns evolution is strongly related to EAM intensity changes, especially in recent cold events. Our results point to the existence of latitudinal and longitudinal gradients in SCS in response to EAM and the intrusion of Pacific waters by the Kuroshio Current. Key-words: Ocean-atmosphere interactions; South China Sea; East Asian Monsoon System; Planktonic Foraminifera; Late Quaternary.
35

Avaliação experimental dos efeitos de óleo diesel sobre a macrofauna bêntica de baixios não vegetados da Baía de Paranaguá (Paraná-Brasil)

Egres, Aline Gonzales January 2011 (has links)
Orientador : Prof. Dr. Paulo da Cunha Lana / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Centro de Estudos do Mar, Programa de Pos-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceanicos. Defesa : Pontal do Parana, 29/07/2011 / Bibliografia: fls. 26-31 / Resumo: Os efeitos do óleo diesel sobre as associações bênticas de baixios não vegetados da Baía de Paranaguá foram avaliados através da simulação de um derrame in situ adotando o modelo Multivariate Before and After/Control and Impact (M-BACI). Tratamentos impactos foram contrastados com controles em 14 períodos sucessivos. Não foram detectadas diferenças significativas na densidade total da macrofauna, número de espécies e densidades de oligoquetas, ostrácodes, Heleobia australis, Bulla striata, Glycinde multidens, Mediomastus sp. e Heteromastus sp. entre os tratamentos, antes e depois do derrame. Efeito agudo foi registrado pós- impacto, porém, a recuperação dos níveis populacionais pré-impacto foi extremamente rápida. O principal vetor de recolonização foi a migração ativa de adultos dos sedimentos adjacentes. Em geral, o derrame experimental foi pouco relevante para os descritores biológicos das associações bênticas, que se mostraram tolerantes ou resilientes nas escalas de tempo (127 dias) e espaço (35 X35 cm) adotadas no experimento. / Abstract: Effects of diesel oil on benthic communities of non-vegetated tidal flats of Paranaguá Bay (Brazil) were assessed after an in situ experimental spill using a Multivariate Before and After/Control and Impact (M-BACI) design. Impact sites were compared to Control sites through fourteen successive samplings. We found no significant responses in total density, number of species and density of oligochetes, ostracods, Heleobia australis, Bulla striata, Glycinde multidens, Mediomastus sp. and Heteromastus sp. between both impact versus control and before to after treatments. Acute effects were recorded just after the impact, but the recovery to pre-impact conditions was extremely fast. The main recolonization vector was adult active migration from adjacent sediments. Local benthic associations were tolerant or resilient to oil impacts in the spatial (35 vs 35 cm) and temporal (127 days) experimental scales.
36

Meiobenthos response to pore water from sewage impacted areas : a comparison of different laboratory approaches

Santos, Anna Carolina Chaaban January 2015 (has links)
Orientadora : Drª. Fabiane Gallucci / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 01/04/2015 / Inclui referências : f. 31-38 / Resumo: As metodologias comumente utilizadas em avaliações de risco ecológico basearam-se, há décadas, em abordagens simplificadas. Embora essas abordagens tenham permitido o desenvolvimento de instrumentos regulatórios internacionais capazes de reduzir os efeitos adversos sobre os ecossistemas, elas geralmente sofrem de falta de realismo ecológico. Nesse contexto, os estudos de microcosmos que utilizam comunidades meiofaunais oferecem uma boa harmonização entre a complexidade do ecossistema e as configurações muitas vezes altamente artificiais de experimentos laboratoriais. Portanto, foi desenvolvido um experimento para investigar o potencial da abordagem do microcosmo utilizando a meiofauna como ferramenta para estudos ecotoxicológicos. O experimento testou simultaneamente os efeitos ecológicos da exposição à água intersticial sob influência de esgoto ao nível de comunidade, usando microcosmos de meiofauna, e ao nível de indivíduo, usando testes de fecundidade em laboratório com o copépode Nitokra sp. Especificamente, a experiência testou a toxicidade da água intersticial de três locais de acordo com um gradiente de contaminação. Ambas as abordagens foram eficientes na detecção de diferenças de toxicidade entre os locais mais limpos e os mais poluídos. No entanto, apenas os dados multivariados da análise de comunidade detectaram diferenças no gradiente de contaminação. Além das informações sobre toxicidade, os experimentos de microcosmos a nível de comunidade deram indicações sobre espécies sensíveis e tolerantes, efeitos ecológicos indiretos, bem como levantaram hipóteses sobre rotas de contaminação e biodisponibilidade a serem testadas. Os resultados deste estudo confirmam o potencial da abordagem com microcosmos usando comunidades naturais como uma ferramenta iminente para estudos ecotoxicológicos. Palavras chave: meiofauna, nematódeos, Nitokra sp., microcosmos, água intersticial, ecotoxicologia, níveis de organização. / Abstract: The usual procedures for ecological risk assessment have been based for decades on simplified approaches. Although these approaches allowed the development of international regulatory tools capable of reducing the adverse effects on ecosystems, they generally suffer from a lack of ecological realism. Within this context, microcosm studies using meiobenthic communities offer a good compromise between the complexity of the ecosystem and the often highly artificial settings of laboratory experiments. Therefore, an experiment was designed to investigate the potential of the microcosm approach using meiofauna as a tool for ecotoxicological studies. The experiment tested the ecological effects of exposure to sewage-impacted pore water simultaneously at the community level using meiofauna microcosms and at the individual level using laboratory fecundity tests with the copepod Nitokra sp. Specifically, the experiment tested the toxicity of pore water from three sites according to a contamination gradient. Both approaches were efficient in detecting differences in toxicity between the cleaner and most polluted sites. However, only multivariate data from community analysis detected differences in the gradient of contamination. In addition to information about toxicity, the community level microcosm experiments gave indications about sensitive and tolerant species, indirect ecological effects, as well as raised hypothesis about contamination routes and bioavailability to be tested. The results from this study confirm the potential of the microcosm approach using natural communities as an impending tool for ecotoxicological studies. Keywords: meiobenthos, nematode, Nitokra sp., microcosm, pore water, ecotoxicology, levels of organization.
37

Estimativa de densidade e tamanho populacional de Botos-cinza, Sotalia guianensis (van Bénéden, 1864), no complexo estuarino de Paranaguá, Paraná

Miranda, Adriana Vieira de January 2017 (has links)
Orientadora : Dra. Camila Domit / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 26/05/2017 / Inclui referências : f. 41-51 / Resumo: A identificação de zonas prioritárias para conservação pode ser realizada pela combinação de informações sobre distribuição, abundância e resposta comportamental de animais aos parâmetros ambientais reguladores e uso antrópico da área. Sotalia guianensis (boto-cinza) é um pequeno cetáceo do Oceano Atlântico Sul; esta espécie é classificada como vulnerável na lista vermelha de fauna ameaçada do Brasil. Em 2012 e 2013, foram estimadas a densidade e a abundância da população que ocorre no Complexo Estuarino de Paranaguá (CEP), utilizando o método de transectos lineares por estimativa de distância, para investigar variações espaciais, abundância e densidade. Os setores foram cobertos por 48 transectos lineares, totalizando 1710 km com 198 horas de esforço. Neste período, foram registrados 431 grupos e 969 indivíduos de botos-cinza. A densidade e abundância para os cinco setores combinados foram estimados em indivíduos de 5.15 indivíduos / km2 (CV = 0.15) e 1811 botos-cinza (95% IC = 1371-2393). As densidades por área foram estimadas em 2,70 (CV = 0.27) na baía de Laranjeiras, 7,21 (CV = 0.33) na baía de Paranaguá, 9,33 (CV = 0.16) na Desembocadura Norte (boca estuarina norte), 2.42 (CV = 0.20) na Desembocadura Sul (boca estuarina sul), 5.24 (CV = 0.23) em indivíduos Superagui / km2. As maiores densidades foram registradas na Desembocadura Norte e na baía de Paranaguá. Na Desembocadura Norte, isso pode ser devido à maior abundância e diversidade de peixes. A Baía de Paranaguá, apesar de ser uma área portuária, tem a zona máxima, o que resulta em alta produção primária. Este estudo indica que a abundância de botos-cinza no CEP é maior que outras ao longo da distribuição da espécies. Os resultados apresentados aqui podem indicar que a distribuição heterogênea dos botos-cinza pode ser influenciada pela disponibilidade de recursos e pela ocorrência espacial de atividades antropogênicas. Esses resultados são informações bases para tomadores de decisão direcionarem e estabelecerem programas de monitoramento de atividades impactantes e de consequências frente às alterações ambientais. A abundância registrada destaca a importância ecológica global da região para a conservação do boto-cinza e da dinâmica trófica estruturada na região, a qual suporta espécies ameaçadas e importantes recursos pesqueiros. Palavras chave: Sotalia guianensis, Sotalia guianensis - abundância, Sotalia guianensis - densidade, Sotalia guianensis - conservação, Brasil, região sul. / Abstract: Priority conservation zones can be identified by combining information on distribution and abundance with the evaluation of the behavioral response of wildlife to anthropogenic threats. The Guiana dolphin Sotalia guianensis is a small cetacean in the southern Atlantic Ocean, this species is rated as data deficient by the IUCN, and is listed vulnerable on the red list of fauna in Brazil. In 2012 and 2013, estimates of density and abundance of this species were computed in five sectors in the Paranaguá Estuarine Complex (PEC) using line transect methods, to investigate spatial variations in abundance and density. The sectors were covered by 48 line transects over the total area, the total length of transects covered was 1710 km and resulted in 198 effort hours, with 431 groups and 969 individuals of dolphins recorded. Density and abundance for the five sectors combined were estimated at 5.15 individuals/km2 (CV=0.15) and 1811 dolphins (95% CI = 1371-2393) individuals. The densities per area were estimated at 2.70 (CV=0.27) in Laranjeiras bay, 7.21 (CV=0.33) in Paranaguá Bay, 9.33 (CV=0.16) in Desembocadura Norte (north estuarine mouth), 2.42 (CV=0.20) in Desembocadura Sul (south estuarine mouth), 5.24 (CV=0.23) in Superagui individuals/km2. The highest density was recorded in Desembocadura Norte and Paranaguá Bay. In Desembocadura Norte, this might be due to the higher abundance and diversity of fish. Paranaguá Bay, despite being a port area, has the highest turbidity of the PEC, which results in a high primary production. This study indicates that the abundance of Guiana dolphin in the PEC is greater than that others along the distribution range of the species. Results presented here may indicate that the heterogenic distribution of the Guiana dolphins might be influenced by both resource availability and the spatial occurrence of anthropogenic activities. The recorded abundance highlights the global ecological importance of the region for the conservation of Guiana dolphin and structured trophic dynamics in the region, which supports endangered species and important fishing resources. Key words: Sotalia guianensis, Sotalia guianensis - abundance, Sotalia guianensis - densities, Sotalia guianensis - conservation, Brazil, South region.
38

Estrutura populacional e biologia de Octopus vulgaris em um complexo estuarino subtropical

Mazzini, Fabricio Strufaldi January 2013 (has links)
Orientadora : Profª. Drª. Érica Alves Gonzáles Vidal / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Terra, Programa de Pós-Graduação em Sistemas Costeiros e Oceânicos. Defesa: Pontal do Paraná, 26/04/2013 / Inclui referências / Resumo: O polvo comum Octopus vulgaris tem se tornado um dos cefalópodes mais estudados, devido ao seu alto valor comercial e à crescente demanda como recurso marinho em muitos países. O estudo das relações entre sua estrutura populacional e os fatores ambientais que a determinam é de fundamental importância para um maior conhecimento de sua ecologia, possibilitando a criação de medidas de conservação e manejo eficazes. Devido à presença de O. vulgaris na Marina Ponta do Poço (25°32?822?S; 48°23?283?O), dentro do Complexo Estuarino de Paranaguá e a falta de informações sobre sua dinâmica populacional, o presente estudo teve por objetivo realizar uma descrição hidrográfica do local, determinar a distribuição e abundância relativa de paralarvas, densidade de juvenis e adultos, proporção sexual e determinar o estágio de maturação gonadal dos indivíduos. Entre agosto de 2012 e janeiro de 2013, a temperatura da água variou de 19 a 28 °C e a salinidade entre 23 e 34. As velocidades de corrente tiveram máximas de 120 cm s-1 na maré vazante e 73 cm s-1 durante a enchente. A densidade de paralarvas variou entre 0 e 0,033 ind. m-3, e durante os mergulhos para o censo visual, foi estimada uma abundância relativa de polvos de 0 a 0,023 ind. m-2. Machos e fêmeas não apresentaram diferenças significativas quanto às médias de peso, comprimento do manto e distância entre os olhos, e as variáveis biométricas foram altamente correlacionadas entre si. A proporção sexual não diferiu significativamente de 1:1, e o estágio III (maturo) foi o mais frequente na primavera, sendo substituído pelos estágios I (imaturo) e II (em maturação) no verão. Os resultados mostraram que na primavera e verão há uma agregação reprodutiva de O. vulgaris na Marina Ponta do Poço, local que oferece condições favoráveis em termos de disponibilidade de abrigo e alimento, propiciando a ocorrência desde juvenis imaturos, adultos maturos, desova e eclosão das paralarvas. Além disso, as características hidrográficas permitem uma ampla dispersão de paralarvas, favorecendo uma distribuição ainda maior de O. vulgaris no Complexo Estuarino de Paranaguá, fundamental para a manutenção da população de polvos na região. Palavras-chave: Octopus vulgaris, estrutura populacional, abundância, paralarva, características hidrográficas. / Abstract: The common octopus Octopus vulgaris has become one of the most studied and well known cephalopod species due to its high commercial value and the rising market demand for this marine resource in many countries. The study of the relationship between O. vulgaris population structure and the environmental factors which determine it is fundamental for a better understanding of the ecology of the species, allowing for the creation of effective measures for its conservation and management. Given the presence of O. vulgaris in the Ponta do Poço Marina (25°32?822?S; 48°23?283?O), inside the Paranaguá Estuarine Complex, and the lack of information on its population dynamics on the coast of Paraná, this study presents a hydrographic description for the named location; an estimation of paralarval abundance; and data on juvenile and adult density, sexual proportion, biometric measurements, and individual gonadal maturation stage. Water mean temperature varied from 19 to 28 °C between August 2012 and January 2013, and salinity varied between 23 and 34. Current speed reached a maximum of 120 and 73 cm s- 1 during ebb and flood tides, respectively. Paralarval density varied from 0 to 0.033 ind. m- 3, and during visual census through SCUBA diving the relative abundance of juveniles and adults was estimated from 0 to 0.023 ind. m-2. Males and females did not show significant difference as to the mean values in weight, mantle length, and distance between the eyes, and the biometric variables were highly correlated between themselves. The sexual proportion did not differ significantly from 1:1, and the stage III (mature) was the most frequently seen during spring, while stages I (immature) and II (maturing) were the most frequent during summer. The results show that there is a reproductive aggregation of O. vulgaris at the Marina Ponta do Poço during spring and summer, a place which offers favorable conditions in terms of shelter and food availability, favoring the occurrence since immature juveniles, mature adults, spawning and paralarval hatching. Moreover, the hydrographic characteristics allow a wide dispersion of the paralarvae, providing a great distribution of O. vulgaris in Paranaguá Estuarine Complex, which is essential to maintain the population of octopuses in the region. Keywords: Octopus vulgaris, population structure, abundance, paralarvae, hydrographic characteristics.
39

Fracionamento do fósforo em sedimentos superficiais do complexo estuarino de Paranaguá

Cazati, Carlos Alberto 09 December 2010 (has links)
Resumo: No presente estudo, avaliamos a distribuicao e o fracionamento do fosforo (Total (P-total), inorganico (P-inorg) e organico (P-org)), nos sedimentos superficiais, utilizando a fracao granulometrica total, em 320 pontos amostrais dentro do Complexo Estuarino de Paranagua (CEP), Estado do Parana, Brasil. As concentracoes de fosforo foram correlacionadas significativamente com os sedimentos finos (silte + argila). No eixo Leste-Oeste (baias de Paranagua e Antonina) ocorreram teores de sedimentos finos proximos a 100%, exceto na foz dos rios, onde ha uma maior contribuicao relativa de sedimentos grossos. No eixo Norte-Sul, a contribuicao dos sedimentos finos e menor, com predominancia de areia. As maiores concentracoes de sedimentos finos nesse eixo foram encontradas na enseada do Benito e na desembocadura da baia de Guaraquecaba. As maiores concentracoes de P-total foram registradas no eixo Leste-Oeste, onde ocorre a maioria das fontes potencialmente poluidoras. Utilizando concentracoes de P-total maiores que 700 ƒÊg.g-1, como indicativo de influencia antropica, grandes areas de sedimentos nas baias de Antonina e Paranagua podem ser consideradas como moderadamente poluidos por fosforo (500 - 1300 ƒÊg.g-1). As maiores concentracoes foram encontradas na regiao central da baia de Paranagua e nas margens portuarias. No eixo Norte-Sul, sedimentos moderadamente poluidos por fosforo tambem foram registrados, principalmente na enseada do Benito, sul da baia de Guaraquecaba e no setor Mistura. A fracao inorganica do fosforo foi predominante em todo o CEP, com excecao de alguns pontos isolados. Os teores de fosforo verificados no CEP se encontram dentro da faixa reportadas para outros ambientes estuarinos em escala global, variando de 19 . 1049 ƒÊg.g-1, 15 . 630 ƒÊg.g-1 e 0 - 737 ƒÊg.g-1, para fosforo total, inorganico e organico, respectivamente.
40

Mapeamento batimétrico e sonográfico da plataforma continental interna adjacente ao complexo industrial e portuário de Suape, Pernambuco, Brasil

de Souza Figueiredo, Tiago 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T22:56:50Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1301_1.pdf: 8999063 bytes, checksum: d2a37d5c2faafc2ad49e8a587a344b5c (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco / A plataforma continental de Pernambuco possui aproximadamente 32Km de extensão, profundidades de até 60m. Apesar dos estudos com objetivo de mapear feições presentes ao longo da plataforma já realizados, percebe-se que a plataforma pernambucana ainda é pouco conhecida. O objetivo desse trabalho foi mapear a plataforma continental interna adjacente ao Complexo Industrial e Portuário de Suape (CIPS) utilizando as técnicas batimétrica e sonográfica. O CIPS é um importante pólo econômico para Pernambuco, possuindo a segunda maior estrutura portuária do país. Ao longo deste trabalho foram confeccionados 48 perfis batimétricos com detalhamento sonográfico de porções da área de estudo. Foram identificados relevos positivos (possivelmente rochas de praia) e negativos (canais). A profundidade média da área amostrada foi de 16,3m apresentando um comportamento batimétrico distinto entre a porção norte e sul, o que gerou a divisão da área de estudo entre Área 1 e Área 2. Na Área 1 o declive batimétrico se dá nos primeiros 500m, de 11m para 16m, até atingir 18m de profundidade, eleva-se para 14m e decai para pouco mais de 21m. Também foram identificados dois canais de maior porte com direções SO-NE e S-N. Já a Área 2 a profundidade do início dos perfis que é de 10m aumenta gradualmente até valores próximos de 21m. Na porção sul foi identificado um acúmulo de sedimentos trazidos pela corrente de deriva que ficam retidos pelo molhe do porto. Os relevos positivos, possíveis rochas de praia, foram encontrados principalmente entre as isóbatas de 13m a 16m, sendo alguns encontrados entre 17m e 18m de profundidade. Não foi possível perceber claramente uma linha de substratos consolidados que pudesse indicar a estabilização do nível do mar em momentos pretéritos. Apesar das dificuldades (condições de mar e tempo) enfrentadas durante a aquisição das imagens acústicas, foi possível obter a confirmação visual da presença de alguns dos substratos consolidados descritos nos perfis batimétricos. Com o auxílio do Side Scan Sonar (Marine Sonic Tecnology) e com softwares como o Sea San PC v1.8.1 e o Sonar WizMap 4 foram coletados os dados sonográficos e confeccionadas amostras de mosaico de uma porção da área de estudo. Pode-se concluir que a porção da plataforma continental estudada, assemelha-se as descrições realizadas por estudos prévios para a plataforma nordestina, no entanto, não apresenta de maneira evidente uma linha de rochas de praia que caracterizasse estabilizações pretéritas do nível médio do mar

Page generated in 0.5453 seconds