• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 297
  • 7
  • 7
  • 7
  • 7
  • 6
  • 4
  • 3
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 310
  • 310
  • 194
  • 163
  • 156
  • 127
  • 94
  • 82
  • 66
  • 66
  • 60
  • 59
  • 53
  • 53
  • 36
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Avaliação através do teste de micratração da resistência adesiva em dentina contaminada com saliva humana e sangue fresco /

Arouca, Silvio Eduardo. January 2004 (has links)
Orientador: Marcelo Ferrarezi de Andrade / Banca: José Roberto Cury Saad / Banca: Mânio de Carvalho Tibúrcio / Resumo: O objetivo deste trabalho foi realizar, in vitro, avaliação da resistência de união à microtração, sob duas formas de contaminação do substrato dentinário (saliva humana e sangue fresco) e três diferentes formas de limpeza (jato de ar, jato de ar e água e recondicionamento dentinário), utilizando-se do sistema adesivo de 4ª geração, One-Step (Bisco). Foram utilizados 21 terceiros molares humanos íntegros, os quais foram divididos em sete grupos distintos com três dentes cada, sendo um grupo controle e outros seis grupos de trabalho alternando as duas formas de contaminação e as três formas de limpeza. Em cada dente a porção oclusal da coroa foi cortada e sob a superfície plana de dentina foi realizada a contaminação, bem como a limpeza do substrato para que a restauração fosse construída e em seguida os dentes foram submetidos a ciclagem térmica de 1000 ciclos alternando 5º e 55ºC. Os dentes foram cortados em palitos com área de superfície adesiva de 1mm2. Para cada um dos 7 grupos foram realizadas 20 repetições, perfazendo um total de 210 amostras. O teste de resistência a microtração, foi realizado em uma Máquina de Ensaios Mecânicos MTS-810, em velocidade de 1 mm / min, com o auxilio de um dispositivo bipartido onde o palito era fixado com cola Super Bonder gel e o acelerador de presa Zapit. Após a ruptura dos palitos os dados foram compilados através de um programa específicos Test Works 4 e os resultados enviados para a análise estatística. Foi realizada análise de variância para a avaliar estatisticamente os dois agentes contaminantes, combinados com as três formas de limpeza do substrato dentinário em relação à resistência de união à tração. Observou-se que a interação entre os agentes contaminantes e as formas de tratamentos de limpeza da dentina é significativa (valor p<0,0001), então o efeito da contaminação... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Mestre
2

Efeito do pré-tratamento com laser sobre a resistência de união de sistemas adesivos auto-condicionantes em dentina hipermineralizada artificialmente / Effect of laser pre-treatment on the bond strength of self-etching adhesives on artificially hypermineralized dentin

Leandrin, Thais Pirágine [UNESP] 29 September 2016 (has links)
Submitted by Thais Piragine Leandrin (thaispiragine@hotmail.com) on 2017-06-11T23:36:06Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO DE MESTRADO .pdf: 595569 bytes, checksum: a3c82c1e07319f17637ff643c2f39039 (MD5) / Approved for entry into archive by Luiz Galeffi (luizgaleffi@gmail.com) on 2017-06-13T14:50:55Z (GMT) No. of bitstreams: 1 leandrin_tp_me_arafo.pdf: 595569 bytes, checksum: a3c82c1e07319f17637ff643c2f39039 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-06-13T14:50:55Z (GMT). No. of bitstreams: 1 leandrin_tp_me_arafo.pdf: 595569 bytes, checksum: a3c82c1e07319f17637ff643c2f39039 (MD5) Previous issue date: 2016-09-29 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência de união de diferentes sistemas adesivos autocondicionantes, frente a diferentes tratamentos em dentina hipermineralizada artificialmente. Oitenta (N = 80) dentes bovinos foram selecionados e tiveram ampla exposição dentinária. Os grupos foram divididos de acordo com o sistema adesivo autocondicionante de dois passos: AdheSE (Ivoclar) e Clearfil SE Bond (Kuraray). Cada subgrupo recebeu cinco diferentes tratamentos: (1) aplicação do sistema adesivo segundo recomendações do fabricante, (2) condicionamento com ácido fosfórico 37% por 15” + laser Er,Cr:YSGG + adesivo, (3) laser Er,Cr:YSGG + condicionamento com ácido fosfórico 37% por 15” + adesivo, (4) condicionamento com ácido fosfórico 37% + adesivo, (5) aplicação do laser Er,Cr:YSGG + adesivo. Em seguida, cilindros de resina composta (FiltekTM Z350 XT - 3M ESPE) foram posicionados e fotoativados por 40s. Após preparação dos espécimes, parte deles (n=8) ficou armazenada em ambiente úmido a 37°C por 24h para então ser submetida a teste de resistência de união ao microcisalhamento. Os resultados de resistência de união foram obtidos em MPa e submetidos à Análise de Variância e Teste de Tukey ao nível de significância de 5%. Os resultados demonstram que o grupo tratado com ácido + adesivo, utilizando o sistema AdheSE apresentou os maiores valores médios de resistência de união ao microcisalhamento. Pode-se concluir que o pré-tratamento a laser não interferiu negativamente nos valores de resistência de união dos sistemas adesivos autocondicionantes em dentina hipermineralizada artificialmente. / The objective of this study was to evaluate the bond strength of different adhesive systems after different treatments of normal and artificially hypermineralized dentin. Eighty (N=100) healthy bovine teeth had been selected and will have extensive dentin exposure. The groups were divided according to the adhesive system used: AdheSE and Clearfil SE Bond. Each subgroup received five different treatments: (1) applying the adhesive system following manufacturer's recommendations, (2) etching with 37% phosphoric acid for 15 " + Er, Cr: YSGG laser + adhesive, (3) Er, Cr: YSGG laser + etching with 37% phosphoric acid for 15 " + adhesive, (4) etching with 37% phosphoric acid + adhesive, (5) Er,Cr: YSGG laser + adhesive. Cylinders of composite resin (Z350 XT FiltekTM - 3M ESPE) were positioned and photoactivated for 40s. After a period of storage in a humid environment for 24 hours at 37°C, the specimens were submitted to the microshear bond strength test. Differences between groups were determined using ANOVA and Tukey’s statistical tests at a significance level of 5%. The results showed that the group treated with acid + adhesive using the AdheSE system provided the highest values of microshear bond strength. It can be concluded that laser pretreatment did not affect negatively the bond strength of the self-etching adhesive systems on artificially hypermineralized dentin.
3

Influência da smear layer e da condição de tratamento da dentina (in vivo e in vitro), sobre a resistência de união /

Kina, João Fernando. January 2004 (has links)
Orientador: Carlos Alberto de Souza Costa / Banca: José Roberto Cury Saad / Banca: Marcelo Giannini / Resumo: O objetivo da presente pesquisa foi avaliar comparativamente, a influência da smear layer e da condição de tratamento da dentina (in vivo e in vitro), sobre a resistência de união entre um sistema adesivo auto-condicionante e o substrato dentinário. Para isto, foram realizados preparos cavitários de classe I em 20 primeiros pré-molares superiores humanos, com profundidade média de 2,5mm. Todos os dentes foram restaurados com resina composta Z250, cor A3 (3M ESPE), utilizando-se do sistema adesivo auto-condicionante Clearfil SE Bond (Kuraray Co. Ltda). As amostras foram divididas em 4 grupos experimentais: G1 - in vivo, com remoção da smear layer; G2 - in vivo, sem remoção da smear layer; G3 - in vitro, com remoção da smear layer e G4 - in vitro, sem remoção da smear layer. Para os grupos 1 e 2 (in vivo), os procedimentos operatórios foram realizados com o dente na cavidade bucal dos pacientes, sendo que para os grupos 3 e 4 (in vitro), estes procedimentos foram realizados após extração dos dentes, em laboratório. O agente condicionador EDTA 0,5M pH 7,2, foi utilizado para remoção da smear layer. Os dentes foram mantidos em solução de glutaraldeído a 2,5% por período máximo de 5 dias, sendo posteriormente cortados de tal forma a obter, em média, 8 "palitos" por dente (21 "palitos" para cada grupo experimental e controle). Cada espécime ("palito") foi individualmente submetido ao teste de microtração e os valores de resistência de união expressos em MPa. A análise estatística de ANOVA, complementada pelos testes de Levene, Kolmogorov-Smirnov e Pearson, foi aplicada aos dados numéricos obtidos. Os resultados mostraram que tanto in vivo como in vitro, a resistência de união média foi estatisticamente maior, quando se realizou a remoção da smear layer... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo). / Abstract: The aim of this investigation was to evaluate and to compare the influence of the smear layer and the dentin treatment (in vivo and in vitro) on bond strength of a self etching bonding system to dentin. Class I cavities with 2,5mm depth were performed in 20 sound human premolars. Following application of the self etching adhesive system Clearfil SE Bond (Kuraray Co.Ltd.), all teeth were restored using Z 250 composite resin (3M ESPE). The teeth were randomly assigned to 4 experimental groups: G1 - in vivo, with smear layer removal; G2 - in vivo, with maintenance of smear layer; G3 - in vitro, with smear layer removal and G4 - in vitro, with maintenance of smear layer. In groups 1 and 2 (in vivo), the clinical procedures were performed before surgical extraction. On the other hand, in groups 3 and 4 (in vitro), the clinical procedures were performed after extraction, in the laboratory. The 17% EDTA conditioning agent (0,5M / pH7.2) was used to remove smear layer. The samples were stored in 2.5% glutaraldehyde solution for about 5 days, then sectioned into 0,7mm thick slabs. Each slab was finally trimmed for the micro-tensile bond test. It was obtained 8 trimmed specimens by every tooth (21 trimmed specimens for each experimental and control groups). The data of micro-tensile bond test (MPa) were submitted to the statistical analysis of ANOVA complemented by Levene, Kolmogorov-Smirnov, and Pearson tests. It was not demonstrated statistical differences when the mean values of the tensile bond strength (MPa) were compared between the both in vivo and in vitro groups. However, even when better results were observed for in vitro groups the differences were not statistically significant of those determined for in vivo groups. In addition, no correlation between bond strength and dentin thickness (p=0,830) was observed. In conclusion, the results of this investigation demonstrated no difference... (Complete abstract, click electronic address below). / Mestre
4

Influência da smear layer e da condição de tratamento da dentina (in vivo e in vitro), sobre a resistência de união

Kina, João Fernando [UNESP] 27 February 2004 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:24:08Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004-02-27Bitstream added on 2014-06-13T19:51:23Z : No. of bitstreams: 1 kina_jf_me_arafo.pdf: 1053691 bytes, checksum: 635d6bff8fa71c05138666c000c6fea3 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / O objetivo da presente pesquisa foi avaliar comparativamente, a influência da smear layer e da condição de tratamento da dentina (in vivo e in vitro), sobre a resistência de união entre um sistema adesivo auto-condicionante e o substrato dentinário. Para isto, foram realizados preparos cavitários de classe I em 20 primeiros pré-molares superiores humanos, com profundidade média de 2,5mm. Todos os dentes foram restaurados com resina composta Z250, cor A3 (3M ESPE), utilizando-se do sistema adesivo auto-condicionante Clearfil SE Bond (Kuraray Co. Ltda). As amostras foram divididas em 4 grupos experimentais: G1 - in vivo, com remoção da smear layer; G2 - in vivo, sem remoção da smear layer; G3 - in vitro, com remoção da smear layer e G4 - in vitro, sem remoção da smear layer. Para os grupos 1 e 2 (in vivo), os procedimentos operatórios foram realizados com o dente na cavidade bucal dos pacientes, sendo que para os grupos 3 e 4 (in vitro), estes procedimentos foram realizados após extração dos dentes, em laboratório. O agente condicionador EDTA 0,5M pH 7,2, foi utilizado para remoção da smear layer. Os dentes foram mantidos em solução de glutaraldeído a 2,5% por período máximo de 5 dias, sendo posteriormente cortados de tal forma a obter, em média, 8 palitos por dente (21 palitos para cada grupo experimental e controle). Cada espécime (palito) foi individualmente submetido ao teste de microtração e os valores de resistência de união expressos em MPa. A análise estatística de ANOVA, complementada pelos testes de Levene, Kolmogorov-Smirnov e Pearson, foi aplicada aos dados numéricos obtidos. Os resultados mostraram que tanto in vivo como in vitro, a resistência de união média foi estatisticamente maior, quando se realizou a remoção da smear layer... . / The aim of this investigation was to evaluate and to compare the influence of the smear layer and the dentin treatment (in vivo and in vitro) on bond strength of a self etching bonding system to dentin. Class I cavities with 2,5mm depth were performed in 20 sound human premolars. Following application of the self etching adhesive system Clearfil SE Bond (Kuraray Co.Ltd.), all teeth were restored using Z 250 composite resin (3M ESPE). The teeth were randomly assigned to 4 experimental groups: G1 - in vivo, with smear layer removal; G2 - in vivo, with maintenance of smear layer; G3 - in vitro, with smear layer removal and G4 - in vitro, with maintenance of smear layer. In groups 1 and 2 (in vivo), the clinical procedures were performed before surgical extraction. On the other hand, in groups 3 and 4 (in vitro), the clinical procedures were performed after extraction, in the laboratory. The 17% EDTA conditioning agent (0,5M / pH7.2) was used to remove smear layer. The samples were stored in 2.5% glutaraldehyde solution for about 5 days, then sectioned into 0,7mm thick slabs. Each slab was finally trimmed for the micro-tensile bond test. It was obtained 8 trimmed specimens by every tooth (21 trimmed specimens for each experimental and control groups). The data of micro-tensile bond test (MPa) were submitted to the statistical analysis of ANOVA complemented by Levene, Kolmogorov-Smirnov, and Pearson tests. It was not demonstrated statistical differences when the mean values of the tensile bond strength (MPa) were compared between the both in vivo and in vitro groups. However, even when better results were observed for in vitro groups the differences were not statistically significant of those determined for in vivo groups. In addition, no correlation between bond strength and dentin thickness (p=0,830) was observed. In conclusion, the results of this investigation demonstrated no difference... (Complete abstract, click electronic address below).
5

Avaliação através do teste de micratração da resistência adesiva em dentina contaminada com saliva humana e sangue fresco

Arouca, Silvio Eduardo [UNESP] 01 March 2004 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:24:09Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2004-03-01Bitstream added on 2014-06-13T19:30:41Z : No. of bitstreams: 1 arouca_se_me_arafo.pdf: 3685255 bytes, checksum: 3a12fac77e6217bc7dbb90e3959d7ab5 (MD5) / O objetivo deste trabalho foi realizar, in vitro, avaliação da resistência de união à microtração, sob duas formas de contaminação do substrato dentinário (saliva humana e sangue fresco) e três diferentes formas de limpeza (jato de ar, jato de ar e água e recondicionamento dentinário), utilizando-se do sistema adesivo de 4ª geração, One-Step (Bisco). Foram utilizados 21 terceiros molares humanos íntegros, os quais foram divididos em sete grupos distintos com três dentes cada, sendo um grupo controle e outros seis grupos de trabalho alternando as duas formas de contaminação e as três formas de limpeza. Em cada dente a porção oclusal da coroa foi cortada e sob a superfície plana de dentina foi realizada a contaminação, bem como a limpeza do substrato para que a restauração fosse construída e em seguida os dentes foram submetidos a ciclagem térmica de 1000 ciclos alternando 5º e 55ºC. Os dentes foram cortados em palitos com área de superfície adesiva de 1mm2. Para cada um dos 7 grupos foram realizadas 20 repetições, perfazendo um total de 210 amostras. O teste de resistência a microtração, foi realizado em uma Máquina de Ensaios Mecânicos MTS-810, em velocidade de 1 mm / min, com o auxilio de um dispositivo bipartido onde o palito era fixado com cola Super Bonder gel e o acelerador de presa Zapit. Após a ruptura dos palitos os dados foram compilados através de um programa específicos Test Works 4 e os resultados enviados para a análise estatística. Foi realizada análise de variância para a avaliar estatisticamente os dois agentes contaminantes, combinados com as três formas de limpeza do substrato dentinário em relação à resistência de união à tração. Observou-se que a interação entre os agentes contaminantes e as formas de tratamentos de limpeza da dentina é significativa (valor p<0,0001), então o efeito da contaminação...
6

Avaliação da resistência de união à microtração de um sistema universal à dentina profunda

Gré, Cristina Parise January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:46:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 327705.pdf: 2764094 bytes, checksum: f47c75439a021458957e45c281da3616 (MD5) Previous issue date: 2014 / O objetivo deste estudo foi avaliar a resistência de união à microtração de um sistema adesivo universal aplicado em dentina profunda sob diferentes estratégias adesivas.15 terceiros molares humanos tiveram a porção coronária removida , expondo dentina profunda e então, foram divididos em três grupos, de acordo com o sistema adesivo utilizado: G1(controle)-Adper Single Bond 2, sistema adesivo de condicionamento ácido total; G2-Single Bond Universal aplicado no modo autocondicionante; G3-Single Bond Universal aplicado com condiconamento ácido total. Após a aplicação do sistema adesivo, a porção coronária foi reconstruída com a resina composta Filtek Z350. Os corpos - de - prova permaneceram 24h em água destilada à 370C e , então , foram seccionados com um disco de corte diamantado, formando filetes para o teste de microtração, realizado a uma velocidade de 0,5mm/min. Após o teste, a análise do tipo de fratura foi realizada em microscópio óptico e espécimes representativos de cada grupo foram analisados em microscópio eletrônico de varredura . A análise estatística foi realizada, empregando os testes de análise de variância (ANOVA) e a comparação múltipla de Tukey(p=0,05).Não houve diferença estatística entre os grupos e a maioria das falhas ocorreu na interface adesiva para os três grupos testados.Assim, pode-se concluir que o sistema adesivo Single Bond Universal não foi afetado pela estratégia adesiva utilizada e seu desempenho foi equivalente ao do grupo-controle utilizado.<br> / Abstract : This in vitrostudy evaluated the deep dentin microtensile bond strenght of a new multi-purpose dental adhesive applied under different bonding strategies.15 human third molars had a crown portion removed, exposing deep dentin and were divided into three groups, according to the adhesive and etching strategy: G1 (control group) - Adper Single Bond 2, total etch adhesive system. G2- Single Bond Universal applied as a one-step self-etch adhesive;G3- Single Bond Universal applied as a 2-step etch-and-rinse adhesive.Build-ups were constructed with Filtek Z350 and cured in three increments of 2 mm each. Specimens were stored in water (370C/24 h) and then resin dentine sticks were prepared. The sticks were tested under tension at 0.5 mm/min.The failure mode of the specimenswere analyzed using an optic microscope and representative specimens were examined under scanning electron microscope.Statistical analyses were computed using one-way ANOVA and Tukey s test (p=0,05). All the groups ranked in the same statistical subset. The majority of the specimens showed adhesive failures. Single Bond Universal adhesive system was not affected by the adhesion strategy and it s performance was equivalent to that of control group used.
7

Avaliação de sistemas adesivos universais na dentina sob testes de microtração e espectroscopia micro-raman

Farias, David Cardoso Sandes January 2014 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:51:44Z (GMT). No. of bitstreams: 1 327850.pdf: 23876122 bytes, checksum: 5cb2eabe8aa853b4c8ba03ec9301ee56 (MD5) Previous issue date: 2014 / Avaliar o efeito da aplicação de cargas mecânicas cíclicas sobre a resistência adesiva à microtração de sistemas adesivos universais à dentina quando aplicados com diferentes estratégias adesivas, convencional ou autocondicionante; e quantificar a interdifusão destes adesivos universais na dentina por meio da espectroscopia micro-Raman. Superfícies planas de dentina provenientes de oitenta e oito molares humanos foram distribuídas aleatoriamente em oito grupos de acordo com o tipo de sistema adesivo utilizado (n=10): Scotchbond Universal aplicado seguindo a estratégia adesiva convencional (SU-Er, 3M ESPE) ou seguindo a estratégia adesiva autocondicionante (SU-Se, 3M ESPE); All Bond Universal seguindo a estratégia adesiva convencional (AB-Er, Bisco) ou seguindo a estratégia adesiva autocondicionante (AB-Se, Bisco). Optibond FL (OFL, Kerr), Adper Single Bond Plus (SBP, 3M ESPE), Clearfil SE Bond (CSE, Kerr); e Adper Prompt L-Pop (PLP, 3M ESPE) foram utilizados para comparações. Após realização dos procedimentos adesivos, restaurações com a resina composta TPH3 (Dentsply) foram construídas incrementalmente. Metade das amostras (n=5) foi seccionada para a obtenção de filetes 24 horas após aos procedimentos adesivos e imediatamente submetidas ao teste de resistência adesiva à microtração (µTBS). A outra metade das amostras foi seccionada em filetes após aplicação de cargas mecânicas cíclicas (50.000 ciclos, 50N) e testadas sob µTBS. Para quantificar a infiltração dos sistemas adesivos na interface adesivo/dentina, a análise micro-Raman foi realizada para cada sistema adesivo. Dentes adicionais (n = 8) foram preparados e tratados com os diferentes sistemas adesivos como anteriormente descrito para a avaliação da resistência adesiva à microtração. Cada amostra foi seccionada para obtenção de filetes com 2 mm2. Os filetes foram então polidos e limpos para expor a interface adesiva para a análise sob espectroscopia micro-Raman. Para a análise estatística dos dados, foi empregada a análise de variância de dois fatores (two-way ANOVA) e o teste de Tukey ao nível de 95% de confiança. O condicionamento ácido prévio da dentina produziu um aumento mínimo e não-significativo dos valores de resistência adesiva quando o adesivo SU foi utilizado (p > 0.05). Para o adesivo AB, as médias de resistência adesiva foram influenciadas pelo modo de aplicação (autocondicionante ou convencional) (p < 0.05). Inicialmente, as médias mais altas de resistência adesiva foram obtidas com SU-Er (57,5 MPa), mas estatisticamente semelhantes às médias obtidas com OFL, SBP, CSE e AB-Er (p > 0.05). PLP e AB-Se apresentaram desempenho adesivo semelhantes, que foram estatisticamente inferiores quando comparados aos outros grupos experimentais (p < 0.05). A aplicação de cargas mecânicas cíclicas não afetou os valores de resistência adesiva para todos os grupos, exceto para PLP (de 35,2 para 12,7 MPa; p < 0.05). A espessura da camada híbrida variou entre os diferentes sistema adesivos avaliados, com espessura aproximada de 3.5, 3.5, 4.0, 5.0, 2.5, 5.0, 2.0, 4.0 µm para OFL, SBP, CSE, PLP, SU-Se, SU-Er, AB-Se e AB-Er, respectivamente. O desempenho dos sistemas adesivos universais não foi afetado negativamente pelo modo de aplicação utilizado - autocondicionante ou convencional. A aplicação de cargas mecânicas cíclicas não influenciou os valores de resistência união de adesivos universais à dentina. Variações na profundidade de infiltração da resina e no grau de desmineralização da dentina na interface foram observadas sob espectroscopia micro-Raman.<br> / Abstract : To evaluate the effect of mechanical cyclic loading on the dentin microtensile bond strengths (µTBS) of universal adhesive systems following either a self-etch or an etch-and-rinse bonding strategy and to quantify the diffusion of these single-bottle universal adhesives into dentin using micro-Raman spectroscopy. Flat dentin surfaces from eighty human molars were allocated to eight groups (n=10) and bonded with Scotchbond Universal Adhesive applied using etch-and-rinse approach (SU-Er, 3M ESPE) or using self-etch approach (SU-Se, 3M ESPE); All Bond Universal Adhesive applied using etch-and-rinse approach (AB-Er, Bisco) or using self-etch approach (AB-Se, Bisco). Optibond FL (OFL, Kerr), Adper Single Bond Plus (SBP, 3M ESPE), Clearfil SE Bond (CSE, Kerr); and Adper Prompt L-Pop (PLP, 3M ESPE) were used for comparison. Composite build-ups were constructed incrementally with TPH3 (Dentsply). Half of the specimens (n=5) were sectioned into beams 24 h after the bonding procedures and immediately tested for microtensile bond strengths (µTBS). The other half of the specimens were sectioned into beams immediately after mechanical load cycling (50.000 cycles, 50N) and tested in µTBS. Micro-Raman analysis of adhesive infiltration across the dentin-adhesive interface was carried out for each adhesive. Additional teeth (n=8) were prepared and bonded as previously described for µTBS evaluation. Each specimen was then cut to obtain 2 mm2 slabs. Slabs were then polished and cleaned to expose the adhesive interface for micro-Raman analysis. Data were analyzed by two-way ANOVA and Tukey s post hoc test at the 95% confidence level. The pre-etching treatment produced a minimal and non-significant increase in µTBS for SU adhesive (p > 0.05). For AB, the mean µTBS was influenced by the mode of application (self-etch or etch-and-rinse) (p < 0.05). Initially, the highest mean µTBS were obtained with SU-Er (57.5 MPa), but statistically similar to those of OFL, SBP, CSE and AB-Er (p > 0.05). PLP and AB-Se performed equally, which were statistically lower than those of the other experimental groups (p < 0.05). Mechanical cyclic loading did not affect the µTBS values for all groups except for PLP (from 35.2 to 12.7 MPa; p < 0.05). The widths of the hybrid layers varied, and was ~3.5, 3.0, 4.0, 5.0, 2.5, 5.0, 2.0, 4.0 µm for OFL, SBP, CSE, PLP, SU-Se, SU-Er, AB-Se and AB-Er, respectively. The bonding performance of universal adhesives was not affected by application mode  namely self-etch and etch-and-rinse. Mechanical cyclic loading did not adversely affect the µTBS values of universal adhesives. Variations in the degree of resin infiltration and dentin demineralization on the resin-dentin interface were noticed with micro-Raman spectroscopy.
8

Resistência de união de um sistema adesivo de condicionamento total com diferentes viscosidades à dentina tratada com Laser de ER:YAG / Bond strength of a total-etch adhesive system with different viscosities to ER:YAG LASER irradiated dentin

Lira, Renato Queiroz Nogueira January 2013 (has links)
LIRA, Renato Queiroz Nogueira. Resistência de união de um sistema adesivo de condicionamento total com diferentes viscosidades à dentina tratada com laser de ER:YAG. 2013. 47 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2013. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2013-12-16T14:05:24Z No. of bitstreams: 1 2013_dis_rqnlira.pdf: 1003430 bytes, checksum: e1bd1025ce8d0fc385ab8e8011f5c805 (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2013-12-16T14:08:42Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2013_dis_rqnlira.pdf: 1003430 bytes, checksum: e1bd1025ce8d0fc385ab8e8011f5c805 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-12-16T14:08:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2013_dis_rqnlira.pdf: 1003430 bytes, checksum: e1bd1025ce8d0fc385ab8e8011f5c805 (MD5) Previous issue date: 2013 / Dental cavities prepared with Er:YAG laser may result in greater conservation of sound tissue, further opening of dentinal tubules without the presence of smear layer, few microorganisms in the cavity, and lower pain sensitivity during operative procedure. Whereas laser irradiation may decrease the bond strength of resin materials to dentin, this study examined the effect of viscosity of a two-step total-etch adhesive system on the bonding to dentin irradiated with Er:YAG laser. The prepared dentin was tested in 2 types of surface preparation (diamond tip and Er:YAG laser) and the viscosity of the adhesive at 3 different dilutions (Adper™ Single Bond 2 [SB], SB+10% e SB+20% de ethanol). Sixty human third molars were sectioned and polished, exposing dentin occlusal surfaces. SB adhesive system was used to prepare formulations with different viscosities. The dentin surfaces were acid etched and the adhesives were applied according to the manufacturer's instructions. Composite resin buildups (Filtek™ Z250 XT) of 5 mm were made. Prepared teeth were stored in distilled water (37oC) for 24 h. Specimens were sectioned into sticks (1 mm² of cross sectional area), which were submitted to microtensile test. Physical-mechanical properties, such as contact angle, evaporation rate, degree of conversion, sorption/solubility of water and viscosity of the adhesives were defined. All results were compared with Two-way ANOVA and Tukey multiple comparison test (α=0.05). There was no statistical difference between the values of microtensile for all groups. The viscosity levels did not affect the bond strength of dentin treated either with Er:YAG laser or diamond bur. / Preparos cavitários dentários confeccionados com laser de Er:YAG podem resultar em uma maior conservação de tecidos sadios, maior abertura dos túbulos dentinários sem presença de lama dentinária, menor número de microrganismos na cavidade, além de menor sensibilidade dolorosa durante sua confecção. Considerando que a irradiação a laser pode diminuir a resistência de união de materiais restauradores à dentina, esse estudo analisou o efeito da viscosidade de um sistema adesivo de condicionamento total de dois passos, em dentina irradiada com laser de Er:YAG. A dentina preparada foi testada em 2 tipos de preparo de superfície (ponta diamantada e laser de Er:YAG) e a viscosidade do adesivo em 3 diferentes diluições (Adper™ Single Bond 2 [SB], SB+10% e SB+20% de etanol). Sessenta terceiros molares humanos foram cortados e polidos, expondo superfícies de dentina oclusal. Foi utilizado o sistema adesivo SB para preparar as formulações com diferentes viscosidades. As superfícies de dentina foram condicionadas com ácido fosfórico e os adesivos foram aplicados de acordo com as instruções do fabricante. Platôs de resina composta (Filtek™ Z250 XT) de 5 mm foram confeccionados. Os dentes preparados foram estocados em água destilada (37ºC) por 24 h. Os espécimes foram seccionados em palitos de cerca de 1 mm² de área transversal, os quais foram submetidos ao teste de microtração. Propriedades físico-mecânicas como ângulo de contato, taxa de evaporação, grau de conversão, sorção/solubilidade de água e viscosidade dos adesivos foram definidas. Todos os resultados foram analisados com Two-way ANOVA e teste de comparações múltiplas de Tukey (α=0.05). Não houve diferença estatística entre os valores de microtração para todos os grupos. Os níveis de viscosidade não afetaram a resistência de união da dentina irradiada com laser de Er:YAG ou tratada com ponta diamantada.
9

Avaliação in vitro da resistência de união adesiva em dentes com anomalias de desenvolvimento

Santos, Gustavo Adolfo Gonçalves Rivera Moreira January 2008 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008. / Submitted by Suelen Silva dos Santos (suelenunb@yahoo.com.br) on 2009-09-16T18:28:18Z No. of bitstreams: 1 Dissert_GustavoAdolfoGRMSantos.pdf: 2086038 bytes, checksum: 35c9ba68231f863d014c0547297e271f (MD5) / Approved for entry into archive by Gomes Neide(nagomes2005@gmail.com) on 2010-07-01T11:49:12Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissert_GustavoAdolfoGRMSantos.pdf: 2086038 bytes, checksum: 35c9ba68231f863d014c0547297e271f (MD5) / Made available in DSpace on 2010-07-01T11:49:12Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissert_GustavoAdolfoGRMSantos.pdf: 2086038 bytes, checksum: 35c9ba68231f863d014c0547297e271f (MD5) Previous issue date: 2008 / Dentes com Amelogênese Imperfeita (AI) ou Dentinogênese Imperfeita (DGI) normalmente apresentam necessidade de tratamento por razões funcionais ou estéticas; entretanto, pouco se sabe sobre a influência que estes defeitos no esmalte e na dentina exercem na resistência de união aos materiais restauradores adesivos. O presente estudo teve como objetivos avaliar a resistência de união (RU) entre uma resina composta e o tecido dentinário de dentes afetados por AI e DGI tipo II e caracterizar, após a realização dos ensaios, o tipo de fratura dos espécimes. Para o experimento, foram selecionados terceiros molares de pacientes com DGI Tipo II (n=6) e com AI (n=5). Como grupo controle, foram utilizados 6 dentes de pacientes não afetados. Os dentes foram seccionados no terço oclusal possibilitando a exposição de uma dentina superficial plana, sobre a qual foram confeccionadas coroas de resina composta (Z250, 3M/ESPE), de aproximadamente 4mm de altura, pela técnica incremental. Após 24 horas de armazenamento em água destilada (37°C), a coroa foi seccionada para a obtenção de palitos resina/dentina (área de secção transversal de 1,2mm²). Um total de 104 espécimes: grupo DGI (n=32), grupo AI (n=36) e grupo controle (n=36) foram submetidos ao teste de microtração em uma máquina universal de ensaios (MTS), com o auxílio do dispositivo Bencor Multi-T. Os ensaios foram realizados sob uma velocidade de 0,5mm/min até a ocorrência da fratura dos espécimes. A superfície fraturada foi analisada com ajuda de lupa estereoscópica com aumento de 40x. Os testes ANOVA one-way e ² foram conduzidos para a comparação dos resultados de resistência de união e tipos de fratura, respectivamente. Verificou-se que o grupo DGI tipo II apresentou valores de resistência de união menores, (25,366 ± 7,217 MPa,), em comparação àqueles observados no grupo AI, (42,761 ± 6,375 MPa), e grupo controle, (38,376 ± 10,451 MPa). As fraturas dos espécimes foram majoritariamente do tipo adesivo (86,54%) para todos os tipos de tecido dentinário avaliados. Neste estudo, a adesão ao tecido dentinário de dentes afetados por DGI Tipo II mostrou-se menos resistente, enquanto dentes afetados por AI e dentes hígidos apresentaram valores de resistência de união à dentina semelhantes. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Teeth affected by Amelogenesis Imperfecta (AI) or Dentinogenesis Imperfecta (DGI) normally demand restorative treatment for functional and aesthetic reasons however, scarce information is available concerning the influence of enamel and dentin defects on the adhesive restorative materials bond strength. This study evaluated the dentin bond strength and the fracture type characterization of the specimens obtained from teeth affected by DGI type II and AI. Three groups of third molars (6 DGI type II, 5 AI and 6 sound teeth) were sectioned at the occlusal third until exhibiting a flat superficial dentin, over which, composite resin (Z250, 3M/ESPE) buildups of 4 mm of thickness were constructed incrementally. After 24 hours storage in distilled water (37°C), the crown was serially sectioned to obtain sticks (1,2mm2 cross section) for microtensile bond strength testing. A total of 32 (DGI group), 36 (AI group) and 36 (sound teeth group) sticks were tested. The specimens were attached to a universal testing machine (MTS), using a Bencor Multi- T device. The test was performed at a speed of 0.5 mm/min until the fracture of the specimens. The fracture surface was visually analyzed using a stereomicroscope at 40x of magnification. One-way ANOVA and 2 test were performed to compare, respectively, bond strength and fracture types. DGI type II teeth had lower bond strength mean values (25.366 ± 7.217 MPa), when compared with those observed in AI teeth (42.761 ± 6.375 MPa) and sound teeth (38.376 ± 10.451 MPa). Most of the specimens fractures were of adhesive type (86.54%) for all evaluated dentin tissues. In the present study, the adhesion to the DGI type II dentin tissue was less resistant, while AI affected and sound teeth presented very similar dentin bond strength values.
10

Influência da remoção do colágeno sobre a adesão dentinária

SOUZA, Fábio Barbosa de January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T22:59:25Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo8476_1.pdf: 5038082 bytes, checksum: 0cb3583859984a2f9505d6348cd18d26 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / Verificou-se a influência da remoção do colágeno sobre a adesão dentinária de sistemas restauradores adesivos através de avaliações da resistência adesiva à microtração (RA&#956;T) e da análise morfológica das interfaces adesivas em microscopia eletrômica de varredura (MEV). Molares humanos tiveram a dentina oclusal exposta, sendo distribuídos conforme os grupos: GSB (Single Bond/3M); GPB (Prime & Bond NT/Dentsply); GOC (One Coat Bond/Coltene/Vigodent); GPQ (PQ1/Ultradent); GSE (Clearfil SE Bond/Kuraray); GOU (One Up Bond F/Tokuyama). Cada grupo (n=12 - Ra&#956;T; n=3 - MEV) foi subdividido em 2 subgrupos quanto à forma de tratamento dentinário: 1 protocolo adesivo recomendado pelos fabricantes; 2 remoção do colágeno (H3PO4 15 s + NaOCl 5% por 2 min) + protocolo adesivo. Para os testes de RA&#956;T foram obtidos 9 corpos de prova por dente, com área de interface adesiva de 0,8 mm2 (± 0,2), os quais foram submetidos ao ensaio mecânico de RA&#956;T à velocidade de 0,5 mm/min. Para a MEV, após o preparo e tratamento das interfaces adesivas, realizou-se a metalização das superfícies e análise na linha de união. Os valores médios dos submetidos a ANOVA e teste de Tukey (&#945;=5%) foram em MPa(letras iguais = similaridade estatística): GSB1=60,70 (ab); GSB2=39,08 (de); GPB1=31,73 (e); GPB2=61,53 (a); GOC1=54,30 (abcd); GOC2=51,24 (abcd); GPQ1=39,11 (de); GPQ2=58,18 (abc); GSE1=44,11 (abcde); GSE2=51,00 (abcd); GOU1=42,2 (bcde); GOU2=40,18 (cde). A análise em MEV evidenciou ausência de camada híbrida em todos os grupos submetidos à desproteinização. A remoção das fibras colágenas interferiu positivamente sobre a adesão do sistema adesivo Prime & Bond NT/Dentsply e PQ1/Ultradent e negativamente para o Single Bond/3M ESPE

Page generated in 0.063 seconds