• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1345
  • 61
  • 61
  • 60
  • 55
  • 42
  • 29
  • 19
  • 9
  • 9
  • 7
  • 6
  • 6
  • 3
  • 1
  • Tagged with
  • 1418
  • 699
  • 499
  • 444
  • 315
  • 289
  • 266
  • 261
  • 258
  • 253
  • 250
  • 221
  • 219
  • 195
  • 184
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Alfabetização : um estudo de caso, experiencias bem sucedidas de professoras da região de Campinas

Coelho, Maria Isaura Lara de Souza 20 November 1989 (has links)
Orientador: Amelia Americano Domingues de Castro / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação / Made available in DSpace on 2018-07-14T01:07:08Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Coelho_MariaIsauraLaradeSouza_M.pdf: 4213269 bytes, checksum: 48da7c0a9cc1782dd4691ff567365f8a (MD5) Previous issue date: 1989 / Resumo: Este estudo procurou identificar aspectos importantes das percepções e práticas pedagógicas de um grupo de dez professoras da Região de Campinas que, apesar das limitações de sua formação acadêmica e de suas condições de trabalho, estão conseguindo alfabetizar com sucesso alunos das escolas públicas. Utilizou-se de técnicas de abordagem qualitativa, com características do tipo etnográfico que permitiu apreender e analisar os dados "vivos" da realidade através de uma relação mais dinâmica. Alguns aspectos que se mostraram relevantes, sobre as concepções e práticas pedagógicas das professoras estudadas foram: a maior valorização da experiência profissional suplantando a formação acadêmica, os diferentes estilos de atuação pedagógica em que combinam a formação tradicional com alguns aspectos de ensino renovador e a demonstração de segurança, autonomia, criatividade, entusiasmo e habilidade no relacionamento com os alunos dentro de um clima onde o equilíbrio entre os aspectos afetivos, sociais e cognitivos facilitam a aprendizagem. Aliado a isto, a crença na importância do seu papel e na potencialidade da criança de escola pública que foram demonstrados pela competência e comprometimento no trabalho / Abstract: This study is an attempt by teachers from public schools from the area of Campinas to identify pedagogical aspects of perception and practice. Despite limitations in their academic back ground as well as in their working conditions they have been ableto help the students successfully to learn how to read and write. A technical qualitative approach with ethnographic characteristics has been used permitting an understanding and an analysis of "live data". Some of the relevant aspects of pedagogical concepts and practices of these teachers are: their classrom experience that is far greater than their academic background. New methods blended with the old ones. Self assuredness, independence, creativity and enthusiasm. Successful communication with students through aballance of affective, social and cognitive elements. A belief in the importance of their work and the potential of their students as revealed by their professional competence and commitment to their work / Mestrado / Psicologia Educacional / Mestre em Educação
2

Crianças consideradas fracas , por suas professoras, no processo da alfabetização , diante da escrita e da leitura

Rosálie Nascimento Silva, Orlane January 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:22:39Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5862_1.pdf: 424460 bytes, checksum: df62aefb1d2b00104a2182d5fb7ea789 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2003 / No enfoque construtivista e sócio-histórico, concebe-se a alfabetização como uma aquisição da criança num espaço discursivo. Ensinar a ler e a escrever não corresponde a levá-la, apenas, ao domínio do código escrito, mas, à exploração da linguagem como constitutiva de seu pensamento e meio de comunicação, de modo que a aquisição da leitura e da escrita seja entendida por ela como uma ferramenta cultural necessária ao seu crescimento social e pessoal. O presente estudo teve como objetivo identificar como crianças consideradas fracas por suas professoras, no processo de alfabetização, se posicionam enquanto leitoras e escritoras diante do objeto social escrita e de atividades de leitura e de escrita. Para a realização do objetivo proposto foram escolhidas quinze crianças pertencentes à turma de 1a série da rede pública estadual de ensino, consideradas fracas por suas professoras, obtendo-se essa informação por meio de uma entrevista prévia feita com elas. Foram planejadas dezoito sessões de observação, videogravadas, em que eram propostas, às crianças, diversas atividades de leitura e de escrita. Várias dessas atividades foram selecionadas para análise, privilegiando-se situações interacionais nas quais havia evidências de seu posicionamento diante da escrita e da atividade de ler e de escrever. Embora muitas crianças já apresentem algum conhecimento sobre ler e escrever, o que foi confirmado nas atividades dirigidas e nos momentos de diálogo que se estabeleceram na sala de aula; quando sãocobradas a ler e a escrever, elas ainda não se sentem autorizadas para tal. Foram realçados, também, alguns indicadores que denotavam motivação para o objeto escrito; e a indisciplina foi discutida como uma dificuldade das crianças se incluírem no processo de alfabetização. Esses resultados foram confrontados com a concepção das professoras das crianças investigadas e a maneira como elas conduziam o processo de ensiná-las a ler e a escrever
3

As necessidades de letramento na visão de jovens e adultos não ou pouco escolarizados, de formandos de Magisterio e de alfabetizadores de Macapa

Lima, Valdenice Souza 28 July 2018 (has links)
Orientador : Sylvia Bueno Terzi / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-07-28T17:45:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Lima_ValdeniceSouza_M.pdf: 4777185 bytes, checksum: 2e869d18ef71340ff57c5ae165a786f6 (MD5) Previous issue date: 2001 / Resumo: Neste trabalho procuro identificar as necessidades de letramento de jovens e adultos não ou pouco escolarizados do município de Macapá, AP, como eles mesmos as concebem, para confrontá-las com as concepções dessas necessidades na visão de formandos de Magistério e professores alfabetizadores de adultos. A partir das concepções dessas necessidades manifestas por esses formandos e professores, procuro verificar se a formação que eles têm recebido permite-lhes desenvolver práticas pedagógicas voltadas para o letramento, este compreendido como um conjunto de práticas sociais mediada pela escrita, e não simplesmente como processo de alfabetização. Tem-se, a partir dos dados, que as concepções dos jovens e adultos são condicionadas pela situação de letramento das suas comunidades e pela influência dos cursos que estão freqüentando; e que as concepções dos formandos e alfabetizadores são condicionadas pelas escolas de formação, pelos cursos complementares que lhes são, por vezes, oferecidos, e pela interação com os alunos, o que ocasiona uma certa disparidade na forma de cada um desses grupos conceberem essas necessidades de letramento. Isso indica que esse nível de educação de Macapá precisa passar por um redirecionamento com ênfase na preparação adequada do professor alfabetizador. / Mestrado
4

O impacto da pré-escola no aproveitamento estudantil: um estudo de caso

Pereira, Ronaldo Célio January 2012 (has links)
PEREIRA, Ronaldo Célio. O impacto da pré-escola no aproveitamento estudantil: um estudo de caso. 2012. 36 f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2012. / Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-23T17:26:14Z No. of bitstreams: 1 2012_dissert_rcpereira.pdf: 192223 bytes, checksum: 210f66eb6b14c5547eba3f8bd2e4831c (MD5) / Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-23T17:26:29Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_dissert_rcpereira.pdf: 192223 bytes, checksum: 210f66eb6b14c5547eba3f8bd2e4831c (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-23T17:26:29Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_dissert_rcpereira.pdf: 192223 bytes, checksum: 210f66eb6b14c5547eba3f8bd2e4831c (MD5) Previous issue date: 2012 / Considered as priority, especially, in the beginning of the life, the pré-school has great weight in the individual's educational and social formation when he frequents the school earlier. The literacy integrates a democratic dimension of the function of the school. This because the socialization of the writing, interferes in the widest problem of the school failure, lived by a great contingent of students originating from of the popular layers, that frequent the Brazilian public schools. The literary revision that treats of the contribution of the study and of researches that appear for the importance of inserting the child earlier, he/she is a consent in that many educators believe to be that very important attitude for the development social, cognitive and of easier and useful learning for the child. With the objective of evaluating the importance of the pre-school in the child's development cognitive, educational and social before arriving the initial series at the school, where that learning can help her/it to learn with more easiness and larger agility, once he/she brings with itself a load of acquired knowledge in the pre-school. The methodology used in the elaboration of that work it was based in studies of bibliographical character in books, goods and works that treat of the theme, whose larger purpose is of emphasizing the importance of inserting the child in the pre-school as part of your learning. / Considerada como prioridade, em especial, no início da vida, a pré-escola tem grande peso na formação educacional e social do indivíduo quando ele freqüenta a escola mais cedo. A alfabetização integra uma dimensão democrática da função da escola. Isto porque a socialização da escrita insere-se na problemática mais ampla do fracasso escolar, vivenciado por um grande contingente de alunos oriundos das camadas populares, que freqüentam as escolas públicas brasileiras. A revisão literária que trata da contribuição do estudo e de pesquisas que apontam para a importância de inserir a criança mais cedo se encontra no consenso em que muitos educadores acreditam ser essa atitude muito importante para o desenvolvimento social, cognitivo e de aprendizagem mais fácil e útil para a criança. Com o objetivo de avaliar a importância da pré-escola no desenvolvimento cognitivo, educacional e social da criança antes de chegar às séries iniciais na escola, onde esse aprendizado poderá ajudá-la a aprender com mais facilidade e maior desenvoltura, uma vez que traz consigo uma carga de conhecimentos adquiridos na pré-escola. A metodologia utilizada na elaboração desse trabalho fundamentou-se na análise da Prova Brasil. aplicada aos alunos de séries finais de ciclos da Educação básica – 4ª e 8ª série do Ensino Fundamental – das escolas públicas urbanas, com mais de 20 alunos na série. O propósito maior é de enfatizar a importância de inserir a criança na pré-escola como parte de seu aprendizado.
5

Formando leitores contando historias : a construção da mudança de uma proposta pedagogica de ensino de leitura e escrita

Bertolani, Ana Liria Sacomano 16 March 1999 (has links)
Orientador: Raquel Salek Fiad / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-07-25T08:27:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Bertolani_AnaLiriaSacomano_M.pdf: 2496042 bytes, checksum: 01dec4123bb5501c92456a2ab27bbc70 (MD5) Previous issue date: 1999 / Resumo: Este trabalho narra a história da mudança da proposta pedagógica de uma escola da rede particular de ensino da cidade de Campinas. Nesta narrativa o leitor encontrará as motivações, os caminhos e as implicações dessa mudança. Encontrará também as práticas por ela instauradas nas aulas de Língua Portuguesa e uma reflexão sobre a contribuição de cada uma delas no desenvolvimento de um projeto pe formação de alunos leitores. o primeiro capítulo é um resgate das mudanças que ocorreram em nosso pais nas décadas de 70 e 80 e que propiciaram o início das mudanças da situação do ensino em nossas escolas. O segundo capítulo narra o processo de implementação de novas diretrizes teórico-metodológicas na proposta pedagógica de trabalho com leitura e escrita da escola observada. Nele apresento depoimentos dos personagens envolvidos nessa história (coordenador pedagógico, coordenador de área e professores) e as condições que possibilitaram tal mudança. No terceiro capítulo apresento e discuto os dados referentes às práticas observadas na sala de aula de 1ª série durante o trabalho com a leitura. Por fim, apresento uma reflexão sobre uma prática diferenciada com leitura que tem por objetivo a formação de alunos leitores no cotidiano da sala de aula / Abstract: This dissertation is about the history of a private school in Campinas that has had its pedagogical proposal of teaching changed some years ago. The new practice aimed the formation of the beginner reader, whose space in the classroom was constituted of activities that give privilege to reading, as in the "Hora do Conto" and the activities done in the schoollibrary. The first chapter tells the recent history of education in Brazil. This history is important to understand the changes in the reading / writing practice in our schools. The second chapter tells about the process of changing the practice of teaching reading and writing in this school. The third chapter contains the data about the reading practice during the "Hora do Conto" once it became the fundamental axis of the work in reading to the group of children attending the classes observed. At the end, there is a discussion about the practice of teaching of reading of the everyday life of this singular grou / Mestrado / Ensino-Aprendizagem de Lingua Materna / Mestre em Linguística Aplicada
6

Adultos não-alfabetizados : o avesso do avesso

Tfouni, Leda Verdiani 18 August 1986 (has links)
Orientador: Angela Kleiman / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem / Made available in DSpace on 2018-07-16T02:27:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Tfouni, Leda Verdiani.pdf: 5050056 bytes, checksum: b6c9c8a0546b1216fc09f76620899652 (MD5) Previous issue date: 1986 / Resumo: Este trabalho tem como objetivo tentar explicitar alguns aspectos do funcionamento cognitivo de um grupo de adultos brasileiros não-alfabetizados, através da observação de como usam a linguagem, em situação dialógica, diante de uma tarefa especifica: a compreensão de raciocinios lógico-verbais. Apesar de haverem sido testados em uma situação controlada experimentalmente, a análise das produções verbais dos sujeitos, no entanto, foi efetuada seguindo a metodologia de Análise do Discurso, o que permitiu que fossem considerados como relevantes dados emergentes durante o processo de enunciação, tais como a produção de sincretismos e o uso de modalidades. Apesar de não haver sido encontrada qualquer evidência da existência de raciocinio lógico em populações ágrafas, em estudos trans-culturais anteriores, esta pesquisa revelou alguns sujeitos que demonstraram ter adquirido os atributos cognitivos necessários para a compreensão dos silogismos¿Observação: O resumo, na íntegra poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract / Doutorado / Doutor em Ciências
7

Desenhando, lendo e escrevendo – DELES: uma proposta metodológica de alfabetizar

Trevisan, Albino January 2007 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:49:46Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000393850-Texto+Completo-0.pdf: 7757871 bytes, checksum: 0cb1afe90fc669092b2605de222e7582 (MD5) Previous issue date: 2007 / Those who attend and endure the teaching of reading will know that the beginning of reading is a very ancient problem. Nowadays several theories of teaching the reading and the practising, differning one by one. There are differences between the theoric proposal and the practice, of those who got the experience of a classroom because the theorist proposal and the teacher accomplish the practice. Therefore the reality of this essay introduces an other version-proposal. We pretend DELES drawing, reading and writing throughout methodological proposal of teaching of reading and advance a step in the solution of the methodological problems of the teaching reading and writing. We start with drawings, pictorials, rescences of syntactic and syntactic phrasing, contexts to introduce the pupil in the act of learning and the full possession of letterpress. This methodology is involved in drawing, writing and reading in a progressive form, passing from the drawing to the conventional writing. In order to methodological conclusion the drawing disappears in the writing as soon as the boy reads without the help of drawing that means that he replaces the drawing with the writing and reading and knows how to write components. The basic theories developed by Decroly, Vygotsky, Piaget, Freinet, Ricoeur amongst other linguists.The investigated problem was: - How teachers perceive the development and the results of application the drawing, the reading, and the writing of DELES: a methodological proposal of alphabetization? This request was characterized by the borage of “the study of the occurrence”, supported by the constructive paradigm and the date were colleted by the teachers, to co-ordination, the parents and the boys of two Marist schools and a lay school who adopted the methodology this period of investigation and the results were analyzed through their contents (ENGERS, 1987). From the analyzes emerged the categories methodology of alphabetization, interpersonal relations, the play and the learning, the results revealed a very great satisfaction of the adults about the methodology, were characterizing the easy learning of reading and writing by the boys, concerning them in a joyful manner and a relationship with the family, the teachers and the boys. The teachers emphasized the special manner of the good quality of reading produced by the method. Some mothers strengthened the idea that they revised their reading and writing and were beginning their own alphabetization, working near her children. Without doubt we tested an advance of children of five and six years learning how to read and how to write / Para quem acompanha e vivencia a história da alfabetização dá-se conta que esta se constitui numa problemática muito antiga. Na atualidade existem diversas teorias de alfabetizar, diferenciadas entre si. Há diferença entre a proposta teórica e a prática, daquele que vivencia o cotidiano da sala de aula, pois em geral, os teóricos propõem e o professor realiza a prática. Diante de tal realidade nesta dissertação se apresenta outra versão-resposta entre teorias e práticas. Pretende-se que Desenhando, lendo e escrevendo - DELES: uma proposta metodológica de alfabetizar venha ser um passo adiante na solução das problemáticas das metodologias do ensino da leitura e da escrita. Nesta, parte-se de desenhos, pictografias, o recurso a contextos sintáticos e frasais para introduzir o aluno na aprendizagem e à plena posse do letramento. Em si, a metodologia envolve o desenho, a escrita e a leitura numa cuidadosa e progressiva forma de passar do desenho para a escrita convencional. Para fins metodológicos o desenho deixa de aparecer no corpo da escrita à medida que o aluno sabe ler sem a necessidade do auxílio deste, ou seja, o saber desenhar do aluno, aos poucos, como prática, é substituído pelo seu saber ler e escrever efetivos. As teorias básicas desenvolvidas foram de Decroly, Vygotsky, Piaget, Freinet, Ricoeur, entre outros, incluídos lingüistas.O problema investigado foi: - Como os professores percebem o desenvolvimento e os resultados de aplicação do Desenhando, lendo e escrevendo – DELES: uma proposta metodológica de alfabetizar? A pesquisa caracterizou-se por uma abordagem de “estudo de caso”, amparado no paradigma construtivista e os dados foram coletados junto aos professores, coordenadores, pais e alunos de duas escolas maristas e uma leiga, que aplicaram o método neste período da investigação e os dados foram trabalhados por meio de análise de conteúdo (ENGERS,1987). Emergiram da análise dos achados as categorias metodologia de alfabetização, relações interpessoais e o lúdico e a aprendizagem. Os resultados revelaram uma enorme satisfação dos adultos com a metodologia, que caracterizaram como sendo facilitadora da apropriação da leitura e da escrita pelos alunos, envolvendo-os de uma forma prazerosa e relacionando a família, professores e alunos. As professoras destacam de modo especial a boa qualidade leitora que o método gera. Algumas mães reforçaram a idéia de que elas revisam sua leitura e escrita ou começaram a alfabetizar-se por trabalharem com seus filhos. Sem dúvida constatou-se um avanço das crianças de 5 a 6 anos na aprendizagem da leitura e da escrita.
8

Alfabetização de crianças no Espírito Santo em tempos de ditadura militar.

SILVA, D. C. 23 April 2013 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T11:03:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_6741_DULCINÉA CAMPOS.pdf: 8058216 bytes, checksum: 70bd53d037127964a3e5a4485e31a80b (MD5) Previous issue date: 2013-04-23 / Trata de uma pesquisa que buscou analisar as experiências históricas da alfabetização ocorridas no Espírito Santo, no período que esteve sob a égide do Regime Militar. Essas experiências envolvem todas as iniciativas em forma de programas, projetos, produções de materiais e atividades na área da alfabetização, tanto por parte do Governo, quanto por parte da escola. A partir da perspectiva histórico-cultural e crítica, baseou-se no método dialógico de Mikhail Bakhtin. Outros autores participaram do diálogo que culminou neste trabalho. Para a realização das análises, reuniu documentos das mais variadas fontes, como: entrevistas; correspondências expedidas e recebidas pela Secretaria de Estado da Educação e da escola; diários de classe; fichas de resultados finais de alunos; legislações federal e estadual; registros escritos de professores; fichas avaliativas de professor; cartilhas; planos de aplicação de Governo; relatórios de Governos; termos de visita de Inspetores Escolares etc. As análises das fontes revelou que, durante as décadas de 1960, 1970 e 1980, as ações empreendidas na alfabetização destinavam-se a corrigir o problema da falta de vagas para alunos em idade escolar, do elevado índice de reprovação que gerava a distorção idade-série e da evasão escolar. Conclui que, mesmo percorrendo três décadas em torno da resolução de uma mesma problemática, a situação se manteve com o mesmo agravante inicial: vagas escolares insuficientes para todas as crianças, elevado índice de reprovação e evasão escolar. Desse modo, este trabalho instiga a repensar novas formas possíveis de pensar e fazer a alfabetização.
9

De alfabetização e alfabetizações : a busca do possivel

Melo, Orlinda Maria de Fatima Carrijo 14 July 2018 (has links)
Orientador : Sarita Maria Affonso Moyses / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação / Made available in DSpace on 2018-07-14T01:18:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Melo_OrlindaMariadeFatimaCarrijo_M.pdf: 8591938 bytes, checksum: 44471f1b1fdf7548c14be4a5e05845a1 (MD5) Previous issue date: 1991 / Mestrado
10

O que pensam e fazem duas professoras de alfabetização e o que seus alunos aprendem?

Catarina dos Santos Pereira Cabral, Ana 31 January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:20:52Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo3505_1.pdf: 2561515 bytes, checksum: 636bc35fbbd922667cf139d0fac114ed (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2008 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior / Nossa pesquisa teve como objetivo investigar as concepções e práticas de alfabetização de duas professoras do 1° ano do 1° ciclo da rede municipal de Recife e analisar sua apropriação das inovações surgidas no campo da alfabetização, a partir da década de 1980. Especificamente, nos interessava identificar e analisar quais atividades as professoras investigadas utilizavam para que seus alunos se apropriassem do Sistema de Escrita Alfabética (doravante, SEA) e avaliar os desempenhos das crianças quanto ao domínio da escrita e sua possível relação com o tipo de ensino recebido. Selecionamos uma docente ( professora 1 ) que utilizava princípios de um método mais convencional (fônico), priorizando um ensino sistemático das correspondências som-grafia, mas desenvolvendo, ainda, práticas de leitura e produção de textos. A segunda docente ( professora 2 ) também realizava um trabalho envolvendo a leitura de textos e sistematizava o ensino do SEA, levando os alunos a refletir sobre palavras, pensando em seus segmentos orais e sonoros. Além de terem práticas distintas, as duas profissionais eram consideradas boas alfabetizadoras, nas escolas onde atuavam. Utilizamos três procedimentos metodológicos: a) Observações participantes das aulas ministradas pelas professoras (23 observações em cada turma), no início, no meio e no final do ano letivo; b) Entrevista semi-estruturada, no início e final do ano, a fim de examinar quais concepções permeavam as práticas docentes e quais atividades elas consideravam essenciais no processo de alfabetização; e c) Aplicação de Sondagens com os alunos, também no início, no meio e no final do ano). As crianças, nesses momentos, foram solicitadas a fazer 6 tarefas. Realizamos, inicialmente, um ditado de palavras , a fim de avaliar as hipóteses de escrita. Em seguida, fizemos uma atividade de leitura de palavras e três tarefas de consciência fonológica (identificação de palavras que começam com a mesma sílaba, identificação de palavras que rimam e produção de palavras maiores). Por fim, aplicamos uma tarefa de compreensão leitora, para identificar se as crianças já conseguiam ler e compreender um pequeno texto. Os dados aqui examinados evidenciam que as professoras conheciam as recentes propostas didáticas na área de Língua Portuguesa e que tinham fabricado inovações em suas formas de alfabetizar, as quais, especialmente no caso da Professora 1, conviviam com antigas alternativas metodológicas. Percebemos que as duas professoras criavam, em sala, suas próprias teorias de alfabetização , entre as quais encontramos várias similaridades, como o ensino envolvendo a reflexão sobre a palavra. Contudo, vimos que cada docente apresentou suas singularidades em relação ao modo como tratavam o processo de alfabetização, não só no que concerne ao ensino do sistema de escrita alfabética, mas também quanto às relações que estabeleciam entre esse ensino e a realização de práticas de leitura e produção de textos. Pudemos constatar que as práticas dessas professoras refletiam a necessidade de criação de táticas para alfabetizar. Entendemos que essas eram construídas de acordo com as experiências vividas por cada docente, no contexto em que sua escola ou sala de aula estavam inseridas. Nem sempre o que aparecia no discurso da professora era colocado em prática na sala de aula. Ou seja, suas práticas estavam diretamente relacionadas não só a suas concepções e aos saberes construídos ao longo das trajetórias, mas levavam em conta as injunções e restrições da instituição onde atuavam. Por fim, nosso estudo sugere, ainda, que a avaliação das relações entre diferenças nas práticas de ensino e o desempenho final dos aprendizes, na série ou ano de início da instrução regular em leitura, precisa prestar cuidadosa atenção à diversidade de conhecimentos e experiências com que os alunos iniciam o processo de alfabetização

Page generated in 0.0293 seconds