• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 19877
  • 354
  • 66
  • 6
  • 4
  • Tagged with
  • 20487
  • 9119
  • 5585
  • 4402
  • 3764
  • 3671
  • 3039
  • 2924
  • 2764
  • 1838
  • 1819
  • 1527
  • 1374
  • 1371
  • 1362
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Avaliação do gênero e raça no desempenho dos alunos da Prova Brasil

Veras, Ana Hilda Coelho de Carvalho 2009 (has links)
VERAS, Ana Hilda Coelho de Carvalho. Avaliação de gênero e raça no desempenho dos alunos da prova Brasil. 2009. 39f.Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Univerdade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2010. Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-09-25T22:35:10Z No. of bitstreams: 1 2009_dissert_ahccveras.pdf: 565711 bytes, checksum: 28b4dcf4608abcdd8f975be78f0659ab (MD5) Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-09-25T22:35:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dissert_ahccveras.pdf: 565711 bytes, checksum: 28b4dcf4608abcdd8f975be78f0659ab (MD5) Made available in DSpace on 2013-09-25T22:35:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dissert_ahccveras.pdf: 565711 bytes, checksum: 28b4dcf4608abcdd8f975be78f0659ab (MD5) Previous issue date: 2009 Nowadays the discussion about discrimination between races and genders has taken a significant proportion. In the present work we try to extend this to the classroom and seek to investigate which factors are crucial for differentiation in students’ grades in 2007 Brazil Test (Prova Brasil). This is an attempt to make a study that expands the discussion not only regarding students but also teachers and principals, better understanding the distribution of ethnic groups in Brazilian schools and its relationship with students’ returns, evaluated by means of Brazil Test’s data. We also investigate about the importance of the identification among students and teachers for these returns. We have found evidences from the fact that the returns’ differentiation by gender and race exists since there is negative bias that rests on ethnic minorities. No cenário atual a discussão sobre a discriminação entre raças e gêneros diferentes tem tomado uma proporção significativa. Na presente dissertação, estende-se esta questão para a sala de aula e procura-se investigar quais fatores são determinantes para a diferenciação no aproveitamento dos estudantes que participaram da Prova Brasil de 2007. Procura-se aqui efetuar um estudo de forma a ampliar a discussão não só no que diz respeito aos alunos, mas também aos professores e diretores, entendendo melhor a distribuição dos grupos étnicos nas escolas brasileiras e sua relação com o rendimento dos estudantes. Nós discutimos também sobre a importância da identificação entre alunos e professores em sala de aula para esses rendimentos. Pode-se evidenciar de fato que essa diferença existe e que há um viés negativo que recai sobre as minorias étnicas.
2

O impacto dos salários dos professores no rendimento dos alunos: um estudo para o caso brasileiro

Viana, Célida Socorro 2009 (has links)
VIANA, Célida Socorro. Impacto dos salários dos professores no rendimento dos aluno: um estudo para o caso brasileiro. 2009. 40f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público - Sobral) - Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza,CE, 2009. Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-09-26T19:41:38Z No. of bitstreams: 1 2009_dissert_csviana.pdf: 502212 bytes, checksum: bd09eed4572dc1c1e79cb59d0e6fa55f (MD5) Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-09-26T19:42:04Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_dissert_csviana.pdf: 502212 bytes, checksum: bd09eed4572dc1c1e79cb59d0e6fa55f (MD5) Made available in DSpace on 2013-09-26T19:42:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_dissert_csviana.pdf: 502212 bytes, checksum: bd09eed4572dc1c1e79cb59d0e6fa55f (MD5) Previous issue date: 2009 The debates on public policies for education have a large space on the world stage since the development of a nation needs a well prepared and universalized framework of basic education. Thus, a country like Brazil, which still aims to achieve the status of a developed nation, must turn your eyes to this issue and seek to better understand the problem and its consequences. In this dissertation we seek to highlight the importance of a wage policy for teachers, in order to improve their productivity at work, aiming to reverse this productivity improvement in better student’s achievement on tests. For this, we used data from the survey Brazil Test (Prova Brasil), which has allowed the identification of outcomes related to educational issues and on student performance on tests. Os debates sobre as políticas públicas educacionais possuem um amplo espaço no cenário mundial, já que o desenvolvimento de uma nação necessita de uma estrutura de educação básica bem elaborada e universalizada. Sendo assim, um país como o Brasil, que ainda almeja alcançar o patamar de uma nação desenvolvida, deve voltar os olhos para esta questão e procurar entender melhor o problema e seus desdobramentos. Na presente dissertação, procura-se evidenciar a importância de uma política salarial bem desenvolvida voltada para os professores, de forma a incentivar o aumento de produtividade em suas atividades didáticas, com este aumento sendo revertido em um melhor aproveitamento dos alunos nas provas. Para isso, foram utilizados dados da Prova Brasil, os quais ainda permitiram identificar resultados ligados às questões educacionais e sobre o rendimento dos alunos nas provas.
3

Retornos escolares no Estado do Ceará: uma abordagem econométrica entre 2003 A 2009

Gomes, Irlaneida Cavalcante 2011 (has links)
GOMES, Irlaneida Cavalcante. Retornos escolares no Estado do Ceará: uma abordagem econométrica entre 2003 a 2009. 2001. 38f. Dissertação (mestrado profissional em economia do setor público) -Programa de Pós Graduação em Economia, CAEN, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, 2011. Submitted by Mônica Correia Aquino (monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-23T21:06:18Z No. of bitstreams: 1 2011_dissert_icgomes.pdf: 377466 bytes, checksum: ad0607182f2aa192458ab0214b624ffd (MD5) Approved for entry into archive by Mônica Correia Aquino(monicacorreiaaquino@gmail.com) on 2013-10-23T21:06:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_dissert_icgomes.pdf: 377466 bytes, checksum: ad0607182f2aa192458ab0214b624ffd (MD5) Made available in DSpace on 2013-10-23T21:06:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_dissert_icgomes.pdf: 377466 bytes, checksum: ad0607182f2aa192458ab0214b624ffd (MD5) Previous issue date: 2011 This work aims to analyze the impact of education on wage of individuals in the state of Ceará. To this end, it was estimated mincerian equations, seeking the school returns for years 2003, 2006 and 2009. The data used was the PNAD, developmente by IBGE.Two Instrumental variables, that aim correct the problem of endogeneity in this kind of estimation: 1) the first, it was used parental education as instrument, aiming at correcting the problem of family background; 2) the second, used was instruments the wife education and experience, based on methodology development by Di Pietro and Pedace (2007). The results agree with recent literature, showing that Ceara’s state the school returns is less than national average. Este trabalho tem o objetivo de analisar o impacto da educação no salário dos indivíduos no estado do Ceará. Para tanto, estimou-se equações mincerianas, buscando-se os retornos escolares para os anos de 2003, 2006 e 2009. A base de dados utilizada foi a Pesquisa Nacional de Amostragem por Domicilios (PNAD), desenvolvida pelo IBGE. Dois tipos de variáveis instrumentais, que visam corrigir o problema da endogenia presente nesse tipo de estimação, foram utilizadas: 1) A primeira, cujo instrumento é a escolaridade dos pais, visa corrigir o problema da herança familiar; 2) A segunda, cujo instrumento é a escolaridade e a experiência das esposas, com base em metodologia desenvolvida por Di Pietro e Pedace (2007). Os resultados corroboraram a literatura recente, indicando que o Estado do Ceará possui retornos educacionais médios abaixo da média nacional.
4

Institucionalização dos cursos de graduação na modalidade a distância : políticas públicas federais e suas aplicações em uma universidade pública no estado do Paraná

Reichen, Melissa Milleo 2014 (has links)
Orientadora: Profª Drª Glaucia da Silva Brito Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 30/10/2014 Inclui referências Área de concentração: Educação cultura e tecnologia Resumo: A Educação a Distância está presente nos grandes centros universitários. Seus modelos e técnicas de aplicação rendem pesquisas e questionamentos sobre o futuro desta modalidade. Este trabalho caracteriza-se por uma pesquisa nas políticas públicas e legislação que ajudaram a construir o cenário da educação a distância nas universidades federais brasileiras. Observamos que as leis e políticas são aplicadas pelas gestões e os professores seguem essas determinações, porém, não são questionados sobre a aplicação de novos modelos e se querem determinadas mudanças. Verificamos a importância de analisar o processo de institucionalização da educação a distância em uma universidade pública federal no Estado do Paraná em relação à aplicação das leis e programas de fomento estabelecidos pelo Governo Federal. A partir disso, definimos como problema de pesquisa: Qual a percepção dos professores de uma Instituição Federal de Ensino Superior sobre a Institucionalização da Educação a Distância? O objetivo foi analisar qual a percepção que os docentes dos cursos de graduação possuem a respeito da modalidade a distância no âmbito da instituição pesquisada. O referencial teórico para relacionar as políticas públicas e legislação federal foram os documentos legais que deram origem a essas iniciativas públicas. A abordagem metodológica selecionada foi a pesquisa qualitativa e esta desenvolveu-se em duas etapas. Antes de aplicá-las, definimos qual o conceito de institucionalização iria nos guiar para analisar os dados coletados a partir dos autores Tolbert e Zucker (1999). Na primeira etapa da pesquisa realizamos a análise documental buscando descrever os trâmites da legislação, quais os entendimentos que se formaram sobre os conceitos de educação a distância e de universidade aberta, os impedimentos para realização das propostas e quais as resoluções que regulamentam a modalidade na IFES selecionada. Na segunda etapa aplicamos um questionário aos professores vinculados aos dois cursos de graduação na modalidade a distância ofertados pela instituição com o objetivo de coletarmos dados para analisar quais as opiniões sobre a institucionalização e como atuam de acordo com orientações das resoluções institucionais. Para a análise dos dados foram utilizadas as três etapas do processo de institucionalização propostos por Tolbert e Zucker. A análise apontou que é possível verificar essas três etapas na instituição pesquisada, sendo que a análise documental aponta para uma transição entre a etapa de Objetificação para Sedimentação e a análise dos dados coletados pelo questionário apontam que a visão dos professores diverge das informações registradas pelos gestores nos relatórios institucionais. Palavras-chave: Educação a Distância, Institucionalização, Políticas Públicas de Educação a Distância. Abstract: Distance education is present in large university centers. Models and their application techniques yield surveys and questions about the future of this modality. This work is characterized by research on public policy and legislation that helped build the scenario of distance education in the Brazilian federal universities. We observed that laws and policies are applied by the managements and the teachers follow these determinations, however, are not asked about the implementation of new models and if they want some changes. Verified the importance of analyzing the process of institutionalization of distance education in a Public University in Paraná State in relation to the application of laws and incentive programs established by the Federal Government. Based on this, we define the research problem: What is the perception of teachers of a Federal Higher Education Institution on the Institutionalization of Distance Education? The objective was to analyze the perception that teachers of graduate courses have concerning the distance education within the research institution. The theoretical referential to relate public policy and federal legislation have been legal documents that gave rise to these public initiatives. The selected methodological approach was qualitative research and this was developed in two stages. Before applying them, which we define the concept of institutionalization would guide us to analyze the data collected from the authors Tolbert and Zucker (1999). In the first stage of the research we conducted document analysis trying to describe the procedures of legislation which understandings that have been formed on the concepts of distance education and open university, impediments to realization the proposed and which resolutions regulating the mode in IFES selected. In the second step we applied a questionnaire to teachers linked to two undergraduate courses in the distance mode offered by the institution for the purpose of collect data to analyze which opinions about the institutionalization and how to act in accordance with institutional guidelines resolutions. The three stages of the institutionalization process proposed by Tolbert and Zucker were used for data analysis. The analysis indicated that it is possible to verify these three steps in the research institution, and document analysis indicates a transition between the stage and the Objectification for Sedimentation analysis of data collected by the questionnaire indicate that the vision of teachers differs from information reported by managers in institutional reports. Key word: Distance Education, Institutionalization, Public Policies for Distance Education.
5

Contribuição das metodologias participativas para o desenvolvimento da educação ambiental em espaços escolares

Silveira, Karin Raphaella 2017 (has links)
Orientadora: Profª Drª Marília Andrade Torales Campos Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 24/08/2017 Inclui referências : p. 153-161 Resumo: Esta pesquisa toma como eixo de reflexão o desenvolvimento de ações de Educação Ambiental no contexto escolar. Aborda as metodologias participativas como ferramenta para potencializar e contribuir com a ampliação dos conhecimentos da comunidade escolar, considerando a complexidade dos princípios e dos objetivos da Educação Ambiental. Esta pesquisa tem por objetivo analisar as contribuições das metodologias participativas para o desenvolvimento da Educação Ambiental, para os processos de inserção curricular da temática ambiental, para a gestão do espaço escolar, para a relação com a comunidade do entorno da escola e para a formação de professores e demais profissionais envolvidos no processo pedagógico. A coleta de dados foi realizada em uma escola pública municipal de Curitiba que atende estudantes do ensino fundamental I -1º ao 5º ano, ensino regular nos períodos manhã e tarde. Os sujeitos da pesquisa são professores, funcionários, equipe pedagógica, direção da escola e membro da comunidade, totalizando dez participantes selecionados com base nos conhecimentos, nas experiências e/ou interesse em relação as metodologias participativas em Educação Ambiental. Como metodologia optou-se pela abordagem qualitativa, tendo em vista as características do objeto e dos objetivos. Para a coleta de dados foram utilizadas a análise documental, a observação participante e a entrevista semiestruturada. A pesquisa compreendeu três etapas. Na primeira etapa foi realizada a entrevista semiestruturada como diagnóstico do conhecimento prévio sobreas metodologias participativas e a Educação Ambiental, na segunda etapa foi realizada a experimentação e a observação participante com as metodologias participativas para o desenvolvimento da Educação Ambiental. Na terceira etapa foi realizada a entrevista semiestruturada como avaliação da experiência. A análise do processo e o trabalho proposto permitiram reflexões sobre o desenvolvimento da Educação Ambiental e das metodologias participativas para o contexto escolar. Os resultados mostraram a importância da reflexão, da ação e da participação democrática e coletiva para a construção, reconstrução e desconstrução do conhecimento, apontando as contribuições das metodologias participativas para o desenvolvimento da Educação Ambiental nos espaços escolares. Esta pesquisa pode contribuir também para o conhecimento e o incentivo ao uso das metodologias participativas com relação às questões ambientais e gerar conhecimentos pertinentes ao campo da Educação Ambiental. Palavras-chave: Metodologias Participativas. Educação Ambiental. Escola. Resumen: En este trabajo hay como eje de la reflexión el desarrollo de las acciones ambientales en el contexto escolar. Aborda las metodologías participativas como herramienta para potencializar y contribuir con la ampliación de los conocimientos de la comunidad escolar, considerando la complexidad de los principios y de los objetivos de la Educación Ambiental. Esta investigación tiene el objetivo analizar las contribuciones de las metodologías participativas para el desarrollo de la Educación Ambiental,paralos procesos de inserción curricular de la temática ambiental, para la gestión del espacio escolar, para la relación con la comunidad alrededor de la escuela y para la formación de profesores y otros profesionales envueltos en el proceso pedagógico. Larecolección de datos fuerealizada en una escuela pública municipal de Curitiba que atiende estudiantes de la enseñanza fundamental I -1º al 5º año, enseñanza regular en los turnos de la mañana y de la tarde. Los sujetos de la investigación son profesores, empleados, equipo pedagógica, dirección de la escuela y miembro de la comunidad, totalizando diezparticipanteselegidos por los conocimientos, las experiencias y/o interés en relación a las metodologías participativas en Educación Ambiental. Como metodología fue elegido el abordaje cualitativo, fijando en las características del objeto y de los objetivos. Para la recolección de datos fueronutilizados el análisis documental, la observación participante y la entrevista semiestructurada. La investigación comprendiótres etapas. En la primeraetapa fueutilizada la entrevista semiestructurada como diagnóstico del conocimiento previo sobre las metodologías participativas y la Educación Ambiental.En la segunda fue realizadala experimentación con las metodologías participativas en la Educación Ambiental y en la tercera etapa fue utilizada la entrevista semiestructurada como evaluación de la experiencia.El análisis del proceso y el trabajo propuestopermiten reflexiones sobre eldesarrollo de la Educación Ambiental y de las metodologías participativaspara elcontexto escolar. Los resultados muestran la importancia de la reflexión, delacción y de la participación democrática y colectiva para la construcción, reconstrucción y desconstrucción del conocimiento, apuntandolas contribuciones de las metodologías participativas para el desarrollo de la Educación Ambiental en la escuela y su entorno, para poder reflejar un cambio de pensamiento y comportamiento sobre las cuestiones ambientales. Esta pesquisa puede contribuir también para elconocimiento y elincentivo del uso de las metodologías participativas conrelación a las cuestiones ambientalesy generar conocimientos pertinentes al campo de la Educación Ambiental. Palabras clave: Metodologías participativas. Educación Ambiental. Escuela.
6

Pró-criança

Rodrigues, Marilda Merencia 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação Made available in DSpace on 2012-10-19T07:12:17Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T20:56:48Z : No. of bitstreams: 1 181180.pdf: 15220751 bytes, checksum: f24fc9f4d3b8e85ea4b15b79fab1f87a (MD5) Trata-se de um estudo sobre o Projeto Pró-Criança, proposto em Santa Catarina nos anos de 1980. Tem como objetivo fundamental discutir alguns instrumentos utilizados pelas forças políticas que pretendem tornar-se hegemônicas por uma via mais consensual. Sobressaindo-se dessa proposta, retoricamente inovadora, uma política assistencialista, em consonância com as políticas propostas em âmbito nacional, contribuindo para a desqualificação da Educação e descomprometimento do Estado para com as políticas sociais. Ao intitular este trabalho como Pró-Criança: por entre Creches, Livros e Canções, a busca de consensos, evidentemente conduzo a um entendimento pautado por uma interpretação das fontes que conduziram e orientaram a principal hipótese do mesmo, qual seja, a de que os livros, as músicas infantis, as creches domiciliares e outros que denominamos de subprojetos deste Projeto, tenham servido de artifício, de instrumentos geradores de conformismo, de uma política que se pretendia retoricamente divorciada da ideologia. As fontes às quais me refiro compreendem Relatórios de Encontros das Instituições ligadas ao Pró-Criança tanto da fase de idealização quanto implementação e acompanhamento do Projeto (1982-1986), tais como: Informativos, o Documento Básico, que reúne as suas principais fundamentações , os livros infantis selecionados no concurso promovido pelo Pró-Criança Cultural e as Canções selecionadas no Concurso de músicas no Festival da Canção - FECIC. Ao considerarmos o Projeto Pró-Criança no contexto histórico que o viabilizou, buscamos evidenciar a multiplicidade de formas em que o mesmo apresentava-se, os seus objetivos e a prioridade anunciada aos "pequenos". Assim, buscamos fundamentalmente discutir essa tão anunciada "opção pelos pequenos" e o contexto de "emergência" dessas forças políticas que estavam propondo o projeto. Falamos anteriormente em instrumentos geradores de conformismo, este pode ser considerado como um dos aspectos fundamentais que nortearam este estudo, partindo principalmente da perspectiva histórico-dialética de Antonio Gramsci, cujo pensamento, possibilitou e norteou o constante questionamento deste trabalho, isto é, "qual é o tipo histórico do conformismo do homem-massa do qual fazemos parte?" Nesse sentido, trabalhando a partir desta perspectiva histórica, foi possível compreender que esta realidade traçada pelo projeto Pró-Criança, aparentemente tão simples e já traçada, só poderia avançar a partir de um entendimento que trabalhasse com a perspectiva de totalidade, não enquanto justaposição ou soma das partes, mas enquanto síntese de múltiplas relações. Num primeiro momento abordamos o Projeto Pró-Criança enquanto um caminho conservador até os considerados "pequenos" pelo mesmo. Assim, enfatizamos a multiplicidade de formas pelas quais o referido projeto apresentava-se, mas sobretudo a homogeneização proposta pela categoria "pequeno" tão enfatizada e os significados da estratégia de intervenção social via a "opção pelo pequeno".Num segundo momento, foi possível situar este projeto, proposto em Santa Catarina, em âmbito nacional. Deste modo, foi possível estabelecer uma relação com a política nacional, o que nos possibilitou avançar na compreensão de que o Pró-Criança estava em conformidade com as políticas nacionais de barateamento e qualificação desqualificadora, sobressaindo-se aí, os constantes apelos à "participação" como respostas à diversificação e complexificação da sociedade. Num terceiro momento, a partir da análise dos conteúdos dos livros infantis, das Canções e do subprojeto Creches Domiciliares, foi possível compreender alguns consensos objetivados e propostos pelo Pró-Criança, consensos que comprometem-se sobretudo, com a reprodução da subalternidade. Nesse sentido, discutimos os argumentos de convencimento sobre a conveniência e viabilidade das creches domiciliares, apresentados pelo Pró-Criança, e a direção político-cultural intrínseca ao mesmo Talvez não seja exagero fazermos essas considerações em tom de perplexidade. Quando este trabalho era apenas um projeto tínhamos clareza de estarmos lidando com uma realidade que pululava diante de nossos olhos; costumávamos mesmo brincar, que o objeto desta pesquisa estava cada vez mais vivo. Claro, tínhamos perante nós uma Prefeita que era a mesma primeira dama, do período histórico em que esta pesquisa trilhava, mas, ironicamente, a primeira dama atual do Estado, também era a mesma primeira dama do período a que nossa pesquisa se referia. Contudo, o embaraço não parava por aí. José Murilo de Carvalho talvez tenha reforçado o tom de nossa perplexidade ao refletir que "a manutenção da democracia política está ameaçada pela persistência da exclusão social. A aplicação recente da LSN contra os militantes do MST, a proibição de entrevista de líder do mesmo movimento a uma TV pública, a volta do uso da palavra 'baderna' por parte do governo federal e dos editoriais da grande imprensa para caracterizar a ação da oposição, a tentativa do governo federal de fortalecer os instrumentos de repressão são indicadores da fragilidade de nossa democracia." E, talvez esse fosse realmente o ponto maior de nossa perplexidade, a fragilidade da democracia que imperava nos discursos e propostas do Projeto Pró-Criança. Afinal de que forma aquele que é considerado já previamente como "pequeno", participa do processo decisório? O reconhecimento da categoria homogeneizada sob a fórmula "pequeno" constitui-se inegavelmente numa estratégia pela busca de consensos, de uma categoria social, empresarial, de grupos que têm historicamente articulações sociais e compromissos essencialmente excludentes, que buscam a conformação de seu domínio. Assim, a criança, ou o "pequeno" torna-se instrumento de grande valor nesse processo de convencimento, que visa sobretudo, as famílias, apropriando-se daquela crença popular e muito consensual: "fez para o meu filho está fazendo para mim". Enfim, a inquietude vem também da percepção da concepção de ser humano que perpassa esse projeto, porque ao proporem no interior dos documentos que "os grandes precisam ser gente", dando significado a esta fala num contexto de desqualificação do profissional que cuida/educa a criança de 0 a 6 anos, ou ainda, quando falam em "encher a barriga/fazer a cabeça", salientando que isto não significava programar as pessoas, vem à tona o referencial de democracia e participação tão enfatizados retoricamente. De fato, a fragilidade da nossa democracia é também (re) construída a partir de projetos como o Pró-Criança, com suas formas de "lidar pobremente com a pobreza", vem, possivelmente, contribuindo para que, dentre outras coisas, chegássemos hoje, ao limite extremo da política do voluntariado ou ainda, para uma desqualificação da educação onde todos podem ser "amigos da escola". Indubitavelmente, a participação tão proclamada pelo Projeto Pró-Criança, justificada pela observância de direitos, dissimula as bases antidemocráticas desta "nova direita". Compreendendo que a democracia ancora-se em noções de direitos, os adjetivos "pequenos" ou "desassistidos", empregados ao longo de todo o Pró-Criança, trazem à tona a incoerência que permeiam os discursos dessas forças políticas. Esses termos ou "fórmulas" carregam consigo as relações/articulações dessas forças, que de fato, não se propõem a lutar por causas democráticas, ou por igualdade, trata-se de delimitar, de aprofundar cada vez mais as relações de disparidade. E, no interior desse projeto, sob uma multiplicidade de formas, de subprojetos, são construídos/reafirmados conformismos, dentre eles, o da pobreza, das desigualdades, das faltas, seja de saúde, educação, alimento e lazer, entre outros. Nesse processo de construção de consensos, a participação é nutrida como a grande saída para os problemas sociais, visualizados e tratados como problemas da "comunidade", homogeneizada sob este termo, contribuindo deste modo para o fortalecimento da percepção desses problemas num âmbito restrito, tratados individualmente, chegando-se mesmo ao extremo, como a realização de torneios de canastra para a construção de jardins de infância.
7

Mães sociais : que profissão é essa?

Ribeiro, Tammy 2013 (has links)
Orientadora: Profª Drª Tania Stoltz Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 31/05/2012 Inclui referências Resumo: A presente pesquisa visa a identificar a percepção de mães sociais da profissão em que atuam. Mães sociais atuam em instituições de acolhimento do tipo casa lar que acolhe crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. No Brasil, estudos sobre a profissão de pais sociais são recentes, com pouca literatura quanto aos serviços prestados. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de caráter exploratório e que se pauta no método de Aguiar e Ozella (2006) baseado em Vygotsky. Realizaram-se observações e entrevistas semiestruturadas com seis mães sociais com idades entre 32 e 54 anos, coordenadoras de seis casas lares de três instituições de acolhimento de Curitiba, PR. Da análise de dados emergiram três núcleos de significação: como me tornei mãe social; a mãe dos filhos dos outros e o diferente como desafio, os quais em interação respondem à percepção de mães sociais investigadas sobre a sua profissão. Os resultados evidenciam o desenvolvimento de uma função, não de uma profissão, que conta com um treinamento que envolve somente a mãe social e não o seu companheiro, o pai social. Esta função é entendida, basicamente, como o cuidar dos filhos dos outros como dos próprios, desconsiderando que as estratégias educativas utilizadas com os próprios filhos nem sempre são as mais adequadas para crianças especialmente vulneráveis. As práticas cotidianas realizadas por eles estão relacionadas ao ambiente doméstico, de cuidados gerais e de educação dos acolhidos. Os pais sociais percebem no seu trabalho benefícios ao desenvolvimento do acolhido, por serem referências emocionais, sociais e de afeto. As dificuldades percebidas no desenvolvimento da função foram a falta de conhecimento para mediar comportamentos; tempo para interagir, dar mais atenção às crianças e adolescentes, visto contarem em média com dez crianças por casa; tempo para cuidar de si; estresse e desgaste físico. A relação positiva com os acolhidos, o gostar do cuidar, a identificação com a causa social e o suporte social e institucional foram identificados como facilitadores da sua função. Como conclusão, ressalta-se a necessidade de formação e capacitação continuada da mãe e do pai social para trabalhar com os acolhidos, a revisão de concepções envolvendo a função de mãe social, hoje cuidadora/educadora residente, investimento em parâmetros reguladores da sua função que levem a uma profissão, bem como em políticas públicas que se voltem ao atendimento com qualidade de crianças acolhidas, fenômeno relacionado tanto à pobreza afetiva de grupos humanos, como a um contexto sócio-econômico pautado pela desigualdade social. Palavras-chave: mãe-social; pais sociais; casa lar; crianças e adolescentes; acolhimento institucional; vulnerabilidade social. Abstract: The present research aims to identify the perception of social mothers of the profession they perform. Social mothers act in sheltering institutions as househome where children and teenagers in social vulnerability situation are sheltered. In Brazil, studies about social parent profession are recent, with few literatures about the provided services. It deals about a quality research of exploratory character and which is based on Aguiar e Ozella (2006) method, based on Vygotsky. It was realized a number of semi-structured observations and interviews with six 32 to 54 year old social mothers who are coordinators of house-homes of three sheltering houses of Curitiba, PR. From the data analysis three meaning nucleus emerged: how I became a social mother; the mother of somebody else's children and the different as a challenge, which in interaction respond to the perception of social mothers inquired about their profession. The outcome evidenced the development of a function, not of a profession, which depends on a training that involves only the social mother and not her partner, the social father. This function is comprehended, basically, as taking care of somebody else's children as well as their own, disregarding that the education strategies used towards their own children not always are the most adequate for especially vulnerable children. The daily practices made by them are related to the domestic environment of general care and of the education of the sheltered ones. The social parents notice in their work the benefits on the sheltered child development, once they are emotional, social and affective references. The realized difficulties on the function development were the lack of knowledge to mediate behaviors; time to interact, give more attention to the children and teenagers, once there is an amount of ten children per house; time to take care of themselves, stress and physical wearing. The positive relationship with the sheltered ones, the appreciation of taking care, the identification with the social cause and the social and institutional support were identified as facilitators of the function. As a conclusion, it is enhanced the necessity of continued capacitating and formation of the social mother and father in order to work with the sheltered one, the review of concepts involving the social mother function, today resident educator/care taker, investments in regulating parameters of their function which lead to a profession, as well as the public policies which may turn into a qualified service for the sheltered children, phenomenon related to affective poverty of human groups as well as to a social-economic context ruled by social difference. Key-words: social mother; social father; house-home; children and adolescents; institutional sheltering; social vulnerability.
8

Formação de professores de história : educação histórica, pesquisa e produção de conhecimento

Sobanski, Adriane de Quadros 2017 (has links)
Orientadora: Profa. Dra. Maria Auxiliadora M.S. Schmidt Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 14/03/2017 Inclui referências : f. 227-238 Resumo: Perspectiva da pesquisa como princípio fundamental para que os professores se reconheçam enquanto produtores de conhecimento, refletindo sobre sua prática no ambiente escolar. Tem como ponto de partida a importância que recai sobre a formação inicial e continuada dos professores de História e a relação teoria e prática. Entende a importância do conhecimento da epistemologia da História, apoiando-se nos estudos do filósofo da História Jörn Rüsen (2001; 2006; 2007; 2012; 2016) e nas reflexões sobre o modo como esses estudos podem modificar a forma de pensar dos professores de História. A Educação Histórica é apontada como importante suporte para a realização de investigações sobre a compreensão dos professores da Educação Básica. Ressalta que, a partir da década de 1990, autores como Liston e Zeichner (1997), Stenhouse (1996), (TARDIF; LESSARD, 2009) ampliaram a discussão em busca da necessidade de compreender os professores, cada vez mais, como pesquisadores de sua prática, na busca de conciliar a teoria e a prática educativas. Discute a importância de formar professores-pesquisadores capazes de transformar sua realidade e refletir sobre a sua própria prática. Expressões como professor reflexivo, ensino reflexivo, prática reflexiva, professor pesquisador, professor participante de pesquisa, ensino e pesquisa, pesquisa na formação e na prática dos professores, saberes docentes, entre outras que se vinculam diretamente às abordagens centradas na pesquisa passam a fazer parte das discussões. Trabalhar com pesquisa em sala de aula significa que o professor da Educação Básica deve ter autonomia, inclusive, para selecionar o conteúdo mais apropriado ao que pretende trabalhar. Constatação da História enquanto uma ciência especializada e da necessidade, por parte dos professores, de dominar a teoria da História. Rüsen (2010) afirma que é preciso, nas aulas de História, fazer com que os estudantes se apropriem dos processos de construção do conhecimento histórico. Ao entender esses processos, passam a ter condições de se apropriar da própria ciência. Colaborar com novas discussões sobre o ensino e a aprendizagem de História e, de forma imprescindível, sobre as ações dos professores-pesquisadores, sobretudo no que se refere ao desenvolvimento da consciência história dos estudantes. A formação inicial, nos cursos superiores ou por meio do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) revelam a pouca importância dada à licenciatura no que se refere ao uso da pesquisa relacionado com o ensino de História. A formação continuada apresentada a partir dos programas de pós-graduação, acadêmico e profissional, não produzem diálogo com a concepção de professor pesquisador, mas são estabelecidos tendo em vista a instrumentalização que sirva para mudanças na prática diárias em salas de aula. Outras opções de formação continuada acontecem apenas a partir de políticas de governo e de forma esporádica. Palavras-chaves: Pesquisa - Epistemologia da História - Formação Professores - Professor pesquisador Abstract: Research as fundamentals for the teachers to recognize themselves as knowledge producers. Reflecting upon their daily practice in the school environment. The importance of the pre-service and in-service training of History teachers and the theory-practice relation. The importance of the History epistemology, having as basis the studies of the philosopher of History Jörn Rüsen (2001; 2006; 2007; 2012;2016) and his reflections about the way these studies can modify the thinking of the History teachers. Historical Education is pointed as an important support to carry out investigations on the understanding of the Basic Education. In the 1990, authors such as Liston e Zeichner (1997), Stenhouse (1996), Tardif e Lessard (2009) broadened the discussion towards the need to understand the teachers as researchers of their own practice, in order to relate theory and practice. The discussion of the importance of forming teachers-researchers able to transform their realities and reflect upon their own practice. Expressions as reflective teachers, reflective teaching, reflective practice, teacher-researcher, teaching and research, research in teacher training and practice, teachers knowledge which connect to the research centered approaches become topics of discussion. Working with research in the classroom means that the teachers of Basic Education must have autonomy, including, to select the most appropriate content to what they intend to work with. With the awareness of History as a specialized Science and the need that teachers have deep knowledge of the theory of History, Rüsen (2010) states that it is a need, in the History classes, to make students appropriate the processes of the construction of historical knowledge. Once they understand these processes they become able to appropriate the Science itself. Collaborate with new discussions about teaching and learning of History, about the actions of the teachersresearchers, mainly regarding to the development of the historical awareness of students. The pre-service training, in the college courses or through Institutional Program of Teaching Initiation Scholarship (PIBID) show the little importance given to the Teaching Majors regarding the use of research related to the History teaching. The in-service training presented in the Post-graduation programs, academic and professional, don't take into account the teacher-researcher concept, but they are established regarding the instrumentalization that enables changes in the daily practices in the classroom. Other in-service training options happen only from government policies and sporadic measures. Key-words: Research - Epistemology of History - In-service Training - Teacherresearcher
9

Trajetória da burocracia educacional : recrutamento e recursos de poder

Bellardo, Waldirene Sawozuk 2015 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Ângelo Ricardo de Souza Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 26/03/2015 Inclui referências : f. 374-393 Resumo: O presente estudo, denominado "Trajetória da burocracia educacional: recrutamento e recursos de poder" investiga, na esfera da politic, quem são os burocratas que ocupam os cargos e funções de livre nomeação na administração pública municipal, em seus diferentes níveis hierárquicos de atuação. A metodologia incluiu dados diretos da administração municipal (Regimento Interno, legislações, organograma, documentos) concomitante à coleta de dados referentes à carreira dos profissionais investigados, especialmente no que tange à trajetória no magistério público municipal. A análise empírica foi balizada pelos pressupostos teóricos da obra de Weber, a qual subsidiou o debate acerca da administração burocrática e do ethos que distingue os papéis dos dois atores internos ao aparelho de Estado: o político e o burocrata. Não obstante, os tensionamentos entre estes atores exigiu uma ampliação do quadro teórico, incorporando ao diálogo com Weber (1971, 1986, 1994, 2004, 2013), as obras de Wahrlich (1974, 1983, 1984), Schneider (1994, 1995), Peters (1987), Olivieri (2002, 2007), Moe (1983, 1990), Merton (1970), Martins (1997), Lipsky (1980), Lindblom (1981), Levin (2005), Lane (1993), Graham (1968), Geddes (1990, 1994), Evans (1979, 1993, 1999), Crozier (1964), Bonis e Pacheco (2010), Bendix (1986), Beetham (1988), Abrahamsson (1977), Abrucio e Loureiro (1999) e Aberbach, Putnam e Rockman (1981). Cabe ainda frisar que esta pesquisa tomará a burocracia como fenômeno de poder e a estrutura organizacional da administração pública como espaço de distribuição de poder. Considerando tais pressupostos, a escolha da Secretaria Municipal da Educação de Curitiba como locus de investigação se deu por dois motivos: primeiramente pelo vínculo da pesquisadora e, por conseguinte, pelas condições de acesso aos dados e, em segundo lugar, pelo grau de institucionalização de uma secretaria municipal de grande porte. Com relação ao tema, há também pelo menos duas justificativas para sua escolha: a primeira refere-se à ausência de trabalhos nessa área e ao incipiente debate sobre a identidade e a trajetória da burocracia educacional; a segunda diz respeito à relevância da burocracia nas arenas decisórias do poder público, no processo de formulação e implementação das políticas educacionais. Em síntese, a pesquisa permitiu a caracterização de quatro perfis singulares dos servidores que assumem as funções públicas na administração educacional municipal, bem como a identificação dos recursos de poder por eles acessados. Entrementes, trata-se de um trabalho que apenas inicia a reflexão e o levantamento de dados empíricos sobre este objeto - praticamente inexplorado na educação. Nas considerações que fecham o trabalho, procura-se também apontar - ainda que sob a forma de hipóteses - as implicações que os mecanismos de livre nomeação podem exercer nas relações entre políticos e burocratas e nas gramáticas que circundam o aparelho de Estado. Palavras-chave: Política Educacional, Burocracia, Poder, Politic, Educação. Abstract: The present study, denominated "Educational Bureaucracy Path: recruiting and power resources" investigates, on the politic circle, who are the bureaucrats that occupy posts and functions of free nomination on the city public administration, on its many hierarchical levels of action. The methodology includes direct data from the City administrators (Internal Rules, legislations, Organization Charts, documents) while collecting data that refers to the professional career of the investigated, mainly those regarding the trajectory on the city public career. The empirical analysis was named on the theoretical presupposes of Weber's work, which subside the debate about bureaucratic administration and the ethos that distinguish the roles of the two State's Machine internal actors: the politician and the bureaucrat. Nevertheless, the tensions between these two actors demanded a theoretical framework expansion, by incorporating to the dialogue with Weber (1971, 1986, 1994, 2004, 2013), the works of Wahrlich (1974, 1983, 1984), Schneider (1994, 1995), Peters (1987), Olivieri (2002, 2007), Moe (1983, 1990), Merton (1970), Martins (1997), Lipsky (1980), Lindblom (1981), Levin (2005), Lane (1993), Graham (1968), Geddes (1990, 1994), Evans (1979, 1993, 1999), Crozier (1964), Bonis and Pacheco (2010), Bendix (1986), Beetham (1988), Abrahamsson (1977), Abrucio and Loureiro (1999) and Aberbach, Putnam and Rockman (1981). Still suits underline that this research will take bureaucracy as a phenomena of the power and the organizational structure of the public administration as a space to distribute the power. That being said, the choice of Curitiba's City Office of Education is given by two reasons: firstly for the researcher's link and thus access conditions to the database and, secondly, for its level of institutionalization as a large-sized City Office. About the theme, there are at least two justifications for choosing the theme/topic/subject addressed in this study: the first refers to the lack of works on the area and to the incipient debate about the educational bureaucracy identity and path; the second one relates to the bureaucracy relevance on operative arenas of the public power when in process of formulating and implementing the educational policies. In summary, the research enabled the characterization of four singular profiles from the servers that assume public roles on the city education administration as well as the identification of the power resources they had accessed. Meanwhile, this is a work that just begins the reflection and the survey of empirical data about the object, almost unexplored on education. On the work's closing considerations, it aims as well to point out - even in the form of a hypothesis - the implications that the mechanisms of free nomination can exert over politicians and bureaucrats relations and in the grammars that surround the State's apparatus. Key-words: Educational policy, Bureaucracy, Power, Politic, Education.
10

Entre o impresso e o digital : o papel de materiais digitais mediados pelos livros didáticos de física

Heidemann, Daniel Sucha 2016 (has links)
Orientador: Prof. Dr. Nilson Marcos Dias Garcia Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 27/09/2016 Inclui referências : f. 105-115 Resumo: Investigam-se aspectos da usabilidade dos materiais digitais de acesso gratuito presentes nos livros didáticos de Física aprovados no Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) de 2015, com o objetivo de analisar se e como os Objetos Educacionais Digitais de acesso gratuito estão em consonância com o livro didático em que estão inseridos. São identificadas as relações pedagógicas existentes entre estes materiais e o respectivo livro texto e se eles têm possibilitado o desenvolvimento de processos cognitivos ou de abordagens específicas não contempladas pelos livros, bem como possíveis dificuldades relativas ao seu uso em sala de aula. Utilizando-se de procedimentos da Análise de Conteúdo, buscou-se por elementos digitais em cada uma das 14 obras destinadas ao 1s ano do Ensino Médio selecionadas pelo PNLD 2015 (BRASIL, 2013). Tomando como pressuposto a intencionalidade da indicação desses materiais digitais no contexto do livro didático, os mesmos foram analisados sob duas categorias principais: a dos Objetos Educacionais Digitais Ativos, referente a materiais digitais que propõem e/ou possibilitam a execução de atividades pelo aluno, como simulações e experimentos, e a dos Objetos Educacionais Passivos, referente a materiais cuja função restringe-se à apresentação de informações aos alunos em formato digital, como textos, vídeos e animações. Tais objetos foram analisados tanto sob aspectos pedagógicos, utilizando-se de elementos da Taxonomia de Bloom Revisada e das discussões acerca de estratégias de ensino de Física presentes no edital do PNLD 2015, quanto em função de aspectos técnicos, em função de características desejáveis aos objetos educacionais digitais presentes na literatura da área. A análise indicou que estes Objetos Educacionais Digitais, de modo geral, representam formas interessantes para o desenvolvimento de estratégias de ensino em sala de aula, principalmente em função do desenvolvimento dos processos cognitivos mais complexos que propiciam. Evidenciou entretanto, que a falta de informação referente às suas formas de uso com o livro didático e a existência de problemas técnicos relacionados principalmente à interoperabilidade e à acessibilidade podem comprometer o desenvolvimento destas atividades. Palavras-chave: Objetos Educacionais Digitais, Livro didático de Física, Livro Digital, Taxonomia de Bloom, PNLD. Abstract: This study investigates aspects of the usability of free access digital materials found in Physics textbooks approved by the 2015 Textbook National Program (PNDL, Brazilian abbreviation), aiming to analyze if and how these materials are in consonance with the textbooks they are in. The pedagogical relations between these materials and the textbook are identified and whether they have enabled the development of cognitive processes or specific approaches not addressed by the books, as well as possible difficulties related to their use in the classroom. By employing the procedures of Content Analysis, digital elements were identified in each of the 14 books destined to the 1st year of high school selected by the PNLD 2015 (BRASIL, 2013). Taking into consideration the intention of indicating these digital materials in the textbook context, they were analyzed under two main categories: the Active Learning Objects, regarding digital materials which propose and/or enable the execution of activities by the students, such as simulations and experiments, and the Passive Learning Objects, regarding materials whose function is limited to the presentation of information in digital format to the students, such as texts, videos and animations. Such objects were analyzed by its pedagogical aspects, using elements from the Revised Bloom's Taxonomy and the discussions about strategies for teaching Physics that are present on the PNLD 2015 notice, but also by the technical aspects, in function of the desirable characteristics to digital educational objects that are found in the literature. The analysis indicated that these Learning Objects, in general, represent interesting ways of developing teaching strategies in the classroom, mainly in relation to the more complex cognitive processes provided, but that the lack of information regarding their use linked to the textbook and the existence of technical problems, mainly related to the interoperability and accessibility, might hamper the development of such activities. Keywords: Learning Objects, Physics Textbook, Digital Book, Bloom's Taxonomy, PNLD.

Page generated in 0.0572 seconds