• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 947
  • 133
  • 22
  • 20
  • 16
  • 16
  • 16
  • 7
  • 4
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 1120
  • 287
  • 222
  • 160
  • 149
  • 131
  • 117
  • 83
  • 82
  • 74
  • 63
  • 57
  • 57
  • 56
  • 56
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Razão sexual e sobrevivência em Neothraupis fasciata

Gressler, Daniel Tourem 31 May 2012 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2012. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2012-10-05T14:58:19Z No. of bitstreams: 1 2012_DanielTouremGressler.pdf: 1034692 bytes, checksum: c65981d8146726357bb922149b9ca016 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2012-10-05T15:52:51Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_DanielTouremGressler.pdf: 1034692 bytes, checksum: c65981d8146726357bb922149b9ca016 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-10-05T15:52:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_DanielTouremGressler.pdf: 1034692 bytes, checksum: c65981d8146726357bb922149b9ca016 (MD5) / A compreensão de como as variações nas características de história de vida afetam o crescimento das populações consiste em tema central em estudos de ecologia de populações. O conhecimento de parâmetros tais como razão sexual de ninhegos, sobrevivência de filhotes após a saída do ninho até a independência do cuidado parental, e variações sazonais nas taxas de sobrevivência de adultos e subadultos, bem como de machos e fêmeas, são essenciais para identificar os estágios de vida mais suscetíveis das aves. Entre 2008 e 2011 coletamos dados sobre tais aspectos da história de vida de Neothraupis fasciata (Aves: Thraupidae) na Estação Ecológica de Águas Emendadas, Distrito Federal, Brasil. A espécie de estudo apresenta reprodução cooperativa facultativa, ou seja, com pares reprodutores contando ou não com indivíduos que atrasam sua reprodução e os auxiliam na criação de filhotes, chamados ajudantes de ninho. Avaliamos em três capítulos a (1) alocação dos sexos nas ninhadas, (2) as taxas de sobrevivência de filhotes 60 dias após deixarem o ninho, e (3) as taxas de sobrevivência de adultos e subadultos de cada sexo ao longo do ano. Quanto ao primeiro capítulo, não houve desvio do equilíbrio na razão sexual primária, sendo que dos 179 ninhegos para os quais o sexo foi confirmado em 87 ninhos da espécie, 89 foram machos e 90 foram fêmeas, de maneira que a razão sexual primária foi 0,99:1 (machos:fêmeas). Não encontramos evidências de manipulação do sexo dos ninhegos pelas fêmeas quando levamos em consideração a presença/ausência de ajudantes de ninho. Sugerimos, portanto, que, ou a espécie não possui mecanismos de manipulação do sexo das ninhadas, ou caso este processo seja possível, as altas taxas de predação dos ninhos tornam pouco provável o estabelecimento de estratégias de alocação diferenciada do sexo dos ninhegos nas ninhadas. Com referência ao segundo capítulo, a probabilidade de sobrevivência dos filhotes até dois meses após terem saído dos ninhos foi de 50%. Filhotes machos tenderam a possuir maior probabilidade de sobrevivência que fêmeas. A condição corporal dos ninhegos ao deixarem o ninho não influenciou a probabilidade de sobrevivência na fase subsequente. A presença de ajudantes de ninho também não influenciou na sobrevivência dos filhotes. Assumindo a predação como principal fator de mortalidade dos filhotes, assim como ocorre em outras espécies de aves, sugerimos que o auxílio dos ajudantes de ninho não protege os filhotes da predação, uma vez que estes não propiciam um aumento das taxas de sobrevivência dos filhotes durante as primeiras semanas após saírem do ninho. Quanto ao terceiro capítulo, as taxas de sobrevivência de machos adultos foram maiores que as das fêmeas adultas: 57,2 e 51,2%, respectivamente. Machos subadultos apresentaram probabilidades de sobrevivência de 46,7% e fêmeas subadultas de apenas 31,7%. Por outro lado, não encontramos evidências de que maiores taxas de mortalidade ocorram durante a seca, período no qual esperávamos encontrar maiores taxas de mortalidade em função das características climáticas deste período, especialmente o déficit hídrico, o qual é conhecido como um fator que afeta a abundância de alimentos. Podemos concluir que o pequeno desvio na razão sexual da população adulta se dá pela maior mortalidade de fêmeas, especialmente durante o primeiro ano de vida, tendo em vista que são produzidos filhotes de ambos os sexos na mesma proporção. Sugerimos que, uma vez que as taxas de sobrevivência anual não diferem grandemente das taxas de mortalidade de aves de regiões temperadas, juntamente com o tamanho de ninhada reduzido, as altas taxas de predação de ninho e a alta mortalidade de jovens, múltiplas tentativas reprodutivas são um importante aspecto da dinâmica populacional de N. fasciata. Nesse contexto, estudos futuros devem aumentar o conhecimento e avaliar a importância deste aspecto, no qual os ajudantes de ninho podem exercer um importante papel possibilitando aos pares reprodutores por eles assistidos aumentarem o número de tentativas reprodutivas e assim aumentar a probabilidade de produzirem filhotes ao final da estação reprodutiva. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Understanding how life history trait variation affects population growth is a central issue in population ecology studies. Knowledge of life history traits such as primary sex ratio, fledgling survival rates, and seasonal variation in survival probabilities of subadults and adults of both sexes is essential to identify the most sensitive life stages in birds. In this study we investigated such traits in the facultative cooperative breeding White-banded Tanager Neothraupis fasciata (Aves: Thraupidae) from 2008 to 2011, at the Estação Ecológica de Águas Emendadas, Distrito Federal, Brazil. We divided this study in three chapters, the objectives of which were to: (1) evaluate primary sex ratios, (2) estimate fledglings’ survival probabilities, and (3) estimate seasonal variation in survival rates of adults and subadults of both sexes. In the first chapter we found an even primary sex ratio. Of the 179 nestlings sexed from 87 nests, 89 were males and 90 females (sex ratio = 0.99:1). We did not find evidence of manipulation of nestling sex by females due to the presence of helpers in the groups. Based on our results, we suggest that either females are unable to manipulate offspring sex ratio, or, high levels of nest predation may inhibit the establishment of skewed offspring sex ratio strategies in the study species. In the second chapter we estimated two-month fledgling survival rates at 50%. Although differences between sexes were not statistically significant, young males performed slightly better than females during their first 60 days after leaving the nest. Body condition and the presence of helpers in the groups did not increase fledgling survival rates. Assuming predation as the major cause of fledglings’ mortality, we suggest that helpers are unable to aid young birds in escaping from predators during the period between fledging and independence of parental care. In relation to the seasonal variation of adults and subadults survival rates, we found higher annual survival rates for adult males compared to females: 57.2 and 51.2%, respectively. Subadult males’ annual survival rates (46.7%) were higher than subadult females (31.7%). However, we found no evidence that higher rates of mortality occur during the dry season, period in which we expected low survival probabilities due to climate characteristics such as the striking water deficit, which is known to influence food availability. Based on our results, we can conclude that the higher number of males in the adult population results from higher mortality of females during their first year after fledging, given that offspring of both sexes are produced in equal number. As adult annual survival rates are not much higher than that of temperate species, and considering the reduced clutch size, higher rates of nest predation and low fledgling survival, we suggest that multiple breeding attempts during a single nesting season are an important aspect influencing White-banded Tanager population dynamics. In this context, helpers may have an essential role, enabling breeding pairs to increase the number of breeding attempts and thus increasing their likelihood of successfully producing young by the end of the breeding season.
2

Isolamento e análise de resistência a antimicrobianos de cepas de Campylobacter jejuni em amostras de carne de aves resfriadas comercializadas no Distrito Federal

Moura, Helenira Melo de 23 February 2010 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2010. / Submitted by Fernanda Weschenfelder (nandaweschenfelder@gmail.com) on 2010-11-16T17:19:33Z No. of bitstreams: 1 2010_HeleniraMelodeMoura.pdf: 924664 bytes, checksum: f02996cab5cd61a9da1368c299fb07e4 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-11-16T23:42:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_HeleniraMelodeMoura.pdf: 924664 bytes, checksum: f02996cab5cd61a9da1368c299fb07e4 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-11-16T23:42:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_HeleniraMelodeMoura.pdf: 924664 bytes, checksum: f02996cab5cd61a9da1368c299fb07e4 (MD5) / A campilobacteriose é uma zoonose que provoca diarréia em humanos, sendo diagnosticado com frequência nos países desenvolvidos e tem como principal agente causal o Campylobacter jejuni. Este microrganismo é comumente veiculado ao homem por alimentos de origem aviária. Várias pesquisas no âmbito internacional tem demonstrado a presença desta bactéria resistente à alguns antimicrobianos, e tendo em vista a escassez de trabalhos na região do Distrito Federal, este trabalho objetivou verificar a ocorrência de C. jejuni em carcaças de aves resfriadas comercializadas no Distrito Federal, bem como avaliar a presença ou não de resistência à antimicrobianos. Das 101 amostras analisadas de carcaças de aves resfriadas, foram isoladas 18 (17,82%) cepas de Campylobacter jejuni, sendo que desse total, as 9 amostras que foram adquiridas em feiras sem inspeção, não apresentaram crescimento de C.jejuni. Um total de 16 cepas de C.jejuni foram submetidas ao teste de susceptibilidade aos antimicrobianos para oito drogas (ácido nalidíxico, estreptomicina, gentamicina, eritromicina, amoxilina, cloranfenicol, ciprofloxacina e tetraciclina). Todas as cepas (100%) foram resistentes para a ciprofloxacina, 93,75% de cepas foram resistentes concomitantemente para as drogas ácido nalidíxico, estreptomicina, tetraciclina e gentamicina, 87,5% de cepas resistentes a amoxilina, 68,75% de cepas resistentes a eritromicina e a menor resistência observada foi de 37,5% para o cloranfenicol. Os resultados observados foram similares à presença de resistência a determinados antimicrobianos, entretanto foram superiores aos observados em trabalhos de outros países no que se refere ao número de cepas resistentes, sendo a presença de 100% à ciprofloxacina, bem como os valores obtidos de 93,75% de cepas resistentes ao ácido nalidíxico. Estes resultados sugerem falhas em algumas fases de processamento deste alimento e um possível problema de saúde pública tendo em vista a alta resistência observada nas cepas isoladas. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The campylobacteriosis is a zoonotic that cause diarrhea in humans, and has been diagnose frequently in developed countries and the causal agent is Campylobacter. This microorganism is transmitted to the man frequently by from chicken meats. Several researches in worldwide have showed the presence of the bacterial resistance to some antibiotics. In Distrito Federal there are few researches about the presence of C. jejuni in foods, for this reason, this work aimed to detect the occurrence of C.jejuni in cooled carcasses of chicken commercialized in Distrito Federal, as well as to detect the presence or not of resistance to antibiotics. The 101 samples analyzed were isolated 18 (17,82%) strains of Campylobacter jejuni. The 9 samples that weren’t acquired in fairs without inspection veterinary services, they weren’t any presence of the strains of C.jejuni. The 16 strains of C.jejuni were submitted to the antimicrobial susceptibility testing (nalidixic acid, streptomycin, gentamicin, erythromycin, amoxicillin, chloramphenicol, ciprofloxacin e tetracycline). All strains (100%) were resistant to the ciprofloxacin, 93,75% of strains were resistant to the drugs nalidixic acid, streptomycin, tetracycline and gentamicin, 87,5% resistant strains to the amoxicillin, 68,75% resistant strains to the erythromycin and 37,5% to the chloramphenicol. The results obtained of 93,75% resistant strains to the nalidixic acid and 37,5% of resistant strains the chloramphenicol. These results suggest that problem in some phases of the processing of this food and is a possible problem of public health because the high resistance observed in the isolated strains.
3

Ecofisiologia da migração e reprodução de Elaenia chiriquensis (Aves, Tyrannidae) no Cerrado

Pereira, Zélia da Paz 31 March 2015 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2015. / Submitted by Fernanda Percia França (fernandafranca@bce.unb.br) on 2016-03-17T16:01:04Z No. of bitstreams: 1 2015_ZéliadaPazPereira.pdf: 1361861 bytes, checksum: d47316184f8f99c40086a8f57aa793b3 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(raquelviana@bce.unb.br) on 2016-03-17T20:25:30Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_ZéliadaPazPereira.pdf: 1361861 bytes, checksum: d47316184f8f99c40086a8f57aa793b3 (MD5) / Made available in DSpace on 2016-03-17T20:25:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_ZéliadaPazPereira.pdf: 1361861 bytes, checksum: d47316184f8f99c40086a8f57aa793b3 (MD5) / Muitos estudos têm investigando aspectos ecológicos de história de vida das aves por meio de parâmetros fisiológicos. Neste sentido, escolhemos a espécie Elaenia chiriquensis que migra da Amazônia para o Cerrado para investigamos os custos da migração e reprodução em termos ecofisiológicos. A coleta de dados foi realizada na Estação Ecológica de Águas Emendadas, no Distrito Federal. Foram acompanhados os períodos de chegada, reprodução e partida da espécie por meio de captura em redes de neblina, colheita de sangue e monitoramento de ninhos. No capítulo I, foi determinado o hematócrito da população nos três períodos acompanhados. Nos capítulos II e III as amostras foram utilizadas para determinação da corticosterona (hormônio de estresse). No capítulo I, verificamos a existência de mudanças temporais na relação entre hematócrito e massa de E. chiriquensis. Na fase de chegada, esta espécie apresentou massa e hematócrito similar à média apresentada ao longo de todo o período estudado, porém sem relação positiva significativa (F2,27 = 0,27; r = 0,03; p > 0,05). Na reprodução também não houve uma relação significativa (F2,45 = 5,03; r = 0,003; p > 0,05). No entanto, há uma relação positivamente significativa na fase em que os indivíduos migram de volta (F2,24 = -47,98; r = 0,51; p < 0,05) com aumento significativo de massa e hematócrito. O estudo da fase de partida mostra que o aumento da massa e hematócrito estão fortemente conectados, demonstrando que a maioria dos indivíduos de E. chiriquensis migram de volta em boas condições fisiológicas. No capítulo II descrevemos a variação na corticosterona das fêmeas durante a incubação de ovos e mostramos que seus níveis indicam o compromisso com o futuro sucesso de eclosão dos mesmos. As fêmeas que não obtiveram sucesso na incubação apresentaram menores níveis de corticosterona (7,59 ± 2,55 ng/mL; N = 22), enquanto as fêmeas que obtiveram sucesso tiveram níveis maiores (16,26 ± 3,24 ng/mL; N = 27), com diferença significativa entre elas (t = 16,75; g.l. = 48; P ˂ 0,05). Mostramos que há diferenças na secreção da corticosterona entre as fêmeas com e sem êxito reprodutivo na eclosão de ovos, sendo que as fêmeas mais estressadas são as mais bem sucedidas. No capítulo III, avaliamos como ocorre a liberação de corticosterona na fase inicial e final de cria dos ninhegos. Assim, comparando as duas fases há aumento na taxa de entrega de alimento (t = 22,04; g.l. = 23; p < 0,05) e ganho de massa dos ninhegos (t = 52,27; g.l. = 23; p < 0,05), porém na fase inicial as fêmeas apresentaram níveis de corticosterona baixos (65,3 ± 27,41 ng/mL; N = 24) comparados aos níveis da fase final (156,4 ± 26,44 ng/mL; N = 24) (t = 13,67; g.l. = 23; p < 0,05). Nosso estudo mostrou que à medida que o cuidado com os ninhegos avança no tempo, E. chiriquensis eleva seu nível de estresse conforme o aumento da idade dos mesmos. Assim, avaliamos que a espécie consegue chegar bem ao local de reprodução e migra de volta em condições ainda melhores. No entanto, a reprodução é realmente uma fase custosa e o estado de estresse das fêmeas foi associado ao fato de obter ou não sucesso reprodutivo, seja na fase de incubação de ovos ou na de cuidado com os ninhegos no ninho. / Many studies have investigated the ecological aspects of bird life histories by physiological parameters. In this sense, we chose Elaenia chiriquensis species that migrates from the Amazon to the Cerrado to investigate the costs of migration and reproduction in ecophysiological terms. Data collection was performed in Estação Ecológica de Águas Emendadas, in Distrito Federal, Brazil. Periods of arrival were followed, also reproduction and departure phases through capture in mist nets, blood collection and monitoring nests. In Chapter I, we determined the population hematocrit and mass in the three monitored periods. Chapters II and III samples were taken for corticosterone (stress hormone) determination. In Chapter I, we verify the existence of temporal changes in the relationship between hematocrit and mass of E. chiriquensis. On arrival phase, this species showed similar mass and hematocrit presented throughout the study period, with no significant relationship (F2,27 = 0.27; r = 0.03; p > 0.05). When in reproduction there was also no significant relationship (F2,45 = 5.03; r = 0.003; p > 0.05). However, there is a positive significant relationship at the departure stage (F2,24 = -47.98; r = 0.51; p <0.05) with a significant increase in mass accompanied of hematocrit increase. The departure phase shows that the increase in weight and hematocrit are strongly connected, demonstrating that the majority of E. chiriquensis individuals migrate back in good physiological conditions. In Chapter II we describe the variation in corticosterone of the females during egg incubation and show that its levels indicate the commitment to the future success of hatching. Females that had failed incubation showed lower levels of corticosterone (7.59 ± 2.55 ng/ml; N = 22), while females that were successful had higher levels (16.26 ± 3.24 ng/mL; N = 27), with significant difference (t = 16.75; d.f. = 48; P ˂ 0.05). We show that there are differences in the secretion of corticosterone between females with and without reproductive success in hatching, and the more stressed females are the most successful. In Chapter III, we assess the release of corticosterone in the initial and final phase of parental care. Thus, comparing the two phases there is an increase in female food delivery rate (t = 22.04, d.f. = 23, p <0.05) and nestlings weight gain (t = 52.27, d.f. = 23, p < 0.05), but in the initial stage the females showed low levels of corticosterone (65.3 ± 27.41 ng/ml; n = 24) compared to the final phase levels (156.4 ± 26.44 ng/ml; N = 24) (t = 13.67; d.f. = 23; p <0.05). Our study showed that as the parental care advances in time, E. chiriquensis raises it stress level with increasing nestling’s age. Thus, we conclude that the species can arrives well to the breeding site and migrate back in even better condition. However, the reproduction actually has a lot of costs and the stress state is associated with the fact of obtaining or not reproductive success even in incubation phase or nestling care in the nest.
4

Período, duração e intensidade das mudas em aves do Brasil central

Silveira, Mariana Batista 23 February 2011 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2011. / Submitted by Albânia Cézar de Melo (albania@bce.unb.br) on 2011-05-09T14:03:26Z No. of bitstreams: 1 2011_MarianaBatistaSilveira.pdf: 1104225 bytes, checksum: 09c8c641fac257e14f6b4fa0862c4115 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana(tempestade_b@hotmail.com) on 2011-05-10T00:11:22Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2011_MarianaBatistaSilveira.pdf: 1104225 bytes, checksum: 09c8c641fac257e14f6b4fa0862c4115 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-05-10T00:11:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2011_MarianaBatistaSilveira.pdf: 1104225 bytes, checksum: 09c8c641fac257e14f6b4fa0862c4115 (MD5) / A muda, um evento chave no ciclo de vida das aves, é bem estudada em aves da região temperada, que apresentam alta sazonalidade. Entretanto, nos trópicos, onde a sazonalidade é menos pronunciada, a muda é pouco estudada. Nós estudamos a muda de oito espécies de aves do Cerrado do Brasil central para melhor entender os ciclos de muda de aves de um ambiente tropical. Nós capturamos as aves (n = 334) com redes de neblina, descrevemos o período, duração e intensidade da muda das penas de voo. Os graus de muda das penas indicaram a direção da reposição e os pontos onde as séries da muda se iniciaram e terminaram. Em geral, a primária 1 foi a primeira pena de voo a cair e as primárias foram repostas na direção proximal-distal. S6 ou S5 foram as últimas rêmiges a completar o crescimento. As secundárias foram repostas em duas ou três séries. As retrizes apresentaram duas séries de muda, uma em cada lado da cauda, sendo R1 (nodal) -> R6 (terminal). Todas as espécies realizaram a muda das primárias de acordo com o padrão seguido pela maioria dos Passeriformes, exceto Nystalus chacuru (Galbuliformes). Em comparação com espécies da região temperada, as quais levam cerca de 40 – 70 dias para completar a muda, aves tropicais parecem ter metabolismo mais lento, levando cerca de 120 dias para terminar a muda. Espécies maiores levam mais tempo para realizar a muda, porém não crescem mais penas simultaneamente. Encontramos evidências de sobreposição da muda com a reprodução para quatro espécies, no entanto, esta sobreposição ocorreu durante curto período. Mais estudos são necessários para elucidar os mecanismos que atuam sobre a muda no ciclo anual das aves e para permitir comparações entre espécies tropicais e temperadas no intuito de melhor entender as diferentes pressões evolutivas que atuam sobre as aves. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Molt, a key event in the avian life cycle, is well-studied in temperate birds with very seasonal life cycles. However, in the tropics, where life cycles are much less seasonal, and where species richness is greater, molt cycles are poorly understood. To better understand the molt cycle in tropical birds in a tropical, yet seasonal, environment, we examined molt in eight species of birds in the Cerrado of central Brazil. We captured birds (n = 334) with mist nets, described timing, duration and intensity of flight-feather molt. Molt scores indicated directions of feather replacement and the points where molt series started and ended. The innermost primary usually was the first flight-feather to drop, and primaries were replaced in descending order, from proximal to distal. Secondaries S6 or S5 were typically the last remex to complete growth. Secondaries were replaced in two or three molt series. Rectrices were replaced in two series, one on each side of tail, with R1 as the nodal feather and R6 as the terminal feather. All species replaced their primaries according to the pattern presented by most passerines, except Nystalus chacuru (Galbuliformes). In comparison to similar temperate birds, whose molt cycles can take 40 – 70 days, tropical birds seem to have a slower metabolism, with a 122 days cycle. Larger species required a longer time to molt and did not grow a larger amount of feathers simultaneously. Our data showed molt-breeding overlap for four species. More molt pattern studies are needed to better elucidate the mechanisms that shape molt into avian annual cycle and to provide comparisons between temperate and tropical species aiming a better understanding of the distinct evolutionary pressures these birds face.
5

A coloração estrutural em tizius (Volatinia jacarina, Aves: Emberezidae) : influência do meio social e aspectos da qualidade individual

Pereira, Luiza Brasileiro Reis 03 1900 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2009. / Submitted by Larissa Ferreira dos Angelos (ferreirangelos@gmail.com) on 2010-04-06T15:35:27Z No. of bitstreams: 1 2009_LuizaBrasileiroReisPereira.pdf: 1365997 bytes, checksum: fabf04fb50cba883ac6b0526fd6f9153 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-04-06T18:00:28Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_LuizaBrasileiroReisPereira.pdf: 1365997 bytes, checksum: fabf04fb50cba883ac6b0526fd6f9153 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-04-06T18:00:28Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_LuizaBrasileiroReisPereira.pdf: 1365997 bytes, checksum: fabf04fb50cba883ac6b0526fd6f9153 (MD5) Previous issue date: 2009-03 / Ornamentos coloridos exercem um importante papel na comunicação visual em muitas espécies de aves. Existem basicamente dois tipos de coloração conhecidas: pigmentária e estrutural. Nos últimos anos vários estudos vêm demonstrando que a coloração estrutural é mais variável do que se supunha, e têm sido observadas em diversas espécies relações entre a coloração estrutural, qualidade individual e influência do meio ambiente. O presente estudo, utilizando-se do tiziu (Volatinia jacarina), um passeriforme cujos machos adquirem uma plumagem estrutural preto-azulada durante a estação reprodutiva, como espécie-modelo, teve como objetivos: (1) testar a influência do meio social ao longo do tempo na plumagem estrutural dos machos de tiziu; (2) relacionar as características de tal plumagem com a mortalidade e sucesso reprodutivo dos indivíduos. Para o primeiro objetivo, os indivíduos foram alocados em diferentes grupos sociais e monitorados durante o período de um ano onde foram acessadas características da sua plumagem estrutural. Para o segundo, comparou-se as características de plumagem de indivíduos que morreram versus sobreviveram, assim como as dos indivíduos que reproduziram versus não reproduziram. Ambos os experimentos foram desenvolvidos em cativeiro. Os resultados encontrados sugerem que existe influência do meio social no desenvolvimento da plumagem nupcial estrutural do tiziu e que esta influência parece estar relacionada especialmente com o aspecto intra-sexual. Por outro lado não houve diferença na plumagem de indivíduos que sobreviveram ou reproduziram em relação aos demais, sugerindo que tais características da plumagem nupcial apresentam importante relação proximal de regulação, e que o esforço reprodutivo, nas condições as quais o experimento se desenvolveu, não deve ter sido um fator limitante para os indivíduos. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / Colored ornaments have an important role on visual communication in many species of birds. There are two basic kinds of coloration: pigmentary and structural. In the past years some studies have demonstrated that structural coloration varies more than supposed. Besides, in a considerable number of species, researchers found some association between structural coloration, individual quality and environmental influences. This study was conducted using the blue-black grassquit (V. jacarina) as a model specie, a passerine whose males molt into a blue-black structural coloration during the breeding season. The objective of this study is twofold: (1) to verify the influence of the social environment on the development of structural plumage of males; (2) to assess the relationship between the characteristics of such plumage, mortality and the reproductive success of individuals. For the first objective, individuals were placed in different social groups and monitored during a whole year, when structural plumage characteristics were collected. For the second objective, we compared plumage characteristics of individuals who died versus those who survived, as well as plumage characteristics of individuals who reproduced versus those who did not reproduce. Both experiments were conducted on captivity. The results suggest there is an influence of social environment on the development of nuptial plumage of tiziu, and this influence seems to be related especially in an intrasexual context. On the other hand, there was no difference on plumage of individuals who survived or reproduced compared to those who died or didnt reproduce, suggesting that certain plumage characteristics could be related to proximal mechanisms of regulation. Additionally, it seems that the reproductive effort was not a limiting factor to individuals in the specific conditions in which the experiment was conducted.
6

Estrutura populacional de quatro espécies de Pipridae na região de transição Cerrado – Amazônia

Yabe, Regina de Souza 30 April 2015 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2015. / Os Pipridae são pequenos pássaros frugívoros de sub-bosque que habitam ambientes florestais da região Neotropical. Esta família se destaca por apresentar um sistema de acasalamento em leques poligínicos, com displays de corte, sons não vocais (“mecânicos”) e elaborada plumagem ornamental dos machos (Prum 1998). Apresentam a maior diversidade na região Amazônica com mais da metade das espécies encontradas no Brasil (ao norte do rio Negro e entre os rios Xingu e Purus) e entre os rios Madre de Dios, na Bolívia e Marañon, ao norte do Peru (Snow 2004). Neste estudo investigou-se, por meio da análise de fragmentos do gene mitocondrial ND2 (subunidade 2 da NADH desidrogenase), a estrutura populacional de quatro espécies de Pipridae (Machaeropterus pyrocephalus, Lepidothrix nattereri, Ceratopipra rubrocapilla e Pipra fasciicauda) na região de contato do bioma Amazônico com o bioma Cerrado, incluindo também, áreas de Cerrado e de floresta Amazônica. Para as três primeiras espécies de Pipridae, as análises genéticas foram conduzidas com o intuito de determinar o modelo de estruturação populacional que as mesmas apresentaram na região de ecótono. Para isso, a variabilidade genética, grau de isolamento, fluxo gênico e distância genética entre as subpopulações destas espécies foram analisadas, bem como sua demografia histórica. A população de M. pyrocephalus apresentou-se fortemente subdividida entre a região de transição leste (alto rio Xingu) e oeste (sub-bacia do rio Guaporé e Juruena) e exibiu uma estrutura populacional em conformidade com o modelo de metapopulações, com baixas taxas de migração e isolamento pela distância. Entretanto, em direção às áreas de Cerrado, a migração foi bem mais acentuada, ocorrendo de modo mais restrito no sentido oposto. Com isso, os haplótipos constatados nas regiões de transição leste e oeste também estiveram presentes no Cerrado. Nesta região, não foram detectados haplótipos exclusivos, somente aqueles compartilhados com as áreas de transição dos extremos leste e oeste dos estados de Mato Grosso e Rondônia. Estas evidências sugerem a relevância das áreas amazônicas para a diversidade genética das subpopulações de M. pyrocephalus, situadas no Cerrado. Moderada estruturação genética foi evidenciada em L. nattereri, que também exibiu características concordantes com o modelo de metapopulações. Em C. rubrocapilla não houve subdivisão entre as regiões de transição leste e oeste em decorrência da combinação entre as maiores taxas de migração e menor tamanho populacional efetivo (do que L. nattereri). A organização espacial desta espécie, na região de transição, apresentou-se em conformidade com o modelo de populações em manchas, com taxas mais elevadas de migração entre as subpopulações, formando um único agrupamento genético. As diferenças quanto à estrutura populacional destas aves podem ser consequência de suas particularidades ecológicas, tais como, maior associação ao ambiente de sub-bosque (em M. pyrocephalus - particularmente durante sua fase juvenil); dieta insetívora e menor massa corporal (em L. nattereri); habitat- generalista e maior massa corporal (em C. rubrocapilla). Todos estes fatores relacionam-se à vagilidade e, indiretamente, à habilidade de dispersão das aves. As características apresentadas pelas duas primeiras espécies estão vinculadas a uma menor vagilidade, o que pode conduzir à estruturação populacional. As características apresentadas pela última são comuns em espécies com maior vagilidade, o que pode direcionar para uma ausência de estruturação genética, dependendo do tamanho efetivo da população. No caso de C. rubrocapilla, a não subdivisão populacional ocorreu devido à combinação de uma taxa de migração ligeiramente mais elevada com um menor tamanho populacional efetivo. Em Pipra fasciicauda, ao se realizar as primeiras estimativas de variabilidade genética, verificou-se que suas populações se encontravam altamente diferenciadas e, portanto, deveriam ser avaliadas de modo diferenciado, com o uso de outras ferramentas de análise, que permitissem melhor investigar o nível de diferenciação destas populações. Deste modo, com a reconstrução das relações evolutivas dos espécimes, por meio dos métodos de máxima verossimilhança e de inferência Bayesiana, verificou-se a existência de duas linhagens notoriamente distintas, uma encontrada na região de ecótono, no oeste do estado de Mato Grosso e sudeste do estado de Rondônia, no cerrado ao sul do estado de Mato Grosso e no Pantanal, situado no sudoeste do estado de Mato Grosso (linhagem Sul-Oeste). A outra, detectada na região de ecótono no nordeste do estado de Mato Grosso, cerrado no noroeste do Estado de Tocantins e na região Amazônica e no estado do Pará (linhagem Norte-Leste). Estas linhagens devem corresponder às subespécies P. f. calamae (linhagem Sul-Oeste) e P. f scarlatina (linhagem Norte-Leste) e possivelmente, se separaram durante o período do Pleistoceno. As análises de demografia histórica indicaram que a linhagem Sul-Oeste apresentou sinais de expansão populacional e sua rede haplotípica demonstrou que também teria sofrido uma expansão em sua distribuição, alcançando a região da linhagem Norte-Leste. Por último, também foi avaliado, o papel do médio rio Araguaia na estruturação genética das subpopulações da linhagem Norte-leste. A ausência de estruturação genética e o compartilhamento de haplótipo entre as subpopulações oriundas de margens opostas do médio rio Araguaia, sugeriram um baixo potencial deste rio em promover divergência populacional desta espécie. A presença de ilhas ao longo do rio deve aumentar sua permeabilidade para os indivíduos de P. fasciicauda, que podem estar utilizando-as como stepping stones para se deslocar de uma margem a outra. / The Pipridae are small fruit-eating birds that live in the understory environment of the Neotropics’s forest. Some notable characteristics of the manakins are their lek-based mating systems, extraordinary courtship displays, not vocal sounds ("mechanical") and males with ornamental plumage (Prum 1998). This family exhibits the greatest diversity in the Amazon region with more than half of the species found in Brazil (north of the Negro River and between the Xingu and Purus rivers) and between the Madre de Dios rivers, Bolivia and Marañon, in northern Peru (Snow 2004). In this study it was investigated the population structure of four species of Pipridae (Machaeropterus pyrocephalus, Lepidothrix nattereri, Ceratopipra rubrocapilla and Pipra fasciicauda), through the analysis of mitochondrial fragment ND2 gene (NADH dehydrogenase subunit 2), in the ecotone region of Amazon biome and the Cerrado biome. The analysis also includes areas of the Cerrado and the Amazon forest. For the first three Pipridae’s species genetic analyzes were conducted in order to determine the population structure model that they showed in the ecotone region. For this, the genetic variability, degree of isolation, gene flow and genetic distance between subpopulations of these species were examined as well as its historical demographic. The population of M. pyrocephalus was strongly divided between the east transition region (upper Xingu River) and west region (sub-basin of the River Juruena and Guaporé). These species exhibited a population structure in accordance with the metapopulation model, with low rates migration and isolation by distance. However, towards the Cerrado areas, the migration was much more accentuated, being more limited in the opposite direction. Thus, the haplotypes observed in the east and west transition regions also occurred in the Cerrado. In this region unique haplotypes were detected, only those shared with the transition areas of the extreme east and west of Mato Grosso and Rondônia states. This evidence suggests the importance of the Amazon areas to the genetic diversity of subpopulations of M. pyrocephalus, located in the Cerrado. Moderate genetic structure was observed in L. nattereri, which also showed characteristics consistence with the metapopulation model. The C. rubrocapilla species showed no division between the regions of east and west transition due to the combination of the highest migration rates and lower effective population size (than L. nattereri). The spatial organization of this species, in the transition region, agreed with the model populations in patches with higher rates of migration between subpopulations, forming a single genetic group. The differences in the population structure of these birds must be due to their ecological characteristics, such as greater association with understory environment in the case of M. pyrocephalus (particularly during their juvenile stage). Another case is the insectivorous diet and lower body mass of L. nattereri and also the habitat generalist and higher body mass characteristics of the C. rubrocapilla. All these factors relate to vagility and indirectly to the dispersion ability of the bird. The characteristics shown by the first two species are linked to a lower vagility, which can lead to population structure. The features displayed in the latter are common in vagile species, which can direct to an absence of genetic structure, depending on the effective population size. In the case of C. rubrocapilla, the subdivision of the population did not occurred, due to the combination of a slightly higher migration rate with a smaller effective population size. In Pipra fasciicauda, to be held the first estimates of genetic variability, it was found that their populations were highly differentiated and therefore should be assessed using other analysis tools, which allowed investigate the level of difference of these populations. Thus, the reconstruction of specimens’ evolutionary relationships by the methods of maximum likelihood and Bayesian analysis indicated the existence of two markedly distinct lineages. One of them (S-O lineage) was found in the ecotone region, (in the western state of Mato Grosso and southeastern state of Rondônia), in the Cerrado region (southern Mato Grosso) and in Pantanal region (southwestern Mato Grosso). The other one (N-L lineage) was detected in the ecotone region (in northeastern Mato Grosso), in the Cerrado region (northwestern state of Tocantins) and in the Amazon region (state of Pará). These lineages must correspond to P. f. calamae (S-O lineage) and P. f. scarlatina (N-L lineage) and possibly their sorting occurred during the Pleistocene period. The historical demographic analysis showed signs of population expansion for the S-O lineage, and the haplotype network suggested that this lineage experienced lineage experienced expansion of its distribution and it reached the area of occurrence of the N-L lineage. Finally, it was also evaluated the role of the middle Araguaia river in the genetic structure of the N-L lineage subpopulations. The lack of genetic structure and haplotype sharing among subpopulations from opposite banks of the middle Araguaia river, suggests a low potential of this river to promote population divergence for this species. The presence of islands along the river should increase its permeability for individuals of P. fasciicauda that may use them as stepping stones to move between the banks.
7

Avifauna montana do Pantepui: modelos de distribuição de espécies e estudo de caso na Serra da Mocidade, Roraima, Brasil / Montane avifauna of Pantepui: species distribution modelling and case study on Serra da Mocidade, Roraima State, Brazil

Melinski, Ramiro Dário 17 August 2017 (has links)
Submitted by Inácio de Oliveira Lima Neto (inacio.neto@inpa.gov.br) on 2018-01-10T14:58:24Z No. of bitstreams: 2 Ramiro Dario Melinski.pdf: 9858591 bytes, checksum: 528e07f7dd99de330940ecb207b188a1 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-01-10T14:58:24Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Ramiro Dario Melinski.pdf: 9858591 bytes, checksum: 528e07f7dd99de330940ecb207b188a1 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2017-08-17 / Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq / Located on the Guiana Shield, the Pantepui is a biogeographic region formed by tabular mountains, known as tepuis, of great scientific interest due to their endemic biota and notorious inaccessibility. Ecologically, Pantepui incorporates other types of mountain ranges, with distinct shape and geological origin, but which harbor species considered typical of this region. The majority of Pantepui is located in Venezuela, but it also expands to bordering regions of Brazil and Guyana and isolated components in Colombia and Suriname. After almost two centuries of ornithological studies, knowledge about the Pantepui avifauna is still far from complete. Ornithological expeditions have historically prioritized large tepuis, usually in Venezuela; however, recent studies have revealed the presence of a typical tepui avifauna in smaller and more isolated mountain ranges, increasing knowledge about the distribution of these species. The main objective of this work is, based on points of occurrence extracted from an extensive bibliographical survey and cietific collections, to model the distribution of montane bird species to predict which localities, within the geographical extension of Pantepui, have high environmental suitability for the occurrence of these species. Subsequently, we tested the accuracy of the models by comparing the predicted values of environmental suitability with empirically obtained field records during an expedition to Serra da Mocidade, a previously unexplored mountain range in the state of Roraima, northern Brazilian Amazonia. Besides the occurrence of tepui species, the Serra da Mocidade presents interesting biogeographic characteristics such as the longitudinally central location in Pantepui and its pronounced isolation, surrounded by lowlands, favoring the occurrence of endemic species that, since it is a place never studied before, would necessarily represent taxa new to science. We used the MaxEnt algorithm to model the distribution of 94 species considered characteristic of Pantepui, those absent from the adjacent lowlands or endemics of one or more of the mountains. To generate environmental suitability, we used a package of bioclimatic variables and altitude. In order to compare the predicted results with the records obtained in Serra da Mocidade, we extracted from the models the maximum suitabilityix value in the area sampled during the expedition. We defined a threshold of suitability to determine the species expected to occur in the Serra da Mocidade. Of the 121 typical Pantepui bird species, it was possible to model 94, of which 41 were recorded on Mocidade; all but three of these were predicted to occur. Of the other 53 Pantepui species not found on Serra da Mocidade, many were predicted to occur. We believe that most of these absences are related to the lack of appropriate habitat on Serra da Mocidade, and therefore, to the lack of adequate variables in the model, or to the intrinsic dispersion capacity of the species, which becomes unable to colonize Serra da Mocidade due to its high degree of isolation. This study adds knowledge about the montane bird species of Pantepui, a region that is very little studied relative to the lowlands that surround it, mainly due to the great difficulty of access. The results highlight the importance of empirical validation on spatial projections of species distribution models. It also emphasizes the relevance of an island biogeography perspective and the importance of studies in smaller or more isolated mountains of this biogeographic region, since these mountain ranges affords important tests of dispersal and colonization capacity, provide information on habitat preferences, and potentially enlarge the distribution of species, thus increasing knowledge of the natural history of the entire Pantepui. / Localizado no Escudo da Guianas, o Pantepui é uma região biogeográfica formada por montanhas tabulares, conhecidas como tepuis, de grande interesse científico devido sua biota endêmica e notória dificuldade de acesso. Ecologicamente, o Pantepui abrange outras formações serranas, com formato e origem geológica distintos, mas que aportam espécies consideradas típicas desta região. A maioria do Pantepui se encontra na Venezuela mas também se expande para regiões limítrofes de Brasil e Guiana e componentes isolados na Colômbia e Suriname. Após quase dois séculos de estudos ornitológicos, o conhecimento sobre a avifauna do Pantepui ainda permanece longe de estar completo. Expedições ornitológicas historicamente priorizaram tepuis de grande porte, geralmente na Venezuela, porém estudos recentes revelaram a presença de uma avifauna típica de tepuis em formações serranas menores e mais isoladas, aumentando o conhecimento sobre a distribuição das espécies. O objetivo principal deste trabalho é, com base em pontos de ocorrência extraídos de extenso levantamento bibliográfico e coleções científicas, fazer a modelagem da distribuição de espécies de aves montanas para assim prever quais localidades, dentro da extensão geográfica do Pantepui, têm alta adequabilidade ambiental para ocorrência destas. Subsequentemente, testamos a acurácia dos modelos através da comparação dos valores de adequabilidade ambiental previstos com registros obtidos empiricamente em campo durante expedição à Serra da Mocidade, uma formação serrana previamente inexplorada, no estado de Roraima, norte da Amazônia brasileira. Além de ocorrência de espécie dos tepuis, a Serra da Mocidade apresenta características biogeográficas interessantes como sua localização longitudinalmente central no Pantepui e o pronunciado isolamento, rodeada por terras baixas, favorecendo a possibilidade da ocorrência de espécies endêmicas que, por ser uma localidade nunca antes estudada, necessariamente representariam novos táxons para a ciência. Utilizamos o algoritmo MaxEnt para modelar a distribuição de 94 espécies consideradas características do Pantepui, aquelas ausentes das terras baixas adjacentes ou endêmicas de uma ou mais montanhas. Para gerar a adequabilidade ambiental, utilizamos variáveis bioclimáticas e altitude. Para comparar os resultados previstos com os registros obtidos na Serra da Mocidade, extraímos dos modelos o valor máximo de adequabilidade na áreavii amostrada durante a expedição. Definimos um limiar de adequabilidade para determinar as espécies esperadas que ocorressem na Serra da Mocidade. Das 121 espécies de pássaros típicas do Pantepui, foi possível modelar 94, das quais 41 foram registradas na Serra da Mocidade; todas, exceto três, tiveram ocorrência prevista. Das outras 52 espécies do Pantepui não encontradas na Serra da Mocidade, muitas tiveram ocorrência prevista. Acreditamos que a maior parte destas ausências estão relacionadas à falta de habitat adequado na Mocidade, e portanto, à falta de variáveis adequadas no modelo, ou à capacidade de dispersão intrínsecas às espécies, incapazes de colonizar a Serra da Mocidade devido ao seu alto grau de isolamento. Este estudo agrega conhecimento sobre as espécies de aves montanas do Pantepui, região pouco estudada em relação às terras baixas que a circundam, principalmente devido à grande dificuldade de acesso. Os resultados salientam a importância da validação empírica sobre projeções espaciais de modelos de distribuição de espécies. Eles também enfatizam a relevância da perspectiva biogeográfica insular e a importância dos estudos em montanhas menores ou mais isoladas desta região biogeográfica, uma vez que estas formações serranas proporcionam testes importantes da capacidade de dispersão e colonização, fornecem informações sobre preferências de hábitat e potencialmente ampliam a distribuição de espécies, aumentando assim o conhecimento da história natural de todo o Pantepui.
8

Perda de habitat e efeitos de borda na comunidade de aves de sub-bosque em florestas de areia branca na Amazônia Central / Habitat loss and edge effects on the understory bird community of white-sand forests in Central Amazonia

Tavares, Pâmela Vanessa Friedemann 24 April 2018 (has links)
Submitted by Inácio de Oliveira Lima Neto (inacio.neto@inpa.gov.br) on 2018-05-21T17:37:55Z No. of bitstreams: 2 Pamela Vanessa Friedemann Tavares.pdf: 1012928 bytes, checksum: 59d6aba61b0be0f0bb525a0585576bc1 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) / Made available in DSpace on 2018-05-21T17:37:55Z (GMT). No. of bitstreams: 2 Pamela Vanessa Friedemann Tavares.pdf: 1012928 bytes, checksum: 59d6aba61b0be0f0bb525a0585576bc1 (MD5) license_rdf: 0 bytes, checksum: d41d8cd98f00b204e9800998ecf8427e (MD5) Previous issue date: 2018-04-24 / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES / Habitat loss and edge effects are the most common human-driven processes affecting biodiversity. The Amazon has lost a large extension of habitat through deforestation, which occurs mostly by clear-cutting and burning practices. Human impacts, however, have mostly been studied in originally continuous terra firme forests. Naturally patchy and poor-nutrient environments may respond differently to landscape change. White-sand ecosystems cover a small proportion of the Amazon, have low resilience after disturbances, and are poorly understood. Here we report on the effects of deforestation, edge effects and road effects on richness, abundance, composition and β-diversity of understory bird communities in a white- sand forest human-modified landscape. We also evaluated the response of insectivorous and frugivorous feeding guilds separately. Using mist-nets, we sampled 14 landscapes (with seven non-consecutive surveys per landscape) and recorded 82 species and 703 individuals. We found a turn-over driven community composition along the disturbance gradient, indicating that species are not lost, but replaced across landscapes, but found no evidence for density compensation because of the arrival of generalist species into more disturbed sites. Deforestation and distance to the edge had a negative effect on bird abundance which was mostly driven by forest insectivore species. Frugivore birds, however, were not strongly affected by landscape metrics. Changes in species composition were mostly driven by deforestation. Given the peculiar characteristics of white-sand forests, we suggest that the minimum amount of habitat cover should be above usual thresholds, to avoid drastic population declines, which can eventually lead to local species extinction. / A perda de habitat e o efeito de borda estão entre as principais ações humanas afetando a biodiversidade. A região amazônica tem perdido uma grande extensão de habitat pelo desmatamento que ocorre principalmente pela prática de corte raso ou queimadas. Impactos humanos, entretanto, têm sido estudados em florestas de terra firme (contínuas), mas habitats naturalmente distribuídos em mancha e pobre em nutrientes podem responder diferentemente à mudança da paisagem. Ecossistemas de areia branca cobrem uma pequena porção da Amazônia, tem baixa resiliência após distúrbios e são pouco conhecidos. Aqui, nós reportamos os efeitos do desmatamento, do efeito da borda florestal e das estradas na riqueza, abundância, composição e β-diversidade de aves de sub-bosque em uma paisagem modificado por ação humana de florestas de areia branca. Nós também avaliamos a resposta de aves insetívoras e frugívoras separadamente. Usando redes de neblina, nós amostramos 14 paisagens (em sete dias não-consecutivos) e registramos 82 espécies e 703 indivíduos. Nós encontramos o processo de turnover controlando composição da comunidade ao longo do gradiente de distúrbio, indicando que espécies não são perdidas, mas substituídas pelas paisagens, mas não encontramos evidência de compensação de densidade por causa da chegada de espécies tolerantes em sítios com maior distúrbio. O desmatamento e a proximidade da borda florestal tiveram um efeito negativo na abundância de aves que foi carregada principalmente pelas espécies insetívoras. As aves frugívoras, entretanto, não foram fortemente afetadas pelas métricas da paisagem. Mudanças na composição de espécies foram controladas pelo desmatamento. Dada as peculiares caraterísticas das florestas de areia branca, nós sugerimos que a quantidade mínima de cobertura deste habitat deveria fica acima dos limiares comuns, para evitar o declínio drástico da população, que eventualmente pode levar a extinção local de espécies.
9

Biología reproductiva de la Palkachupa (phibalura flavirostris boliviana, Cotingidae), ave amenazada del norte de La Paz, Bolivia

Avalos Quispe, Verónica del Rosario January 2007 (has links)
En la presente tesis se estudio la biología reproductiva de la Palkachupa (Phibalura flavirostris boliviana, Cotingidae) un ave con importancia de conservación en Bolivia. El seguimiento de nidos en Atén, al sur de Apolo (norte de La Paz), demostró que los padres presentaban cuidado biparental desde la construcción del nido hasta la salida de los pichones, y la probabilidad de éxito de anidación fue del 20%. La dieta de los pichones y adultos fue frugívora – insectívora, siendo los frutos de árboles de Schefflera morototoni y los insectos alados del orden Hymenoptera los que tuvieron una alta proporción. Los nidos se encontraron en la sabana arbustiva de montaña, colocados en 38 árboles aislados y 10 rocas. Nidos que estuvieron alejados de un camino cercano fueron los que tuvieron mayor éxito. Se recomienda que planes de conservación de la especie en Apolo consideren las sabanas arbustivas de montaña para anidación y los fragmentos de bosque para alimentación, a fin de disminuir el impacto de la frecuencia de quemas
10

Fatores que determinam o período reprodutivo de Elaenia chiriquensis (Aves: Tyrannidae) no Cerrado do Brasil Central

Paiva, Luciana Vieira de January 2008 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2008. / Submitted by Rosane Cossich Furtado (rosanecossich@gmail.com) on 2010-03-08T15:48:58Z No. of bitstreams: 1 2008_LucianaVieiraPaiva.pdf: 721469 bytes, checksum: 1f32d0834468bc212e4309becac1d304 (MD5) / Approved for entry into archive by Daniel Ribeiro(daniel@bce.unb.br) on 2010-04-15T16:29:35Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2008_LucianaVieiraPaiva.pdf: 721469 bytes, checksum: 1f32d0834468bc212e4309becac1d304 (MD5) / Made available in DSpace on 2010-04-15T16:29:35Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2008_LucianaVieiraPaiva.pdf: 721469 bytes, checksum: 1f32d0834468bc212e4309becac1d304 (MD5) Previous issue date: 2008 / A escolha do momento mais adequado para se reproduzir é de fundamental importância para o sucesso e sobrevivência das aves, uma vez que a reprodução demanda grande investimento energético. Espécies residentes têm mais tempo para perceber variações ambientais ao longo do ano, e assim apresentar maior flexibilidade na escolha do momento mais adequado para se reproduzir. Por outro lado, espécies migratórias têm um curto intervalo de tempo para perceber as variações ambientais das áreas reprodutivas, visto que se encontram nestas áreas somente parte do ano. Estudar padrões que determinam o período reprodutivo em aves possibilita compreender como as espécies são capazes de enfrentar as variações anuais nas condições ambientais adequadas à reprodução. Portanto, o presente estudo teve como objetivo geral avaliar quais fatores determinam o período reprodutivo de Elaenia chiriquensis, uma espécie migratória no Cerrado do Brasil Central. Para isso foi avaliado como o período migratório interfere no período de ocorrência e de reprodução de E. chiriquensis na área reprodutiva, como os fatores climáticos podem ser usados para ajustar o período reprodutivo e se o período reprodutivo da espécie pode variar em função do risco de predação de ninhos. Espera-se que o período migratório de E. chiriquensis seja flexível, tornando o período de ocorrência da espécie na área reprodutiva mais variável entre anos, dependendo das condições ambientais locais. Sendo assim, espera-se ainda que o período reprodutivo de E. chiriquensis também seja estimulado por sinais de curto prazo, como precipitação ou alta predação de ninhos. O estudo foi realizado na Estação Ecológica de Águas Emendadas (ESECAE), Distrito Federal, em uma área de 100 ha (1 km x 1 km). Os dados foram obtidos através de anilhamento (janeiro 2003 a dezembro de 2007), censo por ponto (entre agosto e dezembro de 2005 a 2007) e procura e monitoramento de ninhos (agosto a dezembro de 2003 a 2007). Dados climáticos foram obtidos em uma estação climatológica (EMBRAPA Cerrados) localizada a 11 km da área de estudo. Os resultados deste estudo demonstraram que a janela reprodutiva de E. chiriquensis foi fixa e delimitada pelo período migratório da espécie (que é fixo) e não por fatores ambientais diretamente relacionados ao hábitat reprodutivo. Apesar da inflexibilidade na janela reprodutiva, a data de início e, em menor proporção, a data de fim da reprodução (período de postura de ovos) de E. chiriquensis foram um pouco flexíveis entre os cinco anos de estudo. Portanto, E. chiriquensis teve a capacidade de ajustar parcialmente seu período reprodutivo em função das variações ambientais da área reprodutiva. O início do período reprodutivo de E. chiriquensis esteve fortemente correlacionado com a menor variação entre as temperaturas máximas e mínimas ao longo do dia e com o aumento da umidade relativa do ar. O fim da postura dos ovos foi mais fixo, e nenhum fator climático mostrou potencial de ajustá-lo. Possivelmente, o fim da reprodução está ligado a fatores endógenos ou, ainda, a sinais de longa duração. A predação de ninhos, por sua vez, apesar de ter sido a principal causa de insucesso dos ninhos de E. chiriquensis, não exerceu pressão seletiva que ajuste o período reprodutivo da espécie. Ao contrário, o predador é que apresentou uma resposta funcional à densidade de ninhos de E. chiriquensis. Além disso, como o predador apresentou uma variação na estratégia de predação entre anos, era inviável que E. chiriquensis tivesse uma resposta seletiva ao risco de predação. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT / The choice of the appropriate time to reproduce is important for breeding and survival in birds, since reproduction demands a great amount of energetic investment. Resident species have a better capacity for perceiving environmental changes through the year and, thus, show greater flexibility in the choice of the appropriate time to breed. On the other hand, migratory species probably have a short time interval to perceive environmental changes in the breeding areas, since they stay in these areas only part of the year. The study of mechanisms that determine the breeding period of birds allows a better understanding of how species are able to cope with annual variations in environmental conditions for proper breeding. The present study had as its main objective the evaluation of which factors determine the breeding period of Elaenia chiriquensis, a migratory passerine of the Cerrado (savanna) of Central Brazil. I evaluated: a) how migration dates interfere in the period of E. chiriquensis occurrence and breeding in the breeding area, b) how climatic factors may be used to adjust the breeding period, and c) if the breeding period may be adjusted relative to increased risk of nest predation. I conducted the study at “Estação Ecológica de Águas Emendadas” (ESECAE), Distrito Federal, Brazil, in a 100 ha (1 km x 1 km) plot. I collected data by banding birds (January 2003 - December 2007), through point counts (from August to December 2005 to 2007) and through nest searches and monitoring (from August to December 2003 to 2007). Climatic data were obtained from a climatologic station (EMBRAPA Cerrados) located 11 km in a straight line from the grid. The reproductive window of E. chiriquensis was fixed and was constrained by its migratory period (which is fixed) and not by environmental factors directly related to the breeding habitat. Despite the small flexibility in the reproductive window, the breeding starting date, and to a lesser extent, finishing date varied somewhat in the five years of study. Thus, E. chiriquensis had the ability to partially adjust its breeding period in response to environmental changes in the breeding site. The beginning of the breeding period of E. chiriquensis was strongly correlated with a lower daily temperature range and with an increase in relative air humidity. The end of egg-laying was more fixed than the initiation of egg-laying, and no climatic factor analyzed explained this. Possibly, the end of breeding is related to endogenous factors, or to long-term signals. Despite being the most important cause of nest failure in E. chiriquensis nest predation apparently does not exert selective pressure in the adjustment of the species breeding period. On the contrary, predators showed a functional response to E. chiriquensis nest density. Also, since predators changed their predation strategies among years, it is unlikely that E. chiriquensis has a selective response to risk of nest predation.

Page generated in 0.0919 seconds