• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 136
  • 4
  • 3
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 145
  • 86
  • 37
  • 35
  • 28
  • 27
  • 22
  • 20
  • 18
  • 17
  • 17
  • 16
  • 15
  • 15
  • 14
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Decomposição foliar e macroinvertebrados aquáticos em um sistema lótico neotropical

Barbosa, André Frainer January 2008 (has links)
O aporte de material foliar em sistemas lóticos de pequeno e médio porte é responsável pela maior parte da energia e matéria que entra nesses ambientes. Esse material passa por um processo de decomposição natural, o qual é afetado por diversos fatores, como pela presença de microorganismos decompositores, macroinvertebrados fragmentadores ou devido às condições físicas e químicas da água. Porém, enquanto que em regiões temperadas os organismos retalhadores são reconhecidamente importantes para o processamento do material foliar, em regões tropicais e sub-tropicais esses organismos parecem não participar tão ativamente da decomposição foliar. Nesse trabalho, estudamos áreas influenciadas por diferentes graus de antropização, objetivando verificar a influência de atividades agrícolas na decomposição foliar, bem como a relação dos invertebrados retalhadores neste processo de decomposição. Procuramos, também, avaliar a validade do uso de índices biológicos já existentes para países da América Latina na detecção de impacto ambiental na bacia hidrográfica em estudo. Os experimentos de decomposição foram realizados na Bacia Hidrográfica Lajeado Grande, noroeste do Rio Grande do Sul. Nessa bacia hidrográfica, oito sítios amostrais foram selecionados e tiveram suas características físicas e químicas mensuradas. Em cada sítio, bolsas-de-folhiço contendo 4g de Ocotea puberula (Lauraceae) foram expostas e retiradas mensalmente até o fim da decomposição foliar. Verificou-se que constituintes físicos dos trechos amostrados, como frações da fácie areia, influenciam a decomposição foliar negativamente (p = 0,0022), enquanto que o gradiente de uso da terra analisado não demonstrou afetar a decomposição foliar (p = 0,3328). Por outro lado, a vazão, característica desse sistema de corredeiras, mostrou-se responsável pela ação de disruptura do material foliar com maior intensidade do que a ação de macroinvertebrados bentônicos. Os valores de densidade, abundância e riqueza dos macroinvertebrados fragmentadores foram afetados negativamente pela vazão da água. Esses organismos apresentaram, assim, maior abundância e densidade nos tratamentos com menor vazão d’água e com a decomposição foliar mais lenta (p = 0,0019). Estes resultados reforçam outros estudos realizados em sistemas neotropicais que atestam que a decomposição foliar nessa região sofre maior influência das variáveis físicas do que da atividade dos macroinvertebrados aquáticos, ao menos no que se refere aos invertebrados retalhadores. O uso dos organismos relacionados ao processo de decomposição foliar, na aplicabilidade de índices biológicos, também necessita de estudos mais específicos, uma vez que os índices existentes para a América Latina contemplam poucas regiões do continente. / Litter fall in small and medium sized lotic systems is responsible for most of the energy and matter input into these ecosystems. After the input of this material, it will be decomposed by several factors, such as some physical water properties or the feeding behavior of shredders and the presence of decomposer microorganisms. In temperate regions, invertebrate shredders are well recognized to influence leaf decomposition. In tropical and sub-tropical regions, however, these organisms seem not to present such important function. In this work we studied some areas affected by human disturbance aiming to verify the importance of land- use gradients to leaf decomposition as well as the role of shredders on this ecological process. We also analyzed the applicability of rapid biological assessments on the studied catchment using indexes already proposed for other Latin America regions. The study was conducted on Lajeado Grande Basin, southern Brazil. There, eight sites were selected and had some physical and chemical properties measured. In each site, four riffles were chosen which were considered as replicates. In these riffles, litter-bags made of 4g Ocotea puberula (Lauraceae) leaves were exposed and retrieved monthly until the end of the decomposition. We verified that some physical constituents of the sites, as percentage of sand, influenced leaf decomposition negatively (p = 0.0022), while the analyzed land- use gradient did not affect leaf decomposition (p = 0.3328). On the other hand, water discharge - another physical characteristic from these systems - was responsible for the leaf- litter breakdown with more intensity than shredders were. Shredders’ density and abundance were affected negatively by water discharge and presented greater numbers at the slow breakdown riffles (p = 0.0019). These results are in agreement with studies from other neotropical systems, which suggest that leaf decomposition in this region is more affected by physical variables than by biological activity, at least for macroinvertebrate shredders. The use of the organisms that colonize leaf material to the applicability of biological assessments also needs more studies, once the existing indexes for their use in Latin America are appropriate for just a few regions.
2

Decomposição foliar e macroinvertebrados aquáticos em um sistema lótico neotropical

Barbosa, André Frainer January 2008 (has links)
O aporte de material foliar em sistemas lóticos de pequeno e médio porte é responsável pela maior parte da energia e matéria que entra nesses ambientes. Esse material passa por um processo de decomposição natural, o qual é afetado por diversos fatores, como pela presença de microorganismos decompositores, macroinvertebrados fragmentadores ou devido às condições físicas e químicas da água. Porém, enquanto que em regiões temperadas os organismos retalhadores são reconhecidamente importantes para o processamento do material foliar, em regões tropicais e sub-tropicais esses organismos parecem não participar tão ativamente da decomposição foliar. Nesse trabalho, estudamos áreas influenciadas por diferentes graus de antropização, objetivando verificar a influência de atividades agrícolas na decomposição foliar, bem como a relação dos invertebrados retalhadores neste processo de decomposição. Procuramos, também, avaliar a validade do uso de índices biológicos já existentes para países da América Latina na detecção de impacto ambiental na bacia hidrográfica em estudo. Os experimentos de decomposição foram realizados na Bacia Hidrográfica Lajeado Grande, noroeste do Rio Grande do Sul. Nessa bacia hidrográfica, oito sítios amostrais foram selecionados e tiveram suas características físicas e químicas mensuradas. Em cada sítio, bolsas-de-folhiço contendo 4g de Ocotea puberula (Lauraceae) foram expostas e retiradas mensalmente até o fim da decomposição foliar. Verificou-se que constituintes físicos dos trechos amostrados, como frações da fácie areia, influenciam a decomposição foliar negativamente (p = 0,0022), enquanto que o gradiente de uso da terra analisado não demonstrou afetar a decomposição foliar (p = 0,3328). Por outro lado, a vazão, característica desse sistema de corredeiras, mostrou-se responsável pela ação de disruptura do material foliar com maior intensidade do que a ação de macroinvertebrados bentônicos. Os valores de densidade, abundância e riqueza dos macroinvertebrados fragmentadores foram afetados negativamente pela vazão da água. Esses organismos apresentaram, assim, maior abundância e densidade nos tratamentos com menor vazão d’água e com a decomposição foliar mais lenta (p = 0,0019). Estes resultados reforçam outros estudos realizados em sistemas neotropicais que atestam que a decomposição foliar nessa região sofre maior influência das variáveis físicas do que da atividade dos macroinvertebrados aquáticos, ao menos no que se refere aos invertebrados retalhadores. O uso dos organismos relacionados ao processo de decomposição foliar, na aplicabilidade de índices biológicos, também necessita de estudos mais específicos, uma vez que os índices existentes para a América Latina contemplam poucas regiões do continente. / Litter fall in small and medium sized lotic systems is responsible for most of the energy and matter input into these ecosystems. After the input of this material, it will be decomposed by several factors, such as some physical water properties or the feeding behavior of shredders and the presence of decomposer microorganisms. In temperate regions, invertebrate shredders are well recognized to influence leaf decomposition. In tropical and sub-tropical regions, however, these organisms seem not to present such important function. In this work we studied some areas affected by human disturbance aiming to verify the importance of land- use gradients to leaf decomposition as well as the role of shredders on this ecological process. We also analyzed the applicability of rapid biological assessments on the studied catchment using indexes already proposed for other Latin America regions. The study was conducted on Lajeado Grande Basin, southern Brazil. There, eight sites were selected and had some physical and chemical properties measured. In each site, four riffles were chosen which were considered as replicates. In these riffles, litter-bags made of 4g Ocotea puberula (Lauraceae) leaves were exposed and retrieved monthly until the end of the decomposition. We verified that some physical constituents of the sites, as percentage of sand, influenced leaf decomposition negatively (p = 0.0022), while the analyzed land- use gradient did not affect leaf decomposition (p = 0.3328). On the other hand, water discharge - another physical characteristic from these systems - was responsible for the leaf- litter breakdown with more intensity than shredders were. Shredders’ density and abundance were affected negatively by water discharge and presented greater numbers at the slow breakdown riffles (p = 0.0019). These results are in agreement with studies from other neotropical systems, which suggest that leaf decomposition in this region is more affected by physical variables than by biological activity, at least for macroinvertebrate shredders. The use of the organisms that colonize leaf material to the applicability of biological assessments also needs more studies, once the existing indexes for their use in Latin America are appropriate for just a few regions.
3

Decomposição foliar e macroinvertebrados aquáticos em um sistema lótico neotropical

Barbosa, André Frainer January 2008 (has links)
O aporte de material foliar em sistemas lóticos de pequeno e médio porte é responsável pela maior parte da energia e matéria que entra nesses ambientes. Esse material passa por um processo de decomposição natural, o qual é afetado por diversos fatores, como pela presença de microorganismos decompositores, macroinvertebrados fragmentadores ou devido às condições físicas e químicas da água. Porém, enquanto que em regiões temperadas os organismos retalhadores são reconhecidamente importantes para o processamento do material foliar, em regões tropicais e sub-tropicais esses organismos parecem não participar tão ativamente da decomposição foliar. Nesse trabalho, estudamos áreas influenciadas por diferentes graus de antropização, objetivando verificar a influência de atividades agrícolas na decomposição foliar, bem como a relação dos invertebrados retalhadores neste processo de decomposição. Procuramos, também, avaliar a validade do uso de índices biológicos já existentes para países da América Latina na detecção de impacto ambiental na bacia hidrográfica em estudo. Os experimentos de decomposição foram realizados na Bacia Hidrográfica Lajeado Grande, noroeste do Rio Grande do Sul. Nessa bacia hidrográfica, oito sítios amostrais foram selecionados e tiveram suas características físicas e químicas mensuradas. Em cada sítio, bolsas-de-folhiço contendo 4g de Ocotea puberula (Lauraceae) foram expostas e retiradas mensalmente até o fim da decomposição foliar. Verificou-se que constituintes físicos dos trechos amostrados, como frações da fácie areia, influenciam a decomposição foliar negativamente (p = 0,0022), enquanto que o gradiente de uso da terra analisado não demonstrou afetar a decomposição foliar (p = 0,3328). Por outro lado, a vazão, característica desse sistema de corredeiras, mostrou-se responsável pela ação de disruptura do material foliar com maior intensidade do que a ação de macroinvertebrados bentônicos. Os valores de densidade, abundância e riqueza dos macroinvertebrados fragmentadores foram afetados negativamente pela vazão da água. Esses organismos apresentaram, assim, maior abundância e densidade nos tratamentos com menor vazão d’água e com a decomposição foliar mais lenta (p = 0,0019). Estes resultados reforçam outros estudos realizados em sistemas neotropicais que atestam que a decomposição foliar nessa região sofre maior influência das variáveis físicas do que da atividade dos macroinvertebrados aquáticos, ao menos no que se refere aos invertebrados retalhadores. O uso dos organismos relacionados ao processo de decomposição foliar, na aplicabilidade de índices biológicos, também necessita de estudos mais específicos, uma vez que os índices existentes para a América Latina contemplam poucas regiões do continente. / Litter fall in small and medium sized lotic systems is responsible for most of the energy and matter input into these ecosystems. After the input of this material, it will be decomposed by several factors, such as some physical water properties or the feeding behavior of shredders and the presence of decomposer microorganisms. In temperate regions, invertebrate shredders are well recognized to influence leaf decomposition. In tropical and sub-tropical regions, however, these organisms seem not to present such important function. In this work we studied some areas affected by human disturbance aiming to verify the importance of land- use gradients to leaf decomposition as well as the role of shredders on this ecological process. We also analyzed the applicability of rapid biological assessments on the studied catchment using indexes already proposed for other Latin America regions. The study was conducted on Lajeado Grande Basin, southern Brazil. There, eight sites were selected and had some physical and chemical properties measured. In each site, four riffles were chosen which were considered as replicates. In these riffles, litter-bags made of 4g Ocotea puberula (Lauraceae) leaves were exposed and retrieved monthly until the end of the decomposition. We verified that some physical constituents of the sites, as percentage of sand, influenced leaf decomposition negatively (p = 0.0022), while the analyzed land- use gradient did not affect leaf decomposition (p = 0.3328). On the other hand, water discharge - another physical characteristic from these systems - was responsible for the leaf- litter breakdown with more intensity than shredders were. Shredders’ density and abundance were affected negatively by water discharge and presented greater numbers at the slow breakdown riffles (p = 0.0019). These results are in agreement with studies from other neotropical systems, which suggest that leaf decomposition in this region is more affected by physical variables than by biological activity, at least for macroinvertebrate shredders. The use of the organisms that colonize leaf material to the applicability of biological assessments also needs more studies, once the existing indexes for their use in Latin America are appropriate for just a few regions.
4

Monitoramento da emissão de poluentes por motores movidos a biodiesel através do uso de líquen

Pereira, Iwelton Madson Celestino 27 February 2014 (has links)
Submitted by Felipe Lapenda (felipe.lapenda@ufpe.br) on 2015-03-06T12:27:34Z No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇÃO Iwelton Madson Celestino Pereira.pdf: 1415636 bytes, checksum: 17586502622dc75730beedea19f91b3d (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-06T12:27:34Z (GMT). No. of bitstreams: 2 DISSERTAÇÃO Iwelton Madson Celestino Pereira.pdf: 1415636 bytes, checksum: 17586502622dc75730beedea19f91b3d (MD5) license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Previous issue date: 2014-02-27 / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico / Cabe ao geógrafo buscar entender os elementos do ecossistema e sua complexa relação com o meio. A humanidade, em seu processo adaptativo, desenvolveu mecanismos que acabaram interferindo diretamente na qualidade de vida de diversos organismos vivos. Com capacidade física relativamente moderada e estrutura corpórea mediana, para os padrões do planeta, o Homo sapiens sapiens teve que criar meios de locomoção rápida e eficiente. Após um longo processo de desenvolvimento tecnológico, o surgimento dos automóveis pareceu resolver, de forma satisfatória, o problema de locomoção. Porém, a fonte de energia desses meios de transporte se converteu num novo problema, uma vez que sua distribuição geográfica é limitada. Hoje, a esta questão de ordem logística e econômica adicionam-se questões referentes à qualidade do ar. Buscando diminuir a dependência econômica desses combustíveis e, como consequência, diminuir os impactos gerados por seu consumo excessivo, novos combustíveis foram desenvolvidos com a designação de renováveis. O mais recente expoente desse grupo é o biodiesel. Incrementos desse combustível em diesel de petróleo (petrodiesel) têm tentado diminuir a emissão de poluentes. Uma forma de mensurar e quantificar a quantidade de poluentes na atmosfera é o uso de elementos da biota como monitores das variações ambientais. Tal monitoramento se faz por meio da observação do comportamento e da fisiologia dos indivíduos estudados. Esse processo é conhecido como biomonitoramento. Dentre as diversas espécies que podem ser utilizadas para monitorar a presença de poluentes atmosféricos, está a Cladonia verticillaris (Raddi) Fr., espécie endêmica do Brasil e muito comum no Nordeste brasileiro. No presente estudo, objetivou-se avaliar a resposta biológica do líquen C. verticillaris a poluentes emanados por motor estacionário movido a biodiesel B5 (5% de biodiesel diluído em 95% de petrodiesel), em condições laboratoriais: analisando os teores de pigmentos fotossintéticos da espécie e como estes se comportam após exposição aos poluentes; analisando a produção de fenóis pela espécie, durante o período pós-exposição; avaliando a vitalidade celular após o experimento; e determinando se em períodos curtos de exposição o líquen já demonstra respostas negativas e danos consideráveis em sua estrutura. Para tal, se dividiu o material liquênico, coletado em áreas saudáveis, em três grupos: Experimental 1, Experimental 2 e Experimental 3. Decorridos 30 e 60 dias, as amostras foram submetidas à análise de clorofila e feofitina; produção fenólica; e avaliação da vitalidade celular: Vermelho Neutro e Azul de Evans. O grupo Experimental 3 só foi analisado após 30 dias. Ao final do estudo se percebeu que durante exposições por tempo igual ou superior a 15 minutos, o líquen varia metabolicamente, em função da distância da fonte poluidora; a produção de pigmentos foi afetada de forma significativa nas amostras expostas por 15 minutos; os tempos de 15 e 30 minutos do grupo Experimental 3 obtiveram uma taxa de vitalidade celular, bem baixa; a maior interferência na produção de fenóis ocorreu após 60 minutos de exposição, no grupo Experimental 3; e, embora o grupo Experimental 1 não tenha mostrado uma diminuição drástica na produção de seus pigmentos e fenóis, é possível indicar um decréscimo médio, quando comparado ao controle. Assim, é possível afirmar que a adição de 5% de biodiesel em petrodiesel mostrou-se incipiente, revelando, talvez, a necessidade de majoração desse percentual, para minimizar a emissão de compostos nocivos como o SO2 e eventuais danos a estruturas vivas.
5

Utilização de Tradescantia Pallida como bioindicador de contaminação ambiental ao longo do Rio Igaraçu, Piauí

Oliveira, Marly Lopes de 30 June 2014 (has links)
Submitted by Felipe Lapenda (felipe.lapenda@ufpe.br) on 2015-03-06T13:59:14Z No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Tese Marly Lopes de Oliveira.pdf: 10318665 bytes, checksum: 4e5dd635e84a55c365be2d36794d98d7 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-03-06T13:59:14Z (GMT). No. of bitstreams: 2 license_rdf: 1232 bytes, checksum: 66e71c371cc565284e70f40736c94386 (MD5) Tese Marly Lopes de Oliveira.pdf: 10318665 bytes, checksum: 4e5dd635e84a55c365be2d36794d98d7 (MD5) Previous issue date: 2014-06-30 / Os efluentes industriais provenientes do processamento produtivo do couro vêm contribuindo para o aumentodo nível de compostos genotóxicos nos ecossistemas aquáticos gerando estresse ambiental. Diante deste cenário, está o rio Igaraçu, em área de curtume, querecebe significativa carga de poluentes domésticos e industriais comprometendo a qualidade da água.O objetivo deste estudo é avaliar a deposição de cromo residual de curtume ao longo do curso do rio Igaraçu, Parnaíba/Piauí.A pesquisa foi realizadaem três etapas: inicialmente foi feito o reconhecimento da área, priorizando-seas coletas de informações visuais a respeito dos elementos constituintes da paisagem. A segunda etapa referiu-seàs analises das amostras de solos e águas coletadas em pontos amostrais no período seco e chuvoso.Essa etapa envolveu ensaios por absorção atômica, realizados no Laboratório Interdisciplinar de Materiais Avançados (LIMAV) do Curso de Pós-Graduação em Química da Universidade Federal do Piauí, uso da sonda multiparamétrica HORIBA (parâmetros físico-químicos) cedida pelo Instituto Federal do Piauí - IFPI, caracterização superficial do sedimento com a utilização da Microscopia Eletrônica de Varredura realizada no Laboratório de Metrologia do Instituto Federal do Piauí – IFPI, emprego de cartelas COLIPAPER para investigação bacteriológica da água e plantio da planta em sedimento da nascente do rio Igaraçu, em sedimento de cultivo e sedimento contaminado da área de curtume. A última etapa correspondeu ao teste de micronúcleos na planta bioindicadoraTradescantiapallidarealizada no Laboratório de Biologia da Universidade Estadual do Piauí. Os resultados revelaram que vários fatores contribuem para a poluição da água do rio Igaraçu e destaca a existência de Cr na área em estudo. As fontes de poluição determinam o grau de poluição no corpo hídrico e o teor de cromo (Cr) encontrado em área de curtume do município de Parnaíba requer monitoramento preventivo constante para evitar danos que possibilitem a morte do rio Igaraçu.A microscopia eletrônica de varredura (MEV). A espectrometria de energia dispersiva de raio-X (EDX) revelou que as amostras sedimentares são arenosas, predominando os minerais de silício, alumínio e nióbio. Destaca, também, variações nas concentrações de oxigênio. A microscopia eletrônica de varredura (MEV) mostra que as amostras apresentam uma superfície sedimentar heterogênea em relação a grãos e volumes. O Os parâmetros físico-químicos e biológicos indicaram variações na qualidade da água. O alto potencial genotóxico da água do rio Igaraçu, em área de curtume, indica que a elevada frequência de micronúcleos implica na ocorrência de aberrações cromossômicas em consequência da contaminação existente. O bioensaio com Trad-MCN é uma ferramenta eficaz para avaliar o potencial mutagênico da poluição da água.Contudo,o rio Igaraçu vem sofrendo alterações desencadeadas pela complexidade dos múltiplos usos da água pelo homem acarretando degradação ambiental significativa e diminuição da disponibilidade de água de qualidade.
6

Genotoxicidade de material particulado inalável associado ao biomonitoramento de escolares em área de influência petroquímica

Lemos, Andréia Torres de January 2017 (has links)
A boa qualidade do ar é fator essencial para manutenção da saúde humana e ambiental. O material particulado atmosférico é um poluente do ar que consiste de uma variedade de substâncias orgânicas e inorgânicas, entre as quais, algumas apresentam características genotóxicas. O ramo petroquímico é um importante componente da atividade industrial do estado do Rio Grande do Sul, Brasil, com histórico de emissões prejudiciais à qualidade do ar. O presente estudo objetivou avaliar os efeitos biológicos associados à dispersão de material particulado atmosférico inalável em área sob influência de um complexo petroquímico, integrando os resultados de biomonitoramento ambiental e humano através de biomarcadores de genotoxicidade. Amostras de material particulado foram coletadas em área de característica mista rural, urbana e industrial, utilizando filtros de membrana de Teflon e amostradores de grandes volumes de ar, semanalmente, por períodos de 24hs. Partículas inaláveis finas (MP2,5) foram amostradas em dois locais– NO e NE - posicionados na primeira e segunda direção preferencial dos ventos na região de estudo, a 2,5Km de distância da principal fonte emissora da central de matérias-primas do complexo petroquímico. Em um terceiro local (NO II), afastado 35Km da fonte emissora e na primeira direção dos ventos foi analisado partículas inaláveis grossas (MP10). Extratos orgânicos foram obtidos dos filtros com solvente diclorometano e avaliados pelo ensaio Salmonella/microssoma, método de microssuspensão, com as linhagens TA98, YG1021 e YG1024. Para avaliar a mutagenicidade dos metabólitos utilizou-se a fração de metabolização de mamíferos (S9). Também foram empregados Ensaio Cometa (EC) e Teste de Micronúcleos em linhagem celular de pulmão de hamster chinês (V79), nos extratos dos locais NO e NE. Os 16 hidrocarbonetos políclicos aromáticos (HPAs) considerados preferenciais pela agência ambiental norte americana (USEPA) foram avaliados nos extratos orgânicos para caracterização dos três locais. Foi realizado o biomonitoramento humano em crianças de escolas públicas do Local NO e NO II, com coleta de sangue periférico e células esfoliadas da mucosa oral. Em sangue periférico foi utilizado o Ensaio do micronúcleo (MN) com bloqueio da citocinese- citoma (CBMN-cyt) para avaliar as frequências de células com MN e anomalias nucleares (brotos nucleares - NBUDs, pontes nucleoplásmicas -NPBs), e EC avaliando o parâmetro intensidade de cauda. Utilizou-se o Ensaio do MN em mucosa oral-citoma (BMCyt) para detectar MN e anomalias nucleares. Todos os extratos de MP2,5 mostraram mutagenicidade pelo ensaio Salmonella, sendo destacada a presença de compostos nitrogenados. Verificaram-se respostas genotóxicas no EC em 87% dos extratos testados e indução de micronúcleos em 74% dos ensaios realizados, além de citotoxicidade em V79, para todas as amostras avaliadas. Os resultados obtidos nos três biomarcadores in vitro, e o perfil de HPAs mais tóxicos no material particulado, apontaram pior qualidade do ar do Local NO, sendo compatível com a maior dispersão de poluentes na primeira direção dos ventos. O biomonitoramento contou com a participação de 54 crianças de 5 a 12 anos, com média de 8,3 ± 1,8 anos. Danos ao DNA pelo EC foram significativamente mais elevados no local NO, em relação ao local NO II. A frequência de MN no CBMN-cyt não diferiu entre os grupos, porém, foram significantemente maiores em relação a um local de referência externo. A ocorrência de NBUDs foi significativamente mais elevada no local NO II. Quanto ao ensaio BMCyt, não houve diferença entre os grupos para MNs e NBUDs. As frequências das alterações nucleares, cariorréxis e cariólise, foram significativamente mais elevadas no local mais afastado da fonte emissora (NOII). A avaliação ambiental associando o Ensaio Salmonella e análise de HPAs mostrou que mesmo amostras dentro dos padrões de controle da qualidade, apresentam potencial genotóxico. Estes resultados permitiram evidenciar que as crianças avaliadas estão expostas a uma mistura de contaminantes de diferentes fontes, sendo a proximidade da indústria petroquímica um contribuinte aos fatores de risco. Medidas são necessárias para identificar e reduzir emissões e efeitos perigosos, uma vez que os padrões de qualidade do ar não são suficientes para garantir a saúde das populações expostas. A complexa composição do MP2,5 pode provocar diversos efeitos genotóxicos, sendo a utilização de diferentes bioensaios fundamental para o entendimento dos efeitos dessa matriz. / Good air quality is essential key to human and environmental health maintenance. Atmospheric particulate matter is an air pollutant consisting of a variety of organic and inorganic substances, some of which presents genotoxic characteristics. The petrochemical industry is an important activity in Rio Grande do Sul state, Brazil, with a history of emissions that are detrimental to air quality. The present study aimed to evaluate the biological effects associated with the dispersion of inhalable particulate matter in an area under the influence of a petrochemical complex, integrating the results of environmental and human biomonitoring through genotoxicity biomarkers. Particulate matter samples were collected in mixed rural, urban and industrial area, using Teflon membrane filters and large air volume samplers, weekly, for periods of 24 hours. Fine inhalable particles (PM2.5) were sampled at two locations - NO and NE - positioned in the first and second preferential wind directions in the study region, 2.5 km away from the main emission source of industrial raw material center. In a third location (NO II), 35 km away from the emission source and in the first wind direction, coarse inhalable particles (MP10) were analyzed. Organic extracts were obtained with dichloromethane from sampled filters and evaluated by the Salmonella/microsome assay, microsuspension method, with the strains TA98, YG1021 and YG1024. The mammalian metabolization fraction (S9) was used to evaluate metabolite mutagenicity. Also, the Comet Assay (EC) and Micronucleus Test in Chinese hamster lung cell line (V79) was used to test the NO and NE samples. The 16 polycyclic aromatic hydrocarbons (PAHs) considered preferential by the US Environmental Agency (USEPA) were evaluated in the organic extracts for characterization of the three sites. Human biomonitoring was carried out in children of public schools from NO and NO II sites, through the collection of peripheral blood and buccal exfoliated cells. To peripheral blood samples, the cytokinesis-block MN cytome assay (CBMN-cyt) was used to evaluate the frequencies of cells with micronuclei (MN) and nuclear abnormalities (nuclear buds - NBUDs, nucleoplasmic bridges - NPBs), and EC evaluating the tail intensity. The buccal MN cytome assay (BMCyt) was used to detect MN and nuclear abnormalities. All PM2.5 extracts showed mutagenicity through the Salmonella assay, highlighting the nitrogenated compounds effects. Genotoxic responses in EC were observed in 87% of the tested extracts and MN induction in 74% of the tests, in addition all the samples showed cytotoxicity to V79 cells. The results of the three biomarkers in vitro and the more toxic PAHs profile presented by the particulate matter, showed a lower air quality of NO site. It is compatible with the greater pollutants dispersion in the first winds direction. Biomonitoring included 54 school children aged 5 to 12 years, with a mean of 8.3 ± 1.82 years. DNA damage evaluated by EC was significantly higher in children from NO compared to NO II. The MN frequency by CBMN-cyt did not differ between groups, however, it was significantly higher in relation to an external reference site. The occurrence of nuclear buds was higher at the NO II site. Regarding the BMCyt assay, there was no difference between groups for MNs and NBUDs. The frequencies of nuclear abnormalities, karyorrhexis and karyolysis were significantly higher at the site farthest from the emission source (NOII). The environmental evaluation with the Salmonella assay and PAH analysis showed genotoxic potential even to samples within the quality standards. These results showed that the schoolchildren are exposed to a mixture of contaminants from different sources, being the proximity of the petrochemical industry a risk factor. Actions are needed to identify and reduce emissions and adverse effects since air quality standards are not enough to ensure the health of exposed populations. The complex PM2.5 composition could cause several genotoxic effects, and the use of different bioassays is fundamental for understanding the effects of this environmental matrix.
7

Genotoxicidade de material particulado inalável associado ao biomonitoramento de escolares em área de influência petroquímica

Lemos, Andréia Torres de January 2017 (has links)
A boa qualidade do ar é fator essencial para manutenção da saúde humana e ambiental. O material particulado atmosférico é um poluente do ar que consiste de uma variedade de substâncias orgânicas e inorgânicas, entre as quais, algumas apresentam características genotóxicas. O ramo petroquímico é um importante componente da atividade industrial do estado do Rio Grande do Sul, Brasil, com histórico de emissões prejudiciais à qualidade do ar. O presente estudo objetivou avaliar os efeitos biológicos associados à dispersão de material particulado atmosférico inalável em área sob influência de um complexo petroquímico, integrando os resultados de biomonitoramento ambiental e humano através de biomarcadores de genotoxicidade. Amostras de material particulado foram coletadas em área de característica mista rural, urbana e industrial, utilizando filtros de membrana de Teflon e amostradores de grandes volumes de ar, semanalmente, por períodos de 24hs. Partículas inaláveis finas (MP2,5) foram amostradas em dois locais– NO e NE - posicionados na primeira e segunda direção preferencial dos ventos na região de estudo, a 2,5Km de distância da principal fonte emissora da central de matérias-primas do complexo petroquímico. Em um terceiro local (NO II), afastado 35Km da fonte emissora e na primeira direção dos ventos foi analisado partículas inaláveis grossas (MP10). Extratos orgânicos foram obtidos dos filtros com solvente diclorometano e avaliados pelo ensaio Salmonella/microssoma, método de microssuspensão, com as linhagens TA98, YG1021 e YG1024. Para avaliar a mutagenicidade dos metabólitos utilizou-se a fração de metabolização de mamíferos (S9). Também foram empregados Ensaio Cometa (EC) e Teste de Micronúcleos em linhagem celular de pulmão de hamster chinês (V79), nos extratos dos locais NO e NE. Os 16 hidrocarbonetos políclicos aromáticos (HPAs) considerados preferenciais pela agência ambiental norte americana (USEPA) foram avaliados nos extratos orgânicos para caracterização dos três locais. Foi realizado o biomonitoramento humano em crianças de escolas públicas do Local NO e NO II, com coleta de sangue periférico e células esfoliadas da mucosa oral. Em sangue periférico foi utilizado o Ensaio do micronúcleo (MN) com bloqueio da citocinese- citoma (CBMN-cyt) para avaliar as frequências de células com MN e anomalias nucleares (brotos nucleares - NBUDs, pontes nucleoplásmicas -NPBs), e EC avaliando o parâmetro intensidade de cauda. Utilizou-se o Ensaio do MN em mucosa oral-citoma (BMCyt) para detectar MN e anomalias nucleares. Todos os extratos de MP2,5 mostraram mutagenicidade pelo ensaio Salmonella, sendo destacada a presença de compostos nitrogenados. Verificaram-se respostas genotóxicas no EC em 87% dos extratos testados e indução de micronúcleos em 74% dos ensaios realizados, além de citotoxicidade em V79, para todas as amostras avaliadas. Os resultados obtidos nos três biomarcadores in vitro, e o perfil de HPAs mais tóxicos no material particulado, apontaram pior qualidade do ar do Local NO, sendo compatível com a maior dispersão de poluentes na primeira direção dos ventos. O biomonitoramento contou com a participação de 54 crianças de 5 a 12 anos, com média de 8,3 ± 1,8 anos. Danos ao DNA pelo EC foram significativamente mais elevados no local NO, em relação ao local NO II. A frequência de MN no CBMN-cyt não diferiu entre os grupos, porém, foram significantemente maiores em relação a um local de referência externo. A ocorrência de NBUDs foi significativamente mais elevada no local NO II. Quanto ao ensaio BMCyt, não houve diferença entre os grupos para MNs e NBUDs. As frequências das alterações nucleares, cariorréxis e cariólise, foram significativamente mais elevadas no local mais afastado da fonte emissora (NOII). A avaliação ambiental associando o Ensaio Salmonella e análise de HPAs mostrou que mesmo amostras dentro dos padrões de controle da qualidade, apresentam potencial genotóxico. Estes resultados permitiram evidenciar que as crianças avaliadas estão expostas a uma mistura de contaminantes de diferentes fontes, sendo a proximidade da indústria petroquímica um contribuinte aos fatores de risco. Medidas são necessárias para identificar e reduzir emissões e efeitos perigosos, uma vez que os padrões de qualidade do ar não são suficientes para garantir a saúde das populações expostas. A complexa composição do MP2,5 pode provocar diversos efeitos genotóxicos, sendo a utilização de diferentes bioensaios fundamental para o entendimento dos efeitos dessa matriz. / Good air quality is essential key to human and environmental health maintenance. Atmospheric particulate matter is an air pollutant consisting of a variety of organic and inorganic substances, some of which presents genotoxic characteristics. The petrochemical industry is an important activity in Rio Grande do Sul state, Brazil, with a history of emissions that are detrimental to air quality. The present study aimed to evaluate the biological effects associated with the dispersion of inhalable particulate matter in an area under the influence of a petrochemical complex, integrating the results of environmental and human biomonitoring through genotoxicity biomarkers. Particulate matter samples were collected in mixed rural, urban and industrial area, using Teflon membrane filters and large air volume samplers, weekly, for periods of 24 hours. Fine inhalable particles (PM2.5) were sampled at two locations - NO and NE - positioned in the first and second preferential wind directions in the study region, 2.5 km away from the main emission source of industrial raw material center. In a third location (NO II), 35 km away from the emission source and in the first wind direction, coarse inhalable particles (MP10) were analyzed. Organic extracts were obtained with dichloromethane from sampled filters and evaluated by the Salmonella/microsome assay, microsuspension method, with the strains TA98, YG1021 and YG1024. The mammalian metabolization fraction (S9) was used to evaluate metabolite mutagenicity. Also, the Comet Assay (EC) and Micronucleus Test in Chinese hamster lung cell line (V79) was used to test the NO and NE samples. The 16 polycyclic aromatic hydrocarbons (PAHs) considered preferential by the US Environmental Agency (USEPA) were evaluated in the organic extracts for characterization of the three sites. Human biomonitoring was carried out in children of public schools from NO and NO II sites, through the collection of peripheral blood and buccal exfoliated cells. To peripheral blood samples, the cytokinesis-block MN cytome assay (CBMN-cyt) was used to evaluate the frequencies of cells with micronuclei (MN) and nuclear abnormalities (nuclear buds - NBUDs, nucleoplasmic bridges - NPBs), and EC evaluating the tail intensity. The buccal MN cytome assay (BMCyt) was used to detect MN and nuclear abnormalities. All PM2.5 extracts showed mutagenicity through the Salmonella assay, highlighting the nitrogenated compounds effects. Genotoxic responses in EC were observed in 87% of the tested extracts and MN induction in 74% of the tests, in addition all the samples showed cytotoxicity to V79 cells. The results of the three biomarkers in vitro and the more toxic PAHs profile presented by the particulate matter, showed a lower air quality of NO site. It is compatible with the greater pollutants dispersion in the first winds direction. Biomonitoring included 54 school children aged 5 to 12 years, with a mean of 8.3 ± 1.82 years. DNA damage evaluated by EC was significantly higher in children from NO compared to NO II. The MN frequency by CBMN-cyt did not differ between groups, however, it was significantly higher in relation to an external reference site. The occurrence of nuclear buds was higher at the NO II site. Regarding the BMCyt assay, there was no difference between groups for MNs and NBUDs. The frequencies of nuclear abnormalities, karyorrhexis and karyolysis were significantly higher at the site farthest from the emission source (NOII). The environmental evaluation with the Salmonella assay and PAH analysis showed genotoxic potential even to samples within the quality standards. These results showed that the schoolchildren are exposed to a mixture of contaminants from different sources, being the proximity of the petrochemical industry a risk factor. Actions are needed to identify and reduce emissions and adverse effects since air quality standards are not enough to ensure the health of exposed populations. The complex PM2.5 composition could cause several genotoxic effects, and the use of different bioassays is fundamental for understanding the effects of this environmental matrix.
8

Padrões espaço-temporais do zooplâncton em um reservatório hidrelétrico tropical

Vieira, Maísa Carvalho 21 July 2017 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Planaltina , Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, 2017. / Submitted by Raquel Almeida (raquel.df13@gmail.com) on 2017-10-20T19:49:39Z No. of bitstreams: 1 2017_MaísaCarvalhoVieira.pdf: 2875691 bytes, checksum: ff8c117530d00834c830dd06aa641f37 (MD5) / Approved for entry into archive by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2017-10-31T11:40:15Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2017_MaísaCarvalhoVieira.pdf: 2875691 bytes, checksum: ff8c117530d00834c830dd06aa641f37 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-10-31T11:40:15Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2017_MaísaCarvalhoVieira.pdf: 2875691 bytes, checksum: ff8c117530d00834c830dd06aa641f37 (MD5) Previous issue date: 2017-10-31 / Reservatórios são ecossistemas artificiais que geralmente modificam a estrutura das populações biológicas, dessa forma, é necessário entender as dinâmicas populacionais desse tipo de ambiente, como por exemplo, a flutuação de populações e das variáveis limnológicas ao logo da construção do reservatório hidrelétrico ou até mesmo possíveis implicações para os biomonitoramentos. Assim, o objetivo desse estudo foi compreender as dinâmicas espaçotemporais das comunidades zooplanctônicas em um reservatório hidrelétrico tropical, a fim da melhoria das práticas em monitoramento ambiental. Para isso, analisamos os padrões ecológicos correspondentes à comunidade zooplanctônica ao longo da formação do reservatório hidrelétrico Santo Antônio do Jari, no rio Jari que fica na divisa dos estados do Pará e Amapá, Brasil. A comunidade zooplanctônica (cladócero, copépode, rotífero e tecameba) e as variáveis ambientais limnológicas foram coletadas em 23 meses, sendo nove meses na fase rio, antes do represamento efetivo (fevereiro de 2012 a fevereiro de 2014), três meses na fase de transição rio-reservatório que é no período de enchimento do reservatório (maio a julho de 2014) e onze meses na fase reservatório, no qual a usina já estava em funcionamento (agosto de 2014 a agosto de 2015). Os principais resultados evidenciam que (1) a flutuação populacional do zooplâncton foi baixa e a ambiental foi alta, sendo elas diferentes nas três fases da construção do reservatório; (2) é visível a flutuação das populações e variáveis ambientais limnológicas, entretanto os mecanismos atuantes não são claros; (3) os programas de biomonitoramentos devem ser projetados com cautela em novos ecossistemas (4) mas mesmo assim, pode ser utilizado alguns atalhos da biodiversidade em biomonitoramentos, como o uso de dados de gênero substituindo dados de espécie e o uso de dados de presença/ausência de espécies substituindo os dados de abundância. Sugerimos utilizar dados meteorológicos e de paisagem para modelar os padrões vistos. Além disso, sugerimos que as estratégias de atalhos da biodiversidade devem ser utilizadas como pesquisas-pilotos antes de adotar em outros locais, e assim, os recursos economizados com o uso de estratégias econômicas poderiam então ser direcionados para apoiar o monitoramento de uma série de grupos biológicos. / Reservoirs are artificial ecosystems that generally modify the structure of biological populations, so it is necessary to understand the population dynamics of this type of environment, such as the fluctuation of populations and limnological variables at the time of construction of the hydroelectric reservoir or even possible Implications for biomonitoring. Thus, the objective of this study was to understand the spatio-temporal dynamics of zooplankton communities in a tropical hydroelectric reservoir, in order to improve practices in environmental monitoring. For this, we analyze the ecological patterns corresponding to the zooplankton community along the formation of the Santo Antônio do Jari hydroelectric reservoir, in the Jari river that is on the border of the states of Pará and Amapá, Brazil. The zooplankton community (cladoceran, copepod, rotifer, and testate amoebae) and limnological environmental variables were collected in 23 months. Nine months in the river phase, before effective damming (February 2012 to February 2014), three months in the transition phase (May to July 2014) and eleven months in the reservoir phase, in which the plant was already in operation (August 2014 to August 2015). The main results show that (1) the population fluctuation was low and the environmental one was high, being different in the three phases of the reservoir construction; (2) the population fluctuation and limnological environmental variables are visible, but the mechanisms are not clear; (3) biomonitoring programs for these systems should be designed cautiously; (4) but even then some biodiversity shortcuts can be used in biomonitoring, such as the use of gender data replacing species data and the use of presence data / Absence of species replacing the abundance data. We suggest using weather and landscape data to model the patterns seen. In addition, we also recommend that this strategy be tested first using pilot surveys before it is adopted elsewhere, and thus resources saved with the use of cost-effective strategies could then be directed to support the monitoring of a range of biological groups.
9

Genotoxicidade de material particulado inalável associado ao biomonitoramento de escolares em área de influência petroquímica

Lemos, Andréia Torres de January 2017 (has links)
A boa qualidade do ar é fator essencial para manutenção da saúde humana e ambiental. O material particulado atmosférico é um poluente do ar que consiste de uma variedade de substâncias orgânicas e inorgânicas, entre as quais, algumas apresentam características genotóxicas. O ramo petroquímico é um importante componente da atividade industrial do estado do Rio Grande do Sul, Brasil, com histórico de emissões prejudiciais à qualidade do ar. O presente estudo objetivou avaliar os efeitos biológicos associados à dispersão de material particulado atmosférico inalável em área sob influência de um complexo petroquímico, integrando os resultados de biomonitoramento ambiental e humano através de biomarcadores de genotoxicidade. Amostras de material particulado foram coletadas em área de característica mista rural, urbana e industrial, utilizando filtros de membrana de Teflon e amostradores de grandes volumes de ar, semanalmente, por períodos de 24hs. Partículas inaláveis finas (MP2,5) foram amostradas em dois locais– NO e NE - posicionados na primeira e segunda direção preferencial dos ventos na região de estudo, a 2,5Km de distância da principal fonte emissora da central de matérias-primas do complexo petroquímico. Em um terceiro local (NO II), afastado 35Km da fonte emissora e na primeira direção dos ventos foi analisado partículas inaláveis grossas (MP10). Extratos orgânicos foram obtidos dos filtros com solvente diclorometano e avaliados pelo ensaio Salmonella/microssoma, método de microssuspensão, com as linhagens TA98, YG1021 e YG1024. Para avaliar a mutagenicidade dos metabólitos utilizou-se a fração de metabolização de mamíferos (S9). Também foram empregados Ensaio Cometa (EC) e Teste de Micronúcleos em linhagem celular de pulmão de hamster chinês (V79), nos extratos dos locais NO e NE. Os 16 hidrocarbonetos políclicos aromáticos (HPAs) considerados preferenciais pela agência ambiental norte americana (USEPA) foram avaliados nos extratos orgânicos para caracterização dos três locais. Foi realizado o biomonitoramento humano em crianças de escolas públicas do Local NO e NO II, com coleta de sangue periférico e células esfoliadas da mucosa oral. Em sangue periférico foi utilizado o Ensaio do micronúcleo (MN) com bloqueio da citocinese- citoma (CBMN-cyt) para avaliar as frequências de células com MN e anomalias nucleares (brotos nucleares - NBUDs, pontes nucleoplásmicas -NPBs), e EC avaliando o parâmetro intensidade de cauda. Utilizou-se o Ensaio do MN em mucosa oral-citoma (BMCyt) para detectar MN e anomalias nucleares. Todos os extratos de MP2,5 mostraram mutagenicidade pelo ensaio Salmonella, sendo destacada a presença de compostos nitrogenados. Verificaram-se respostas genotóxicas no EC em 87% dos extratos testados e indução de micronúcleos em 74% dos ensaios realizados, além de citotoxicidade em V79, para todas as amostras avaliadas. Os resultados obtidos nos três biomarcadores in vitro, e o perfil de HPAs mais tóxicos no material particulado, apontaram pior qualidade do ar do Local NO, sendo compatível com a maior dispersão de poluentes na primeira direção dos ventos. O biomonitoramento contou com a participação de 54 crianças de 5 a 12 anos, com média de 8,3 ± 1,8 anos. Danos ao DNA pelo EC foram significativamente mais elevados no local NO, em relação ao local NO II. A frequência de MN no CBMN-cyt não diferiu entre os grupos, porém, foram significantemente maiores em relação a um local de referência externo. A ocorrência de NBUDs foi significativamente mais elevada no local NO II. Quanto ao ensaio BMCyt, não houve diferença entre os grupos para MNs e NBUDs. As frequências das alterações nucleares, cariorréxis e cariólise, foram significativamente mais elevadas no local mais afastado da fonte emissora (NOII). A avaliação ambiental associando o Ensaio Salmonella e análise de HPAs mostrou que mesmo amostras dentro dos padrões de controle da qualidade, apresentam potencial genotóxico. Estes resultados permitiram evidenciar que as crianças avaliadas estão expostas a uma mistura de contaminantes de diferentes fontes, sendo a proximidade da indústria petroquímica um contribuinte aos fatores de risco. Medidas são necessárias para identificar e reduzir emissões e efeitos perigosos, uma vez que os padrões de qualidade do ar não são suficientes para garantir a saúde das populações expostas. A complexa composição do MP2,5 pode provocar diversos efeitos genotóxicos, sendo a utilização de diferentes bioensaios fundamental para o entendimento dos efeitos dessa matriz. / Good air quality is essential key to human and environmental health maintenance. Atmospheric particulate matter is an air pollutant consisting of a variety of organic and inorganic substances, some of which presents genotoxic characteristics. The petrochemical industry is an important activity in Rio Grande do Sul state, Brazil, with a history of emissions that are detrimental to air quality. The present study aimed to evaluate the biological effects associated with the dispersion of inhalable particulate matter in an area under the influence of a petrochemical complex, integrating the results of environmental and human biomonitoring through genotoxicity biomarkers. Particulate matter samples were collected in mixed rural, urban and industrial area, using Teflon membrane filters and large air volume samplers, weekly, for periods of 24 hours. Fine inhalable particles (PM2.5) were sampled at two locations - NO and NE - positioned in the first and second preferential wind directions in the study region, 2.5 km away from the main emission source of industrial raw material center. In a third location (NO II), 35 km away from the emission source and in the first wind direction, coarse inhalable particles (MP10) were analyzed. Organic extracts were obtained with dichloromethane from sampled filters and evaluated by the Salmonella/microsome assay, microsuspension method, with the strains TA98, YG1021 and YG1024. The mammalian metabolization fraction (S9) was used to evaluate metabolite mutagenicity. Also, the Comet Assay (EC) and Micronucleus Test in Chinese hamster lung cell line (V79) was used to test the NO and NE samples. The 16 polycyclic aromatic hydrocarbons (PAHs) considered preferential by the US Environmental Agency (USEPA) were evaluated in the organic extracts for characterization of the three sites. Human biomonitoring was carried out in children of public schools from NO and NO II sites, through the collection of peripheral blood and buccal exfoliated cells. To peripheral blood samples, the cytokinesis-block MN cytome assay (CBMN-cyt) was used to evaluate the frequencies of cells with micronuclei (MN) and nuclear abnormalities (nuclear buds - NBUDs, nucleoplasmic bridges - NPBs), and EC evaluating the tail intensity. The buccal MN cytome assay (BMCyt) was used to detect MN and nuclear abnormalities. All PM2.5 extracts showed mutagenicity through the Salmonella assay, highlighting the nitrogenated compounds effects. Genotoxic responses in EC were observed in 87% of the tested extracts and MN induction in 74% of the tests, in addition all the samples showed cytotoxicity to V79 cells. The results of the three biomarkers in vitro and the more toxic PAHs profile presented by the particulate matter, showed a lower air quality of NO site. It is compatible with the greater pollutants dispersion in the first winds direction. Biomonitoring included 54 school children aged 5 to 12 years, with a mean of 8.3 ± 1.82 years. DNA damage evaluated by EC was significantly higher in children from NO compared to NO II. The MN frequency by CBMN-cyt did not differ between groups, however, it was significantly higher in relation to an external reference site. The occurrence of nuclear buds was higher at the NO II site. Regarding the BMCyt assay, there was no difference between groups for MNs and NBUDs. The frequencies of nuclear abnormalities, karyorrhexis and karyolysis were significantly higher at the site farthest from the emission source (NOII). The environmental evaluation with the Salmonella assay and PAH analysis showed genotoxic potential even to samples within the quality standards. These results showed that the schoolchildren are exposed to a mixture of contaminants from different sources, being the proximity of the petrochemical industry a risk factor. Actions are needed to identify and reduce emissions and adverse effects since air quality standards are not enough to ensure the health of exposed populations. The complex PM2.5 composition could cause several genotoxic effects, and the use of different bioassays is fundamental for understanding the effects of this environmental matrix.
10

Distribuição espacial dos Nematoda livres em um gradiente hipersalino do Nordeste Brasileiro

Renato Rodrigues da Silva, Neyvan January 2004 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:06:39Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1998_1.pdf: 1240195 bytes, checksum: 44a248711b89228b0ad13934a631b381 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2004 / Os Nematoda de vida livre constituem o grupo mais abundante da meiofauna, dominando de 50% a 90% do total em amostras biosedimentológicas. Vários fatores abióticos são estruturadores da comunidade nematofaunística em ambientes costeiros e, dentre eles, a salinidade influencia a distribuição e composição da fauna. Este estudo teve como objetivo identificar a nematofauna presente ao longo de um gradiente artificialmente hipersalino da Salina Diamante Branco no Município de Galinhos RN. Amostras biosedimentológicas foram coletadas espacialmente, tomadas em triplicata, para identificação da nematofauna em evaporadores de 40 a 120 . Os Nematoda foram identificados ao nível de gênero e quando possível em espécie. Alguns parâmetros da população foram analisados como: tipologia bucal, maturidade sexual, abundância e densidade. Foram empregadas as análises estatísticas: BIOENV, SIMPER, ANOSIM e MDS, utilizando o PRIMER versão 5.0. A comunidade foi composta por 77 espécies de Nematoda distribuídas em 19 famílias, das quais Ethmolaimidae e Linhomoeidae foram as mais abundantes. Terschellingia longicaudata, Oncholaimus oxyuris, Thalassomonystera sp.1, Neotonchus sp.1 e Syringolaimus sp.1 foram as mais frequentes no gradiente determinando em 50% a dominância dos tipos tróficos 1A + 1B nas salinidades iniciais. A diversidade medida através do índice de Shannon-Wiener apresentou o menor valor na salinidade de 92 e os índices de Hill mostraram um padrão de decréscimo ao longo do gradiente salino. A densidade variou de 49 a 3.929 ind.cm2, sendo que não houve uma relação entre o aumento da salinidade e a densidade da nematofauna. O MDS dividiu a comunidade nematofaunística em 4 grupos de acordo com as similaridades. O ANOSIM detectou que existe diferença significativa entre algumas salinidades (40 x 48 ; 48 x 55 ; 55 x 66 ). O BIOENV apontou a salinidade como o fator abiótico estruturador da comunidade nematofaunística. O SIMPER mostrou uma composição de 4 a 6 gêneros que contribuíram com 50% das dissimilaridades, dentre eles: Oncholaimus oxyuris, Terschellingia longicaudata, Ethmoilaimus sp.1 e Thalassomonystera sp.1. Para a composição da nematofauna, a salinidade mostrou-se como fator limitante, sendo a tolerância ao estresse salino espécie-específica, determinando que a capacidade de osmorregulação é fundamental na colonização do sedimento. A tolerância dos Nematoda a diversos distúrbios ambientais promove uma ampla adaptação a uma série de condições ambientais desfavoráveis à vida. Os resultados obtidos evidenciam a necessidade do estudo da nematofauna associada em trabalhos futuros de biomonitoramento ambiental, especialmente em ambientes hipersalinos

Page generated in 0.1265 seconds