• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 707
  • 16
  • 1
  • Tagged with
  • 724
  • 724
  • 260
  • 247
  • 210
  • 209
  • 179
  • 65
  • 51
  • 50
  • 43
  • 38
  • 37
  • 36
  • 34
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Biologia comportamental de Agelaia vicina : forrageio, comportamento das operárias e desenvolvimento dos ninhos (Hymenoptera: Vespidae; Epiponini) /

Oliveira, Otavio Augusto Lima de. January 2008 (has links)
Orientador: Fernando Barbosa Noll / Banca: Sidnei Mateus / Banca: Orlando Tobias Silveira / Resumo: Agelaia vicina possui o maior ninho construído entre os insetos sociais, porém pouco é conhecido ainda sobre o desenvolvimento, crescimento e estrurura. Nesse trabalho tratamos do desenvolvimento de dois ninhos de A. vicina, onde estudos foram feitos através de análise de imagens para estimar o crescimento dos ninhos, o material coletado abaixo dos ninhos foi analisado para se estimar a quantidade indivíduos produzidos pela colônia no decorrer das estações. E para se ter maiores informações sobre arquitetura e estrutura foi feita a coleta dos ninhos para análise estrutural, onde os ninhos foram destrinchados e analisados camada a camada. Foi observado que o ciclo colonial dos dois ninhos estudados de A. vicina é semelhante, ou seja, no período de seca, a população aumenta e no fim do período chuvoso há uma queda brusca na produção. As colônias demonstraram grande capacidade de crescimento, e construção do ninho, dobrando o tamanho em seis meses. / Abstract: Agelaia vicina has the largest nest built among social insects, but little is known yet about its development, growth and structure. In this work, the development of two nests of A. vicina was followed. Studies were done through analysis of images to estimate the growth of nests. The material collected below the nests was examined to estimate the quantity produced by the colonial individuals in the course of the seasons. To have more information on nest architecture and structure, nests were collected to analyze their structure. They were untangled and every layer was analysed. It was observed that the cycle of the two colonies studied was similar, i.e. in the period of drought, population increases and at the end of the rainy season there is a sudden drop in production. The colonies have shown great capacity for growth, and construction of the nest, doubling in size in about six months. / Mestre
2

Cuidado parental em Boto-cinza, Sotalia guianensis, na Região do Complexo Estuarino Lagunar de Cananéia, Estado de São Paulo

Teixeira, Clarissa Ribeiro January 2013 (has links)
Resumo: Em cetáceos, o longo período de cuidado materno e o forte vínculo entre mães e a prole são fatores fundamentais para a sobrevivência dos filhotes em um ambiente aquático. O boto-cinza, Sotalia guianensis, é um delfinídeo que apresenta ampla distribuição ao longo da costa brasileira. Assim como outros cetáceos, exibe um extenso período de investimento materno e diversos comportamentos de cuidado parental. Neste estudo, avaliamos como ocorre a frequência destes comportamentos em diferentes classes etárias dos filhotes na região do Complexo Estuarino Lagunar de Cananéia - São Paulo, entre o período de julho de 2011 a junho de 2012. A frequência dos comportamentos observados diferiu significativamente entre as classes etárias estudadas (X² = 24,092, gl = 2, p < 0,001), sendo alta em neonatos e declinando em infantes e juvenis. Dentre os comportamentos observados, o nado acompanhado foi o comportamento mais frequente em neonatos (73,44%), sendo observado em infantes e juvenis em menor frequência e apenas em situações específicas (27,10% e 30,93%, respectivamente). Nestas classes mais independentes, a mãe passa a permitir os distanciamentos dos filhotes e assim, o comportamento mais frequente passa a ser o encontro de famílias (40,19% e 47,42%, respectivamente), em que diferentes estruturas reúnem-se para forragear, enquanto seus filhotes interagem e desenvolvem suas habilidades através de brincadeiras. Ao contrário do que era esperado, as classes mais independentes também demandaram uma alta quantidade de cuidados. Entretanto, os comportamentos direcionados a estes indivíduos são mais diversificados do que aqueles observados para neonatos, já que nesta fase os filhotes se deparam com situações de perigo antes evitadas pela mãe, fazendo com que esta tenha que desempenhar diferentes estratégias a fim de manter a integridade física do filhote.
3

Efeitos do estresse perinatal sobre a relação mãe-filhote de ratas

Ferreira, Charles Francisco January 2010 (has links)
O comportamento maternal em ratas consiste de vários elementos integrados que estão relacionados com a nutrição e o cuidado dos filhotes. Interações na relação mãe-filhote são importantes para o crescimento e desenvolvimento adequados dos mamíferos. A interrupção de estímulos sensoriais providos pela mãe tem efeitos negativos no desenvolvimento da ninhada em muitas espécies. Em modelos animais tratamentos estressores às fêmeas prenhas ocasionam mudanças notáveis na fisiologia e no comportamento de sua ninhada, podendo causar numerosas disfunções tanto nas mães quanto em seus filhotes O presente trabalho tem por objetivo investigar os efeitos de dois tipos de eventos estressores ambientais durante o período perinatal - restrição de substrato para a construção do ninho e apresentação de um predador natural - bem como suas diferentes combinações, sobre o padrão comportamental da relação da mãe para com sua cria, em ratas wistar, bem como seu padrão de comportamento agressivo, possíveis comportamentos tipo-depressivos e o nível de ansiedade destes animais. Como resultado, observa-se no presente trabalho que, os estresses ambientais aplicados durante o período perinatal não ocasionaram alterações significativas nos comportamentos relacionados ao cuidado maternal ou ao comportamento agressivo maternal. Entretanto, observou-se um padrão diferenciado de cuidado maternal nas fêmeas submetidas aos eventos estressores estudados. Além disso, não foram observados comportamentos tipo-depressivos (medidos pelo teste agudo de nado forçado) ou aumento do nível de ansiedade (medido pelo teste de labirinto em cruz elevado) destas mães submetidas a estes paradigmas. / Maternal behavior in rats consists of several integrated elements that are related to nutrition and care of the offspring. Mother-pup interactions are important for proper growth and development of mammals. The interruption of sensory stimulation provided by the mothers has negative effects on offspring’s development in many species. In animal models stressors treatment aplplied to pregnant females causes dramatic changes in their offspring’s physiology and behavior, which may cause many disorders in both mothers and pups. This study aimed to investigate the effects of two types of environmental stressors during the perinatal period - the restriction of substrate for nest building and exposure to a natural predator - as well as their different combinations on the behavioral pattern of the mother’s relationship towards their offspring in Wistar rats, as well as their pattern of aggressive behavior, possible depressive-like behavior and anxiety level. As a result it was observed in this study that the environmental stresses applied during the perinatal period did not produce significant changes in behaviors related to maternal care or maternal aggressive behavior in females subjected to the stressful events studied. However, there was a distinct pattern of maternal care in females subjected to stressful events studied. Furthermore, depressive-like behaviors (measured by acute forced swim test) or anxiety (measured by the elevated plus maze test) were not observed in these mothers subjected to these paradigms.
4

Temperamento de três raças de ovinos submetidos a diferentes manejos de pastagem / Temperament of three sheep breeds submitted to diferent management grazing

Gómez, José Manuel Díaz January 2007 (has links)
O trabalho foi desenvolvido na Estação Experimental Agronômica (EEA) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), localizada no município de Eldorado do sul, RS (30° 05´ 22´´S; 51° 39´ 08´´ W), de julho a novembro de 2006, para estudar o temperamento de três raças ovinas. Foram utilizadas 48 borregas das raças lle de France, Texel e Suffolk, com peso médio de 27,59 kg e idade entre 15 e 25 meses. Os animais foram mantidos em pastagem de azevém (Lolium multiflorum), e foram distribuídos em dois métodos de condução de pastejo: continuo e rotativo, e duas ofertas de forragem: 5,0 e 2,5 vezes o seu potencial de consumo. Os animais foram pesados ao final de cada um dos quatro ciclos de pastejo. As quatro avaliações do temperamento ocorreram nos dias 02/08, 05/09, 02/10 e 23/10 de 2006. Foram realizados: o teste de arena, medindo a reatividade no isolamento e na presença do observador, o tempo de fuga e medidos o número de batimentos cardíacos (BC), a temperatura retal (TR) e a freqüência respiratória (FR). O delineamento experimental utilizado foi completamente casualizado em parcela subdividida. Foi detectada interação significativa entre raça e dia para os movimentos respiratórios. Os ovinos da raça Texel apresentaram maior número de movimentos respiratórios. O ganho médio diário de peso esteve negativamente relacionado com a movimentação dos animais, tanto no isolamento quanto na presença do observador. Todavia, as alterações não ocorreram de forma clara e previsível. / The trial was held at the Agronomic Experimental Station (EEA) of the Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS), located in the Eldorado do Sul County, Rio Grande do Sul State (30° 05´ 22´´S; 51° 39´ 08´´ W), from July to November 2006, to study the temperament of three sheep breeds. Fourtyeight ewe lambs of the Ile de France, Texel and Suffolk breeds were used, with mean body weight of 27,59 kg and aged of 15 to 25 months. Sheep grazed at annual Italian ryegrass pasture (Lolium multiflorum) and were randomly allocated to two grazing methods: continuous and rotational, and to two herbage allowances: 5 and 2,5 times the potencial of ingestion. Grazing period lasted 4 cycles. Animals were weighed at the beginning of the trial and at the end of each grazing cycle. Temperament was evaluated trough arena test and flight time, while physiological measurements were: respiratory and cardiac frequencies and rectal temperature. It was adopted a completely randomized design in a factorial arrangement. A significant interaction between breed and evaluation day was detected for respiratory frequency. On second and third evaluations, Texel lambs showed greater respiratory frequency than the others concerning evaluation day effect, in the last day, animals were more agitated, with more movements during isolation and with human presence, showed higher respiratory frequencies, but smaller weight gain. Temperament of sheep varied little across breeds, but showed large differences among evaluation days. However, these changes did not happen in a clear or predictable way.
5

Temperamento de três raças de ovinos submetidos a diferentes manejos de pastagem / Temperament of three sheep breeds submitted to diferent management grazing

Gómez, José Manuel Díaz January 2007 (has links)
O trabalho foi desenvolvido na Estação Experimental Agronômica (EEA) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), localizada no município de Eldorado do sul, RS (30° 05´ 22´´S; 51° 39´ 08´´ W), de julho a novembro de 2006, para estudar o temperamento de três raças ovinas. Foram utilizadas 48 borregas das raças lle de France, Texel e Suffolk, com peso médio de 27,59 kg e idade entre 15 e 25 meses. Os animais foram mantidos em pastagem de azevém (Lolium multiflorum), e foram distribuídos em dois métodos de condução de pastejo: continuo e rotativo, e duas ofertas de forragem: 5,0 e 2,5 vezes o seu potencial de consumo. Os animais foram pesados ao final de cada um dos quatro ciclos de pastejo. As quatro avaliações do temperamento ocorreram nos dias 02/08, 05/09, 02/10 e 23/10 de 2006. Foram realizados: o teste de arena, medindo a reatividade no isolamento e na presença do observador, o tempo de fuga e medidos o número de batimentos cardíacos (BC), a temperatura retal (TR) e a freqüência respiratória (FR). O delineamento experimental utilizado foi completamente casualizado em parcela subdividida. Foi detectada interação significativa entre raça e dia para os movimentos respiratórios. Os ovinos da raça Texel apresentaram maior número de movimentos respiratórios. O ganho médio diário de peso esteve negativamente relacionado com a movimentação dos animais, tanto no isolamento quanto na presença do observador. Todavia, as alterações não ocorreram de forma clara e previsível. / The trial was held at the Agronomic Experimental Station (EEA) of the Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS), located in the Eldorado do Sul County, Rio Grande do Sul State (30° 05´ 22´´S; 51° 39´ 08´´ W), from July to November 2006, to study the temperament of three sheep breeds. Fourtyeight ewe lambs of the Ile de France, Texel and Suffolk breeds were used, with mean body weight of 27,59 kg and aged of 15 to 25 months. Sheep grazed at annual Italian ryegrass pasture (Lolium multiflorum) and were randomly allocated to two grazing methods: continuous and rotational, and to two herbage allowances: 5 and 2,5 times the potencial of ingestion. Grazing period lasted 4 cycles. Animals were weighed at the beginning of the trial and at the end of each grazing cycle. Temperament was evaluated trough arena test and flight time, while physiological measurements were: respiratory and cardiac frequencies and rectal temperature. It was adopted a completely randomized design in a factorial arrangement. A significant interaction between breed and evaluation day was detected for respiratory frequency. On second and third evaluations, Texel lambs showed greater respiratory frequency than the others concerning evaluation day effect, in the last day, animals were more agitated, with more movements during isolation and with human presence, showed higher respiratory frequencies, but smaller weight gain. Temperament of sheep varied little across breeds, but showed large differences among evaluation days. However, these changes did not happen in a clear or predictable way.
6

Efeitos do estresse perinatal sobre a relação mãe-filhote de ratas

Ferreira, Charles Francisco January 2010 (has links)
O comportamento maternal em ratas consiste de vários elementos integrados que estão relacionados com a nutrição e o cuidado dos filhotes. Interações na relação mãe-filhote são importantes para o crescimento e desenvolvimento adequados dos mamíferos. A interrupção de estímulos sensoriais providos pela mãe tem efeitos negativos no desenvolvimento da ninhada em muitas espécies. Em modelos animais tratamentos estressores às fêmeas prenhas ocasionam mudanças notáveis na fisiologia e no comportamento de sua ninhada, podendo causar numerosas disfunções tanto nas mães quanto em seus filhotes O presente trabalho tem por objetivo investigar os efeitos de dois tipos de eventos estressores ambientais durante o período perinatal - restrição de substrato para a construção do ninho e apresentação de um predador natural - bem como suas diferentes combinações, sobre o padrão comportamental da relação da mãe para com sua cria, em ratas wistar, bem como seu padrão de comportamento agressivo, possíveis comportamentos tipo-depressivos e o nível de ansiedade destes animais. Como resultado, observa-se no presente trabalho que, os estresses ambientais aplicados durante o período perinatal não ocasionaram alterações significativas nos comportamentos relacionados ao cuidado maternal ou ao comportamento agressivo maternal. Entretanto, observou-se um padrão diferenciado de cuidado maternal nas fêmeas submetidas aos eventos estressores estudados. Além disso, não foram observados comportamentos tipo-depressivos (medidos pelo teste agudo de nado forçado) ou aumento do nível de ansiedade (medido pelo teste de labirinto em cruz elevado) destas mães submetidas a estes paradigmas. / Maternal behavior in rats consists of several integrated elements that are related to nutrition and care of the offspring. Mother-pup interactions are important for proper growth and development of mammals. The interruption of sensory stimulation provided by the mothers has negative effects on offspring’s development in many species. In animal models stressors treatment aplplied to pregnant females causes dramatic changes in their offspring’s physiology and behavior, which may cause many disorders in both mothers and pups. This study aimed to investigate the effects of two types of environmental stressors during the perinatal period - the restriction of substrate for nest building and exposure to a natural predator - as well as their different combinations on the behavioral pattern of the mother’s relationship towards their offspring in Wistar rats, as well as their pattern of aggressive behavior, possible depressive-like behavior and anxiety level. As a result it was observed in this study that the environmental stresses applied during the perinatal period did not produce significant changes in behaviors related to maternal care or maternal aggressive behavior in females subjected to the stressful events studied. However, there was a distinct pattern of maternal care in females subjected to stressful events studied. Furthermore, depressive-like behaviors (measured by acute forced swim test) or anxiety (measured by the elevated plus maze test) were not observed in these mothers subjected to these paradigms.
7

Temperamento de três raças de ovinos submetidos a diferentes manejos de pastagem / Temperament of three sheep breeds submitted to diferent management grazing

Gómez, José Manuel Díaz January 2007 (has links)
O trabalho foi desenvolvido na Estação Experimental Agronômica (EEA) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), localizada no município de Eldorado do sul, RS (30° 05´ 22´´S; 51° 39´ 08´´ W), de julho a novembro de 2006, para estudar o temperamento de três raças ovinas. Foram utilizadas 48 borregas das raças lle de France, Texel e Suffolk, com peso médio de 27,59 kg e idade entre 15 e 25 meses. Os animais foram mantidos em pastagem de azevém (Lolium multiflorum), e foram distribuídos em dois métodos de condução de pastejo: continuo e rotativo, e duas ofertas de forragem: 5,0 e 2,5 vezes o seu potencial de consumo. Os animais foram pesados ao final de cada um dos quatro ciclos de pastejo. As quatro avaliações do temperamento ocorreram nos dias 02/08, 05/09, 02/10 e 23/10 de 2006. Foram realizados: o teste de arena, medindo a reatividade no isolamento e na presença do observador, o tempo de fuga e medidos o número de batimentos cardíacos (BC), a temperatura retal (TR) e a freqüência respiratória (FR). O delineamento experimental utilizado foi completamente casualizado em parcela subdividida. Foi detectada interação significativa entre raça e dia para os movimentos respiratórios. Os ovinos da raça Texel apresentaram maior número de movimentos respiratórios. O ganho médio diário de peso esteve negativamente relacionado com a movimentação dos animais, tanto no isolamento quanto na presença do observador. Todavia, as alterações não ocorreram de forma clara e previsível. / The trial was held at the Agronomic Experimental Station (EEA) of the Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS), located in the Eldorado do Sul County, Rio Grande do Sul State (30° 05´ 22´´S; 51° 39´ 08´´ W), from July to November 2006, to study the temperament of three sheep breeds. Fourtyeight ewe lambs of the Ile de France, Texel and Suffolk breeds were used, with mean body weight of 27,59 kg and aged of 15 to 25 months. Sheep grazed at annual Italian ryegrass pasture (Lolium multiflorum) and were randomly allocated to two grazing methods: continuous and rotational, and to two herbage allowances: 5 and 2,5 times the potencial of ingestion. Grazing period lasted 4 cycles. Animals were weighed at the beginning of the trial and at the end of each grazing cycle. Temperament was evaluated trough arena test and flight time, while physiological measurements were: respiratory and cardiac frequencies and rectal temperature. It was adopted a completely randomized design in a factorial arrangement. A significant interaction between breed and evaluation day was detected for respiratory frequency. On second and third evaluations, Texel lambs showed greater respiratory frequency than the others concerning evaluation day effect, in the last day, animals were more agitated, with more movements during isolation and with human presence, showed higher respiratory frequencies, but smaller weight gain. Temperament of sheep varied little across breeds, but showed large differences among evaluation days. However, these changes did not happen in a clear or predictable way.
8

Efeitos do estresse perinatal sobre a relação mãe-filhote de ratas

Ferreira, Charles Francisco January 2010 (has links)
O comportamento maternal em ratas consiste de vários elementos integrados que estão relacionados com a nutrição e o cuidado dos filhotes. Interações na relação mãe-filhote são importantes para o crescimento e desenvolvimento adequados dos mamíferos. A interrupção de estímulos sensoriais providos pela mãe tem efeitos negativos no desenvolvimento da ninhada em muitas espécies. Em modelos animais tratamentos estressores às fêmeas prenhas ocasionam mudanças notáveis na fisiologia e no comportamento de sua ninhada, podendo causar numerosas disfunções tanto nas mães quanto em seus filhotes O presente trabalho tem por objetivo investigar os efeitos de dois tipos de eventos estressores ambientais durante o período perinatal - restrição de substrato para a construção do ninho e apresentação de um predador natural - bem como suas diferentes combinações, sobre o padrão comportamental da relação da mãe para com sua cria, em ratas wistar, bem como seu padrão de comportamento agressivo, possíveis comportamentos tipo-depressivos e o nível de ansiedade destes animais. Como resultado, observa-se no presente trabalho que, os estresses ambientais aplicados durante o período perinatal não ocasionaram alterações significativas nos comportamentos relacionados ao cuidado maternal ou ao comportamento agressivo maternal. Entretanto, observou-se um padrão diferenciado de cuidado maternal nas fêmeas submetidas aos eventos estressores estudados. Além disso, não foram observados comportamentos tipo-depressivos (medidos pelo teste agudo de nado forçado) ou aumento do nível de ansiedade (medido pelo teste de labirinto em cruz elevado) destas mães submetidas a estes paradigmas. / Maternal behavior in rats consists of several integrated elements that are related to nutrition and care of the offspring. Mother-pup interactions are important for proper growth and development of mammals. The interruption of sensory stimulation provided by the mothers has negative effects on offspring’s development in many species. In animal models stressors treatment aplplied to pregnant females causes dramatic changes in their offspring’s physiology and behavior, which may cause many disorders in both mothers and pups. This study aimed to investigate the effects of two types of environmental stressors during the perinatal period - the restriction of substrate for nest building and exposure to a natural predator - as well as their different combinations on the behavioral pattern of the mother’s relationship towards their offspring in Wistar rats, as well as their pattern of aggressive behavior, possible depressive-like behavior and anxiety level. As a result it was observed in this study that the environmental stresses applied during the perinatal period did not produce significant changes in behaviors related to maternal care or maternal aggressive behavior in females subjected to the stressful events studied. However, there was a distinct pattern of maternal care in females subjected to stressful events studied. Furthermore, depressive-like behaviors (measured by acute forced swim test) or anxiety (measured by the elevated plus maze test) were not observed in these mothers subjected to these paradigms.
9

Efeitos da N-acetilcisteína em modelos animais de esquizofrenia

Herrmann, Ana Paula January 2015 (has links)
A esquizofrenia é um transtorno mental crônico e incapacitante, que em geral inicia na adolescência ou início da vida adulta. O diagnóstico atual é baseado na presença de sintomas como delírios, alucinações, discurso e comportamento desorganizados, expressão emocional diminuída e declínio significativo no nível de funcionamento social, profissional ou acadêmico. Apesar da revolução no tratamento com o surgimento do primeiro antipsicótico no início da década de 1950, a esquizofrenia ainda é um dos transtornos mentais mais custosos em termos de sofrimento humano e encargos sociais. Os antipsicóticos disponíveis apresentam pouco ou nenhum efeito no controle dos sintomas negativos e, de modo geral, não há melhora das funções cognitivas. Sabe-se hoje que o primeiro episódio psicótico é precedido por uma fase prodrômica, e foram estabelecidos critérios para o reconhecimento precoce da doença, possibilitando a identificação de indivíduos em risco de converter para psicose. Assim, é necessário investigar a segurança e a eficácia de tratamentos precoces com potencial para adiar ou prevenir a transição para psicose. Na presente tese, investigamos nesse contexto o potencial da Nacetilcisteína (NAC), um precursor de cisteína com ação antioxidante e antiinflamatória, e modulador da transmissão glutamatérgica. Utilizada como mucolítico e no manejo da intoxicação por paracetamol, estudos recentes levaram NAC a ser considerada uma promessa na psiquiatria. O objetivo dessa tese foi gerar dados relevantes ao uso clínico de NAC para intervenção terapêutica preventiva na esquizofrenia, analisando seus efeitos em modelos animais da doença. No modelo desenvolvimental de isolamento social pós-desmame, NAC preveniu o aumento da resposta locomotora a anfetamina. No modelo farmacológico de sensibilização a anfetamina, NAC atenuou a resposta locomotora a anfetamina mas não preveniu o déficit de inibição latente em animais sensibilizados; em animais controles, NAC induziu déficit de inibição latente. Em experimentos agudos, NAC não preveniu a hiperlocomoção induzida por anfetamina ou MK-801. Finalmente, testamos os efeitos de NAC em um modelo de “dois hits” que combina ativação imune pré-natal com estresse na puberdade. Nesse modelo, NAC preveniu o déficit de inibição por prepulso da resposta de sobressalto e o aumento da resposta locomotora a anfetamina. O mecanismo de ação de NAC nesses modelos ainda deve ser esclarecido, mas sabe-se que processos inflamatórios e estresse oxidativo estão implicados no aparecimento das alterações comportamentais em modelos animais e em humanos que convertem a esquizofrenia. A adolescência é uma fase crítica de vulnerabilidade, mas também representa uma janela de oportunidade para prevenção, e os dados apresentados nessa tese corroboram o potencial do uso de NAC como estratégia farmacológica com potencial para atenuar, adiar, ou mesmo prevenir o surgimento de alterações comportamentais características de transtornos psicóticos. Ensaios clínicos em indivíduos em risco de converter a psicose são necessários para avaliar a real eficácia e segurança desse fármaco. / Schizophrenia is a chronic and disabling mental disorder that usually onsets in adolescence or early adulthood. The current diagnosis is based on the presence of symptoms such as delusions, hallucinations, disorganized speech and behavior, decreased emotional expression and significant decline in the level of social, professional or academic functioning. Despite the breakthrough in its treatment with the emergence of the first antipsychotic in the early 1950s, schizophrenia is still one of the most costly mental disorders in terms of human suffering and social costs. Currently available antipsychotics have little or no effect in controlling the negative symptoms and, in general, there is no improvement in cognitive function. It is now accepted that the first psychotic episode is preceded by a prodromal phase, and criteria were implemented for enabling the identification of individuals at risk of converting to psychosis. It is thus necessary to investigate the safety and efficacy of drug candidates with potential to delay or prevent the transition to psychosis. In this thesis, we investigated in this context the potential of N-acetylcysteine (NAC), a cysteine precursor with antioxidant and anti-inflammatory properties, and a modulator of glutamate transmission. Used as mucolytic and in the management of paracetamol intoxication, recent studies led NAC to be considered a promise in psychiatry. The aim of this thesis was to generate relevant data to the clinical use of NAC as a preventive therapeutic intervention in schizophrenia by investigating its effects in animal models of the disease. In the developmental model of post-weaning social isolation, NAC prevented the increase in locomotor response to amphetamine. In the pharmacological model of amphetamine sensitization, NAC attenuated locomotor response to amphetamine but did not prevent the latent inhibition deficit in sensitized animals; in control animals, NAC per se induced latent inhibition deficit. In acute experiments, NAC did not prevent amphetamine- or MK-801-induced hyperlocomotion. We also tested the effects of NAC in a "two-hit" model that combined prenatal immune activation with stress in puberty. In this model, NAC prevented the prepulse inhibition deficit and the increased locomotor response to amphetamine. The mechanism of action of NAC in these models remains to be clarified, but it is known that inflammation and oxidative stress are involved in the emergence of the behavioral abnormalities in animal models and in humans that convert to schizophrenia. Adolescence is a critical stage of vulnerability, but also represents a window of opportunity for prevention. The data presented in this thesis supports the potential use of NAC as a drug strategy with to attenuate, delay or even prevent the emergence of behavioral changes associated with psychotic disorders. Clinical trials in subjects at risk of converting to psychosis are required to assess the efficacy and safety of this drug.
10

Efeitos da N-acetilcisteína em modelos animais de esquizofrenia

Herrmann, Ana Paula January 2015 (has links)
A esquizofrenia é um transtorno mental crônico e incapacitante, que em geral inicia na adolescência ou início da vida adulta. O diagnóstico atual é baseado na presença de sintomas como delírios, alucinações, discurso e comportamento desorganizados, expressão emocional diminuída e declínio significativo no nível de funcionamento social, profissional ou acadêmico. Apesar da revolução no tratamento com o surgimento do primeiro antipsicótico no início da década de 1950, a esquizofrenia ainda é um dos transtornos mentais mais custosos em termos de sofrimento humano e encargos sociais. Os antipsicóticos disponíveis apresentam pouco ou nenhum efeito no controle dos sintomas negativos e, de modo geral, não há melhora das funções cognitivas. Sabe-se hoje que o primeiro episódio psicótico é precedido por uma fase prodrômica, e foram estabelecidos critérios para o reconhecimento precoce da doença, possibilitando a identificação de indivíduos em risco de converter para psicose. Assim, é necessário investigar a segurança e a eficácia de tratamentos precoces com potencial para adiar ou prevenir a transição para psicose. Na presente tese, investigamos nesse contexto o potencial da Nacetilcisteína (NAC), um precursor de cisteína com ação antioxidante e antiinflamatória, e modulador da transmissão glutamatérgica. Utilizada como mucolítico e no manejo da intoxicação por paracetamol, estudos recentes levaram NAC a ser considerada uma promessa na psiquiatria. O objetivo dessa tese foi gerar dados relevantes ao uso clínico de NAC para intervenção terapêutica preventiva na esquizofrenia, analisando seus efeitos em modelos animais da doença. No modelo desenvolvimental de isolamento social pós-desmame, NAC preveniu o aumento da resposta locomotora a anfetamina. No modelo farmacológico de sensibilização a anfetamina, NAC atenuou a resposta locomotora a anfetamina mas não preveniu o déficit de inibição latente em animais sensibilizados; em animais controles, NAC induziu déficit de inibição latente. Em experimentos agudos, NAC não preveniu a hiperlocomoção induzida por anfetamina ou MK-801. Finalmente, testamos os efeitos de NAC em um modelo de “dois hits” que combina ativação imune pré-natal com estresse na puberdade. Nesse modelo, NAC preveniu o déficit de inibição por prepulso da resposta de sobressalto e o aumento da resposta locomotora a anfetamina. O mecanismo de ação de NAC nesses modelos ainda deve ser esclarecido, mas sabe-se que processos inflamatórios e estresse oxidativo estão implicados no aparecimento das alterações comportamentais em modelos animais e em humanos que convertem a esquizofrenia. A adolescência é uma fase crítica de vulnerabilidade, mas também representa uma janela de oportunidade para prevenção, e os dados apresentados nessa tese corroboram o potencial do uso de NAC como estratégia farmacológica com potencial para atenuar, adiar, ou mesmo prevenir o surgimento de alterações comportamentais características de transtornos psicóticos. Ensaios clínicos em indivíduos em risco de converter a psicose são necessários para avaliar a real eficácia e segurança desse fármaco. / Schizophrenia is a chronic and disabling mental disorder that usually onsets in adolescence or early adulthood. The current diagnosis is based on the presence of symptoms such as delusions, hallucinations, disorganized speech and behavior, decreased emotional expression and significant decline in the level of social, professional or academic functioning. Despite the breakthrough in its treatment with the emergence of the first antipsychotic in the early 1950s, schizophrenia is still one of the most costly mental disorders in terms of human suffering and social costs. Currently available antipsychotics have little or no effect in controlling the negative symptoms and, in general, there is no improvement in cognitive function. It is now accepted that the first psychotic episode is preceded by a prodromal phase, and criteria were implemented for enabling the identification of individuals at risk of converting to psychosis. It is thus necessary to investigate the safety and efficacy of drug candidates with potential to delay or prevent the transition to psychosis. In this thesis, we investigated in this context the potential of N-acetylcysteine (NAC), a cysteine precursor with antioxidant and anti-inflammatory properties, and a modulator of glutamate transmission. Used as mucolytic and in the management of paracetamol intoxication, recent studies led NAC to be considered a promise in psychiatry. The aim of this thesis was to generate relevant data to the clinical use of NAC as a preventive therapeutic intervention in schizophrenia by investigating its effects in animal models of the disease. In the developmental model of post-weaning social isolation, NAC prevented the increase in locomotor response to amphetamine. In the pharmacological model of amphetamine sensitization, NAC attenuated locomotor response to amphetamine but did not prevent the latent inhibition deficit in sensitized animals; in control animals, NAC per se induced latent inhibition deficit. In acute experiments, NAC did not prevent amphetamine- or MK-801-induced hyperlocomotion. We also tested the effects of NAC in a "two-hit" model that combined prenatal immune activation with stress in puberty. In this model, NAC prevented the prepulse inhibition deficit and the increased locomotor response to amphetamine. The mechanism of action of NAC in these models remains to be clarified, but it is known that inflammation and oxidative stress are involved in the emergence of the behavioral abnormalities in animal models and in humans that convert to schizophrenia. Adolescence is a critical stage of vulnerability, but also represents a window of opportunity for prevention. The data presented in this thesis supports the potential use of NAC as a drug strategy with to attenuate, delay or even prevent the emergence of behavioral changes associated with psychotic disorders. Clinical trials in subjects at risk of converting to psychosis are required to assess the efficacy and safety of this drug.

Page generated in 0.0909 seconds