• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 559
  • 148
  • 11
  • 11
  • 11
  • 11
  • 8
  • 3
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 714
  • 714
  • 220
  • 169
  • 161
  • 156
  • 80
  • 78
  • 77
  • 76
  • 74
  • 73
  • 70
  • 67
  • 67
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Um sistema de modelamento de objetos funcionais

Duarte, Glaucius Decio January 1990 (has links)
Este trabalho apresenta uma metodologia computacional para a geração, manipulação e visualização de elementos tridimensionais cuja forma geométrica básica e o paralelepípedo. Os entes geométricos são agrupados em classes funcionais de objetos e suas ocorrências são representadas em uma estrutura de dados funcional, criando-se uma representação relacional dos atributos funcionais das respectivas entidades. Além disso, também são consideradas as relações funcionais que podem ser produzidas entre os objetos modelados, estabelecendo-se uma linguagem de ações que permite levar em consideração as conseqüências funcionais produzidas por uma determinada ação de projeto aplicada em um determinado estágio de projeto. / This work presents a computational methodology for generating, handling and rendering tridimensional elements using parallelopipedous as their basic geometric form. The entities geometric are grouped in functional classes of objects and their occurrences are represented in a functional data structure where functional attributes for every entity are included using relational representations. Furthermore, functional relations among modelled objects are also considered and an action language is established in order to consider the functional consequences triggered by design actions during the different stages of the design process.
2

Construção de uma biblioteca de apoio grafico aos programas aplicativos na Engenharia

Silva, Jose Maria Bezerra January 1988 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Tecnologico / Made available in DSpace on 2016-01-08T16:06:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 81787.pdf: 2285868 bytes, checksum: 8907e2c78369a05f787bb229cc036920 (MD5) Previous issue date: 1988 / Este trabalho consiste na obtenção de um núcleo gráfico formado por várias funções que irão apoiar o "Engenheiro Programador" no desenvolvimento de programas que necesssitem de algum tipo de saída gráfica tais, como geração de malhas para elementos finitos, simulação de processos industriais, análise de interferência em mecanismos articulados e tantos outros que tenham interação gráfica com o usuário final. O conjunto de funções recebeu o nome de zmSAG (Sistema de Apoio Gráfico - o prefixo "zm" faz referência ao nome do autor) e foi desenvolvido com base na norma GKS, padronizada pela ANSI e adotada pela ABNT desde 1986. Tendo sido totalmente implementado em linguagem "C", este pode ser acessado pelos principais compiladores desta linguagem disponíveis para o sistema operacional MS-DOS.
3

Um sistema de modelamento de objetos funcionais

Duarte, Glaucius Decio January 1990 (has links)
Este trabalho apresenta uma metodologia computacional para a geração, manipulação e visualização de elementos tridimensionais cuja forma geométrica básica e o paralelepípedo. Os entes geométricos são agrupados em classes funcionais de objetos e suas ocorrências são representadas em uma estrutura de dados funcional, criando-se uma representação relacional dos atributos funcionais das respectivas entidades. Além disso, também são consideradas as relações funcionais que podem ser produzidas entre os objetos modelados, estabelecendo-se uma linguagem de ações que permite levar em consideração as conseqüências funcionais produzidas por uma determinada ação de projeto aplicada em um determinado estágio de projeto. / This work presents a computational methodology for generating, handling and rendering tridimensional elements using parallelopipedous as their basic geometric form. The entities geometric are grouped in functional classes of objects and their occurrences are represented in a functional data structure where functional attributes for every entity are included using relational representations. Furthermore, functional relations among modelled objects are also considered and an action language is established in order to consider the functional consequences triggered by design actions during the different stages of the design process.
4

Um sistema de modelamento de objetos funcionais

Duarte, Glaucius Decio January 1990 (has links)
Este trabalho apresenta uma metodologia computacional para a geração, manipulação e visualização de elementos tridimensionais cuja forma geométrica básica e o paralelepípedo. Os entes geométricos são agrupados em classes funcionais de objetos e suas ocorrências são representadas em uma estrutura de dados funcional, criando-se uma representação relacional dos atributos funcionais das respectivas entidades. Além disso, também são consideradas as relações funcionais que podem ser produzidas entre os objetos modelados, estabelecendo-se uma linguagem de ações que permite levar em consideração as conseqüências funcionais produzidas por uma determinada ação de projeto aplicada em um determinado estágio de projeto. / This work presents a computational methodology for generating, handling and rendering tridimensional elements using parallelopipedous as their basic geometric form. The entities geometric are grouped in functional classes of objects and their occurrences are represented in a functional data structure where functional attributes for every entity are included using relational representations. Furthermore, functional relations among modelled objects are also considered and an action language is established in order to consider the functional consequences triggered by design actions during the different stages of the design process.
5

Uma nova arquitectura para sistemas gráficos utilizados na síntese interactiva de imagens

Ferreira, Fernando Nunes January 1982 (has links)
Dissertação apresentada para obtenção do grau de Doutor na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
6

Detecção e classificação de mudança de comportamento em multidões humanas / Detection and classification of changes in behavior of human crowds

Almeida, Igor Rodrigues de January 2014 (has links)
Este trabalho apresenta um método para detectar mudança de comportamento em multidões humanas baseado em histogramas de velocidade e orientação em coordenadas de mundo. Uma combinação de remoção de fundo e fluxo óptico é usada para extrair o movimento global a cada quadro do vídeo, descartando pequenos vetores de movimento devido artefatos como ruído, pixels de fundo não estacionários e problemas de compressão. Usando uma câmera calibrada, o movimento global pode ser estimado, e é usado para construir um histograma 2D contendo informações de velocidade e direção para todos os quadros. Cada quadro é comparado com um conjunto de quadros anteriores usando uma métrica de comparação de histogramas, resultando em um vetor de similaridade. Este vetor é então utilizado para determinar mudanças no comportamento da multidão, permitindo também uma classificação baseada na natureza da mudança no tempo: mudanças de curto ou longo prazo. Uma extensão do método apresentado é proposta utilizando técnicas de agrupamento para identificar diferentes grupos da cena, em seguida, aplicar o método de detecção em cada grupo. Isso proporciona não apenas detectar, mas também localizar a mudança de comportamento. O método foi testado em conjuntos de dados públicos disponíveis que envolvem cenários lotados. / This work presents a method to detect change behavior in human crowds based on histograms of velocities in world coordinates. A combination of background removal and optical ow is used to extract the global motion at each image frame, discarding small motion vectors due artifacts such as noise, non-stationary background pixels and compression issues. Using a calibrated camera, the global motion can be estimated, and it is used to build a 2D histogram containing information of speed and direction for all frames. Each frame is compared with a set of previous frames by using a histogram comparison metric, resulting in a similarity vector. This vector is then used to determine changes in the crowd behavior, also allowing a classification based on the nature of the change in time: short or long-term changes. An extension of the presented method is proposed using clustering techniques to identify di erent groups in the scene, and then apply the detection method in each group. This provides not just detect but also localize the change behavior. The method was tested on publicly available datasets involving crowded scenarios.
7

Manipulação simultânea de objetos em ambientes virtuais imersivos

Pinho, Marcio Serolli January 2002 (has links)
Este trabalho trata do suporte à interação simultânea de mais de um usuário, sobre um mesmo objeto, em Ambientes Virtuais Colaborativos. Este suporte é obtido através do conceito de Metáfora Colaborativa e da arquitetura que materializa este conceito. Primeiramente, abordam-se os aspectos referentes às formas de interação usadas em ambientes virtuais imersivos monousuários. São apresentadas algumas técnicas interativas consideradas relevantes ao desenvolvimento do trabalho. No que diz respeito aos Ambientes Virtuais Colaborativos propriamente ditos apresentam-se suas principais características incluindo as semelhanças com os ambientes tradicionais de suporte computadorizado ao trabalho cooperativo. São abordados tanto aspectos referentes às facilidades providas por estes ambientes, quanto ao seu projeto e arquitetura. As principais abordagens existentes para suportar a interação entre usuários em ambientes virtuais colaborativos são apresentadas e é feita uma análise da execução de tarefas colaborativas em ambientes imersivos apontando-se as principais dificuldades existentes nos sistemas atuais. A partir deste embasamento, faz-se o desenvolvimento da chamada Metáfora Colaborativa, que se constitui em um conjunto de regras que permitem combinar técnicas interativas comumente usadas na interação individual em ambientes virtuais imersivos. Esta combinação é baseada na definição de quais graus de liberdade cada usuário irá controlar durante a manipulação simultânea de um objeto. Para possibilitar a combinação das técnicas individuais na implementação de ambientes virtuais colaborativos, foi definida uma arquitetura que prevê sistemas de controle local sobre cada ambiente e a combinação dos comandos aplicados sobre os objetos. Com o objetivo de avaliar a Metáfora Colaborativa, foram modeladas e implementadas diversas técnicas de interação colaborativa e sua eficiência foi aferida através de tarefas. Foi definido um protocolo de testes aplicado a trinta duplas de usuários, comparando seu desempenho individual e colaborativo na execução das tarefas.
8

Critérios de avaliação de técnicas de visualização de informações hierárquicas

Luzzardi, Paulo Roberto Gomes January 2003 (has links)
Após o refinamento, os critérios foram utilizados experimentalmente em três tipos de métodos de avaliação tradicionais, a saber, avaliação heurística, inspeção de conformidade e ensaios de interação. Os resultados obtidos com estas avaliações demonstraram que os critérios de avaliação, definidos neste trabalho, capturaram muito mais problemas relacionados à técnica do que os critérios tradicionalmente usados para avaliar interfaces gráficas. Um resultado promissor, não previsto, foi a constatação que o conjunto de critérios propostos detectaram, também, um número expressivo de problemas de usabilidade na interface, quando da aplicação das sessões de avaliação heurística. Este resultado evidencia a possibilidade de extensão deste conjunto de critérios a fim de avaliar, também, as principais características da interface das técnicas de visualização.
9

Visualização em tempo real de dados volumétricos dinâmicos usando hardware gráfico

Binotto, Alécio Pedro Delazari January 2003 (has links)
Dados volumétricos temporais são usados na representação de fenômenos físicos em várias aplicações de visualização científica, pois tais fenômenos são complexos, alteram-se com o tempo e não possuem uma forma de representação definida. Uma solução é usar amostragens sobre um espaço de forma geométrica simples que contém o fenômeno (um cubo, por exemplo), discretizado ao longo de uma grade em células de mesmo formato e usualmente chamado de volume de amostragem. Este volume de amostragem representa um instante da representação do fenômeno e, para representar dados temporais, simplesmente enumera-se tantos volumes quanto forem as diferentes instâncias de tempo. Esta abordagem faz com que a representação seja extremamente custosa, necessitando de técnicas de representação de dados para comprimir e descomprimir os mesmos. Este trabalho apresenta uma nova abordagem para compressão de volumes de dados temporais que permite a visualização em tempo real destes dados usando hardware gráfico. O método de compressão usa uma representação hierárquica dos vários volumes de dados dentro da memória do hardware gráfico, referenciados pelo hardware como texturas 3D. O método de compressão tem melhor desempenho para dados volumétricos esparsos e com alto grau de coerência (espacial e temporal). A descompressão destes dados é feita por programas especiais que são executados no próprio hardware gráfico. Um estudo de caso usando o método de compressão/descompressão proposto é apresentado com dados provenientes do Projeto MAPEM (Monitoramento Ambiental em Atividades de Perfuração Exploratória Marítima). O objetivo do projeto é propor uma metodologia para o monitoramento dos efeitos das descargas de materiais no ecossistema marinho durante a perfuração de um poço de petróleo. Para estimar certos descarregamentos de fluidos, o projeto usa um simulador CFD que permite mostrar tais descarregamentos, gerando grades planares e uniformes 2D ou 3D em qualquer instante de tempo durante a simulação.
10

Visualização interativa e manipulação de imagens 3D em tempo real usando métodos baseados na GPU

Dietrich, Carlos Augusto January 2004 (has links)
Este trabalho apresenta um conjunto de ferramentas que exploram as capacidades recentes das placas gráficas de computadores pessoais para prover a visualização e a interação com volumes de dados. O objetivo é oferecer ao usuário ferramentas que permitam a remoção interativa de partes não relevantes do volume. Assim, o usuário é capaz de selecionar um volume de interesse, o que pode tanto facilitar a compreensão da sua estrutura quanto a sua relação com os volumes circundantes. A técnica de visualização direta de volumes através do mapeamento de texturas é explorada para desenvolver estas ferramentas. O controle programável dos cálculos realizados pelo hardware gráfico para gerar a aparência de cada pixel na tela é usado para resolver a visibilidade de cada ponto do volume em tempo real. As ferramentas propostas permitem a modificação da visibilidade de cada ponto dentro do hardware gráfico, estendendo o benefício da visualização acelerada por hardware. Três ferramentas de interação são propostas: uma ferramenta de recorte planar que permite a seleção de um volume de interesse convexo; uma ferramenta do tipo “borracha”, para eliminar partes não relevantes da imagem; e uma ferramenta do tipo “escavadeira”, para remover camadas do volume Estas ferramentas exploram partes distintas do fluxo de visualização por texturas, onde é possível tomar a decisão sobre a visibilidade de cada ponto do volume. Cada ferramenta vem para resolver uma deficiência da ferramenta anterior. Com o recorte planar, o usuário aproxima grosseiramente o volume de interesse; com a borracha, ele refina o volume selecionado que, finalmente, é terminado com a escavadeira. Para aplicar as ferramentas propostas ao volume visualizado, são usadas técnicas de interação conhecidas, comuns nos sistemas de visualização 2D. Isto permite minimizar os esforços do usuário no treinamento do uso das ferramentas. Finalmente, são ilustradas as aplicações potenciais das ferramentas propostas para o estudo da anatomia do fígado humano. Nestas aplicações foi possível identificar algumas necessidades do usuário na visualização interativa de conjuntos de dados médicos. A partir destas observações, são propostas também novas ferramentas de interação, baseadas em modificações nas ferramentas propostas.

Page generated in 0.0878 seconds