• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1556
  • 40
  • 39
  • 39
  • 39
  • 34
  • 29
  • 10
  • 5
  • 4
  • 3
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1617
  • 548
  • 441
  • 434
  • 300
  • 203
  • 127
  • 124
  • 119
  • 117
  • 114
  • 114
  • 106
  • 102
  • 101
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Reconhecimento da perda de eficácia de protetor intra-auricular /

Bastos, Ramsés da Silva. January 2005 (has links)
Orientador: João Candido Fernandes / Banca: José Carlos Plácido da Silva / Banca: Magali de Lourdes Caldana / Resumo: Dentre os agentes nocivos à saúde, considera-se o ruído um dos mais presentes nos ambientes urbanos e sociais, principalmente nos locais de trabalho e nas atividades de lazer. Existem medidas eficazes para o controle do ruído e o Equipamento de Proteção Individual auricular (EPIa) é o mais utilizado na prevenção da Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR), sendo que, uma vez instalada, a perda auditiva é irreversível. A perda auditiva vem sendo estudada com forte afinco desde o final do século XIX, desde então, diversas áreas do conhecimento têm realizado estudos com o objetivo de diminuir ou extinguir o problema. Observou-se a carência nos produtos de proteção individuais auditivos confortáveis e funcionais, relacionados à durabilidade, face ao comprometimento eficaz do equipamento. O objetivo principal deste estudo foi reconhecer se há perda da eficácia diante ao tempo de uso em Equipamento de Proteção Individual auditivo, intra-auricular, de espuma e da marca 3M, modelo 1110. Foi apurado que os equipamentos sofrem alteração de eficácia conforme o tempo de uso, e que o desgaste do material inicia perda de confiança, principalmente em frequências audíveis de até 100Hz, e a partir de 16 dias para pressão sonora sofrida de 101dB a 20Hz. Para pressão sonora sofrida a partir de 107dB a 20Hz, a perda de confiança para uso, principalmente em frequências audíveis até 100Hz, foi de 8 dias. Os EPIas não perdem eficácias de atenuação importantes com o uso diário em frequências a partir de 1KHz até 20KHz. Conclui-se que há perda de eficácia, conforme o uso diário e frequente do equipamento de Proteção Individual auditivo estudado. Os resultados confirmaram as expectativas, demonstrando que parâmetros de função, em detrimento ao envelhecimento do EPIa, face a seu uso diuturno,... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: Among the health harmful agents, it is conferred to the noise, one of the most presents in urban and social environments, mainly in workstations and the laser activities. There are efficient measures to control of the noise and the auricular Individual Protection Equipment is the most used to prevent of the Induced Auditory Loss by Noise, being that, once installed, the hearing loss is irreversible. The hearing loss has been studied with much dedication since the end of century XIX, since then, several areas of the knowledge have accomplished studies with the objective of decreasing or extinguishing problem. It has been observed the scarcity in the comfortable auditory products of individual and functionaries protection, related to durability, face to the efficient right of the equipment. The main objective of this study was recognizing if there is effectiveness loss in presence of the time of use of the Auditory Equipment, intra-auricular Individual Protection, of foam (3M), model 1110. It has been acute that the equipments suffer efficacy alteration according to the time of use, and the material wear initiates reliable loss, mainly in audible frequencies going up to 100Hz, and from 16 days on for sonorous pressure suffered in 101dB 20Hz. For sonorous pressure suffered from 107dB to 20Hz, the reliable loss for the use, mainly in audible frequencies going up to 100Hz, was of 8 days. The EPlas do not lose effectiveness of important attenuation by the daily use in frequencies from 1KHz until 20KHz. It's been concluded that the loss of effectiveness, according to the daily and frequent use of the auditory Protection Equipment was studied. The results have confirmed the expectations, demonstrating that function parameters, in detriment to the aging of the EPla, in the daily presence of its use, they show themselves important in...(Complete abstract, click electronic access below) / Mestre
2

Análise ergonômica do trabalho do soldador : contribuição para projetação ergonômica

Silva, Simone Antunes da January 2003 (has links)
Este trabalho trata de uma pesquisa junto aos soldadores de três empresas do setor metal-mecânico, em diferentes estágios tecnológicos, para levantamento e avaliação de sua demanda ergonômica por meio de método participativo, como contribuição para o projeto de seus postos de trabalho. Verificou-se que os problemas mais críticos para estes profissionais são de natureza ambiental, tendo sido questionada a validade dos valores limites estabelecidos de exposição a fumos de soldagem. Além disso, foi constatada a maior influência do fator empresa sobre a opinião e satisfação dos soldadores, com exceção da empresa onde está estabelecido um programa de ergonomia: nesta o nível de exigência dos soldadores é maior, portanto, os fatores pessoais representam maior impacto sobre sua opinião e satisfação. Também foi avaliado o impacto do nível tecnológico da empresa sobre os soldadores, concluindo-se que os que trabalham com sistemas de produção mais manual têm maior envolvimento com seu trabalho, enquanto os soldadores que participam de sistema mais automatizado não estão, necessariamente, livres de problemas relacionados a questões ambientais. Assim, é tão importante considerar as questões ambientais desde a concepção de uma fábrica, quanto as questões de organização do trabalho, pois ambas impactam no bemestar e, conseqüentemente, na produtividade de seus trabalhadores.
3

Análise ergonômica do trabalho do soldador : contribuição para projetação ergonômica

Silva, Simone Antunes da January 2003 (has links)
Este trabalho trata de uma pesquisa junto aos soldadores de três empresas do setor metal-mecânico, em diferentes estágios tecnológicos, para levantamento e avaliação de sua demanda ergonômica por meio de método participativo, como contribuição para o projeto de seus postos de trabalho. Verificou-se que os problemas mais críticos para estes profissionais são de natureza ambiental, tendo sido questionada a validade dos valores limites estabelecidos de exposição a fumos de soldagem. Além disso, foi constatada a maior influência do fator empresa sobre a opinião e satisfação dos soldadores, com exceção da empresa onde está estabelecido um programa de ergonomia: nesta o nível de exigência dos soldadores é maior, portanto, os fatores pessoais representam maior impacto sobre sua opinião e satisfação. Também foi avaliado o impacto do nível tecnológico da empresa sobre os soldadores, concluindo-se que os que trabalham com sistemas de produção mais manual têm maior envolvimento com seu trabalho, enquanto os soldadores que participam de sistema mais automatizado não estão, necessariamente, livres de problemas relacionados a questões ambientais. Assim, é tão importante considerar as questões ambientais desde a concepção de uma fábrica, quanto as questões de organização do trabalho, pois ambas impactam no bemestar e, conseqüentemente, na produtividade de seus trabalhadores.
4

Análise ergonômica da sinalização de segurança: um enfoque da ergonomia informacional e cultural

Ferreira Cavalcanti, Janaina January 2003 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:41:49Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo7350_1.pdf: 2689373 bytes, checksum: feea9df2c378d23120687a87eef2b99b (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2003 / A linguagem visual, podendo ocorrer através de mensagens verbais (caracteres alfanuméricos) e/ou mensagens pictóricas (ilustrações), comunicam seu significado pela própria maneira como se apresentam e se oferecem ao uso tornando-se o principal meio de transmissão de conhecimento. Em função disto, podem ser utilizadas para comunicar e/ou solicitar procedimentos no ambiente industrial, a partir de alguns critérios responsáveis por ações que visem garantir a segurança e uma maior produtividade do sistema. Alguns fatores influenciam e algumas vezes modificam a interpretação das mensagens visuais. O âmbito desta pesquisa, a ergonomia cultural e a ergonomia informacional, estuda as características culturais do indivíduo e a maneira como elas influenciam seu comportamento, preocupando-se com a estrutura das sinalizações de segurança em ambiente de trabalho na indústria e a sua influência na eficácia e eficiência da informação apresentada. Para tanto, realizou-se, em Pernambuco e no Rio Grande do Sul, uma pesquisa compreendendo quatro indústrias, em cada estado, de diferentes áreas de atuação, a saber: construção civil, metalúrgica, calçadista e de alimentos e bebidas. Optou-se por realizar um estudo de caso em dois estados de distintas regiões do país com o objetivo de investigar as diferenças culturais intervenientes. Dessa maneira foi possível, testar a eficácia e eficiência das sinalizações para a segurança do trabalho e a sua influência sobre a produtividade nas indústrias analisadas, além das características que dá a sinalização uma maior compreenssibilidade, levando sempre em consideração aspectos culturais do ambiente onde está inserida e propor recomendações ergonômicas
5

Análise ergonômica do trabalho do soldador : contribuição para projetação ergonômica

Silva, Simone Antunes da January 2003 (has links)
Este trabalho trata de uma pesquisa junto aos soldadores de três empresas do setor metal-mecânico, em diferentes estágios tecnológicos, para levantamento e avaliação de sua demanda ergonômica por meio de método participativo, como contribuição para o projeto de seus postos de trabalho. Verificou-se que os problemas mais críticos para estes profissionais são de natureza ambiental, tendo sido questionada a validade dos valores limites estabelecidos de exposição a fumos de soldagem. Além disso, foi constatada a maior influência do fator empresa sobre a opinião e satisfação dos soldadores, com exceção da empresa onde está estabelecido um programa de ergonomia: nesta o nível de exigência dos soldadores é maior, portanto, os fatores pessoais representam maior impacto sobre sua opinião e satisfação. Também foi avaliado o impacto do nível tecnológico da empresa sobre os soldadores, concluindo-se que os que trabalham com sistemas de produção mais manual têm maior envolvimento com seu trabalho, enquanto os soldadores que participam de sistema mais automatizado não estão, necessariamente, livres de problemas relacionados a questões ambientais. Assim, é tão importante considerar as questões ambientais desde a concepção de uma fábrica, quanto as questões de organização do trabalho, pois ambas impactam no bemestar e, conseqüentemente, na produtividade de seus trabalhadores.
6

Definição de critérios de avaliação ergonômica para mesas de trabalho informatizado

Patussi, Ana Paula January 2005 (has links)
O computador atualmente está presente no dia a dia das pessoas e no trabalho. É praticamente impossível conceber a vida moderna sem a interface com computadores. Cuidados devem ser observados quando se está diante de um terminal de microcomputador, evitando uma série de doenças decorrentes de seu mau uso. O objetivo deste estudo é definir parâmetros ergonômicos para a indicação de uma mesa de trabalho informatizado para os taquígrafos do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, que dentre uma das tarefas realizadas na função de taquígrafo é a de entrada de dados. O estudo foi baseado no método de Guimarães et al (2001) para avaliação de assentos, para tanto, realizou-se um experimento comparativo de mesas de trabalho informatizado durante o trabalho. Inicialmente os taquígrafos responderam um questionário relativo à demanda das mesas de trabalho, logo após, verbalizaram sobre a percepção de alguns critérios de importantes em uma mesa de trabalho e com a mesa definida verificou-se a ordem de preferência das mesas, antes do experimento. Posteriormente um grupo de voluntários testou a mesa proposta, comparando-a a mesa existente, para tanto foram preenchidos um conjunto de questionários nos quais mediu-se a satisfação com relação aos critérios estabelecidos, a importância atribuída a cada um destes critérios e a ocorrência de desconforto/dor. Os resultados submetidos à validação estatística. A análise dos resultados demonstrou a preferência dos taquígrafos pela mesa proposta, devido ao espaço por ela oferecido, a existência de apoio para braços e regulagem na altura.
7

Análise integrada da carga física de trabalho para a prevenção da fadiga

Portich, Paulo January 2001 (has links)
A presente dissertação tem como objetivo a avaliação da relação entre as abordagens biomecânica, fisiológica e psicofisica da carga de trabalho. Para tanto, foi avaliado,dentro do enfoque macroergonômico, o trabalho do setor de pintura de uma empresa do ramo automotivo (JOHN DEERE BRASIL) , e o trabalho das centrais de armaçao, de carpintaria e de pré-moldados de uma empresa de construção civil pesada (ODEBRECHT). Os metodos utilizados no estudo foram a análise macroergonômica do trabalho- AMT (Guimarães,1999); a avaliação biomecânica das posturas assumidas pelo método WmOWAS@(Kivi&MattiI 1991); a avaliaçao fisiológica pela mensuração das variações da freqüência cardíaca, pulso de trabalho - PT (Grandjean, 1998) e a avaliação psicofisica da carga de trabalho (Corlett, 1995). Os dados foram tabulados, analisados e comparados com limites e critérios fisiológicos deteminados na literatura. A AMT, nos dois estudos de caso, pemitiu explicar os resultados na visão dos sujeitos e dos experts. As infomações coletadas nas entrevistas e questionários da fase de apreciação fornecem a base para entender os constrangimentos biomecânicos e as alterações fisiológicas identificadas. Além disso, pemitem apontar soluções e dar validade às propostas sugeridas, inclusive, quanto a fatores organizacionais, envolvendo as questões relativas ao leiaute, ritmo e rotinas de trabalho, visto que a avaliação biomecânica concentra-se nos constrangimentos biomecânicos geralmente relacionados com posturas de trabalho, a avaliação fisiológica em fatores que impactam no esforço, tais como o calor e falta de pausas no trabalho, e a avaliação psicofisica calca na percepção do sujeito quanto à carga de trabalho.
8

Avaliação ergonômica da multifuncionalidade

Otton, Márcio Ludwig January 2000 (has links)
o presente trabalho procura avaliar, sob o ponto de vista da Ergonomia, se a multifuncionalidade é vantajosa em relação ao paradigma tradicional de fixação de um trabalhador em um posto, indo além da análise técnica da engenharia de produção. Discute-se, adicionalmente, quais as características devem ser avaliadas em um posto de trabalho, para definir se este posto pode ser operado de modo multifuncional. Para efetuar as avaliações propostas são analisados, individualmente e em conjunto, vinte e oito itens ergonômicos (físicos e cognitivos), que assume-se como os mais relevantes para a análise proposta.
9

Rotação de postos de trabalho : uma abordagem ergonômica

Moura, Paulo Roberto Cidade January 2001 (has links)
A Indústria Mecânica, especificamente aquelas relacionadas à manufatura de motoserras, apresenta problemas relativos à alta repetitividade e a necessidade de força no desempenho de suas tarefas, com impacto direto nos sistemas músculo-esqueléticos. Estas tarefas possuem altos riscos ergonômicos associados ao sistema músculo-esquelético e sua fadiga a movimentos repetitivos. Estas tarefas são em sua maioria geradores potenciais de desordens por traumas cumulativos, independentes do desenho de seus postos de trabalho e como são estes criados. Quanto a o uso de medidas de engenharia, estas não são práticas em um ponto de vista ergonômico ou econômico, devido às características das tarefas, como no caso em estudo no qual, o uso de medidas administrativas, como a rotação de trabalho, pode ser a solução mais rápida e imperativa para obter um melhor conforto Ergonômico. Estas apresentam a vantagem de serem independentes para algumas condições, entre elas o numero de estações de trabalho (postos), as mudanças de processos, os novos produtos que possam implicar mudanças de tecnologias e outras que não mudem ou modifiquem a natureza das tarefas. Estas vantagens fazem do programa de Rotação de trabalho uma medida administrativa robusta. A priorização deste estudo aconteceu pela falta de metodologias que viessem facilitar a implementação de um programa de rotação de trabalho como uma medida administrativa a fim de reduzir riscos ergonômicos. Este estudo desenvolveu uma metodologia para a implementação de uma Rotação de trabalho Ergonômica em um setor de uma indústria Mecânica. Para este objetivo foi necessário identificar as áreas de maiores riscos ergonômicos associados aos os postos de trabalho na Célula de Cromagem. Dados foram coletados através de questionários, Checklist e vídeos, com o objetivo de obter-se uma possível rotação de trabalho dentro de um ponto de vista ergonômico. Para isto, uma análise foi desenvolvida a fim de resultar em uma matriz de postos classificados por prioridades, levando-se em consideração cada posto de trabalho e suas características. Para este propósito, um modelo integrado foi desenvolvido com o objetivo de estabelecer uma ótima ordem para executar a rotação de trabalho, avaliada na certificação das necessidades ergonômicas. Finalmente, uma metodologia de fácil aplicação e condução revela que a implementação de uma rotação de trabalho ergonômico, que leva em consideração os riscos ergonômicos e suas prevenções de DORT, tem um alto impacto no nível de qualidade de vida das linhas de produção.
10

Análise integrada da carga física de trabalho para a prevenção da fadiga

Portich, Paulo January 2001 (has links)
A presente dissertação tem como objetivo a avaliação da relação entre as abordagens biomecânica, fisiológica e psicofisica da carga de trabalho. Para tanto, foi avaliado,dentro do enfoque macroergonômico, o trabalho do setor de pintura de uma empresa do ramo automotivo (JOHN DEERE BRASIL) , e o trabalho das centrais de armaçao, de carpintaria e de pré-moldados de uma empresa de construção civil pesada (ODEBRECHT). Os metodos utilizados no estudo foram a análise macroergonômica do trabalho- AMT (Guimarães,1999); a avaliação biomecânica das posturas assumidas pelo método WmOWAS@(Kivi&MattiI 1991); a avaliaçao fisiológica pela mensuração das variações da freqüência cardíaca, pulso de trabalho - PT (Grandjean, 1998) e a avaliação psicofisica da carga de trabalho (Corlett, 1995). Os dados foram tabulados, analisados e comparados com limites e critérios fisiológicos deteminados na literatura. A AMT, nos dois estudos de caso, pemitiu explicar os resultados na visão dos sujeitos e dos experts. As infomações coletadas nas entrevistas e questionários da fase de apreciação fornecem a base para entender os constrangimentos biomecânicos e as alterações fisiológicas identificadas. Além disso, pemitem apontar soluções e dar validade às propostas sugeridas, inclusive, quanto a fatores organizacionais, envolvendo as questões relativas ao leiaute, ritmo e rotinas de trabalho, visto que a avaliação biomecânica concentra-se nos constrangimentos biomecânicos geralmente relacionados com posturas de trabalho, a avaliação fisiológica em fatores que impactam no esforço, tais como o calor e falta de pausas no trabalho, e a avaliação psicofisica calca na percepção do sujeito quanto à carga de trabalho.

Page generated in 0.0773 seconds