• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 422
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 426
  • 205
  • 199
  • 78
  • 74
  • 57
  • 52
  • 47
  • 41
  • 41
  • 40
  • 33
  • 29
  • 28
  • 24
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Um modelo para inoculantes bacterianos promotores de crescimento vegetal baseado na ecologia da rizosfera

Costa, Pedro Beschoren da January 2016 (has links)
Bactérias de solo interagem com plantas e são componentes chave para saúde e vigor vegetal. As associações e interações naturais de plantas e bactérias podem ser manipuladas pela adição de inoculantes bacterianos, que são de grande interesse para a agricultura. Porém, mesmo linhagens bacterianas eficientes e extensivamente testadas em diferentes condições podem falhar em agir como bactérias promotoras de crescimento vegetal (plant growth promoting bacteria, PGPB) em total eficiência e em todos os casos. Isso ocorre devido às numerosas, e complexas, interações entre a planta, o inoculante, a comunidade bacteriana e o ambiente. Esta tese buscou detectar padrões em interações planta-bactéria, para que o inoculante certo seja adicionado nas condições certas. Usando dados de mais de 2200 estirpes isoladas em diversos projetos de nosso grupo, propusemos um modelo que busca explicar quais características bacterianas seriam selecionadas pela planta em condições pobres ou ricas em nutrientes. O modelo propõe que plantas irão favorecer solubilizadores de fosfato (P), como Burkholderia, em condições pobres em nutrientes, e produtores de hormônio vegetal, como Enterobacter, em condições ricas em nutrientes. Este modelo foi, então, testado em um microcosmo, inoculando Burkholderia e Enterobacter, isoladas e em co-inoculação. Testamos estas estirpes em plantas de arroz, usando solos argilosos ricos e arenosos pobres, em um gradiente de diversidade de diluição-até-extinção. Os resultados mostraram que, como sugerido pelo modelo, Burkholderia era uma melhor PGPB em solos pobres, Enterobacter era uma melhor PGPB em solos ricos, e que a solubilização de P e produção de hormônios vegetais são inversamente correlacionadas. Algumas das previsões do modelo não foram confirmadas, especificamente na quantificação de cada característica nos nichos rizosférico e endofítico. O gradiente de diversidade mostrou que eficiência de PGPB, sobrevivência das linhagens e colonização dos nichos são bastante dependentes da comunidade microbiana inicial. No ultimo capítulo desta tese, uma nova metodologia estatística foi testada, enquanto analisou-se o impacto da inoculação bacteriana nas comunidades rizosféricas em relação a teorias da ecologia de invasão. Apesar de algumas de nossas hipóteses terem sido rejeitadas, elas ainda assim são consideravelmente interessantes, e a nova metodologia pode ser muito útil para pesquisa em PGPB, pois ela facilita comparações de resultados de sequenciamento de nova geração. Nós concluímos esta tese afirmando que o modelo e a metodologia estatística apresentada podem ser muito úteis para pesquisa e aplicação de PGPB. / Soil bacteria greatly interact with plants, and are key components for plant health and vigor. The natural associations and interactions of plant and bacteria can be manipulated by addition of bacterial inoculants, which are of great interest to agriculture. However, even highly efficient bacterial strains extensively tested under diverse conditions might fail to act as plant growth promoting bacteria (PGPB) at full efficiency and at all times. This happens because of the multiple, complex interactions between the plant, the inoculant, the bacterial community and the environment. This thesis aims to detect patterns in plant-bacteria interactions, so that the right inoculant is added at the right conditions. Using data over 2200 strains isolated in several projects from our research group, we raised a model that proposes to explain which bacterial traits would be selected by the plant in nutrient poor or nutrient rich conditions. Our model says that plants will favor P solubilizers, like Burkholderia, in nutrient poor conditions and plant hormone producers, like Enterobacter, in nutrient rich conditions. This model was then tested in a diversity gradient microcosm, inoculating Burkholderia and Enterobacter, as single strains and also co-inoculated. We tested these strains in rice plants, using rich clay soils and poor sandy soils, under a dilution-to-extinction diversity gradient. Results show that, as the model suggested, Burkholderia was a better PGPB in poor soils and Enterobacter was a better PGPB in rich soils, and that P solubilization and production of plant hormones by the bacterial communities are indeed inversely correlated. Some of the predictions of the model were not confirmed, specifically on the display of each trait in the rhizosphere and endosphere niches. The diversity gradient shows that PGPB efficiency, strain survival, and strain niche colonization largely depend on the initial microbial community. On the last chapter of this thesis, we used a novel statistical methodology when analyzing the impact of bacterial inoculation on rhizosphere communities under the assumptions of invasion ecology. Although some of our hypothesis did not hold in this case, they are still interesting to consider, and the novel methodology can be very useful for PGPB research as it facilitates comparisons of next generation sequencing results of a test group and a standard, like a non-inoculated control. We conclude this thesis stating that our model and the statistical methodology presented can be very useful for PGPB research and application.
2

Um modelo para inoculantes bacterianos promotores de crescimento vegetal baseado na ecologia da rizosfera

Costa, Pedro Beschoren da January 2016 (has links)
Bactérias de solo interagem com plantas e são componentes chave para saúde e vigor vegetal. As associações e interações naturais de plantas e bactérias podem ser manipuladas pela adição de inoculantes bacterianos, que são de grande interesse para a agricultura. Porém, mesmo linhagens bacterianas eficientes e extensivamente testadas em diferentes condições podem falhar em agir como bactérias promotoras de crescimento vegetal (plant growth promoting bacteria, PGPB) em total eficiência e em todos os casos. Isso ocorre devido às numerosas, e complexas, interações entre a planta, o inoculante, a comunidade bacteriana e o ambiente. Esta tese buscou detectar padrões em interações planta-bactéria, para que o inoculante certo seja adicionado nas condições certas. Usando dados de mais de 2200 estirpes isoladas em diversos projetos de nosso grupo, propusemos um modelo que busca explicar quais características bacterianas seriam selecionadas pela planta em condições pobres ou ricas em nutrientes. O modelo propõe que plantas irão favorecer solubilizadores de fosfato (P), como Burkholderia, em condições pobres em nutrientes, e produtores de hormônio vegetal, como Enterobacter, em condições ricas em nutrientes. Este modelo foi, então, testado em um microcosmo, inoculando Burkholderia e Enterobacter, isoladas e em co-inoculação. Testamos estas estirpes em plantas de arroz, usando solos argilosos ricos e arenosos pobres, em um gradiente de diversidade de diluição-até-extinção. Os resultados mostraram que, como sugerido pelo modelo, Burkholderia era uma melhor PGPB em solos pobres, Enterobacter era uma melhor PGPB em solos ricos, e que a solubilização de P e produção de hormônios vegetais são inversamente correlacionadas. Algumas das previsões do modelo não foram confirmadas, especificamente na quantificação de cada característica nos nichos rizosférico e endofítico. O gradiente de diversidade mostrou que eficiência de PGPB, sobrevivência das linhagens e colonização dos nichos são bastante dependentes da comunidade microbiana inicial. No ultimo capítulo desta tese, uma nova metodologia estatística foi testada, enquanto analisou-se o impacto da inoculação bacteriana nas comunidades rizosféricas em relação a teorias da ecologia de invasão. Apesar de algumas de nossas hipóteses terem sido rejeitadas, elas ainda assim são consideravelmente interessantes, e a nova metodologia pode ser muito útil para pesquisa em PGPB, pois ela facilita comparações de resultados de sequenciamento de nova geração. Nós concluímos esta tese afirmando que o modelo e a metodologia estatística apresentada podem ser muito úteis para pesquisa e aplicação de PGPB. / Soil bacteria greatly interact with plants, and are key components for plant health and vigor. The natural associations and interactions of plant and bacteria can be manipulated by addition of bacterial inoculants, which are of great interest to agriculture. However, even highly efficient bacterial strains extensively tested under diverse conditions might fail to act as plant growth promoting bacteria (PGPB) at full efficiency and at all times. This happens because of the multiple, complex interactions between the plant, the inoculant, the bacterial community and the environment. This thesis aims to detect patterns in plant-bacteria interactions, so that the right inoculant is added at the right conditions. Using data over 2200 strains isolated in several projects from our research group, we raised a model that proposes to explain which bacterial traits would be selected by the plant in nutrient poor or nutrient rich conditions. Our model says that plants will favor P solubilizers, like Burkholderia, in nutrient poor conditions and plant hormone producers, like Enterobacter, in nutrient rich conditions. This model was then tested in a diversity gradient microcosm, inoculating Burkholderia and Enterobacter, as single strains and also co-inoculated. We tested these strains in rice plants, using rich clay soils and poor sandy soils, under a dilution-to-extinction diversity gradient. Results show that, as the model suggested, Burkholderia was a better PGPB in poor soils and Enterobacter was a better PGPB in rich soils, and that P solubilization and production of plant hormones by the bacterial communities are indeed inversely correlated. Some of the predictions of the model were not confirmed, specifically on the display of each trait in the rhizosphere and endosphere niches. The diversity gradient shows that PGPB efficiency, strain survival, and strain niche colonization largely depend on the initial microbial community. On the last chapter of this thesis, we used a novel statistical methodology when analyzing the impact of bacterial inoculation on rhizosphere communities under the assumptions of invasion ecology. Although some of our hypothesis did not hold in this case, they are still interesting to consider, and the novel methodology can be very useful for PGPB research as it facilitates comparisons of next generation sequencing results of a test group and a standard, like a non-inoculated control. We conclude this thesis stating that our model and the statistical methodology presented can be very useful for PGPB research and application.
3

Um modelo para inoculantes bacterianos promotores de crescimento vegetal baseado na ecologia da rizosfera

Costa, Pedro Beschoren da January 2016 (has links)
Bactérias de solo interagem com plantas e são componentes chave para saúde e vigor vegetal. As associações e interações naturais de plantas e bactérias podem ser manipuladas pela adição de inoculantes bacterianos, que são de grande interesse para a agricultura. Porém, mesmo linhagens bacterianas eficientes e extensivamente testadas em diferentes condições podem falhar em agir como bactérias promotoras de crescimento vegetal (plant growth promoting bacteria, PGPB) em total eficiência e em todos os casos. Isso ocorre devido às numerosas, e complexas, interações entre a planta, o inoculante, a comunidade bacteriana e o ambiente. Esta tese buscou detectar padrões em interações planta-bactéria, para que o inoculante certo seja adicionado nas condições certas. Usando dados de mais de 2200 estirpes isoladas em diversos projetos de nosso grupo, propusemos um modelo que busca explicar quais características bacterianas seriam selecionadas pela planta em condições pobres ou ricas em nutrientes. O modelo propõe que plantas irão favorecer solubilizadores de fosfato (P), como Burkholderia, em condições pobres em nutrientes, e produtores de hormônio vegetal, como Enterobacter, em condições ricas em nutrientes. Este modelo foi, então, testado em um microcosmo, inoculando Burkholderia e Enterobacter, isoladas e em co-inoculação. Testamos estas estirpes em plantas de arroz, usando solos argilosos ricos e arenosos pobres, em um gradiente de diversidade de diluição-até-extinção. Os resultados mostraram que, como sugerido pelo modelo, Burkholderia era uma melhor PGPB em solos pobres, Enterobacter era uma melhor PGPB em solos ricos, e que a solubilização de P e produção de hormônios vegetais são inversamente correlacionadas. Algumas das previsões do modelo não foram confirmadas, especificamente na quantificação de cada característica nos nichos rizosférico e endofítico. O gradiente de diversidade mostrou que eficiência de PGPB, sobrevivência das linhagens e colonização dos nichos são bastante dependentes da comunidade microbiana inicial. No ultimo capítulo desta tese, uma nova metodologia estatística foi testada, enquanto analisou-se o impacto da inoculação bacteriana nas comunidades rizosféricas em relação a teorias da ecologia de invasão. Apesar de algumas de nossas hipóteses terem sido rejeitadas, elas ainda assim são consideravelmente interessantes, e a nova metodologia pode ser muito útil para pesquisa em PGPB, pois ela facilita comparações de resultados de sequenciamento de nova geração. Nós concluímos esta tese afirmando que o modelo e a metodologia estatística apresentada podem ser muito úteis para pesquisa e aplicação de PGPB. / Soil bacteria greatly interact with plants, and are key components for plant health and vigor. The natural associations and interactions of plant and bacteria can be manipulated by addition of bacterial inoculants, which are of great interest to agriculture. However, even highly efficient bacterial strains extensively tested under diverse conditions might fail to act as plant growth promoting bacteria (PGPB) at full efficiency and at all times. This happens because of the multiple, complex interactions between the plant, the inoculant, the bacterial community and the environment. This thesis aims to detect patterns in plant-bacteria interactions, so that the right inoculant is added at the right conditions. Using data over 2200 strains isolated in several projects from our research group, we raised a model that proposes to explain which bacterial traits would be selected by the plant in nutrient poor or nutrient rich conditions. Our model says that plants will favor P solubilizers, like Burkholderia, in nutrient poor conditions and plant hormone producers, like Enterobacter, in nutrient rich conditions. This model was then tested in a diversity gradient microcosm, inoculating Burkholderia and Enterobacter, as single strains and also co-inoculated. We tested these strains in rice plants, using rich clay soils and poor sandy soils, under a dilution-to-extinction diversity gradient. Results show that, as the model suggested, Burkholderia was a better PGPB in poor soils and Enterobacter was a better PGPB in rich soils, and that P solubilization and production of plant hormones by the bacterial communities are indeed inversely correlated. Some of the predictions of the model were not confirmed, specifically on the display of each trait in the rhizosphere and endosphere niches. The diversity gradient shows that PGPB efficiency, strain survival, and strain niche colonization largely depend on the initial microbial community. On the last chapter of this thesis, we used a novel statistical methodology when analyzing the impact of bacterial inoculation on rhizosphere communities under the assumptions of invasion ecology. Although some of our hypothesis did not hold in this case, they are still interesting to consider, and the novel methodology can be very useful for PGPB research as it facilitates comparisons of next generation sequencing results of a test group and a standard, like a non-inoculated control. We conclude this thesis stating that our model and the statistical methodology presented can be very useful for PGPB research and application.
4

Avaliação do custo/beneficio de dois protocolos de desenvolvimento folicular para fertilização in vitro

Hardy, Daniel Gustavo Faundes, 1959- 18 July 2018 (has links)
Orientadores : Luis Bahamondes, Anibal Faundes / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-18T20:17:18Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Hardy_DanielGustavoFaundes_M.pdf: 1217623 bytes, checksum: e4c51c5b5e91f3268c4fcd0503d092d4 (MD5) Previous issue date: 1993 / Resumo: Um dos primeiros passos da Fertilização In Vitro (FIV) é o hiperestímulo ovariano para desenvolvimento folicular. A decisão sobre a escolha de um dos diversos protocolos é difícil, porque os resultados apresentados na literatura são controversos. Considerando obrigação da Universidade avaliar os procedimentos propedêuticos e terapêuticos realizados em suas dependências, foi natural incluir uma análise do custo/benefício no programa de FIV. Para isto foi desenvolvido um estudo descritivo, retrospectivo e comparativo da efetividade e relação custo/benefício de dois protocolos de desenvolvimento folicular, utilizados no Setor de Esterilidade do Departamento de Tocoginecologia da Universidade Estadual de Campinas (DTG/UNICAMP). O primeiro (protocolo 1) utilizou citrato de clomifeno, Gonadotrofina de Mulher Menopausada (hMG) e Gonadotrofina Coriônica Humana (hCG) e o segundo (protocolo 2) usou análogo de Hormônio Liberador de Gonadotrofinas (aGnRH), hMG e hCG. Para esta avaliação utilizaram-se como indicadores o nú-mero de folículos maiores ou iguais a 15mm, oócitos recuperados, embriões obtidos, embriôes transferidos e ciclos com transferência. Para a relação custo/benefício utilizou-se o custo dos medicamentos e três hipóteses para o valor estimado das ecografias, dosagens hormonais, coleta de oócitos, laboratório de FIV e transferência de embriões: 500, 2000 e 5000 dólares americanos (US$). O protocolo 2 foi mais eficaz na obtenção de todos os indicadores por ciclo e teve um custo médio menor para os indicadores avaliados quando considerado o valor dos procedimentos. Com a hipótese de US$ 500 para estes procedimentos, os ciclos com transferência tiveram um custo médio menor no protocolo 1. Porém, este teve uma média de embriões transferidos de 1,5 por ciclo, enquanto que no protocolo 2 a média foi de 3,9. visto que um maior número de embriões transferidos aumenta até mais de três vezes a probabilidade de gravidez, concluimos que o protocolo 2 apresentou uma relação custo/beneficio melhor que o protocolo 1. / Abstract: In vitro Fertilization (IVF) is a modern technique used for The treatment of infertile couples. Ovarian follicle hyperstimulation, which can be achieved by different protocols, is one of the steps in this technique. Which protocol to use is a difficult decision because the results published on these protocols are controversial. It is considered an obligation of the University to evaluate the different propedeutic and therapeutic procedures used in its facilities and it was natural to do so with the IVF program, including acostjeffective analysis. Adescriptive, retrospective and comparative study was developed to compare effectiveness and costjeffectiveness of two ovulation induction protocols, used in the IVF cases treated at the Infertility Clinic of the Department of Obstetrics and Gynecology of the State University of Campinas, in the period of May 1991 through April 1993. Protocol 1 used Clomiphene citrate (CC), Human Menopausal Gonadotropin (hMG) and Human Chorionic Gonadotropin (hCG) 'and protocol 2 used Gonadotropin Releasing Hormone analogue (aGnRH), hMG and hCG. For the evaluations we used as indicators follicles measuring 15mm or more, oocytes recovered, embryos obtained, embryos transferred and cycles with embryo transfere The effectiveness was evaluated by the mean frequency that these indicators presented in each protocol per cycle. The cost-effective relationship was initially evaluated using only the cost of the drugs, later adding to the initial numbers one of three hypothetical values for the additional costs, 500, 2,000 and 5,000 American dollars (US$). These costs were related to the sum of the individual cost of the ultrasound examination, hormonal dosage, oocyte retrieval, IVF laboratory and embryo transfere The study groups were similar regarding the age of the women and their partners, time of infertility, type of infertility, and statistically different in that tubal factor was more frequent in protocol 2 and male factor in protocol 1. The male factor is considered important for the fertilization rate and was similar for both protocols. Protocol 2 showed higher efficacy for alI the indicators by cycle. For the initial evaluation, using only the drugs cost, protocol 1 presented a lower mean cost for alI the indicators, but protocols 2 presented a lower mean cost for the same indicators when the additional cost was added to the evaluation. Using the hypothetical value of US$ 500 for the additional costs, cycles with embryo transfer presented a lower mean cost in protocol 1. On the other hand, the number of transferred embryos was 1.5 and 3.9 for protocol 1 and 2 respecti vely. As a greater number of embryos per transfer enhances the probability of pregnancy, we concluded that protocol 2 presented a better costjeffective rate than protocol 1. / Mestrado / Mestre em Ciências Médicas
5

Biologia reprodutiva e polinização de Palicourea rigida H.B.K. (Rubiaceae)

Silva, Ana Palmira January 1995 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Botânica, 1995. / Submitted by Érika Rayanne Carvalho (carvalho.erika@ymail.com) on 2009-09-17T02:34:52Z No. of bitstreams: 1 Dissert_AnaPalmiraSilva.pdf: 4941578 bytes, checksum: 980072d5f95ce5dec6e01d8a128d622b (MD5) / Approved for entry into archive by Luanna Maia(luanna@bce.unb.br) on 2009-09-17T13:10:04Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissert_AnaPalmiraSilva.pdf: 4941578 bytes, checksum: 980072d5f95ce5dec6e01d8a128d622b (MD5) / Made available in DSpace on 2009-09-17T13:10:04Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissert_AnaPalmiraSilva.pdf: 4941578 bytes, checksum: 980072d5f95ce5dec6e01d8a128d622b (MD5) Previous issue date: 1995 / O sistema reprodutivo de Palicourea rigida H.B.K. (Rubiaceae) foi investigado em uma população reprodutiva em área de campo cerrado na Fazenda Água Limpa (UnB), de agosto de 1993 a abril de 1995. A espécie é distílica, com plantas longistiladas e brevistiladas em uma mesma população na proporção 2:1. Suas flores apresentam dimorfismo no comprimento dos estiletes e estames, na forma e tamanho do estigma e no diâmetro dos grãos de pólen. As flores longistiladas possuem estiletes e grãos de pólen maiores, estigma e filetes maiores que os de brevistiladas.Testes experimentais de polinização evidenciaram que P. rigida possui incompatibilidade heteromórfica. Estigmas e estiletes foram observados ao microscópio de fluorescência em diferentes intervalos de tempo após polinizações legítimas, ilegítimas e auto-polinizações. Ocorre variação intermórfica do sítio de rejeição ao pólen incompatível. Registrou-se inibição ao crescimento de tubos polínicos após cruzamentos ilegítimos e autopolinizações na região estigmática de flores brevistiladas e na porção estilar basal de longistiladas. Estudos de fenologia, biologia floral e polinização de P. rigida também foram realizados. A espécie tem floração sazonal com dois ciclos anuais de diferentes intensidades, o principal deles ocorrendo durante a estação chuvosa. Suas inflorescências são tirsóideas e terminais. As flores são tubulares, de base gibosa. Possuem um disco nectarífero acima do ovário e nectários circunflorais na superfície externa da corola em forma de tricomas glandulares. A atração visual é exercida indistintamente pelas morfas especialmente por meio da variabilidade cromática das inflorescências, que se estende das hastes até os verticilos florais internos. P. rigida é polinizada principalmente por Colibri serrirostris, beija-flor com comportamento fortemente territorial. Os polinizadores adicionais são outras espécies debeija-flor, abelhas e lepidópteros. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT / The breeding system of Palicourea rigida H.B.K. (Rubiaceae) was investigated in a reproductive population, from August 1993 to April 1995, in open savanna, “campo cerrado” (Fazenda Água Limpa - Field Station of the University of Brasília, Brazil). The taxon is heterostyled with pin and thrum flowers occurring in separate plants. The two floral morphs occur in a 2:1 ratio. Floral dimorphism was observed in style and stamen length, stigma shape and size, and pollen grain diameter. In pin flowers the style and pollen grains are bigger and the stigma and filaments are smaller than in thrum flowers. Experimental tests showed that P. rigida presents heteromorphic incompatibility. Styles and stigmas were observed at different time intervals following legitimate, illegitimate and auto-pollination. Fluorescence microscopy indicated intermorphic variation in the location of the incompatibility barrier, which was at the base of the style of pin flowers and in the stigma for thrum flowers. Phenological, floral biology and pollination studies were also carried out. P. rigida flowers twice a year. The main flowering period is in the rainy season. The inflorescences were thyrsoid and terminal. The visual attraction is colour variation presented by inflorescences and flowers. The flowers were tubular and gibbous. A nectariferous disk surrounds the base of the style, above the ovary. Circum-floral (secreting hairs) nectaries occur in the external epidermis of the corolla P. rigida is mainly pollinated by Colibri serrirostris, a territorial hummingbird. The additional pollinators were other hummingbird species, bees, moths and butterflies.
6

Isolamento e caracterização de bactérias promotoras de crescimento vegetal de lavouras experimentais de arroz sob diferentes níveis de fertilização

Costa, Pedro Beschoren da January 2012 (has links)
A fertilização química é amplamente utilizada para aumento da produtividade de plantações, mas sua produção e uso levaram a severos danos ambientais. Para reduzir o uso de fertilizantes, pode-se fazer uso de bactérias promotoras de crescimento vegetal (Plant Growth Promoting Rhizobacteria, PGPR), que são bactérias associadas a plantas e que melhoram a sua saúde, tamanho e produtividade através de vários mecanismos. A eficiência das PGPR sabidamente flutua com as condições ambientais; porém, há poucos estudos abordando os efeitos da fertilização química nas características de promoção de crescimento dessas bactérias. Neste trabalho foram analisados os efeitos da fertilização a longo prazo na diversidade de 190 linhagens bacterianas isoladas do solo rizosférico e de raízes de arroz, além da ocorrência e níveis de expressão de algumas características de promoção de crescimento vegetal. Os resultados obtidos demonstraram que a fertilização tem pequeno efeito na diversidade bacteriana, mas um grande efeito nas habilidades de solubilização de fosfato e produção de compostos indólicos. Propõe-se que, em condições de ausência de nutrientes, as plantas selecionam bactérias que apresentem boa capacidade de solubilização de fosfato para uma íntima associação com suas raízes, ao invés de bactérias que sejam boas produtoras de compostos indólicos. Quando em condições de disponibilidade moderada de nutrientes as plantas selecionam bactérias que sejam boas produtoras de compostos indólicos, ao invés de boas solubilizadoras de fosfato. Em condições de abundância de nutrientes essa preferência seletiva parece estar desativada. Após sete linhagens bacterianas terem sido testadas para promoção de crescimento vegetal in vivo de arroz em casa de vegetação, as previsões descritas acima foram avaliadas em um experimento a campo. De fato observou-se que bactérias eficientes em solubilizar fosfato promoveram o crescimento das plantas apenas em condições limitadas de nutrientes e que bactérias produtoras de compostos indólicos promoveram o crescimento vegetal apenas em condições de disponibilidade moderada de nutrientes. Quando a disponibilidade de nutrientes foi abundante, a solubilização de fosfato e a produção de compostos indólicos não foram fatores chave para promover o crescimento vegetal. Essas observações podem ser utilizadas para uma prospecção direcionada de PGPRs e seleção antecipada de candidatas à promoção de crescimento vegetal, de acordo com as necessidades da planta e os interesses dos agricultores. / Chemical fertilization is widely used for increased crop productivity, but its production and use lead to serious environmental damage. To reduce the use of fertilizers, one can make use of plant growth promoting rhizobacteria (PGPR), which are plant-associated bacteria that increase plant health, size and yield through various mechanisms. PGPR effectiveness is known to fluctuate with environmental conditions; however, studies regarding the effect of chemical fertilization on plant growth promoting (PGP) traits of PGPR are scarce. In this work, the effects of long-term fertilization on the diazotrophic diversity, occurrence and expression levels of PGP traits from 190 bacterial strains isolated from rhizospheric soil and roots of rice were analyzed. We found that fertilization had a limited effect on diversity but had a major effect on phosphate solubilization and indolic compounds (IC) production abilities. We propose that plants select bacteria that present good phosphate solubilization ability for intimate root association in lieu of good IC production under nutrient-poor conditions and select good IC producers in lieu of good phosphate solubilizers under nutrient-moderate conditions. In nutrient-rich conditions, this selection preference seems to be deactivated. After testing seven selected isolates for effective in vivo plant growth promotion in greenhouse conditions, our predictions were tested in the field. We found that good phosphate solubilizers only promoted growth at nutrient-poor conditions and that good IC producers only promoted growth at nutrient-moderate conditions. In nutrient-rich conditions, phosphate solubilization and IC production were not key factors to promote plant growth. These findings may be used for directed PGPR prospection and anticipated PGPR candidate selection, according to plant needs and farmer interests.
7

Produção de mudas de espécies ornamentais em substratos a base de resíduos agroindustriais e agropecuários / Production of ornamental species in substrates based on agricultural residues

Araújo, Daniel Barbosa January 2010 (has links)
ARAÚJO, Daniel Barbosa. Produção de mudas de espécies ornamentais em substratos a base de resíduos agroindustriais e agropecuários. 2010. 72 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia - Solos e Nutrição de Plantas)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2010. / Submitted by Jairo Viana (jairo@ufc.br) on 2017-02-08T22:32:00Z No. of bitstreams: 1 2010_dis_dbaraujo.pdf: 1365131 bytes, checksum: 90950bf1924e3ce0f8d288add5ccee17 (MD5) / Approved for entry into archive by Jairo Viana (jairo@ufc.br) on 2017-02-09T17:30:14Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dis_dbaraujo.pdf: 1365131 bytes, checksum: 90950bf1924e3ce0f8d288add5ccee17 (MD5) / Made available in DSpace on 2017-02-09T17:30:14Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dis_dbaraujo.pdf: 1365131 bytes, checksum: 90950bf1924e3ce0f8d288add5ccee17 (MD5) Previous issue date: 2010 / Among the main technologies used in seedling production, stand out from the substrate type and volume of container. Currently the use of residues in a substrate constitutes a form of recycling these materials. The im of this study was to test eleven substrates and two types of containers in seedling production of Tagetes patula, Vinca and ornamental pepper. The substrates were formulated with compost CEASA waste + cattle anure (compound 01), CEASA waste + poultry manure litter (compound 02), bagasse-cane + cattle manure (compound 03), sugarcane bagasse sugar + poultry manure litter (compound 04), shell powder, coconut green and carnauba. The experiment was conducted in greenhouse and substrates were: S1: 01 + composite powder of green coconut + bagan (1:1:1, v / v) S2: 01 + consists of coconut powder (1:2 , v / v), S3: 01 + compound carnauba (1:2, v / v) S4: 02 + composite powder + coconut bagan (1:1:1, v / v) S5: compound 02 + coconut powder (1:2, v / v) S6: 02 + compound carnauba (1:2, v / v), S7: 03 + consists of coconut powder (1:1, v / v) S8: composed 2003 + carnauba (1:1, v / v) S9: + 04 composed of coconut powder (1:1, v / v) S10: composed 2004 + carnauba (1 : 1, v / v) and S11: commercial substrate. The containers used were plastic trays with 162 (30ml/célula) and 200 cells (18ml/célula) respectively. In general, the best results amoung the cultures studied were observed in the substrates formulated with waxpalm with any of the compounds used. The trays with cells of 18 ml produced seedlings of Tagetes Patula in quality, unlike the Vinca seedlings where found the best results in the volume of 30ml, and the ornamental pepper plants did not observe influence of the volume of container. / Dentre as principais tecnologias utilizadas na produção de mudas, destacam-se o tipo de substrato e o volume de recipiente. Atualmente o uso de residuos na formulação de substratos constitui-se uma das formas de reaproveitamento desses materiais. O objetivo desse trabalho foi testar onze substratos e dois tipos de recipientes na produção de mudas de Tagetes patula, Vinca e Pimenta ornamental. Os substratos foram formulados com composto de resíduos de CEASA + esterco bovino (composto 01), resíduos de CEASA + cama de frango (composto 02), bagaço de cana-de-açúcar + esterco bovino (composto 03), bagaço de cana-de-açúcar + cama de frango (composto 04), pó da casca de coco verde e bagana de carnaúba. O experimento foi conduzido em casa de vegetação e os substratos testados foram: S1: composto 01 + pó de coco verde + bagana (1:1:1; v/v); S2: composto 01 + pó de coco verde (1:2; v/v); S3: composto 01 + bagana de carnaúba (1:2; v/v); S4: composto 02 + pó de coco verde + bagana (1:1:1; v/v); S5: composto 02 + pó de coco verde (1:2; v/v); S6: composto 02 + bagana de carnaúba (1:2; v/v); S7: composto 03 + pó de coco verde (1:1; v/v); S8: composto 03 + bagana de carnaúba (1:1; v/v); S9: composto 04 + pó de coco verde (1:1; v/v); S10: composto 04 + bagana de carnaúba (1:1; v/v) e S11: substrato comercial. Os recipientes testados foram bandejas plásticas com 162 (30ml/célula) e 200 células (18ml/célula) respectivamente. Em geral, os melhores resultados dentre as culturas estudadas foram observados nos substratos formulados a base de bagana de carnaúba com qualquer um dos compostos utilizados. As bandejas com células de 18 ml produziram mudas de qualidade em Tagetes patula, ao contrário das mudas de Vinca onde se verificou os melhores resultados no volume de 30ml, e nas mudas de Pimenta ornamental não se observou influencia do volume de recipiente.
8

Efetividade da utilização de incubadoras de CO2 equipadas com filtro Hepa e filtro Hepa-Voc para cultivo de embriões em ciclos de fertilização in Vitro / Effectiveness of using CO2 Incubators equipped with HEPA filters and HEPA-you for cultivation of embryos in IVF cycles

Freitas, Tulius Augusto Ferreira de January 2010 (has links)
FREITAS, Tulius Augusto Ferreira de. Efetividade da utilização de incubadoras de CO2 equipadas com filtro Hepa e filtro Hepa-Voc para cultivo de embriões em ciclos de fertilização in vitro. 2010. 55 f. Dissertação (Mestrado em Tocoginecologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2010. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2013-12-26T13:42:40Z No. of bitstreams: 1 2010_dis_taffreitas.pdf: 995108 bytes, checksum: 44d11e782e1718f7977bb12a14103b0e (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2013-12-26T13:46:17Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dis_taffreitas.pdf: 995108 bytes, checksum: 44d11e782e1718f7977bb12a14103b0e (MD5) / Made available in DSpace on 2013-12-26T13:46:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dis_taffreitas.pdf: 995108 bytes, checksum: 44d11e782e1718f7977bb12a14103b0e (MD5) Previous issue date: 2010 / ntroduction and objectives. The air quality in sterile environment is an important aspect to cell culture. It is known the culture conditions are essential for in vitro human embryo development; however there is no standardization for incubator filters in in vitro fertilization (IVF) laboratories. Recently, the incubator air quality has been receiving attention, and effect of volatile organic compounds (VOC) has being highlighted. The aim of this study was to evaluate the laboratorial outcomes of IVF cycles with embryo culture using CO2 incubators with the HEPA filter for air particles and a high efficiency VOC filter with activated coal. Material and methods. This is an observational prospective controlled study which included 160 IVF cycles at Human Reproduction Clinic CRIAR between 2008 January and 2009 September. The cycles were matched to patient age, infertility etiology, pituitary desensitization protocol, and semen origin and quality. Thirty five cycles were compared in which the embryos were cultured in CO2 incubator with HEPA filter (HEPA group) and 35 cycles where a CO2 incubator with VOC filter was used for embryos cultures (VOC group). Results. The groups were similar for general characteristics of IVF cycles. We did not observed differences about normal fertilization and embryo cleavage rates. On the other side, the proportion of high quality embryos (grade A) was higher on VOC group (50.8%) than HEPA group (35.7%; p=0.05). Conclusions. IVF cycles using CO2 incubator with VOC filter for embryo culture results in a increased high quality embryos rate, those with high implantation potential. / Introdução e objetivos. A qualidade do ar em um ambiente estéril é um aspecto de grande importância para a cultura celular. Apesar de a condição da cultura ser um fator preponderante para o desenvolvimento de embriões in vitro, não há uma padronização dos filtros utilizados nas incubadoras dos laboratórios de fertilização in vitro (FIV). Nos últimos anos, a qualidade do ar nas incubadoras de cultura embrionária vem recebendo maior atenção, e o papel dos compostos orgânicos voláteis (VOC) é um item em destaque. O objetivo deste estudo foi avaliar os resultados laboratoriais de ciclos de FIV, utilizando incubadoras de CO2 para cultura de embriões com o filtro HEPA para partículas de ar e filtro VOC de alta eficiência com carvão ativado. Materiais e métodos. Este trabalho consiste de um estudo observacional prospectivo, incluindo 160 ciclos de FIV realizados na Clínica de Reprodução Humana CRIAR, de janeiro de 2008 a setembro de 2009. Os ciclos foram pareados de acordo com a idade da paciente, fator de infertilidade, protocolo de bloqueio hipofisário e origem e qualidade do sêmen utilizado. Trinta e cinco (35) ciclos nos quais os embriões foram cultivados em incubadora de CO2 equipada com filtro HEPA (grupo HEPA) e 35 ciclos cujos embriões foram cultivados em incubadora de CO2 equipada com filtro VOC (grupo VOC) foram comparados. Resultados. Os grupos foram semelhantes em relação aos aspectos gerais dos ciclos de FIV. Não foram observadas diferenças entre os grupos quando avaliadas as taxas de fertilização normal e clivagem embrionária. À proporção de embriões de alta qualidade (grau A), entretanto, foi maior no grupo VOC (50,8%) comparado ao grupo HEPA (35,7%; p=0,05). Conclusões. Ciclos de FIV utilizando incubadoras de CO2 equipadas com sistema de filtragem de ar do tipo VOC para cultivo embrionário resultam, em maior taxa de embriões grau A, ou seja, aqueles com maior potencial de implantação.
9

Influência do fotoperíodo artificial na produção de oócitos e competência no desenvolvimento embrionário em cabras (Capra hircus-Linnaeus-1758) estimuladas com FSH-ov no anestro estacional

Monreal, Antônio Carlos Duenhas [UNESP] January 2003 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:12Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2003Bitstream added on 2014-06-13T19:05:30Z : No. of bitstreams: 1 monreal_acd_dr_botfmvz.pdf: 1335046 bytes, checksum: 3c69eade80331bf5cd53339d7c048bf3 (MD5) / Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) / Os caprinos foram os primeiros animais a serem domesticados pelo homen. Desses animais produz-se carne, leite, seus derivados, pele e pêlos. O fotoperíodo artificial tem sido utilizado apenas na sincronização de estros em caprinos. Atualmente, os caprinos ganharam importância mundial pela produção de animais transgênicos produzidos por FIV (fertilização“in vitro”). As concentrações plasmáticas de progesterona, cortisol e melatonina, durante a superestimulação ovariana na estação reprodutiva e anestro estacional ainda não foram avaliadas, bem como a influência do fotoperíodo artificial na melhora da produção de oócitos. Sendo assim, os objetivos deste estudo foram avaliar se o fotoperíodo artificial empregado em cabras (120 luxes/45 dias/20 h), melhora a produção e desenvolvimento dos oócitos caprinos no período de estação reprodutiva e anestro estacional, verificar as concentrações plasmáticas de progesterona, cortisol e melatonina durante a superestimulação ovariana e quatro dias após o processo cirúrgico para colheita dos oócitos por laparotomia. Foram utilizadas 31 cabras Alpinas, distribuídas em cinco grupos, avaliando o fotoperíodo natural e artificial, sêmen fresco e congelado e heparina (200μg/mL) na capacitação espermática. Foram obtidos 720 oócitos e sete blastocistos (cinco do G3- fotoperíodo natural e dois no G2 –fotoperíodo artificial, ambos durante o anestro estacional)... . / Goats were the first animals to be domesticated by man. From these animals meat, milk, its byproducts, skin and fur are obtained. Artificial photoperiod has been used only in the synchronization of estrus in goats. Currently, goats have gained world-wide importance for the production of transgenic animals obtained by IVF (in-vitro fertilization). Plasmatic concentrations of progesterone, cortisol and melatonin, during ovarian superstimulation in the reproductive season and seasonal anestrus, or the influence of artificial photoperiod in the improvement of the production of oocytes have not yet been evaluated. Thus, the objectives of this study were to evaluate if the artificial photoperiod used in goats (120 lux/45 days/20 h), improves the production and development of goat oocytes in the reproductive seasonal period and anestrus, to verify the plasmatic concentrations of progesterone, cortisol and melatonin during ovarian superstimulation and four days after the surgical process for removal of oocytes for laparotomy. 31 Alpine goats were used, distributed into five groups, evaluating natural photoperiod and artificial, fresh and frozen semen and heparin (200æg/mL) in sperm qualification. 720 oocytes and seven blastocysts were obtained (five from the natural G3- photoperiod and two in the G2 artificial photoperiod, both during seasonal anestrus). There was no statistical difference among the groups. The plasmatic concentrations of progesterone varied during ovarian superstimulation (p<0,05) during the whole period studied, in the season and in the anestrus season. There were statistical differences in the plasmatic concentrations of cortisol (p<0,05), in the reproductive season and in the anestrus season, however the G2 (artificial photoperiod) presented intermediate hormone concentrations of cortisol between the control group and the G3 (natural photoperiod + surgery)... (Complete abstract, click electronic address below).
10

Influência do fotoperíodo artificial na produção de oócitos e competência no desenvolvimento embrionário em cabras (Capra hircus-Linnaeus-1758) estimuladas com FSH-ov no anestro estacional /

Monreal, Antônio Carlos Duenhas. January 2003 (has links)
Orientador : Gilson Hélio Toniollo / Resumo: Os caprinos foram os primeiros animais a serem domesticados pelo homen. Desses animais produz-se carne, leite, seus derivados, pele e pêlos. O fotoperíodo artificial tem sido utilizado apenas na sincronização de estros em caprinos. Atualmente, os caprinos ganharam importância mundial pela produção de animais transgênicos produzidos por FIV (fertilização"in vitro"). As concentrações plasmáticas de progesterona, cortisol e melatonina, durante a superestimulação ovariana na estação reprodutiva e anestro estacional ainda não foram avaliadas, bem como a influência do fotoperíodo artificial na melhora da produção de oócitos. Sendo assim, os objetivos deste estudo foram avaliar se o fotoperíodo artificial empregado em cabras (120 luxes/45 dias/20 h), melhora a produção e desenvolvimento dos oócitos caprinos no período de estação reprodutiva e anestro estacional, verificar as concentrações plasmáticas de progesterona, cortisol e melatonina durante a superestimulação ovariana e quatro dias após o processo cirúrgico para colheita dos oócitos por laparotomia. Foram utilizadas 31 cabras Alpinas, distribuídas em cinco grupos, avaliando o fotoperíodo natural e artificial, sêmen fresco e congelado e heparina (200μg/mL) na capacitação espermática. Foram obtidos 720 oócitos e sete blastocistos (cinco do G3- fotoperíodo natural e dois no G2 -fotoperíodo artificial, ambos durante o anestro estacional)... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo). / Abstract: Goats were the first animals to be domesticated by man. From these animals meat, milk, its byproducts, skin and fur are obtained. Artificial photoperiod has been used only in the synchronization of estrus in goats. Currently, goats have gained world-wide importance for the production of transgenic animals obtained by IVF ("in-vitro" fertilization). Plasmatic concentrations of progesterone, cortisol and melatonin, during ovarian superstimulation in the reproductive season and seasonal anestrus, or the influence of artificial photoperiod in the improvement of the production of oocytes have not yet been evaluated. Thus, the objectives of this study were to evaluate if the artificial photoperiod used in goats (120 lux/45 days/20 h), improves the production and development of goat oocytes in the reproductive seasonal period and anestrus, to verify the plasmatic concentrations of progesterone, cortisol and melatonin during ovarian superstimulation and four days after the surgical process for removal of oocytes for laparotomy. 31 Alpine goats were used, distributed into five groups, evaluating natural photoperiod and artificial, fresh and frozen semen and heparin (200æg/mL) in sperm qualification. 720 oocytes and seven blastocysts were obtained (five from the natural G3- photoperiod and two in the G2 artificial photoperiod, both during seasonal anestrus). There was no statistical difference among the groups. The plasmatic concentrations of progesterone varied during ovarian superstimulation (p<0,05) during the whole period studied, in the season and in the anestrus season. There were statistical differences in the plasmatic concentrations of cortisol (p<0,05), in the reproductive season and in the anestrus season, however the G2 (artificial photoperiod) presented intermediate hormone concentrations of cortisol between the control group and the G3 (natural photoperiod + surgery)... (Complete abstract, click electronic address below). / Doutor

Page generated in 0.0826 seconds