• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 295
  • 10
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 308
  • 74
  • 74
  • 74
  • 47
  • 39
  • 36
  • 36
  • 34
  • 34
  • 33
  • 29
  • 29
  • 21
  • 21
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Inibição da replicação do vírus da leucemia felina (FELV) em células cronicamente infectadas através da utilização de RNA de interferência

Ornelas, Sócrates Souza 12 January 2012 (has links)
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Programa de Pós-Graduação em Patologia Molecular, 2012. / Submitted by Alaíde Gonçalves dos Santos (alaide@unb.br) on 2012-10-03T15:21:07Z No. of bitstreams: 1 2012_SocratesSouzaOrnelas.pdf: 2352298 bytes, checksum: 189e074b1e0d80a6a591c19e4e39da32 (MD5) / Approved for entry into archive by Guimaraes Jacqueline(jacqueline.guimaraes@bce.unb.br) on 2012-10-04T11:57:13Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_SocratesSouzaOrnelas.pdf: 2352298 bytes, checksum: 189e074b1e0d80a6a591c19e4e39da32 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-10-04T11:57:13Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_SocratesSouzaOrnelas.pdf: 2352298 bytes, checksum: 189e074b1e0d80a6a591c19e4e39da32 (MD5) / O Vírus da Leucemia Felina (FeLV), isolado inicialmente em 1964, corresponde a um retrovírus patogênico, endêmico entre gatos domésticos, que ocasiona uma séria doença entre estes animais. O mecanismo de interferência por RNA, RNA de interferência (RNAi) é um processo no qual moléculas de ácido ribonucléico (RNAs) de dupla fita (dsRNA) induzem a degradação pós-transcricional do RNA mensageiro homólogo, de forma sequência-específica. Até o presente, o RNAi tem se apresentado como ferramenta molecular em potencial para estratégias de tratamento de várias doenças por meio da inibição da expressão de proteínas ou peptídeos desejados. Este estudo se empenhou na aplicação da tecnologia do RNAi na inibição da replicação do FeLV. Examinou-se o efeito da transferência e expressão de pequenos fragmentos de RNA com dobramento na extremidade (shRNA) contra a expressão da proteína p27 e a replicação de FeLV em linhagem de células T cronicamente infectadas com FeLV (3201-EECC), via vetores de expressão de RNAi. A proteína p27 é produzida via expressão do gene gag de FeLV, sendo componente molecular do nucleocapsídeo viral. Esta proteína pode ser encontrada em grande abundância em células sanguíneas infectadas ou de forma solúvel no plasma e soro de gatos virêmicos. Três shRNAs homólogos ao gene gag de FeLV foram sintetizados, clonados e transfectados em linhagens de células fibroblásticas felinas (CrFK), expressando FeLV. A expressão desses shRNAs conseguiram diminuir de forma eficiente a expressão da proteína p27 e, consequentemente, reduziram a replicação viral em linhagem de célula T cronicamente infectada (3201-EECC). A expressão de shRNA contra o gene gag de FeLV mostrou redução dos níveis de p27 e da replicação viral nas linhagens celulares, 3201-EECC e CrFK. Esses resultados fornecem informações importantes para futuro desenvolvimento de estratégias de terapia gênica no controle das infecções por FeLV e infecções retrovirais relacionadas. _______________________________________________________________________________________ ABSTRACT / Feline Leukemia Virus (FeLV) is a pathogenic retrovirus endemic among domestic cats remaining an important disease since its discovery in 1964. RNA interference (RNAi) is a process in which double-stranded RNA induces the post-transcriptional sequence-specific degradation of homologous messenger RNA. At present, RNAi technology regarded as a potential strategy for the treatment of various diseases as it can be used to inhibit the expression of desired peptides/proteins. The present study aimed to apply the RNAi technology to inhibit the replication of FeLV. We examined the effect of vector-mediated transfer and expression of FeLV specific short hairpin RNA (shRNA) against p27 protein expression and replication of FeLV in a feline T-cell line chronically infected with FeLV (3201-EECC). Three shRNA homologous to the FeLV gag gene synthesized, cloned and transfected into a feline fibroblastic cell line (CrFK) expressing FeLV, efficiently reduced FeLV p27 protein expression, consequently decreased and inhibited the viral replication in a chronically FeLV infected feline T-cell line (3201-EECC). The p27 protein is a structural component of the inner viral core. This protein can be found in great abundance in infected blood cells and in soluble form in plasma and serum of viremic cats. The expression of shRNA against FeLV gag gene showed to markedly lower p27 levels and viral replication in both cell lines, 3201-EECC and CrFK. These results provide useful information to pave the road for the development of gene therapy strategy to control FeLV and related pathogenic retroviruses infection in the future
2

Estudo da ocorrência da infecção por Hepatozoon sp. em gatos domésticos de Brasília e regiões periurbanas

Zanani, Nathália Salgado 02 June 2015 (has links)
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Saúde Animal, 2015. / Submitted by Raquel Viana (raquelviana@bce.unb.br) on 2015-11-03T16:30:20Z No. of bitstreams: 1 2015_NatháliaSalgadoZanani.pdf: 1154297 bytes, checksum: c6d4caa615e51b98c00a8979df2ea79b (MD5) / Approved for entry into archive by Patrícia Nunes da Silva(patricia@bce.unb.br) on 2015-12-04T13:08:38Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_NatháliaSalgadoZanani.pdf: 1154297 bytes, checksum: c6d4caa615e51b98c00a8979df2ea79b (MD5) / Made available in DSpace on 2015-12-04T13:08:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_NatháliaSalgadoZanani.pdf: 1154297 bytes, checksum: c6d4caa615e51b98c00a8979df2ea79b (MD5) / O Hepatozoon sp., pertencente ao filo Apicomplexa, afeta tanto vertebrados quanto invertebrados hematófagos. Nos felinos domésticos, as formas de transmissão, assim como os vetores envolvidos ainda não foram esclarecidos. No primeiro capítulo determinou-se ocorrência da infecção da Hepatozoonose em felinos de diversas localidades do Distrito Federal, utilizando técnicas moleculares para diagnóstico da doença e caracterização da espécie do parasita. No segundo capítulo relatou-se um caso clínico de um felino atendido no Hospital Veterinário da Universidade de Brasília que apresentou alterações clínicas, laboratoriais e anatomopatológicas da Hepatozoonose, posteriormente diagnosticada.
3

Efeitos do cloridrato de remifentanil, administrado em infusão contínua, na concentração alveolar mínima(CAM) de isofluorano em felinos /

Ferreira, Tatiana Henriques. January 2008 (has links)
Orientador: Antonio José de Araújo Aguiar / Banca: Stelio Pacca Loureiro Luna / Banca: Silvia Renata Gaido Cortopassi / Resumo: A concentração alveolar mínima (CAM), o índice de potência de anestésicos inalatórios mais utilizado na literatura médica, tem sido utilizada para avaliar a eficácia analgésica de diversos opióides, permitindo a comparação entre eles. O objetivo deste estudo foi determinar os efeitos de três doses de remifentanil (0,25, 0,5 e 1,0 µg.kg-1.min-1), administradas em infusão intravenosa contínua, na CAM de isofluorano em gatos. Foram utilizados seis felinos hígidos, adultos sem raça definida. O estudo foi dividido em duas fases com intervalo mínimo de 10 dias. Na primeira, foram determinados os valores de CAM individuais dos animais (CAMbasal). Na segunda fase, a CAM durante cada dose de remifentanil realizadas em ordem crescentes foi determinada. Antes de cada determinação nas doses de remifentanil utilizadas foi permitido um tempo de 30 minutos de infusão contínua. Um período de 15 minutos com apenas infusão de ringer lactato foi realizada após cada infusão de remifentanil. E finalmente, após a última dose de remifentanil, uma outra determinação de CAM de isofluorano foi realizada (CAMcontrole). Os valores de ETCO2, ETISO, temperatura corporal, FC, PAS foram registrados imediatamente antes de cada determinação de CAM. Amostras de sangue venoso para análise hemogasométrica foram colhidas nos mesmos momentos. As CAMbasal e CAMcontrole foram respectivamente, 1,85 ± 0,09 e 1,70 ± 0,23. As doses crescentes de remifentanil utilizadas significativamente reduziram a CAMbasal em 23.4 ± 7.9%, 29.8 ± 8.3% and 26.0 ± 9.4%, respectivamente. As infusões de remifentanil promoveram significativa redução na CAM de isofluorano em gatos, alcançando um efeito-teto desde a dose mais baixa. / Abstract: Minimum alveolar concentration (MAC), which is considered the potency index of inhaled anesthetics, has been extensively used to evaluate the analgesic efficacy of many opioids, permitting comparisons among them. The aim of this study was to evaluate the effects of ascending doses of CRI of remifentanil on the MAC of isoflurane in cats. Six healthy adult cross-breed cats. Study was completed using the cats on two occasions within a 2 week interval. For each study day, anesthesia was induced and maintained with isoflurane, instrumented with a catheter in a cephalic vein for the administration of lactated Ringer's solution or remifentanil CRIs and a jugular catheter for collection of blood gases. On the first study day, individual basal MAC (MACbasal) was determined. Two weeks later, MAC was determined for three remifentanil CRI doses (0.25 [MACR0.25], 0.5 [MACR0.5], and 1.0 [MACR1.0] µg/kg/min) administered in ascending order. At least 30 minutes of CRI were allowed before MAC determinations for each dose. A 15-minute wash out period was allowed after each CRI and subsequent doses. A control MAC (MACcontrol) was determined after the last remifentanil dose. MACbasal and MACcontrol values were 1.85 ± 0.09% and 1.70 ± 0.23%, respectively and not significantly different. MAC values with the three remifentanil doses were not significantly different between them; however these ascending doses significantly decreased MACbasal by 23.4 ± 7.9%, 29.8 ± 8.3% and 26.0 ± 9.4%, respectively. The three CRI doses of remifentanil resulted in a similar degree of isoflurane MAC reduction, indicating that a ceiling effect was already present at the lowest dose. / Mestre
4

Acompanhamento clínico-laboratorial de gatos naturalmente infectados com vírus da imunodeficiência (FIV) tratados com zidovudina(AZT) /

Paparotto, Telma. January 2007 (has links)
Orientador: João Pessoa Araújo Júnior / Banca: Luiz Henrique de A. Machado / Banca: Maria Adriana Machado Lobo e Silva / Resumo: O presente trabalho objetivou o acompanhamento clínico-laboratorial de doze felinos naturalmente infectados com o vírus da imunodeficiência Felina(FIV) durante o tratamento com o antiretroviral zidovudina (AZT). Para tanto, foram colhidas amostras sanguíneas de trezentos animais oriundos de diferentes cidades do Estado de São Paulo e encaminhadas para o laboratório de virologia do instituto de Biociência, Departamento de Microbiologia e Imunologia da Universidade Estadual Paulista para identificação do vírus pela técnica de Nested-PCR. Dessas, doze amostras foram positivas para FIV e os gatos referentes as amostras positivas foram mantidos no gatil da mesma universidade e separados homogeneamente em dois grupos, um tratado e outro controle, com base em suas cargas virais determinadas pelo Real Time-PCR. Com o grupo de animais completo, deu-se inicio ao tratamento com AZT com monitoração constante quanto a presença de intoxicação e efeitos colaterais do medicamento, controle laboratorial envolvendo hemograma, quantificação de imunoglobulina G (IgG) total e bioquímica clínica como creatinina, colesterol, alanino aminotransferase (ALT), gama glutamiltransferase (GGT), proteína total sérica, albumina, globulinas, triglicérides. Os resultados obtidos revelaram diferenças estatísticas entre momentos em cada grupo, mas não entre os grupos tratados e controle. Portanto, o tratamento não resultou em benefícios para os gatos. / Abstract: The objective of this study was to follow up laboratory-clinical findings on twelve felines naturally infected with Feline Immunodeficiency Virus (FIV) treated with the zidovudine (AZT) antiretrovirus. Three hundred blood samples were collected from animals from several cities of the State of São Paulo and shipped to the virology laboratory of the Bioscience Institute, Department of Microbiology and Immunology at Universidade Estadual Paulista, Botucatu. Virus identification followed Nested-PCR technique. Twelve cats tested positive for FIV were kept in pens and allotted to either control or treated groups, based on the viral load, determined by Real Time-PCR. After the onset of AZT treatment animals were monitored for intoxication and medication side effects. Blood samples were analyzed for hemogram, total IgG, creatinine, cholesterol, alanine amino transferase (ALT), gama glutamyltransferase (GGT), total serum protein, albumin, globulins and triglycerides. There were statistical differences within each group as far as timing of sampling, but not between the treated and control groups, indicating AZT treatment was not effective. / Mestre
5

Efeito da idade no hemograma, nas enzimas hepáticas, na glicemia e no proteinograma de neonatos felinos /

Lourenço, Maria Lúcia Gomes. January 2004 (has links)
Orientador: Flávio Quaresma Moutinho / Resumo: O período neonatal caracteriza-se por um período crítico de adaptação dos diversos sistemas orgânicos. A avaliação dos efeitos da idade e a suplementação com luteína durante esta fase do desenvolvimento, fazse necessária no que diz respeito às perspectivas futuras do uso deste importante carotenóide como imunomodulador em gatos. Embora os efeitos da idade sobre hemograma, enzimas hepática ALT (alaninaaminotransferase) e GGT (gama glutamiltransferase), glicemia e proteinograma, já tenham sido amplamente pesquisados, os valores de referência para gatos sem raça definida, na fase neonatal, ainda apresentam discordâncias. O objetivo deste trabalho foi o de avaliar o efeito da idade e da suplementação com luteína sobre hemograma, enzimas hepáticas, glicemia e proteinograma em gatos neonatos. Foram utilizados 20 gatos, machos e fêmeas, sem raça definida, distribuídos em dois grupos experimentais: um grupo controle e um grupo suplementado com luteína. A suplementação foi realizada diariamente com 1 mL de solução contendo 10 mg de luteína, por via oral, do terceiro dia do nascimento até o 31° dia de idade. As amostras de sangue e as análises laboratoriais (hemograma, enzimas hepáticas, glicemia e proteinograma) foram feitas semanalmente no terceiro, 10°, 17°, 24° 31° e 38° dias de idade. A idade exerceu influência sobre o eritrograma, o número de leucócitos totais, neutrófilos, eosinófilos, basófilos, enzima hepática GGT, proteínas e proteinograma sérico. A suplementação com luteína influenciou o número de basófilos e a concentração sérica de albumina no proteinograma. / Abstract: The neonatal period is characterized by a critical time of adaptation of the different organic systems. The evaluation of the effects of age and of lutein supplementation during this developmental phase is necessary in terms of future perspectives for the use of this important carotenoid as an immunomodulator in cats. Although the effects of age on blood count, on the liver enzymes alanine aminotransferase (ALT) and gammaglutamyltransferase (GGT), on glycemia and on protein profile have been extensively investigated, there still is discordance about the reference values for cats of undefined race during the neonatal phase. Twenty male and female cats of undefined race were divided into two groups: a control group and a group supplemented with lutein. The supplemented group received daily by the oral route 1 mL of a solution containing 10 mg lutein from three days to 31 days after birth. Weekly blood samples were obtained and laboratory analyses (blood count, liver enzymes, glycemia and protein profile) were performed on the third, 10th, 17tgh, 24th, 31st and 38th day of age. Age had an influence on red cell count, on number of total leukocytes, neutrophils, eosinophils and basophils, on GGT, proteins and serum protein profile. Lutein supplementation influenced the number of basophils and the serum concentration of albumin in the protein profile. / Mestre
6

Formulación y manufactura de productos para la higiene personal y cosmética

Hilgert Valderrama, Eduardo Ludvik 02 August 2012 (has links)
Además del jabón sólido tradicional, en los últimos treinta años han aparecido en el mercado de los cosméticos, los llamados jabones líquidos que tienen aplicaciones donde los primeros tienen limitaciones. Estos se pueden clasificar en tres tipos: naturales, semisintéticos y sintéticos; los últimos contienen diversos componentes, dentro de estos los polímeros solubles en agua tienen un gran desarrollo, existiendo dos tipos principales, los de origen natural, como las celulosas modificadas y los sintéticos como los copolimeros acrílicos. En el marco de la globalización económica, apareció un nicho de mercado para los jabones líquidos presentados bajo el sistema de sachet en caja o bag in box, dado que estos proporcionan ventajas como estandarización, higiene inherente al ser descartables, de fácil recambio y no ser necesario el rellenado de los dosificadores de jabón, cumpliendo con los requisitos HACCPS; aceptando esta presentación tres tipos de productos: jabón liquido cosmético, jabón liquido antibacterial y sanitizante instantáneo. Podemos clasificar sus componentes en 6 grupos: ingredientes activos, tensoactivos, aditivos de apariencia, reguladores de pH, preservantes y excipientes. Al primero pertenecen compuestos como el antibacteriano triclosan; de los tensoactivos uno muy usado es el lauril éter sulfato de sodio; aditivos de apariencia como colorantes, agentes de perlado, perfumes y espesantes como las hidroxietilcelulosas y los carbómeros; preservantes muy usados son las isotiazolinonas; como excipiente se usa agua desionizada. También los cosméticos con aditivos naturales tienen demanda actualmente. Para atender esta necesidad se desarrolló una crema con extracto de uña de gato y otra con concha de nácar pulverizada. Para la fabricación de estos cosméticos fue necesario el diseño de maquinaria apta para líquidos de alta viscosidad y geles de viscosidad media que incluye un reactor, motor de ½ HP con reductor y diferentes hélices para dispersar, emulsionar y/o mezclar según sea el caso. Para fabricar los productos mencionados en el sistema de sachet en caja se desarrolló un empaque que consta de una bolsa de material bilaminado PE/PA a la cual se ha sellado térmicamente un pitón de resina EVA, al cual se le inserta un dispositivo compuesto por una manguera de látex y una válvula de paso con partes de resina ABS y acero inoxidable. Todo este proceso productivo se hace llevando los respectivos controles de calidad de insumos, en proceso y de producto terminado. / Tesis
7

Identificação molecular e filogenia de espécies de Cryptosporidium em cães e em gatos de Curitiba e Região Metropolitana

Greca, Martha de Paula Soares 05 January 2011 (has links)
Resumo: O objetivo da presente pesquisa foi avaliar a ocorrência de Cryptosporidium sp. em cães e em gatos da região metropolitana de Curitiba, Paraná. As técnicas utilizadas para detectar a presença do protozoário nas amostras fecais foram: coloração pelo método de Ziehl-Neelsen modificado para pesquisa de oocistos; PCR e Nested-PCR do gene 18SSU rDNA. Para conhecer os genótipos do parasito foram usadas como ferramentas as técnicas de RFLP e sequenciamento e, realizadas análises fenética e filogenética. Noventa e uma amostras de fezes de cães e 25 amostras de fezes de gatos foram colhidas e analisadas. Na pesquisa de oocistos por coloração específica não foi observado presença dos mesmos em nenhuma amostra. Quando foram empregadas as técnicas de PCR seguida de Nested-PCR observou-se uma taxa de positividade de 13,2% nas amostras fecais de cães e 4% nas amostras fecais de gato. A técnica de RFLP apresentou quatro padrões de bandas nos isolados de Cryptosporidium sp. de cão e o isolado de gato diferindo destes. O dendrograma construído a partir destes dados mostrou que três grupos foram formados. O primeiro grupo isolou Cryptosporidium sp. de gato. Outro foi formado pela cepa referência de C. parvum e dois isolados oriundos de cão. O último grupo foi composto por oito isolados de cães com 100% de similaridade e dois que formaram um subgrupo com 80% de similaridade em relação aos oito isolados. A análise dos produtos sequenciados e analisados pelos métodos de Neigbhor-Joining e UPGMA mostrou que dos 12 isolados de Cryptosporidium sp. de cães 10 ficaram no mesmo grupo, enquanto dois isolados agruparam-se com a cepa referência de C. parvum. Um destes isolados apresentou 99% de similaridade com C. parvum genótipo humano e o outro 99% de similaridade com C. parvum genótipo bovino. Já o isolado de Cryptosporidium sp. de gato ao ser comparado com C. felis (Genbank) mostrou 98% de similaridade. Estes resultados indicam que há presença do protozoário em cães e gatos na região metropolitana de Curitiba, e que a maioria das espécies circulantes é espécie-específica ao hospedeiro. Entretanto, dois isolados difereriram deste padrão, apresentaram perfil similar a C. parvum e C. hominis, o que demonstra a possibilidade de infecção cruzada entre o cão e o homem.
8

Histologia e morfometria dos testículos de gatos domésticos adultos /

Diagone, Karen Vicente. January 2009 (has links)
Resumo: Neste trabalho foram analisados histológica e morfometricamente testículos de 30 gatos distribuídos em três grupos (G) com idades reprodutivas diferentes, G1 (um a dois anos), G2 (maiores de dois a quatro anos) e G3 (maiores de quatro a seis anos), sem raça definida, e desprovidos de doenças reprodutivas. Após a orquiectomia, a gônada direita foi lavada em água corrente e fixada em solução Bouin durante 24 horas e processada rotineiramente para a inclusão em parafina. Foram realizados cortes semiseriados de 120 micrômetros (μm) com espessura de cinco micrômetros, corados pela Hematoxilina Eosina e fotomicrografados no aparelho Olympus Bx 50 CCD®. Os parâmetros morfométricos estudados a partir do sistema analisador de imagens (Image Pro-plus) foram as espessuras da camada albugínea (72 μm) e do epitélio seminífero (77,19 μm), perímetro (53,81; 90,57 μm) e (54,80; 101,07 μm), área (174,23; 494,55 μm2) e (176,68; 629,70 μm2), diâmetros máximo (14,94; 28,02 μm) e (14,76; 31,66 μm) e mínimo (13,25; 21,92 μm) e (13,30; 24,52 μm) e fator de forma (1,36; 1,36) e (1,39; 1,35) do núcleo e citoplasma das espermatogônias e células de Leydig respectivamente. O procedimento estatístico utilizado foi a ANOVA. Estes resultados podem ser utilizados em estudos comparativos com outros felinos, e contribuir com profissionais da área em relação a altura do epitélio seminífero e espessura da túnica albugínea e tamanho das espermatogônias e células de Leydig / Abstract: It was carried out in this research histological and morphometric analyses of testes of 30 mixed breed cats distributed in three groups (G) according to their ages, G1 (1 to 2 years), G2 (> 2 to 4 years) and G3 (> 4 to 6 years) , without reproductive diseases. After the performance of the orchiectomy, the right testis of each animal was washed under running water for removal of blood excess, fixed in Bouin solution for 24 hours, submitted to routine histological processing. The blocks of all samples were cut into 5-μm thick sections and the testes were cut into five 120-μm semi-serial sections. The specimens were mounted on glass slides, stained with hematoxylin-eosin technique and the histological sections were examined and photographed under an Olympus BX50 photomicroscope. The following morphometric parameters were analyzed: thickness of the tunica albuginea (72 μm) and seminiferous epithelium (77,19 μm) of the seminiferous tubules. Nucleus and cytoplasm of type A spermatogonia and Leydig cells were also studied: perimeter (53,81; 90,57 μm) and (54,80; 101,07 μm), area (174,23; 494,55 μm2) and (176,68; 629,70 μm2), maximum diameter (14,94; 28,02 μm) and (14,76; 31,66 μm), minimum diameter (13,25; 21,92 μm) and (13,30; 24,52 μm) and roundness factor (1,36; 1,36) and (1,39; 1,35) respectively. All analyses were performed using ANOVA. These parameters could be used in comparative studies with another feline species, to improve information about the thickness of the seminiferous epithelium, tunica propria, spermatogonia and Leydig cells to help feline reproduction professionals / Orientador: Wilter Ricardo Russiano Vicente / Coorientador: Maria Rita Pacheco / Banca: Ana Paula Coelho Ribeiro / Banca: Frederico Ozanam Barros Monteiro / Banca: Paulo Henrique Franceschini / Banca: Marion Burkhardt de Koivisto / Doutor
9

Avaliação clínica, citopatológica e histopatológica seriada da esporotricose em gatos (Felis catus-Linnaeus, 1758) infectados experimentalmente /

Farias, Marconi Rodrigues de. January 2000 (has links)
Orientador : Sônia Regina Verde da Silva Franco. / Mestre
10

La "Uña de gato" : su estudio científico

Lock de Ugaz, Olga, Callo C., Ninosca 25 September 2017 (has links)
No description available.

Page generated in 0.0294 seconds