• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1658
  • 22
  • 8
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 1714
  • 815
  • 526
  • 233
  • 230
  • 213
  • 201
  • 177
  • 154
  • 149
  • 143
  • 137
  • 133
  • 127
  • 125
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Contribuição ao estudo da gestação normal e patologica : variações plasmaticas e urinarias das proteinas,dos ions calcio,fosforo,sodio e potassio e do hematocrito

D'ottaviano, Ernesto José, 1937-2009 24 July 2018 (has links)
Orientador: Carlos Eduardo Negreiros de Paiva / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Orientador: Carlos Eduardo Negreiros de Paiva / Made available in DSpace on 2018-07-24T12:03:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 D'ottaviano_ErnestoJose_D.pdf: 3736086 bytes, checksum: 5c901b138a922b8c58d7386304a1d40d (MD5) Previous issue date: 1969 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed / Doutorado / Doutor em Ciências Biológicas
2

Resultados maternos e perinatais de gestantes hipertensas crônicas atendidas na maternidade do Hospital Universitário no período de 2 anos

Silveira, Sheila Koettker January 2000 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. / Made available in DSpace on 2012-10-17T18:48:29Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-25T18:53:06Z : No. of bitstreams: 1 172426.pdf: 5244354 bytes, checksum: 97b5ec5dca91a9d68608f311a1f987dd (MD5) / Análise das complicações obstétricas e dos resultados perinatais de 44 gestantes hipertensas crônicas atendidos na Maternidade do Hospital Universitário de Florianópolis no período de janeiro de 1998 à dezembro de 1999. A hipertensão crônica ocorreu mais em pacientes em idade avançada, multíparas, obesas e com antecedente obstétrico desfavorável. Todas as gestantes tinham hipertensão de causa primária, 4 hipertensão grave e 23 (52,3%) foram consideradas como de alto risco para complicações obstétricas. A exacerbação da pressão foi a complicação mais encontrada ocorrendo em 40,9% dos casos . A pré-eclâmpsia comprometeu 11,4% das gestantes. A operação cesariana foi indicada em 52,3% dos casos. A média de peso dos recém-nascidos foi de 3300g e da idade gestacional de 38 semanas e 4 dias. Quatro recém-nascidos foram pré-termo e 2 pequenos para idade gestacional. Houve a necessidade de internação em unidade de terapia intensiva neonatal em 4 casos. As complicações obstétricas e resultados perinatais foram semelhantes em pacientes classificadas como sendo de alto ou baixo risco, excetuando-se a pré-eclâmpsia.
3

Análise comparativa das temperaturas das polpas digitais entre gestantes hipertensas e normativas usando termografia de infravermelho / Comparative analysis of temperatures of fingertips between normotensive and hypertensive pregnant women using infrared thermography

Nogueira, Francisco Eristow January 2010 (has links)
NOGUEIRA, Francisco Eristow. Análise comparativa das temperaturas das polpas digitais entre gestantes hipertensas e normativas usando termografia de infravermelho. 2010. 68 f. Dissertação (Mestrado em Tocoginecologia) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2010. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2012-10-22T13:53:59Z No. of bitstreams: 1 2010_dis_fenogueira.pdf: 668983 bytes, checksum: 1de6029674b427a237873dd963980598 (MD5) / Approved for entry into archive by Erika Fernandes(erikaleitefernandes@gmail.com) on 2012-10-26T15:10:50Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2010_dis_fenogueira.pdf: 668983 bytes, checksum: 1de6029674b427a237873dd963980598 (MD5) / Made available in DSpace on 2012-10-26T15:10:50Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2010_dis_fenogueira.pdf: 668983 bytes, checksum: 1de6029674b427a237873dd963980598 (MD5) Previous issue date: 2010 / The Brasilian Healt Ministry data points out arterial hypertension (AH) as the major cause of maternal death, representing 35% of 140-160 maternal deaths for 100.000 alive newborns. Its origin remains a cause for discussion. Looking for new elements that may improve the understanding of that pathology, we studied the skin fingertips mean temperature (Tp) of pregnant women, 50 normotense (group A) and 31 hypertense (group B). The values of temperature were obtained using infrared thermography. Pearson correlation coefficient showed positive relationship between mean arterial pressure and systolic pressure (r= 0,95), diastolic arterial pressure (r=0,98) and for Tp (r=0,98 ). Student t test was statistically significant (p = 0,002) when comparing means of groups A and B. Other statistical tests obtained were: sensibility 80%, specificity de 48%, positive predictive value 49%, negative predictive value 80% and accuracy 60,5%. The chance of a pregnant woman become hypertensive is 1,6 times higher when her Tp is equal or higher then 34,1ºC. The analyzed data indicate that Tp values of pregnant women measured with infrared thermography is statistically smaller in the group of non hypertense and that may it might become a good method to detect pregnant women with high risk to become hypertensive during pregnancy. / Os dados do Ministério da Saúde apontam a hipertensão arterial (HA) como a maior causa de morte materna no Brasil, sendo responsável por 35% da taxa de 140-160 mortes maternas por 100.000 nascidos vivos, sendo sua origem, ainda, motivo de discussão. Com a finalidade de buscar novos elementos que permitam o entendimento desta patologia, comparamos as médias das temperaturas das polpas digitais (Tp) de 81 gestantes, 50 normotensas (grupo A) e 31 hipertensas (grupo B), obtidas com termografia de infravermelho. O coeficiente de Pearson mostrou correlação positiva entre a pressão arterial média e a pressão arterial sistólica (r= 0,95), pressão arterial diastólica (r=0,98) e para a média das temperaturas cutâneas das polpas digitais (r=0,98 ). O teste t de student usado para comparação de Tp dos grupos A e B foi estatisticamente significante (p = 0,002). A sensibilidade foi de 80%, especificidade de 48%, o VPP de 49%, o VPN de 80%, acurácia de 60,5%. A chance de uma paciente estar hipertensa para uma Tp acima de 34,1ºC é de 1,6 vezes maior. Concluímos a partir dos dados analisados que a média das Tp de gestantes normotensas é significativamente menor que as médias das Tp de gestantes hipertensas, e que a Tp medida com termografia de infravermelho pode ser um bom preditor para triagem de pacientes normotensas que podem tornar-se hipertensas no decorrer da gravidez.
4

Avaliação de um protocolo de assistencia a gravida diabetica

Pereira, Belmiro Gonçalves, 1955- 11 June 1992 (has links)
Orientador : Anibal Faundes / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-15T22:14:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Pereira_BelmiroGoncalves_M.pdf: 1401553 bytes, checksum: 39e75ebd59f613b0cc463197c391ca16 (MD5) Previous issue date: 1992 / Resumo: A diabete é universalmente reconhecida como um sério risco à evolução da gestação, com agravos para a saúde da mãe e do concepto. Apesar dos progressos das últimas décadas, na compreensão e no manejo da grávida diabética, não existe ainda um único protocolo de assistência aceito como indicador dos melhores resultados. Daí a importância de avaliá-los periodicamente para verificar se correspondem ao esperado ou se haveria necessidade de correções para aperfeiçoar a evolução destas gestações. Com esse fim, estudaram-se 90 gestantes diabéticas atendidas no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), no período de junho de 1986 a outubro de 1990, nas quais foi aplicado o protocolo adotado pelo Departamento de Tocoginecologia. Avaliou-se as características das gestantes quanto à idade, história obstétrica, fatores de risco para diabete, classe evolutiva da doença, complicações clínicas e obstétricas, resultados perinatais e acompanhamento puerperal até seis meses. Estes dados foram comparados aos de um grupo de gestantes com igual idade e número de gestações (controle A) e com um outro aleatoriamente escolhido (controle B). Para cada diabética foram selecionadas duas pacientes em cada grupo-controle. Observou-se que entre as diabéticas ocorreu uma maior incidência de pol idrâmnio, cesáreas, prematuros, recém-nascidos grandes para a idade gestacional, assim como uma maior freqüência de patologias neonatais como a hipoglicemia, hipocalcemia, hiperbiliirrubinemia e depressão neonatal imediata. A mortalidade perinatal foi significativamente maior que no controle aleatoriamente selecionado, mas não houve diferença significativa quando comparado com o controle pareado por idade e número de gestações. Concluiu-se que foi possível, com a sistemática adotada para rastreamento, identificar um elevado número de diabéticas gestacionais, que constituíram 60% de todas as grávidas diabéticas. Também, o peso dos recém-nascidos e a proporção de grandes para a idade gestacional mais elevada, juntamente com a mortalidade perinatal, constituem indicadores de que ainda não foi atingido o ideal quanto ao controle da grávida diabética. / Abstract: Diabetes is universally recognized as a serious risk to the evolution of pregnancy, with hazards both to the health of the mother and of the foetus. In spite of great progress achieved in the understanding and martagement Df the problems of the pregnant diabetic woman in the last decades, there is not a single prenatal care protocol accepted as the one which will bring about the best results. Therefore it is of the utmost importance to evaluate results periodically, in order to verify if they correspond to expectations or if corrections are required to improve the development of these pregnancies. With this objective in mi nd we surveyed a group of 90, diabetic women assisted at the Center for Integral Assistence to Women's Health (CAISM) of the State University of Campinas (UNICAMP), in the period from June, 1986 to October, 1990, using the protocol adopted by the Department of Obstetric Gynecology. The characteristics of the pregnant women were analyzed according to age, obstetric history, risk factors for diabetes, type of diabetes, clinic and obstetric complications, perinatal results and puerperal follow-up to six months. These data were compared with to a group of pregnant women at the same age and with the same number of previous pregnancies (control A) and to another group randomly selected (control B). For each pregnant diabetic, two other patients in each control group were selected. Among the diabetic women there was an increased incidence of polyhydramnios, cesareas, premature births, large for gestatlonal age babies, as well as a higher frequency of neonatal hypoglicemia, hypocalcemia, hyperbilirubinemia and hypoxia. Perinatal mortality was significantly higher than in the randomly selected control group, but there was no significant difference with the group paired according to age and number of pregancies. Our conclusion was that the systematic screening method adopted allowed to identify, through, a high number of gestational diabetes which represented 60% of the total study group. The greater incidence of hight birth weight and of large for gestational age babies, together with the perinatal mortaIity, were indicators that we stiII have not attained the ideal degree of metabolic control of the pregnant diabetic woman. / Mestrado / Mestre em Medicina
5

Variações pressoricas decorrentes da mudança de decubito em gestantes, e previsão da doença hipertensiva especifica da gravidez

Sollero, Celina de Paula Azevedo 26 December 1985 (has links)
Orientador : Ernesto Jose Dottaviano / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia / Made available in DSpace on 2018-07-16T06:49:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Sollero_CelinadePaulaAzevedo_M.pdf: 3137849 bytes, checksum: d408948cde2bec1246e2864faccd4583 (MD5) Previous issue date: 1985 / Resumo: Estudamos 58 gestantes acompanhadas no ambulatório de pré-natal do Hospital Maternidade Dr. Celso Pierrô da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Constituíram o grupo de estudo, 35 primigestas e 23 secundigestas. Na seleção das gestantes para o estudo, foram excluídas aquelas que apresentavam qualquer fator de risco para a doença hipertensiva específica da gravidez. Realizamos duas mudanças de decúbito para a posição sentada, após 5 a 10 minutos de repouso em decúbito lateral esquerdo. As pressões arteriais foram medidas nos dois braços e comparadas com as pressões arteriais tomadas após os períodos de repouso, em decúbito lateral esquerdo. Foram considerados testes positivos aqueles em que a variação da pressão diastólica após a mudança de decúbito foi igual ou maior que 20 mmHg. Quando a variação da pressão diastólica após a mudança de decúbito foi inferior a 20 mmHg o teste foi considerado negativo. Por acasião do parto foram medidas as pressões arteriais e comparadas com os resultados dos testes. ...Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital / Abstract: Not informed. / Mestrado / Fisiologia / Mestre em Ciências Biológicas
6

Participação do parceiro na gravidez não planejada segundo o olhar das mulheres

Parcero, Sonia Maria de Jesus 12 July 2013 (has links)
Submitted by Hiolanda Rêgo (hiolandar@gmail.com) on 2013-07-09T19:37:43Z No. of bitstreams: 1 Dissertação_Enf_Sonia Parcero.pdf: 5698410 bytes, checksum: 75026984f1c3f514500bfef25b919141 (MD5) / Approved for entry into archive by Flávia Ferreira(flaviaccf@yahoo.com.br) on 2013-07-12T16:53:11Z (GMT) No. of bitstreams: 1 Dissertação_Enf_Sonia Parcero.pdf: 5698410 bytes, checksum: 75026984f1c3f514500bfef25b919141 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-07-12T16:53:11Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dissertação_Enf_Sonia Parcero.pdf: 5698410 bytes, checksum: 75026984f1c3f514500bfef25b919141 (MD5) / A assunção de responsabilidade pelo parceiro é fator decisivo na aceitação de uma gravidez não planejada e sua participação é importante desde a escolha compartilhada de contraceptivos à experiência da gravidez e ao seu desfecho. Valorizando a importância da corresponsabilidade masculina na gravidez não planejada e a complexa rede multifacetada que envolve a ocorrência de uma gravidez, foi realizada uma pesquisa que teve como objetivos descrever o perfil sociodemográfico de parceiros de mulheres em situação de gravidez não planejada; caracterizar a participação do parceiro quanto à responsabilidade pela contracepção e descrever características do relacionamento entre o parceiro e sua companheira em situação de gravidez não planejada. Trata-se de estudo, descritivo, exploratório, de abordagem quantitativa, desenvolvido durante o período de março a dezembro de 2011. A pesquisa foi realizada no Subúrbio Ferroviário de Salvador, e a população foi constituída por 191 mulheres grávidas em qualquer fase do ciclo gestacional, que estiveram sob acompanhamento pré-natal nas Unidades de Saúde da Família, no período de maio a setembro de 2010. O instrumento de coleta dos dados foi um formulário de entrevista com perguntas estruturadas e semiestruturadas, aplicadas às mulheres grávidas que aceitaram participar do estudo. Após a digitação os dados foram exportados para o software estatístico STATA v.8. A análise foi realizada mediante distribuição de frequências bi-variadas para as variáveis qualitativas e medidas descritivas para as variáveis quantitativas (médias e desvio padrão). Para verificar diferenças entre as proporções, utilizou-se o Teste Chi-quadrado de Pearson ou o Exato de Fischer (quando necessário), adotou-se o nível de significância estatístico de 5% (p ≤ 0,05). Os resultados do estudo revelaram parceiros em situação socioeconômica desfavorável ao acesso a informações, e a reflexões mais amplas sobre a participação masculina no processo reprodutivo, notadamente influenciado pela baixa escolaridade e pela baixa renda. A maioria das mulheres informou não ter planejado a gravidez, 66,5%, sendo elas as principais responsáveis por evitar a gravidez. Em relação a outras características do relacionamento, ser casada ou ter união estável se apresentou como importante fator que contribui para a ocorrência e para a aceitação da gravidez, tendo alta significância estatística. Quanto à reação do parceiro, mais da metade das mulheres informou satisfação com a constatação da gravidez porque a desejavam, enquanto outro grupo, embora não tenha inicialmente demonstrado satisfação, a aceitou posteriormente. O mesmo se repete em relação aos familiares do parceiro, chamando atenção para a falta de apoio por uma parcela de familiares. O estudo também evidenciou que existe uma tendência para a aceitação da gravidez pelo parceiro, o que se apresenta com menor frequência por sua família. Esta pesquisa oferece subsídios para reflexão sobre as práticas de atenção em saúde nos programas de planejamento reprodutivo e a participação efetiva do homem no processo gravídico-puerperal e indica que na ESF há necessidade de se ampliar o estímulo à co-responsabilidade masculina no processo da gravidez. Ressaltamos o papel da enfermeira no processo, tendo em vista ser a profissional que está à frente das ações básicas de saúde na ESF. / Salvador
7

Eletromiografia do músculo quadríceps durante reflexo patelar em gestantes portadoras de pré-eclâmpsia /

Mantovani, Paula Regina. January 2008 (has links)
Resumo: A hipertensão arterial é a complicação clínica mais freqüente da gestação sendo a principal causa de mortalidade materna no Brasil. Entre suas formas de manifestação está a pré-eclâmpsia, cuja etiologia é desconhecida e a fisiopatologia não está totalmente esclarecida. É causa de alterações em todo o organismo materno, destacando as manifestações no sistema nervoso central (SNC). Uma das formas de verificar e acompanhar esse comprometimento do SNC é o exame simplificado de reflexo profundo do tendão. Para avaliar o comprometimento a nível periférico do SNC, o presente trabalho propôs a realização da eletromiografia (EMG) do músculo quadríceps femoral (vasto medial - VM e vasto lateral - VL), no momento em que é estimulado artificialmente o reflexo patelar com um martelo de exame neurológico. A atividade elétrica dos músculos VM e VL foi registrada pelo aparelho MyoTrac com dois canais, conectado a um notebook da marca Toshiba. Foram estudadas 21 gestantes com pré-eclâmpsia (grupo PE) comparadas com 20 gestantes normais (grupo NL). Os resultados obtidos comparando os dois grupos foram estatisticamente significativos para o músculo VL, com valores menores encontrados no grupo PE (38,72 μV x 71,72 μV). Comparando as avaliações do grupo PE durante a gestação, 24 e 48 horas após o parto, os valores foram menores durante a gestação (38,72 x 73,35 x 71,85 respectivamente). O presente estudo concluiu que em gestantes portadoras de pré-eclâmpsia a atividade elétrica do músculo vasto lateral está diminuída, mostrando estar comprometida por essa ocorrência. Entretanto, após a resolução da gestação esse comprometimento não é mais observado. / Abstract: Arterial hypertension is the more frequent clinical complication of the gestation being the main cause of mortality maternal in Brazil. It enters its forms of manifestation is the daily pre-eclâmpsia, whose aetiology is unknown and the pathophysiology is not clarified completaly. It is cause of alterations in all maternal organism, detaching the manifestations in the central nervous system (CNS). One of the forms to verify and to follow this affecting of the CNS is the simplified examination of deep tendon reflex. To evaluate the affecting the peripheral level of the CNS, the present work considered the accomplishment of the electromyography (EMG) of the muscle quadriceps femoris (vastus medialis - VM and vastus lateralis - VL), at the moment where the artificially stimulated to patellar reflexes with a hammer of neurological examination. The electric activity of muscles VM and VL was registered for the MyoTrac device with two canals, connected to notebook of the Toshiba . 21 pregnancies with daily preeclampsia (group PE) compared with 20 normal pregnancies had been studied (group NL). The gotten results comparing the two groups had been statistical significant for muscle VL, with lesser values found in the group PE (38,72 μV x 71,72 μV). Comparing the evaluations of the group PE during the gestation, 24 and 48 hours after the childbirth, the values had been lesser during the gestation (38,72 73,35 x x 71,85 respectively). The present study it concluded that in carrying pregnancy of daily preeclampsia the electric activity of the vastu lateralis muscle is diminished, showing to be engaged for this occurrence. However, after the resolution of the gestation this affecting is not observed. / Orientador: José Carlos Peraçoli / Coorientador: Mônica Orsi Gameiro / Banca: Vera T. M. Borges / Banca: Ivan H. Sanches / Banca: Adriana L. M. Camargo / Banca: Tânia T. S. Prevedel / Doutor
8

Alterações estruturais e funcionais cardíacas em gestantes com hipertensão arterial sistêmica /

Zanati, Silméia Garcia. January 2007 (has links)
Orientador: Beatriz Bojikian Matsubara / Banca: João Carlos Hueb / Banca: José Carlos Peraçoli / Banca: Fernanda Marciano Consolim Colombo / Banca: Jeane Mike Tsutsui / Resumo: A gestação é um estado fisiológico e a hipertensão arterial (HA) é patológica, mas ambas têm efeito pró hipertrófico no coração. Suspeita-se que a associação das duas condições seja acompanhada de hipertrofia miocárdica. Avaliar o padrão de hipertrofia miocárdica e de função ventricular de gestantes portadoras de HA sistêmica e a interação dos efeitos da hipertensão e da gestação em variáveis morfométricas e funcionais cardíacas. Estudo transversal e prospectivo, incluindo 193 mulheres separadas em quatro grupos: GHT (n=S 7, gestantes hipertensas), GNT (n=47, gestantes normotensas), NGHT (n=41, não-gestantes hipertensas) e NGNT (n=48, não-gestantes normotensas). Todas foram submetidas à avaliação Doppler-ecocardiográfica entre a 35ª e a 37ª semana de gestação. As variáveis foram analisadas por meio da ANOVA de dupla via; teste do qui-quadrado e modelo de regressão logística multivariada, para identificar risco de hipertrofia miocárdica (nível de significância p<O,OS) / Abstract: Pregnancy is a physiological condition while arterial hypertension (AH) is pathological. However, both conditions exert a prohypertrophic effect on the heart. The association of both these conditions is suspected to cause a desproportional left ventricular hypertrophy (LVH). Objective: to assess myocardial hypertrophy and LV function m pregnant women with chronic AH, as well as the interaction of hypertension and pregnancy on morphometric and cardiac function parameters. Cases and Methods: Cross-sectional, prospective study including 193 women allocated into 04 groups: HP (n=57, hypertensive pregnant women), NTP (n=47, normotensive pregnant women), HNP (n=41, hypertensive non-pregnant women), and NTNP (n=48, normotensive nonpregnant women). All women were submitted to Dopplerechocardiography at 35-37-week of gestation. Analyses were performed using two-way ANOVA,Chi-square test, and multivariate logistic regression model (significance at p<0,05) / Doutor
9

Alterações estruturais e funcionais cardíacas em gestantes com hipertensão arterial sistêmica

Zanati, Silméia Garcia [UNESP] 19 December 2007 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:31:01Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2007-12-19Bitstream added on 2014-06-13T21:01:55Z : No. of bitstreams: 1 zanati_sg_dr_botfm.pdf: 743686 bytes, checksum: 6ab099646efd7eabfde2597e7f243d5c (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / A gestação é um estado fisiológico e a hipertensão arterial (HA) é patológica, mas ambas têm efeito pró hipertrófico no coração. Suspeita-se que a associação das duas condições seja acompanhada de hipertrofia miocárdica. Avaliar o padrão de hipertrofia miocárdica e de função ventricular de gestantes portadoras de HA sistêmica e a interação dos efeitos da hipertensão e da gestação em variáveis morfométricas e funcionais cardíacas. Estudo transversal e prospectivo, incluindo 193 mulheres separadas em quatro grupos: GHT (n=S 7, gestantes hipertensas), GNT (n=47, gestantes normotensas), NGHT (n=41, não-gestantes hipertensas) e NGNT (n=48, não-gestantes normotensas). Todas foram submetidas à avaliação Doppler-ecocardiográfica entre a 35ª e a 37ª semana de gestação. As variáveis foram analisadas por meio da ANOVA de dupla via; teste do qui-quadrado e modelo de regressão logística multivariada, para identificar risco de hipertrofia miocárdica (nível de significância p<O,OS) / Pregnancy is a physiological condition while arterial hypertension (AH) is pathological. However, both conditions exert a prohypertrophic effect on the heart. The association of both these conditions is suspected to cause a desproportional left ventricular hypertrophy (LVH). Objective: to assess myocardial hypertrophy and LV function m pregnant women with chronic AH, as well as the interaction of hypertension and pregnancy on morphometric and cardiac function parameters. Cases and Methods: Cross-sectional, prospective study including 193 women allocated into 04 groups: HP (n=57, hypertensive pregnant women), NTP (n=47, normotensive pregnant women), HNP (n=41, hypertensive non-pregnant women), and NTNP (n=48, normotensive nonpregnant women). All women were submitted to Dopplerechocardiography at 35-37-week of gestation. Analyses were performed using two-way ANOVA,Chi-square test, and multivariate logistic regression model (significance at p<0,05)
10

Gravidez na adolescência e escolaridade: um estudo em três capitais brasileiras.

Almeida, Maria da Conceição Chagas de January 2008 (has links)
p. 1-174 / Submitted by Santiago Fabio (fabio.ssantiago@hotmail.com) on 2013-05-02T19:11:47Z No. of bitstreams: 1 8888888888888.pdf: 1291161 bytes, checksum: 62d5b6bf7c98de0a3f5626b8284ee110 (MD5) / Approved for entry into archive by Maria Creuza Silva(mariakreuza@yahoo.com.br) on 2013-05-04T17:42:30Z (GMT) No. of bitstreams: 1 8888888888888.pdf: 1291161 bytes, checksum: 62d5b6bf7c98de0a3f5626b8284ee110 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-05-04T17:42:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 8888888888888.pdf: 1291161 bytes, checksum: 62d5b6bf7c98de0a3f5626b8284ee110 (MD5) Previous issue date: 2008 / Vários estudos têm sido feitos sobre o tema, enfatizando-se de um modo geral, a associação entre a gravidez antes dos 20 anos e os baixos níveis de escolarização das jovens, porém, neles observou-se poucos procedimentos analíticos que considerassem a época em que ocorreram os eventos reprodutivos e escolares como, por exemplo, a evasão. Também, a gravidez adolescente tem sido relacionada a piores condições sócio-econômicas familiares, sobretudo da mãe das/os jovens, o que consistiria na reprodução a pobreza. Outro aspecto que merece destaque é ainda baixa visibilidade na literatura dos reflexos da gravidez e da parentalidade sob a perspectiva masculina. O presente trabalho inseriu-se em um estudo de base populacional realizado com jovens de 18 a 24 anos de ambos os sexos em três capitais brasileiras - “Pesquisa GRAVAD – Estudo multicêntrico sobre jovens, sexualidade e reprodução no Brasil”. O inquérito que envolveu pesquisadores de três instituições com tradição de pesquisa, com diferentes formações acadêmicas, permitiu avaliar as trajetórias dos jovens à luz de categorias como gênero e classe social, em três centros urbanos cujas realidades são bastante distintas. A primeira parte da tese enfoca a literatura sobre os determinantes e as conseqüências da gravidez antes dos 20 anos, destacando sua relação com a escolarização. Seguem-se considerações sobre as questões teóricas envolvidas no tema da gravidez na adolescência e escolaridade. Posteriormente, descreve-se os pressupostos e os procedimentos metodológicos da pesquisa GRAVAD. Os resultados são apresentados sob a forma de três artigos. O Artigo 1 − “Trajetória escolar e gravidez na adolescência entre jovens de três capitais brasileiras” − é um estudo exploratório de corte transversal, no qual se pretendeu descrever a relação entre características da trajetória escolar de jovens homens e mulheres com idade entre 20 e 24 anos e a ocorrência da gravidez na adolescência (da própria entrevistada, ou das parceiras dos rapazes), enfocando os motivos alegados para o abandono escolar e o momento em que o mesmo acontece. Esse artigo já se encontra publicado na revista científica “Cadernos de Saúde Pública” volume 22, número 7, de julho de 2006. O Artigo 2 − “A gravidez na adolescência e a conclusão da educação básica entre jovens de três capitais brasileiras” − tem como objetivo principal avaliar em que medida a ocorrência de uma gravidez na adolescência influenciou a conclusão da educação básica dos jovens de ambos os sexos frente a outros indicadores macro-sociais. O Artigo 3 − “A influência da educação básica no padrão intergeracional da gravidez na adolescência” − foi inspirado na literatura revisada que indica que jovens com gravidez antes dos 20 anos apresentam um padrão de baixa escolaridade e fecundidade precoce semelhante ao das suas mães, estando, portanto mais propensos a reproduzir o “ciclo da pobreza”. Nesse artigo pretendeu-se avaliar a influência da escolarização nessa relação como elemento de mudança da determinação sócio-familiar da gravidez na adolescência. Ao final da tese, são descritos os limites e potencialidades do estudo e são tecidas algumas considerações à luz dos resultados encontrados, como subsídios às políticas públicas educacionais e de saúde. / Salvador

Page generated in 0.0419 seconds