• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 59
  • Tagged with
  • 60
  • 18
  • 15
  • 12
  • 9
  • 8
  • 8
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Hanseníase dimorfa: perfil de citocinas em sobrenadante de cultura de células mononucleares e in situ

Venturini, James [UNESP] 07 November 2008 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:24:16Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2008-11-07Bitstream added on 2014-06-13T20:31:23Z : No. of bitstreams: 1 venturini_j_me_botfm.pdf: 1507894 bytes, checksum: 48e24ac2269b283cbe68f8328bd9719f (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Universidade Estadual Paulista (UNESP) / Visando contribuir para o melhor entendimento da participação das citocinas na hanseníase dimorfa o presente estudo investigou a produção desses mediadores in vitro e in situ em pacientes dimorfos-tuberculóides (HDT) e dimorfos-virchovianos (HDV). Foram avaliados 7 pacientes HDT e 12 HDV, virgens de tratamento, além de 19 indivíduos sadios (grupo controle). Culturas de células mononucleares do sangue periférico (PBMC) foram estimuladas ou não com estímulos inespecíficos e específicos do M. leprae (antígeno inteiro e sonicado) e após 48 horas o sobrenadante foi recolhido para dosagens das citocinas TNF-α, IFN-y, IL-10 e TGF-β1. Biópsias das lesões cutâneas foram submetidas aos procedimentos histológicos por meio da coloração com Hematoxilina-Eosina e Faraco-Fite; os cortes foram submetidos, ainda, à detecção in situ de iNOS, IL-10 e TGF-β1 por imunoistoquímica. A quantificação de citocinas em sobrenadante de PBMC revelou que pacientes HDT produziram níveis maiores de IFN-γ. Em comparação com indivíduos sadios pacientes dimorfos produziram níveis menores de TGF-β1 e pacientes HDV, níveis menores de IL-10. A expressão da enzima iNOS in situ foi maior nos pacientes HDT em comparação aos HDV; já a citocina TGF-β1 foi expressa em maior número de células nos pacientes HDV; quanto à IL-10, não houve diferença significante entre pacientes HDT e HDV. A correlação dos achados das lesões cutâneas revelou que nos pacientes HDV existe correlação negativa entre a expressão tecidual de TGF-β1 e IL-10; independentemente da forma clínica foi observado correlação positiva entre TGF-β1 e índice baciloscópico e correlação negativa entre a expressão tecidual de TGF-β1 e iNOS. Os resultados revelaram, ainda, correlação positiva entre a expressão de iNOS tecidual e a produção de IFN-y por PBMC estimuladas com antígenos do M. leprae. Em conjunto... / In order to contribute to a better understanding on the participation of cytokines on borderline leprosy, in the present study we determined the in vitro and in situ production of these mediators from non-treated borderline tuberculoid (BT) and borderline lepromatous (BL) patients. Seven BT nontreated patients, 12 BL non-treated patients, besides 19 healthy individuals (control group), were evaluated. Peripheral blood mononuclear cells (PBMC) were stimulated or not with specific-M leprae stimulus (whole and sonicated M. leprae antigens) and non-specific stimulus; after 48 h the supernatant was collected to TNF-α, IFN-y, IL-10 and TGF-β1 cytokine determination by ELISA. Biopsies from cutaneous lesions were submitted to histological procedure and Hematoxilin-Eosin and Faraco-Fite staining; the sections were still submitted to iNOS, IL-10 and TGF-β1 in situ detection by immonhistochemistry. The cytokines quantification in PBMC supernatants from patients showed that BT patients produced higher levels of IFN-y. Compared to healthy individuals, both borderline patients group produced lower levels of TGF-β1 and, BL patients, lower levels of IL-10. The in situ iNOS expression was higher in BT patients if compared to BL; on the order hand, TGF-β1 cytokine was immunostained in larger number of cells in BL patients. In regards to IL-10 there was no significant difference between BT and BL patients. The correlation of findings in cutaneous lesions showed that in BL patients there was a negative correlation between the TGF-β1 tissue expression and IL-10; independently of the clinical form, we observed a positive correlation between TGF-β1 and bacterial index and a negative correlation between the TGF-β1 tissue expression and iNOS. The results still showed a positive correlation between the iNOS tissue expression and the production of IFN-y by PBMC stimulated with M leprae antigens... (Complete abstract click electronic access below)
2

Modelagem matematica para hanseniase

Escobar Flores, Carlos David 26 September 1995 (has links)
Orientador: Rodney Carlos Bassanezi / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Matematica, Estatistica e Computação Científica / Made available in DSpace on 2018-07-20T15:44:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 EscobarFlores_CarlosDavid_M.pdf: 1010395 bytes, checksum: 271328e810a270647d4ec7b817d36d64 (MD5) Previous issue date: 1995 / Resumo: Não informado / Abstract: Not informed / Mestrado / Mestre em Matemática Aplicada
3

Efetividade do BCG-ID em comunicantes de pacientes com as formas multibacilares da hanseniase

Duppre, Nadia Cristina. January 1998 (has links) (PDF)
Mestre -- Escola Nacional de Saude Publica, Rio de Janeiro, 1998.
4

Estudo do músculo tibial anterior na hanseníase : avaliação de 40 pacientes com exame eletroneurológico e histológico

Teive, Helio Afonso Ghizoni January 1992 (has links)
Orientador: Lineu Cesar Werneck / Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Parana, Setor de Ciencias da Saude / Resumo: A hanseníase é uma enfermidade infecciosa crônica causada pelo M. Leprae, que tem especial predileção pelo acometimento dos nervos periféricos. A doença é classificada em formas polares chamadas tuberculóide, lepromatosa, borderline e indeterminada. O comprometimento da musculatura estriada esquelética na hanseníase tem sido caracterizado como decorrente da neuropatia periférica presente, com subseqüente desinervação muscular. Entretanto, vários autores têm publicado diversos estudos em que demonstram a presença de envolvimento muscular primário na doença, caracterizando a chamada "Miosite Intersticial Leprosa". Com a finalidade de estudar as alterações da musculatura estriada esquelética em nosso meio, realizou-se um estudo prospectivo, com 40 pacientes com o diagnóstico estabelecido de hanseníase, através do exame clínico neurológico, estudo eletromiográfico do músculo tibial anterior, estudo de condução nervosa no nervo fibular e através de biópsia do músculo tibial anterior, com estudo pela histoquímica. Os objetivos básicos do estudo foram : 1) analisar as repercussões histológicas no músculo tibial anterior, através da histoquímica; 2) relacionar as alterações histológicas musculares com os achados do estudo eletromiográfico. Dos 40 pacientes estudados, 85% são do sexo masculino e 15% do sexo feminino; a idade média dos pacientes é de 45,6 anos. O tempo médio de doença é de 3,2 anos. 57,5% dos padentes são portadores da forma lepromatosa, 32,5% da forma tuberculóide, 5% da forma bordeline e 5% da forma indeterminada, O exame neurológico revelou-se normal em 7,5% dos casos, sendo que em 10% monstrou a presença de mononeuropatia, em 25% de polineuropatia periférica e em 57,5% de mononeuropatia múltipla. O exame eletromiográfico do músculo tibial anterior foi normal em 15% dos casos. Sinais de desinervação (ativa e crônica) foram encontrados em 77,5% dos casos e sinais limítrofes para desinervação em 7,5% dos casos. viu O estudo de condução nervosa, nos nervos fibulares, demonstrou com grands freqüência redução ou ausência de condução nervosa, bem como redução da amplitude da resposta motora.. A biópsia do músculo tibia! anterior, avaliada pela técnica de hisíaquímiea revelou sinais de dessnervação em 45% dos casos, miopatia inflamatória intersticial em 30% (sendo que em 17,5% com a presença de bacilo ácido-áicoo! resistente-BAAR), padrão misto (miopático e neuropático) em 12,5% e adiados inespedficos em 15% dos casos. A presença de BÂAR no músculo foi detectada em 25% dos casos. O acometimento inflam atório do músculo tibia! anterior, principalmente intersticial (com ou sem a presença de BAAR) foi observado predominantemente nos pacientes com a form a lepromatosa. / Abstract: Leprosy is a chronic infectious disease caused by M. leprae which has a special preference for the access of peripheral nerves.The disease is classified in polar form s named tuberculoid, lepromatous, borderline and indeterminate. The compromising of the skeletal striated muscle in leprosy has been characterized as a result of the presence of peripheral neuropathy with subsequent muscular denervation. However many authors have published many studies in which they demonstrate the presence of primary muscular involvement in the disease, characterizing the so called "Leprous Interstitial Myositis". With the aim of analysing the alterations of the skeletal striated muscle in our ambience, a prospective study was put in to practice with 40 patients who had a established diagnosis of leprosy, through a neurological clinical exam, an electromyographic exam of the tibialis anterior muscle, a sutdy of the nervous conduction of the peroneal nerve and through the biopsy of the tibialis anterior muscle by a histological/histochemical analysis. The basic objectives of the study were : 1) to analyse the histologic repercussions in the tibialis anterior muscle by histochemistry; 2) to relate the histologic alterations of the muscles with the data found in the electromyographic study. Of the 40 patients studied 85% are males and 15% are females and their average age is 45.6 years. The medium tim e of the diasease is 3.2 years. 57,5% of the patients are carriers of the lepromatous form, 32,5% of the tuberculoid form, 5% of the borderline form and 5% of the indeterminate form . The neurological exam revealed itself normal in 7,5% of the cases, but 10% showed the presence of mononeuropathy, 25% of peripheral polineuropathy and 57,5% of mononeuritis multiplex. The electromyographic exam of the tibialis anterior muscle was normal in 15% of the cases. Signs of denervation (ative and chronic) were found in 77,5% of the cases and limitrophe signs for denervation in 7,5% of the cases. The study of nervous conduction in the peroneal nerves demonstrated its reduction or absence with great frequency; as well as a reduction of the amplitude of motor response. The biopsy of the tibialis anterior musde evaluated by histochemical technique r@velead signs of denervation in 45% of the cases, of interstitial inflammatory myopathy in 30% (where 17.5% of the cases showed the presence of the add-alcohol fast badllus-AFB), of mixed pattern (myopathic and neuropathic) in 12.5%, and non-specific data in 12.5% of the cases. The presence of AFB in the musde was detected in 25% od the cases. The inflamatory access of the tibialis anterior musde, mainly interstitial (with or without of AFB), was observed predominantly in the patients who had the lepromatous form. The results of electromyography were related to the ones of the muscular biopsy through statistical study by test and a quite positive relation was observed (p between 0.01 and 0.001) among the following variables: positive fibers in the add phosphatases and increased insertional activity, fibrillations and complex repetitives discharges in the total group of patients w ith leprosy. The proliferation of conjunctive tissue (in haematoxylin and eosin and modified gomori trichrome) was related (p between 0.01 and 0.001) with the presence of fibrillation potentials in the total group of patients. The data of the histologscal/histochemicai study of the tibialis anterior musde in 40 patients with leprosy define dearly the presence (among others alterations) of the so called "Leprous Interstitial Myositis"in a very representative way.Relacionaram-se os resultados da eletrom iografia com os da biópsia muscuíer, através do estudo estatístico pelo Qui-quadrado e observou-se uma relação bastante positiva (p entre 0,01 e> 0,001) entre as seguintes variáveis: fibras positivas na fosfatas© ácida e atividade de inserção aumentada, fibriíaçoes e descargas de alta frequência, no grupo tota! de pacientes com hans-sníase. Ã proliferação de tecido conjuntivo (na hematoxilina-eosina e no trlcrom o de Qomori modificado) reladonou-se (p entre 0,01 e 0,001) com a presença de fibriiações, no grupo totai de padentes. Os achados do estudo histológico/histoquímico do músculo tibial anterior, em 40 padentes com hanseníase, definem de forma dara a presença (entre outras alterações) da chamada "Miosite Inierstidal Leprosa", de maneira bastante representativa.
5

Prevenção da repetição de reação tipo 2 da hanseníase com uso da talidomida na dose de 100mg/dia

Putinatti, Maria Stella de Mello Ayres [UNESP] 08 November 2011 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:35:13Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011-11-08Bitstream added on 2014-06-13T19:05:32Z : No. of bitstreams: 1 putinatti_msma_dr_botfm.pdf: 533183 bytes, checksum: fbfe09d085cc95aa97f047c6dcf90273 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / A hanseníase é uma doença crônica que pode ter seu curso alterado por episódios reacionais do tipo 1 e do tipo 2 ou de eritema nodoso hansênico (ENH) . A talidomida é a medicação de eleição para controle do episódio de ENH desde 1965. No entanto, esses episódios podem se apresentar de forma repetitiva, com consequentes danos ao paciente. Com o intuito de se evitar esses episódios, após o controle dos mesmos com a dose tradicional, utilizou-se a dose de 100mg/d, por um período de seis meses, com acompanhamento por outros seis meses após a suspensão da talidomida. Foram avaliados 42 pacientes multibacilares (MB), 39 (92,85%) da forma virchoviana (V) e três (7,15%) da dimorfa (D), que apresentaram ENH, quer fosse o primeiro episódio ou de repetição. Quanto ao sexo 33 (78,6%) do masculino e nove (21,4%) do feminino. As idades variaram de 18 a 84 anos, com predomínio acima de 49 anos. Observou-se que 100% dos pacientes não apresentaram episódio reacional durante o uso dessa dose de talidomida. Após a suspensão, durante o período de observação clinica, 33 (78,6%) dos pacientes não apresentaram episódio reacional e apenas nove (21,4%), todos da forma virchoviana, o apresentaram, de forma leve, sem outros sinais e sintomas, controlados apenas com anti-inflamatórios não hormonais, não sendo necessária a reintrodução da talidomida. Não foram observados efeitos adversos da droga. Os autores sugerem o uso da talidomida, na dose de 100mg/dia como manutenção, que se mostrou efetiva, impedindo a repetição dos episódios reacionais tipo 2 / Hansen’s disease is a chronic disease that can have its course interrupted by reactional episodes of type 1 and type 2 or ENL. Thalidomide is the election medication for the control of ENL episodes since 1965. However, these episodes can happen repeatedly with consequent damages to the patient. In order to avoid these episodes, after controlling them with the traditional dosage, an extra dose of 100mg/d was used in a period of six months, with attendance during other six months after suspending thalidomide. A total of 42 MB patients have been evaluated, 39 (92,85%) of type V and 3 (7,15%) of type D, that presented ENL, whether first episode or repeatedly. To mention their gender, 33 (78,6%) were male and 9 (21,4%) were female. The ages varied between 18 to 84 years old, but most were older then 49. It has been observed that 100% of patients did not present reactional episode during the usage of this dosage of thalidomide. After supension, during the period of clinic observation, 33 (78,6%) patients did not present reactional episode and only 9 (21,4%) patients, both with lepromatous type, presented it, in a light form, with no other signs and symptoms, controlled only with non hormonal anti-iflammatories, showing no need for thalidomide reintroduction. No adverse effect has been observed. The authors suggest the usage of thalidomide, in doses of 100mg/d for maintenance, which they showed to be effective, avoiding the repetition of the reactional episodes of type 2
6

Estudo terapêntico comparando a associação de rifampicina, ofloxacina e minociclina com a associação rifampicina, clofazimina e dapsona em pacientes multibacilar

Ura, Somei [UNESP] 07 April 2006 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:24:16Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2006-04-07Bitstream added on 2014-06-13T20:51:49Z : No. of bitstreams: 1 ura_s_me_botfm.pdf: 351124 bytes, checksum: 4c7e4d121cf178ae1bc2952e36673923 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Universidade Estadual Paulista (UNESP) / O presente trabalho comparou dois esquemas terapêuticos em pacientes com hanseníase multibacilar. O grupo 1, que recebeu o tratamento convencional (PQT-MB), foi denominado grupo controle. O grupo 2, denominado de grupo teste, recebeu a associação de rifampicina 600 mg, mais ofloxacina 400 mg, mais minociclina 100 mg (ROM), administrado sob supervisão, uma vez por mês. A duração total do tratamento nos dois grupos foi de dois anos. Na avaliação inicial foram realizados: exame clínico, baciloscópico e histológico. A baciloscopia e a biópsia foram repetidas no final do primeiro ano e novamente no final do segundo ano de tratamento. A avaliação clínica foi realizada mensalmente por ocasião da administração da dose supervisionada. No grupo 1 foram avaliados 14 pacientes. O índice baciloscópico (IB) antes do tratamento variou de 2 a 4,8. No grupo 2 foram estudados 12 pacientes. O IB antes do tratamento nesse grupo variou de 1,6 a 4,8. Ambos os grupos apresentavam lesões cutâneas que os caracterizavam como pertencentes ao pólo virchoviano. Histologicamente apresentavam quadro de hanseníase virchoviana ativa, exceto um paciente do grupo 2. Ao final do primeiro ano de tratamento estavam todos clinicamente melhorados, o índice baciloscópico diminuído e com quadro histológico em regressão. Essa tendência de melhora se mantinha e na avaliação do final do segundo ano todos estavam clinicamente, baciloscopicamente e histologicamente ainda melhores. A análise estatística dos parâmetros, baciloscópico e histológico, mostrou que não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos estudados, sendo, portanto os dois esquemas equivalentes. A ocorrência de reação tipo 2 (eritema nodoso hansênico - ENH) foi igual nos dois grupos. No grupo 1, todos apresentaram pigmentação cutânea devido a clofazimina... / The present study compared two therapeutic schemes in multibacillary leprosy patients. Group 1 was the control group that received the conventional (MDT-MB) treatment. Group 2 was the test group that received the association of rifampin 600 mg, ofloxacin 400 mg and minocyclin 100 mg (ROM), administrated once a month under supervision. Both groups were treated for two years. Initial evaluation of patients included: clinical examination, bacilloscopy and histology. Bacilloscopy and skin biopsy were repeated at the end of the first and second years of treatment. Clinical evaluation was performed monthly concomitant to administration of drugs. Fourteen patients were evaluated in group 1. Bacilloscopic index (BI) before treatment varied from 2 to 4.8. Twelve patients were evaluated in group 2. The BI before treatment in this group varied from 1.6 to 4.8. Both groups presented cutaneous lesions characteristic of the lepromatous type. The histological picture resembled active lepromatous leprosy, except for one patient of group 2. At the end of the first year of treatment all patients showed clinical improvement, the BI decreased and they presented regressive histological picture. This tendency to improvement was maintained and at the final evaluation in the second year all patient showed even better clinical, bacilloscopic and histological improvement. The statistical analysis of bacilloscopic and histological parameters showed there weren't significant differences between the groups studied, therefore, treatments were equally efficacious. Occurrence of type 2 (erythema leprosum nodosum ENL) reactional episodes was similar in both groups. In group 1 all patients presented skin pigmentation due to clofazimine. These results demonstrate that monthly administration of rifampin, plus ofloxacin plus minocyclin are as efficacious and secure as the conventional scheme... (Complete abstract, click eletronic address below)
7

Manifestações reumatológicas, fator reumatóide e anticorpos anti CCP em pacientes com Hanseníase

Dionello, Carla da Fontoura 08 June 2009 (has links)
No description available.
8

Atividade da NADH-redutase de metemoglobina em hemolisado e membranas eritrocitarias de pacientes hansenianos sob tratamento sulfonico

Dalpino, Dirceu 11 August 1997 (has links)
Orientador: Luis Alberto Magna / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-23T21:44:45Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Dalpino_Dirceu_D.pdf: 3903992 bytes, checksum: 031866e8088e17fbfeaf9ac376a9f5bc (MD5) Previous issue date: 1997 / Resumo: Nós efetuamos determinações da série vermelha, dosagem da sulfonemia, dosagem de metemoglobina, contagem de reticulócitos e dosagem da atividade enzimática da NADH-diaforase no hemolisado e nas membranas dos eritrócitos livres de hemoglobina em 72 pacientes portadores de hanseníase com idade variando entre 22 e 89 anos, todos ingerindo doses diárias de 100 mg de D.D. S. Estes paciente encontravam-se internados no Instituto Lauro de Souza Lima de Bauru, S.P., ou atendidos no serviço de ambulatório do mesmo Instituto. Para compor o grupo controle foram selecionados, aleatoriamente, 72 pessoas normais, não ingerindo medicamentos, com idade variando entre 20 e 90 anos. F oram encontradas diferenças estatísticas significativas nas variáveis da série vermelha, dosagem de metemoglobina, contagem de reticulócitos e na atividade enzimática da NADH-redutase nas membranas eritrocitárias entre os dois grupos. A atividade enzimática da NADH-redutase no hemolisado não apresentou diferença estatística significativa quando feita a correção pela taxa de hemoglobina. O nível de metemoglobina foi superior nos portadores de hanseníase em relação ao grupo controle, provavelmente devido à ação oxidante da sulfona. O balanço entre a oxidação e a redução do ferro ligado ao heme determina o nível de metemoglobina no eritrócito. A NADH cito cromo b5 redutase eritrocitária reduz o cito cromo b 5 férrico, gerado a partir de uma redução não enzimática da metemoglobina pelo citocromo b5 reduzido 72,83. Neste trabalho, nós medimos a atividade da NADH-redutas~ I no hemolisado e nas membranas eritrocitárias intactas, dos pacientes portadores de hanseníase ingerindo sulfona na dose de 100 mg ao dia. A atividade foi determinada de acordo com a técnica descrita por Scott73, com algumas modificações. Nós incubamos os eritrócitos por um tempo de 60 minutos com uma solução de NaN02 a 1%67. As membranas eritrocitárias (ghost cells) foram preparadas de acordo com a técnica descrita por Dodge e colaboradores21. A média enzimática no hemolisado dos pacientes e do grupo controle não apresentou diferença estatística significativa quando corrigida pela hemoglobina. A atividade enzimática nas membranas eritrocitárias foi inferior e estatisticamente significativa com relação ao grupo controle. Isto pode ter ocorrido pelo aumento do nível da fração solúvel da enzima e diminuição da fração ligada à membrana eritrocitária, devido à constante ação oxidante da sulfona. O consumo de NADH-redutase é aumentado e como os eritrócitos não possuem capacidade de produzir mais enzima devido não possuírem organelas citoplasmáticas, existe uma tendência à diminuição desta atividade. O cito cromo bs e a NADH-citocromo bs redutase ou NADH redutase, que constituem o sistema de redução da metemoglobina no eritrócito maduro, originam-se do retículo endoplasmático dos precursores nucleados dos eritrócitos. O agente solubilizante possivelmente seja uma protease produzida pelo lisosomas das células imaturas72. Provavelmente, nos hansenianos, a atividade da NADH-redutase ligado à superficie interna da membrana eritrocitária esteja diminuída pelo aumento da atividade da fração solúvel da enzima. A enzima ligada à membrana é uma forma precursora da enzima solúvel no Citoplasma e ambas são reguladas similarmente por um mecanismo de controle genético43. A sulfona promove um aumento da atividade enzimática no sobrenadante de membrana eritrocitárias após o tratamento das mesmas com a droga, sendo dose dependente4, contudo a atividade enzimática no hemolisado de pacientes portadores de hanseníase, medicados com sulfona, apresentou níveis semelhantes aos do grupo controle5O. Tendo em vista termos encontrado níveis menores de atividade enzimática nas membranas eritrocitárias dos hansenianos e níveis coincidentes no hemolisado em comparação com um grupo controle, podemos afirmar que provavelmente isto deve-se ao deslocamento enzimático da membrana celular para o citoplasma, com o objetivo de manter o eritrócito em equilíbrio hemoglobínico constante, apesar da ação oxidante da sulfona / Abstract: We measured in the blood samples of 72 adults leprosy patients who were ingesting 100 mg of dapsone/day, the levels of erythrocytes, hemoglobin, methemoglobin, sulfone and reticulocytes. NADH-methemoglobin reductase was measured in the hemolysate and ghost cells. AlI subjects were impatients of Instituto Lauro de Souza Lima - Bauru S.P. Brazil. IdenticaI tests, except sulfone were applied in the blood samples of 72 heaIthy individuais that not ingested oxidant drugs. The means of the erythrocytes, hemoglobin,hematocrit and hematological indexes were among patients lower than healthy individuais, what is due to the hemolytic effect of dapsone. An important mechanism for oxidant drug-induced hemolysis is because some of these drugs generate hydrogen peroxide by their reaction with hemoglobin17. The mean levei of methemoglobin in the leprosy patients was higher than in the control group, ando it' s also due to the action of dapsone, which has great potentiaI to cause an increased methemoglobin level5O. A balance between the oxidation and reduction of heme iron determines the levei of methemoglobin in erythrocytes. The NADH cytochrome bs reductase of the erythrocytes reduced the ferric cytochrome b s generated from nonenzymatically reduction of methemoglobin by ferrous form of cytochrome bs 72. In this work we measured NADH-reductase activity in he1110lysate and intact ghost cell of the leprosy patients who were ingesting dapsone. The enzimatic activity was determined by spectrophotometric assays as previously described by Scott73, with slight modifications. We incubated the washed erythrocytes for 30 minutes in a solution containing 1 % (wt/vol) NaNOz 67. The erythrtocyte ghosts were prepared according to Dodge et at21. The mean enzyme activity..in the hemolysate of the leprosy patients and the healthy individuaIs has not differed significantly when expressed in UI/gr.Hemoglobin/l, but the mean enzyme actiyity in erythrocytes ghost from leprosy patients was significantly smaIler then that erythrocyte ghosts ITom healthy individuais. The present observation may be explained by the increased leveI of methemoglobin in the erythrocyte citoplasm of the patients. The consumptiom of the NADH-reductase is increased and the erythrocytes did not produce more enzymes becaus"e that cell during the maturation stages develops extrusion of its nucleus and decrease it' s number of ribosomes (cytoplasmic organelles) where this enzyme is likely produced6. The NADH-methemoglobin reductase reduces cytochrome bs, which converts non-enzymically methemoglobin into hemoglobin83.. Hultquist et aI, 1974, suggest the microssomal origin of this protein by comparing the trypsin-digest cytochrome b5 of erythrocytes with trypsin solubilized cytochrome b5 from human liver microssomes72. The cytochrome b5 and NADH-cytochrome b5 reductase, which constitute the methemoglobin reducing system of mature human erythrocytes, originate from the endoplasmic reticulum of nuc1eated red cell precursors. The solubilizing agent is possibly a protease provided by lysosomes of the immature red cells 72. It's us therefore likly that leprosy patients, the consuption of erythrocyte membrane and soluble cytoplasmic NADH-reductase enzyme is increased due to raising of the methemoglobin leveI. The membrane NADH-reductase enzyme is a precursor form of the soluble cytoplasm enzyme and both are regulated by a similar related genetic control mechanism43. Dapsone promotes the increase in enzyme activity in the supernatant of ghost suspension after treatment with the drug, and was dependent on Dapsone concentration4 / Doutorado / Medicina Interna / Doutor em Medicina
9

Contribuição ao estudo da reação de Mitsuda

Vozza, João Antonio 17 July 2018 (has links)
Orientador : Bernardo Beiguelman / Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Ciencias Medicas / Made available in DSpace on 2018-07-17T12:05:51Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Vozza_JoaoAntonio_D.pdf: 739691 bytes, checksum: 3970b9ab4efd55d609f3e50bab79f498 (MD5) Previous issue date: 1976 / Resumo: Após rever a literatura pertinente à reação tardia a lepromina ao nível macroscópico (reação de Mitsuda) e microscópico, bem como referentes à transformação linfoblástica induzida pela fitohemaglutinina nos linfócitos de hansenianos, e indivíduos sadios, o autor investigou: 1) a existência de uma eventual correlação entre a taxa de monócitos do sangue periférico e intensidade da reação de Mitsuda; 2) a transformação linfoblástica induzida pela fitohemaglutinina nas classes extremas da reação de Mitsuda; 3) a eventual correlação entre a intensidade da transformação blástica induzida pela fitohemaglutinina e o nível das globulinas séricas. Nos indivíduos sadios examinados não foram encontradas correlações significativas entre a intensidade da reação Mitsuda e a freqüência de monocitos no sangue circulante ou a dos demais elementos figurados que foram estudados. Não se constatou diferença significativa entre os indices percentuais medios de transformação blástica induzida pela fitohemaglutinina nas formas extremas da reação de Mitsuda apresentada por indivíduos sadios. Os níveis de globulinas séricas não encontraram correlação significativa com os índices de transformação linfoblástica nos indivíduos sadios examinados. Tais resultados, que diferem daqueles observados doentes de lepra, foram discutidos pelo autor. / Abstract: Not informed. / Doutorado / Doutor em Ciências Médicas
10

Frequencia dos agentes etiologicos de onicomicose em pacientes hansenianos

Arruda, Cristiane Mendes. January 2004 (has links) (PDF)
Mestre -- Sao Paulo (Estado). Secretaria da Saude. Coordenacao dos Institutos de Pesquisa. Programa de Pos-Graduacao em Ciencias, Sao Paulo, 2004.

Page generated in 0.0341 seconds