• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 2
  • Tagged with
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Reflexões sobre bem-estar espiritual de mulheres portadoras de dor crônica / Reflections on spiritual well-being in women with chronic pain

Fabiana Rodrigues Garcia 02 April 2014 (has links)
A Dor Crônica por Afecções Musculoesqueléticas (DCAME) é uma doença que, além de atingir o sistema osteomuscular, principalmente de mulheres da faixa etária entre 45 a 64 anos, frequentemente acarreta desordens psicológicas, sociais e espirituais e é influenciada por elas, podendo ainda desenvolver grande carga de desgosto para os doentes quando não diagnosticada e tratada adequadamente. Assim, dentre os aspectos citados, destaca-se o Bem-Estar Espiritual (BEE) como uma expressão da espiritualidade prática que, embora recentemente abordada em estudos científicos foi, desde o início da humanidade, apontada como uma dimensão importante no processo saúde-doença, por possibilitar, além de outros benefícios, o restabelecimento mais rápido da saúde. Foi neste contexto que se tornou necessário compreender e refletir sobre os significados do BEE que permearam a vivência de mulheres portadoras de DCAME e as formas pelas quais o BEE foi manifestado por esta população, para facilitar o esclarecimento tanto das causas da dor atribuídas por elas quanto das formas de manejo e dos impactos ocasionados pela dor. Desta forma, este estudo, que foi realizado na Clínica de Dor do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (CDHCRP) e conduzido de acordo com as normatizações da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), utilizou-se de abordagem qualitativa. Neste trabalho, após seleção por amostragem por conveniência, 11 sujeitos foram selecionados e entrevistados individualmente numa sala reservada a este fim, sendo um guia à entrevista um roteiro norteador de entrevista semiestruturada com questões fechadas para identificação e delineamento sociodemográfico e questões abertas para a apreensão dos significados de BEE bem como dos conhecimentos acerca das causas, dos impactos e das formas de alívio da dor. Os dados coletados foram gravados em um aparelho de MP3 e transcritos na íntegra para o início da análise dos dados que foi feita por meio da Análise Temática (AT), uma das técnicas da Análise de Conteúdo (AC) e possibilitaram o surgimento de quatro temas: Significados e Manifestações do BEE; Modelos explicativos para a dor; Formas de manejo da doença e Impactos da dor crônica. A partir destes temas, algumas interpretações acerca do BEE puderam ser destacadas. Relatado como um aspecto humano de difícil definição, o BEE pôde ser manifestado de diferentes maneiras. As formas apresentadas foram o bom relacionamento consigo mesmo, com o outro e com Deus, o desenvolvimento de esperança, da confiança, da fé em si e no tratamento que realizaram, o conforto físico, a ocupação, o lazer, o aprendizado e a empatia no contato com o outro. Neste trabalho, algumas causas manifestadas foram as de origem psicossocial, as sobrecargas físicas e comportamentos que perpetuam o problema, além da dor como resposta a um pecado. Destacadas algumas causas, o trabalho apontou para a utilização das preces como coadjuvante do tratamento médico convencional por todas as entrevistadas e da técnica Reiki. Tendo em vista o exposto, a DCAME mesmo impactando de forma negativa na vida das entrevistadas, desenvolvendo inclusive o medo da perda da autonomia e independência, possibilitou a modificação de suas visões de mundo, sendo fonte de descoberta de valores humanos tais como a coragem, a resiliência, a valorização da vida bem como da empatia pelo sofrimento alheio. Em suma, este estudo destacou a importância da DCAME enquanto doença multidimensional que leva o indivíduo a experimentar necessidades espirituais importantes, sendo o incentivo a busca da integralidade no contexto hospitalar para o correto manejo do problema mais do que uma emergência para a saúde pública. / Chronic Musculoskeletal Pain (CMP) is a disease that, in addition to achieving the musculoskeletal system, especially the women aged 45 to 64 years, often entails psychological, social and spiritual disorders and is influenced by them and may develop big load of grief for patients when not diagnosed and treated properly. Thus, among the aspects mentioned, Spiritual Well-Being (SWB) as an expression of practical spirituality which, although recently has been addressed in scientific studies, since the beginning of mankind, considered as an important dimension in the health-disease process, by allowing, among other benefits, the most rapid restoration of health. In this context, it has become necessary to understand and reflect on the meanings of SWB that permeated the experience of women with CMP and the ways in which the SWB was expressed by this population, both to facilitate the clarification of the causes of pain attributed by them as forms of management and the impacts caused by pain. Thus, this study, which was conducted at the Pain Clinic of the University Hospital of Ribeirão Preto (PCUHRP) and conducted according to the regulations of the National Committee of Ethics in Research (NCER), used a qualitative approach. In this work, after being selected by convenience sampling, 11 subjects were selected and individually interviewed in a room reserved for this purpose, with a guide to interview a guiding semi- structured interview with closed questions and to identify sociodemographic and open design issues for the seizure of SWB meanings and knowledge about the causes, impacts and forms of pain relief. Data were recorded on an MP3 player and transcribed to the top of the data analysis that was done by means of the Thematic Analysis (TA), one of the techniques of Content Analysis (CA) and made possible the emergence of four themes: Meanings and Manifestations of SWB; Explanatory models for pain; Forms of disease management and Impacts of chronic pain. From these themes, some interpretations of the SWB could be highlighted. Reported as a human aspect difficult to define, SWB could be manifested in different ways. The forms submitted were good relationship with oneself, with others and with God, the development of hope, trust, and faith in themselves and who performed the treatment, physical comfort, occupation, leisure, learning and empathy contact with each other. In this work, some causes were expressed psychosocial origin, physical burdens and behaviors that perpetuate the problem, in addition to pain in response to a sin. Highlighted some causes, the paper points out the use of prayer as an adjunct to conventional medical treatment for all interviewees and Reiki technique. In view of the above, the same CMP negatively impacting on the lives of the interviewees, including developing the fear of loss of autonomy and independence, enabled the modification of their worldviews, a source of discovery of human values such as courage, resilience, valuing life and empathy for others\' suffering. In summary, this study highlighted the importance of CMP as multidimensional disease that causes the individual to experience significant spiritual needs, and encouraging the pursuit of comprehensive health care in the hospital setting to the correct handling of the problem more than a public health emergency.
2

Reflexões sobre bem-estar espiritual de mulheres portadoras de dor crônica / Reflections on spiritual well-being in women with chronic pain

Garcia, Fabiana Rodrigues 02 April 2014 (has links)
A Dor Crônica por Afecções Musculoesqueléticas (DCAME) é uma doença que, além de atingir o sistema osteomuscular, principalmente de mulheres da faixa etária entre 45 a 64 anos, frequentemente acarreta desordens psicológicas, sociais e espirituais e é influenciada por elas, podendo ainda desenvolver grande carga de desgosto para os doentes quando não diagnosticada e tratada adequadamente. Assim, dentre os aspectos citados, destaca-se o Bem-Estar Espiritual (BEE) como uma expressão da espiritualidade prática que, embora recentemente abordada em estudos científicos foi, desde o início da humanidade, apontada como uma dimensão importante no processo saúde-doença, por possibilitar, além de outros benefícios, o restabelecimento mais rápido da saúde. Foi neste contexto que se tornou necessário compreender e refletir sobre os significados do BEE que permearam a vivência de mulheres portadoras de DCAME e as formas pelas quais o BEE foi manifestado por esta população, para facilitar o esclarecimento tanto das causas da dor atribuídas por elas quanto das formas de manejo e dos impactos ocasionados pela dor. Desta forma, este estudo, que foi realizado na Clínica de Dor do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (CDHCRP) e conduzido de acordo com as normatizações da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP), utilizou-se de abordagem qualitativa. Neste trabalho, após seleção por amostragem por conveniência, 11 sujeitos foram selecionados e entrevistados individualmente numa sala reservada a este fim, sendo um guia à entrevista um roteiro norteador de entrevista semiestruturada com questões fechadas para identificação e delineamento sociodemográfico e questões abertas para a apreensão dos significados de BEE bem como dos conhecimentos acerca das causas, dos impactos e das formas de alívio da dor. Os dados coletados foram gravados em um aparelho de MP3 e transcritos na íntegra para o início da análise dos dados que foi feita por meio da Análise Temática (AT), uma das técnicas da Análise de Conteúdo (AC) e possibilitaram o surgimento de quatro temas: Significados e Manifestações do BEE; Modelos explicativos para a dor; Formas de manejo da doença e Impactos da dor crônica. A partir destes temas, algumas interpretações acerca do BEE puderam ser destacadas. Relatado como um aspecto humano de difícil definição, o BEE pôde ser manifestado de diferentes maneiras. As formas apresentadas foram o bom relacionamento consigo mesmo, com o outro e com Deus, o desenvolvimento de esperança, da confiança, da fé em si e no tratamento que realizaram, o conforto físico, a ocupação, o lazer, o aprendizado e a empatia no contato com o outro. Neste trabalho, algumas causas manifestadas foram as de origem psicossocial, as sobrecargas físicas e comportamentos que perpetuam o problema, além da dor como resposta a um pecado. Destacadas algumas causas, o trabalho apontou para a utilização das preces como coadjuvante do tratamento médico convencional por todas as entrevistadas e da técnica Reiki. Tendo em vista o exposto, a DCAME mesmo impactando de forma negativa na vida das entrevistadas, desenvolvendo inclusive o medo da perda da autonomia e independência, possibilitou a modificação de suas visões de mundo, sendo fonte de descoberta de valores humanos tais como a coragem, a resiliência, a valorização da vida bem como da empatia pelo sofrimento alheio. Em suma, este estudo destacou a importância da DCAME enquanto doença multidimensional que leva o indivíduo a experimentar necessidades espirituais importantes, sendo o incentivo a busca da integralidade no contexto hospitalar para o correto manejo do problema mais do que uma emergência para a saúde pública. / Chronic Musculoskeletal Pain (CMP) is a disease that, in addition to achieving the musculoskeletal system, especially the women aged 45 to 64 years, often entails psychological, social and spiritual disorders and is influenced by them and may develop big load of grief for patients when not diagnosed and treated properly. Thus, among the aspects mentioned, Spiritual Well-Being (SWB) as an expression of practical spirituality which, although recently has been addressed in scientific studies, since the beginning of mankind, considered as an important dimension in the health-disease process, by allowing, among other benefits, the most rapid restoration of health. In this context, it has become necessary to understand and reflect on the meanings of SWB that permeated the experience of women with CMP and the ways in which the SWB was expressed by this population, both to facilitate the clarification of the causes of pain attributed by them as forms of management and the impacts caused by pain. Thus, this study, which was conducted at the Pain Clinic of the University Hospital of Ribeirão Preto (PCUHRP) and conducted according to the regulations of the National Committee of Ethics in Research (NCER), used a qualitative approach. In this work, after being selected by convenience sampling, 11 subjects were selected and individually interviewed in a room reserved for this purpose, with a guide to interview a guiding semi- structured interview with closed questions and to identify sociodemographic and open design issues for the seizure of SWB meanings and knowledge about the causes, impacts and forms of pain relief. Data were recorded on an MP3 player and transcribed to the top of the data analysis that was done by means of the Thematic Analysis (TA), one of the techniques of Content Analysis (CA) and made possible the emergence of four themes: Meanings and Manifestations of SWB; Explanatory models for pain; Forms of disease management and Impacts of chronic pain. From these themes, some interpretations of the SWB could be highlighted. Reported as a human aspect difficult to define, SWB could be manifested in different ways. The forms submitted were good relationship with oneself, with others and with God, the development of hope, trust, and faith in themselves and who performed the treatment, physical comfort, occupation, leisure, learning and empathy contact with each other. In this work, some causes were expressed psychosocial origin, physical burdens and behaviors that perpetuate the problem, in addition to pain in response to a sin. Highlighted some causes, the paper points out the use of prayer as an adjunct to conventional medical treatment for all interviewees and Reiki technique. In view of the above, the same CMP negatively impacting on the lives of the interviewees, including developing the fear of loss of autonomy and independence, enabled the modification of their worldviews, a source of discovery of human values such as courage, resilience, valuing life and empathy for others\' suffering. In summary, this study highlighted the importance of CMP as multidimensional disease that causes the individual to experience significant spiritual needs, and encouraging the pursuit of comprehensive health care in the hospital setting to the correct handling of the problem more than a public health emergency.

Page generated in 0.0964 seconds