• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 47
  • Tagged with
  • 47
  • 47
  • 19
  • 15
  • 15
  • 12
  • 12
  • 12
  • 11
  • 10
  • 10
  • 7
  • 7
  • 7
  • 6
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Dinâmica da comunidade microbiana entre múltiplas escalas espaciais e temporais em lagos rasos costeiros do extremo sul do Brasil

Lima, Marla Sonaira January 2016 (has links)
A comunidade bacteriana aquática foi estudada quanto à composição, biomassa e à atividade de consumo de carbono (perfil de consumo potencial de substratos orgânicos através de Ecoplates Biolog™) ao longo de diferentes escalas espaciais e temporais em 26 lagoas costeiras do sul do Brasil. Com o objetivo de investigar a influência de distintos padrões temporais e espaciais na dinâmica da comunidade, investigou-se i) a variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores na Lagoa Mangueira; ii) os padrões espaciais de distribuição da diversidade beta bacteriana aquática e os fatores influenciando tais variações ao longo de 25 lagoas com diferentes graus de conectividade, no Sistema do rio Tramandaí; e iii) a dinâmica temporal da composição e biomassa bacteriana ao longo de um distúrbio provocado por frentes frias na Lagoa Mangueira. Dessa forma, três perguntas principais foram compostas: i) há variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores? ii) a diversidade beta bacteriana aquática apresenta padrão de distribuição aninhado ou turnover e quais processos influenciam tais padrões? iii) a composição e biomassa da comunidade bacteriana muda em resposta a distúrbios de curta duração ocorridos pela entrada de frente fria polar? Como resultados consistentes observaram-se que: i) a CCB e seus AF variam temporal e espacialmente, sendo sua distribuição explicada principalmente pelos filtros ambientais (speciessorting) e pela distância espacial, respectivamente; ii) a diversidade beta bacteriana entre e dentro das lagoas é principalmente o resultado da substituição de espécies (turnover), sendo que a relação entre a diversidade beta bacteriana e a heterogeneidade ambiental entre as lagoas parece ser resultado de species-sorting, enquanto que dentro das lagoas pode ser o resultado do efeito de massa, devido à alta conectividade e dispersão dentro das lagoas; iii) a comunidade bacteriana em termos de biomassa apresenta-se resiliente ao distúrbio, enquanto que a composição da comunidade apresenta-se resistente ao distúrbio provocado por frente fria. Assim, esta tese contribui no incremento de discussões acerca dos padrões ecológicos da comunidade bacteriana entre múltiplas escalas espaciais e temporais, mostrando que a menor escala de heterogeneidade bacteriana detectada pode estar positivamente relacionada ao tamanho do lago. Além disso a comunidade apresenta distintas respostas de estabilidade em termos composicionais e biomassa em eventos que causam distúrbios ao sistema. Finalmente, esse estudo conseguiu verificar variação espacial e temporal da comunidade bacteriana entre multiplas escalas no sistema aquático, em resposta às variações nas características ambientais nas diferentes escalas estudadas. Portanto, esse estudo identifica a resposta bacteriana aos distintos padrões espaciais e temporais, e quais mecanismos influenciam a comunidade bacteriana, evidenciando a importância em se considerar múltiplas escalas para a compreensão da biogeografia microbiana e a sua habilidade de responder a perturbações. / The aquatic bacterial community was studied in terms of composition, biomass and carbon consumption activity (physiological profile - Ecoplate) over different spatial and temporal scales in 26 coastal lagoons in southern Brazil. In order to investigate the influence of different spatial and temporal patterns in community dynamics, we investigated i) the variation of the bacterial community composition (CBB) and its functional traits (FT) as a function of exclusive effects of the environment, of the space, of the time, or of all the factors in Lake Mangueira; ii) the patterns of distribution of the aquatic bacterial beta diversity and the factors influencing such variations along 25 lakes with different degrees of connectivity in the Tramandaí River System; and iii) temporal dynamics of bacterial composition and biomass along a disturbance provoked by cold fronts in Lake Mangueira. In this way, three mainly questions were made: i) is there variation in the BCC and its FT as a function of the sole purpose of environment, of space, time, or all of the factors? ii) Does aquatic bacterial beta diversity presents a nested pattern of distribution or turnover and which processes influence these patterns? iii) Do the composition and biomass of the bacterial community change in response to short-term disturbs due to the polar cold front event? As a consistent result, it was observed that: i) the BCC and its FT varied temporally and spatially, and its distribution is explained mainly by environmental filters (species-sorting) and spatial distance, respectively; ii) the bacterial beta diversity between and within lake is primarily the result of species turnover, and the bacterial beta diversity-environmental heterogeneity relationship (BDEHR) among lakes appears to result from species-sorting, while withinlake the beta diversity should be a result of the mass effect, due to the high connectivity and dispersion within-lake; iii) the bacterial community, in terms of biomass is resilient to the disturbance, whereas the bacterial composition is resistant to the disturbance. Thus, this thesis contributes in increasing discussions about the ecological patterns of the bacterial community between multiple scales showing that the smaller scale of bacterial heterogeneity detected can be positively related to the lake size. In addition, the community presents distinct stability responses in terms of composition and biomass over events that cause disturbances to the system. This study was able to verify spatial and temporal variation of the bacterial community among multiple scales in the aquatic system, in response to different environmental factors among the multiple scales studied. Therefore, this study identified the bacterial response to the different spatial and temporal patterns, and the mechanisms that influence the bacterial community, evidencing the importance in considering multiple scales for the understanding of microbial biogeography and its ability to respond to disturbs.
2

Dinâmica da comunidade microbiana entre múltiplas escalas espaciais e temporais em lagos rasos costeiros do extremo sul do Brasil

Lima, Marla Sonaira January 2016 (has links)
A comunidade bacteriana aquática foi estudada quanto à composição, biomassa e à atividade de consumo de carbono (perfil de consumo potencial de substratos orgânicos através de Ecoplates Biolog™) ao longo de diferentes escalas espaciais e temporais em 26 lagoas costeiras do sul do Brasil. Com o objetivo de investigar a influência de distintos padrões temporais e espaciais na dinâmica da comunidade, investigou-se i) a variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores na Lagoa Mangueira; ii) os padrões espaciais de distribuição da diversidade beta bacteriana aquática e os fatores influenciando tais variações ao longo de 25 lagoas com diferentes graus de conectividade, no Sistema do rio Tramandaí; e iii) a dinâmica temporal da composição e biomassa bacteriana ao longo de um distúrbio provocado por frentes frias na Lagoa Mangueira. Dessa forma, três perguntas principais foram compostas: i) há variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores? ii) a diversidade beta bacteriana aquática apresenta padrão de distribuição aninhado ou turnover e quais processos influenciam tais padrões? iii) a composição e biomassa da comunidade bacteriana muda em resposta a distúrbios de curta duração ocorridos pela entrada de frente fria polar? Como resultados consistentes observaram-se que: i) a CCB e seus AF variam temporal e espacialmente, sendo sua distribuição explicada principalmente pelos filtros ambientais (speciessorting) e pela distância espacial, respectivamente; ii) a diversidade beta bacteriana entre e dentro das lagoas é principalmente o resultado da substituição de espécies (turnover), sendo que a relação entre a diversidade beta bacteriana e a heterogeneidade ambiental entre as lagoas parece ser resultado de species-sorting, enquanto que dentro das lagoas pode ser o resultado do efeito de massa, devido à alta conectividade e dispersão dentro das lagoas; iii) a comunidade bacteriana em termos de biomassa apresenta-se resiliente ao distúrbio, enquanto que a composição da comunidade apresenta-se resistente ao distúrbio provocado por frente fria. Assim, esta tese contribui no incremento de discussões acerca dos padrões ecológicos da comunidade bacteriana entre múltiplas escalas espaciais e temporais, mostrando que a menor escala de heterogeneidade bacteriana detectada pode estar positivamente relacionada ao tamanho do lago. Além disso a comunidade apresenta distintas respostas de estabilidade em termos composicionais e biomassa em eventos que causam distúrbios ao sistema. Finalmente, esse estudo conseguiu verificar variação espacial e temporal da comunidade bacteriana entre multiplas escalas no sistema aquático, em resposta às variações nas características ambientais nas diferentes escalas estudadas. Portanto, esse estudo identifica a resposta bacteriana aos distintos padrões espaciais e temporais, e quais mecanismos influenciam a comunidade bacteriana, evidenciando a importância em se considerar múltiplas escalas para a compreensão da biogeografia microbiana e a sua habilidade de responder a perturbações. / The aquatic bacterial community was studied in terms of composition, biomass and carbon consumption activity (physiological profile - Ecoplate) over different spatial and temporal scales in 26 coastal lagoons in southern Brazil. In order to investigate the influence of different spatial and temporal patterns in community dynamics, we investigated i) the variation of the bacterial community composition (CBB) and its functional traits (FT) as a function of exclusive effects of the environment, of the space, of the time, or of all the factors in Lake Mangueira; ii) the patterns of distribution of the aquatic bacterial beta diversity and the factors influencing such variations along 25 lakes with different degrees of connectivity in the Tramandaí River System; and iii) temporal dynamics of bacterial composition and biomass along a disturbance provoked by cold fronts in Lake Mangueira. In this way, three mainly questions were made: i) is there variation in the BCC and its FT as a function of the sole purpose of environment, of space, time, or all of the factors? ii) Does aquatic bacterial beta diversity presents a nested pattern of distribution or turnover and which processes influence these patterns? iii) Do the composition and biomass of the bacterial community change in response to short-term disturbs due to the polar cold front event? As a consistent result, it was observed that: i) the BCC and its FT varied temporally and spatially, and its distribution is explained mainly by environmental filters (species-sorting) and spatial distance, respectively; ii) the bacterial beta diversity between and within lake is primarily the result of species turnover, and the bacterial beta diversity-environmental heterogeneity relationship (BDEHR) among lakes appears to result from species-sorting, while withinlake the beta diversity should be a result of the mass effect, due to the high connectivity and dispersion within-lake; iii) the bacterial community, in terms of biomass is resilient to the disturbance, whereas the bacterial composition is resistant to the disturbance. Thus, this thesis contributes in increasing discussions about the ecological patterns of the bacterial community between multiple scales showing that the smaller scale of bacterial heterogeneity detected can be positively related to the lake size. In addition, the community presents distinct stability responses in terms of composition and biomass over events that cause disturbances to the system. This study was able to verify spatial and temporal variation of the bacterial community among multiple scales in the aquatic system, in response to different environmental factors among the multiple scales studied. Therefore, this study identified the bacterial response to the different spatial and temporal patterns, and the mechanisms that influence the bacterial community, evidencing the importance in considering multiple scales for the understanding of microbial biogeography and its ability to respond to disturbs.
3

Dinâmica da comunidade microbiana entre múltiplas escalas espaciais e temporais em lagos rasos costeiros do extremo sul do Brasil

Lima, Marla Sonaira January 2016 (has links)
A comunidade bacteriana aquática foi estudada quanto à composição, biomassa e à atividade de consumo de carbono (perfil de consumo potencial de substratos orgânicos através de Ecoplates Biolog™) ao longo de diferentes escalas espaciais e temporais em 26 lagoas costeiras do sul do Brasil. Com o objetivo de investigar a influência de distintos padrões temporais e espaciais na dinâmica da comunidade, investigou-se i) a variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores na Lagoa Mangueira; ii) os padrões espaciais de distribuição da diversidade beta bacteriana aquática e os fatores influenciando tais variações ao longo de 25 lagoas com diferentes graus de conectividade, no Sistema do rio Tramandaí; e iii) a dinâmica temporal da composição e biomassa bacteriana ao longo de um distúrbio provocado por frentes frias na Lagoa Mangueira. Dessa forma, três perguntas principais foram compostas: i) há variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores? ii) a diversidade beta bacteriana aquática apresenta padrão de distribuição aninhado ou turnover e quais processos influenciam tais padrões? iii) a composição e biomassa da comunidade bacteriana muda em resposta a distúrbios de curta duração ocorridos pela entrada de frente fria polar? Como resultados consistentes observaram-se que: i) a CCB e seus AF variam temporal e espacialmente, sendo sua distribuição explicada principalmente pelos filtros ambientais (speciessorting) e pela distância espacial, respectivamente; ii) a diversidade beta bacteriana entre e dentro das lagoas é principalmente o resultado da substituição de espécies (turnover), sendo que a relação entre a diversidade beta bacteriana e a heterogeneidade ambiental entre as lagoas parece ser resultado de species-sorting, enquanto que dentro das lagoas pode ser o resultado do efeito de massa, devido à alta conectividade e dispersão dentro das lagoas; iii) a comunidade bacteriana em termos de biomassa apresenta-se resiliente ao distúrbio, enquanto que a composição da comunidade apresenta-se resistente ao distúrbio provocado por frente fria. Assim, esta tese contribui no incremento de discussões acerca dos padrões ecológicos da comunidade bacteriana entre múltiplas escalas espaciais e temporais, mostrando que a menor escala de heterogeneidade bacteriana detectada pode estar positivamente relacionada ao tamanho do lago. Além disso a comunidade apresenta distintas respostas de estabilidade em termos composicionais e biomassa em eventos que causam distúrbios ao sistema. Finalmente, esse estudo conseguiu verificar variação espacial e temporal da comunidade bacteriana entre multiplas escalas no sistema aquático, em resposta às variações nas características ambientais nas diferentes escalas estudadas. Portanto, esse estudo identifica a resposta bacteriana aos distintos padrões espaciais e temporais, e quais mecanismos influenciam a comunidade bacteriana, evidenciando a importância em se considerar múltiplas escalas para a compreensão da biogeografia microbiana e a sua habilidade de responder a perturbações. / The aquatic bacterial community was studied in terms of composition, biomass and carbon consumption activity (physiological profile - Ecoplate) over different spatial and temporal scales in 26 coastal lagoons in southern Brazil. In order to investigate the influence of different spatial and temporal patterns in community dynamics, we investigated i) the variation of the bacterial community composition (CBB) and its functional traits (FT) as a function of exclusive effects of the environment, of the space, of the time, or of all the factors in Lake Mangueira; ii) the patterns of distribution of the aquatic bacterial beta diversity and the factors influencing such variations along 25 lakes with different degrees of connectivity in the Tramandaí River System; and iii) temporal dynamics of bacterial composition and biomass along a disturbance provoked by cold fronts in Lake Mangueira. In this way, three mainly questions were made: i) is there variation in the BCC and its FT as a function of the sole purpose of environment, of space, time, or all of the factors? ii) Does aquatic bacterial beta diversity presents a nested pattern of distribution or turnover and which processes influence these patterns? iii) Do the composition and biomass of the bacterial community change in response to short-term disturbs due to the polar cold front event? As a consistent result, it was observed that: i) the BCC and its FT varied temporally and spatially, and its distribution is explained mainly by environmental filters (species-sorting) and spatial distance, respectively; ii) the bacterial beta diversity between and within lake is primarily the result of species turnover, and the bacterial beta diversity-environmental heterogeneity relationship (BDEHR) among lakes appears to result from species-sorting, while withinlake the beta diversity should be a result of the mass effect, due to the high connectivity and dispersion within-lake; iii) the bacterial community, in terms of biomass is resilient to the disturbance, whereas the bacterial composition is resistant to the disturbance. Thus, this thesis contributes in increasing discussions about the ecological patterns of the bacterial community between multiple scales showing that the smaller scale of bacterial heterogeneity detected can be positively related to the lake size. In addition, the community presents distinct stability responses in terms of composition and biomass over events that cause disturbances to the system. This study was able to verify spatial and temporal variation of the bacterial community among multiple scales in the aquatic system, in response to different environmental factors among the multiple scales studied. Therefore, this study identified the bacterial response to the different spatial and temporal patterns, and the mechanisms that influence the bacterial community, evidencing the importance in considering multiple scales for the understanding of microbial biogeography and its ability to respond to disturbs.
4

Aplicação de modelos ecossistêmicos em sistemas de lagoas costeiras como suporte à gestão

Ribeiro, Júlia Nyland do Amaral January 2017 (has links)
O uso intenso e sem planejamento de espaços e de recursos aquáticos e costeiros pode proporcionar impactos sobre sistemas ambientais e ocasionar conflitos entre os setores da economia. Assim, visou-se identificar, classificar e analisar as consequências dos conflitos, por meio da avaliação de áreas importantes aos usos e de potenciais riscos aos sistemas ambientais no sistema Mirim-Mangueira-Patos, setor sul do Rio Grande do Sul, com coordenadas geográficas aproximadas entre 31º30' a 33º35' de latitude Sul e 51º45' a 54º15' de longitude Oeste. Para isso, foram utilizados os modelos ecossistêmicos Integrated Valuation of Ecosystem Services and Tradeoffs (InVEST) e informações espaciais de setores socioeconômicos e de sistemas ambientais. Identificou-se quinze sistemas ambientais e sete usos nos municípios do entorno do estuário da Lagoa dos Patos, do Canal São Gonçalo e das lagoas Mirim e Mangueira. Os sistemas ambientais naturais tiveram seus benefícios ecossistêmicos e usuários descritos. Para avaliação da sobreposição de usos, obteve-se mapas de Frequência de Ocorrência e de Índice de Importância, variando de acordo com três cenários ambientais de análise. Na avaliação de Potencial de Recuperação dos Ecossistemas, o menor potencial foi observado nas áreas de mata ciliar e floresta. Já em relação ao Risco Cumulativo para os Ecossistemas, as áreas aquáticas e de campo apresentaram maior risco a degradação, devido à densidade de estressores que ali ocorrem, tornando-as mais vulneráveis. Ainda, foram classificadas e analisadas as consequências dos conflitos por recursos naturais, por usos antagônicos em um mesmo espaço e aqueles advindos de políticas públicas. Com base na análise integrada dos resultados, obteve-se as áreas prioritárias a gestão, divididas em três categorias de necessidades a iniciativas de gestão. Os resultados sinalizam a necessidade dos usos compartilharem espaços e recursos, associando conservação e recuperação com interesses econômicos e sociais. Portanto, é de grande importância o desenvolvimento de subsídios a proposição de diretrizes que facilitem o desenvolvimento de instrumentos de organização e de planejamento espacial, como o Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE). / Intense and unplanned use of aquatic and coastal spaces and resources can lead to impacts on environmental systems and conflicts between economic sectors. Thus, this study aims to identify, classify and analyze the consequences of such conflicts, through the evaluation of important areas in terms of human uses and potential risks to environmental systems in the Mirim-Mangueira-Patos system, Southern Rio Grande do Sul, with approximate geographic coordinates between 31º30' to 33º35' south latitude and 51º45' to 54º15' west longitude. To accomplish this, the ecosystem models Integrated Valuation of Ecosystem Services and Tradeoffs (InVEST) was applied based on spatial information from socioeconomic sectors and environmental systems. Fifteen environmental systems and seven uses were identified in the municipalities around the Lagoa dos Patos estuary, São Gonçalo waterway, Mirim and Mangueira lagoons. Ecosystem benefits and users of natural environmental systems have been described. To evaluate the use overlapping, maps of Frequency of Occurrence and of Index of Importance were built, varying according to three environmental scenarios of analysis. Regarding the Ecosystem Recovery Potential, the lowest potential was observed in areas of riparian woods and forest. Regarding the Cumulative Risk for Ecosystems, the aquatic and field areas presented a greater risk of degradation, which is due to the density of stressors, making them more vulnerable. Also, the consequences of conflicts were classified and analyzed by natural resources, by antagonistic uses in the same space, and those derived from public policies. Based on the integrated analysis of the results, the priority areas for management were indicated, which were divided into three categories of management initiatives. The results show the need for spaces and resources to be shared, matching conservation and recovery to economic and social interests. Therefore, it is of great importance the development of subsidies to propose guidelines that facilitate the elaboration of instruments dealing with spatial planning, such as the Ecological-Economic Zoning (EEZ).
5

Aplicação de modelos ecossistêmicos em sistemas de lagoas costeiras como suporte à gestão

Ribeiro, Júlia Nyland do Amaral January 2017 (has links)
O uso intenso e sem planejamento de espaços e de recursos aquáticos e costeiros pode proporcionar impactos sobre sistemas ambientais e ocasionar conflitos entre os setores da economia. Assim, visou-se identificar, classificar e analisar as consequências dos conflitos, por meio da avaliação de áreas importantes aos usos e de potenciais riscos aos sistemas ambientais no sistema Mirim-Mangueira-Patos, setor sul do Rio Grande do Sul, com coordenadas geográficas aproximadas entre 31º30' a 33º35' de latitude Sul e 51º45' a 54º15' de longitude Oeste. Para isso, foram utilizados os modelos ecossistêmicos Integrated Valuation of Ecosystem Services and Tradeoffs (InVEST) e informações espaciais de setores socioeconômicos e de sistemas ambientais. Identificou-se quinze sistemas ambientais e sete usos nos municípios do entorno do estuário da Lagoa dos Patos, do Canal São Gonçalo e das lagoas Mirim e Mangueira. Os sistemas ambientais naturais tiveram seus benefícios ecossistêmicos e usuários descritos. Para avaliação da sobreposição de usos, obteve-se mapas de Frequência de Ocorrência e de Índice de Importância, variando de acordo com três cenários ambientais de análise. Na avaliação de Potencial de Recuperação dos Ecossistemas, o menor potencial foi observado nas áreas de mata ciliar e floresta. Já em relação ao Risco Cumulativo para os Ecossistemas, as áreas aquáticas e de campo apresentaram maior risco a degradação, devido à densidade de estressores que ali ocorrem, tornando-as mais vulneráveis. Ainda, foram classificadas e analisadas as consequências dos conflitos por recursos naturais, por usos antagônicos em um mesmo espaço e aqueles advindos de políticas públicas. Com base na análise integrada dos resultados, obteve-se as áreas prioritárias a gestão, divididas em três categorias de necessidades a iniciativas de gestão. Os resultados sinalizam a necessidade dos usos compartilharem espaços e recursos, associando conservação e recuperação com interesses econômicos e sociais. Portanto, é de grande importância o desenvolvimento de subsídios a proposição de diretrizes que facilitem o desenvolvimento de instrumentos de organização e de planejamento espacial, como o Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE). / Intense and unplanned use of aquatic and coastal spaces and resources can lead to impacts on environmental systems and conflicts between economic sectors. Thus, this study aims to identify, classify and analyze the consequences of such conflicts, through the evaluation of important areas in terms of human uses and potential risks to environmental systems in the Mirim-Mangueira-Patos system, Southern Rio Grande do Sul, with approximate geographic coordinates between 31º30' to 33º35' south latitude and 51º45' to 54º15' west longitude. To accomplish this, the ecosystem models Integrated Valuation of Ecosystem Services and Tradeoffs (InVEST) was applied based on spatial information from socioeconomic sectors and environmental systems. Fifteen environmental systems and seven uses were identified in the municipalities around the Lagoa dos Patos estuary, São Gonçalo waterway, Mirim and Mangueira lagoons. Ecosystem benefits and users of natural environmental systems have been described. To evaluate the use overlapping, maps of Frequency of Occurrence and of Index of Importance were built, varying according to three environmental scenarios of analysis. Regarding the Ecosystem Recovery Potential, the lowest potential was observed in areas of riparian woods and forest. Regarding the Cumulative Risk for Ecosystems, the aquatic and field areas presented a greater risk of degradation, which is due to the density of stressors, making them more vulnerable. Also, the consequences of conflicts were classified and analyzed by natural resources, by antagonistic uses in the same space, and those derived from public policies. Based on the integrated analysis of the results, the priority areas for management were indicated, which were divided into three categories of management initiatives. The results show the need for spaces and resources to be shared, matching conservation and recovery to economic and social interests. Therefore, it is of great importance the development of subsidies to propose guidelines that facilitate the elaboration of instruments dealing with spatial planning, such as the Ecological-Economic Zoning (EEZ).
6

Aplicação de modelos ecossistêmicos em sistemas de lagoas costeiras como suporte à gestão

Ribeiro, Júlia Nyland do Amaral January 2017 (has links)
O uso intenso e sem planejamento de espaços e de recursos aquáticos e costeiros pode proporcionar impactos sobre sistemas ambientais e ocasionar conflitos entre os setores da economia. Assim, visou-se identificar, classificar e analisar as consequências dos conflitos, por meio da avaliação de áreas importantes aos usos e de potenciais riscos aos sistemas ambientais no sistema Mirim-Mangueira-Patos, setor sul do Rio Grande do Sul, com coordenadas geográficas aproximadas entre 31º30' a 33º35' de latitude Sul e 51º45' a 54º15' de longitude Oeste. Para isso, foram utilizados os modelos ecossistêmicos Integrated Valuation of Ecosystem Services and Tradeoffs (InVEST) e informações espaciais de setores socioeconômicos e de sistemas ambientais. Identificou-se quinze sistemas ambientais e sete usos nos municípios do entorno do estuário da Lagoa dos Patos, do Canal São Gonçalo e das lagoas Mirim e Mangueira. Os sistemas ambientais naturais tiveram seus benefícios ecossistêmicos e usuários descritos. Para avaliação da sobreposição de usos, obteve-se mapas de Frequência de Ocorrência e de Índice de Importância, variando de acordo com três cenários ambientais de análise. Na avaliação de Potencial de Recuperação dos Ecossistemas, o menor potencial foi observado nas áreas de mata ciliar e floresta. Já em relação ao Risco Cumulativo para os Ecossistemas, as áreas aquáticas e de campo apresentaram maior risco a degradação, devido à densidade de estressores que ali ocorrem, tornando-as mais vulneráveis. Ainda, foram classificadas e analisadas as consequências dos conflitos por recursos naturais, por usos antagônicos em um mesmo espaço e aqueles advindos de políticas públicas. Com base na análise integrada dos resultados, obteve-se as áreas prioritárias a gestão, divididas em três categorias de necessidades a iniciativas de gestão. Os resultados sinalizam a necessidade dos usos compartilharem espaços e recursos, associando conservação e recuperação com interesses econômicos e sociais. Portanto, é de grande importância o desenvolvimento de subsídios a proposição de diretrizes que facilitem o desenvolvimento de instrumentos de organização e de planejamento espacial, como o Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE). / Intense and unplanned use of aquatic and coastal spaces and resources can lead to impacts on environmental systems and conflicts between economic sectors. Thus, this study aims to identify, classify and analyze the consequences of such conflicts, through the evaluation of important areas in terms of human uses and potential risks to environmental systems in the Mirim-Mangueira-Patos system, Southern Rio Grande do Sul, with approximate geographic coordinates between 31º30' to 33º35' south latitude and 51º45' to 54º15' west longitude. To accomplish this, the ecosystem models Integrated Valuation of Ecosystem Services and Tradeoffs (InVEST) was applied based on spatial information from socioeconomic sectors and environmental systems. Fifteen environmental systems and seven uses were identified in the municipalities around the Lagoa dos Patos estuary, São Gonçalo waterway, Mirim and Mangueira lagoons. Ecosystem benefits and users of natural environmental systems have been described. To evaluate the use overlapping, maps of Frequency of Occurrence and of Index of Importance were built, varying according to three environmental scenarios of analysis. Regarding the Ecosystem Recovery Potential, the lowest potential was observed in areas of riparian woods and forest. Regarding the Cumulative Risk for Ecosystems, the aquatic and field areas presented a greater risk of degradation, which is due to the density of stressors, making them more vulnerable. Also, the consequences of conflicts were classified and analyzed by natural resources, by antagonistic uses in the same space, and those derived from public policies. Based on the integrated analysis of the results, the priority areas for management were indicated, which were divided into three categories of management initiatives. The results show the need for spaces and resources to be shared, matching conservation and recovery to economic and social interests. Therefore, it is of great importance the development of subsidies to propose guidelines that facilitate the elaboration of instruments dealing with spatial planning, such as the Ecological-Economic Zoning (EEZ).
7

Contribuição à tipologia de lagoas costeiras do litoral norte do Rio Grande do Sul, com ênfase na comunidade fitoplanctônica

Padilha, Ronaldo dos Santos January 2001 (has links)
Este trabalho tem por objetivo fornecer subsídios para uma futura classificação das lagoas costeiras do Sub-sistema Tramandaí, localizado na região norte do Complexo Lagunar Costeiro do Rio Grande do Sul, baseando-se na composição da comunidade fitoplanctônica em seis lagoas que fazem parte deste sistema: Lagoa Marcelino, Peixoto, Pinguela, Palmital, Malvas e do Passo. Considerar-se-ão os atributos da comunidade (densidade e diversidade) e suas relações com as variáveis abióticas. As amostragens foram trimestrais no período de maio/97 a janeiro/98, ao longo de um gradiente de diluição e autodepuração dos dejetos urbanos que a cidade de Osório despeja nas águas da Lagoa Marcelino. As análises qualitativa e quantitativa do fitoplâncton foram realizadas em microscopia binocular; para a quantificação utilizou-se a câmara de contagem Sedwick-Rafter. Na análise quali-quantitativa foram identificados 205 táxons em níveis genérico, específico e infra-específico. A comunidade fitoplanctônica apresentou-se de maneira distinta nas lagoas, com Chlorophyceae predominando nos períodos mais quentes na Lagoa Marcelino. No período de temperaturas mais baixas na Lagoa Marcelino predominou Cryptophyceae, nas lagoas Peixoto e Pinguela Cyanophyceae dominou, nas outras lagoas Cyanophyceae predominou no outono e nas outras estações do ano predominou Bacillariophyceae.
8

Aplicabilidade de métodos de sensoriamento remoto na avaliação e monitoramento do estado trófico de lagoas costeiras do Rio Grande do Sul - Brasil / Remote sensing suitability in evaluation and monitoring of trophic state of coastal lagoons in the Rio Grande do Sul state - Brazil

Pereira, Renata January 2007 (has links)
Os fenômenos relacionados à trofia do ecossistema, como crescimento de algas e decomposição, podem interferir nas propriedades ópticas de um corpo d’água, conferindo-lhe reflectância específica. O uso de sensoriamento remoto no gerenciamento de lagoas se baseia principalmente no fato de que a eutrofização e o aumento na produtividade são associados a mudanças nas propriedades ópticas do corpo de água. Desta forma, o uso do sensoriamento remoto é uma alternativa viável e adequada para monitoramentos de longo prazo já que permite um acompanhamento mais eficiente das modificações tróficas, ressaltando-se a necessidade de que exista uma base de análises estatísticas da relação entre a reflectância e o estado trófico representado por parâmetroschave. Este trabalho visa estudar a aplicabilidade de métodos de sensoriamento remoto na avaliação e monitoramento do estado trófico de lagoas costeiras do Rio Grande do Sul (RS). A área de estudo se situa no litoral norte do Rio Grande do Sul.A região do Litoral norte é delimitada ao sul pelo município Balneário Pinhal, ao norte pelo rio Mampituba, a leste pelo oceano e, a oeste, delimitada em função de sua formação geológica, relevo, bacia de drenagem e limites políticos, estendendo-se até os limites de São Francisco de Paula. Foram utilizadas duas imagens do satélite e uma imagem do satélite Landsat TM 5. Foi feita a correção atmosférica através do método 6S e a normalização das imagens pelo método Tasseled Cap. Foram coletados dados de concentração de clorofila-a, turbidez e transparência do disco de Secchi em doze lagoas. A correlação foi significativa entre turbidez e a reflectância da banda 4 do sensor CBERS; através da regressão pelo método Power entre a banda 4 do CBERS e a turbidez obteve-se correlação de 83%. Com a reflectância das imagens normalizadas foi possível estimar faixas de valores prováveis de turbidez nas lagoas estudadas nas datas das imagens. A alta concentração de material em suspensão não é considerada antrópica, não servindo este parâmetro para monitoramento de eutrofização. / The phenomena related to the trophic state of a given ecosystem, like algae growth and decomposition, may interfere in the optic properties of a water body, altering its specific reflectance. The use of Remote Sensing in the management of lagoons is based mainly on the fact that the eutrophication and the increased productivity are associated to changes in the optic properties of the water body. In such way, the use of the Remote Sensing is a viable alternative for long term monitoring because it allows a more efficient assessment of trophic changes. Therefore, there is an urge to establish a solid base of statistical analyses of the relation between reflectance and the trophic state represented by key parameters. This work aims to study the applicability of Remote Sensing methods in the trophic state assessment and monitoring of coastal lagoons of the Rio Grande do Sul (RS) state. The study area is at the North Coast of Rio Grande do Sul. The North Coast is delimited at the south by the Pinhal city, at the north by the Mampituba River, at the east by the ocean and, at the west, delimited in function of its geologic formation, relief and draining basin, going to the limits of São Francisco de Paula city. Two CBERS Images and one Landsat TM 5 image were used. The atmospheric correction was made using the 6S method and the normalization of the images was made using the Tasseled Cap method. Data representing the chlorophyll-a concentration, turbidity and Secchi disc transparency in twelve lagoons were collected. There were no significant correlations between chlorophyll-a and reflectance. The correlation between turbidity with the band 4 of CBERS sensor had been significant by using Power regression between band 4 of CBERS and turbidity, it was obtained a correlation of 83%. By using the normalized images reflectance it was possible to calculate probable values for turbidity in the studied lakes on the dates the satellites obtained the images. However, the source of high concentration of suspended material is not considered effect of anthropogenic actions, so this parameter shall not be used for eutrophication monitoring.
9

Aplicabilidade de métodos de sensoriamento remoto na avaliação e monitoramento do estado trófico de lagoas costeiras do Rio Grande do Sul - Brasil / Remote sensing suitability in evaluation and monitoring of trophic state of coastal lagoons in the Rio Grande do Sul state - Brazil

Pereira, Renata January 2007 (has links)
Os fenômenos relacionados à trofia do ecossistema, como crescimento de algas e decomposição, podem interferir nas propriedades ópticas de um corpo d’água, conferindo-lhe reflectância específica. O uso de sensoriamento remoto no gerenciamento de lagoas se baseia principalmente no fato de que a eutrofização e o aumento na produtividade são associados a mudanças nas propriedades ópticas do corpo de água. Desta forma, o uso do sensoriamento remoto é uma alternativa viável e adequada para monitoramentos de longo prazo já que permite um acompanhamento mais eficiente das modificações tróficas, ressaltando-se a necessidade de que exista uma base de análises estatísticas da relação entre a reflectância e o estado trófico representado por parâmetroschave. Este trabalho visa estudar a aplicabilidade de métodos de sensoriamento remoto na avaliação e monitoramento do estado trófico de lagoas costeiras do Rio Grande do Sul (RS). A área de estudo se situa no litoral norte do Rio Grande do Sul.A região do Litoral norte é delimitada ao sul pelo município Balneário Pinhal, ao norte pelo rio Mampituba, a leste pelo oceano e, a oeste, delimitada em função de sua formação geológica, relevo, bacia de drenagem e limites políticos, estendendo-se até os limites de São Francisco de Paula. Foram utilizadas duas imagens do satélite e uma imagem do satélite Landsat TM 5. Foi feita a correção atmosférica através do método 6S e a normalização das imagens pelo método Tasseled Cap. Foram coletados dados de concentração de clorofila-a, turbidez e transparência do disco de Secchi em doze lagoas. A correlação foi significativa entre turbidez e a reflectância da banda 4 do sensor CBERS; através da regressão pelo método Power entre a banda 4 do CBERS e a turbidez obteve-se correlação de 83%. Com a reflectância das imagens normalizadas foi possível estimar faixas de valores prováveis de turbidez nas lagoas estudadas nas datas das imagens. A alta concentração de material em suspensão não é considerada antrópica, não servindo este parâmetro para monitoramento de eutrofização. / The phenomena related to the trophic state of a given ecosystem, like algae growth and decomposition, may interfere in the optic properties of a water body, altering its specific reflectance. The use of Remote Sensing in the management of lagoons is based mainly on the fact that the eutrophication and the increased productivity are associated to changes in the optic properties of the water body. In such way, the use of the Remote Sensing is a viable alternative for long term monitoring because it allows a more efficient assessment of trophic changes. Therefore, there is an urge to establish a solid base of statistical analyses of the relation between reflectance and the trophic state represented by key parameters. This work aims to study the applicability of Remote Sensing methods in the trophic state assessment and monitoring of coastal lagoons of the Rio Grande do Sul (RS) state. The study area is at the North Coast of Rio Grande do Sul. The North Coast is delimited at the south by the Pinhal city, at the north by the Mampituba River, at the east by the ocean and, at the west, delimited in function of its geologic formation, relief and draining basin, going to the limits of São Francisco de Paula city. Two CBERS Images and one Landsat TM 5 image were used. The atmospheric correction was made using the 6S method and the normalization of the images was made using the Tasseled Cap method. Data representing the chlorophyll-a concentration, turbidity and Secchi disc transparency in twelve lagoons were collected. There were no significant correlations between chlorophyll-a and reflectance. The correlation between turbidity with the band 4 of CBERS sensor had been significant by using Power regression between band 4 of CBERS and turbidity, it was obtained a correlation of 83%. By using the normalized images reflectance it was possible to calculate probable values for turbidity in the studied lakes on the dates the satellites obtained the images. However, the source of high concentration of suspended material is not considered effect of anthropogenic actions, so this parameter shall not be used for eutrophication monitoring.
10

Contribuição à tipologia de lagoas costeiras do litoral norte do Rio Grande do Sul, com ênfase na comunidade fitoplanctônica

Padilha, Ronaldo dos Santos January 2001 (has links)
Este trabalho tem por objetivo fornecer subsídios para uma futura classificação das lagoas costeiras do Sub-sistema Tramandaí, localizado na região norte do Complexo Lagunar Costeiro do Rio Grande do Sul, baseando-se na composição da comunidade fitoplanctônica em seis lagoas que fazem parte deste sistema: Lagoa Marcelino, Peixoto, Pinguela, Palmital, Malvas e do Passo. Considerar-se-ão os atributos da comunidade (densidade e diversidade) e suas relações com as variáveis abióticas. As amostragens foram trimestrais no período de maio/97 a janeiro/98, ao longo de um gradiente de diluição e autodepuração dos dejetos urbanos que a cidade de Osório despeja nas águas da Lagoa Marcelino. As análises qualitativa e quantitativa do fitoplâncton foram realizadas em microscopia binocular; para a quantificação utilizou-se a câmara de contagem Sedwick-Rafter. Na análise quali-quantitativa foram identificados 205 táxons em níveis genérico, específico e infra-específico. A comunidade fitoplanctônica apresentou-se de maneira distinta nas lagoas, com Chlorophyceae predominando nos períodos mais quentes na Lagoa Marcelino. No período de temperaturas mais baixas na Lagoa Marcelino predominou Cryptophyceae, nas lagoas Peixoto e Pinguela Cyanophyceae dominou, nas outras lagoas Cyanophyceae predominou no outono e nas outras estações do ano predominou Bacillariophyceae.

Page generated in 0.0894 seconds