• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 548
  • 10
  • 6
  • 6
  • 6
  • 6
  • 5
  • 5
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 576
  • 349
  • 121
  • 104
  • 93
  • 87
  • 79
  • 75
  • 59
  • 58
  • 58
  • 58
  • 54
  • 53
  • 47
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Dinâmica da comunidade microbiana entre múltiplas escalas espaciais e temporais em lagos rasos costeiros do extremo sul do Brasil

Lima, Marla Sonaira January 2016 (has links)
A comunidade bacteriana aquática foi estudada quanto à composição, biomassa e à atividade de consumo de carbono (perfil de consumo potencial de substratos orgânicos através de Ecoplates Biolog™) ao longo de diferentes escalas espaciais e temporais em 26 lagoas costeiras do sul do Brasil. Com o objetivo de investigar a influência de distintos padrões temporais e espaciais na dinâmica da comunidade, investigou-se i) a variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores na Lagoa Mangueira; ii) os padrões espaciais de distribuição da diversidade beta bacteriana aquática e os fatores influenciando tais variações ao longo de 25 lagoas com diferentes graus de conectividade, no Sistema do rio Tramandaí; e iii) a dinâmica temporal da composição e biomassa bacteriana ao longo de um distúrbio provocado por frentes frias na Lagoa Mangueira. Dessa forma, três perguntas principais foram compostas: i) há variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores? ii) a diversidade beta bacteriana aquática apresenta padrão de distribuição aninhado ou turnover e quais processos influenciam tais padrões? iii) a composição e biomassa da comunidade bacteriana muda em resposta a distúrbios de curta duração ocorridos pela entrada de frente fria polar? Como resultados consistentes observaram-se que: i) a CCB e seus AF variam temporal e espacialmente, sendo sua distribuição explicada principalmente pelos filtros ambientais (speciessorting) e pela distância espacial, respectivamente; ii) a diversidade beta bacteriana entre e dentro das lagoas é principalmente o resultado da substituição de espécies (turnover), sendo que a relação entre a diversidade beta bacteriana e a heterogeneidade ambiental entre as lagoas parece ser resultado de species-sorting, enquanto que dentro das lagoas pode ser o resultado do efeito de massa, devido à alta conectividade e dispersão dentro das lagoas; iii) a comunidade bacteriana em termos de biomassa apresenta-se resiliente ao distúrbio, enquanto que a composição da comunidade apresenta-se resistente ao distúrbio provocado por frente fria. Assim, esta tese contribui no incremento de discussões acerca dos padrões ecológicos da comunidade bacteriana entre múltiplas escalas espaciais e temporais, mostrando que a menor escala de heterogeneidade bacteriana detectada pode estar positivamente relacionada ao tamanho do lago. Além disso a comunidade apresenta distintas respostas de estabilidade em termos composicionais e biomassa em eventos que causam distúrbios ao sistema. Finalmente, esse estudo conseguiu verificar variação espacial e temporal da comunidade bacteriana entre multiplas escalas no sistema aquático, em resposta às variações nas características ambientais nas diferentes escalas estudadas. Portanto, esse estudo identifica a resposta bacteriana aos distintos padrões espaciais e temporais, e quais mecanismos influenciam a comunidade bacteriana, evidenciando a importância em se considerar múltiplas escalas para a compreensão da biogeografia microbiana e a sua habilidade de responder a perturbações. / The aquatic bacterial community was studied in terms of composition, biomass and carbon consumption activity (physiological profile - Ecoplate) over different spatial and temporal scales in 26 coastal lagoons in southern Brazil. In order to investigate the influence of different spatial and temporal patterns in community dynamics, we investigated i) the variation of the bacterial community composition (CBB) and its functional traits (FT) as a function of exclusive effects of the environment, of the space, of the time, or of all the factors in Lake Mangueira; ii) the patterns of distribution of the aquatic bacterial beta diversity and the factors influencing such variations along 25 lakes with different degrees of connectivity in the Tramandaí River System; and iii) temporal dynamics of bacterial composition and biomass along a disturbance provoked by cold fronts in Lake Mangueira. In this way, three mainly questions were made: i) is there variation in the BCC and its FT as a function of the sole purpose of environment, of space, time, or all of the factors? ii) Does aquatic bacterial beta diversity presents a nested pattern of distribution or turnover and which processes influence these patterns? iii) Do the composition and biomass of the bacterial community change in response to short-term disturbs due to the polar cold front event? As a consistent result, it was observed that: i) the BCC and its FT varied temporally and spatially, and its distribution is explained mainly by environmental filters (species-sorting) and spatial distance, respectively; ii) the bacterial beta diversity between and within lake is primarily the result of species turnover, and the bacterial beta diversity-environmental heterogeneity relationship (BDEHR) among lakes appears to result from species-sorting, while withinlake the beta diversity should be a result of the mass effect, due to the high connectivity and dispersion within-lake; iii) the bacterial community, in terms of biomass is resilient to the disturbance, whereas the bacterial composition is resistant to the disturbance. Thus, this thesis contributes in increasing discussions about the ecological patterns of the bacterial community between multiple scales showing that the smaller scale of bacterial heterogeneity detected can be positively related to the lake size. In addition, the community presents distinct stability responses in terms of composition and biomass over events that cause disturbances to the system. This study was able to verify spatial and temporal variation of the bacterial community among multiple scales in the aquatic system, in response to different environmental factors among the multiple scales studied. Therefore, this study identified the bacterial response to the different spatial and temporal patterns, and the mechanisms that influence the bacterial community, evidencing the importance in considering multiple scales for the understanding of microbial biogeography and its ability to respond to disturbs.
2

Da dissociação à resiliência: a influência das experiências infantis no estilo de defesa em adultos

Goi, Júlia Domingues January 2012 (has links)
Introdução: Muitos estudos têm confirmado a intrínseca relação das experiências na infância com o desenvolvimento do indivíduo, tanto em seus aspectos psicológicos, quanto em seus aspectos biológicos, estruturais e genéticos. Os mecanismos de defesa, a dissociação (como uma defesa primitiva) e a resiliência são medidas indiretas do desenvolvimento psicobiológico do ser humano. Entretanto, ainda existem resultados contraditórios e a forma como ocorre essa relação ainda não é completamente conhecida. Além disso, o estudo dessas interações pode ajudar a direcionar intervenções no sentido de minimizar os efeitos de traumas precoces bem como potencializar as defesas mais adaptadas, promovendo a resiliência e favorecendo um bom desenvolvimento da personalidade e do ego do indivíduo Método: Este trabalho refere-se aos resultados de um estudo transversal, em que 73 pacientes com indicação de psicoterapia psicodinâmica foram avaliados antes do início do tratamento, bem como 25 indivíduos saudáveis e resilientes, que estiveram expostos a um trauma maior segundo a definição do DSM-IV, mas não desenvolveram sintomatologia psiquiátrica. Os instrumentos aplicados a todos os participantes foram o CTQ (Childhood Trauma Questionnaire), o DSQ (Defensive Style Questionnaire) e a DES (Dissociative Experiences Scale). Ainda foram coletados 4mL de sangue de cada participante para a posterior dosagem de BDNF. Resultados: Os pacientes com indicação de PP apresentaram mais traumas na infância, uso maior de defesas imaturas, uso menor de defesas maduras, mais experiências dissociativas e maiores níveis de BDNF séricos. Além disso, foi encontrada correlação positiva entre o escore total da CTQ, abuso emocional, abuso físico, negligência emocional e negligência física com o fator imaturo do DSQ. Os escores da DES também tiveram correlação positiva com o fator imaturo, principalmente a fantasia autística, e com o abuso emocional. Houve correlação negativa do escore total da CTQ, do abuso emocional, abuso sexual e negligência emocional com o fator maduro. A única correlação do fator neurótico foi com a negligência física, positivamente. O BDNF correlacionou-se negativamente com o fator maduro e as defesas de supressão e antecipação. Discussão: Esses resultados estão, em sua maioria, de acordo com estudos prévios e contribuem para confirmar a importante influência das experiências de vida precoce na determinação do funcionamento mental e psicobiológico do indivíduo, o que pode acontecer através de alterações epigenéticas ou em estruturas cerebrais ou ainda na neurobiologia cerebral gerando maior ou menor adaptação aos eventos estressores da vida adulta, isto é, através da reação ao estresse e resiliência. / Introduction: Many studies have confirmed the close relationship of childhood experiences with the individual development in its psychological, genetic, structural and biological aspects. The defense mechanisms of the dissociation (as a primitive defense) and resiliency are indirect measures of psychobiological development of the human being. However, there are contradictory results and this relationship is still not fully known. Furthermore, the study of these interactions can help direct interventions to minimize the effects of early trauma and enhance the defenses, promoting resilience and fostering healthy development of individual personality and ego. Method: This study concerns to the results of a cross-sectional study in which 73 patients referred to psychodynamic psychotherapy were evaluated before treatment. Twenty-five healthy and resilient, who were exposed to a major trauma as defined by DSM-IV, but has not developed psychiatric symptoms, were also evaluated. The instruments applied to all the participants were the CTQ (Childhood Trauma Questionnaire), the DSQ (Defensive Style Questionnaire) and the DES (Dissociative Experiences Scale). In addition, it has been collected 4mL of blood from each participant for subsequent measurement of BDNF. Results: Patients referred to PP presented more childhood trauma, greater use of immature defenses, minor use of mature defenses, more dissociative experiences and higher levels of serum BDNF. Moreover, positive correlation was found between the total CTQ scores, emotional abuse, physical abuse, emotional neglect and physical neglect with the DSQ immature factor. The DES scores were also correlated with the immature factor, especially autistic fantasy, and emotional abuse. It has been demonstrated also negative correlation between the total CTQ scores, emotional abuse, sexual abuse and emotional neglect with the DSQ mature factor. Neurotic factor was only correlated with physical neglect, positively. BDNF was negatively correlated with the mature factor and the defenses of suppression and anticipation. Discussion: These results are mostly in agreement with previous studies and contribute to confirm the important influence of early life experiences in determining the individual psychobiological and mental functioning, which may occur through epigenetic changes in brain structures or even in brain neurobiology. These processes probably generate more or less adaptation to stressful events in adulthood, by mechanisms of reaction to stress and resilience.
3

Dinâmica da comunidade microbiana entre múltiplas escalas espaciais e temporais em lagos rasos costeiros do extremo sul do Brasil

Lima, Marla Sonaira January 2016 (has links)
A comunidade bacteriana aquática foi estudada quanto à composição, biomassa e à atividade de consumo de carbono (perfil de consumo potencial de substratos orgânicos através de Ecoplates Biolog™) ao longo de diferentes escalas espaciais e temporais em 26 lagoas costeiras do sul do Brasil. Com o objetivo de investigar a influência de distintos padrões temporais e espaciais na dinâmica da comunidade, investigou-se i) a variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores na Lagoa Mangueira; ii) os padrões espaciais de distribuição da diversidade beta bacteriana aquática e os fatores influenciando tais variações ao longo de 25 lagoas com diferentes graus de conectividade, no Sistema do rio Tramandaí; e iii) a dinâmica temporal da composição e biomassa bacteriana ao longo de um distúrbio provocado por frentes frias na Lagoa Mangueira. Dessa forma, três perguntas principais foram compostas: i) há variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores? ii) a diversidade beta bacteriana aquática apresenta padrão de distribuição aninhado ou turnover e quais processos influenciam tais padrões? iii) a composição e biomassa da comunidade bacteriana muda em resposta a distúrbios de curta duração ocorridos pela entrada de frente fria polar? Como resultados consistentes observaram-se que: i) a CCB e seus AF variam temporal e espacialmente, sendo sua distribuição explicada principalmente pelos filtros ambientais (speciessorting) e pela distância espacial, respectivamente; ii) a diversidade beta bacteriana entre e dentro das lagoas é principalmente o resultado da substituição de espécies (turnover), sendo que a relação entre a diversidade beta bacteriana e a heterogeneidade ambiental entre as lagoas parece ser resultado de species-sorting, enquanto que dentro das lagoas pode ser o resultado do efeito de massa, devido à alta conectividade e dispersão dentro das lagoas; iii) a comunidade bacteriana em termos de biomassa apresenta-se resiliente ao distúrbio, enquanto que a composição da comunidade apresenta-se resistente ao distúrbio provocado por frente fria. Assim, esta tese contribui no incremento de discussões acerca dos padrões ecológicos da comunidade bacteriana entre múltiplas escalas espaciais e temporais, mostrando que a menor escala de heterogeneidade bacteriana detectada pode estar positivamente relacionada ao tamanho do lago. Além disso a comunidade apresenta distintas respostas de estabilidade em termos composicionais e biomassa em eventos que causam distúrbios ao sistema. Finalmente, esse estudo conseguiu verificar variação espacial e temporal da comunidade bacteriana entre multiplas escalas no sistema aquático, em resposta às variações nas características ambientais nas diferentes escalas estudadas. Portanto, esse estudo identifica a resposta bacteriana aos distintos padrões espaciais e temporais, e quais mecanismos influenciam a comunidade bacteriana, evidenciando a importância em se considerar múltiplas escalas para a compreensão da biogeografia microbiana e a sua habilidade de responder a perturbações. / The aquatic bacterial community was studied in terms of composition, biomass and carbon consumption activity (physiological profile - Ecoplate) over different spatial and temporal scales in 26 coastal lagoons in southern Brazil. In order to investigate the influence of different spatial and temporal patterns in community dynamics, we investigated i) the variation of the bacterial community composition (CBB) and its functional traits (FT) as a function of exclusive effects of the environment, of the space, of the time, or of all the factors in Lake Mangueira; ii) the patterns of distribution of the aquatic bacterial beta diversity and the factors influencing such variations along 25 lakes with different degrees of connectivity in the Tramandaí River System; and iii) temporal dynamics of bacterial composition and biomass along a disturbance provoked by cold fronts in Lake Mangueira. In this way, three mainly questions were made: i) is there variation in the BCC and its FT as a function of the sole purpose of environment, of space, time, or all of the factors? ii) Does aquatic bacterial beta diversity presents a nested pattern of distribution or turnover and which processes influence these patterns? iii) Do the composition and biomass of the bacterial community change in response to short-term disturbs due to the polar cold front event? As a consistent result, it was observed that: i) the BCC and its FT varied temporally and spatially, and its distribution is explained mainly by environmental filters (species-sorting) and spatial distance, respectively; ii) the bacterial beta diversity between and within lake is primarily the result of species turnover, and the bacterial beta diversity-environmental heterogeneity relationship (BDEHR) among lakes appears to result from species-sorting, while withinlake the beta diversity should be a result of the mass effect, due to the high connectivity and dispersion within-lake; iii) the bacterial community, in terms of biomass is resilient to the disturbance, whereas the bacterial composition is resistant to the disturbance. Thus, this thesis contributes in increasing discussions about the ecological patterns of the bacterial community between multiple scales showing that the smaller scale of bacterial heterogeneity detected can be positively related to the lake size. In addition, the community presents distinct stability responses in terms of composition and biomass over events that cause disturbances to the system. This study was able to verify spatial and temporal variation of the bacterial community among multiple scales in the aquatic system, in response to different environmental factors among the multiple scales studied. Therefore, this study identified the bacterial response to the different spatial and temporal patterns, and the mechanisms that influence the bacterial community, evidencing the importance in considering multiple scales for the understanding of microbial biogeography and its ability to respond to disturbs.
4

Dinâmica da comunidade microbiana entre múltiplas escalas espaciais e temporais em lagos rasos costeiros do extremo sul do Brasil

Lima, Marla Sonaira January 2016 (has links)
A comunidade bacteriana aquática foi estudada quanto à composição, biomassa e à atividade de consumo de carbono (perfil de consumo potencial de substratos orgânicos através de Ecoplates Biolog™) ao longo de diferentes escalas espaciais e temporais em 26 lagoas costeiras do sul do Brasil. Com o objetivo de investigar a influência de distintos padrões temporais e espaciais na dinâmica da comunidade, investigou-se i) a variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores na Lagoa Mangueira; ii) os padrões espaciais de distribuição da diversidade beta bacteriana aquática e os fatores influenciando tais variações ao longo de 25 lagoas com diferentes graus de conectividade, no Sistema do rio Tramandaí; e iii) a dinâmica temporal da composição e biomassa bacteriana ao longo de um distúrbio provocado por frentes frias na Lagoa Mangueira. Dessa forma, três perguntas principais foram compostas: i) há variação da composição da comunidade bacteriana (CCB) e de seus atributos funcionais (AF) em função de efeitos exclusivos do ambiente, do espaço, do tempo, ou de todos os fatores? ii) a diversidade beta bacteriana aquática apresenta padrão de distribuição aninhado ou turnover e quais processos influenciam tais padrões? iii) a composição e biomassa da comunidade bacteriana muda em resposta a distúrbios de curta duração ocorridos pela entrada de frente fria polar? Como resultados consistentes observaram-se que: i) a CCB e seus AF variam temporal e espacialmente, sendo sua distribuição explicada principalmente pelos filtros ambientais (speciessorting) e pela distância espacial, respectivamente; ii) a diversidade beta bacteriana entre e dentro das lagoas é principalmente o resultado da substituição de espécies (turnover), sendo que a relação entre a diversidade beta bacteriana e a heterogeneidade ambiental entre as lagoas parece ser resultado de species-sorting, enquanto que dentro das lagoas pode ser o resultado do efeito de massa, devido à alta conectividade e dispersão dentro das lagoas; iii) a comunidade bacteriana em termos de biomassa apresenta-se resiliente ao distúrbio, enquanto que a composição da comunidade apresenta-se resistente ao distúrbio provocado por frente fria. Assim, esta tese contribui no incremento de discussões acerca dos padrões ecológicos da comunidade bacteriana entre múltiplas escalas espaciais e temporais, mostrando que a menor escala de heterogeneidade bacteriana detectada pode estar positivamente relacionada ao tamanho do lago. Além disso a comunidade apresenta distintas respostas de estabilidade em termos composicionais e biomassa em eventos que causam distúrbios ao sistema. Finalmente, esse estudo conseguiu verificar variação espacial e temporal da comunidade bacteriana entre multiplas escalas no sistema aquático, em resposta às variações nas características ambientais nas diferentes escalas estudadas. Portanto, esse estudo identifica a resposta bacteriana aos distintos padrões espaciais e temporais, e quais mecanismos influenciam a comunidade bacteriana, evidenciando a importância em se considerar múltiplas escalas para a compreensão da biogeografia microbiana e a sua habilidade de responder a perturbações. / The aquatic bacterial community was studied in terms of composition, biomass and carbon consumption activity (physiological profile - Ecoplate) over different spatial and temporal scales in 26 coastal lagoons in southern Brazil. In order to investigate the influence of different spatial and temporal patterns in community dynamics, we investigated i) the variation of the bacterial community composition (CBB) and its functional traits (FT) as a function of exclusive effects of the environment, of the space, of the time, or of all the factors in Lake Mangueira; ii) the patterns of distribution of the aquatic bacterial beta diversity and the factors influencing such variations along 25 lakes with different degrees of connectivity in the Tramandaí River System; and iii) temporal dynamics of bacterial composition and biomass along a disturbance provoked by cold fronts in Lake Mangueira. In this way, three mainly questions were made: i) is there variation in the BCC and its FT as a function of the sole purpose of environment, of space, time, or all of the factors? ii) Does aquatic bacterial beta diversity presents a nested pattern of distribution or turnover and which processes influence these patterns? iii) Do the composition and biomass of the bacterial community change in response to short-term disturbs due to the polar cold front event? As a consistent result, it was observed that: i) the BCC and its FT varied temporally and spatially, and its distribution is explained mainly by environmental filters (species-sorting) and spatial distance, respectively; ii) the bacterial beta diversity between and within lake is primarily the result of species turnover, and the bacterial beta diversity-environmental heterogeneity relationship (BDEHR) among lakes appears to result from species-sorting, while withinlake the beta diversity should be a result of the mass effect, due to the high connectivity and dispersion within-lake; iii) the bacterial community, in terms of biomass is resilient to the disturbance, whereas the bacterial composition is resistant to the disturbance. Thus, this thesis contributes in increasing discussions about the ecological patterns of the bacterial community between multiple scales showing that the smaller scale of bacterial heterogeneity detected can be positively related to the lake size. In addition, the community presents distinct stability responses in terms of composition and biomass over events that cause disturbances to the system. This study was able to verify spatial and temporal variation of the bacterial community among multiple scales in the aquatic system, in response to different environmental factors among the multiple scales studied. Therefore, this study identified the bacterial response to the different spatial and temporal patterns, and the mechanisms that influence the bacterial community, evidencing the importance in considering multiple scales for the understanding of microbial biogeography and its ability to respond to disturbs.
5

Da dissociação à resiliência: a influência das experiências infantis no estilo de defesa em adultos

Goi, Júlia Domingues January 2012 (has links)
Introdução: Muitos estudos têm confirmado a intrínseca relação das experiências na infância com o desenvolvimento do indivíduo, tanto em seus aspectos psicológicos, quanto em seus aspectos biológicos, estruturais e genéticos. Os mecanismos de defesa, a dissociação (como uma defesa primitiva) e a resiliência são medidas indiretas do desenvolvimento psicobiológico do ser humano. Entretanto, ainda existem resultados contraditórios e a forma como ocorre essa relação ainda não é completamente conhecida. Além disso, o estudo dessas interações pode ajudar a direcionar intervenções no sentido de minimizar os efeitos de traumas precoces bem como potencializar as defesas mais adaptadas, promovendo a resiliência e favorecendo um bom desenvolvimento da personalidade e do ego do indivíduo Método: Este trabalho refere-se aos resultados de um estudo transversal, em que 73 pacientes com indicação de psicoterapia psicodinâmica foram avaliados antes do início do tratamento, bem como 25 indivíduos saudáveis e resilientes, que estiveram expostos a um trauma maior segundo a definição do DSM-IV, mas não desenvolveram sintomatologia psiquiátrica. Os instrumentos aplicados a todos os participantes foram o CTQ (Childhood Trauma Questionnaire), o DSQ (Defensive Style Questionnaire) e a DES (Dissociative Experiences Scale). Ainda foram coletados 4mL de sangue de cada participante para a posterior dosagem de BDNF. Resultados: Os pacientes com indicação de PP apresentaram mais traumas na infância, uso maior de defesas imaturas, uso menor de defesas maduras, mais experiências dissociativas e maiores níveis de BDNF séricos. Além disso, foi encontrada correlação positiva entre o escore total da CTQ, abuso emocional, abuso físico, negligência emocional e negligência física com o fator imaturo do DSQ. Os escores da DES também tiveram correlação positiva com o fator imaturo, principalmente a fantasia autística, e com o abuso emocional. Houve correlação negativa do escore total da CTQ, do abuso emocional, abuso sexual e negligência emocional com o fator maduro. A única correlação do fator neurótico foi com a negligência física, positivamente. O BDNF correlacionou-se negativamente com o fator maduro e as defesas de supressão e antecipação. Discussão: Esses resultados estão, em sua maioria, de acordo com estudos prévios e contribuem para confirmar a importante influência das experiências de vida precoce na determinação do funcionamento mental e psicobiológico do indivíduo, o que pode acontecer através de alterações epigenéticas ou em estruturas cerebrais ou ainda na neurobiologia cerebral gerando maior ou menor adaptação aos eventos estressores da vida adulta, isto é, através da reação ao estresse e resiliência. / Introduction: Many studies have confirmed the close relationship of childhood experiences with the individual development in its psychological, genetic, structural and biological aspects. The defense mechanisms of the dissociation (as a primitive defense) and resiliency are indirect measures of psychobiological development of the human being. However, there are contradictory results and this relationship is still not fully known. Furthermore, the study of these interactions can help direct interventions to minimize the effects of early trauma and enhance the defenses, promoting resilience and fostering healthy development of individual personality and ego. Method: This study concerns to the results of a cross-sectional study in which 73 patients referred to psychodynamic psychotherapy were evaluated before treatment. Twenty-five healthy and resilient, who were exposed to a major trauma as defined by DSM-IV, but has not developed psychiatric symptoms, were also evaluated. The instruments applied to all the participants were the CTQ (Childhood Trauma Questionnaire), the DSQ (Defensive Style Questionnaire) and the DES (Dissociative Experiences Scale). In addition, it has been collected 4mL of blood from each participant for subsequent measurement of BDNF. Results: Patients referred to PP presented more childhood trauma, greater use of immature defenses, minor use of mature defenses, more dissociative experiences and higher levels of serum BDNF. Moreover, positive correlation was found between the total CTQ scores, emotional abuse, physical abuse, emotional neglect and physical neglect with the DSQ immature factor. The DES scores were also correlated with the immature factor, especially autistic fantasy, and emotional abuse. It has been demonstrated also negative correlation between the total CTQ scores, emotional abuse, sexual abuse and emotional neglect with the DSQ mature factor. Neurotic factor was only correlated with physical neglect, positively. BDNF was negatively correlated with the mature factor and the defenses of suppression and anticipation. Discussion: These results are mostly in agreement with previous studies and contribute to confirm the important influence of early life experiences in determining the individual psychobiological and mental functioning, which may occur through epigenetic changes in brain structures or even in brain neurobiology. These processes probably generate more or less adaptation to stressful events in adulthood, by mechanisms of reaction to stress and resilience.
6

Da dissociação à resiliência: a influência das experiências infantis no estilo de defesa em adultos

Goi, Júlia Domingues January 2012 (has links)
Introdução: Muitos estudos têm confirmado a intrínseca relação das experiências na infância com o desenvolvimento do indivíduo, tanto em seus aspectos psicológicos, quanto em seus aspectos biológicos, estruturais e genéticos. Os mecanismos de defesa, a dissociação (como uma defesa primitiva) e a resiliência são medidas indiretas do desenvolvimento psicobiológico do ser humano. Entretanto, ainda existem resultados contraditórios e a forma como ocorre essa relação ainda não é completamente conhecida. Além disso, o estudo dessas interações pode ajudar a direcionar intervenções no sentido de minimizar os efeitos de traumas precoces bem como potencializar as defesas mais adaptadas, promovendo a resiliência e favorecendo um bom desenvolvimento da personalidade e do ego do indivíduo Método: Este trabalho refere-se aos resultados de um estudo transversal, em que 73 pacientes com indicação de psicoterapia psicodinâmica foram avaliados antes do início do tratamento, bem como 25 indivíduos saudáveis e resilientes, que estiveram expostos a um trauma maior segundo a definição do DSM-IV, mas não desenvolveram sintomatologia psiquiátrica. Os instrumentos aplicados a todos os participantes foram o CTQ (Childhood Trauma Questionnaire), o DSQ (Defensive Style Questionnaire) e a DES (Dissociative Experiences Scale). Ainda foram coletados 4mL de sangue de cada participante para a posterior dosagem de BDNF. Resultados: Os pacientes com indicação de PP apresentaram mais traumas na infância, uso maior de defesas imaturas, uso menor de defesas maduras, mais experiências dissociativas e maiores níveis de BDNF séricos. Além disso, foi encontrada correlação positiva entre o escore total da CTQ, abuso emocional, abuso físico, negligência emocional e negligência física com o fator imaturo do DSQ. Os escores da DES também tiveram correlação positiva com o fator imaturo, principalmente a fantasia autística, e com o abuso emocional. Houve correlação negativa do escore total da CTQ, do abuso emocional, abuso sexual e negligência emocional com o fator maduro. A única correlação do fator neurótico foi com a negligência física, positivamente. O BDNF correlacionou-se negativamente com o fator maduro e as defesas de supressão e antecipação. Discussão: Esses resultados estão, em sua maioria, de acordo com estudos prévios e contribuem para confirmar a importante influência das experiências de vida precoce na determinação do funcionamento mental e psicobiológico do indivíduo, o que pode acontecer através de alterações epigenéticas ou em estruturas cerebrais ou ainda na neurobiologia cerebral gerando maior ou menor adaptação aos eventos estressores da vida adulta, isto é, através da reação ao estresse e resiliência. / Introduction: Many studies have confirmed the close relationship of childhood experiences with the individual development in its psychological, genetic, structural and biological aspects. The defense mechanisms of the dissociation (as a primitive defense) and resiliency are indirect measures of psychobiological development of the human being. However, there are contradictory results and this relationship is still not fully known. Furthermore, the study of these interactions can help direct interventions to minimize the effects of early trauma and enhance the defenses, promoting resilience and fostering healthy development of individual personality and ego. Method: This study concerns to the results of a cross-sectional study in which 73 patients referred to psychodynamic psychotherapy were evaluated before treatment. Twenty-five healthy and resilient, who were exposed to a major trauma as defined by DSM-IV, but has not developed psychiatric symptoms, were also evaluated. The instruments applied to all the participants were the CTQ (Childhood Trauma Questionnaire), the DSQ (Defensive Style Questionnaire) and the DES (Dissociative Experiences Scale). In addition, it has been collected 4mL of blood from each participant for subsequent measurement of BDNF. Results: Patients referred to PP presented more childhood trauma, greater use of immature defenses, minor use of mature defenses, more dissociative experiences and higher levels of serum BDNF. Moreover, positive correlation was found between the total CTQ scores, emotional abuse, physical abuse, emotional neglect and physical neglect with the DSQ immature factor. The DES scores were also correlated with the immature factor, especially autistic fantasy, and emotional abuse. It has been demonstrated also negative correlation between the total CTQ scores, emotional abuse, sexual abuse and emotional neglect with the DSQ mature factor. Neurotic factor was only correlated with physical neglect, positively. BDNF was negatively correlated with the mature factor and the defenses of suppression and anticipation. Discussion: These results are mostly in agreement with previous studies and contribute to confirm the important influence of early life experiences in determining the individual psychobiological and mental functioning, which may occur through epigenetic changes in brain structures or even in brain neurobiology. These processes probably generate more or less adaptation to stressful events in adulthood, by mechanisms of reaction to stress and resilience.
7

Caracterização de propriedades resilientes de três britas graduadas utilizadas em pavimentos no sul do Brasil

Marmitt, Hariane Machado January 2002 (has links)
Foram analisadas, na presente pesquisa, as características resilientes de um granito de Santa Catarina e de dois tipos de basaltos do Rio Grande do Sul, utilizados como base e sub-base em pavimentos na região sul do país. Os valores de Módulo de Resiliência foram obtidos em laboratório por ensaios triaxiais de carga repetida, com aplicação da norma americana de determinação do módulo de resiliência para materiais granulares (AASHTO TP46-94). Foi analisado seu comportamento resiliente através da variação da umidade de compactação e da variação do grau de compactação das amostras. A influência da umidade foi estudada variando-se a umidade de compactação em relação à umidade ótima relativa à energia modificada, num intervalo correspondente a 2% acima e abaixo da mesma. Apenas o granito foi ensaiado nas três umidades desejadas. Os dois tipos de basalto não foram ensaiados na umidade 2% acima da ótima, por apresentarem uma umidade ótima elevada, dificultando a moldagem. Outro fator estudado foi a influência da densidade no módulo de resiliência, onde o grau de compactação das amostras foi variado em 100%, 98%, 95% e 93%. Os resultados mostraram que a umidade exerce uma influência no módulo de resiliência, influência esta constatada nas amostras de granito. Para este material, o Módulo de Resiliência diminui com o aumento da umidade. Nos três materiais estudados, não foi obtida correlação entre o módulo de resiliência e o grau se compactação, de acordo com a variação considerada.
8

Estudo da influência dos métodos de compactação no comportamento resiliente de solos

Werk, Sirlei Maribel Siconi de January 2000 (has links)
Esta dissertação de mestrado apresenta um estudo realizado através de diferentes métodos de compactação, procurando-se conhecer o comportamento resiliente e a sucção de dois solos típicos de subleito de pavimentos do Estado do Rio Grande do Sul. Os corpos de prova confeccionados com argila e solo residual de arenito foram submetidos a ensaios de carregamento repetido em câmara triaxial. Foi realizada a medição da sucção com o intuito de verificar a relação entre umidade e módulo de resiliência nos corpos de prova compactados. Os resultados obtidos demonstraram que conforme o método de compactação empregado, o comportamento resiliente apresenta-se diferenciado, segundo o teor de umidade, o nível de tensões aplicado e o tipo de solo da amostra ensaiada. A influência dos métodos de compactação empregados pode ser verificada, também, nos resultados de sucção obtidos, tanto pelo método do papel filtro como pelo uso do transdutor de pressão de alta capacidade durante os ensaios de medição de módulo de resiliência. / This work presents a study on typical subgrade pavements materials in Rio Grande do Sul State, Brazil. Aiming at better understanding the resilient behaviour of soil and different compaction methods, specimens were compacted and tested in dynamical triaxial equipment. Besides, during resilient modulus determination, soil suction was measured. The results show that resilient behaviour is influenced not only by compaction method but by moisture content and level stress as well. Such influence was also observed in suction values, measured either with the filter paper method or the Imperial College Suction Probe used in the resilient modulus test.
9

Modelo de governança adaptativa para os recursos hídricos utilizando cenários climáticos / Proposed model of a robust adaptive governance for water resources using climate scenarios

Cysne, Andréa Pereira January 2012 (has links)
CYSNE, A. P. Modelo de governança adaptativa para os recursos hídricos utilizando cenários climáticos. 2012. 159 f. Tese (Doutorado em Engenharia Civil: Recursos Hídricos) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012. / Submitted by Marlene Sousa (mmarlene@ufc.br) on 2012-10-02T17:04:32Z No. of bitstreams: 1 2012_tese_apcysne.pdf: 2843104 bytes, checksum: bc8a8893f1534f3fc046a1ad226b3d6c (MD5) / Approved for entry into archive by Marlene Sousa(mmarlene@ufc.br) on 2012-10-10T16:39:33Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_tese_apcysne.pdf: 2843104 bytes, checksum: bc8a8893f1534f3fc046a1ad226b3d6c (MD5) / Made available in DSpace on 2012-10-10T16:39:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_tese_apcysne.pdf: 2843104 bytes, checksum: bc8a8893f1534f3fc046a1ad226b3d6c (MD5) Previous issue date: 2012 / The intergrated management of water resources and the adaptive government are institutional and management paradigms created to solve the deficiencies of the water resources management. On the integrated management, the challenge present itself on the establishment of institutional arrangements and appropriate instruments. On the adaptive governance, the challenge is configured to manage under conditions of uncertainty. Recently, it´s been observed a tendency of fusion between these two paradigms to face the increasing complexity of factors that shape and stress the water resources management, the climate change being one of these factors. In the Brazilian semiarid, the uncertainties associated with climate change are added to natural variability typical of the region, amplifying the complexity of the management of its water systems, which makes relevant the incorporation of these concepts. From this perspective, this study interprets the management system of water resources of the State of Ceará, under the point of view of ecological resilience and proposed a model of adaptive governance of water resources, under scenarios of climatic changes. As a case study, it was analyzed the Jaguaribe-Metropolitanas system, which showed that the interconnection through Eixão Water and Canal Worker, provide high connectivity of the system, and a low potential for changes in the same.Thus, the system becomes too dependent on a single source of water - the Castanhão - which makes it vulnerable to any failure that occurs within it. In general, it was verified that the possible climate changes would bring a decrease in the resilience of the system, since it was found a greater need to import water from the River Basin Jaguaribe for the Metropolitan Region of Fortaleza, when comparing the emissions scenarios (20C3M and A1B) of the Intergovernmental Panel on Climate Change. It is suggested, therefore, the management of resilience through adaptive governance. / A gestão integrada dos recursos hídricos e a governança adaptativa são paradigmas institucionais e de gestão criados para solucionar as deficiências do gerenciamento de recursos hídricos. Na gestão integrada, o desafio apresenta-se no estabelecimento de arranjos institucionais e instrumentos apropriados; na governança adaptativa, o desafio se configura no gerenciamento sob condições de incerteza. Recentemente, tem-se observado uma tendência de fusão desses dois paradigmas para enfrentar a crescente complexidade dos fatores que moldam e estressam o gerenciamento dos recursos hídricos, sendo a mudança climática um desses fatores. No Semiárido Brasileiro, as incertezas associadas a mudanças no clima se somam às variabilidades naturais típicas da região, amplificando a complexidade da gestão dos seus sistemas hídricos, o que torna relevante a incorporação desses conceitos. Sob essa perspectiva, o presente trabalho interpreta o sistema de gerenciamento de recursos hídricos do Estado do Ceará sob o ponto de vista da resiliência ecológica e propõe um modelo de governança adaptativa dos recursos hídricos, sob cenários de mudança climática. Como estudo de caso, analisou-se o Sistema Jaguaribe-Metropolitanas, o qual evidenciou que a interligação por meio do Eixão das Águas e do Canal do Trabalhador, proporcionam uma alta conectividade do sistema, e um baixo potencial de mudanças do mesmo. Dessa forma, o sistema passa a ser muito dependente de uma única fonte hídrica - o Castanhão - o que o torna vulnerável a qualquer falha que nele ocorra. De modo geral,verificou-se, ainda, que as possíveis mudanças climáticas trarão uma diminuição da resiliência do sistema, uma vez que se constatou maior necessidade de importação de água da Bacia do Rio Jaguaribe para a Região Metropolitana de Fortaleza, quando comparados os cenários de emissões (20C3M e A1B) do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas. Sugere-se, dessa forma, o gerenciamento da resiliência por meio da governança adaptativa.
10

Análise e desenvolvimento do conceito de resiliência no envelhecimento / Resilience in aging a concept development

Oliveira, Edmara Teixeira January 2015 (has links)
OLIVEIRA, Edmara Teixeira. Análise e desenvolvimento do conceito de resiliência no envelhecimento. 2015. 105 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015. / Submitted by denise santos (denise.santos@ufc.br) on 2015-10-23T15:51:35Z No. of bitstreams: 1 2015_dis_etoliveira.pdf: 1695135 bytes, checksum: a157090b9ee2e9e0e1d491e4cf03516b (MD5) / Approved for entry into archive by denise santos(denise.santos@ufc.br) on 2015-10-26T10:47:21Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2015_dis_etoliveira.pdf: 1695135 bytes, checksum: a157090b9ee2e9e0e1d491e4cf03516b (MD5) / Made available in DSpace on 2015-10-26T10:47:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2015_dis_etoliveira.pdf: 1695135 bytes, checksum: a157090b9ee2e9e0e1d491e4cf03516b (MD5) Previous issue date: 2015 / ABSCTRAT Resilience comes as a mechani sm to facilita te the process of human development. It i s a type of plasticity that can be translated as the potential for individual change and it i s flexibility and strength to deal with challenges and demands. The study of resilience is recent, but, in g eneral, studies have tried to understand the role of this in the childhood and adolescence. Given this scenario, there is a need to know, as is the resilience phenomenon in the elderly , since the clarification represents a gain for better understanding and promotion of the theme in geriatric care. The study sought to analyze and develop the concept of resilience in aging, aiming to develop a conceptual framework based on theoretical and empirical analysis of the attributes, antecedents and consequences of t he phenomenon. As a construction, method used the hybrid conceptual analysis proposed by Swartz - Barcott and Kim (2000). The literature (theoretical phase) and interviews with seniors and professionals (field phase) allowed greater understanding of the phen omenon of the manifestation in the various scenarios in which the elderly is inserted and the presentation of a conceptual framework that succinctly to clarify the theme filling in the gaps of the definitions found in the literature. The antecedents observ ed in both phases of the study demonstrate that resilience in aging is directly related to social support and the experience in overcoming adversity. As for the attributes of concept stand out better the adaptation to adversity, optimism, acceptance of o ne's limits the age, willpower, self - esteem and autonomy. Finally, the resulting characteristics the resilience like longevity with quality of life; seeking health behavior; psychological and mental well - being; good mood; healthy lifestyle; acceptance of aging; framework in society, respect and responsiveness as well as an active and healthy aging demonstrate the benefits that come from the maintained resilient behavior by the elderly. The concept proved to be applicable and relevant for nursing. Health professionals including nurses can use the concept as a facilitating tool of attention to the elderly. One of the main results of the study, even if on a small scale, it is the ability to become a means of disseminating the concept of resilience in aging. It may be resource for those who wish to know the concept, develop interventions aimed at this population, and stimulate the development of other studies on the subject. / A resiliência surge como mecanismo facilitador do processo de desenvolvimento humano. Representa um tipo de plasticidade que pode ser traduzida como o potencial de mudança do indivíduo e sua flexibilidade e resistência para lidar com desafios e exigências. O estudo da resiliência é recente, mas, de uma forma geral, os estudos têm tentado compreender o papel desta na infância e na adolescência. Diante desse cenário, surge a necessidade de conhecer como se constitui o fenômeno da resiliência no idoso uma vez que o seu esclarecimento representa um ganho para a melhor compreensão e promoção do tema na atenção gerontológica. O estudo buscou analisar e desenvolver o conceito de resiliência no envelhecimento, tendo como objetivo elaborar uma estrutura conceitual com base em análise teórica e empírica dos atributos, antecedentes e consequentes do fenômeno. Como método de construção utilizou-se o modelo híbrido de análise conceitual proposto por Swartz-Barcott e Kim (2000). A análise da literatura (fase teórica) e das entrevistas com idosos e profissionais (fase de campo) permitiu a maior compreensão da manifestação do fenômeno nos diversos cenários em que o idoso está inserido e a apresentação de uma estrutura conceitual que de forma sucinta pretende esclarecer o tema preenchendo as lacunas das definições encontradas na literatura. Os antecedentes observados nas duas fases do estudo demonstram que a resiliência no envelhecimento está relacionada diretamente com o apoio social e a experiência acumulada na superação de adversidades. Quanto aos atributos do conceito destacam-se a melhor adaptação as adversidades, otimismo, aceitação dos próprios limites e da idade além de força de vontade, autoestima e autonomia. Por fim, os consequentes observados como longevidade com qualidade de vida; comportamento de busca de saúde; bem-estar psicológico e saúde mental; bom humor; estilo de vida saudável; aceitação do envelhecimento; enquadramento na sociedade, respeito e receptividade além de um envelhecimento ativo e saudável demonstram os benefícios que advém da manutenção de comportamentos resilientes pelo idoso. O conceito mostrou-se aplicável e relevante para a enfermagem. Os profissionais da saúde entre eles o enfermeiro podem utilizar o conceito como uma ferramenta facilitadora da atenção à pessoa idosa. Um dos principais resultados do estudo mesmo que em pequena escala é a possibilidade de tornar-se um meio de divulgação do conceito de resiliência no envelhecimento. Poderá ser fonte de pesquisa para aqueles que desejarem conhecer o conceito e desenvolver intervenções direcionadas a esta população além de estimular o desenvolvimento de outros estudos acerca da temática.

Page generated in 0.0559 seconds