• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 88
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 88
  • 36
  • 19
  • 16
  • 15
  • 14
  • 14
  • 14
  • 14
  • 13
  • 13
  • 13
  • 12
  • 11
  • 10
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Influencia do Al na tecnologia do quartzo sintetico

Shinohara, Armando Hideki 25 September 1990 (has links)
Orientador: Carlos Kenichi Suzuki / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Mecanica / Made available in DSpace on 2018-09-27T19:31:53Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Shinohara_ArmandoHideki_M.pdf: 4554704 bytes, checksum: 11e70bd2aebcb019f41cf3a9ed7dedc7 (MD5) Previous issue date: 1990 / Resumo: A impureza de alumínio está sempre presente no cristal de quartzo sintético e gera imperfeições variadas durante o crescimento, e praticamente resulta no que diz respeito a insumos, a qualidade do cristal sintético em termos de aplicações tecnológicas. N a presente dissertação, a anisotropia na distribuição da concentração da impureza de alumínio e seus efeitos no cristal de quartzo sintético, crescido em semente de barra Y para aplicação industrial, foram estudados experimentalmente nos cristais de quartzo sintético crescidos perpendicularmente ao eixo Y em sementes de diferentes orientações: <0001>, <1120>, <1121> e <1122> por espectrofotometria de absorção atômica, topografia de raios-X e espectrofotometria no infravermelho. A morfologia do cristal de quartzo sintético é influenciada pela geometria da semente e pela concentração de alumínio nas lascas. A densidade de discordâncias em cada setor de crescimento depende, embora seja influenciada por vários fatores tais como condições de crescimento e qualidade da semente, da área inicial de crescimento. Do ponto de vista tecnológico, a semente de corte ç pode ser usada para o aprimoramento da qualidade do setor Z pois contém baixa densidade de discordâncias. O setor -x contém a mais alta concentração da impureza de hidrogênio e é suposto que é absorvido na forma de molécula de água na superfície durante o crescimento e afeta na velocidade de crescimento. Os setores S dos cristais crescidos em sementes de corte S e ç contém a mais alta concentração da impureza de alumínio, sendo geralmente maior que a concentração nas lascas de partida. A concentração da impureza de alumínio apresenta uma boa correlação com a impureza de lítio, onde o coeficiente de correlação foi obtida como 0,98. Os resultados obtidos no presente estudo vêm contribuir tanto na tecnologia de quartzo sintético assim como estimular novas pesquisas de interesse científico / Abstract: Not informed. / Mestrado / Mestre em Engenharia Mecânica
2

Análise da refusão superficial de aços por laser com altas taxas de resfriamento

Verástegui, Roger Navarro January 2007 (has links)
O presente estudo teve como foco o tema microestrutura de aços quando submetidos a elevadas taxas de resfriamento, desenvolvido em duas etapas: análise de pontos fundidos na superfície de aços através do processo a laser, com o qual se atinge elevadíssimas taxas de resfriamento; análise de refusões superficiais em aços, na forma de cordão produzido por refusão superficial, também utilizando-se o processo laser. Foram utilizados: aços ao carbono (SAE 1020 e SAE 1045), aço estrutural (ASTM A633), aço rolamento (SAE E52100) e aços ferramenta (SAE L6, SAE H13 e Tipo II VMO). Foram realizados ensaios metalográficos e empregados dois modelos matemáticos para estimar as taxas de resfriamento: para fonte instantânea, para a análise dos pontos; e a teoria de condução de calor de Rosenthal para extração tridimensional nas análises dos cordões produzidos por refusão superficial. Através dos resultados verificou-se que os aços que apresentavam estrutura esferoidizada (SAE E52100, SAE L6, SAE H13 e Tipo II VMO) respondem melhor quando se deseja endurecê-los superficialmente se comparados aos aços que apresentavam estrutura normalizada (SAE 1020, SAE 1045 e ASTM A633). As taxas de resfriamento estimadas foram maiores nos experimentos da realização de pontos. As evoluções microestruturais apresentaram semelhança entre os aços com a mesma microestrutura inicial (esferoidizada e normalizada). Foi encontrado um sítio com dureza elevada na zona afetada pelo calor (ZAC) dos aços normalizados, na região em que antes da aplicação de energia, havia perlita. / The present study has as subject microstructure of steel when submitted to high cooling rates. The work can be divided in two parts: analysis of casting points in the steel surface through the laser process, in which high cooling rates are reached; analysis of remeltings surface in steel, in form of flat weld fillet produced for superficial remelting, also using laser process. The following steels were used: carbon steel (SAE 1020 and SAE 1045), structural steel (ASTM A633), low alloy steel (SAE E52100) and tools steel (SAE L6, SAE H13 and Type II VMO). Metallographic analyses were carried out and two mathematical models were used to estimate the cooling rates: analysis of the points for instantaneous source; and the Rosenthal’s theory of heat conduction for three-dimensional extraction in the analysis of the flat weld fillet produced by superficial remelting. The results showed that steels presenting spheroidised structure (SAE E52100, SAE L6, SAE H13 and Type II VMO) give a better response when surface hardening is desired when comparade to steels presenting normalized structure (SAE 1020, SAE 1045 and ASTM A633). The estimated cooling rates were higher in casting points experiments. The microstructural evolution presented similarities for both initial microstructures (spheroid and normalized). A small site with hardness raised in the heat affected zone (HAZ) of normalized steel presented high hardness, in a region where before the energy application perlite was present.
3

Estudo comparativo da resistência ao desgaste e ao impacto de ferros fundidos de alto desempenho

Israel, Charles Leonardo January 2005 (has links)
Este trabalho tem por objetivo a avaliação comparativa da resistência ao desgaste abrasivo e a resistência ao impacto Charpy de um ferro fundido nodular austemperado (temperaturas de austêmpera em 260 e 300 ºC), de um ferro fundido nodular temperado em óleo e revenido a 200 ºC, e de um ferro fundido branco com alto teor de Cr, temperado ao ar e revenido a 400 ºC. Para a caracterização dos ferros fundidos, foi utilizada microscopia óptica e ensaios mecânicos de tração e dureza. Na avaliação dos corpos-de-prova que sofreram teste de desgaste, foram avaliadas a perda de massa, rugosidade superficial, dureza Vickers e microscopia eletrônica de varredura na superfície desgastada. Para a avaliação da resistência ao impacto foi utilizado o ensaio Charpy e as superfícies de fratura foram observadas em microscópio eletrônico de varredura. Para os ensaios de desgaste, observou-se que até 120h de ensaio, o ferro fundido branco alto cromo apresentava menor perda de massa, se comparado com os demais materiais. A partir de 144h houve uma inversão de desempenho com o ferro fundido nodular austemperado a 300 ºC, apresentando menor taxa de desgaste até o final do ensaio em 196h. Nos resultados de impacto o material que apresentou maior tenacidade foi o Ferro fundido nodular austemperado a 300 ºC. No ensaio de desgaste acredita-se que foi a presença de austenita retida na microestrutura do austemperado a 300 ºC (superior aos demais) o fator decisivo. Para a resistência ao impacto, alem da quantidade de austenita retida, a baixa dureza do austemperado a 300 ºC e a baixa quantidade de grafita provocaram a maior resistência deste tipo fundido. / This work aims to evaluate the abrasive wear resistance and the charpy resistance of three different materials. The first one was an austempered ductile iron (austempering temperatures of 260 and 300 ºC), the second was a quenched and tempered ductile cast iron and the third was a white cast iron high chromium (quenched and tempered - 400 ºC). Optical microscopy, traction and hardness tests were employed in the mechanical characterization of the materials. In the wear test specimens the surface roughness, the Vickers hardness and SEM in the wasted surface were analyzed. In the evaluation of the impact resistance charpy tests were made and the fracture surfaces were analyzed with SEM. It was observed that, in the wear tests, the white cast iron high chromium samples presented the small's mass loss until 120 hours. Up to 144 hours the austempered ductile iron 300ºC samples presented the smaller mass loss. In the impact tests the austempered ductile iron 300ºC was also the material with higher toughness. In the wear tests, the higher level of retained austenite in the 300ºC austempered was the decisive factor. In the impact tests, the low hardness and low graphite amount, ally to the low retained austenite level, were the mainly factors acting in the higher resistance of the 300ºC austempered cast iron.
4

Estudo petrográfico, metalográfico e geoquímico dos meteoritos Bocaiuva e João Pinheiro – Minas Gerais.

Pucheta, Flávia Noelia January 2010 (has links)
Submitted by Maurílio Figueiredo (maurilioafigueiredo@yahoo.com.br) on 2013-09-03T22:44:08Z No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO_EstudoPetrográficoMetalográfico.pdf: 13349078 bytes, checksum: 5bcadd24e4a672d4d07ff2a9317914e0 (MD5) / Approved for entry into archive by Gracilene Carvalho (gracilene@sisbin.ufop.br) on 2013-10-10T15:38:20Z (GMT) No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO_EstudoPetrográficoMetalográfico.pdf: 13349078 bytes, checksum: 5bcadd24e4a672d4d07ff2a9317914e0 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-10-10T15:38:20Z (GMT). No. of bitstreams: 1 DISSERTAÇÃO_EstudoPetrográficoMetalográfico.pdf: 13349078 bytes, checksum: 5bcadd24e4a672d4d07ff2a9317914e0 (MD5) Previous issue date: 2010 / Os meteoritos foram considerados durante muito tempo como meras curiosidades. De fato, foi só depois de Jean Baptiste Biot (1774 - 1862) estudar o meteorito da Águia, que caiu no norte da França em 1803, que a natureza extraterrestre dessas rochas foi claramente estabelecida (Gounelle 2006). Ainda assim, o local de origem dos meteoritos no Sistema Solar só pôde ser definitivamente identificado após a determinação da órbita do meteorito Pribram, que caiu em 7 de abril de 1959 na República Tcheca. Entretanto, nos últimos anos, o interesse no estudo dos meteoritos aumentou enormemente, isto aconteceu, basicamente, porque foi reconhecido que essas rochas são os objetos mais antigos que o homem já encontrou, guardando registros das várias etapas da formação do Sistema Solar. O Brasil possui 58 meteoritos devidamente catalogados pela Ciência Meteorítica, número bastante inferior comparados com países da Europa e os Estados Unidos. A coleção de meteoritos do exMuseu de Mineralogia Professor Djalma Guimarães - MMPDG, situada em Belo Horizonte, possui dezessete meteoritos, dentre eles dez são brasileiros. O meteorito Bocaiúva, encontrado em Minas Gerais, pesando 64kg, foi achado em 1965, na cidade de Bocaiúva, a 400km da capital do estado, Belo Horizonte. Porém somente no final do ano de 2006 foi entregue ao MMPDG e hoje se encontra em exposição. Além da massa principal do meteorito Bocaiuva, também há outro fragmento catalogado como “meteorito Bocaiuva”, de aspecto totalmente metálico. Segundo a bibliografia existente do meteorito Bocaiuva ele possui regiões silicatadas de até 1cm de diâmetro, claramente observadas a olho nu. Ele é considerado um meteorito raro por conter uma significativa quantidade de silicatos em uma matriz metálica, composta basicamente por Fe e Ni. As diferenças macroscópicas observadas entre a massa principal do meteorito Bocaiuva e os fragmentos catalogados como tal, levam a duas hipóteses: ambos pertencem ao mesmo corpo parental com características distintas das relatadas na literatura ou o pequeno fragmento catalogado como Bocaiúva é na verdade pertencente a outro meteorito. Portanto foram realizados diversos estudos, abrangendo as microestruturas; a mineralogia (minerais opacos e transparentes) e a geoquímica de ambos os meteoritos. Foram utilizadas diversas técnicas de análise laboratorial como Microscopia Óptica e Eletrônica, Espectrometria de Absorção no Infravermelho, Catodoluminescência, Difração de Raios X, Espectrometria de Emissão Óptica com Plasma Acoplado - (ICP-OES) e Espectroscopia de Emissão Óptica com Plasma Induzido por Laser - LIBS De acordo com os resultados obtidos, os fragmentos catalogados como meteorito Bocaiuva, pertencem na verdade ao meteorito João Pinheiro, nunca catalogado pela Ciência. Além do mais, no meteorito Bocaiuva foram descobertas inclusões fluidas e fundidas nunca observadas por outros pesquisadores. ________________________________________________________________________________ / ABSTRACT: The meteorites were long considered as mere curiosities. In fact, it was only after Jean Baptiste Biot (1774 - 1862) to study the meteorite's Eagle, who fell in northern France in 1803, the extraterrestrial nature of these rocks has been clearly established (Gounelle 2006). Still, the place of origin of meteorite in the solar system could only be definitively identified after the determination of the orbit of Pribram meteorite, which fell on April 7, 1959 in the Czech Republic. However, in recent years, the interest in the study of meteorites has increased enormously, this has happened, basically, because it was recognized that these rocks are the oldest objects ever found that man, keeping records of the various stages of formation of the Solar System. Brazil has 58 meteorites properly cataloged by meteoric science, low number compared with European countries and the United States. The collection of meteorites from the exMuseum of Mineralogy Professor Djalma Guimarães - MMPDG, located in Belo Horizonte, has seventeen meteorites, among them ten are Brazilian. The Bocaiúva meteorite, found in Minas Gerais, weighing 64kg, was found in 1965 in the town of Bocaiuva, 400km from the state capital, Belo Horizonte. But only at the end of 2006 was delivered to MMPDG and is today on display. Besides the main mass of meteorite Bocaiuva, there is also another fragment cataloged as "meteorite Bocaiuva" aspect of all metal. According to the literature about the Bocaiuva meteorite, it has silicate regions up to 1cm in diameter, clearly visible to the naked eye. He is considered a rare meteorite to contain a significant amount of silicates in a metal matrix, composed mainly of Fe and Ni. Macroscopic differences observed between the main mass of the Bocaiuva meteorite and fragments cataloged as such, leads to two hypotheses: both belong to the same parent body with different characteristics than those reported in the literature or the small fragment cataloged as Bocaiuva is actually owned by another meteorite. Therefore was done several studies, including the microstructures, mineralogy (mineral opaque and transparent) and the geochemistry of both meteorites. Several techniques of laboratory analysis and Optical and Electron Microscopy, Infrared Absorption Spectrometry, Cathodoluminescense, Ray X Diffraction, Optical Emission Spectroscopy Coupled Plasma (ICP-OES) and Optical Emission Spectroscopy with Laser Induced Plasma (LIBS). According to the results, the meteorite fragments cataloged as Bocaiuva, actually belong to the meteorite João Pinheiro, never cataloged by science. Moreover, in the meteorite Bocaiuva fluid inclusions and melt inclusion were discovered ever observed by other researchers.
5

Análise da refusão superficial de aços por laser com altas taxas de resfriamento

Verástegui, Roger Navarro January 2007 (has links)
O presente estudo teve como foco o tema microestrutura de aços quando submetidos a elevadas taxas de resfriamento, desenvolvido em duas etapas: análise de pontos fundidos na superfície de aços através do processo a laser, com o qual se atinge elevadíssimas taxas de resfriamento; análise de refusões superficiais em aços, na forma de cordão produzido por refusão superficial, também utilizando-se o processo laser. Foram utilizados: aços ao carbono (SAE 1020 e SAE 1045), aço estrutural (ASTM A633), aço rolamento (SAE E52100) e aços ferramenta (SAE L6, SAE H13 e Tipo II VMO). Foram realizados ensaios metalográficos e empregados dois modelos matemáticos para estimar as taxas de resfriamento: para fonte instantânea, para a análise dos pontos; e a teoria de condução de calor de Rosenthal para extração tridimensional nas análises dos cordões produzidos por refusão superficial. Através dos resultados verificou-se que os aços que apresentavam estrutura esferoidizada (SAE E52100, SAE L6, SAE H13 e Tipo II VMO) respondem melhor quando se deseja endurecê-los superficialmente se comparados aos aços que apresentavam estrutura normalizada (SAE 1020, SAE 1045 e ASTM A633). As taxas de resfriamento estimadas foram maiores nos experimentos da realização de pontos. As evoluções microestruturais apresentaram semelhança entre os aços com a mesma microestrutura inicial (esferoidizada e normalizada). Foi encontrado um sítio com dureza elevada na zona afetada pelo calor (ZAC) dos aços normalizados, na região em que antes da aplicação de energia, havia perlita. / The present study has as subject microstructure of steel when submitted to high cooling rates. The work can be divided in two parts: analysis of casting points in the steel surface through the laser process, in which high cooling rates are reached; analysis of remeltings surface in steel, in form of flat weld fillet produced for superficial remelting, also using laser process. The following steels were used: carbon steel (SAE 1020 and SAE 1045), structural steel (ASTM A633), low alloy steel (SAE E52100) and tools steel (SAE L6, SAE H13 and Type II VMO). Metallographic analyses were carried out and two mathematical models were used to estimate the cooling rates: analysis of the points for instantaneous source; and the Rosenthal’s theory of heat conduction for three-dimensional extraction in the analysis of the flat weld fillet produced by superficial remelting. The results showed that steels presenting spheroidised structure (SAE E52100, SAE L6, SAE H13 and Type II VMO) give a better response when surface hardening is desired when comparade to steels presenting normalized structure (SAE 1020, SAE 1045 and ASTM A633). The estimated cooling rates were higher in casting points experiments. The microstructural evolution presented similarities for both initial microstructures (spheroid and normalized). A small site with hardness raised in the heat affected zone (HAZ) of normalized steel presented high hardness, in a region where before the energy application perlite was present.
6

Estudo comparativo da resistência ao desgaste e ao impacto de ferros fundidos de alto desempenho

Israel, Charles Leonardo January 2005 (has links)
Este trabalho tem por objetivo a avaliação comparativa da resistência ao desgaste abrasivo e a resistência ao impacto Charpy de um ferro fundido nodular austemperado (temperaturas de austêmpera em 260 e 300 ºC), de um ferro fundido nodular temperado em óleo e revenido a 200 ºC, e de um ferro fundido branco com alto teor de Cr, temperado ao ar e revenido a 400 ºC. Para a caracterização dos ferros fundidos, foi utilizada microscopia óptica e ensaios mecânicos de tração e dureza. Na avaliação dos corpos-de-prova que sofreram teste de desgaste, foram avaliadas a perda de massa, rugosidade superficial, dureza Vickers e microscopia eletrônica de varredura na superfície desgastada. Para a avaliação da resistência ao impacto foi utilizado o ensaio Charpy e as superfícies de fratura foram observadas em microscópio eletrônico de varredura. Para os ensaios de desgaste, observou-se que até 120h de ensaio, o ferro fundido branco alto cromo apresentava menor perda de massa, se comparado com os demais materiais. A partir de 144h houve uma inversão de desempenho com o ferro fundido nodular austemperado a 300 ºC, apresentando menor taxa de desgaste até o final do ensaio em 196h. Nos resultados de impacto o material que apresentou maior tenacidade foi o Ferro fundido nodular austemperado a 300 ºC. No ensaio de desgaste acredita-se que foi a presença de austenita retida na microestrutura do austemperado a 300 ºC (superior aos demais) o fator decisivo. Para a resistência ao impacto, alem da quantidade de austenita retida, a baixa dureza do austemperado a 300 ºC e a baixa quantidade de grafita provocaram a maior resistência deste tipo fundido. / This work aims to evaluate the abrasive wear resistance and the charpy resistance of three different materials. The first one was an austempered ductile iron (austempering temperatures of 260 and 300 ºC), the second was a quenched and tempered ductile cast iron and the third was a white cast iron high chromium (quenched and tempered - 400 ºC). Optical microscopy, traction and hardness tests were employed in the mechanical characterization of the materials. In the wear test specimens the surface roughness, the Vickers hardness and SEM in the wasted surface were analyzed. In the evaluation of the impact resistance charpy tests were made and the fracture surfaces were analyzed with SEM. It was observed that, in the wear tests, the white cast iron high chromium samples presented the small's mass loss until 120 hours. Up to 144 hours the austempered ductile iron 300ºC samples presented the smaller mass loss. In the impact tests the austempered ductile iron 300ºC was also the material with higher toughness. In the wear tests, the higher level of retained austenite in the 300ºC austempered was the decisive factor. In the impact tests, the low hardness and low graphite amount, ally to the low retained austenite level, were the mainly factors acting in the higher resistance of the 300ºC austempered cast iron.
7

Metodologia para caracterização metalográfica de um aço TRIP por microscopia óptica /

Fukugauchi, Cristina Sayuri. January 2010 (has links)
Orientador: Marcelo dos Santos Pereira / Banca: Tomaz Manabu Hashimoto / Banca: Rosinei batista Ribeiro / Resumo: Dentre os materiais desenvolvidos para atender às diversas exigências do setor produtivo industrial, especialmente a indústria automobilística, destaca-se o aço multifásico, com uma gama de aplicações que são exploradas pela utilização desses aços com efeito TRIP (Plasticidade Induzida por Transformação). Quanto ao aspecto microestrutural, estes aços consistem de uma matriz ferrítica contínua com dispersão de segunda fase de outros constituintes, como a bainita, a martensita e a austenita retida. Os significativos efeitos da microestrutura, nas propriedades dos materiais, fazem da investigação microestrutural uma importante ferramenta para entendimento e aperfeiçoamento de suas propriedades. Neste contexto, a proposta deste trabalho foi desenvolver um procedimento metalográfico adequado para caracterização microestrutural de um aço TRIP, via microscopia óptica. Para tanto, foram avaliados os principais parâmetros utilizados na preparação metalográfica (modo de ataque, modo de secagem, tempo de exposição, pré-ataque, concentração dos reagentes). Foi utilizado o reagente de LePera, com variações de concentração e proporção de seus componentes. Através dos diferentes procedimentos metalográficos concluiu-se que dentre os métodos de ataque analisados (esfregamento e imersão), o ataque por imersão apresentou melhor nitidez e contraste quando comparada às amostras atacadas por esfregamento. Quanto ao modo de secagem, o processo que se mostrou mais eficiente foi o modo de secagem natural. As amostras atacadas com o reagente de LePera sem prévio pré-ataque apresentaram bons resultados / Abstract: Amongst the materials developed to attend the diverse requirements of the industrial sector, especially the automobile industry, the multiphase steel is distinguished, with a variety of applications that are explored by the use of these steel with TRIP (Transformation Induced Plasticity) effect. Regarding the microstructural aspect, these steel consist of a continuous ferritic matrix with a second phase dispersion of others constituents, such as the bainite, the martensite and the retained austenite. The significant effects of the microstructure, in the properties of the materials, make the microstructural inquiry a necessity for the understanding and the improving of its properties. In this context, the proposal of this study was to develop an adequate metallographic procedure for microstructural characterization of TRIP steel, using the optical microscopy. The main parameters used in the metallographic preparation had been evaluated (etching and drying mode, time of exposition, pre etching, and concentration of the reagents). It was used the reagent of LePera, with variations of concentration and proportion of its components. Through different metallographic procedures one concluded that among the methods of attack were examined, the etching for immersion had got the best results. As for dry mode, the process more efficient was the method of natural drying. Samples etched with LePera's reagent without pre etching presented good results / Mestre
8

Análise da refusão superficial de aços por laser com altas taxas de resfriamento

Verástegui, Roger Navarro January 2007 (has links)
O presente estudo teve como foco o tema microestrutura de aços quando submetidos a elevadas taxas de resfriamento, desenvolvido em duas etapas: análise de pontos fundidos na superfície de aços através do processo a laser, com o qual se atinge elevadíssimas taxas de resfriamento; análise de refusões superficiais em aços, na forma de cordão produzido por refusão superficial, também utilizando-se o processo laser. Foram utilizados: aços ao carbono (SAE 1020 e SAE 1045), aço estrutural (ASTM A633), aço rolamento (SAE E52100) e aços ferramenta (SAE L6, SAE H13 e Tipo II VMO). Foram realizados ensaios metalográficos e empregados dois modelos matemáticos para estimar as taxas de resfriamento: para fonte instantânea, para a análise dos pontos; e a teoria de condução de calor de Rosenthal para extração tridimensional nas análises dos cordões produzidos por refusão superficial. Através dos resultados verificou-se que os aços que apresentavam estrutura esferoidizada (SAE E52100, SAE L6, SAE H13 e Tipo II VMO) respondem melhor quando se deseja endurecê-los superficialmente se comparados aos aços que apresentavam estrutura normalizada (SAE 1020, SAE 1045 e ASTM A633). As taxas de resfriamento estimadas foram maiores nos experimentos da realização de pontos. As evoluções microestruturais apresentaram semelhança entre os aços com a mesma microestrutura inicial (esferoidizada e normalizada). Foi encontrado um sítio com dureza elevada na zona afetada pelo calor (ZAC) dos aços normalizados, na região em que antes da aplicação de energia, havia perlita. / The present study has as subject microstructure of steel when submitted to high cooling rates. The work can be divided in two parts: analysis of casting points in the steel surface through the laser process, in which high cooling rates are reached; analysis of remeltings surface in steel, in form of flat weld fillet produced for superficial remelting, also using laser process. The following steels were used: carbon steel (SAE 1020 and SAE 1045), structural steel (ASTM A633), low alloy steel (SAE E52100) and tools steel (SAE L6, SAE H13 and Type II VMO). Metallographic analyses were carried out and two mathematical models were used to estimate the cooling rates: analysis of the points for instantaneous source; and the Rosenthal’s theory of heat conduction for three-dimensional extraction in the analysis of the flat weld fillet produced by superficial remelting. The results showed that steels presenting spheroidised structure (SAE E52100, SAE L6, SAE H13 and Type II VMO) give a better response when surface hardening is desired when comparade to steels presenting normalized structure (SAE 1020, SAE 1045 and ASTM A633). The estimated cooling rates were higher in casting points experiments. The microstructural evolution presented similarities for both initial microstructures (spheroid and normalized). A small site with hardness raised in the heat affected zone (HAZ) of normalized steel presented high hardness, in a region where before the energy application perlite was present.
9

Estudo comparativo da resistência ao desgaste e ao impacto de ferros fundidos de alto desempenho

Israel, Charles Leonardo January 2005 (has links)
Este trabalho tem por objetivo a avaliação comparativa da resistência ao desgaste abrasivo e a resistência ao impacto Charpy de um ferro fundido nodular austemperado (temperaturas de austêmpera em 260 e 300 ºC), de um ferro fundido nodular temperado em óleo e revenido a 200 ºC, e de um ferro fundido branco com alto teor de Cr, temperado ao ar e revenido a 400 ºC. Para a caracterização dos ferros fundidos, foi utilizada microscopia óptica e ensaios mecânicos de tração e dureza. Na avaliação dos corpos-de-prova que sofreram teste de desgaste, foram avaliadas a perda de massa, rugosidade superficial, dureza Vickers e microscopia eletrônica de varredura na superfície desgastada. Para a avaliação da resistência ao impacto foi utilizado o ensaio Charpy e as superfícies de fratura foram observadas em microscópio eletrônico de varredura. Para os ensaios de desgaste, observou-se que até 120h de ensaio, o ferro fundido branco alto cromo apresentava menor perda de massa, se comparado com os demais materiais. A partir de 144h houve uma inversão de desempenho com o ferro fundido nodular austemperado a 300 ºC, apresentando menor taxa de desgaste até o final do ensaio em 196h. Nos resultados de impacto o material que apresentou maior tenacidade foi o Ferro fundido nodular austemperado a 300 ºC. No ensaio de desgaste acredita-se que foi a presença de austenita retida na microestrutura do austemperado a 300 ºC (superior aos demais) o fator decisivo. Para a resistência ao impacto, alem da quantidade de austenita retida, a baixa dureza do austemperado a 300 ºC e a baixa quantidade de grafita provocaram a maior resistência deste tipo fundido. / This work aims to evaluate the abrasive wear resistance and the charpy resistance of three different materials. The first one was an austempered ductile iron (austempering temperatures of 260 and 300 ºC), the second was a quenched and tempered ductile cast iron and the third was a white cast iron high chromium (quenched and tempered - 400 ºC). Optical microscopy, traction and hardness tests were employed in the mechanical characterization of the materials. In the wear test specimens the surface roughness, the Vickers hardness and SEM in the wasted surface were analyzed. In the evaluation of the impact resistance charpy tests were made and the fracture surfaces were analyzed with SEM. It was observed that, in the wear tests, the white cast iron high chromium samples presented the small's mass loss until 120 hours. Up to 144 hours the austempered ductile iron 300ºC samples presented the smaller mass loss. In the impact tests the austempered ductile iron 300ºC was also the material with higher toughness. In the wear tests, the higher level of retained austenite in the 300ºC austempered was the decisive factor. In the impact tests, the low hardness and low graphite amount, ally to the low retained austenite level, were the mainly factors acting in the higher resistance of the 300ºC austempered cast iron.
10

Analise microestrutural de cinco diferentes marcas comerciais de implantes de titanio comercialmente puro

Albergaria-Barbosa, José Ricardo de, 1956- 28 July 2018 (has links)
Tese (livre-docencia)- Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Odontologia de Piracicaba / Made available in DSpace on 2018-07-28T07:09:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Albergaria-Barbosa_JoseRicardode_LD.pdf: 4992773 bytes, checksum: a4636182e3fc8aed823a0dd0ca7fe255 (MD5) Previous issue date: 2000 / Resumo: Este trabalho teve como objetivo analisar comparativamente 05 sistemas nacionais de implantes de titânio empregados atualmente em odontologia, utilizando-se da análise da superfície do implante através de metalografia, microscopia eletrônica de varredura acoplado à microanálise (MEV-EDS) e analisador de imagens. Para tanto foram utilizados 15 amostras implantes, divididos em 05 sistemas, contendo 03 unidades cada, de implantes de titânio comercialmente puros pertencentes respectivamente a, Implamed® (Sterngold Implamed Dental Implant Systems do Brasil Ltda) ao S Implant® (S Serson Implant - S Serson Internacional), Master Screw® (Conexão - Sistemas de Próteses), INP® (INP - Sistema Nacional de Implantes e Próteses) e Titanium Fix® (AS Technology). Cada implante foi removido de seu invólucro, para a realização das análises, de modo que a sua superfície não fosse manipulada e nem contaminada por agentes externos, preservando-se assim as características originais dos fabricantes. A partir de imagens obtidas através do analisar de imagens determinou-se o tamanho médio dos grãos de cada amostra, sendo que os implantes Implamed® e Master Screw® apresentaram os grãos de menor tamanho, o Titanium Fix® apresentou grãos de tamanho médio e, os implantes INP® e S-Implant® eram compostos de grãos de tamanho grande. Através do microscópio eletrônico de varredura acoplado à microanáíise (MEV-EDS) foram obtidas micrografias na superfície das amostras, em uma visão panorâmica e junto ao passo e ao topo da rosca. Nesta análise todas as amostras apresentaram picos elevados de titânio, bem como picos de carbono e oxigênio. Também analisamos as amostras através de um corte transversal, onde podemos verificar que todas elas apresentavam picos elevados de titânio, Entretanto o implante Implamed® apresentava inclusões que continham carbono, oxigênio, ferro, sódio, magnésio, silício, potássio e cálcio. Frente aos resultados obtidos podemos concluir que: 1) as cinco amostras estudas são constituídas por titânio comercialmente puro, classe ?+?; 2) todas as amostras possuem um bom acabamento,apesar de pequenos defeitos que algumas apresentaram durante o processo de fabricação; 3) as inclusões presentes na superfície dos implantes são as mesmas encontradas nos outros implantes citados na literatura e, 4) as variações apresentadas entre as amostras, não seriam suficiente para interferir na osseointegração / Abstract: Not informed / Tese (livre-docencia)- Univers / Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais / Livre Docente em Clinica Odontológica

Page generated in 0.0598 seconds