• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 9
  • 1
  • Tagged with
  • 10
  • 10
  • 4
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Ferramenta de migração de dados para o ALERT

Lima, Maria Micaela Vieira Coelho de January 2009 (has links)
Tese de mestrado integrado. Engenharia Informática. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2009
2

Suporte à migração de ERPs através de uma framework de publicação/subscrição

Pires, Sérgio Manuel Xavier Mendes da Costa January 2009 (has links)
Estágio realizado na Wipro Portugal / Tese de mestrado integrado. Engenharia Informática e Computação. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2009
3

Sistema para gestão da migração de dados de sistemas legados para a plataforma MS Dynamics NAV

Mangá, Mahomed Shakil Rehman January 2009 (has links)
Estágio realizado na Favvus-MS / Tese de mestrado integrado. Engenharia Informática e Computação. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2009
4

Agendamento de protocolos de tratamento

Carvalho, José Tiago Pereira de January 2009 (has links)
Estágio realizado na Glintt-Hs e orientado pelo Eng.º Nuno Ribeiro / Tese de mestrado integrado. Engenharia Informática e Computação. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2009
5

Distributed memory organization with support for data migration for noc-based MPSOCS

Chaves, Tales Marchesan January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:42:39Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000438252-Texto+Completo-0.pdf: 1960381 bytes, checksum: f2fbe64a6e6d4c7fc9e87728e86cb0b8 (MD5) Previous issue date: 2011 / The evolution in the deployment of semiconductor technology has enabled the development of System-on-Chip (SoCs) that integrate several processing elements (PEs) and memory modules in a single chip. SoCs that integrate several PEs are referred as Multiprocessor System-on-Chip (MPSoCs). As the number of PEs increases in an MPSoC, techniques that present low energy consumption, low latency and scalability become necessary. In NoC-based MPsoCs that adopt the Shared Memory model in the L2 cache, as the number of PEs increases, the number of accesses to memory modules also increases. This makes memory organization one of the most critical components of the system because it can present high energy consumption and high latency. Such factors may limit the use and scalability of MPSoC systems. Among the factors that contribute to increase latency and energy consumption in memory organizations are: the cache coherence protocol and the mapping of application's data. This work proposes the use of a cache memory organization that presents non-uniform access latency, where accesses to the L1 cache can target different L2 cache banks (NUCA – non uniform cache access architecture), as a function of the address being accessed. Additionally, this work proposes the exploration of the physical services provided by the network-on-chip, such as multicast and priorities, to optimize the implementation of a directory-based cache coherence protocol. The obtained results show an average reduction of 39% in communication energy consumption and 17% reduction in latency for transactions of the cache coherence protocol when exploring NoC services. To improve placement of application's data, a data migration protocol is proposed. The goal of the protocol is to approximate L2 cache blocks to PEs that are mostly accessing it, moving blocks to a closer L2 cache bank, if available. By using a data migration protocol, an average reduction of 29% was obtained in the energy consumption of cache accesses. / O avanço da tecnologia de semicondutores possibilitou o desenvolvimento de sistemas intra-chip (SoCs) que integram, em um mesmo chip, diversos elementos de processamento (PEs) e módulos de memória. SoCs que possuem mais de um PE são denominados de sistemas intra-chip multiprocesados (MPSoCs). À medida que o número de PEs aumenta em um MPSoC, torna-se necessário o uso de técnicas que resultem em um baixo consumo de energia, baixa latência na comunicação e escalabilidade. Em MPSoCs baseados em redes intra-chip, com blocos de memória compartilhada (cache L2), o aumento no número de PEs culmina no aumento da quantidade de acessos realizados a estes módulos. Isto torna a organização de memória um dos componentes mais críticos destes sistemas, tendo em vista que a mesma pode apresentar um alto consumo de energia e alta latência de resposta. Fatores como estes podem limitar o uso e a escalabilidade destes sistemas. Dentre os fatores que afetam o consumo de energia e a latência da organização de memória de um MPSoC estão: o protocolo de coerência de cache e o mapeamento dos dados de aplicações. Este trabalho propõe a utilização de uma organização de memória cache L1 que possui latência de acesso não uniforme, onde acessos realizados podem ser destinados a diferentes bancos de memória cache L2 (NUCA – non uniform cache access architecture). Além disso, o presente trabalho explora os serviços físicos providos pela rede intra-chip, tais como multicast e prioridades, para otimizar a implementação de um protocolo de coerência de cache baseado em diretório. Os resultados obtidos mostram uma redução média de 39% no consumo de energia de comunicação e 17% de latência em transações do protocolo de coerência quando explorando serviços físicos oferecidos pela rede intra-chip. Além disso, a fim de melhorar o posicionamento de dados de aplicações, é proposto um protocolo de migração de dados que posiciona os dados utilizados por uma região de PEs em um banco de memória cache L2 próximo. Com a utilização deste protocolo, é possível obter uma redução média de 29% no consumo de energia nos acessos à memória cache L2.
6

Call subsumption mechanisms for tabled logic programs

Cruz, Flávio Manuel Fernandes January 2010 (has links)
Estágio realizado na ... e orientado pelo Eng.º / Documento confidencial. Não pode ser disponibilizado para consulta / Tese de mestrado integrado. Engenharia Informática e Computação. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2010
7

Modelação e simulação realista de sistemas no domínio da robótica móvel

Gonçalves, José Alexandre de Carvalho January 2009 (has links)
Tese de doutoramento. Engenharia Electrotécnica e de Computadores. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2009
8

Metodologia de migração de dados em um contexto de migração de sistemas legados

Heleno Ramos de Mendonça, Manoel 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:53:15Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1908_1.pdf: 3933909 bytes, checksum: 1a743cd4f4926cdc1b2c1d1ac6eb8f11 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / A presente dissertação visa à definição de uma metodologia para migração de dados em um contexto de migração de sistemas legados, desenvolvida utilizando os conceitos e práticas já estabelecidas das várias metodologias para migração de sistemas legados, das estratégias para migração de dados e das técnicas de gerência de projetos. Existem diversos trabalhos que abordam a necessidade da definição e organização de atividades essenciais para que esforços de migração de dados legados alcancem seus objetivos, existem até mesmo estratégias de migração de dados definidas. Porém, não se encontrou na literatura consultada trabalho que analise as três áreas essenciais para tal empreitada migração de sistemas legados, migração de dados e gerência de projetos - e proponha uma metodologia tão abrangente quanto o apresentado neste trabalho. Somado a isto, encontra-se a necessidade de gerentes de projeto e projetistas de soluções de utilizar metodologias definidas e testadas que os orientem e ajudem em tarefa tão fundamental e crítica para o sucesso de um projeto de migração de sistema legado como é a migração dos dados legados. Fez-se uma análise dos trabalhos relacionados e bibliografia disponível e foram definidos os pontos de interseção das três áreas estudadas. Baseando-se nestes pontos convergentes e relacionados, foram especificadas cinqüenta e duas atividades, divididas em seis etapas, que cobrem os passos necessários para o planejamento, execução e controle de uma migração de dados legados. Para validar as atividades propostas, a metodologia foi aplicada em um estudo de caso real onde foram migrados cento e vinte e nove milhões de registros legados para cento e quarenta e cinco novas tabelas. O estudo de caso durou dezoito meses. Os resultados obtidos foram promissores se comparados com médias históricas da organização e com outros projetos que foram desenvolvidos na mesma época sem o uso da metodologia proposta
9

Conversão de registros em XML para MARC 21: um modelo baseado em folhas de estilo XSLT

Assumpção, Fabrício Silva [UNESP] 20 September 2013 (has links) (PDF)
Made available in DSpace on 2014-06-11T19:26:44Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2013Bitstream added on 2014-06-13T20:34:35Z : No. of bitstreams: 1 assumpcao_fs_me_mar.pdf: 1888783 bytes, checksum: 4fc52a39fc613fe753cbf10caf283719 (MD5) / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) / Os Formatos MARC 21 são padrões de metadados internacionalmente utilizados no domínio bibliográfico para o intercâmbio de registros. Apesar da importância desses e de outros padrões de metadados internacionalmente aceitos, existem sistemas de gerenciamento de bibliotecas que utilizam padrões de metadados próprios, o que reduz as possibilidades de intercâmbio de registros e pode ocasionar conflitos durante a migração entre sistemas. Diante dos sistemas de gerenciamento de bibliotecas que não utilizam qualquer padrão de metadados internacionalmente aceito, tem-se como problema a conversão dos registros desses sistemas em registros nos Formatos MARC 21. Para que possam ser processados, os registros nos Formatos MARC 21 devem estar codificados de forma que seu conteúdo possa ser identificado por aplicações de informática. As tecnologias para essa codificação têm evoluído da tradicional norma ISO 2709 até a Extensible Markup Language (XML). A codificação com a XML trouxe a possibilidade de converter os registros utilizando folhas de estilo de transformação elaboradas com a linguagem Extensible Stylesheet Language for Transformation (XSLT). Considerando a necessidade de converter registros para os Formatos MARC 21 e as possibilidades trazidas pela XML, o objetivo geral desta pesquisa é elaborar um modelo para a conversão de registros de distintos padrões de metadados codificados com a XML em registros nos Formatos MARC 21, tendo como um dos pontos centrais desse modelo a utilização de folhas de estilo de transformação elaboradas com a XSLT. Para esse objetivo, é realizada uma revisão de literatura sobre a conversão de registros, os Formatos MARC 21, a ISO 2709, a XML, a XSLT e o MARCXML. São destacados os principais aspectos da utilização da XML na codificação de documentos e as possibilidades oferecidas pela XSLT. Para discutir a relação entre os Formatos MARC 21 e a XML é apresentada a linguagem de marcação MARCXML. A partir do estudo teórico, é elaborado um modelo para a conversão de registros. São descritas as etapas e os componentes do modelo, assim como sua validação por meio da aplicação na conversão de registros bibliográficos exportados pelo sistema de gerenciamento de bibliotecas Personal Home Library (PHL). Como considerações finais, são destacadas as características do modelo e são sumarizadas algumas questões sobre sua utilização e sobre os instrumentos resultantes de sua aplicação na conversão de registros do PHL. / MARC 21 Formats are metadata standards internationally used for records interchange in bibliographic domain. Despite the importance of the MARC 21 Formats and other international metadata standards, there are integrated library systems that use their own metadata standard. The non-use of international metadata standards decreases the possibilities of records interchange and it might cause problems during data migration between systems. In face to the integrated library systems that do not use international metadata standards, our research question is the conversion of the records from these systems to MARC 21 records. In order to be read, MARC 21 records must be coded in such a way that allows informatics applications to recognize the record content. The technologies used for this codification have evolved from traditional ISO 2709 standard to Extensible Markup Language (XML). The use of XML in the codification gave us the possibility to use transformation stylesheets created with Extensible Stylesheet Language for Transformation (XSLT) for the records conversion. Considering the need of records conversion and the possibilities brought by XML, we aim to develop a model for conversion of records that were created with different metadata standards and are coded in XML to MARC 21 records using XSLT stylesheets. For this purpose, we made a literature review about record conversion, MARC 21 Formats, ISO 2709, XML, XSLT and MARCXML. We highlighted the main issues on the use of the XML for documents codification and the possibilities provided by XSLT. In order to discuss the relation between MARC 21 and XML, we presented MARCXML markup language. Starting from the literature review, we developed a model for record conversion and described its components and its steps, as well as its validation through the use in the conversion of bibliographic records from Personal Home Library (PHL) integrated library systems. In conclusion, we highlighted the characteristics of the model and we summarized some issues related to the use of the model and to the instruments that came from the application of the model in the PHL records conversion.
10

Conversão de registros em XML para MARC 21 : um modelo baseado em folhas de estilo XSLT /

Assumpção, Fabrício Silva. January 2013 (has links)
Orientador: Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos / Banca: Zaira Regina Zafalon / Banca: Silvana Aparecida Borsetti G. Vidotti / Resumo: Os Formatos MARC 21 são padrões de metadados internacionalmente utilizados no domínio bibliográfico para o intercâmbio de registros. Apesar da importância desses e de outros padrões de metadados internacionalmente aceitos, existem sistemas de gerenciamento de bibliotecas que utilizam padrões de metadados próprios, o que reduz as possibilidades de intercâmbio de registros e pode ocasionar conflitos durante a migração entre sistemas. Diante dos sistemas de gerenciamento de bibliotecas que não utilizam qualquer padrão de metadados internacionalmente aceito, tem-se como problema a conversão dos registros desses sistemas em registros nos Formatos MARC 21. Para que possam ser processados, os registros nos Formatos MARC 21 devem estar codificados de forma que seu conteúdo possa ser identificado por aplicações de informática. As tecnologias para essa codificação têm evoluído da tradicional norma ISO 2709 até a Extensible Markup Language (XML). A codificação com a XML trouxe a possibilidade de converter os registros utilizando folhas de estilo de transformação elaboradas com a linguagem Extensible Stylesheet Language for Transformation (XSLT). Considerando a necessidade de converter registros para os Formatos MARC 21 e as possibilidades trazidas pela XML, o objetivo geral desta pesquisa é elaborar um modelo para a conversão de registros de distintos padrões de metadados codificados com a XML em registros nos Formatos MARC 21, tendo como um dos pontos centrais desse modelo a utilização de folhas de estilo de transformação elaboradas com a XSLT. Para esse objetivo, é realizada uma revisão de literatura sobre a conversão de registros, os Formatos MARC 21, a ISO 2709, a XML, a XSLT e o MARCXML. São destacados os principais aspectos da utilização da XML na codificação de documentos e as possibilidades oferecidas pela XSLT... (Resumo completo, clicar acesso eletrônico abaixo) / Abstract: MARC 21 Formats are metadata standards internationally used for records interchange in bibliographic domain. Despite the importance of the MARC 21 Formats and other international metadata standards, there are integrated library systems that use their own metadata standard. The non-use of international metadata standards decreases the possibilities of records interchange and it might cause problems during data migration between systems. In face to the integrated library systems that do not use international metadata standards, our research question is the conversion of the records from these systems to MARC 21 records. In order to be read, MARC 21 records must be coded in such a way that allows informatics applications to recognize the record content. The technologies used for this codification have evolved from traditional ISO 2709 standard to Extensible Markup Language (XML). The use of XML in the codification gave us the possibility to use transformation stylesheets created with Extensible Stylesheet Language for Transformation (XSLT) for the records conversion. Considering the need of records conversion and the possibilities brought by XML, we aim to develop a model for conversion of records that were created with different metadata standards and are coded in XML to MARC 21 records using XSLT stylesheets. For this purpose, we made a literature review about record conversion, MARC 21 Formats, ISO 2709, XML, XSLT and MARCXML. We highlighted the main issues on the use of the XML for documents codification and the possibilities provided by XSLT. In order to discuss the relation between MARC 21 and XML, we presented MARCXML markup language. Starting from the literature review, we developed a model for record conversion and described its components and its steps, as well as its validation through the use in the conversion... (Complete abstract click electronic access below) / Mestre

Page generated in 0.0675 seconds