• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 21
  • Tagged with
  • 22
  • 22
  • 12
  • 10
  • 10
  • 9
  • 6
  • 5
  • 5
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • 4
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Proposta de integração RUP + PMBOK na gerência de escopo no processo de desenvolvimento de software

Gomes, André Luís Sanson January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:43:21Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000444180-Texto+Completo-0.pdf: 9406851 bytes, checksum: a31a0ed68333730c028c25e41a222310 (MD5) Previous issue date: 2009 / Software organizations of development are always searching to increase the product quality of software, for that is necessary that the processes well are defined and can be controlled. However, some difficulties are found as: processes directed total toward the productive activity and with little or no management activity, bad the management of projects or absence of management, not attendance the expectation of the involved ones. These processes must allow a methodology of management of projects that describes the activities important to all to assure the quality of the project with one, including the product and the process. In this context, this research considers an integrated process using a methodology of management of projects and a process of development of software in the area of target management. Contributing so that management and productive activities are executed of integrated form and using the area of target management to determine correctly as these activities they must be developed in the project in order to produce the foreseen deliveries. Like this, the process is presented and a use example, so that it can assist the managers in the taking of decision and planning, execution and control of the projects. / As organizações de desenvolvimento de software estão sempre buscando aumentar a qualidade dos produtos de software, para isto é necessário que os processos sejam bem definidos e possam ser controlados. Entretanto, algumas dificuldades são encontradas como: processos voltados totalmente para a atividade produtiva e com pouco ou nenhuma atividade gerencial, má gerência de projetos ou ausência de gerência, não atendimento a expectativa dos envolvidos. Estes processos devem permitir uma metodologia de gerência de projetos, que descreva as atividades importantes para garantir a qualidade do projeto com um todo, incluindo o produto e o processo. Neste contexto, esta pesquisa propõe um processo integrado utilizando uma metodologia de gerência de projetos e um processo de desenvolvimento de software na área de gerenciamento de escopo. Contribuindo para que atividades gerenciais e produtivas sejam executadas de forma integrada e utilizando a área de gerenciamento de escopo para determinar corretamente como estas atividades devem ser desenvolvidas no projeto de modo a se produzir as entregas previstas. Assim, apresenta-se o processo e um exemplo de uso, para que possa auxiliar os gestores na tomada de decisão e planejamento, execução e controle dos projetos.
2

Um estudo qualitativo do perfil de elicitador de requisitos orientado a obtenção do sucesso de projetos de software

MELO, Ricardo Alves de 31 January 2011 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:58:05Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo3251_1.pdf: 1485897 bytes, checksum: a6e5020f5dace59c3225a284eff5f121 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2011 / O desenvolvimento de projetos de software resulta, de forma indiscriminada, em sucesso ou fracasso junto ao cliente ou ao próprio fornecedor. Tradicionalmente, o sucesso deste tipo de projeto envolve critérios, como: entrega do produto dentro de custos estimados e no prazo acordado, bem como satisfação dos requisitos definidos pelo cliente. A academia, ao longo dos anos, tem cientificamente contribuído para melhoria do processo de desenvolvimento de software. Estudos mostram que atividades inadequadas ao processo de engenharia de requisitos é um fator crítico para o sucesso dos projetos de software. A engenharia de requisitos enfrenta diversos desafios e problemas no que concerne ao entendimento das reais necessidades de clientes além de obter o correto mapeamento destas mediante modelos, diagramas e especificações de requisitos que serão posteriormente utilizadas pelas equipes de desenvolvimento de software. A fase de elicitação de requisitos é considerada como uma das etapas mais críticas de todo este processo de desenvolvimento de sistemas de software. Amparada neste contexto, esta dissertação apresenta uma pesquisa empírica realizada com Engenheiros de Requisitos, objetivando uma melhor compreensão da importância e dificuldades existentes durante a fase de elicitação de requisitos. Assim, a contribuição desta pesquisa legitima-se na apresentação das principais características e perfil necessário, que envolve um bom elicitador de requisitos, como também auxiliar gerentes de projeto durante a seleção do perfil mais adequado dentro de sua equipe para executar a tarefa de elicitação, obtendo, por conseguinte, os melhores resultados para o projeto de software.
3

Uma avaliação fuzzy do sucesso no gerenciamento de projetos tecnológicos:um estudo na Marinha do Brasil/Ricardo França Santos

Santos, Ricardo França January 2011 (has links) (PDF)
Orientador: Professor Dr. Jesus Domech Moré / Dissertação apresentada ao curso de Mestrado em Administração e Desenvolvimento Empresarial da Universidade Estácio de Sá como requisito parcial para obtenção do título de Mestre em Administração / Esta pesquisa analisa os Fatores Críticos de Sucesso (FCS) que influenciam o sucesso no gerenciamento de projetos (GP) de algumas Organizações Militares da Marinha do Brasil (OM). Foram identificados na literatura setenta e sete fatores relacionados ao su / This research analyzes the Success Critical Factors (SCF) and the relation of the success in project management (PM) of some Military Organizations at the Brazilian Navy (MOBN). It was identified from the literature seventy seven factors related to the pr / Made available in DSpace on 2018-02-14T18:06:18Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2011. Added 1 bitstream(s) on 2019-02-13T19:04:28Z : No. of bitstreams: 1 00000944.pdf: 1178847 bytes, checksum: 177ba5c54bb5d5f025912bd867876ffd (MD5)
4

Um modelo de integração entre a gerência de projetos e o processo de desenvolvimento de software

Rosito, Maurício Covolan January 2008 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:42:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000399965-Texto+Completo-0.pdf: 4796068 bytes, checksum: 6e5249999ec4b0929ce3c3060382bdbb (MD5) Previous issue date: 2008 / Software organizations are constantly looking for better solutions when designing and using well-defined software processes for the development of their products and services. However, many existing software development processes lack for more project management skills in their models. These processes should allow organizations to apply management knowledge with technical aspects. In this context, this research proposes the definition of a model that integrates the concepts of project management and those available on the software development processes, helping not only process integration but also assisting managers in the decision making process during project planning. Still, through the proposed integration, it was possible to identify a set of rules (or restrictions) aimed, at the most, to facilitate the consistency of the integration model. We present the model and the results from a qualitative evaluation of a tool that implements the proposed model, conducted with project managers from nine companies. / As organizações de software estão constantemente procurando por processos de software bem definidos para o desenvolvimento de seus produtos e serviços. Entretanto, muitos processos de desenvolvimento de software existentes apresentam carências no quesito de gerência de projetos. Estes processos devem permitir que as organizações apliquem os conhecimentos gerenciais em conjunto com os aspectos técnicos. Neste contexto, esta pesquisa propõe um modelo que integra os conceitos da gerência de projetos e do processo de desenvolvimento de software, contribuindo não somente para a integração destes processos, mas também auxiliando os gestores no processo de tomada de decisões durante o planejamento de projetos. Ainda, em função da integração proposta, foi possível identificar um conjunto de regras (ou restrições) que visam, em sua maioria, apoiar a consistência do modelo de integração. Dessa forma, apresenta-se o modelo e os resultados de uma avaliação qualitativa de um protótipo que implementa o modelo proposto, realizado com gerentes de projetos de nove empresas.
5

Gerenciamento distribuído de agendas de recursos em projetos de desenvolvimento de software baseado em sistemas multiagentes

Schlösser, Rejane Nunes January 2010 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:42:42Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000428370-Texto+Parcial-0.pdf: 70626 bytes, checksum: 280e713eff20ca81edfb7ebf6a69a690 (MD5) Previous issue date: null / During the development of software projects, different uncertainties may occur causing events that could impact on resource allocation. Due to development software projects are usually developed in a multi-project environment, the occurrence of an event can impact on several projects simultaneously. For this reason, the resource allocation should be reviewed to continue the implementation of projects. Thus, this study aims to support the resource allocation process when changes occur, through the management agenda of resources developing software projects. From the standpoint of this objective, this paper presents an architecture based on multi-agent paradigm, where agents represent resources developing software projects and aims to manage their agendas by forwarding proposals for allocation and, thereby, continue the projects. The main contributions of this work include: (i) establishing a process that allows the generation of proposals for resource allocation in a decentralized and distributed way; (ii) the definition of strategies based upon cooperation between agents components of the architecture for the viability of project implementation by reprogramming the resources' agendas, and (iii) the development of scenarios to demonstrate the viability of the idealized process and highlight the aspects concerning the multiagent paradigm modeled on the proposal. / Durante o desenvolvimento de projetos de software, diferentes incertezas podem acontecer causando eventos que podem impactar na atual alocação de recursos. Uma vez que projetos de desenvolvimento de software geralmente são desenvolvidos em um ambiente com multiprojetos, a ocorrência de um evento pode impactar diversos projetos simultaneamente. Diante desse cenário, a alocação de recursos deve ser revista para dar prosseguimento na execução dos projetos. Nesse sentido, este trabalho tem por objetivo apoiar o processo de alocação de recursos, quando da ocorrência de alterações sobre a mesma, mediante o gerenciamento de agendas dos recursos que desenvolvem os projetos de software. Com base nesse objetivo, é proposta uma arquitetura baseada no paradigma multiagente, onde os agentes representam os recursos que desenvolvem os projetos de software e tem por objetivo gerenciar suas agendas para encaminhar propostas de alocação de modo a viabilizar a continuidade aos projetos. As principais contribuições deste trabalho compreendem: (i) a definição de um processo que permite a geração de propostas de alocação de recursos de forma descentralizada e distribuída; (ii) a definição de estratégias baseadas em cooperação entre os agentes componentes da arquitetura para a viabilização da execução dos projetos mediante reprogramação das agendas dos recursos, e (iii) o desenvolvimento de cenários que permitem demonstrar a viabilidade do processo idealizado.
6

Informatização de unidades de informação velhos hábitos, novos desafios: uma abordagem da metodologia PMI

Pinheiro, Lucidalva Ribeiro Gonçalves 20 December 2010 (has links)
Submitted by Duarte Zeny (zenydu@gmail.com) on 2013-01-16T15:10:56Z No. of bitstreams: 1 Disserta_final_Lucidalva Ribeiro G. Pinheiro.pdf: 775397 bytes, checksum: 5210f5bc39ee2a164a556284801b5fd3 (MD5) / Made available in DSpace on 2013-01-16T15:10:56Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Disserta_final_Lucidalva Ribeiro G. Pinheiro.pdf: 775397 bytes, checksum: 5210f5bc39ee2a164a556284801b5fd3 (MD5) / Objetivo geral buscar, investigar como é realizado o desenvolvimento dos projetos de informatização de unidades informacional e o gerenciamento da comunicação entre profissionais de Ciência da Informação (bibliotecários e arquivistas) e profissionais de Tecnologia da Informação (analistas de sistemas, programadores, entre outros profissionais). Os objetivos específicos tiveram como foco a utilização de possíveis soluções para minimizar ou eliminar as dificuldades de comunicação relatadas. Entre as possíveis soluções buscou-se verificar a existência de algum projeto para a informatização das unidades de informação; verificar se os profissionais que compunham a amostra da pesquisa conheciam ou utilizavam a metodologia do PMI (Project Management Institute). O método utilizado foi a pesquisa de campo. A amostra da pesquisa foi composta por 22 bibliotecários de realidades distintas (que deveriam colocar empresa pública e privada, no estado da Bahia) e para a coleta dos dados optou-se pela aplicação de questionário. Foi constatado que 33% dos entrevistados não elaboraram projeto para informatização de unidades de informação e 82% não conheciam e não aplicavam a metodologia PMI no desenvolvimento de atividades relacionadas à informatização. Na pesquisa foi constatado que, em relação ao problema de comunicação entre profissionais de CI e TI, 50% das respostas afirmam a existência de problemas ou ruídos na comunicação, informação que valida a premissa inicial. / Salvador
7

Reconfiguração dinâmica de projetos de software: um modelo para integrar a gerência de projetos de software com os fluxos organizacionais

Rosito, Maurício Covolan January 2014 (has links)
Made available in DSpace on 2014-04-17T02:01:24Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000456907-Texto+Completo-0.pdf: 9611350 bytes, checksum: 197a790786cbbaceb61a7c4691134bcb (MD5) Previous issue date: 2014 / Software projects are very dynamic and require recurring adjustments of their project plans. These adjustments can be understood as reconfigurations in the schedule, in the resources allocation and other design elements. The large amount of information that the project manager must deal, combined with the frequent changes in the scope and planning, makes this activity more challenging. In addition, the manager may need to consult other departments in the organization during the execution of a software project. Based on these assumptions, a study was conducted to determine the state of the art of the dynamic reconfiguration of software projects, with emphasis on the integration of project management and organizational workflows, in order to identify the main gaps and challenges of research in this field. To reach this goal a methodology of systematic review was adopted. However, according to the analysis of the results, even the most recent studies did not present a solution that addresses all the problems of dynamic reconfiguration at the same time. In order to contribute to the solution of the noted difficulties, this thesis presents a computational model for dynamic reconfiguration of software projects at runtime, with specific focus on the integration of project activities with activities that are part of the organizational workflows. A software tool was developed to demonstrate and evaluate the results of an experimental study withpostgraduate students of project management. Moreover, this model considers the possibility to simulate software projects scenarios, using Petri nets, in response to events of project reconfiguration. / Projetos de software são muito dinâmicos e requerem recorrentes ajustes de seus planos de projeto. Estes ajustes podem ser entendidos como reconfigurações na programação, alocação de recursos, entre outros elementos de design. A grande quantidade de informações que o gerente de projetos deve lidar, combinado com as frequentes mudanças no escopo e planejamento, torna essa atividade ainda mais desafiadora. Além disso, o gerente pode precisar consultar outros departamentos da organização durante o planejamento e a execução de um projeto de software. Com base nessas premissas, foi realizado um estudo para determinar o estado da arte sobre a reconfiguração dinâmica de projetos de software, com ênfase na integração da gerência de projetos e os fluxos organizacionais, a fim de identificar as principais lacunas e desafios de investigação nesta área. Para alcançar este objetivo, foi adotada uma metodologia de revisão sistemática. No entanto, conforme análise dos resultados, mesmo os trabalhos mais recentes não apresentaram uma solução que atenda todos os problemas da reconfiguração dinâmica ao mesmo tempo. A fim de contribuir para a solução das dificuldades verificadas, esta tese apresenta um modelo computacional para a reconfiguração dinâmica de projetos de software em tempo de execução, com foco na integração das atividades específicas dos projetos com as atividades que fazem parte dos fluxos organizacionais. Uma ferramenta de software foi desenvolvida para demonstrar e avaliar os resultados de um estudo experimental realizado com estudantes de pós-graduação em gestão de projetos. Além disso, este modelo considera a possibilidade de simular cenários de projetos de software, utilizando redes de Petri, em resposta a eventos de reconfiguração do projeto.
8

No-risk: um processo para aplicação de gerência de risco de projetos de software focados em sistemas de informação

Oliveira, Gustavo da Costa January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2013-08-07T18:43:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 000379478-Texto+Completo-0.pdf: 2789278 bytes, checksum: ea186da0649e91aa67f3396f968b5cdb (MD5) Previous issue date: 2006 / The fast-paced rhythm of changes and the search for better results has made the world more and more concerned about Software Project Management. However, unexpected problems can generate a great impact on this process, such as cost excess, schedule delay, problems related to the quality of the project and the lack of functionality. The present work was based on a research carried out to identify and quantify the main risk factors in Software Projects for Information Systems, along with the project managers related to companies in the Information Technology (IT) area, on a national level. Such study aimed to determine the proper dimension of these factors, allowing the possible inherent risks to the project execution to receive proper care. Along with this study, a research has been made for some processes of Software Projects Risk Management (SPRM) in literature, aiming to get a theoretical base for a deepened focus on this subject. As a result of this research, we observed the inexistence of a SPRM process that focused on a specific project dimension. That is, none of the studied processes considered prioritizing and defining specific techniques or strategies for a determined dimension of the project (such as cost, schedule and quality) in behalf of its importance. In order to fill these gaps a SPRM process, called No-Risk, was developed. It is applied to the cost, schedule and quality dimensions of the projects. It was developed to be integrated with a software development process, focused on information systems. The proposition of this process has as a basic premise to evaluate and analyze possible risks, based on the risk factors previously scanned. To evaluate this proposition, the process was applied to an information system Software Project of an IT focused company. / O ritmo acelerado de mudanças e a busca de melhores resultados fizeram com que o mundo ficasse cada vez mais preocupado com gerência de projetos de software. Entretanto, problemas imprevistos podem gerar um grande impacto neste processo, tais como excesso de custo, atraso de cronograma, problemas relacionados à qualidade e a falta de funcionalidade. Neste trabalho foi realizada uma pesquisa visando identificar e quantificar os principais fatores de risco em projetos de software para sistemas de informação junto a gerentes de projeto vinculados a empresas da área de Tecnologia da Informação (TI) em nível nacional. Tal estudo teve como objetivo determinar um correto dimensionamento destes fatores, permitindo um melhor tratamento dos possíveis riscos inerentes à execução do projeto. Juntamente com este estudo, foram pesquisados alguns processos de gerência de risco de projetos de software (GRPS) na literatura, visando obter uma base para um foco mais aprofundado sobre este tema. Como resultado desta pesquisa observou-se a inexistência de um processo de GRPS que focasse uma dimensão de projeto específica, ou seja, nenhum dos processos estudados se preocupou em priorizar e definir técnicas ou estratégias específicas para uma determinada dimensão de projeto (custo, prazo e qualidade) em função da sua importância. Buscando preencher estas lacunas, desenvolveu-se um processo de GPRS, denominado No-Risk, aplicado às dimensões de custo, prazo e qualidade de projetos, desenvolvido para integração com um processo de desenvolvimento de software focado em sistemas de informação. A proposta deste processo apresenta como premissa básica a análise de riscos baseada em fatores de risco previamente mapeados. O processo foi aplicado por um gerente de projetos em um projeto de software de sistemas de informação de uma empresa com foco em TI. Para avaliação da proposta, o processo foi aplicado em um projeto de software de sistemas de informação de uma empresa com foco em TI.
9

Metodologia de migração de dados em um contexto de migração de sistemas legados

Heleno Ramos de Mendonça, Manoel 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:53:15Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo1908_1.pdf: 3933909 bytes, checksum: 1a743cd4f4926cdc1b2c1d1ac6eb8f11 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / A presente dissertação visa à definição de uma metodologia para migração de dados em um contexto de migração de sistemas legados, desenvolvida utilizando os conceitos e práticas já estabelecidas das várias metodologias para migração de sistemas legados, das estratégias para migração de dados e das técnicas de gerência de projetos. Existem diversos trabalhos que abordam a necessidade da definição e organização de atividades essenciais para que esforços de migração de dados legados alcancem seus objetivos, existem até mesmo estratégias de migração de dados definidas. Porém, não se encontrou na literatura consultada trabalho que analise as três áreas essenciais para tal empreitada migração de sistemas legados, migração de dados e gerência de projetos - e proponha uma metodologia tão abrangente quanto o apresentado neste trabalho. Somado a isto, encontra-se a necessidade de gerentes de projeto e projetistas de soluções de utilizar metodologias definidas e testadas que os orientem e ajudem em tarefa tão fundamental e crítica para o sucesso de um projeto de migração de sistema legado como é a migração dos dados legados. Fez-se uma análise dos trabalhos relacionados e bibliografia disponível e foram definidos os pontos de interseção das três áreas estudadas. Baseando-se nestes pontos convergentes e relacionados, foram especificadas cinqüenta e duas atividades, divididas em seis etapas, que cobrem os passos necessários para o planejamento, execução e controle de uma migração de dados legados. Para validar as atividades propostas, a metodologia foi aplicada em um estudo de caso real onde foram migrados cento e vinte e nove milhões de registros legados para cento e quarenta e cinco novas tabelas. O estudo de caso durou dezoito meses. Os resultados obtidos foram promissores se comparados com médias históricas da organização e com outros projetos que foram desenvolvidos na mesma época sem o uso da metodologia proposta
10

Um Modelo de Processo de Gestão de Riscos para Ambientes de Múltiplos Projetos de Desenvolvimento de Software

Martins Gomes de Gusmão, Cristine 31 January 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:53:43Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5594_1.pdf: 3902524 bytes, checksum: 8443b5d34af300ebfbefb6f075ff2a30 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2009 / A importância da utilização de processos, técnicas e ferramentas de gerenciamento de riscos é, cada dia, mais reconhecida nos ambientes de desenvolvimento de software. Isto se deve, em parte, pelo entendimento de que parcela significativa dos insucessos está relacionada a uma má Gerência de Riscos. A Gerência de Riscos é uma das disciplinas mais recentes da Gerência de Projetos e sua evolução, na área de Engenharia de Software, está associada com o tratamento dos riscos nos ambientes de desenvolvimento de software. Muitos modelos e abordagens foram apresentados e utilizados nos últimos 15 anos. Contudo, uma das grandes fraquezas dessas abordagens, até o momento, foi ter negligenciado os riscos que podem surgir do relacionamento entre projetos. Além disso, diferentes tipos de projetos são iniciados, suspensos, cancelados ou modificados em resposta às variações do ambiente de negócios. A utilização dos conceitos do gerenciamento de riscos em ambientes de desenvolvimento de múltiplos projetos de software reflete uma necessidade de ter os recursos disponibilizados utilizados da melhor forma. Em vista dessa realidade, esta tese apresenta o mPRIME Process modelo de processo de gestão de riscos para ambientes de múltiplos projetos que tem como objetivos: (i) viabilizar a identificação, avaliação e controle dos riscos em ambientes de múltiplos projetos; (ii) viabilizar o conhecimento dos riscos e oportunidades existentes no ambiente de múltiplos projetos; (iii) definir uma estrutura para as informações sobre os riscos do ambiente, e; (iv) gerar para a gerência de múltiplos projetos e equipe, indicadores de avaliação do ambiente favorecendo a tomada de decisão. O mPRIME Process foi concebido para atuar no gerenciamento dos riscos, através do uso de técnicas qualitativas, em ambientes de múltiplos projetos de desenvolvimento de software, independentemente das metodologias de Gestão de Projetos e Engenharia de Produto utilizadas. É agregada ao mPRIME Process, a mPRIME Tool uma ferramenta CASE de apoio e a mPRIME Ontology, ontologia no domínio dos riscos, que fornece uma estrutura padronizada de informações sobre os riscos

Page generated in 1.3091 seconds