• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 9
  • Tagged with
  • 9
  • 9
  • 9
  • 4
  • 4
  • 4
  • 3
  • 3
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Controle químico do nematóide reniforme em cultura de algodoeiro / Chemical control of the reniform nematode attacking cotton

Antonio Marco Brancalion 00 December 1900 (has links)
O presente trabalho teve por objetivo verificar a viabilidade do controle do nematóide reniforme Rotylenchulus reniformis Linford & Oliveira, 1940, na cultura do algodoeiro mediante o emprego de diversos nematicidas em diferentes formulações, modos de aplicação de dosagem, associados ou não a quantidades variáveis de adubo químico. Conduziram-se 3 experimentos de campo, sendo 2 instalados no município de Leme e 1 em São João da Boa Vista. Foram testados os produtos dissulfotom, carbossulfano e carbofurano, tendo este último sido empregado em várias formulações, modo de aplicação e dosagens. O produto aldicarbe foi incluído como padrão. Nos diferentes ensaios, avaliaram-se os seguintes parâmetros: altura das plantas, peso de capulhos, características das fibras e produção final, além das populações do parasito no solo em diferentes épocas. Observações sobre o numero de plantas com o sintoma"carijó"nos diferentes tratamentos foram também realizadas. Verificou-se, de forma geral, aumento significativo na altura das plantas tratadas em relação às não tratadas. especialmente no caso do produto carbofurano, nas medições realizadas ao redor do 100º e 130º dias da instalação dos experimentos. Não se observaram diferenças 'significativas entre as características das fibras produzidas por plantas tratadas e não trata- das. Com exceção do produto dissulfotom, os demais nematicidas proporcionaram, na maioria das vêzes, aumento na produção em relação ã testemunha, embora nem sempre estatisticamente significativos. Os nematicidas em geral provocaram reduções nos níveis populacionais do nematóide no solo apenas na primeira época de amostragem, ao redor do 35º dia da instalação dos ensaios, não mais se observando diferenças em relação ã testemunha nas coletas posteriores. Com relação ao sintoma “carijó", verificou-se principalmente nas avaliações feitas apos o 809 dia da instalação dos ensaios, números de plantas com o sintoma significativamente menores nas parcelas tratadas que nas não tratadas. / The control of the reniform nematode (Roxylenchulus reniformis Linford & Oliveira, 1940) in the cotton crop through nematicides, used in different formulations, applications procedures and dosages, alone and associated with variable quantities of mineral fertilizers, was studied. Three field experiments were set up, two located in the region of Leme, SP, and one in São João da Boa Vista, SP. Disulphoton, carbosulphan and carbofuran were used, the latter formulations, application methods and dosages. Aldicarb was used as a reference. Parameters considered were: height of plants, weight of bolls, fiber characteristics, total yield and the populations of the parasite in the soil at different times. Number of plants exhibiting characteristics green and pale spotted leaves, a symptom known in Brazil as “carijó” was also recorded. A significant increase in the height of treated plants, mainly those grown in the soi1 wich received carbofuran, was observed after 100 and 130 days. Fiber characteristics were not affected significantly by the treatments. Treatments with nematicides other than disulphoton resulted in yields superior to those of the check plots, a1though this increase was not always statistical1y significant. Lower nematode populations in soils treated with nematicides were observed only at the time of the first sampling, at approximately 35 days from their application. No differences in these populations were observed in the subsequent samples. “Carijó” symptom was observed mainly after 80 days; in the treated plots the number of plants exhibiting this symptom was significantly lower.
2

Controle químico do nematóide reniforme em cultura de algodoeiro / Chemical control of the reniform nematode attacking cotton

Brancalion, Antonio Marco 00 December 1900 (has links)
O presente trabalho teve por objetivo verificar a viabilidade do controle do nematóide reniforme Rotylenchulus reniformis Linford & Oliveira, 1940, na cultura do algodoeiro mediante o emprego de diversos nematicidas em diferentes formulações, modos de aplicação de dosagem, associados ou não a quantidades variáveis de adubo químico. Conduziram-se 3 experimentos de campo, sendo 2 instalados no município de Leme e 1 em São João da Boa Vista. Foram testados os produtos dissulfotom, carbossulfano e carbofurano, tendo este último sido empregado em várias formulações, modo de aplicação e dosagens. O produto aldicarbe foi incluído como padrão. Nos diferentes ensaios, avaliaram-se os seguintes parâmetros: altura das plantas, peso de capulhos, características das fibras e produção final, além das populações do parasito no solo em diferentes épocas. Observações sobre o numero de plantas com o sintoma"carijó"nos diferentes tratamentos foram também realizadas. Verificou-se, de forma geral, aumento significativo na altura das plantas tratadas em relação às não tratadas. especialmente no caso do produto carbofurano, nas medições realizadas ao redor do 100º e 130º dias da instalação dos experimentos. Não se observaram diferenças 'significativas entre as características das fibras produzidas por plantas tratadas e não trata- das. Com exceção do produto dissulfotom, os demais nematicidas proporcionaram, na maioria das vêzes, aumento na produção em relação ã testemunha, embora nem sempre estatisticamente significativos. Os nematicidas em geral provocaram reduções nos níveis populacionais do nematóide no solo apenas na primeira época de amostragem, ao redor do 35º dia da instalação dos ensaios, não mais se observando diferenças em relação ã testemunha nas coletas posteriores. Com relação ao sintoma "carijó", verificou-se principalmente nas avaliações feitas apos o 809 dia da instalação dos ensaios, números de plantas com o sintoma significativamente menores nas parcelas tratadas que nas não tratadas. / The control of the reniform nematode (Roxylenchulus reniformis Linford & Oliveira, 1940) in the cotton crop through nematicides, used in different formulations, applications procedures and dosages, alone and associated with variable quantities of mineral fertilizers, was studied. Three field experiments were set up, two located in the region of Leme, SP, and one in São João da Boa Vista, SP. Disulphoton, carbosulphan and carbofuran were used, the latter formulations, application methods and dosages. Aldicarb was used as a reference. Parameters considered were: height of plants, weight of bolls, fiber characteristics, total yield and the populations of the parasite in the soil at different times. Number of plants exhibiting characteristics green and pale spotted leaves, a symptom known in Brazil as "carijó" was also recorded. A significant increase in the height of treated plants, mainly those grown in the soi1 wich received carbofuran, was observed after 100 and 130 days. Fiber characteristics were not affected significantly by the treatments. Treatments with nematicides other than disulphoton resulted in yields superior to those of the check plots, a1though this increase was not always statistical1y significant. Lower nematode populations in soils treated with nematicides were observed only at the time of the first sampling, at approximately 35 days from their application. No differences in these populations were observed in the subsequent samples. "Carijó" symptom was observed mainly after 80 days; in the treated plots the number of plants exhibiting this symptom was significantly lower.
3

Reprodução e danos causados por Pratylenchus brachyurus (Nemata: Pratylenchidae) em cultivares de algodoeiro / not available

Alexandre Moura Cintra Goulart 05 November 1997 (has links)
Em ensaios de casa-de-vegetação, primeiramente foi avaliada a reprodução de Pratylenchus brachyurus em oito cultivares de algodoeiro, que foram: IAPAR 71-Paraná 3; IAC 20; CS 50; CNPA 717; IAC 87; CNPA-Precoce 2; IAC 21 e IAC 22.Posteriormente foram selecionadas duas cultivares para estudar a patogenicidade do nematóide, inoculando-se diferentes níveis de população inicial; 0 (testemunha); 333; 1000; 3000; 9000 e 27000 nematóides/planta. As avaliações foram com base nos números de nematóides extraídos do sistema radicular e do solo e nos fatores de reprodução. Nos estudos de patogenicidade foram coletados também os seguintes dados de crescimento das plantas; altura de planta, massa fresca de sistema radicular e massa seca de parte aérea. Entre as oito cultivares em que se avaliou a reprodução, foi possível identificar IAPAR 71-Paraná 3 e IAC 20 como as melhores hospedeiras do nematóide, nas quais a população final do nematóide foi significativamente maior que em IAC 22. Para os estudos de patogenicidade foram selecionadas as cultivares IAC 20 e IAC 22, que, entre as mais utilizadas comercialmente, permitiram a maior e a menor reprodução do nematóide, respectivamente. Ambas as cultivares tiveram o crescimento prejudicado pelo nematóide e as reduções de crescimento das plantas inoculadas em relação à testemunha foram mais acentuadas nos níveis mais altos de inóculo. A regressão linear foi significativa para massa fresca de sistema radicular da cultivar IAC 20 e para massa seca de parte aérea, de ambas as cultivares / not available
4

Bactérias endofíticas envolvidas no controle de Meloidogyne incógnita em café / not available

Ana Claudia da Silva 20 December 2004 (has links)
No interior das plantas, existem bactérias e fungos que vivem em colonização assintomática, sendo denominados microrganismos endofíticos. Esses microrganismos podem ser utilizados no controle de fitonematóides. No presente trabalho, isolaram-se, pelo método de fragmentos do tecido vegetal, 161 bactérias endofíticas do sistema radicular de cafeeiros em três regiões do estado de São Paulo. Após análise morfológica das colônias isoladas, foram selecionadas 54 bactérias para serem avaliadas quanto ao potencial de controle biológico de fitonematóides, por meio de testes in vitro em que se verificou seu efeito sobre a mortalidade de juvenis de Meloidogyne incógnita. Dos isolados testados, vinte e três (TR1Ig, TR5IIId, TR9IIIc, TRlIId, TR3IIb, TR1IIe, TRlId, TR5Ia2, TR5Id, TR4IIa, TR7IIb, TR8IIc, TR8IIId, TR3a, TR7IIIa, TR7IIIb, TR8IIIb, TR8IIIa, TR9IE, TR9IIIE, TR9IIIb3, TRIOlb, TR9IIc) provocaram maior porcentagem de morte dos nematóides, quando comparado com a testemunha sem bactéria. Portanto, os isolados de bactérias endofíticas testados demonstraram potencial para controle biológico do nematóide. / not available
5

Patogenicidade de Pratylenchus brachyurus e Pratylenchus zeae (nemata, pratylenchidae) a duas variedades de cana-de-açúcar (Saccharum sp.) / not available

Leila Luci Dinardo Miranda 06 August 1990 (has links)
Os danos causados por Pratylenchus brachyurus e P. zeae às variedades de cana-de-açúcar SP70-1143 e SP71-1406 foram avaliados em dois ensaios em vasos de 150 litros. Cada ensaio constou da inoculação de 0, 200, 400 ou 800 nematóides por litro de solo de uma ou outra espécie de Pratylenchus. As populações de nematóides nas raízes e parâmetros de crescimento e produção foram avaliados ao longo do ciclo e por ocasião do corte, aos 17 meses. P. braghyurus se multiplicou nas raízes das duas variedades sem causar prejuízos a nenhuma delas, que foram consideradas tolerantes ao nematóide. Na variedade SP70-1143, P. zeae só se multiplicou nas plantas inoculadas com 200 nematóides por litro de solo, porém não causou reduções nos pesos frescos dos colmos e total da parte aérea, em relação às demais. SP71-1143 foi tida como resistente a P. zeae. Na variedade SP71-1406, as maiores populações de P. zeae foram registradas nas plantas que receberam 400 ou 800 nematóides por litro de solo. Estas plantas também mostraram reduções significativas nos pesos frescos dos colmos e total da parte aérea, em relação as demais. SP71-1406 foi considerada susceptível a P. zeae / Damage to two sugarcane varieties resulting from infestation by Pratylenchus brachyurus and P. zeae were evalueted in two experiments. Each experiment consisted of inoculation with 0, 200, 400 or 800 nematodes/l soil from one or another Pratylenchus species on the varieties SP70-1143 and SP71-1406, the most cultivated in São Paulo State, nowadays. Single buds from both varieties were grown in 150 l pots, containing sterilized sandy soil and were inoculated 30 days after planting. Nematode population in roots and parameters were evalueted along the plant growth cicle and at the harvest, 17 months after planting. P. brachyurus reproduction was observed at the roots of two varieties, but no growth reduction was caused by the parasities. Both varieties were considered tolerant to P. brachyurus. On SP70-1143, P. zeae reproduction ocurred only at initial population of 200 nematodes/l soil. At the harvest, these plants only showed significant decreases in fresh weight of top cane plus leaves and dry weight of roots when compared with the plants without nematodes. SP-1143 was classified as resistant to P. zeae. As far as SP71-1406 is concerned, the higher P. zeae populations were observed in the pots inoculated with 400 or 800 nematodes/l soil. In these cases, significant reduction on fresh weight of shoots and fresh weight of aerial parts observed. SP71-1406 was considered susceptible to P. zeae
6

Reprodução e danos causados por Pratylenchus brachyurus (Nemata: Pratylenchidae) em cultivares de algodoeiro / not available

Goulart, Alexandre Moura Cintra 05 November 1997 (has links)
Em ensaios de casa-de-vegetação, primeiramente foi avaliada a reprodução de Pratylenchus brachyurus em oito cultivares de algodoeiro, que foram: IAPAR 71-Paraná 3; IAC 20; CS 50; CNPA 717; IAC 87; CNPA-Precoce 2; IAC 21 e IAC 22.Posteriormente foram selecionadas duas cultivares para estudar a patogenicidade do nematóide, inoculando-se diferentes níveis de população inicial; 0 (testemunha); 333; 1000; 3000; 9000 e 27000 nematóides/planta. As avaliações foram com base nos números de nematóides extraídos do sistema radicular e do solo e nos fatores de reprodução. Nos estudos de patogenicidade foram coletados também os seguintes dados de crescimento das plantas; altura de planta, massa fresca de sistema radicular e massa seca de parte aérea. Entre as oito cultivares em que se avaliou a reprodução, foi possível identificar IAPAR 71-Paraná 3 e IAC 20 como as melhores hospedeiras do nematóide, nas quais a população final do nematóide foi significativamente maior que em IAC 22. Para os estudos de patogenicidade foram selecionadas as cultivares IAC 20 e IAC 22, que, entre as mais utilizadas comercialmente, permitiram a maior e a menor reprodução do nematóide, respectivamente. Ambas as cultivares tiveram o crescimento prejudicado pelo nematóide e as reduções de crescimento das plantas inoculadas em relação à testemunha foram mais acentuadas nos níveis mais altos de inóculo. A regressão linear foi significativa para massa fresca de sistema radicular da cultivar IAC 20 e para massa seca de parte aérea, de ambas as cultivares / not available
7

Patogenicidade de Pratylenchus brachyurus e Pratylenchus zeae (nemata, pratylenchidae) a duas variedades de cana-de-açúcar (Saccharum sp.) / not available

Dinardo Miranda, Leila Luci 06 August 1990 (has links)
Os danos causados por Pratylenchus brachyurus e P. zeae às variedades de cana-de-açúcar SP70-1143 e SP71-1406 foram avaliados em dois ensaios em vasos de 150 litros. Cada ensaio constou da inoculação de 0, 200, 400 ou 800 nematóides por litro de solo de uma ou outra espécie de Pratylenchus. As populações de nematóides nas raízes e parâmetros de crescimento e produção foram avaliados ao longo do ciclo e por ocasião do corte, aos 17 meses. P. braghyurus se multiplicou nas raízes das duas variedades sem causar prejuízos a nenhuma delas, que foram consideradas tolerantes ao nematóide. Na variedade SP70-1143, P. zeae só se multiplicou nas plantas inoculadas com 200 nematóides por litro de solo, porém não causou reduções nos pesos frescos dos colmos e total da parte aérea, em relação às demais. SP71-1143 foi tida como resistente a P. zeae. Na variedade SP71-1406, as maiores populações de P. zeae foram registradas nas plantas que receberam 400 ou 800 nematóides por litro de solo. Estas plantas também mostraram reduções significativas nos pesos frescos dos colmos e total da parte aérea, em relação as demais. SP71-1406 foi considerada susceptível a P. zeae / Damage to two sugarcane varieties resulting from infestation by Pratylenchus brachyurus and P. zeae were evalueted in two experiments. Each experiment consisted of inoculation with 0, 200, 400 or 800 nematodes/l soil from one or another Pratylenchus species on the varieties SP70-1143 and SP71-1406, the most cultivated in São Paulo State, nowadays. Single buds from both varieties were grown in 150 l pots, containing sterilized sandy soil and were inoculated 30 days after planting. Nematode population in roots and parameters were evalueted along the plant growth cicle and at the harvest, 17 months after planting. P. brachyurus reproduction was observed at the roots of two varieties, but no growth reduction was caused by the parasities. Both varieties were considered tolerant to P. brachyurus. On SP70-1143, P. zeae reproduction ocurred only at initial population of 200 nematodes/l soil. At the harvest, these plants only showed significant decreases in fresh weight of top cane plus leaves and dry weight of roots when compared with the plants without nematodes. SP-1143 was classified as resistant to P. zeae. As far as SP71-1406 is concerned, the higher P. zeae populations were observed in the pots inoculated with 400 or 800 nematodes/l soil. In these cases, significant reduction on fresh weight of shoots and fresh weight of aerial parts observed. SP71-1406 was considered susceptible to P. zeae
8

Bactérias endofíticas envolvidas no controle de Meloidogyne incógnita em café / not available

Silva, Ana Claudia da 20 December 2004 (has links)
No interior das plantas, existem bactérias e fungos que vivem em colonização assintomática, sendo denominados microrganismos endofíticos. Esses microrganismos podem ser utilizados no controle de fitonematóides. No presente trabalho, isolaram-se, pelo método de fragmentos do tecido vegetal, 161 bactérias endofíticas do sistema radicular de cafeeiros em três regiões do estado de São Paulo. Após análise morfológica das colônias isoladas, foram selecionadas 54 bactérias para serem avaliadas quanto ao potencial de controle biológico de fitonematóides, por meio de testes in vitro em que se verificou seu efeito sobre a mortalidade de juvenis de Meloidogyne incógnita. Dos isolados testados, vinte e três (TR1Ig, TR5IIId, TR9IIIc, TRlIId, TR3IIb, TR1IIe, TRlId, TR5Ia2, TR5Id, TR4IIa, TR7IIb, TR8IIc, TR8IIId, TR3a, TR7IIIa, TR7IIIb, TR8IIIb, TR8IIIa, TR9IE, TR9IIIE, TR9IIIb3, TRIOlb, TR9IIc) provocaram maior porcentagem de morte dos nematóides, quando comparado com a testemunha sem bactéria. Portanto, os isolados de bactérias endofíticas testados demonstraram potencial para controle biológico do nematóide. / not available
9

Avaliação da capacidade reprodutiva de populações de Pratylenchus spp. frente a diferentes espécies vegetais / Reproductive fitness of Pratylenchus spp. populations in different plant species

Mauro Ferreira Bonfim Junior 03 February 2010 (has links)
Os nematoides que atualmente tem sido classificados como P. coffeae, demonstram ampla variabilidade morfológica, molecular e quanto à reação à diferentes hospedeiros. Por conseguinte, é essencial que se identifique corretamente as espécies e que se conheça a capacidade de parasitismo em alguns hospedeiros, para que se possa estabelecer medidas de controle e estimar eventuais riscos da entrada de um patógeno em uma área com hospedeiro suscetível. Neste sentido, a presente pesquisa propõe, numa primeira parte, uma medida de controle de P. jaehni (K5), que é muito agressivo à cafeeiro arábico, baseada no uso de plantas má hospedeiras. Na segunda parte deste trabalho é realizada uma caracterização da reação de diferentes espécies vegetais à quatro populações de Pratylenchus spp. Em virtude do exposto, este estudo objetivou avaliar a reação de diferentes cultivares de feijoeiro comum frente à P. jaehni (K5), visando seu possível uso no manejo de áreas cafeeiras infestadas e caracterizar a reação de diferentes espécies vegetais de importância econômica (café, porta-enxertos cítricos, banana e sorgo) frente à quatro populações de Pratylenchus spp. As populações inciais utilizadas nos experimentos variaram entre 180 e 200 nematóides. Em todos os experimentos, os nematóides foram extraídos das raízes pelo método de Coolen e D´Herde (1972) e, eventualmente, do substrato pelo método de Jenkins (1964). Foram realizados três ensaios: i) o primeiro com feijoeiro comum, onde todas as cultivares utilizadas foram resistentes à P. jaehni (K5), inclusive na réplica; ii) o segundo com porta-enxertos cítricos, no qual somente o limão-cravo foi hospedeiro de P. jaehni (K5); iii) o terceiro, no qual foi utilizado café, limão-cravo, banana e sorgo para o conhecimento das respectivas reações frente à 4 populações de Pratylenchus spp. Neste último experimento ocorreu uma reação hospedeira diferenciada para cada população. De acordo com os resultados, concluise que as cultivares de feijoeiro comum utilizadas apresentam potencial de uso em áreas cafeeiras infestadas por P. jaehni (K5), em consórcio ou em áreas de renovação de cafezal, e que as populações de Pratylenchus spp. são capazes de se reproduzir de forma diferenciada frente às espécies vegetais testadas. / Nematode populations that have been classified as P. coffeae show wide morphological, molecular and host range variability. Therefore, is essential the correct identification of the species and the knowledge about its parasitism capacity on some hosts, to ensure appropriate control measures and to estimate the entry risks of a pathogen in an area with susceptible host. In this sense, the present research report, firstly, propose a control measure of P. jaehni (K5), which is very aggressive to the arabic coffee, based on the use of poor host plants. In the second part, was carried out a host status evaluation of different plant species to four populations of Pratylenchus spp. In this context, were evaluated the reaction of different common bean cultivars to P. jaehni (K5), for its possible use in management of coffee areas infested with this nematode, and characterized the response of different economic important plant species (coffee, citrus rootstocks, banana and sorghum) to four populations of Pratylenchus spp (IB01P, IB02P, K5 e C1). The initial population used in experiments ranged between 180 and 200 nematodes. In all experiments, nematodes were extracted from roots by Coolen e D\'Herde´s method (1972) and eventually from the substrate by Jenkins´ method (1964). Three assays were conducted and results was as following: i) in the first one, with common bean, all tested cultivars were resistant to P. jaehni (K5), including the replica; ii) in the second one, with rootstocks, only rangpur lime was a good host of P. jaehni (K5); iii) in the third one, in which was used coffee, rangpur lime, banana and grain sorghum, was observed a differential host reaction for each nematode population evaluated. According to the present results, we suggest that common bean cultivars tested have great potential for use, or in intercropping or in crop rotation, in coffee areas infested by P. jaehni (K5) and populations of Pratylenchus spp. have different reproductive fitness in the plants species tested.

Page generated in 0.0412 seconds