• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 211
  • 13
  • 4
  • 1
  • 1
  • 1
  • Tagged with
  • 234
  • 153
  • 34
  • 26
  • 23
  • 21
  • 19
  • 19
  • 17
  • 17
  • 16
  • 16
  • 16
  • 16
  • 15
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Evaluación del comportamiento mecánico de mezclas SMA y Superpave empleando asfalto modificado con Polímero SBS (Estireno-Butadieno-Estireno)

Fernández Villalba, Omar A., Cáceres Salinas, Edgardo G. January 2007 (has links)
No description available.
2

Membranas de quitosana-graft-acrilato de sódio incorporadas com nanopartículas de prata para o desenvolvimento de curativos / Membranes chitosan-graft-sodium acrylate embedded with silver nanoparticles for the development of curative

Nascimento, Joyce Kelly Melo January 2012 (has links)
NASCIMENTO, J. K. M. Membranas de quitosana-graft-acrilato de sódio incorporadas com nanopartículas de prata para o desenvolvimento de curativos. 2012. 77 f. Dissertação (Mestrado em Química) - Centro de Ciências, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012. / Submitted by Daniel Eduardo Alencar da Silva (dealencar.silva@gmail.com) on 2014-11-19T20:29:30Z No. of bitstreams: 1 2012_dis_jkmnascimento.pdf: 1875159 bytes, checksum: 3b7fcf890b841321d324440bd2b45087 (MD5) / Approved for entry into archive by José Jairo Viana de Sousa(jairo@ufc.br) on 2015-12-07T17:48:37Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2012_dis_jkmnascimento.pdf: 1875159 bytes, checksum: 3b7fcf890b841321d324440bd2b45087 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-12-07T17:48:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2012_dis_jkmnascimento.pdf: 1875159 bytes, checksum: 3b7fcf890b841321d324440bd2b45087 (MD5) Previous issue date: 2012 / Silver nanoparticles (NPsAg) can be obtained by chemical, physical and biological methods. One of the most used methods is based on chemical reduction with sodium borohydride in the presence of stabilizers. Chitosan can act as NPsAg stabilizer. The grafting of acrylic monomers in the side chain of chitosan gives copolymers with improved physical roperties. Type graft copolymer based on chitosan and sodium acrylate was obtained by copolymerizing a system solution using free radical initiation, and from this membrane were prepared. NPsAg membranes were synthesized by the method of reduction with borohydride. The copolymer was characterized by proton absorption in the infrared (FTIR), thermogravimetric analysis, differential scanning calorimetry, elemental analysis, absorption capacity in water and scanning electron microscopy. The reason monomer / polysaccharide used in the reaction was 1/2. The grafting percentage was 49%. FTIR and elemental analysis confirmed the formation of the copolymer. Observed absorption capacity water membrane of the copolymer 13% higher compared to chitosan membrane, confirming the efficiency of grafting of the sodium acrylate in increasing hydrophilicity of the material. Nanocomposite chitosan-graft-sodium acrylate / Ag were obtained by varying the concentrations of silver nitrate (2, 5 and 10 mmol.L-1) and sodium borohydride (40, 100 and 200 mmol.L-1) added to the membranes. The nanocomposites were characterized by spectrophotometry in the UV-Vis region. The Color changes in the membranes from light yellow to dark brown shows the formation of silver nanoparticles. The analysis showed UV-Vis absorption bands in the region of 430 nm, confirming the formation of silver nanoparticles in the membranes of the copolymer. The displacement of the plasmon band of the samples 2/40, 5/100 and 10/200 mmol.L-1, respectively, for shorter wavelengths demonstrate that decreased particle diameter with increasing concentration of silver ions. The bacteriological test showed that the nanocomposite membranes exhibit antibacterial activity against Staphylococcus aureus and Pseudomonas aeruginosa species. studies Preliminary indicate that the nanocomposite has potential for the study with potential application as dermatological dressing. / Nanopartículas de prata (NPsAg) podem ser obtidas por métodos químicos, físicos e biológicos. Um dos métodos mais utilizados baseia-se na redução química com boroidreto de sódio, na presença de estabilizantes. Quitosana pode agir como estabilizante de NPsAg. A enxertia de monômeros acrílicos na cadeia lateral da quitosana origina copolímeros com ropriedades físicas melhoradas. Copolímero do tipo enxertado à base de quitosana e acrilato de sódio foi obtido por copolimerização em solução utilizando um sistema de iniciação via radical livre e a partir deste foram preparadas membranas. NPsAg foram sintetizadas nas membranas por método de redução com boroidreto. O copolímero foi caracterizado por espectroscopia de absorção na região do infravermelho (FTIR), análise termogravimétrica, calorimetria exploratória diferencial, análise elementar, capacidade de absorção em água e microscopia eletrônica de varredura. A razão monômero/polissacarídeo utilizada na reação foi de 1/2. A porcentagem de enxertia foi de 49%. FTIR e análise elementar confirmaram a formação do copolímero. Observou-se uma capacidade de absorção de água da membrana do copolímero 13% maior em relação à membrana de quitosana, confirmando a eficiência da enxertia do acrilato de sódio no aumento da hidrofilicidade do material. Nanocompósitos quitosana-graft-acrilato de sódio/Ag foram obtidos variando-se as concentrações de nitrato de prata (2, 5 e 10 mmol.L-1) e boroidreto de sódio (40, 100 e 200 mmol.L-1) adicionados às membranas. Os nanocompósitos foram caracterizados por espectrofotometria na região do UV-Vis. A mudança nas cores das membranas de amarelo claro para marrom escuro evidencia a formação das nanopartículas de prata. A análise por UV-Vis mostrou bandas de absorção na região de 430 nm, confirmando a formação das nanopartículas de prata nas membranas do copolímero. O deslocamento da banda plasmônica das amostras 2/40, 5/100 e 10/200 mmol.L-1, respectivamente, para menores comprimentos de onda demonstra que houve diminuição do diâmetro das partículas à medida que aumenta a concentração do íons prata. O teste bacteriológico mostrou que as membranas dos nanocompósitos apresentam atividade antibacteriana contra as espécies Staphylococcus aureus e Pseudomonas aeruginosa. Os estudos preliminares indicam que o nanocompósito apresenta potencial para o estudo com potencial aplicação como curativo dermatológico.
3

Síntese de um novo polímero de coordenação com íons lantanídeos

BEJAN, Claudia Cristina Cardoso January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:15:00Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo9179_1.pdf: 9288863 bytes, checksum: 58a21fff40824a477d33712175aaf92d (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / Dentro de uma visão interdisciplinar, essa tese integrou a química orgânica e inorgânica, no intuito de desenvolver novos ligantes e seus respectivos complexos de lantanídeos cujas propriedades permitissem suas aplicações nas mais diversas áreas da biomedicina, tais como fuoroimunoensaios e Ressonância Magnética de Imagem (RMI). O presente trabalho descreve a síntese, caracterização e propriedades espectroscópicas de um novo ligante, que contém, em uma mesma estrutura, duas principais classes de receptores lantanídicos: Anéis aromáticos N-heterocíclicos que aumentam a luminescência dos íons Eu(III) e Tb(III), e ânions carboxilatos responsáveis pelo aumento da solubilidade e estabilidade dos complexos de Ln(III) em solução devido às interações eletrostáticas. Esse novo ligante e seus precursores tiveram suas sínteses realizadas através de diversas metodologias, tais como acoplamento eletroquímico redutivo arila-arila, diazotação, halogenação radicalar, alquilação e hidrólise, e suas caracterizações foram feitas através de ponto de fusão, análise elementar, MALDI-TOF e estudos espectroscópicos de FTIR, absorção, RMN 1H e 13C. Esse novo ligante (L) aniônico foi complexado com íons Ln(III) (Ln=Eu, Tb, Gd) resultando em polímeros de coordenação de fórmula molecular Ln2L3.6H2O, segundo análise elementar. Seus espectros de RMN 1H, FTIR, absorção e emissão evidenciaram uma quelação do metal ao ligante através dos grupos carboxilatos e uma coordenação não-efetiva com as unidades piridínicas. Os complexos com íons Eu(III) e Tb(III) apresentaram as características luminescência na região do vermelho e verde, respectivamente, tanto no estado sólido como em solução com CHCl3 e EtOH. Essas propriedades permitem suas aplicações como Dispositivos Moleculares Conversores de Luz (DMLC), mais especificamente como fluoróforos em fluoroimunoensaios, devido ao seu longo tempo de vida (> 1 ms) e grande deslocamento de Stokes (> 220 nm). A grande massa molecular (> 2000 g/mol), lipofilicidade, rigidez estrutural e natureza polimérica também possibilitam a aplicação desse novo complexo com íons Gd(III) como agente de contraste em RMI. A fim de viabilizar a aplicação desses complexos na área biomédica, foram feitos estudos espectroscópicos em condições fisiológicas, na presença e na ausência de surfactantes micelares
4

Desenvolvimento e caracterização de uma câmara de ionização totalmente polimérica para dosimetria de Raios-X

AMAZONAS, Irani Buarque do January 2005 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T23:16:50Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo9068_1.pdf: 798927 bytes, checksum: 75fbf36a5ed3683fdde14a8b96763663 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2005 / Este trabalho apresenta o desenvolvimento e a caracterização de um protótipo de uma câmara de ionização de placas paralelas (CIPP), totalmente polimérica, construída com eletrodos de PANI condutora depositada sobre um substrato de poli (metacrilato de metila), PMMA, que além de servir como suporte ao filme de PANI, também serve para prover o equilíbrio eletrônico dos elétrons gerados pela radiação. A caracterização do detetor proposto, a câmara de ionização WELI, foi feita a partir das curvas características de uma câmara de ionização, tais como: curva de saturação, dependência energética e resposta com relação à taxa de dose. Também foram avaliadas as mudanças nas características elétricas dos eletrodos de PANI, em função da dose acumulada, a geometria do detetor, a dependência angular da resposta, sua estabilidade a curto prazo, além da variação da resposta com a separação dos eletrodos. O protótipo testado foi comparado com a câmara PTW2532 para raios-X na região de 20kV até 140kV, mostrando um desvio padrão menor que 1% entre as respostas, entre 70kV e 90kV. Até o momento ainda não se tem conhecimento de uma tecnologia nacional para um sistema de detecção similar ao protótipo desenvolvido neste projeto de pesquisa. A importância desse trabalho reside basicamente em três aspectos: a) o polímero condutor, PANI, é um material ainda em um estado incipiente de sua utilização na área dosimétrica, despertando muito interesse tecnológico; b) devido à ausência de partes metálicas, uma câmara de ionização totalmente polimérica permite diminuir a radiação espalhada, importante fator de interferência na leitura; c) o polímero suporte, PMMA, sugere que o protótipo seja bastante robusto, resistindo ao manuseio e a pequenos impactos sem maiores danos
5

Síntese, Dopagem e Caracterização da Polianilina Com Sais de Fe(II) e Fe(III)

FORNAZIER FILHO, Y. 10 June 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2016-08-29T15:35:23Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_3511_YONIS FORNAZIER FILHO.pdf: 1751555 bytes, checksum: 31f7faa26a87c7ecea8cd5e2bf1fdaf5 (MD5) Previous issue date: 2009-06-10 / Neste trabalho foi feita a síntese e caracterização da polianilina na forma de sal esmeraldina (Pani-ES), utilizando-se anilina e (NH4)2S2O8 em meio ácido à temperatura de 0°C. Obteve-se um polímero sólido, com um rendimento de 60,4% e com massa molecular de 246,13 kg/mol, determinada pela técnica de viscosimetria. Ao polímero sintetizado foram adicionados sais de Fe(II) e Fe(III) para estudar as mudanças nas suas propriedades estruturais, térmicas e de condutividade. As amostras foram estudadas pelas técnicas de análise elementar, espectroscopia no Infravermelho (FTIR), no Ultravioleta-Visível (UV-VIS) e Mössbauer, Difração de Raios-X, MEV, EDS, Análise Térmica (TG e DSC), e medidas de condutividade das soluções de polianilina e resistividade por pressão das amostras poliméricas sólidas. Os resultados, obtidos com o uso destas técnicas experimentais mostraram que os íons Fe(II) interagiram com os nitrogênios benzenóides. Os dados de Mössbauer e resistividade comprovaram essas observações, sugerido que ocorre a formação de um complexo Pani-Fe(II). Por outro lado, os íons Fe(III) adicionados a Polianilina não mostraram interação significativa com a cadeia polimérica. Portanto, foi observado que é possível a interação de íons Fe(II) e Fe(III) com a polianilina na forma sal esmeraldina, sendo mantida suas propriedades condutoras.
6

Aplicação de polímeros como matrizes no desenvolvimento de biossensores e na purificação de proteínas

Ferreira Frade de Araújo, Rosângela January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:54:09Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5197_1.pdf: 1564860 bytes, checksum: 58055d6bd6225a2fff660e9156d0911c (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / Atualmente, vários estudos têm sido direcionados à tentativa de melhoramento do desempenho dos biossensores. Os polímeros condutores e não condutores têm sido utilizados tanto no aprimoramento dos diferentes modos de transdução de sinais biológicos quanto na disponibilização de grupos químicos para imobilização de biomoléculas. Neste trabalho, a utilização do polímero quitosana depositado sobre ouro para imobilização de imunoglobulinas G foi avaliada a partir do método de ELISA e através de um biossensor piezoelétrico, o qual é composto por uma microbalança de cristal de quartzo. Com a presença do polímero, absorbâncias três vezes mais altas foram obtidas e a alteração na freqüência de ressonância do cristal após a imobilização dos anticorpos aumentou de 14.19% (±2.43) para 24.34% (±0.75). A prata epoxy, polímero condutor, foi utilizada na fabricação de eletrodos de trabalho para construção de um biossensor amperométrico para detecção de lactato desidrogenase. Outros compostos como grafite e tetracianoquinodimetano também foram utilizados na composição da pasta condutora. Na voltametria cíclica, com NADH e glutaraldeído adsorvidos na superfície do eletrodo, uma corrente anódica foi gerada em 0.5V na presença da lactato desidrogenase e piruvato devido à oxidação eletroquímica do NADH. Os eletrodos mostraram ser reproduzíveis nas condições eletrolíticas testadas apresentando boa sensibilidade (1.5μA (U/L)-1). Entretanto, o potencial encontrado pode levar a uma baixa seletividade do biossensor em decorrência da oxidação de espécies interferentes presentes no soro. A enzima lactato desidrogenase foi pré-purificada a partir de sistemas bi-fásicos aquosos compostos de citrado de sódio e polietilenoglicol que é um polímero inerte. Um planejamento fatorial foi utilizado nas análises estatísticas e a massa molecular do polímero foi a variável que apresentou maiorinfluência sobre o fator de purificação e rendimento da lactato desidrogenase. A enzima apresentou o maior fator de purificação de 7.9, com rendimento de 100% de sua atividade
7

Imobilização de anticorpos em compósito de Polisiloxano-Álcool polivinílico para uso em imunodiagnóstico

MELO JUNIOR, Mario Ribeiro de January 2006 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T15:54:14Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo5210_1.pdf: 1367709 bytes, checksum: 1ba2b511ffb35d8848689e3369505b94 (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2006 / Buscou-se neste trabalho a síntese de um polímero a base de Polisiloxano (POS)- Glutaraldeído-Álcool polivinílico (PVA), mediante o processo sol-gel, sendo obtidos discos com diâmetro médio de 4,0 mm2 que foram utilizados como suporte sólido para imobilização de anticorpos. Inicialmente, através de microscopia eletrônica, foi feita a caracterização ultra-estrutural dos discos antes e depois das etapas de imobilização, bem como foram realizados testes da análise química elementar e espectro infravermelho dos discos. O anticorpo monoclonal anti-Proteína S100 humana foi covalentemente fixada à rede semi-interpenetrada de POS-PVA e utilizado em ensaios imunoenzimáticos tipo ELISA para avaliar a capacidade de detecção da proteína S100 contida no soro de pacientes portadores de adenocarcinoma prostático e indivíduos sadios. Os discos de POS-PVA fixaram até 92,8% de anticorpo oferecido (7,72 &#956;g de anticorpo/disco). Os melhores valores de anticorpo anti-Proteína S100 imobilizado e diluição do soro foram 10 &#956;g e 1:400, respectivamente. Foi realizada a leitura da densidade ótica dos imunoensaios para proteína S100 sérica obtendo-se a partir dos soros dos pacientes com adenocarcinoma prostático (0,425 ± 0,042) valores significativamente menores (p<0,05) quando comparados àqueles encontrados nos soros dos indivíduos sadios (1,034 ± 0,124). O anticorpo anti-Galectina-3 também foi imobilizado e avaliada a capacidade de reconhecer a proteína sérica. Semelhante aos resultados da proetína S100, também ocorreu um decréscimo significativo no soro de pacientes portadores de câncer de próstata. Também foi realizado um estudo imunohistoquímico a partir de fragmentos de tecido prostático utilizando o mesmo anticorpo a fim de comparar os resultados da expressão tecidual da proteína com aqueles valores séricos obtidos pelo teste ELISA com os discos de POS-PVA. Pode-se verificar uma nítida diferença entre os níveis teciduais e sorológicos da Proteína S100, constatando-se que o método sorológico é mais sensível e menos invasivo para avaliar os níveis desta proteína entre diferentes doenças tumorais da próstata. Conclui-se então, que a rede semi-interpenetrada de POS-PVA, aliado à sua fácil síntese e baixo custo, presta-se como modelo de suporte para a imobilização covalente de anticorpos e a partir disso pode ser utilizado no desenvolvimento de imunosensores para diferentes tipos de doenças
8

Desaguamento do lodo de Estação de Tratamento de Água através do uso de Blocos Drenantes

ALVES, V. M. B. 23 February 2017 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T23:59:22Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_11327_Dissertação_Victor_M_B_Alves.pdf: 5241618 bytes, checksum: c1a3f459928c4cdc16ce0f0ee811b3ef (MD5) Previous issue date: 2017-02-23 / O processo de desaguamento é uma das técnicas utilizadas na separação sólido líquido que busca, a redução do volume e consequentemente facilita o transporte e disposição final dos resíduos do tratamento. O desaguamento pode ser feito por uso de sistemas, naturais ou mecanizados. Este trabalho tem como objetivo estudar o desaguamento do lodo da unidade de flotação da Estação de Tratamento Água localizada no distrito de Coqueiral em Aracruz ES. Foram realizadas caracterizações do lodo gerado no processo de tratamento e do lodo seco nos ensaios de desaguamento, segundo ABNT NBR 10.004, 10.005 e 10.006 que tratam da obtenção de extrato lixiviado e solubilizado dos resíduos sólidos e da sua devida classificação. Não obstante, foi realizada avaliação da qualidade da água da lagoa Santur a jusante, montante e no ponto de lançamento do lodo. Foram avaliados nove polímeros entre aniônicos, não iônicos e catiônicos através dos ensaios de resistência específica e teste de inversão. A partir do melhor polímero identificado, foi realizada a secagem do lodo com o uso de leito de secagem modificado por blocos drenantes. Foram utilizados modelos empíricos para realizar a estimativa do volume de lodo produzido pela Estação de Tratamento de Água e comparado com os valores obtidos experimentalmente. Com os dados mensurados foi realizado o dimensionamento do leito de secagem composto por blocos drenantes e foi feita a análise de custo para implantação. O lodo bruto e o lodo seco foram classificados como Classe II A - Não Inerte, fato que viabiliza a destinação do resíduo. O ensaio de resistência específica e o teste de inversão apontaram o polímero FO 4290 SH da SNF na dosagem de 2,0 mg pol./g ST como sendo o polímero mais indicado para realização do desaguamento do lodo. Os ensaios de desaguamento alcançaram eficiências de 93% na remoção de água com 30 dias de secagem. A área estimada do leito de secagem por blocos drenantes foi de 968 m2. A partir da análise de custo foi identificado um investimento na ordem de e R$ 753.684,80 para a construção do leito de secagem com cobertura e custo operacional anual do sistema no valor de R$ 42.290,15.
9

Caracterización de propiedades magnéticas de un material compuesto de matriz epoxica reforzado con partículas magnéticas

Farfán Lira, José Enrique 19 January 2018 (has links)
La electricidad es uno de los pilares en los que se cimienta la sociedad actual, principalmente por la alta eficiencia obtenida en el transporte de esta energía, lo que permite su reparto y utilización en lugares lejanos a la fuente. Las máquinas eléctricas forman parte importante de esta realidad, pues permiten la transformación de esta energía en movimiento, lo cual se utiliza en diversos aspectos desde los electrodomésticos hasta los motores industriales, todos ellos combinan fenómenos electromagnéticos y hacen uso de materiales conductores de campo eléctrico y magnético para su funcionamiento. El presente trabajo se ubica en el campo de los materiales magnéticos y pretende iniciar la investigación de nuevos materiales compuestos para aplicaciones magnéticas, en la intención de reemplazar a los aceros eléctricos usados tradicionalmente en la fabricación de máquinas eléctricas; ampliando las aplicaciones de alta frecuencia de éstos materiales compuestos, tales como: servomotores, bocinas, grabadores magnéticos, aisladores de ondas electromagnéticas y otros. El objetivo principal del presente trabajo es elaborar y caracterizar un material compuesto de matriz epóxica reforzada con partículas magnéticas para determinar la relación entre sus propiedades magnéticas y la proporción de sus constituyentes. Según la metodología planteada, inicialmente se han fabricado probetas toroidales de material compuesto mediante aglomeración, variando las proporciones de sus constituyentes. Seguidamente se ha realizado la caracterización de estos materiales, principalmente con el propósito de determinar sus propiedades magnéticas, de modo indirecto, mediante el efecto que tienen dichas propiedades sobre los parámetros eléctricos: tensión y corriente; utilizando un circuito de prueba según la norma ASTM A927. Como resultado de esta investigación, se logró elaborar y caracterizar materiales compuestos de matriz epóxica variando la proporción de partículas magnéticas como refuerzo en el rango de 14.5% a 29.8% en volumen. El material con 29.8% de refuerzo, correspondiente a la máxima composición en volumen obtenida en el presente trabajo, presenta las mejores propiedades magnéticas: 2.84 de permeabilidad relativa y 90.5 J/m3 de pérdidas específicas. / Tesis
10

Caracterización de propiedades magnéticas de un material compuesto de matriz epoxica reforzado con partículas magnéticas

Farfán Lira, José Enrique 19 January 2018 (has links)
La electricidad es uno de los pilares en los que se cimienta la sociedad actual, principalmente por la alta eficiencia obtenida en el transporte de esta energía, lo que permite su reparto y utilización en lugares lejanos a la fuente. Las máquinas eléctricas forman parte importante de esta realidad, pues permiten la transformación de esta energía en movimiento, lo cual se utiliza en diversos aspectos desde los electrodomésticos hasta los motores industriales, todos ellos combinan fenómenos electromagnéticos y hacen uso de materiales conductores de campo eléctrico y magnético para su funcionamiento. El presente trabajo se ubica en el campo de los materiales magnéticos y pretende iniciar la investigación de nuevos materiales compuestos para aplicaciones magnéticas, en la intención de reemplazar a los aceros eléctricos usados tradicionalmente en la fabricación de máquinas eléctricas; ampliando las aplicaciones de alta frecuencia de éstos materiales compuestos, tales como: servomotores, bocinas, grabadores magnéticos, aisladores de ondas electromagnéticas y otros. El objetivo principal del presente trabajo es elaborar y caracterizar un material compuesto de matriz epóxica reforzada con partículas magnéticas para determinar la relación entre sus propiedades magnéticas y la proporción de sus constituyentes. Según la metodología planteada, inicialmente se han fabricado probetas toroidales de material compuesto mediante aglomeración, variando las proporciones de sus constituyentes. Seguidamente se ha realizado la caracterización de estos materiales, principalmente con el propósito de determinar sus propiedades magnéticas, de modo indirecto, mediante el efecto que tienen dichas propiedades sobre los parámetros eléctricos: tensión y corriente; utilizando un circuito de prueba según la norma ASTM A927. Como resultado de esta investigación, se logró elaborar y caracterizar materiales compuestos de matriz epóxica variando la proporción de partículas magnéticas como refuerzo en el rango de 14.5% a 29.8% en volumen. El material con 29.8% de refuerzo, correspondiente a la máxima composición en volumen obtenida en el presente trabajo, presenta las mejores propiedades magnéticas: 2.84 de permeabilidad relativa y 90.5 J/m3 de pérdidas específicas. / Tesis

Page generated in 0.0359 seconds