• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 4
  • Tagged with
  • 5
  • 5
  • 5
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • 1
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

O ensino de química e a produção de cerâmica vermelha :uma proposta de ensino contextualizado /

Montibeller, Michele Eldegard, 1983-, Scharf, Mauro, 1960-, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática. January 2012 (has links) (PDF)
Orientador: Mauro Scharf. / Com: Produto Educacional: O ensino de química e a produção de cerâmica vermelha : uma proposta de ensino contextualizado. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Exatas e Naturais, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática.
2

O objeto cerâmico como elemento da cultura : um estudo a partir da Coleção Lalada Dalglish /

Lima, Camila da Costa. January 2016 (has links)
Orientador: Geralda Mendes Ferreira Silva Dalglish / Banca: Alberto Tsuyoshi Ikeda / Banca: José Leonardo do Nascimento / Banca: Lux Boelitz Vidal / Banca: Zandra Coelho de Miranda / Resumo: Esta tese promove um estudo sobre o objeto cerâmico, destacando aspectos que o relacionam com uma determinada cultura. A partir da análise de uma Coleção particular, Coleção Lalada Dalglish, propõe-se investigar processos, técnicas e conceitos a fim de definir um diálogo entre a cerâmica e sua localidade de origem. Nesse contexto são abordados temas que envolvem desde o colecionismo, passando pelo processo de documentação da Coleção, até os fatores que influenciam o fazer da cerâmica e definem sua identidade, concluindo com uma série de estudos de caso que envolvem os objetos, ceramistas e locais selecionados dentro do universo estudado. / Abstract: Este trabajo se promueve un estudio sobre el objeto de cerámica, destacando aspectos que los relacionan con una determinada cultura. A partir del análisis de una colección particular, la Colección Lalada Dalglish, se tiene como objetivo investigar los procesos, técnicas y conceptos con el fin de establecer un diálogo entre la cerámica y su localidad de origen. En este contexto se abordan cuestiones relacionadas con colecionismo, proceso de documentación, a los factores que influyen en lo hacer de la cerámica y definen su identidad, concluyendo con una serie de estudios de casos que vinculan los objetos, alfareros y lugares seleccionados dentro del universo estudiado. / Doutor
3

Lá no Alto, o barro é encantado : a cerâmica do Alto Vale do Ribeira - SP /

Magrini, Amanda, 1986- January 2019 (has links)
Orientador(a): Lalada Dalglish / Banca: Alberto Tsuyoshi Ikeda / Banca: Jean-Jacques Armand Vidal / Resumo: Este trabalho dedica-se ao registro e à interpretação da atividade cerâmica do Alto Vale do Ribeira, nas cidades de Apiaí, Barra do Chapéu, Itaoca e Bom Sucesso do Itararé, interior do estado de São Paulo. A região concentra cerca de 40 artesãs, em sua maioria mulheres agricultoras, que manifestam seus saberes sobre a terra através de práticas ancestrais de manufatura. Indissociável de sua função de subsistência, o artesanato tornou-se ao longo do tempo um importante testemunho de ocupação e resistência do modo de vida local, construindo junto com a esfera social a identidade do povo do Alto Ribeira. Para evidenciar os aspectos particulares dessa atividade optou-se por um registro de cunho artístico/antropológico que revela, através da voz dessas artesãs, a poética que permeia a tradição cerâmica da região / Abstract: This work is dedicated to the registration and interpretation of ceramic activity of the Alto Vale do Ribeira practised in the cities of Apiaí, Barra do Chapéu, Itaoca and Bom Sucesso do Itararé in the São Paulo state. The region consists of about 40 artisans, mostly women farmers, who express their knowledge of soil through ancestral practices of ceramics. Along with providing subsistence to the people, handicrafts have become, over time, an important testimony to the occupation and preservation of the local way of life, building together with the social sphere the identity of the people of Alto Ribeira. To highlight the particular aspects of this activity, an artistic/anthropological record was chosen that reveals, through the voice of these artisans, the poetry that permeates the region's ceramic tradition / Resumen: Este trabajo está dedicado a registrar e interpretar la actividad cerámica del Alto Vale do Ribeira, en las ciudades de Apiaí, Barra do Chapéu, Itaoca y Bom Sucesso do Itararé, en el interior del estado de São Paulo. La región tiene aproximadamente 40 artesanos, en su mayoría mujeres agricultoras, que manifiestan su conocimiento de la tierra a través de antiguas prácticas de fabricación. Inseparables de su función de subsistencia, las artesanías se han convertido, con el tiempo, en un importante testigo de la ocupación y resistencia del modo de vida local, construyendo junto con la esfera social la identidad de la gente de Alto Ribeira. Para resaltar los aspectos particulares de esta actividad, se eligió un registro artístico / antropológico que revela, a través de la voz de estos artesanos, la poética que impregna la tradición cerámica de la región / Mestre
4

A louça de barro no Córrego de Areia: tradição, saberes e itinerários

MENDES, Francisca Raimunda Nogueira January 2009 (has links)
MENDES, Francisca Raimunda Nogueira. A louça de barro no Córrego de Areia: tradição, saberes e itinerários. 2009. 198f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Sociologia, Fortaleza (CE), 2009. / Submitted by Márcia Araújo (marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2015-04-14T15:28:20Z No. of bitstreams: 1 2009_tese_frnmendes.pdf: 5668042 bytes, checksum: 2b046efafb9c53a3bdeac7a5dd2cab94 (MD5) / Approved for entry into archive by Márcia Araújo(marcia_m_bezerra@yahoo.com.br) on 2015-04-15T13:51:07Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2009_tese_frnmendes.pdf: 5668042 bytes, checksum: 2b046efafb9c53a3bdeac7a5dd2cab94 (MD5) / Made available in DSpace on 2015-04-15T13:51:07Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2009_tese_frnmendes.pdf: 5668042 bytes, checksum: 2b046efafb9c53a3bdeac7a5dd2cab94 (MD5) Previous issue date: 2009 / A teia de relações sociais que constitui a produção artesanal de louça de barro do Córrego de Areia, localidade no município de Limoeiro do Norte, CE revela a interação das louceiras com instituições como a Central de Artesanato do Ceará (Ceart), além das feiras e dos compradores avulsos mostrando os vínculos que elas têm com os poderes socialmente estabelecidos, ficiais, mas principalmente aponta para as polifonias existentes no interior do próprio lugar, onde questões de gênero, conflitos entre as famílias e interferências de instituições ultrapassam a dimensão física dos objetos. Fazer louça de barro não é uma atividade que possa ser entendida apenas do ponto de vista comercial. Um olhar mais atento sobre o cotidiano da produção apresenta as visões de mundo, o imaginário, os arranjos sociais, enfim, a arte de quem a faz. Enquanto modelam seus objetos, os artesãos moldam as próprias vidas, num processo constante de criação e recriação de seu universo cultural particular. O dia obedece a uma continuidade de afazeres que são organizados a partir das necessidades dos artesãos, não estando seu tempo subordinado ao relógio, como ocorre na produção industrial urbana. Portanto, a produção artesanal só pode ser entendida se a consideramos como um palco de disputas por recursos públicos, pelos bens materiais e, sobretudo, como pelos bens simbólicos, caracterizando assim uma luta pelo poder que é expressa no desenrolar do próprio cotidiano das louceiras. Apesar de serem conhecidas dentro e fora do Córrego de Areia, como “as louceiras”, essas mulheres não podem ser pensadas como uma categoria só, que denote unidade, pois têm histórias de vida, visões de mundo e interesses diversos, que as impedem de estabelecem uma identidade única. A observação no cotidiano e as falas revelaram que diferentes identidades, guiadas por diferentes redes de sociabilidade descritas anteriormente, que orientam a ação social diária das louceiras.
5

Remodelando tradições: os processos criativos e os significados do trabalho artesenal entre as louceiras do Córrego de Areia

MENDES, Francisca Raimunda Nogueira January 2004 (has links)
MENDES, Francisca Raimunda Nogueira. Remodelando tradições: os processos criativos e os significados do trabalho artesenal entre as louceiras do Córrego de Areia. 2004. 120f. Dissertação (Mestrado em Sociologia). Universidade Federal do Ceará, Departamento de Ciências Sociais, Programa de Pós-Graduação em Sociologia, Fortaleza-CE, 2004. / Submitted by GLAUBENILSON CAVALCANTE (glaubenilson@yahoo.com.br) on 2011-11-17T17:14:00Z No. of bitstreams: 1 2004_DIS_FRNMendes.pdf: 1685772 bytes, checksum: 50d5fefbb7ea80e34745d68a0177d206 (MD5) / Approved for entry into archive by Maria Josineide Góis(josineide@ufc.br) on 2011-11-28T13:59:19Z (GMT) No. of bitstreams: 1 2004_DIS_FRNMendes.pdf: 1685772 bytes, checksum: 50d5fefbb7ea80e34745d68a0177d206 (MD5) / Made available in DSpace on 2011-11-28T13:59:19Z (GMT). No. of bitstreams: 1 2004_DIS_FRNMendes.pdf: 1685772 bytes, checksum: 50d5fefbb7ea80e34745d68a0177d206 (MD5) Previous issue date: 2004 / This work investigates the handicraft practice of earthenware’s artisans at Corrego de Areia, a community located seven kilometers from the county of Limoeiro do Norte in the State of Ceara. The women engaged in this activity use clay as raw material which is changed into not only earthenware and sold at the region’s markets by the edges of Jaguaribe River but also decorative pieces which are sold at the Handicraft Center (Ceart) an institution kept by the State government and which has its headquarters in Fortaleza. Those objects present some characteristics that are similar to those found at other artisan centers in the State. It should be pointed that the artisans do not use lathes or other devices that they could resort to in order to increase production. Besides, the earthenware is not painted but naturally rendered in a strong red hue. Although marked by a utilitarian origin, this craftsmanship is produced today mostly for decorative purpose. In spite of this new approach, the principles that rule the art have not changed, that is, the manufacturing techniques, the earthenware baking and the tools used give expression to a creative tradition whose origin is far behind in time. The problems that are seen today are related to the intervention by the afore-mentioned institution, Ceart, which in the beginning of the 1990s started ordering pieces that should be fashioned according to designs presented to the artisans. The artisans’ creative work has thus been impaired because only trading interests are considered. Production of pieces is not, on the other hand, an activity to be regarded by its commercial value only. People involved in art develop concepts about the self and are lifted to artistic status due to their insertion into a unique cultural and symbolic context. Earthenware production includes wisdom, craftsmanship and investigation of world meaning, a knowledge that is passed along from one generation to another. The ideas developed in this fashion by those families give way to their daily lives, their common set of images and their art. While modeling their objects, the earthenware’s artisans model their own lives in an unending process that recreates and reshapes their cultural world. / O presente estudo trata da prática artesanal das louceiras do Córrego de Areia, comunidade distante sete quilômetros do município de Limoeiro do Norte-CE. O artesanato feito por tais mulheres tem como matéria-prima o barro, que é transformado tanto em louça utilitária, vendida nas feiras da região jaguaribana, como figurativa, vendida na Central de Artesanato (Ceart), instituição mantida pelo governo do estado do Ceará, com sede em Fortaleza. Tais objetos apresentam algumas especificidades, se comparados a outros centros artesanais do Estado. Dentre elas, pode ser destacada a não utilização de tornos, nem outro instrumento que possibilite um aumento da produção, além da louça possuir uma cor mais forte, mais avermelhada e não ser pintada. Embora tenha origem numa matriz utilitarista, atualmente os objetos que têm mais aceitação no mercado são aqueles usados como adornos. Entretanto, apesar do novo contexto, os princípios do trabalho continuam os mesmos, ou seja, as técnicas de produção, os processos de queima da louça e as ferramentas utilizadas são a expressão maior da manutenção de uma tradição cuja origem já se perdeu com o tempo. A problemática central do trabalho refere-se à intervenção da referida instituição na comunidade, principalmente a partir do início dos anos 90, quando começou a encomendar peças, através de desenhos e do seu setor de design, às louceiras. Nesse sentido, o processo de criação da artesã deixa de ser respeitado, passando a serem privilegiados apenas os interesses comerciais e do mercado consumidor. Em contrapartida, fazer louça de barro não é uma atividade que possa ser entendida apenas do ponto de vista comercial. Quem realiza trabalhos desse tipo cria conceitos sobre si mesmo, adquire status de artista, por estar inserido num contexto cultural e simbólico próprios. Portanto, a produção da louça envolve saberes e fazeres, significados e visões de mundo que são passados de geração a geração, pelas famílias artesãs. Desse modo, os sentidos criados por elas, a partir da prática artesanal, nos dão acesso ao seu cotidiano, ao seu imaginário, à sua arte. Enquanto modelam seus objetos, as louceiras moldam as próprias vidas, num processo constante de criação e reformulação de seu universo cultural.

Page generated in 0.389 seconds