• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 147
  • 8
  • 6
  • Tagged with
  • 162
  • 162
  • 60
  • 46
  • 32
  • 28
  • 23
  • 23
  • 21
  • 19
  • 19
  • 18
  • 18
  • 18
  • 18
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

Espalhamento elástico pp a altas energias

Padua, Antonio Braz de 19 June 1986 (has links)
Orientador: Jose Bellandi Filho / Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Fisica Gleb Wataghin / Made available in DSpace on 2018-07-15T02:36:43Z (GMT). No. of bitstreams: 1 Padua_AntonioBrazde_M.pdf: 4447658 bytes, checksum: 8a2c61dedd684b8ed62764f3ab28ab28 (MD5) Previous issue date: 1986 / Resumo: Analisamos o espalhamento elástico p'p no intervalo de energias 9,78 £ Ö S £ 546 GeV e na região de pequenos -t. Os dados experimentais de ( ds/dt )p'p foram ajustados tomando-se a amplitude de espalhamento puramente imaginária e parametrizada sob a forma exponencial a( s,t ) = a( s,0 ) nSi=1 aiexp(bit) .Usando-se os parâmetros de ajuste calculamos a constante de absorção Kp'p, o fator de forma e o raio da distribuição de matéria de p' através do modelo de Chou-Yang. Pelo mesmo modelo, previmos o aparecimento de "dip" para as energias de 31 e 62 GeV em -t ~ 1.3 ( GeV/c )2 / Abstract: The p'p elastic scattering is analysed in the energy range 9.78 £ ÖS £ 546 GeV and small -t region. The experimental data of ( ds/dt )p'p were fitted under the hypothesis of apure imaginary amplitude and writted as a sum of exponentials, that is, a( s,t ) = a( s,0 ) nSi=1 aiexp(bit).Using the pararneters a( s,0 ), ai and bi we obtained the absorption constante Kp'p, the form factor and the mean square radius of the p' matter distribution by the Chou-Yang model. These calculations reveal a dip around -t ~ 1.3 ( GeV/c )2 at 31 and 62 GeV / Mestrado / Física / Mestre em Física
2

Mechanical properties of a silicone for high temperature applications

Ripã, Sorin January 2009 (has links)
Tese de mestrado integrado. Engenharia Mecânica. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto, Faculty of Mechanical Engineering. University of Galati. 2009
3

Interferência quântica na corrente crítica macroscópica de cerâmicas policristalinas com uma intrínseca solução sólida de duas fases supercondutoras.

BOLZAN, M. S. 15 May 2015 (has links)
Made available in DSpace on 2018-08-01T22:30:02Z (GMT). No. of bitstreams: 1 tese_8945_Tese Final Marcio de Sousa Bolzan.pdf: 9785147 bytes, checksum: 365b1d8e3f862206cc9c3c65adf93c4d (MD5) Previous issue date: 2015-05-15 / O espalhamento da corrente supercondutora na passagem entre grãos numa cerâmica policristalina tem sido estudado por vários pesquisadores, em especial nestes últimos 20 anos. Neste trabalho utilizamos o conhecimento da estrutura entre os grãos encontrada nas cerâmicas supercondutoras a base de mercúrio, cuidadosamente produzidas na UFES, associado a uma modelagem de interferência quântica macroscópica para descrever o comportamento da corrente crítica, quando a amostra é submetida à presença de campos magnéticos. Associando a energia de aprisionamento dos vórtices (pinning) a uma modelagem mais detalhada do contorno de grão conseguimos descrever teoricamente o comportamento observado da corrente crítica. O modelo proposto adiciona uma nova visão sobre a correlação entre a corrente crítica e a descrição do contorno de grão, evidenciando o papel de parâmetros importantes oriundos da distribuição de tamanhos de junções entre grãos e do potencial de aprisionamento de vórtices na descrição correta dos valores medidos da corrente crítica em função do campo aplicado. Portanto, concluímos neste trabalho a proposta de um modelo de junção S1S2𝐼𝑆2S1 associado a um modelagem estatística que descreve com boa qualidade de previsão o comportamento da corrente crítica em amostras cerâmicas policristalinas a base de mercúrio, quando a amostra é submetida a um campo magnético externo.
4

Tratamento termofílico do metanol em reatores anaerobicos

de Oliveira Cysneiros, Denise January 2002 (has links)
Made available in DSpace on 2014-06-12T17:42:06Z (GMT). No. of bitstreams: 2 arquivo6695_1.pdf: 452243 bytes, checksum: 57aa68abe10f33f9b564e4e7e6cba46c (MD5) license.txt: 1748 bytes, checksum: 8a4605be74aa9ea9d79846c1fba20a33 (MD5) Previous issue date: 2002 / O metanol é um importante composto orgânico presente em diversos tipos de águas residuárias, como em indústrias de polpa e papel, amido de batata e unidades de gaseificação de carvão. Algumas águas residuárias contendo metanol são descarregadas com altas temperaturas, tornando atrativa a aplicação do tratamento termofílico. Em ambiente anaeróbio, o metanol pode ser consumido por acetogênicas e metanogênicas. Em condições mesofílicas, a concentração do substrato, o pH do reator, a concentração de bicarbonato e a concentração de cobalto foram os fatores ambientais relevantes na conversão anaeróbia do metanol. Entretanto, pouco se conhece sobre a degradação de metanol em ambientes termofilicos. Dessa forma, este trabalho tem como objetivo investigar alguns fatores ambientais que podem ser importantes para o tratamento termofílico do metanol. Para isso, foram realizados experimentos contínuos e em batelada onde foram avaliados os efeitos da exposição de lodo termofílico em baixo pH, os efeitos da adição de micronutrientes e cobalto para o tratamento. Os resultados encontrados mostraram que lodo exposto a pH 4.0 por 120 dias, não causou inibição nos microrganismos acetogênicos metilotróficos e metanogênicos hidrogenotróficos, pois quando os ensaios foram realizados com pH neutro, rapidamente recuperaram suas atividades. Em contraste, as metanogênicas metilotróficas estavam praticamente inativas. Em relação ao efeito de micronutrientes, foi observado que, quando o lodo foi cultivado com micronutrientes, o reator removeu 98,7% do metanol aplicado com uma atividade metanogênica específica para metanol de 1,69 g CH4-DQO/ g SSV⋅ d. Já para o lodo cultivado com todos micronutrientes, exceto cobalto, a eficiência foi de 97,3% com atividade de 1,27 g CH4-DQO/ g SSV⋅d. Para o lodo cultivado sem a adição de micronutrientes, a eficiência do reator foi 92, 4% que resultou numa atividade específica para metanol de 0,94 g CH4/ g SSV⋅d. A concentração de ácidos graxos voláteis foi menor que 0,11 g COD/ L em todos os reatores. Os resultados obtidos indicaram que outros micronutrientes, além do cobalto, também são importantes no tratamento termofílico do metanol. Para que haja metanogênese do metanol na faixa termofílica são necessários que o pH seja neutro, a presença de bicarbonato e a adição de micronutrientes
5

Avaliação do comportamento em fratura de juntas soldadas de tubos de aço 2 1/4 Cr 1 Mo em alta temperatura

Biehl, Luciano Volcanoglo January 1998 (has links)
O presente trabalho teve como objetivo analisar o comportamento do crescimento de trinca em corpos de prova ensaiados a 538 °C retirados de uma junta soldada do aço 2 1/4 Cr 1 Mo de uma tubulação de 2,5 polegadas de espessura e 20 polegadas de diâmetro, que operou 100.000 horas a uma pressão de 115 kgf/cm2 (11,5 MPa). Foram comparadas as velocidades de propagação de trinca da zona afetada pelo calor, interface ZAC/metal de solda e metal de solda das juntas soldadas em função do fator de intensidade de tensões na ponta da trinca (K) e do fator não linear C*. Além dos ensaios em atmosfera normal, alguns testes de propagação de trinca em alta temperatura foram realizados com atmosfera inerte com o objetivo de avaliar a formação e a influência dos óxidos na velocidade de propagação da trinca. Os experimentos realizados incluem a avaliação metalográfica, fractográfica, ensaios de mecânica da fratura em alta temperatura e ensaios termogravimétricos. Os resultados indicaram que o material apresentou maior velocidade de propagação de trinca na região de interface ZAC/MS, para um mesmo valor de K e de C*, região esta onde foi encontrada uma mudança microestrutural acentuada; e que a atmosfera inerte de argônio não diminuiu a velocidade de propagação da trinca. / The aim of this present work is to characterize the crack growing behaviour in a welded joint of the 2 1/4 Cr, 1 Mo steel of a steam pipe, with 2,5 inches of thickness and 20 inches of diameter, that worked at 115 Kgf/cm2 (11 ,5 MPa) pressure for 100.000 hours. The cracking propagation rates were compared between heat affected zone, interface HAZ/weld and weld of a weld joint as a function of the K and C*. Also some tests of cracking propagation in high temperature were made with inert atmosphere with the objective of to analyse the influence of the oxides in the crack propagation rate. The performed experiment included metallographic evaluation, fractography, tests of fracture mechanics in high temperature and thermogravimetry tests. The results indicated that cracking showed more velocity in the region of interface of the HAZ/weld for a same K and C*, region where there was changes in the microstructure; and that the inert atmosphere didn't affect the cracking growth rate.
6

Qualificação de um AISI 304 em diferentes condições microestruturais por testes de resistência em temperaturas elevadas

Cardoso, Paulo Henrique Sanchez January 1996 (has links)
Este trabalho buscou analisar as características de ruptura e os mecanismos de propagação de trinca em alta temperatura de aços inoxidáveis austeníticos do tipo AISI 304. Foram comparadas as características de aços nunca expostos a trabalho, de aços envelhecidos em laboratório, de aços que trabalharam por mais de 105 horas em linha de craquearnento catalítico em temperaturas da ordem de 650-730°C e destes mesmos aços expostos a trabalho submetidos a tratamentos de solubilização. Os tratamentos de envelhecimento nos aços novos e de solubilização nos aços expostos a trabalho foram realizados com o intuito de enfatizar a influência de precipitados de segunda fase na resistência e nos mecanismos de propagação de trinca em alta temperatura do aço inoxidável, sendo as partículas de segunda fase precipitados de carbonetos e componentes intermetálicos. Cada grupo de teste foi realizado mediante a aplicação de carga constante em corpos de prova pré-trincados (disk-shaped ) mantidos a urna temperatu ra constante de 600°C, tendo corno parâmetro principal de comparação o nível inicial de intensidade de tensões aplicado à ponta da trinca. / This work aims to analyse rupture and crack propagation mechanisms during AISI 304 high temperature expossure. Virgin materials, laboratory aged materials, service exposed materials that worked for more than 100 000 hours in catalitic lines in a temperature range of 923-1003 K and these service exposed materials solution treated were compared. Aging and solution treatments were made to give emphasis on second phase particles influence in high temperature resistance and crack growth, and th is particles are either carbide phases or intermettalic phases. Each group of tests were carried out under constant load and temperature (873 K) in compact-tension disk shaped specimens, with the initial stress intensity factor in crack tip being the main parameter to compare the performance ofthe materials.
7

Caracterização de adesivos de altas temperaturas para aplicações aeroespaciais

Sousa, Filipa Salomé Marques de January 2010 (has links)
Tese de mestrado integrado. Engenharia Mecânica. Faculdade de Engenharia. Universidade do Porto. 2010
8

Estudo termodinâmico dos sistemas Na20-P205 e Na20-P205-Si02 por espectrometria de massa a temperaturas elevadas

Ferreira, Luís Filipe Malheiros de F. January 1990 (has links)
Dissertação apresentada para obtenção do grau de Doutor em Engenharia Metalúrgica, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, sob a orientação dos Prof. Doutores H. Maia e Costa e M. Allibert
9

Preparação de supercondutor de alta-Tc no sistema BSCCO com adição de Pb utilizando Método Pechini de síntese /

Aguiar, Felipe Magalhães de. January 2015 (has links)
Orientador: Fernando Rogério de Paula / Banca: Rafael Zadorozny / Banca: Fernando Henrique Cristovan / Resumo: Com os supercondutores de alta temperatura crítica (Tc) descobertos na década de 80, os estudos dos materiais supercondutores se intensificaram na tentativa de se obter materiais com Tc's cada vez maiores, ou seja, acima da temperatura do nitrogênio líquido (77 K). No entanto, alguns materiais supercondutores de alta Tc são difíceis de serem obtidos, como no caso do supercondutor cerâmico composto de Bi-Sr-Ca-Cu-O (BSCCO) que apresenta quatro fases predominantes: Bi2Sr2CuO6 (Bi-2201), Bi2Sr2Ca1Cu2O8 (Bi-2212), Bi2Sr2Ca2Cu3O10 (Bi-2223) e Bi2Sr2Ca3Cu4O12 (Bi-2234), com suas Tc's, respectivamente, na faixa de 7-22 K, 75-94 K, 100-125 K e 90-100 K. Infelizmente este supercondutor apresenta instabilidade na fase de maior Tc (Bi-2223). Uma das soluções utilizadas para melhorar a estabilidade desta fase consiste na substituição de elementos químicos. Desta forma, neste trabalho estudamos a estabilização da fase Bi-2223, utilizando o método de substituição onde o Bi foi substituído parcialmente pelo Pb. Para isso, a estequiometria utilizada foiBi2-xPbxSr2Ca2Cu3Oycom x = 0,00, 0,30, 0,35, 0,40, 0,45, 0,50 mol/g. As soluções precursoras foram preparadas baseadas no método Pechini de síntese, na qual se obteve uma resina polimérica que foi tratada termicamente a 200°C por 10 h. Em seguida, a resina foi macerada e o pó obtido nesse procedimento foi novamente tratado termicamente entre 400 e 810°C. Com o pó resultante, foram preparadas pastilhas e, logo após, submetidas a um novo tratamento térmico a 845°C/60 h. Nas pastilhas foram feitas as caracterizações estruturais por meio da técnica de Difratometria de Raios - X (DRX); caracterização elétrica pelo método de quatro pontas dc e química pela técnica de Espectroscopia por Energia Dispersiva de Raios - X (EDX).Os resultados mostraram que nas amostras preparadas com as concentrações de 0,00; 0,30 e 0,35 mols/g de Pb predominou a fase Bi-2212, no entanto para 0,40... / Abstract: With high critical temperature superconducting discovered in the 80s, the studies of superconducting materials have intensified in an attempt to obtain materials with Tc increasing, above the temperature of liquid nitrogen (77 K). However, some superconducting materials of high Tc are difficult to be obtained, as in the case of superconducting ceramic compositesof Bi- Sr-Ca-Cu-O (BSCCO) that presents predominant four phases: Bi2Sr2CuO6 (Bi-2201), Bi2Sr2Ca1Cu2O8 (Bi 2212), Bi2Sr2Ca2Cu3O10 (Bi-2223) and Bi2Sr2Ca3Cu4O12 (Bi-2234), with its Tc respectively in the range of 7-22 K, 75-94 K, 100-125 K and 90-100 K. Unfortunately the high-Tc phase (Bi-2223) in this high-temperature superconductor is thermodynamically unstable. One of the used solutions to improve this phase stability is the chemical element substitution. Thus, in this work we study the stabilization of the Bi-2223 phase using the method of chemical element substitution in which the Bi was replaced partially by Pb. For this, the stoichiometry used was Bi2-xPbxSr2Ca2Cu3Oywith x = 0.00; 0.30; 0.35; 0.40; 0.45; 0.50 mol/g. The solutions were prepared by the polymeric precursor method based on the Pechini method. The polymeric resin obtained was thermally treated at 200°C for 10 h.Then the resin was macerated and the powder obtained in this procedure was again thermally treated between 400°C and 810°C. With the resulting powder, pastilles were prepared and soon after were subjected to a new thermal treatment to 845°C for 60 h. Structural characterizations of the samples were investigated by the technique of X-ray diffraction - (XRD); electrical characterization by four-point probe dc conductivity method and chemical characterization by Energy-dispersive X-ray spectroscopy (EDX).The results showed that in the samples prepared with concentrations of 0.00, 0.30 and 0.35 mol/g Pb prevailed the phase Bi -2212, however for the concentration of 0.40 mol/g of Pb the Bi-2223 phase was the... / Mestre
10

Investigação do comportamento de concretos em temperaturas elevadas

Lima, Rogerio Cattelan Antocheves de January 2005 (has links)
Os concretos de alta resistência, produzidos com reduzidas relações água/aglomerante, constituem um avanço que está cada vez mais difundido na engenharia civil, dadas suas características técnicas atraentes, relacionadas aos ganhos em termos de resistência mecânica e durabilidade. No entanto, persistem ainda dúvidas relacionadas ao comportamento deste material frente a elevadas temperaturas. As mesmas derivam da microestrutura muito compacta e da baixa permeabilidade a líquidos e gases destes concretos. Estas características podem conduzir a desplacamentos explosivos sob certas condições térmicas e mecânicas, tais como as vigentes durante o rápido aquecimento do concreto em casos de incêndios. O acréscimo de pressão nos poros, devido à evaporação de água e às tensões geradas pelos gradientes de deformações térmicas, criam condições para a ocorrência destes desplacamentos. Além disto, o material concreto sofre alterações microestruturais consideráveis durante o aquecimento, que acabam influenciando suas propriedades macroestruturais, tais como resistência mecânica e porosidade. Estas alterações apresentam natureza física e química, envolvendo a perda de água, a ocorrência de expansões e/ou contrações térmicas e as modificações no arranjo cristalino de alguns constituintes. A superposição destes efeitos pode reduzir substancialmente a resistência dos elementos estruturais, levando edificações ao colapso. Pesquisas relacionadas ao tema são usualmente voltadas ao monitoramento dos sinais externos de degradação, tais como microfissuras, expansões e desplacamentos Já as alterações físico-químicas da microestrutura do material são menos examinadas, embora sejam as razões primárias do processo de degradação pela exposição ao calor. Nesta pesquisa, analisam-se as alterações microestruturais e as perdas de resistência de pastas, argamassas e concretos em virtude do aquecimento. Avalia-se ainda a eficiência da adição de fibras de polipropileno ao concreto, para controlar os desplacamentos. Os resultados indicam que o fenômeno do desplacamento explosivo realmente inspira cuidados, mas que o emprego das fibras pode minimizar o mesmo, contribuindo para o acréscimo da resistência residual. Ademais, os dados desta pesquisa contribuem para o desenvolvimento de metodologias de projeto mais adequadas às estruturas frente a incêndios. Palavras chave: concreto de alta resistência, desplacamentos, altas temperaturas, incêndio.

Page generated in 0.1439 seconds