• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 547
  • 12
  • 10
  • 10
  • 10
  • 9
  • 6
  • 4
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • 2
  • Tagged with
  • 569
  • 132
  • 128
  • 105
  • 104
  • 98
  • 88
  • 88
  • 82
  • 78
  • 73
  • 65
  • 62
  • 58
  • 58
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A política do cooperativismo de eletrificação rural em Santa Catarina

Sena, Valmor Bonifácio de January 1980 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Florianópolis, 1980. / Made available in DSpace on 2016-01-08T13:57:17Z (GMT). No. of bitstreams: 1 326684.pdf: 4610893 bytes, checksum: 1e770b3a060f98f2110332df0cbba8d2 (MD5) Previous issue date: 1980
2

A coexistência entre os princípios cooperativos e a gestão empresarial numa cooperativa de trabalho : estudo de caso da COOFITEC

Silva, Laudes Machado da January 2001 (has links)
A presente pesquisa constitui-se num estudo de caso sobre as influências do modelo cooperativista na me lhoria de vida dos associados de uma cooperativa de trabalho num ambiente competitivo. Entrevistas em profundidade forneceram os subsídios para a análise do caso estudado; as pessoas entrevistadas foram aquelas que constituem o quadro social da sociedade cooperativa analisada. Esta empresa do segmento cooperativo de trabalho está localizada na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul e vem destacando-se na região como uma empresa autogestionária mantenedora de um número importante de postos de trabalho no Município de Sant’Ana do Livramento. Constata-se que a sociedade-empresa estudada não tem um volume adequado de recursos financeiros (capital de giro) para produzir o montante de receitas compatível com a sua proposta empresarial e o tamanho do mercado, fator importante para o atendimento dos anseios sociais do grupo. A esta dificuldade, soma-se o fato de a empresa estar sendo gerida por pessoas com pouquíssima experiência administrativa. Apesar de enfrentar essas situações, a cooperativa está oportunizando a seus cooperados uma melhoria na condição de vida, principalmente, no que diz respeito ao reconhecimento da condição humana dos trabalhadores e à possibilidade de crescimento profissional que é permitida.
3

El Estado y el movimiento cooperativo

Reynoso, René Ernesto January 1969 (has links)
No description available.
4

A coexistência entre os princípios cooperativos e a gestão empresarial numa cooperativa de trabalho : estudo de caso da COOFITEC

Silva, Laudes Machado da January 2001 (has links)
A presente pesquisa constitui-se num estudo de caso sobre as influências do modelo cooperativista na me lhoria de vida dos associados de uma cooperativa de trabalho num ambiente competitivo. Entrevistas em profundidade forneceram os subsídios para a análise do caso estudado; as pessoas entrevistadas foram aquelas que constituem o quadro social da sociedade cooperativa analisada. Esta empresa do segmento cooperativo de trabalho está localizada na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul e vem destacando-se na região como uma empresa autogestionária mantenedora de um número importante de postos de trabalho no Município de Sant’Ana do Livramento. Constata-se que a sociedade-empresa estudada não tem um volume adequado de recursos financeiros (capital de giro) para produzir o montante de receitas compatível com a sua proposta empresarial e o tamanho do mercado, fator importante para o atendimento dos anseios sociais do grupo. A esta dificuldade, soma-se o fato de a empresa estar sendo gerida por pessoas com pouquíssima experiência administrativa. Apesar de enfrentar essas situações, a cooperativa está oportunizando a seus cooperados uma melhoria na condição de vida, principalmente, no que diz respeito ao reconhecimento da condição humana dos trabalhadores e à possibilidade de crescimento profissional que é permitida.
5

A coexistência entre os princípios cooperativos e a gestão empresarial numa cooperativa de trabalho : estudo de caso da COOFITEC

Silva, Laudes Machado da January 2001 (has links)
A presente pesquisa constitui-se num estudo de caso sobre as influências do modelo cooperativista na me lhoria de vida dos associados de uma cooperativa de trabalho num ambiente competitivo. Entrevistas em profundidade forneceram os subsídios para a análise do caso estudado; as pessoas entrevistadas foram aquelas que constituem o quadro social da sociedade cooperativa analisada. Esta empresa do segmento cooperativo de trabalho está localizada na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul e vem destacando-se na região como uma empresa autogestionária mantenedora de um número importante de postos de trabalho no Município de Sant’Ana do Livramento. Constata-se que a sociedade-empresa estudada não tem um volume adequado de recursos financeiros (capital de giro) para produzir o montante de receitas compatível com a sua proposta empresarial e o tamanho do mercado, fator importante para o atendimento dos anseios sociais do grupo. A esta dificuldade, soma-se o fato de a empresa estar sendo gerida por pessoas com pouquíssima experiência administrativa. Apesar de enfrentar essas situações, a cooperativa está oportunizando a seus cooperados uma melhoria na condição de vida, principalmente, no que diz respeito ao reconhecimento da condição humana dos trabalhadores e à possibilidade de crescimento profissional que é permitida.
6

Cooperativismo en Chile, una estrategia de desarrollo

Díaz Franulic, Constanza, Montes Letelier, Juan 01 1900 (has links)
Seminario para optar al grado de Ingeniero Comercial, Mención Economía / El hecho que Chile posea una desigual distribución del ingreso en relación a estándares internacionales y, escasas oportunidades de acceder a mejores condiciones de vida, sobre todo de las clases populares, dejó de ser una consecuencia coyuntural, para tornarse característica estructural de nuestro modelo socioeconómico. Consecuentemente, se ha gestado un creciente cuestionamiento desde la ciudadanía hacia los fundamentos de éste. En este contexto, se hace urgente proponer una alternativa de desarrollo socioeconómico; allí surge el Modelo Asociativo o Cooperativo, como instrumento para mitigar tal descontento sistémico. Este modelo, a través de la articulación de una red social y, enfocándolo en sectores claves de la economía nacional, podría integrar una masa considerable de actores antes excluidos del sistema socio productivo, permitiéndoles acceder a índices superiores de bienestar. A continuación, se desarrollará el estudio de la siguiente manera; en el primer capítulo se analizará la Teoría detrás de las Cooperativas; en el segundo capítulo presenta un Análisis Empírico de países, en base al Cooperativismo Agropecuario; el tercer capítulo, describe y analiza el Cooperativismo Agropecuario en Chile; y finalmente, en un cuarto capítulo, se formula la discusión y Conclusiones pertinentes.
7

Práticas cooperativas em redes de economia solidária sob a óptica da ação comunicativa : o caso da Rede Justa Trama

Aguiar, Silvana Aparecida de 18 February 2009 (has links)
Made available in DSpace on 2019-03-29T23:20:52Z (GMT). No. of bitstreams: 0 Previous issue date: 2009-02-18 / Productive networks organized through socio economy has been an economic alternative for poor workers in developing regions. This study analyzes how a productive chain of agroecological cotton in Brazil (called Justa Trama) is organized through a network, based on principles of fair trade and socio economy. The productive process starts in several rural areas of northeast Brazil, where the cotton is cultivated, according to agroecological guidelines. The cultivated cotton is then sent to several cooperatives in different states of Brazil until is being transformed in clothes and sold in Brazil and overseas. Although the network combines several kinds of organizations, such as: associations, NGOs, cooperatives, rural workers, trade unions, cooperatives are the predominant ones in the network. Workers cooperatives and their role in the productive restructuring have been broadly analyzed in the literature. However, their role within a network geographically dispersed and based on fair trade and the socio economy has not been studied in depth. This work purposes to fill this gap using the theory of communicative action of Jurgen Habermas as the theoretical base. According to this theory, contemporary society is organized based on market relationships that limit the potential of human beings. Therefore, communication plays an important role in bringing about social emancipation. Thus, this study sought to answer the following research question: How cooperative practices, within a network based on socio economy and fair trade principles make possible the emergence of a substantive rationality, according to the theory of communicative action of Jurgen Habermas? To answer this question, it was investigated the typology of rationality (instrumental or substantive) carried out within the studied cooperatives. Several indicators of organizational processes were developed to find out what kind of typology was used by the cooperatives (Serval,1997), such as: decision making process, forms of communication, mission and values, environmental relations, hierarchy, control, division of work and social action. A field research was carried out with 5 key informants, and 30 workers from four cooperatives located in three Brazilian states. It was found a stronger substantive rationality within cooperatives whose genesis are related to workers participation on their organization and management and weaker among those cooperative which only organized for survival purposes, without a deeper understanding of the processes involved in their participation on this kind of network. / Redes produtivas organizadas por meio de economia solidária são consideradas como alternativa econômica para os trabalhadores pobres das regiões em desenvolvimento. Este estudo analisa como uma cadeia produtiva de algodão agroecológico (chamada Justa Trama), é organizada por intermédio de uma rede, com base nos princípios do comércio justo e economia solidária. O processo produtivo começa em diversas áreas rurais do Nordeste do Brasil, onde o algodão é cultivado, de acordo com as orientações agroecológicas. O algodão cultivado é então enviado para várias cooperativas em diferentes estados do Brasil até ser transformado em roupas, que são vendidas no Brasil e no Exterior. Embora a rede combine vários tipos de organizações, como: associações, ONGs, cooperativas, trabalhadores rurais e sindicatos, o formato cooperativista predomina na rede. Cooperativas de trabalhadores e sua relevância na reestruturação produtiva são amplamente analisados na literatura. No entanto, o seu papel numa rede geograficamente dispersa e baseada no comércio justo e da economia solidária não tem sido estudado profundamente. Este trabalho propõe preencher esta lacuna com a aplicação da Teoria da Ação Comunicativa, de Jürgen Habermas. Segundo esta teoria, a sociedade contemporânea está organizada com base em relações de mercado que limitam o potencial dos seres humanos. Assim, a comunicação desempenha papel importante na concretização da emancipação social. Este estudo procura, pois, responder à seguinte pergunta: Como práticas cooperativas, dentro de uma rede baseada na economia solidária e nos princípios do comércio justo tornam possível a emergência de uma racionalidade substantiva, de acordo com a Teoria da Ação Comunicativa de Jürgen Habermas? Para responder a esta indagação, foi investigada a tipologia da racionalidade (instrumental ou substantiva) predominante no âmbito das cooperativas estudadas. Diversos indicadores dos processos organizacionais foram desenvolvidos para descobrir que tipologia foi utilizada pelas cooperativas (SERVA, 1997), tais como: processo de tomada de decisão, formas de comunicação, missão e valores, relações ambientais, hierarquia, controle, divisão do trabalho e ação social. Uma pesquisa de campo foi realizada com cinco informanteschave, e 30 trabalhadores de quatro cooperativas localizadas em quatro estados brasileiros. Foi encontrada uma racionalidade substantiva mais acentuada em cooperativas cuja gênese está relacionada à participação de trabalhadores na sua organização e gestão, e mais fraca nas cooperativas que só se organizaram por questão de sobrevivência, sem uma compreensão mais profunda dos processos envolvidos na sua participação neste tipo de rede.
8

O cooperativismo como alternativa para os assentamentos rurais coletivos dos municípios de Querência do Norte e Paranacity-PR /

Viana, Gessilda da Silva. January 2003 (has links)
Orientador: Elpídio Serra / Mestre
9

Planejamento estratégico em cooperativa :Planejamento estratégico em cooperativa /

Testoni, Luciana, Dreher, Marialva Tomio, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Administração. January 2008 (has links) (PDF)
Orientadora: Marialva Tomio Dreher. / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Administração.
10

Crédito e desenvolvimento rural: uma comparação entre microcrédito e crédito cooperativo no Vale do Itajaí /

Spengler, Carlos Alberto, Schiochet, Valmor, Universidade Regional de Blumenau. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional. January 2009 (has links) (PDF)
Orientador: Valmor Schiochet . / Dissertação (mestrado) - Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Humanas e da Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional.

Page generated in 0.0917 seconds