• Refine Query
  • Source
  • Publication year
  • to
  • Language
  • 1718
  • 20
  • 2
  • 1
  • Tagged with
  • 1791
  • 1791
  • 1085
  • 712
  • 509
  • 504
  • 503
  • 500
  • 354
  • 345
  • 262
  • 249
  • 245
  • 190
  • 185
  • About
  • The Global ETD Search service is a free service for researchers to find electronic theses and dissertations. This service is provided by the Networked Digital Library of Theses and Dissertations.
    Our metadata is collected from universities around the world. If you manage a university/consortium/country archive and want to be added, details can be found on the NDLTD website.
1

A avaliação na educação infantil

Paz, Senhorinha de Jesus Pit January 2005 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação. / Made available in DSpace on 2013-07-16T00:20:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 223344.pdf: 853339 bytes, checksum: 57afa03b9f7912e22ed777f945852ca5 (MD5) / Esta pesquisa tem como propósito investigar o fenômeno da avaliação na educação infantil, verificando sua ocorrência e caracterização nos programas e resumos dos trabalhos apresentados nas Reuniões Anuais da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação - ANPEd, num período de onze anos, de 1993 a 2003. O levantamento dos trabalhos nesse espaço foi realizado considerando as seguintes palavras-chave: avaliação, planejamento, proposta pedagógica. Foi elaborado um mapeamento dos trabalhos existentes na base da ANPEd em todos os GTs (grupos de trabalho) selecionando-se os referentes à educação infantil. A partir desse mapeamento foi possível destacar as referências mais freqüentes sobre a avaliação, comparar as diferentes matrizes e relacioná-las com as diretrizes contidas no Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil- RCNEI. Com base nos trabalhos selecionados foi desenvolvido um estudo que teve como instrumento metodológico a análise de conteúdo, e como suporte teórico o que vem sendo indicado como uma possível Pedagogia da Educação Infantil. Através do trabalho realizado confirmou-se a reduzida existência de estudos sobre avaliação na educação infantil. Outro aspecto também evidenciado neste estudo foi que os modelos de avaliação na educação infantil geralmente se subordinam aos moldes do ensino fundamental, desconsiderando as especificidades da educação de crianças na faixa etária de 0 a 6 anos. This research has as purpose to investigate the phenomenon of the evaluation in the infantile education, verifying its occurrence and characterization in the programs and summaries of the texts presented in the Annual Meetings of the National Association of Research and Masters degree in Education - ANPEd, in an eleven year-old period, from 1993 to 2003. The investigation of the works in that space was accomplished considering the following key-words: evaluation, planning, and pedagogic proposal. A map of the existent texts in the base of ANPEd was elaborated in all the GTs (work groups) being selected the referring ones to the infantile education. Taking that picture as starting point was possible to highlight the most frequent references about the evaluation, to compare the different head offices and to relate them with the guidelines contained in the Curriculum of National Reference for the Infantile Education - RCNEI. Based on the selected works it was developed a study that had as methodological instrument the content analysis, and as theoretical support what comes being indicated as a possible Pedagogy of the Infantile Education. Through the accomplished work the reduced existence of studies was confirmed about evaluation in the infantile education. Another aspect also evidenced in this study it was that the evaluation models in the infantile education are generally subordinated to the molds of the fundamental teaching, disrespecting the specific characteristics that children's education in the age group of 0 to 6 years of age should have.
2

Música e infância : alguns apontamentos para a educação infantil

Rosa, Jorgiane Oliveira da January 2018 (has links)
O presente trabalho tem por objetivo discutir a importância da música na educação Infantil, tendo como problema central de pesquisa a seguinte questão: de que modo os documentos oficiais produzidos nos últimos anos colocam a música na Educação Infantil, o que propõem e quais as concepções teóricas nas quais estão ancorados? A partir daí, verificar o que algumas pesquisadoras da área dizem sobre a importância da música desde a mais tenra infância e de que forma o corpo docente pode propor atividades e desenvolver projetos que contribuam para o desenvolvimento das crianças. O objetivo geral deste trabalho consiste em fazer um levantamento dos documentos oficiais, observando o que eles dizem sobre a importância da música na Educação Infantil e de que forma ela pode ser entendida de modo a contribuir para a ampliação do conhecimento entre as crianças pequenas. Como objetivos específicos, o trabalho pretende contribuir para pensarmos a formação docente no que se refere à música na educação infantil, identificando os possíveis benefícios que ela pode trazer no ambiente escolar; sugerir um reportório que possa ser introduzido nas turmas de educação infantil, em especial para as crianças de dois anos, e de que modo tais músicas podem ser apresentadas. A pesquisa, de caráter qualitativo e documental, examinou documentos oficiais, tais como: a Lei Federal nº 11.769/2008, Os Referenciais Curriculares Nacionais, as Diretrizes Curriculares Nacional da Educação Infantil (DCNEI) e a Base Nacional Curricular Comum – Educação Infantil (BCNN-EI), além de trabalhos acadêmicos propostos dentro da referida temática, tendo como suporte teórico as produções de Wolffenbüttel (2014), Lino (2008), Brito (2003), dentre outras. Considerando a música como uma das mais importantes manifestações artísticas da humanidade, as análises mostram a importância de ampliarmos o repertório musical das crianças e das docentes que atuam na educação infantil, mostrando a importância da música como apreciação estética e suas possíveis contribuições nos processos de aquisição do conhecimento.
3

"Aqui a gente tem regra pra tudo": formas regulatórias na educação das crianças pequenas

Mafra, Aline Helena January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-02-09T03:03:34Z (GMT). No. of bitstreams: 1 337034.pdf: 2161808 bytes, checksum: 951b27e8701ffa32bd0176c8a5d3477e (MD5) Previous issue date: 2015 / A presente pesquisa, em nível de mestrado, teve como problemática investigar os processos regulatórios inerentes ao funcionamento de uma instituição de educação infantil e por outro lado evidenciar o ponto de vista das crianças, ou seja, como as formas regulatórias, materializadas por regras e normas, são postas na unidade educativa e de que maneira as crianças as percebem, compreendem e operam com elas. Para tanto, utilizou-se procedimentos metodológicos provenientes da etnografia: registros escritos, fotográficos e fílmicos, tomando como locus de investigação uma instituição de educação infantil da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis localizada na zona urbana da cidade. A investigação empírica se deu com um grupo de crianças de 3 a 5 anos de idade que frequentavam a unidade educativa durante o período de maio a novembro de 2014. Com base nos objetivos da pesquisa, foi possível utilizar a Técnica de Análise de Conteúdo, em que, por meio do método indutivo (Vala, 1999), as categorias pudessem emergir do campo. Do agrupamento das unidades de sentido, a partir dos dados empíricos, foi possível reuni-los em duas categorias: Formas regulatórias da instituição de educação infantil e Como as crianças vivem as regras no grupo/4/5. Os dados gerados indicaram que há regras elaboradas para as crianças de todos os grupos da instituição de educação infantil que visam organizar o cotidiano educativo, nas quais, as crianças são submetidas de forma hierárquica. Do mesmo modo, na instituição de educação infantil investigada há uma hierarquia nas relações estabelecidas entre as categorias geracionais, a qual é expressa no poder dos adultos e consolidada sob a forma de regras institucionais e de combinados do Grupo 4/5. A partir de um diálogo estabelecido entre os dados gerados no campo e o referencial teórico de Boaventura de Sousa Santos, Erving Goffman, Michel Foucault, Hannah Arendt numa interface com os estudos do campo da Sociologia da Infância e de uma Pedagogia da Infância, constatou-se que, mesmo constrangidas com as imposições de regras e normas criadas pelos sujeitos de mais idade, as crianças subvertem a lógica dos adultos e afirmam seus interesses, explicitando seus universos culturais. As crianças lançam mão de estratégias, as mais variadas, elaboradas com base em seus repertórios imaginativos, suas vivências, suas brincadeiras, para ir além da ordem imposta pela racionalidade moderna.<br> / Abstract : This study, at Masters level, was to investigate the problematic regulatory processes inherent in the operation of an early childhood institution and secondly to highlight the point of view of children, that is, as the regulatory forms, materialized by rules and regulations , are put in the educational unit and how children perceive, understand and operate with them. Therefore, we used methodological procedures from ethnography: written records, photographic and filmic, taking as research locus a children's educational institution of Florianópolis Teaching Municipal Network located in the urban area. The empirical research took place with a group of children 3-5 years old who attended the educational unit during the period from May to November 2014. Based on the research objectives, it was possible to use the content analysis technique, in that by means of inductive (Moat, 1999), the categories could emerge from the field. The grouping of units of meaning, from the empirical data, it was possible to assemble them into two categories: regulatory forms of the early childhood institution and How children live rules in the group / 4/5. The data generated indicated that there are rules developed for children of all early childhood institution groups aimed at organizing the educational routine, in which children are subjected hierarchically. Similarly, in the early childhood institution investigated there is a hierarchy in the relations established between the generational categories, which is expressed in the power of adults and consolidated in the form of institutional rules and the combined Group 4/5. From an established dialogue between the data generated in the field and the theoretical framework of Boaventura de Sousa Santos, Erving Goffman, Michel Foucault, Hannah Arendt an interface with the studies of the field of sociology of childhood and a Pedagogy of Childhood, constatou- that even embarrassed by the imposition of rules and standards developed by the subjects older, children subvert the logic of adults and assert its interests, expressing their cultural universes. Children use strategies, the most varied, prepared based on its imaginative repertoires, their experiences, their play, to go beyond the order imposed by modern rationality.
4

Educação de 0 a 3 anos: a qualidade na perspectiva das famílias de um creche conveniada

Machado, Zenaide de Sousa January 2015 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2015. / Made available in DSpace on 2016-02-09T03:05:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 337026.pdf: 1502356 bytes, checksum: 40763dd8b694ffc9e37d48dc15c87c5b (MD5) Previous issue date: 2015 / A presente pesquisa, em nível de mestrado, teve como objetivo perscrutar o conceito de qualidade para o atendimento às crianças de 0 a 3 anos a partir da perspectiva das famílias de uma creche conveniada da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis. Como metodologia de pesquisa optou-se por um estudo de caso em que foram analisados questionários realizados com as famílias e as professoras dos grupos G2 e G3 que atendiam as crianças com idade entre2e3 anos, bem como observações, registros escritos e fotográficos realizados na creche pesquisada. O referencial teórico eleito para as análises buscou levar em consideração que um atendimento de qualidade às crianças necessariamente deve estabelecer uma relação entre famílias e creche, sendo selecionados autores, como Dahlberg, Moss e Pence (2003); Souza (1991); Campos, Fullgraf e Wiggers (2006); Rosemberg (2002); Kuhlmann (2001); Kramer (2001) e Tiriba (1992). Para as análises, utilizou-se a Técnica de Análise de Conteúdo para a constituição das categorias. Com base nos dados gerados por meio dos questionários, observações e registros escritos evidenciou-se que a perspectiva das famílias sobre a qualidade do atendimento poderia ser agrupada nas seguintes categorias de análise: A qualidade como bem estar; Compartilhamento com as famílias como indicador de qualidade; Qualidade como garantia do acesso à educação infantil; A função educativa como indicador de qualidade.<br> / Abstract : This research on master's level, aimed to study the concept of quality for the care of children 0-3 years from the perspective of families in a contracted public day care center in Florianópolis municipality network. As a methodological procedure was chosen a case study in which whe reanalyzed questionnaires conducted with families and teachers of the G2 and G3 groups that met children age between two and three years, as well as observations, written and photographic records. The theoretical framework chosen for analysis sought to take in to consideration that quality care to children must necessarily establish a relationship between families and child care. The selected authors where: Dahlberg, Moss and Pence (2003); Souza (1991); Campos, Füllgraf and Wiggers (2006); Rosenberg (2002); Kuhlmann (2001); Kramer (2001) and Tiriba (1992). For the analyzes, we used the content analysis technique for the formation of the categories. Based on the data generated through the questionnaires, observation sand written records it became clear that the prospect of families on the quality of care could be grouped in to the following categories of analysis: The quality and well-being; Share with families as a quality indicator; Quality and ensuring access to early childhood education; The education al function as a quality indicator.
5

Você vai ter que aprender a desobedecer! A participação das crianças na relação pedagógica

Vasconcelos, Giselle Silva Machado de 25 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias da Educação, Programa de Pós-graduação em Educação, Florianópolis, 2010 / Made available in DSpace on 2012-10-25T09:48:33Z (GMT). No. of bitstreams: 1 282048.pdf: 1516322 bytes, checksum: 0a34c357f9464abf4d527e8da9996654 (MD5) / Este trabalho buscou compreender os modos de participação das crianças nas relaçoes pedagógicas, procurando descortinar os possíveis constragimentos e as possibilidades que tornam essa participação efetiva. Para tanto, realizou-se um estudo com inspiração etnográfica e observação participante em um contexto de educação pública do município de Florianópolis com crianças de 3 (três) a 6 (seis) anos. Os dados foram obtidos por meio de filmagens, fotos e registros escritos continuamente num período de 5 (cinco) meses, o que resultou num acervo emprírico passível de análise, uma vez que neste processo foi possivel conhecer as crianças e os adultos nas suas ações, movimentos, desejos e sentimentos no contexto específico diante a problemática levantada. Ainda no campo investigado outras ações também foram realizadas: questionário com os profissionais da unidade, entrevista com alguns sujeitos adultos selecionados e análise de alguns documentos (PPP e outros) que compõem a organização pedagógica da insituição educativa afim de obter uma visão holística do universo pesquisado. Para além destas ações no espaço investigado a pesquisa contou também com um levantamento da produção ciêntifica sobre a partipação das crianças em contextos pedagógicos formais bem como um levantamento da produção teórica sobre o tema. A pesquisa tomou como referencial teórico de forma mais profunda a Sociologia da Infância e a Pedagogia da Infância, campos ainda em contrução, mas também estabeleceu-se uma interlocução com outras áreas do conhecimento tais como a Antropologia, Psicologia e Filosofia objetivando uma compreensão interdisciplinar das questões levantadas. As análises indicaram que na relação pedagógica existe um controle dos adultos sobre as ações das crianças, porém mesmo diante este controle as crianças participam desta relação das mais variadas maneiras, transformando espaços, tempos e propostas, indicando uma agência concreta por parte das crianças. As análises apontaram também que este poder revelado dos adultos sobre as crianças é influenciado por diferentes fatores: ordem estrutural, epistemólogico, cultural e social. Deste modo, na relação pedagógica, embora consideremos que as crianças são agentes sociais, pertencente a um grupo geracional com especificidades próprias, a participação delas - das crianças - muitas vezes é negada, pois não é dada de forma isolada, ao contrário se constitui nas relação com os outros, no compartilhamento de significações, experiencias e regras que ora constrange, ora potencializa a participação infantil.
6

Professoras de educação infantil: dilemas da constituição de uma especificidade profissional

Fernandes, Tatiane Márcia 25 October 2012 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias da Educação, Programa de Pós-graduação em Educação, Florianópolis, 2010 / Made available in DSpace on 2012-10-25T01:20:38Z (GMT). No. of bitstreams: 1 292138.pdf: 1815058 bytes, checksum: 9255538552792ec86baef704ad4c6ba3 (MD5) / A presente pesquisa de mestrado teve como objetivo investigar as concepções de docência na educação infantil presentes nas dissertações de mestrado cadastradas no Banco de Dados da CAPES entre os anos de 1996-2009 cujo tema fosse "o" professor de educação infantil". Assim, buscou-se responder às seguintes questões: como é definido o papel do professor; como os autores denominam esses profissionais; como definem sua função de forma a demarcar a especificidade relacionada à docência na educação infantil; do que esta docência se constitui. Para tal, buscamos como referencial teórico as discussões sobre docência, a docência na educação infantil, e a indissociabilidade da educação e cuidado. Na pesquisa realizou-se um mapeamento das produções nacionais existentes sobre a temática "professor de educação infantil" objetivando localizar o que os saberes científicos presentes nas dissertações têm apontado sobre a docência nessa etapa da educação básica. Dessa forma, dissertações constituíram o corpus definitivo de análise e foram analisadas através de uma aproximação do procedimento metodológico da análise de conteúdo, sendo definida uma grande categoria a priori , "docência", e posteriormente categorias específicas a partir das unidades de registro e contexto. Como resultado da pesquisa podemos destacar que as concepções de docência na educação infantil presentes nos estudos dividem-se em: a docência na educação infantil entendida como maternagem relacionada ao aspecto do cuidado entendido como a satisfação das necessidades básicas de higiene, sono e alimentação, semelhante a ação desempenhada pelas mães; a docência como ensino, quando as professoras buscam se assemelhar as professoras do ensino fundamental através do ensino e preparação das crianças para o ensino fundamental; a docência como educação e cuidado indissociável sem predomínio ou submissão de nenhum dos aspectos na ação junto as crianças; e como múltiplas funções entendida como uma profissão cujos profissionais assumem múltiplas identidades, um misto de funções e ações junto as crianças, e para tanto necessitam de diferentes domínios de conhecimento. Há no conjunto das pesquisas a predominância dos estudos que explicitaram a concepção da docência na educação infantil como educação e cuidado de forma indissociada, seguida pelas concepções de ensino e múltiplas funções com três estudos cada, e em menor número a concepção de docência na educação infantil como maternagem em dois estudos. A concepção da docência na educação infantil como maternagem demonstrou a parca compreensão que ainda se revela nas concepções dos professores sobre a dimensão do cuidado na educação infantil. A concepção de ensino, por sua vez, apareceu como forma de negação e oposição às ações de maternagem, pois as profissionais acreditam que são mais valorizadas e mais perto dos professores do ensino fundamental quando ensinam. A concepção de educação e cuidado de forma indissociada está presente nas representações das professoras, no entanto, elas ainda não as reconhecem na sua prática diária. As múltiplas funções como caracterização da docência na educação infantil apresentaram-se como um avanço na medida em que os professores começam a reconhecer que sua ação está para além da educação no seu sentido propedêutico, e o cuidado para além da maternagem. / This research had as objective to investigate the conceptions of teaching in early childhood education in these dissertations registered in the database of CAPES between the years 1996-2009 whose theme was "the" professor of early childhood education. " Thus, we sought to answer the following questions: How do you define the role of the teacher, as the authors call these professionals, how they define their role in order to demarcate the specificity related to teaching in early childhood education, the teaching that is constituted. To this end, we as a theoretical discussions about teaching, teaching in early childhood education, and inseparability of education and care. In the survey carried out a mapping of existing national productions on the theme "kindergarten teacher" aiming to find the scientific knowledge in the present thesis have shown that teaching about the stage of basic education. Thus, dissertations were the definitive corpus analysis and were analyzed using an approximation of the methodological approach of content analysis, defined a priori a large category, "teaching" and then specific categories from the registration units and context . As results we can say that the conceptions of teaching in kindergarten these studies are divided into: teaching in early childhood education understood as related to the mothering aspect of care understood as the basic needs of hygiene, sleep and food, similar the action performed by mothers, teaching as teaching, when teachers seek to resemble the primary school teachers through ducation and preparing children for primary school, education and teaching as inseparable care without dominance or submission on any aspect action with children, and how many functions understood as a profession whose practitioners assume multiple identities, a mix of functions and actions with the children, and both require different domains of knowledge. There are in all the surveys of the prevalence studies that explained the concept of teaching and education in early childhood education and care so issociated, followed by teaching concepts and multiple functions with three studies each, and to a lesser extent the concept of teaching in early childhood education mothering as in two studies. The design of teaching in early childhood education as demonstrated mothering is little understanding that still shows in the teachers' conceptions about the dimension of care in early childhood education. The design of teaching, in turn, appeared as a form of denial and opposition to the actions of mothering, as the professionals believe are most valued and closer to the elementary school teachers when they teach. The conception of education and care is present in dissociated form representations of the teachers, however, they still do not recognize them in their daily practice. The multiple functions such as characterization of teaching in early childhood education is presented as a breakthrough in that teachers begin to recognize that their action is beyond the introductory education in its direction, and care in addition to mothering.
7

O serviço de educação infantil - HU/UFSC frente à resolução CNE/CEB Nº 01/2011 (Brasil, 2011a)

Gonçalves, Monica Feitosa de Carvalho Pedrozo January 2014 (has links)
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária, Florianópolis, 2014. / Made available in DSpace on 2015-02-05T20:52:37Z (GMT). No. of bitstreams: 1 327736.pdf: 930292 bytes, checksum: d12d8a0042c019f26b6a3ea75f2389b7 (MD5) Previous issue date: 2014 / Esta pesquisa tem como objetivo compreender os desafios e perspectivas no processo de desenvolvimento do Serviço de Educação Infantil (SEI) do Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) a partir da homologação da Resolução CNE/CEB nº 01/2011(BRASIL, 2011a). O SEI-HU é uma unidade de Educação Infantil que atende exclusivamente aos filhos dos servidores do HU/UFSC. A Resolução CNE/CEB n.º 01/2011 (BRASIL, 2011a) fixa normas de funcionamento das unidades de Educação Infantil ligadas à Administração Pública Federal direta, suas autarquias e fundações. A Resolução CNE/CEB n.º 01/2011 (BRASIL, 2011a) na medida em que normatiza, interfere, substancialmente, no contexto de desenvolvimento social e institucional do SEI-HU, uma vez que apresenta essencialmente uma contradição ao papel social da universidade, ou seja, ao mesmo tempo em que a universidade como instituição social no geral, deve atender a toda a comunidade onde está inserida, no singular, ela poderá negar este atendimento desconhecendo a peculiaridade de existência desta unidade educativa. Esta pesquisa caracteriza-se por um estudo de caso de natureza qualitativa. Os instrumentos para coleta e análise de informações foram o levantamento bibliográfico e documental, as entrevistas semi-estruturadas e a observação. Os resultados da pesquisa demonstraram que a Resolução CNE/CEB n.º 01/2011 (BRASIL, 2011a) representou um avanço a se considerar, na regulamentação das várias unidades de Educação Infantil ligadas às Universidades Federais que existem no Brasil, uma vez que traz considerações importantes, pautadas em documentos tidos como referência na Educação Infantil. Entretanto, a Resolução (BRASIL, 2011a), desconsidera que as Unidades de Educação Infantil ligadas às universidades federais construíram, ao longo de suas trajetórias, as mais diversas formas de organização administrativa e pedagógica, de acordo com as demandas apresentadas em cada contexto. Para o SEI-HU, a publicação desta Resolução (BRASIL, 2011a) põe em xeque a continuidade da proposta que desenvolve, bem como, o seu papel social frente ao HU, a UFSC, a sociedade em geral.<br> / Abstract : This research aims to understand the challenges and perspectives present in the process of developing the Service Children's Education (SEI) at the University Hospital (HU), Federal University of Santa Catarina (UFSC) from the approval of Resolution CNE/CEB nº 01/2011 (BRAZIL , 2011a) . The SEI- HU is a unit of Early Childhood Education that caters exclusively to the children of the HU/UFSC servers. The Resolution CNE/CEB nº 01/2011 (BRAZIL, 2011a) sets standards for the operation of units of Early Childhood Education related to direct federal public administration, its agencies and foundations. The Resolution CNE/CEB nº 01/2011 (BRAZIL, 2011a) in that it regulates, interferes substantially in the context of social and institutional development SEI-HU, since it presents essentially a contradiction in regard to the role social university, while the university as a social institution in general, must meet all the community where it is located, in the singular, it can deny this service unaware of the existence of this peculiarity educational unit. This research is characterized by a case study of a qualitative nature. The instruments for data collection and analysis of information were the bibliographic and documentary, semi-structured interviews and observation. The survey results showed that the CNE/CEB nº 01/2011(BRAZIL, 2011a) represented a breakthrough to consider, regarding the regulation of various units of Early Childhood Education related to Federal Universities that exist in Brazil, it brings important considerations, guided by documents taken as a reference in Early Childhood Education . However, the Resolution (BRAZIL , 2011a) , which disregards Units Childhood Education related to federal universities built along their trajectories , the most diverse forms of administrative and pedagogical organization , according to the demands presented in each context. For the SEI-HU, the publication of this Resolution (BRAZIL ,2011a) calls into question the continuity of the proposal which develops as well as their social role opposite HU, UFSC, society in general.
8

Tecnologia e afetividade na educação infantil

Santos, Gislany Rose Oliveira Nogueira e January 2001 (has links)
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. / Made available in DSpace on 2012-10-19T04:39:20Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2014-09-26T00:40:51Z : No. of bitstreams: 1 187811.pdf: 271107 bytes, checksum: 2c552785907432101f0651ec02ba94ba (MD5) / O presente trabalho tem, como objetivo, analisar a importância de um ambiente afetivo no processo pedagógico para o pleno desenvolvimento das crianças e como as tecnologias podem tornar-se facilitadoras deste ambiente. Diante disso, a análise do trabalho recai sobre a educação infantil, suas características e função social. São descritas também, as transformações ocorridas na escola infantil ao longo de sua história, no Brasil e no mundo. Dentro desta perspectiva, é essencial a introdução de recursos tecnológicos na educação infantil, como forma de adequá-la à sociedade atual. Pretende-se também desmistificar a idéia de que a utilização de tecnologias impede um ambiente de afeto na relação pedagógica. Pelo contrário, ela pode se transformar em um instrumento facilitador de relações cada vez mais próximas e afetivas, já que atinge a criança de maneira integrada. A avaliação feita na Escola Integrar tem a intenção de demonstrar como esta relação próxima entre a escola e a família propicia um ambiente de colaboração que contribuirá para que a escola conquiste novas tecnologias e um conseqüentemente, um trabalho de qualidade.
9

Sobre infância e sua educação

Momm, Caroline Machado January 2011 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação / Made available in DSpace on 2012-10-25T20:34:09Z (GMT). No. of bitstreams: 0Bitstream added on 2013-07-16T20:42:22Z : No. of bitstreams: 1 300083.pdf: 811469 bytes, checksum: efeee31ff876e31d87c7a8e0d08eb989 (MD5) / A investigação das noções de infância e sua educação no debate contemporâneo nos têm movido a buscar compreender como o tema se insere no que se convencionou chamar de crise da modernidade e crise da razão. Com esse intuito, tomamos como ponto de partida para a presente investigação dois movimentos pedagógicos contemporâneos: um pauta-se no cuidado/educação do sujeito criança, buscando compreender a infância por meio das vozes infantis em suas múltiplas linguagens (uma Pedagogia da Infância); outro que defende, contra esse modelo que é adjetivado antiescolar, a escolarização como condição para a humanização plena e como um direito inalienável das crianças pequenas, seres em formação. Como respostas alternativas a essa disputa, encontramos, recolocando o problema da infância e sua educação, as obras de Walter Benjamin e Hannah Arendt. Elas nos oferecem linhas de fuga, principalmente no que se refere à posição que a infância adquire nas concepções desses pensadores sobre a modernidade. Em Benjamin trata-se da construção do par conceitual infância-experiência como simultaneamente expressão da modernidade e de seu declínio, quando a infância se torna uma experiência entre a memória pessoal e a narrativa histórica materializada em seus objetos (brinquedos e livros); em Arendt o par conceitual central se refere à relação infância-política, da incompatibilidade objetiva e da complementaridade possível de ambas, abordadas na investigação do conceito de política em tensão com a educação, aspectos constituintes da condição humana. Em ambos, fundamenta-se a conservação de um diálogo crítico com a tradição, de maneira que a relação entre as gerações se constitua não como dominação, mas possibilidade do novo, chance que nos é conferida a cada nascimento.
10

O brincar e a constituição social das crianças e de suas infâncias em contexto de educação infantil

Rivero, Andréa Simões January 2015 (has links)
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2015 / Made available in DSpace on 2015-12-29T03:05:40Z (GMT). No. of bitstreams: 1 336466.pdf: 3464456 bytes, checksum: 240112fca3e4bd12430ed34e7ebf3330 (MD5) Previous issue date: 2015 / Esta pesquisa em nível de doutorado teve como objetivo investigar a constituição social das crianças e de suas infâncias em contexto de Educação Infantil e em contexto familiar nos espaços-tempos do brincar, com o intuito de estabelecer uma aproximação às suas relações intersubjetivas e práticas sociais, aos repertórios/conteúdos culturais dos quais se apropriam e às interpretações acerca dos mesmos. Os Estudos Sociais da Infância, destacadamente a Sociologia da Infância, constituem o quadro teórico de referência. O trabalho foi desenvolvido em uma instituição de educação infantil pública municipal com um grupo de dezessete crianças, 9 meninas e 8 meninos, de 4 a 6 anos de idade, e duas profissionais da Educação Infantil. A partir de uma perspectiva etnográfica e participativa, as crianças foram consideradas as principais informantes da pesquisa. No que tange aos procedimentos metodológicos empregou-se observações, anotações de campo, entrevistas, registros fotográficos, em vídeo e áudio. Realizou-se entrevistas com as crianças, seus pais ou mães e as duas profissionais do grupo. A pesquisa evidenciou que as crianças lançam mão de uma multiplicidade de saberes e constroem enredos complexos, nos quais combinam diversos elementos, provenientes das relações estabelecidas no contexto familiar e no Núcleo de Educação Infantil (NEI), no âmbito do contexto local e da cultura mais ampla. Estabelecer aproximações às brincadeiras das crianças, com a intenção de identificar elementos sociais e culturais que exploram e reproduzem interpretativamente, assim como as formas de estruturá-las, fornece condições para romper com interpretações generalizantes sobre as brincadeiras e para projetar a ação docente de modo a considerar suas significações e práticas no sentido de aprofundá-las e/ou ampliar e diversificar suas relações, conhecimentos, repertórios culturais, entre outras dimensões da prática pedagógica. Assim, as proposições pedagógicas podem ganhar contornos e características que respeitem e incluam as trajetórias individuais e coletivas das crianças.<br> / Abstract : This doctorate dissertation intended to investigate the social constitution of children and their childhoods in the contexts of childhood education and in their playtime in their family environment. This investigation was done in order to establish approximations between their intersubjective relationships and social practices, and their cultural repertoire and their interpretation of those. Infancy social studies, highlighting sociology of childhood, constitute the theoretical  background of reference. The study was carried out in a public municipal school (Núcleo de Educação Infantil) with 17 children and 2 childhood education professionals. The children included 9 girls and 8 boys, from 4 to 6 years old. From an ethnographic and participative perspective, the children were considered the main source of information in this research. Regarding the methodology, it included observations, field notes, interviews, photographs, video and audio recordings. Interviews were carried out with the children, their parents and their two childhood education professionals. The research brought to evidence that the children used a multiplicity of knowledge, building complex scenarios where they combine different elements both from their family environment as well as from their school environment, from the local culture and from the broader context. Establishing approximations in child play ,intending to identify social and cultural elements which they explore and reproduce through interpretation as well as ways of structuring it, allows the teaching professional to plan their teaching actions taking into account their meanings and practices; which in turn allows the students to deepen and broaden their connections, knowledges, cultural repertoires, among other dimensions of the pedagogical practices. Thus, the pedagogical proposals may be molded in a way which respects and includes children's personal and collective trajectories, besides breaking with generalized interpretations of child play.

Page generated in 0.0653 seconds